Você está na página 1de 4

2ª Ficha de avaliação

2016 / 2017
Ciências Naturais

Grupo I

Um atlas de há 250 milhões de anos seria praticamente irreconhecível, com um


supercontinente a estender-se do Polo Norte ao Polo Sul. Rodeado por um único oceano, a
divisão do supercontinente levou à formação dos atuais continentes e oceanos.
Entre as primeiras provas da deriva dos continentes contam-se os vestígios de plantas e
animais idênticos ao longo das costas da América do Sul e de África, agora separadas pelo
oceano Atlântico. Tais espécies ter-se-ão dispersado pela Pangeia antes da sua
fragmentação. O recorte coincidente das costas da América do Sul e de África é outro sinal
de que, outrora, terão estado juntas.
Com o desenvolvimento científico e tecnológico foi possível obter um conhecimento mais
aprofundado da morfologia dos fundos oceânicos (fig. 1), fundamental para a compreensão
da mobilidade dos continentes.
A litosfera terrestre está dividida em placas que se movimentam muito lentamente umas em
relação às outras. Por baixo, correntes de convecção são responsáveis pelo movimento das
placas litosféricas e, consequentemente, dos continentes.
Adaptado da revista Quero Saber – Especial Ambiente, 2012

Fig. 1. Esquema representativo da morfologia do fundo dos oceanos.

Seleciona a única opção que permite obter uma afirmação correta.

1. Segundo a teoria da deriva dos continentes…


(A) a litosfera encontra-se fragmentada em placas que se deslocam.
(B) magmas do interior da Terra ascendem até à superfície ao nível dos riftes.
(C) no passado existiu um supercontinente, a Pangeia, rodeado por um só oceano.
(D) no passado existiu um supercontinente, Pantalassa, rodeado por um só oceano.

1
2. A descoberta de vestígios de glaciares antigos, característicos de climas frios, em
zonas atualmente tropicais, representa um argumento…
(A) paleontológico. (C) paleoclimático.
(B) morfológico. (D) litológico.

3. No segundo parágrafo do texto são referidos, respetivamente, argumentos…


(A) morfológicos e litológicos que apoiaram a teoria da deriva dos continentes.
(B) morfológicos e paleontológicos que fragilizaram a teoria da deriva dos continentes.
(C) paleontológicos e morfológicos que apoiaram a teoria da deriva dos continentes.
(D) paleontológicos e litológicos que fragilizaram a teoria da deriva dos continentes.

4. O conhecimento mais pormenorizado do fundo dos oceanos deve-se…


(A) ao surgimento da teoria da tectónica de placas.
(B) ao surgimento da teoria da deriva continental.
(C) ao desenvolvimento da ciência e da tecnologia.
(D) à descoberta de fósseis de animais marinhos em vários locais do planeta.

5. A legenda dos números 1, 3, 4 e 5 da figura 1 é, respetivamente,…


(A) planície abissal, dorsal oceânica, talude continental e rifte.
(B) dorsal oceânica, rifte, planície abissal e talude continental.
(C) dorsal oceânica, rifte, planície abissal e fossa oceânica.
(D) rifte, dorsal oceânica, plataforma continental e talude continental.

6. Estabelece a correspondência correta entre cada uma das letras das seguintes
afirmações e os números representados na figura 1.
(1) Vale submarino por onde ascendem materiais que originam nova crusta oceânica.
(2) Depressão alongada submersa, associada a limites destrutivos.
(3) Zona de declive acentuado que se prolonga com o fundo oceânico.
(4) Zona submersa com inclinação fraca, adjacente às zonas litorais.
(5) Extensa área plana e submersa de elevada profundidade.

7. A atividade do rifte atlântico é responsável...


(A)… pela aproximação entre a Europa e a América do Norte.
(B)… pela aproximação entre a África e a América do Sul.
(C)… pelo afastamento entre a Europa e a África.
(D)… pelo afastamento entre a África e a América do Sul.

8. A rocha assinalada na fig. 1 com o número 2 … assinalada pelo número 4,…


(A) é mais antiga do que a rocha … pois encontra-se mais próxima da fossa.
(B) é mais antiga do que a rocha … pois encontra-se mais próxima do continente.
(C) é mais recente do que a rocha … pois encontra-se mais próxima do rifte.
(D) tem a mesma idade da rocha … pois ambas se formaram no fundo do mar.

2
Grupo II
Os Andes espalham-se ao longo de 7000 km, da Venezuela até ao extremo sul da
Argentina. A montanha é o resultado do movimento das placas tectónicas de Nazca a
deslocarem-se sob a placa Sul-Americana – um processo geológico chamado subducção.
Este processo também é responsável pela atividade vulcânica nos Andes. Como a crusta
oceânica é mais densa do que a crusta continental, quando há colisão, a primeira tende a
mergulhar por baixo da segunda. Normalmente estabelecem-se fossas abissais nestes
domínios. Devido a esta colisão, a placa Sul-Americana enruga, formando a cadeia
montanhosa dos Andes.

Oceano Atlântico

Andes
X A

Oceano Pacífico

Figura 1. Enquadramento tectónico da região da América do Sul.

Seleciona a única opção que permite obter uma afirmação correta.

1. A atