Você está na página 1de 35

Aula 01

Direitos Humanos p/ OAB 1ª Fase - com videoaulas


Professor: Ricardo Torques
DIREITOS HUMANOS - XXII EXAME DA OAB
teoria e questões
Aula 01 - Prof. Ricardo Torques

AULA 01
TEORIA GERAL DOS DIREITOS
HUMANOS

SUMÁRIO
Considerações Iniciais ............................................................................................ 2
Dimensões dos Direitos Humanos
2 – Dimensões dos Direitos Humanos ...................................................................... 2
2.1 – Primeira Dimensão dos Direitos Humanos ..................................................... 2
2.2 – Segunda Dimensão dos Direitos Humanos ..................................................... 4
2.3 – Terceira Dimensão dos Direito Humanos ....................................................... 6
2.4 – Quarta e Quinta Dimensões dos Direitos Humanos ......................................... 7
Afirmação Histórica dos Direitos Humanos
3 – Afirmação histórica dos Direitos Humanos ..........................................................10
3.1 – Afirmação do conceito de pessoa na história .................................................10
3.2 – Grandes etapas históricas na afirmação dos Direitos Humanos .......................11
Proteção Internacional dos Direitos Humanos
4 - A Proteção Internacional dos Direitos Humanos ...................................................17
4.1 - Introdução................................................................................................17
4.2 - Precedentes Históricos ...............................................................................17
4.3 - Internacionalização dos Direitos Humanos ....................................................19
4.4 - Sistemas de Proteção Internacional dos Direitos Humanos ..............................19
4.5 - As Três Vertentes de Proteção Internacional .................................................22
Natureza Objetiva da Proteção Internacional
5 - Natureza Objetiva da Proteção Internacional de Direitos Humanos .........................26
Esgotamento dos Recursos Internos
6 - Esgotamento dos Recursos Internos na Proteção dos Direitos Humanos .................27
Mecanismos de Implementação
7 – Mecanismos de Implementação dos Direitos Humanos .........................................27
7.1 - Mecanismos Convencionais e Não Convencionais ...........................................28
7.2 - Convenções Gerais e Convenções Especiais ..................................................28
7.3 - Fiscalização dos Tratados de Direitos Humanos .............................................28
8 - Lista das Questões de Aula ...............................................................................31
9 - Considerações Finais ........................................................................................34

Prof. Ricardo Torques www.estrategiaconcursos.com.br 1 de 34


DIREITOS HUMANOS - XXII EXAME DA OAB
teoria e questões
Aula 01 - Prof. Ricardo Torques

TEORIA GERAL DOS DIREITOS HUMANOS


1 - CONSIDERAÇÕES INICIAIS
Hoje trataremos de importantes temas para a nossa prova. Os assuntos
abordados serão dos seguintes:

Dimensões dos Direitos Afirmação Histórica dos Proteção Internacional


Humanos Direitos Humanos dos Direitos Humanos

O assunto dimensões é comumente cobrado tanto em Direitos Humanos


como em Direito Constitucional por isso é um assunto de grande peso. A
parte de afirmação histórica serve de base para o estudo de toda a disciplina
e já foi objeto de cobrança pela FGV. Já a proteção internacional inicia
nossos estudos para o tema Sistema Global.
Iniciemos nossa aula.

2 DIMENSÕES DOS DIREITOS HUMANOS


Trata-se de uma associação em termos gerais de períodos em que a
sociedade se preocupou mais intensamente com um ou outro direito
humano. Segundo Rafael Barreto1 dimensões dos Direitos Humanos é a
Expressão costumeiramente utilizada para referir-se a determinado grupo de direitos,
surgidos numa determinada época histórica, com características bem peculiares.

Na realidade, a cada fase de evolução dos Direitos Humanos foram


agregados outros direitos que vieram a somar os direitos já assegurados,
de maneira que não houve superação da geração anterior, mas uma
dimensão ampliativa da proteção à dignidade da pessoa.
Os Direitos Humanos são históricos, de maneira que estão constantemente
evoluindo com a sociedade. Em decorrência disso, como os Direitos
Humanos representam a proteção à dignidade da pessoa, nunca poderão
ser suprimidos (veda-se o retrocesso), de forma que a cada fase da História
dos Direitos Humanos assumem uma dimensão cada vez maior.
Vejamos cada uma das gerações.

2.1 Primeira Dimensão dos Direitos Humanos


A primeira dimensão dos Direitos Humanos compreende os direitos da
liberdade, que são os direitos civis e políticos, decorrentes das

1
BARRETTO, Rafael. Direitos Humanos, p. 36.

Prof. Ricardo Torques www.estrategiaconcursos.com.br 2 de 34


DIREITOS HUMANOS - XXII EXAME DA OAB
teoria e questões
Aula 01 - Prof. Ricardo Torques
revoluções liberais e da transição do Estado Absolutista para o Estado de
Direito.
Caracterizam-se por imporem uma abstenção estatal, por limitar a
atuação do Estado em defesa dos direitos das pessoas. Em razão
disso, diz-se que essa geração representa direitos de caráter negativo.
Os grandes marcos históricos de surgimento dessa dimensão são:
1. Revolução Gloriosa na Inglaterra, em 1688;
2. Independência dos Estados Unidos, em 1777; e
3. Revolução Francesa de 1789.
No campo dos estudiosos, aponta-se como marco teórico a obra “O
Contrato Social” de Jean-Jacques Rousseau e o “Segundo Tratado sobre o
Governo” de Jonh Locke, os quais afirmam que os homens possuem
determinados direitos que não podem ser suprimidos pelos governantes e
que, se desrespeitados, representam um governo arbitrário, violador de
Direitos Humanos.
Por fim, identificam-se como marcos jurídicos dessa dimensão:
1. Constituição dos EUA, de 1787; e
2. Declaração dos Direitos do Homem e do Cidadão redigida na França,
em 1789.
Questão – VUNESP/PC-SP - Investigador de Polícia - 2014
Na evolução histórica dos direitos humanos, surgem o que se convencionou
denominar de “gerações dos direitos”, que representam a valorização de
determinados direitos em momentos históricos distintos. Assim sendo,
assinale a alternativa que contempla direitos pertencentes à primeira
geração dos direitos humanos.
a) Direitos econômicos e de igualdade
b) Vida e liberdade.
c) Direitos trabalhistas e previdenciários.
d) Direitos civis e direito à paz.
e) Fraternidade e direitos sociais.
Comentários
A presente questão é bastante tranquila e exige o conhecimento dos direitos
pertinentes a cada dimensão.
Para responder à questão, vejamos o quadro abaixo2:

2
Com base em: GUERRA, Sidnei. Direitos Humanos: Curso Elementar, 2ª edição, São
Paulo: Editora Saraiva, p. 62/65.

Prof. Ricardo Torques www.estrategiaconcursos.com.br 3 de 34


DIREITOS HUMANOS - XXII EXAME DA OAB
teoria e questões
Aula 01 - Prof. Ricardo Torques

1ª Dimensão direitos civis e políticos

2ª Dimensão direitos sociais, econômicos e culturais

3ª Dimensão direitos de solidariedade ou de fraternidade

4ª Dimensão direito à democracia, à informação e ao pluralismo

direito à identidade individual, ao patrimônio genérico e à


5ª Dimensão
proteção contra o abuso das técnicas de clonagem e à paz

Assim:
A alternativa A está incorreta uma vez que engloba direitos de segunda
dimensão.
A alternativa B está correta e é o gabarito da questão, posto que o direito
à vida e o direito à liberdade são direitos civis.
A alternativa C está incorreta, tendo em vista que os direitos trabalhistas
e os direitos previdenciários são direitos sociais, compreendidos como
direitos de segunda dimensão.
A alternativa D, do mesmo modo, está incorreta posto que, embora os
direitos civis estejam circunscritos à primeira dimensão, o direito à paz é
abrangido pela terceira dimensão.
Finalmente, a alternativa E está incorreta, posto que o direito à
fraternidade consta do rol de direitos de terceira dimensão e os direitos
sociais estão compreendidos na segunda dimensão dos Direitos Humanos.
Lembre-se que há cizânia doutrinária quanto aos direitos de quarta e quinta
dimensão. Entretanto, não há maiores preocupações, pois estas dimensões
raramente são exigidas em provas, vez que retiram a objetividade da
questão, gerando dúvidas. De todo modo, ainda que a matéria venha a ser
cobrada, provavelmente, exigirá o pensamento de Paulo Bonavides, que
está consentâneo com o quadro acima.
O pensamento divergente mais importante é o de Norberto Bobbio para
quem os direitos humanos de quarta geração são os direitos à manipulação
do patrimônio genético, direitos esses que, segundo a concepção do
doutrinador brasileiro estão acomodados na quinta geração.
GABARITO: B

2.2 Segunda Dimensão dos Direitos Humanos


Essa geração compreende os direitos relacionados à igualdade,
abrangendo os direitos sociais, direitos econômicos e os direitos
culturais, em razão da evolução do Estado Liberal para o Estado Social.

Prof. Ricardo Torques www.estrategiaconcursos.com.br 4 de 34


DIREITOS HUMANOS - XXII EXAME DA OAB
teoria e questões
Aula 01 - Prof. Ricardo Torques
Ao contrário da dimensão anterior, os direitos de segunda dimensão são
notadamente prestacionais. Vale dizer, os Estados passaram a ser
obrigados a atuar positivamente para assegurar os direitos sociais,
econômicos e culturais.
Dois são os marcos históricos relevantes desse período:
1. Revolução Mexicana, em 1910; e
2. Revolução Russa, em 1917, que culminou com o comunismo da
URSS.
Evidencia-se como marco teórico a “Encíclica Rerum Novarum”, de autoria
do Papa Leal XIII, em 1891. Outro documento importante é o “Manifesto
do Partido Comunista” de Karl Marx e Frederich Engels, de 1948. Ambos os
indicaram a necessidade de dar mais atenção às questões sociais e uma
melhor distribuição das riquezas.
Em relação aos marcos jurídicos, a doutrina aponta a:
1. Constituição Mexicana, de 1917, considerada o primeiro texto
constitucional a proclamar direitos sociais; e
2. Constituição de Weimar na Alemanha, de 1919, considerada
referência no trato dos direitos socais.
Questão – FUMARC/PC-MG - Perito Criminal - 2013
São exemplos de direitos econômicos
a) Direito ambiental e Direitos do trabalhador.
b) Segurança individual e Direito do consumidor.
c) Transporte integrado à produção e Pleno emprego.
d) Meio ambiente sadio e Assistência e Previdência Social.
Comentários
Trata-se de questão bastante simples, que exige do candidato exemplos de
direitos econômicos (direitos de segunda dimensão, ao lado dos direitos
sociais e culturais).
Assim, a alternativa A está incorreta, posto que os direitos dos
trabalhadores embora sejam direitos de segunda dimensão, são direitos
sociais. Ademais, os direitos ambientais constituem direitos de terceira
dimensão.
A alternativa B está incorreta posto que a garantia fundamental da
segurança individual é direito de primeira dimensão. Já os direitos dos
consumidores é direitos transindividual, característico dos direitos de
terceira dimensão.
A alternativa C está correta e os direitos elencados são econômicos. O
Direito Econômico é ramo do direito que trata d regulamentação da
produção e da circulação de produtos e serviços, com vistas ao
desenvolvimento econômico e ao pleno emprego.
A alternativa D está incorreta, pois, como mencionamos acima, o direito
ao meio ambiente sadio é direito de terceira dimensão e os direitos
relacionados à previdência social estão albergados pela segunda dimensão.

Prof. Ricardo Torques www.estrategiaconcursos.com.br 5 de 34


DIREITOS HUMANOS - XXII EXAME DA OAB
teoria e questões
Aula 01 - Prof. Ricardo Torques

GABARITO: C

2.3 Terceira Dimensão dos Direito Humanos


A terceira dimensão dos Direitos Humanos envolve os direitos de
solidariedade (ou fraternidade), abrangendo os direitos difusos e
coletivos. Constituem, na realidade, os direitos assegurados às pessoas
em geral.
Essa é uma das dimensões mais importantes para a nossa disciplina, uma
vez que, ao final da 2ª Guerra Mundial, as discussões acerca da própria
compreensão do ser humano se modificaram. Em razão das atrocidades
decorrentes das grandes guerras e dos regimes antissemitas, a sociedade
passou a compreender a necessidade de se assegurar ao máximo a
proteção da dignidade da pessoa.
Assim, os direitos de terceira dimensão englobam, por exemplo, os
direitos relacionados ao meio ambiente e a proteção jurídica do
consumidor.
O marco histórico, portanto, dessa dimensão é o Pós-2ª Guerra Mundial
e o surgimento da Organização das Nações Unidas em 1945.
Não há uma obra ou estudioso em específico para esse período, devemos
considerar que o marco teórico dessa geração são os trabalhos
acadêmicos que visam à proteção universal e solidária da humanidade.
Por fim, quando ao marco jurídico destaca-se a Declaração Universal dos
Direitos Humanos, criada pela Assembleia Geral da ONU, em 1948.
Questão – VUNESP/PC-SP - Escrivão de Polícia Civil - 2013
Considerando o que a doutrina majoritária dispõe sobre o desenvolvimento
e conquista dos direitos humanos, pode-se afirmar que esse
desenvolvimento histórico, classificado por gerações de direitos, pode ser,
cronologicamente, assim representado:
a) direitos individuais; direitos coletivos e direitos sociais.
b) direitos individuais, direitos coletivos e liberdades negativas.
c) liberdades positivas, liberdades negativas e direitos sociais.
d) direitos sociais; direitos de liberdade e direitos da fraternidade.
e) direitos de liberdade; direitos sociais e direitos difusos.
Comentários
A presente questão exige os direitos consubstanciados nas três clássicas
dimensões, em ordem:
primeira dimensão: direitos civis e políticos
segunda dimensão: direitos sociais, econômicos e culturais
terceira dimensão: direitos de solidariedade e de fraternidade
Assim, a alternativa A está incorreta:
a) direitos individuais; direitos coletivos e direitos sociais.

Prof. Ricardo Torques www.estrategiaconcursos.com.br 6 de 34


DIREITOS HUMANOS - XXII EXAME DA OAB
teoria e questões
Aula 01 - Prof. Ricardo Torques
Os direitos de solidariedade e de fraternidade caracterizam-se por serem
direitos coletivos e, portanto, de terceira dimensão.
Assim, a alternativa B está incorreta:
b) direitos individuais, direitos coletivos e liberdades negativas.
Ao contrário do que constou da alternativa, as liberdades negativas são
direitos de primeira dimensão, visto que postulam uma proteção contra o
Estado em defesa das liberdades e garantias individuais.
Assim, a alternativa C está incorreta:
c) liberdades positivas, liberdades negativas e direitos sociais.
Como vimos as liberdades negativas compõem os direitos de primeira
dimensão. Por outro lado, os direitos de segunda dimensão caracterizam-
se por serem liberdades positivas, uma vez que a efetivação de tais direitos
exige uma atuação do Estado.
Assim, a alternativa D está incorreta:
d) direitos sociais; direitos de liberdade e direitos da fraternidade.
Assim, a alternativa E está correta:
e) direitos de liberdade; direitos sociais e direitos difusos.
Registre-se que os direitos difusos são espécies de direitos coletivos e,
portanto, estão compreendidos no rol dos direitos de terceira dimensão.
São exemplos de direitos difusos o direito ao meio ambiente e direitos do
consumidor.
GABARITO: E

2.4 Quarta e Quinta Dimensões dos Direitos Humanos


Alguns doutrinadores de relevo no estudo da matéria afirmam existir a
quarta e a quinta dimensões dos Direitos Humanos. Devemos saber,
inicialmente, que essas dimensões não são consenso na doutrina, mas, por
vezes, aparecem em provas.

Quarta Dimensão dos Direitos Humanos


Segundo Norberto Bobbio, a quarta dimensão dos Direitos Humanos
compreende os direitos relacionados às pesquisas biológicas e à
manipulação do patrimônio genético das pessoas.
Um ótimo exemplo de aplicação dessa dimensão dos Direitos Humanos, no
Brasil, é a Lei de Biossegurança (Lei 11.105/2005), que disciplina regras
sobre a produção e comercialização de organismos geneticamente
modificados e a pesquisa com células-tronco.
Já Paulo Bonavides compreende que a quarta dimensão dos Direitos
Humanos envolve a tutela da democracia, do direito à informação e o
pluralismo político que, em última análise, é a dignidade das pessoas na
vivência em sociedade. Entende o autor, que democracia, informação e
pluralismo políticos são mecanismos para máxima efetivação dos Direitos
Humanos.

Prof. Ricardo Torques www.estrategiaconcursos.com.br 7 de 34


DIREITOS HUMANOS - XXII EXAME DA OAB
teoria e questões
Aula 01 - Prof. Ricardo Torques

Quinta Dimensão dos Direitos Humanos


Por fim, Paulo Bonavides, enuncia que existe, ainda, a quinta dimensão
dos Direitos Humanos, responsável pelo direito à paz, principalmente
em decorrência de atentados terroristas como “11 de Setembro de 2011”,
que assolou a comunidade internacional e impingiu o medo de novos
atentados e ataques contra a paz mundial.
O esquema abaixo bem representa a ideia de sobreposição de
acontecimentos históricos que vieram a causar a expansão da proteção
da dignidade das pessoas.

1ª Dimensão dos Direitos Humanos

2ª Dimensão dos Direitos Humanos

3ª Dimensão dos Direitos Humanos

4º Dimensão dos Direitos Humanos

5ª Dimensão dos Direitos Humanos

Finalizamos um dos pontos mais importantes da aula de hoje. Como forma


de auxiliar a fixação dessas informações, sugerimos a revisão periódica do
assunto, de acordo com o quadro-síntese abaixo.

Prof. Ricardo Torques www.estrategiaconcursos.com.br 8 de 34


DIREITOS HUMANOS - XXII EXAME DA OAB
teoria e questões
Aula 01 - Prof. Ricardo Torques

1ª DIMENSÃO DOS DIREITOS 2ª DIMENSÃO DOS 3ª DIMENSÃO DOS DIREITOS


HUMANOS DIREITOS HUMANOS HUMANOS

direitos sociais, culturais


direitos direitos civis e políticos direitos difusos e coletivos
e econômicos

associação
ao lema da
Liberdade igualdade fraternidade
Revolução
Francesa

 Revolução Gloriosa na  Revolução Mexicana  Pós-2ª Guerra Mundial


Inglaterra
marco  Revolução Russa  Surgimento da ONU
histórico  Independência dos EUA
 Revolução Francesa

 “Segundo Tratado sobre  “Encíclica Rerum  trabalhos acadêmicos


o Governo” (John Locke) Novarum” (Papa Leão que visem à proteção
XIII) universal e solidária da
marco  “O Contrato Social”
teórico humanidade
(Jean-Jacques Rousseau)  “Manifesto do Partido
Comunista” (Karl Marx e
Frederich Engels”

 Constituição Americana  Constituição Mexicana Declaração Universal dos


de 1787 de 1917 Direitos do Homem, de
marco 1948
jurídico  Declaração Francesa dos  Constituição de
Direitos do Homem e do Weimar de 1919
Cidadão de 1789

evolução passagem do Estado passagem do Estado Revolta da sociedade


da Absolutista para o Estado Liberal para o Estado contra as atrocidades das
sociedade de Liberal Social guerras mundiais

direito à liberdade de direito à saúde direito ao meio ambiente


exemplo
expressão

4ª DIMENSÃO DOS 5ª DIMENSÃO DOS


DIREITOS HUMANOS DIREITOS HUMANOS

 pesquisas biológicas e à
manipulação do patrimônio
genético das pessoas
(Norberto Bobbio)
direito direitos à paz
 tutela da democracia, do
direito à informação e o
pluralismo político (Paulo
Bonavides)

marco Lei de Biossegurança (Lei 11 de Setembro


histórico 11.105/2005)

Prof. Ricardo Torques www.estrategiaconcursos.com.br 9 de 34


DIREITOS HUMANOS - XXII EXAME DA OAB
teoria e questões
Aula 01 - Prof. Ricardo Torques

Questão - OAB/FGV - XII Exame de Ordem – 2013


O processo histórico de afirmação dos direitos humanos foi inscrito em
importantes documentos, tais como a Declaração Universal dos Direitos do
Homem e do Cidadão de 1789 ou mesmo a Constituição Mexicana de 1917.
Desse processo é possível inferir que os Direitos Humanos são constituídos
por, ao menos, duas dimensões interdependentes e indivisíveis. São elas:
a) Direitos Naturais e Direitos Positivos.
b) Direitos Civis e Direitos Políticos.
c) Direitos Civis e Políticos e Direitos Econômicos e Sociais.
d) Direito Público e Direito Privado.
Comentários
A alternativa C está correta e é o gabarito da questão.
A primeira etapa de proteção dos direitos humanos surgiu com a primazia
de proteção dos direitos de liberdade, ou seja, os direitos civis e políticos,
que compõe a primeira dimensão dos Direitos Humanos. Em seguida,
consolidou-se a proteção dos direitos sociais e econômicos, característicos
da segunda dimensão dos Direitos Humanos. Esses dois grupos de direitos
representam a base de proteção dos Direitos Humanos e foram
especialmente tratados no Pacto Internacional dos Direitos Civis e Políticos
e no Pacto Internacional dos Direitos Sociais e Econômicos.
Gabarito C

3 AFIRMAÇÃO HISTÓRICA DOS DIREITOS HUMANOS


O estudo da afirmação histórica dos Direito Humanos remete à análise dos
fatos históricos que levaram ao surgimento de direitos e garantias
protetivos da dignidade das pessoas.
Segundo Norberto Bobbio, os direitos humanos não nascem “de uma vez
por todas”, mas estão, segundo leciona Hannah Arendt, em processo de
constante reconstrução.
No Brasil, o autor referência para o estudo da história dos Direitos Humanos
é Fábio Konder Comparato, que possui uma obra de 600 páginas,
aproximadamente, apenas sobre esse assunto. Como esse autor é
considerado frequente em provas, vamos sintetizar, neste tópico, os
principais marcos históricos relacionados em sua obra, sempre de forma
didática, objetiva e clara.

3.1 Afirmação do conceito de pessoa na história


Neste tópico vamos estudar os fundamentos para a compreensão da
pessoa humana e a afirmação da existência dos direitos humanos.
Vários são os pensadores e momentos históricos relevantes em torno do
estudo da pessoa, da igualdade e da dignidade. Esses pensadores e
momentos históricos refletem um conjunto de ideais que levaram à
construção dos direitos humanos na contemporaneidade. Vamos trazer as

Prof. Ricardo Torques www.estrategiaconcursos.com.br 10 de 34


DIREITOS HUMANOS - XXII EXAME DA OAB
teoria e questões
Aula 01 - Prof. Ricardo Torques
principais reflexões num quadro-síntese, suficiente para a prova que
faremos.

A lei escrita e os costumes são considerados o fundamento de toda a


GRÉCIA E
sociedade, repercutindo no regramento dos assuntos, de modo que a
ATENAS
pessoa passou a ser objeto de reflexão.

Centrou a discussão em torno da unidade moral do ser humano e da


FILOSOFIA
dignidade do homem, pelo qual devemos compreender todos como
ESTOICA
iguais embora existam muitas diferenças individuais.

O cristianismo prega que Jesus é modelo ético de pessoa, uma


CRISTIANISMO representação factível de Deus e suas doutrinas na terra, que defende
a igualdade entre as pessoas.

Segundo a filosofia de Emmanuel Kant, a igualdade é a essência da


FILOSOFIA pessoa, responsável pelo núcleo do conceito de direitos humanos. Por
KANTIANA conta disso, a dignidade da pessoa deve ser considerada um fim em
si mesmo, não instrumento para ser chegar a determinado objetivo.

Compreende que houve uma inversão de valores com o


PENSAMENTO
desenvolvimento do modelo capitalista, na medida em que o operário
MARXISTA
passou ser considerado coisa, deixando de ser sujeito de direito.

Em síntese, a compreensão em torno da pessoa foi valorizada. Juntamente,


alguns conceitos atrelados à ética e aos comportamentos morais
prevaleceram, indicando a necessidade de serem protegidos alguns
direitos essenciais ao homem, em razão de sua natureza.

3.2 Grandes etapas históricas na afirmação dos Direitos


Humanos
Nesse tópico vamos analisar os principais momentos históricos que
marcaram a evolução e consolidação dos Direitos Humanos.

Período Axial
O período axial dos direitos humanos é o eixo sobre o qual se desenvolve
a disciplina Direitos Humanos.
Compreendido entre VIII a.C e II a.C., esse período levou à formação
daquilo que conhecemos por humanidade.
O século VIII a.C. marca o INÍCIO do período axial, quando os estudiosos
estabeleceram princípios e diretrizes fundamentais da vida.
Em seguida, no século V a.C. nasce a filosofia, que marca uma evolução:
a passagem do saber mitológico para o saber da razão.
Em razão dessa mudança de postura, o homem passou a ser o centro
das discussões.
Nesse período houve aproximação e compreensão mútua entre os
diversos povos que compunham as comunidades da época.

Prof. Ricardo Torques www.estrategiaconcursos.com.br 11 de 34


DIREITOS HUMANOS - XXII EXAME DA OAB
teoria e questões
Aula 01 - Prof. Ricardo Torques

Reino Davídico, Democracia Ateniensee e República Romana


A consciência histórica dos Direitos Humanos remonta ao desenvolvimento
de mecanismos de limitação do poder político. Em regra, os governantes
criavam leis para justificar seu poder, contudo, nas sociedades abaixo
referidas, o poder político encontrava-se subordinado.
 Reino de Davi (século XI e X a.C): subordinação dos governantes à
lei divina.
 Democracia ateniense (século VIII a.C): sociedade subordinada à
lei e com ativa participação popular no processo político.
 República Romana: há limitação do poder político por meio da
instituição de um complexo sistema de controles recíprocos entre os
diversos órgãos.
Em suma, todas essas sociedades caracterizam-se pela LIMITAÇÃO DO
PODER POLÍTICO e possuem importância na consolidação dos Direitos
Humanos.

Baixa Idade Média


O início da Idade Média (denominada de Alta Idade Média) é marcada pelo
esfacelamento do poder político e econômico, em razão da instauração do
feudalismo.
Contudo, a partir do século XI, houve o início de um movimento de
retomada, no qual grupos dominantes passaram a pretender o controle
político da sociedade medieval. Assim, os governantes, já na Baixa Idade
Média, passaram a centralizar o poder político em suas mãos, o que
implicou uma série de pressões de outros segmentos da sociedade no
sentido contra abusos dessa reconstrução do poder político.
Dois são os documentos marcantes dessa época:
1. Declaração das Cortes de Leão de 1188; e
2. Magna Carta de 1215.
Em suma: nesse período despontou A LIBERDADE COMO
MANIFESTAÇÃO INICIAL DOS DIREITOS HUMANOS.
Questão - OAB/FGV - XI Exame de Ordem – 2013
“Ninguém poderá ser detido, preso ou despojado dos seus bens, costumes
e liberdades, senão em virtude de julgamento de seus pares, segundo as
leis do país.”
O texto transcrito é um trecho da Magna Carta, proclamada na Inglaterra,
no ano de 1215. Esse importante documento é apontado como um marco
na afirmação histórica dos direitos humanos, dentre outras razões, porque
a) consolida os direitos civis e políticos e os econômicos e sociais.
b) é origem daquilo que na modernidade ficou conhecido como devido
processo legal.

Prof. Ricardo Torques www.estrategiaconcursos.com.br 12 de 34


DIREITOS HUMANOS - XXII EXAME DA OAB
teoria e questões
Aula 01 - Prof. Ricardo Torques
c) representa um marco jurídico político que estabeleceu uma nova ordem
social na Inglaterra, tendo sido respeitada por todos os governos seguintes.
d) institui e oficializa o direito ao habeas corpus.
Comentários
Pela leitura do trecho trazido no enunciado da questão já é possível saber
a resposta. Assim, se trata mais de uma questão de interpretação do que
de conhecimento específico.
A alternativa B está correta e é o gabarito da questão.
A Carta Magna, outorgada pelo Rei João Sem Terra, consagra o principal
princípio do processo, o do devido processo legal. Isso fica claro ao dizer
que ninguém será turbado de seus bens, assim como de sua liberdade sem
o devido processo legal.
Gabarito: B

Século XVII
Esse período é caracterizado pelo que a doutrina denomina de “crise de
consciência”, no qual os estudiosos e pensadores da época passaram a
questionar o poder político.
Ao lado das revoluções científicas da época, houve o renascimento dos
ideais republicanos e democráticos, intensificando-se o sentimento
de liberdade e de resistência ao poder absolutista.
Por conta disso, esse período é marcado pelo estatuto das liberdades
pessoais, com destaque para:
1. criação do habeas corpus; e
2. Bill of Rights.
Em suma: nesse período despontou o ESTATUTO DAS LIBERDADES
PESSOAIS, guardando íntima relação com a temática dos Direitos
Humanos.

Independência Americana e Revolução Francesa


Esse período é denominado por Fábio Konder Comparato3 a “certidão de
nascimento dos Direitos Humanos”, tendo em vista que houve o
reconhecimento solene de que todos os homens são iguais, com
mesmos direitos perante a sociedade.
Dois são os documentos de destaque:
1. Declaração de Independência dos EUA; e
2. Declaração dos Direitos Homem e do Cidadão de 1789.

3
COMPARATO, Fábio Konder. Afirmação Histórica dos Direitos Humanos, p. 62.

Prof. Ricardo Torques www.estrategiaconcursos.com.br 13 de 34


DIREITOS HUMANOS - XXII EXAME DA OAB
teoria e questões
Aula 01 - Prof. Ricardo Torques
Em suma: nesse período desponta-se LEGITIMIDADE DEMOCRÁTICA,
DIREITOS DE CIDADANIA E TENTATIVA DE MUDANÇA DAS
CONDIÇÕES DE VIDA como manifestações dos Direitos Humanos.

Reconhecimento dos Direitos Humanos sociais de caráter econômico e


social
A crescente e numerosa classe de trabalhadores levou ao surgimento do
socialismo, entre cujas contribuições para os Direitos Humanos destaca-
se o reconhecimento dos direitos de caráter econômico e social.
Em suma: DECORRENTE DA OPRESSÃO À CLASSE TRABALHADORA,
O SOCIALISMO VIABILIZOU O RECONHECIMENTO DE DIREITOS
ECONÔMICOS E SOCIAIS COMO HUMANOS.

Primeira fase de internacionalização dos Direitos Humanos


Essa fase remonta ao início do século XIX e perdura até o final da 2ª Guerra
Mundial.
Três são setores de destaque:
1. direito humanitário, que culminou com um conjunto de leis para
evitar o sofrimento de soldados prisioneiros, doentes e feridos, bem
como a população atingida por conflitos bélicos. Destaca-se esse setor
pela Convenção de Genebra de 1864, que fundou a Cruz
Vermelha.
2. luta contra a escravidão, cujo documento de destaque é o Ato
Geral da Conferência de Bruxelas de 1890; e
3. regulação dos direitos dos trabalhadores, com a criação da OIT
em 1919.
Em suma: esse período é marcado pelo DIREITO HUMANITÁRIO, PELA
LUTA CONTRA A ESCRAVIDÃO E PELA REGULAÇÃO DOS DIREITOS
DOS TRABALHADORES.

Evolução dos Direitos Humanos a partir de 1945


Esse período que se inicia ao emergir a 2º Guerra Mundial e perdura até os
dias atuais. O período caracteriza-se pela preocupação da humanidade com
o valor vida, em especial, após atrocidades e barbáries das guerras
mundiais. Afirma a doutrina que há preocupação com o valor supremo da
dignidade.
A partir deste período, houve aprofundamento e a definitiva
internacionalização dos Direitos Humanos, envolvendo não apenas os
direitos individuais, mas também, direitos de natureza civil e política,
direitos de conteúdo econômico e social.
Em suma: esse período denota O RECONHECIMENTO DA DIGNIDADE
COMO VALOR SUPREMO.

Prof. Ricardo Torques www.estrategiaconcursos.com.br 14 de 34


DIREITOS HUMANOS - XXII EXAME DA OAB
teoria e questões
Aula 01 - Prof. Ricardo Torques
Como é de hábito em nossa aula, vejamos uma síntese do analisado neste
capítulo.

AFIRMAÇÃO HSTÓRICA DOS DIREITOS HUMANOS


Constitui a análise dos principais eventos históricos que, de algum modo, contribuíram
para o desenvolvimento e afirmação dos Direitos Humanos. Tais eventos, em regra estão
relacionados a:
 Atrocidades, guerras e surtos de violência; ou
 Descobertas científicas ou invenções técnicas.

PERÍODO OBSERVAÇÕES

PERÍODO AXIAL Marca a passagem do pensamento filosófico, que passa


ser centrado no ser humano, reconhecendo que o
homem é o centro das atenções.

REINO DAVÍDICO, DEMOCRACIA Constituem formas políticas nas quais o poder político
ATENIENSE E REPÚBLICA encontra-se subordinado à lei, seja por interesse divino
ROMANA (Reino de Davi), por interesse democrático (Atenas) ou
pela estrutura segmentada e organizada da sociedade
(Roma).

BAIXA IDADE MÉDIA Marca a reação de setores da sociedade contra a


retomada do poder, exigindo o respeito da direitos de
liberdade.
- Declaração das Cortes de Lesão de 1188; e
- Magna Carta de 1215.

SÉCULO XVII Marca o renascimento de ideais republicanos e


democráticos, com destaque para o sentimento de
liberdade e resistência a governos absolutistas:
- criação do habeas corpus
- Bill Of Rights

INDEPENDÊNCIA AMERICANA E Período que marca o nascimento dos Direitos Humanos,


REVOLUÇÃO FRANCESA com despontamento da legitimidade democrática,
resguardo aos direitos de cidadania e valorização da
dignidade.
- Declaração de Independência dos EUA; e
- Declaração dos Direitos do Homem e do Cidadão.

RECONHECIMENTO DOS Marca a reação da classe operária e difusão do


DIREITOS HUMANOS SOCIAIS pensamento socialista, que viabilizou o reconhecimento
DE ECONÔMICOS E SOCIAIS dos direitos econômicos e sociais como Direitos
Humanos.

PRIMEIRA FASE DE Marca o surgimento do Direito Humanitário (Cruz


INTERNACIONALIZAÇÃO DOS Vermelha) – vertente dos Direitos Humanos – a luta
DIREITOS HUMANOS contra a escravidão (Ato Geral da Conferência de

Prof. Ricardo Torques www.estrategiaconcursos.com.br 15 de 34


DIREITOS HUMANOS - XXII EXAME DA OAB
teoria e questões
Aula 01 - Prof. Ricardo Torques
Bruxelas), bem como a regulação dos direitos
trabalhistas (criação da OIT)

EVOLUÇÃO DOS DIREITOS Marca a efetiva internacionalização dos


HUMANOS A PARTIR DE 1945 Direitos Humanos, com o reconhecimento da
dignidade da pessoa como valor supremo.

Questão – CS/DPE-GO - Defensor Público - 2014


Os direitos humanos ganharam nas últimas décadas especial atenção da
sociedade e dos meios internacionais e já se encontram incorporados ao
pensamento jurídico do século XXI. Estudiosos da matéria sustentam que o
seu fundamento filosófico e a justificativa estão ligados a movimentos
históricos, políticos e jurídico-sociais que marcaram a história da
humanidade. Nessa perspectiva,
a) o fim da II Guerra Mundial e a negação do valor do ser humano fazem
nascer os ideais representativos dos direitos humanos, quais sejam,
igualdade, liberdade e fraternidade.
b) as primeiras declarações de direitos humanos incluem a Declaração dos
Direitos do Homem e do Cidadão, na França, com a Queda da Bastilha no
século XIX.
c) a Idade Moderna, por meio dos racionalistas, preconizava o direito divino
que pode ser despojado quando entra em sociedade.
d) as concepções positivistas, apesar de importante movimento,
preconizavam que as leis, uma vez previstas no ordenamento jurídico,
podem ser exigidas, pouco contribuindo para os direitos humanos.
e) o reconhecimento dos direitos humanos teve como um dos seus
fundamentos filosóficos o movimento denominado “jusnaturalismo”.
Comentários
Trata-se de questão bastante interessante acerca da evolução e afirmação
histórica dos Direitos Humanos.
A alternativa A está incorreta, posto que os ideais de liberdade, igualdade
e fraternidade são discutidos antes da 2ª Guerra Mundial. É com a
Revolução Francesa que tais direitos são aventados e defendidos pela
sociedade.
A alternativa B poderia gerar certa dúvida, pois, de fato, a Declaração dos
Direitos do Homem e do Cidadão constituem importante documento
histórico na afirmação dos Direitos Humanos. Entretanto, ao contrário do
que fora afirmado, a referida declaração é do século XVIII – de 1789 – e
não do século XIX conforme trouxe a questão.
A alternativa C está totalmente incorreta. A concepção filosófica
racionalista afirma a razão como única fonte para propiciar o conhecimento
adequado da realidade. Por decorrência, ao contrário do que mencionou a
alternativa, esse pensamento despoja-se do divino. Segundo essa corrente
do pensamento filosófico, o direito é compreendido como processo racional.
A alternativa D também está incorreta. O positivismo teve papel
fundamental para que os direitos assumissem caráter vinculativo, gerando

Prof. Ricardo Torques www.estrategiaconcursos.com.br 16 de 34


DIREITOS HUMANOS - XXII EXAME DA OAB
teoria e questões
Aula 01 - Prof. Ricardo Torques
efeitos jurídicos perante toda a sociedade. Nesse contexto, à medida que
foram positivados, os direitos humanos passaram a ser exigíveis. Logo,
contribuíram de modo significativo para a afirmação e evolução histórica
dos Direitos Humanos.
A alternativa E é a correta e gabarito da presente questão. Entre outros
pensamento filosóficos – como os mencionados pensamentos racionalista e
positivista – o “jusnaturalismo” teve forte influência para o reconhecimento
dos direitos humanos.
GABARITO: E

4 - A PROTEÇÃO INTERNACIONAL DOS DIREITOS HUMANOS


4.1 - Introdução
Os Direitos Humanos difundiram-se pouco antes da 1ª Guerra Mundial,
vindo a se consolidar definitivamente como ramo do Direito Internacional
Público, após a 2ª Guerra Mundial, com a criação da ONU em 1945.
O Direito Internacional dos Direitos Humanos, pode ser definido como a
parte do Direito Internacional Público, que se responsabiliza pela
temática dos direitos humanos, por meio de um conjunto de normas
e de medidas internacionais voltadas à proteção da dignidade da
pessoa em sentido amplo.

4.2 - Precedentes Históricos


Vamos tratar dos precedentes históricos apontados por Flávia Piovesan4,
que servem de fundamento para o desenvolvimento dos Direitos Humanos
no âmbito internacional.

PRECEDENTES
HISTÓRICOS

Direito
Liga das Nações OIT
Humanitário

O direito humanitário refere-se ao conjunto de normas e de medidas


que objetivam proteger os direitos humanos nos períodos de
guerra, em especial, prisioneiros, combatentes e civis envolvidos.
Segue um esquema com os principais órgãos que surgiram nesse período
de consagração do Direito Humanitário.

4
PIOVESAN, Flávia. Direitos Humanos e Direito Constitucional Internacional. 13ª
edição, rev., atual., São Paulo: Editora Saraiva, 2012, p. 175/185.

Prof. Ricardo Torques www.estrategiaconcursos.com.br 17 de 34


DIREITOS HUMANOS - XXII EXAME DA OAB
teoria e questões
Aula 01 - Prof. Ricardo Torques

DIREITO
LIGA DAS NAÇÕES OIT
HUMANITÁRIO

conjunto de normas organismo


e de medidas que internacional criado organismo
objetivam proteger com o intuito de internacional que
direitos humanos promover a teve por objetivo
dos envolvidos em cooperação, paz e instituir e promover
períodos de guerra. segurança normas
internacional. internacinoais de
condições mínimas
e digna de
Movimento da Cruz trabalho.
"embrião da ONU"
Vermelha

Conforme ensina Flávia Piovesan, esses precedentes marcam o


surgimento dos Direitos Humanos, que irão se consolidar após a 2ª
Guerra Mundial. Nesse sentido, vejamos os ensinamentos de Rafael
Barreto5, ao comparar “o antes” e “o depois” da 2ª Grande Guerra:
Antes, o debate sobre direitos humanos era bem embrionário, começando a ocupar
a pauta das discussões internacionais; depois, a ideia de afirmação dos direitos
humanos passa a dominar a pauta das discussões internacionais e ocasiona o
surgimento de diversas entidades (estatais e privadas) e de diversos atos normativos
voltados à proteção dos direitos humanos.

Questão - OAB/FGV - X Exame de Ordem – 2013


Sobre o sistema global de proteção dos Direitos Humanos, assinale a
afirmativa correta.
a) O Direito Humanitário, a Organização Internacional do Trabalho e a Liga
das Nações são considerados os principais precedentes do processo de
internacionalização dos direitos humanos, uma vez que rompem com o
conceito de soberania, já que admitem intervenções nos países em prol da
proteção dos direitos humanos.
b) A Declaração Universal dos Direitos Humanos juntamente com a adoção
do Pacto Internacional dos Direitos Civis e Políticos formam a Carta
Internacional dos Direitos Humanos, podendo um Estado adotar ou não os
seus postulados.
c) O sistema global restringe-se à Carta Internacional dos Direitos
Humanos. Outros tratados multilaterais sobre Direitos Humanos, que se
referem a violações específicas de direitos, tais como Convenção
Internacional contra a Tortura, são facultativos e, consequentemente, não
são considerados como parte do sistema global.
d) O sistema global é composto por mecanismos não-convencionais de
proteção dos direitos humanos. Tais mecanismos são aqueles criados por
convenções específicas de Direitos Humanos, de adoção facultativa para os
Estados.

5
BARRETTO, Rafael. Direitos Humanos. 2ª edição, rev., ampl. e atual., Bahia: Editora
Juspodvim, 2012, p. 101.

Prof. Ricardo Torques www.estrategiaconcursos.com.br 18 de 34


DIREITOS HUMANOS - XXII EXAME DA OAB
teoria e questões
Aula 01 - Prof. Ricardo Torques
Comentários
A alternativa A está correta e é o gabarito da questão. Note que a
alternativa reproduz exatamente o que vimos acima e sintetizamos no
esquema.
A alternativa B está incorreta. A Bill of Rights é composta pela Declaração
Universal dos Direitos Humanos e os Pactos Internacionais sobre os Direitos
Civis e Políticos e sobre Direitos Econômicos, Sociais e Culturais
A alternativa C está incorreta. O fato de um tratado ser específico e tratar
proteção a determinada categoria de vulneráveis não o retira do Sistema
Global. Tal sistema é composto de diversos tratados específicos.
A alternativa D está incorreta. Veremos esse assunto logo abaixo. Os
mecanismos não-convencionais são aqueles que não estão previstos nos
tratados.
Gabarito: A

4.3 - Internacionalização dos Direitos Humanos


Os precedentes acima estudados, juntamente com a deflagração da 2ª
Guerra Mundial, implicaram mudança de consciência da sociedade, que
passou a se mobilizar contra tais barbáries.
Com propagação da preocupação contra violações de Direitos Humanos
vários compromissos foram assumidos. Em razão disso, tratados
internacionais foram assinados com o objetivo de instrumentalizar e
vincular a vontade dos signatários. Por conta disso, fala-se, que
determinadas regras internacionais de direitos humanos são tão
importantes que, se instrumentalizadas num documento internacional,
possuem maior hierarquia em relação às demais normas internacionais. É
o que vimos na aula passada como normas jus cogens. Diz-se assim, que
as normas jus cogens de Direitos Humanos, em razão da essencialidade da
matéria que tratam, se impõem sobre qualquer outro regramento
internacional.
Portanto, em termos bem simples, podemos dizer que:

a expansão, para além das fronteiras


INTERNACIONALIZAÇÃO
nacionais, dos direitos fundamentais
DOS DIREITOS
da pessoa humana, bem como a
HUMANOS
consagração das normas “jus cogens”

4.4 - Sistemas de Proteção Internacional dos Direitos


Humanos
A expansão dos Direitos Humanos ocorreu no planeta todo em planos
diferentes. No plano internacional, a criação da ONU deu origem ao
sistema global de Direitos Humanos. Já no plano regional, países
geograficamente próximos e com características sociais, econômicas e

Prof. Ricardo Torques www.estrategiaconcursos.com.br 19 de 34


DIREITOS HUMANOS - XXII EXAME DA OAB
teoria e questões
Aula 01 - Prof. Ricardo Torques
culturais semelhantes uniram-se na defesa dos Direitos Humanos, dando
origem aos denominados sistemas regionais de Direitos Humanos.

SISTEMAS INTERNACIONAIS
DE DIREITOS HUMANOS

Sistema Global (ONU) Sistemas Regionais

Sistema Europeu de
Direitos Humanos

Organização dos Estados


Americanos (OEA)

Organização da Unidade
Africana

Questão – FUMARC/PC-MG - Investigador de Polícia - 2014


Ao lado do sistema global de proteção dos direitos humanos, existem os
sistemas regionais. Os principais sistemas regionais de proteção dos direitos
humanos, não incipientes, são, EXCETO o
a) africano.
b) asiático.
c) europeu.
d) interamericano.
Comentários
O Sistema Global de Direitos Humanos convive com os sistemas regionais,
entre os quais destacam-se o Sistema Europeu, o Sistema Americano e o
Sistema Africano.
Quanto aos países asiáticos, não há uma organização efetiva em torno da
proteção internacional dos Direitos Humanos, limitando-se os países a
criarem, segundo suas concepções, mecanismos internos de proteção.
Ademais, conforme registra a doutrina, o continente asiático congrega
diversos países ditatoriais, cuja ordem e regramento internos não
coadunam com a proteção internacional dos Direitos Humanos.
Em razão disso, a alternativa B é a incorreta e, logo, gabarito da questão.
GABARITO:B
É importante registrar, ainda, que, para além dos sistemas internacionais
de Direitos Humanos, cada país possui uma organização específica em

Prof. Ricardo Torques www.estrategiaconcursos.com.br 20 de 34


DIREITOS HUMANOS - XXII EXAME DA OAB
teoria e questões
Aula 01 - Prof. Ricardo Torques
relação ao tema, denominados sistemas nacionais de proteção aos Direitos
Humanos. O Brasil possui um arcabouço normativo, que inicia na
Constituição da República e se especializa em diversos diplomas legislativos
infracionais.

Sistema
Interno de
Proteção aos
Direitos
Humanos

PROTEÇÃO
DOS
DIREITOS
HUMANOS
NO BRASIL
Sistema
Sistema Global
Americano de
de Proteção
Proteção aos
aos Direitos
Direitos
Humanos
Humanos

Seguindo com o estudo da proteção internacional dos Direitos Humanos,


devemos nos ater a um aspecto importante: o inter-relacionamento
entre esses diversos sistemas de proteção.
Ao se falar em relacionamento entre os sistemas, podemos vislumbrar três
possibilidades de relação, conforme esquema ao lado.

SISTEMAS
INTERNOS DE
CADA PAÍS

SISTEMAS SISTEMA
REGIONAIS GLOBAL

Desde logo, lembre-se:

Prof. Ricardo Torques www.estrategiaconcursos.com.br 21 de 34


DIREITOS HUMANOS - XXII EXAME DA OAB
teoria e questões
Aula 01 - Prof. Ricardo Torques

Os sistemas internacionais de proteção aos


Direitos Humanos (globais ou regionais) são
subsidiários ao dever interno de atuação.

Além disso, é possível que esses sistemas prevejam as mesmas regras de


direitos humanos. Embora haja certa redundância, entende a doutrina que
a proteção por vários planos é positiva para a máxima efetividade
dos sistemas de proteção.
Além disso, há entre os sistemas uma relação de complementaridade,
em função de que um sistema complementa outro que eventualmente não
preveja determinada regra de proteção específica.
Por outro lado, podem surgir conflitos entre esses sistemas, hipótese que
será definido de acordo com a norma mais benéfica à pessoa
humana (assemelha-se ao in dubio pro operario, do Direito do Trabalho)6.

• A máxima efetividade dos sistemas de


proteção
• A relação de complementaridade entre
INTER-
sistemas para a integral proteção aos direitos
RELACIONAMENTO
humanos
ENTRE SISTEMAS
• A aplicação da norma mais favorável à
vítima de violação ao seu direito humano,
quando tutelado por dois ou mais sistemas.

4.5 - As Três Vertentes de Proteção Internacional


A tese acerca das denominadas “vertentes de proteção internacional dos
Direitos Humanos” foi exposta por Antônio Augusto Cançado Trindade.
Segundo o autor, por vertentes entende-se a separação em ramos de
proteção internacional. O mesmo autor, posteriormente, teceu críticas
quanto a esta cisão, afirmando a necessidade de superar a visão
compartimentalizada da proteção internacional, de maneira que
todos os órgãos e instrumentos devem objetivar a proteção ao ser
humano sob qualquer dos seus aspectos.
Não obstante a superação dessa divisão, vamos analisar cada uma das
vertentes. Como sempre, de forma didática e esquematizada, com o fito de
facilitar a apreensão dos conceitos-chave para a prova.

6
Envolvendo a temática de aplicação da norma mais favorável à dignidade da pessoa,
sugere-se a leitura do nosso artigo Interpretação “pro homine” dos Direitos
Humanos, disponível em https://www.estrategiaconcursos.com.br/blog/interpretacao-
pro-homine-dos-direitos-humanos/, acesso em 22.10.2014.

Prof. Ricardo Torques www.estrategiaconcursos.com.br 22 de 34


DIREITOS HUMANOS - XXII EXAME DA OAB
teoria e questões
Aula 01 - Prof. Ricardo Torques

INTERNACIONAL DOS
DIREITOS HUMANOS
Direitos Humanos

VERTENTES DE
PROTEÇÃO
Direito Humanitário

Direito dos Refugiados

Direitos Humanos
Nessa vertente de proteção os Estados decidem por livre e espontânea
vontade (no exercício da soberania), firmar tratados internacionais
para a proteção dos Direitos Humanos. Esses tratados internacionais,
por sua vez, preveem as hipóteses de violação, a forma de apuração e as
consequências decorrentes da violação aos Direitos Humanos.
A principal característica dessa vertente de proteção reside na
possibilidade de um signatário do tratado internacional firmado,
possuir legitimidade ativa para denunciar violação a direitos
humanos, bem como a possibilidade de que o indivíduo que teve seu
direitos violados, recorra às organizações internacionais para ver
resguardados seus direitos humanos. Esse processo de
responsabilização, em razão da consolidação dos Direitos Humanos na
comunidade internacional, desenvolveu-se de acordo com os planos globais
e regionais de Direitos Humanos, acima introduzidos.

LEGITIMIDADE
ATIVA

possibilidade de denunciar determinado Estado por


violação a direito humano

possbilidade de o cidadão, cujos direitos foram


violados, recorrer aos órgãos internacionais para verem
suas direitos assegurados

LEGITIMIDADE
PASSIVA

Estado signatário violador de direitos humanos.

Nessa vertente, destacam-se os seguintes organismos internacionais:


 Organização das Nações Unidas (ONU); e
 Organização dos Estados Americanos (OEA)

Prof. Ricardo Torques www.estrategiaconcursos.com.br 23 de 34


DIREITOS HUMANOS - XXII EXAME DA OAB
teoria e questões
Aula 01 - Prof. Ricardo Torques
Por fim, são documentos de destaque dessa vertente:
 Carta das Nações Unidas, no âmbito da ONU; e
 Convenção Americana de Direitos Humanos, no âmbito do sistema
regional americano.
Na vertente Direitos Humanos (stricto sensu) os
Estados assumem espontaneamente a obrigação
de proteger os direitos humanos, sob pena de
responsabilização em razão de denúncia por
outros Estados ou pela reclamação do sujeito
que teve seus direitos violados.

Direito Humanitário
A proteção internacional humanitária objetiva criar condições de paz e
de segurança às pessoas que se encontram em condições de
vulnerabilidade em razão de conflitos militares e bélicos.
Em termos gerais o Direito Humanitário faz a regulamentação jurídica
da violência no âmbito internacional e do modo com que é
empregada nos períodos de guerra e combates armados.
Ao contrário da vertente anterior, no direito humanitário não é possível o
recurso individual, no qual a vítima da violação dos Direitos Humanos
aciona pessoalmente os órgãos de proteção
No que tange aos organismos de destaque dessa vertente, mencionam os
estudiosos:
 Movimento Internacional da Cruz Vermelha (se você não lembra o
que retorne ao início da aula); e
 Tribunal Penal Internacional – que representa a possibilidade de
sanção por violação de direito humanitário.
Em relação ao documento de destaque desse período, cita-se o
denominado Direito de Genebra, que contempla quatro normas
internacionais editadas em Genebra relativas à proteção das vítimas em
combate.

Na vertente do Direito Humanitário são criados mecanismos jurídicos


internacionais de proteção das pessoas inseridas em zonas de conflitos
militares e de guerras.

Direito dos Refugiados


O Direito dos Refugiados, enquanto vertente de proteção internacional da
dignidade da pessoa, relaciona-se com a proteção aos direitos civis, em
decorrência de discriminação (cultural, racial), limitações às
liberdades de expressão e de opinião política.
Dois princípios informam essa vertente:

Prof. Ricardo Torques www.estrategiaconcursos.com.br 24 de 34


DIREITOS HUMANOS - XXII EXAME DA OAB
teoria e questões
Aula 01 - Prof. Ricardo Torques
1. princípio do in dubio pro refugiado – trata-se de presunção relativa
que obriga, desde logo, conferir proteção ao refugiado, para ulterior
averiguação da situação da pessoa; e
2. princípio da não-devolução (non-refoulement) – nenhum dos Estados
deve expulsar pessoa para território onde sua vida ou liberdade se
encontre ameaçada em decorrência de etnia, religião, nacionalidade,
grupo social ou opiniões políticas.

princípio do "in dubio pro" refugiado princípio da não-devolução

Um exemplo atual de aplicação dessa vertente dos direitos humano é o caso


do técnico de informática da CIA, Edward Snowden, que denunciou
violações de direitos humanos causadas pelos Estados Unidos em suas
investigações militares e, atualmente, encontra-se atualmente refugiado
em Moscou.
O marco histórico desse período é o pós 2ª Guerra Mundial, quando houve
a necessidade de os vencedores da Guerra repatriarem as vítimas dos
conflitos bélicos.
O documento mais importante dessa vertente, por sua vez, é o Estatuto
dos Refugiados, de 1951.

Na vertente do Direito dos Refugiados há preocupação


dos Estados em proteger pessoas vítimas de
discriminação (cultural, racial), limitações às liberdades
de expressão e de opinião política.

Vejamos, por fim, um esquema que resume as três vertentes acima


estudadas.

Prof. Ricardo Torques www.estrategiaconcursos.com.br 25 de 34


DIREITOS HUMANOS - XXII EXAME DA OAB
teoria e questões
Aula 01 - Prof. Ricardo Torques

1ª VERTENTE: 2ª VERTENTE: DIREITO 3ª VERTENTE: DIREITO


DIREITOS HUMANOS HUMANITÁRIO DOS REFUGIADOS

•Proteção •Garantia de paz e •Proteção contra


internacional à segurança aos violações a direitos
dignidades da pessoa grupos vulneráveis civis, em decorrência
humana (conceito). em razão de conflitos de discriminações,
•Características: a) militares e bélicos limitações às
legitimidade ativa do (conceito). liberdades de
signatário do tratado •Características: a) expressão e à
para denunciar lesões a consolida a posição do opinião política
direito humanos; e b) indivíduo como sujeito (conceito).
possibilidade de passivo de direito •Marco Histórico: pós 2ª
peticionamento pelo internacional; e b) Guerra Mundial, quando
indivíduo que teve seu impossibilidade de houve necessidade de
direito violado junto aos peticionamento pelo repatriamento das
orgãos internacionais. indivíduo que teve seu vítimas dos conflitos
•Organismos direito humano violado. bélicos.
Internacionais: a) ONU; •Organismos •Documento: Estatuto
e b) OEA. Internacionais: a) dos Refugiados, de
•Documentos: a) Carta Movimento 1951.
das Nações Unidas; e Internacional da Cruz •Princípios: a) princípio
b) Convenção Vermelha; e b) Tribunal do in dubio pro
Americada de Direitos Penal Internacional. refugiado; e b) princípio
Humanos. •Documento: Direito de da não-devolução.
Genebra.

5 - NATUREZA OBJETIVA DA PROTEÇÃO INTERNACIONAL DE DIREITOS


HUMANOS
Por natureza objetiva da proteção internacional de Direitos Humanos,
entende-se que o Estado, ao firmar um tratado internacional, não
assume direitos e obrigações recíprocas, mas apenas a obrigação
perante a comunidade internacional e perante os indivíduos que
comportam esse Estado, de respeitar os direitos humanos.
Relacionado com tema que estamos tratando, decorre a característica (já
estudada nesse Curso) do caráter erga omnes dos Direitos Humanos.
Uma vez que possuem natureza objetiva, os Direitos Humanos aplicam-se
a todos os Estados e podem ser exigidos de qualquer nação.

NATUREZA OBJETIVA DA
tratados de direitos humanos
preveem somente obrigações aos
PROTEÇÃO Estados

Prof. Ricardo Torques www.estrategiaconcursos.com.br 26 de 34


DIREITOS HUMANOS - XXII EXAME DA OAB
teoria e questões
Aula 01 - Prof. Ricardo Torques

6 - ESGOTAMENTO DOS RECURSOS INTERNOS NA PROTEÇÃO DOS


DIREITOS HUMANOS
Leciona Rafael Barreto7:
Os órgãos internacionais somente devem atuar de forma subsidiária, quando os
órgãos internos demonstrarem-se ineficientes para promover a tutela dos direitos
humanos.

Antes de provocação do órgão internacional para apuração de violação aos


direitos humanos, é preciso provocar os órgãos internos. Assim, a atuação
dos órgãos internacionais é subsidiária e complementar à atuação interna
do Estado.

DEVER SECUNDÁRIO

•É o dever do Estado garantir a


proteção contra violações a direitos •Da omissão, ineficácia ou
humanos perpetrados dentro do ineficiência, do responsável
seu território primário, surge a possibilidade dos
órgãos e demais Estados
postulares perante organismos
internacionais a proteção contra a
DEVER PRIMÁRIO
violação de direitos humanos.

7 MECANISMOS DE IMPLEMENTAÇÃO DOS DIREITOS HUMANOS


Com a consolidação dos Direitos Humanos, a partir da década de 50, houve
crescente ascensão e diversificação de mecanismos para assegurar a
proteção aos direitos humanos.
Foram criados órgãos de natureza investigatória, consultiva e jurisdicional,
com capacidade processual para agirem na defesa e reparação dos direitos
humanos.
Para tanto, foi necessário, primeiramente, repensar a soberania e a
necessidade de reconhecer uma atuação para além do Estado na proteção
dos direitos humanos. Assim, um Estado é soberano para decidir firmar um
tratado internacional, mas em o fazendo submete-se a observar as regras
pactuadas no tratado internacional nas relações internacionais, de modo
que o Estado signatário abre mão de parte de sua soberania.
Diante disso surgem duas possibilidades de enfrentamento das violações à
proteção da dignidade da pessoa:

7
BARRETTO, Rafael. Direitos Humanos. p. 113.

Prof. Ricardo Torques www.estrategiaconcursos.com.br 27 de 34


DIREITOS HUMANOS - XXII EXAME DA OAB
teoria e questões
Aula 01 - Prof. Ricardo Torques

1º - Solução na ordem interna dos Estados


envolvidos.
VIOLAÇÃO DE
DIREITOS
HUMANOS 2º - Aplicam-se os mecanismos de
implementação dos Direitos Humanos,
somente se não resolvida internamente

7.1 - Mecanismos Convencionais e Não Convencionais


Dentro desse conjunto de instrumentos de proteção à dignidade da pessoa
no âmbito internacional, a doutrina distingue mecanismos convencionais de
mecanismos não convencionais.

MECANISMOS CONVENCIONAIS MECANISMOS NÃO CONVENCIONAIS

não previstos em
previstos em tratados
tratados de Direitos
de direitos humanos
Humanos

aplica-se somente aos


aplica-se a todos os
países signatários dos
países.
tratados internacionais

7.2 - Convenções Gerais e Convenções Especiais


Quanto aos destinatários dos tratados internacionais de direitos humanos,
fala-se, em sede de doutrina, em convenções gerais e convenções
especiais.

CONVENÇÕES GERAIS CONVENÇÕES ESPECIAIS

destinam-se a grupos
destinam-se a todos os
de seres humanos
seres humanos
maginalizados

7.3 - Fiscalização dos Tratados de Direitos Humanos


As normas internacionais de direitos humanos geram uma série de
obrigações na comunidade internacional de forma que são necessários
mecanismos para a fiscalização (ou accountability) dos direitos de proteção
à dignidade da pessoa.
Em razão disso, os tratados internacionais preveem mecanismos de
fiscalização, com órgãos de monitoramento, procedimentos para
denúncias e investigações. Vamos analisar os aspectos gerais desses
mecanismos de fiscalização.

Prof. Ricardo Torques www.estrategiaconcursos.com.br 28 de 34


DIREITOS HUMANOS - XXII EXAME DA OAB
teoria e questões
Aula 01 - Prof. Ricardo Torques

MECANISMOS DE FISCALIZAÇÃO DOS


TRATADOS INTERNACIONAIS

Investigações
Órgãos Tribunais Comunicações Petições
Relatórios de Iniciativa
Executivos Internacionais Interestatais Individuais
Própria

Órgãos Executivos
São os denominados Comitês ou Comissões, cuja finalidade precípua é
atuar na fiscalização do cumprimento dos tratados internacionais.
Esses órgãos recebem relatórios, comunicações interestatais e petições
individuais que devem ser investigados. Decidindo pela procedibilidade da
acusação, será iniciado um processo para apurar a violação a direitos
humanos, objetivando, na medida do possível, promover um acordo para
solucionar o caso.

•fiscalização do cumprimento do tratado


•recebem reclamações, petições, comunicações
ÓRGÃOS interestatais
EXECUTIVOS •objetivam, num primeiro momento, acordos para a
solução do impasse
•realizam investigações

Tribunais Internacionais
Os tribunais possuem competência para julgar as acusações formuladas. Os
tribunais internacionais, em regra, possuem duas naturezas: criminal ou
não criminal. As violações de Direitos Humanos, por sua vez, são
consideradas não criminais e também podem ser julgadas por tribunais
internacionais.

•função precipuamente julgadora


TRIBUNAIS •função contenciosa e consultiva, quanto à interpretação
INTERNACIONAIS do tratado internacional
•não podem ser provocados por pessoas

Relatórios
Os relatórios consistem na obrigação que todos os Estados signatários
dos tratados internacionais possuem de enviar periodicamente, e
sempre que forem solicitados pelos órgãos executivos, um
documento relatando as medidas adotadas quanto ao cumprimento
das obrigações assumidas no pacto internacional.

Prof. Ricardo Torques www.estrategiaconcursos.com.br 29 de 34


DIREITOS HUMANOS - XXII EXAME DA OAB
teoria e questões
Aula 01 - Prof. Ricardo Torques

•envio periódico, e quando solicitado, de informações


RELATÓRIOS atinentes ao cumprimento do tratado internacional
•a obrigação deve constar dos tratados internacionais

Comunicações Interestatais
As comunicações interestatais constituem comunicações feitas por um
Estado alegando que outro Estado está descumprindo os termos
acordados no tratado internacional. Em razão dessa comunicação,
surge o dever do Estado comunicado de prestar explicações e
esclarecimentos ao emissor.

•comunicação feita por Estado a outro Estado, quanto ao


descumprimento de direitos humanos.
•o Estado comunicado tem o dever de informar ao Estado
COMUNICAÇÕES
emissor
INTERESTATAIS
•é possível a atuação de órgão executivo desde que: a)
haja esgotamento das vias internas; e b) não exista
procedimento pendente relativo ao mesmo assunto

Petições Individuais
Pelos mecanismos das petições individuais possibilita-se às pessoas ou
grupo de pessoas denunciar aos organismos internacionais
violações de direitos humanos.

•possibilidade de vítima de direito humano denunciar


violações
•depende de previsão no tratado internacional
PETIÇÕES
INDIVIDUAIS •existem requistos específicos em cada tratado, porém,
três podem ser apresentados: a) identificação e
assinatura; b) não haver outro procedimento pendente; e
c) esgotamento dos recursos internos.

Investigações de iniciativa própria (motu proprio)


Ao órgão executivo é assegurada a prerrogativa de instaurar, de ofício,
procedimento investigativo para apurar notícia de violação de direitos
humanos.

Prof. Ricardo Torques www.estrategiaconcursos.com.br 30 de 34


DIREITOS HUMANOS - XXII EXAME DA OAB
teoria e questões
Aula 01 - Prof. Ricardo Torques

INVESTIGAÇÕES DE •instauração própria pelo órgão executivo de procedimento


INICIATIVA investigatório
PRÓPRIA •ocorre de ofício

Para finalizar, vejamos outro quadro, sintetizando os mecanismos acima


estudados:

Órgãos Executivos fiscalizam e recebem reclamações


FISCALIZAÇÃO DOS

Tribunais
INTERNACIONAIS

julgam as reclamações
MECANISMOS DE

Internacionais
TRATADOS

envio de informaçoes quanto ao cumprimento das normas


Relatórios
pactuadas

Comunicações comunicação de um Estado informando a violação por outro


Interestatais Estado

Petições Individuais denúncia da vítima à violação perpetrada

Investigações de
procedimento investigatório instaurado pelo órgão executivo
Iniciativa Própria

8 - LISTA DAS QUESTÕES DE AULA


Questão – VUNESP/PC-SP - Investigador de Polícia - 2014
Na evolução histórica dos direitos humanos, surgem o que se convencionou
denominar de “gerações dos direitos”, que representam a valorização de
determinados direitos em momentos históricos distintos. Assim sendo,
assinale a alternativa que contempla direitos pertencentes à primeira
geração dos direitos humanos.
a) Direitos econômicos e de igualdade
b) Vida e liberdade.
c) Direitos trabalhistas e previdenciários.
d) Direitos civis e direito à paz.
e) Fraternidade e direitos sociais.
GABARITO: B

Questão – FUMARC/PC-MG - Perito Criminal - 2013


São exemplos de direitos econômicos
a) Direito ambiental e Direitos do trabalhador.
b) Segurança individual e Direito do consumidor.
c) Transporte integrado à produção e Pleno emprego.
d) Meio ambiente sadio e Assistência e Previdência Social.

Prof. Ricardo Torques www.estrategiaconcursos.com.br 31 de 34


DIREITOS HUMANOS - XXII EXAME DA OAB
teoria e questões
Aula 01 - Prof. Ricardo Torques

GABARITO: C

Questão – VUNESP/PC-SP - Escrivão de Polícia Civil - 2013


Considerando o que a doutrina majoritária dispõe sobre o desenvolvimento
e conquista dos direitos humanos, pode-se afirmar que esse
desenvolvimento histórico, classificado por gerações de direitos, pode ser,
cronologicamente, assim representado:
a) direitos individuais; direitos coletivos e direitos sociais.
b) direitos individuais, direitos coletivos e liberdades negativas.
c) liberdades positivas, liberdades negativas e direitos sociais.
d) direitos sociais; direitos de liberdade e direitos da fraternidade.
e) direitos de liberdade; direitos sociais e direitos difusos.
GABARITO: E

Questão - OAB/FGV - XII Exame de Ordem – 2013


O processo histórico de afirmação dos direitos humanos foi inscrito em
importantes documentos, tais como a Declaração Universal dos Direitos do
Homem e do Cidadão de 1789 ou mesmo a Constituição Mexicana de 1917.
Desse processo é possível inferir que os Direitos Humanos são constituídos
por, ao menos, duas dimensões interdependentes e indivisíveis. São elas:
a) Direitos Naturais e Direitos Positivos.
b) Direitos Civis e Direitos Políticos.
c) Direitos Civis e Políticos e Direitos Econômicos e Sociais.
d) Direito Público e Direito Privado.
Gabarito C

Questão - OAB/FGV - XI Exame de Ordem – 2013


“Ninguém poderá ser detido, preso ou despojado dos seus bens, costumes
e liberdades, senão em virtude de julgamento de seus pares, segundo as
leis do país.”
O texto transcrito é um trecho da Magna Carta, proclamada na Inglaterra,
no ano de 1215. Esse importante documento é apontado como um marco
na afirmação histórica dos direitos humanos, dentre outras razões, porque
a) consolida os direitos civis e políticos e os econômicos e sociais.
b) é origem daquilo que na modernidade ficou conhecido como devido
processo legal.
c) representa um marco jurídico político que estabeleceu uma nova ordem
social na Inglaterra, tendo sido respeitada por todos os governos seguintes.
d) institui e oficializa o direito ao habeas corpus.
Gabarito: B

Questão – CS/DPE-GO - Defensor Público - 2014

Prof. Ricardo Torques www.estrategiaconcursos.com.br 32 de 34


DIREITOS HUMANOS - XXII EXAME DA OAB
teoria e questões
Aula 01 - Prof. Ricardo Torques
Os direitos humanos ganharam nas últimas décadas especial atenção da
sociedade e dos meios internacionais e já se encontram incorporados ao
pensamento jurídico do século XXI. Estudiosos da matéria sustentam que o
seu fundamento filosófico e a justificativa estão ligados a movimentos
históricos, políticos e jurídico-sociais que marcaram a história da
humanidade. Nessa perspectiva,
a) o fim da II Guerra Mundial e a negação do valor do ser humano fazem
nascer os ideais representativos dos direitos humanos, quais sejam,
igualdade, liberdade e fraternidade.
b) as primeiras declarações de direitos humanos incluem a Declaração dos
Direitos do Homem e do Cidadão, na França, com a Queda da Bastilha no
século XIX.
c) a Idade Moderna, por meio dos racionalistas, preconizava o direito divino
que pode ser despojado quando entra em sociedade.
d) as concepções positivistas, apesar de importante movimento,
preconizavam que as leis, uma vez previstas no ordenamento jurídico,
podem ser exigidas, pouco contribuindo para os direitos humanos.
e) o reconhecimento dos direitos humanos teve como um dos seus
fundamentos filosóficos o movimento denominado “jusnaturalismo”.
GABARITO: E

Questão - OAB/FGV - X Exame de Ordem – 2013


Sobre o sistema global de proteção dos Direitos Humanos, assinale a
afirmativa correta.
a) O Direito Humanitário, a Organização Internacional do Trabalho e a Liga
das Nações são considerados os principais precedentes do processo de
internacionalização dos direitos humanos, uma vez que rompem com o
conceito de soberania, já que admitem intervenções nos países em prol da
proteção dos direitos humanos.
b) A Declaração Universal dos Direitos Humanos juntamente com a adoção
do Pacto Internacional dos Direitos Civis e Políticos formam a Carta
Internacional dos Direitos Humanos, podendo um Estado adotar ou não os
seus postulados.
c) O sistema global restringe-se à Carta Internacional dos Direitos
Humanos. Outros tratados multilaterais sobre Direitos Humanos, que se
referem a violações específicas de direitos, tais como Convenção
Internacional contra a Tortura, são facultativos e, consequentemente, não
são considerados como parte do sistema global.
d) O sistema global é composto por mecanismos não-convencionais de
proteção dos direitos humanos. Tais mecanismos são aqueles criados por
convenções específicas de Direitos Humanos, de adoção facultativa para os
Estados.
Gabarito: A

Questão – FUMARC/PC-MG - Investigador de Polícia - 2014

Prof. Ricardo Torques www.estrategiaconcursos.com.br 33 de 34


DIREITOS HUMANOS - XXII EXAME DA OAB
teoria e questões
Aula 01 - Prof. Ricardo Torques
Ao lado do sistema global de proteção dos direitos humanos, existem os
sistemas regionais. Os principais sistemas regionais de proteção dos direitos
humanos, não incipientes, são, EXCETO o
a) africano.
b) asiático.
c) europeu.
d) interamericano.
GABARITO:B

9 - CONSIDERAÇÕES FINAIS
Chegamos ao final da nossa aula demonstrativa.
Tratamos:

Afirmação Proteção
Dimensões dos
Histórica dos Internacional dos
Direitos Humanos
Direitos Humanos Direitos Humanos

No próximo encontro vamos iniciar os estudos do Sistema Global de Direitos


Humanos, matéria que abrange grande parte do número de questões das
provas anteriores:

Declaração
Carta das Nações
Noções Gerais Universal dos Pactos
Unidas
Direitos Humanos

Aguardo vocês em nossa próxima aula!


Críticas, sugestões ou dúvidas, por favor, nos procurem! Seguem
novamente os canais de comunicação:

rst.estrategia@gmail.com

https://www.facebook.com/oabestrategia

Fórum de Dúvidas do Portal do Aluno

Um forte abraço e bons estudos a todos!


Ricardo Torques

Prof. Ricardo Torques www.estrategiaconcursos.com.br 34 de 34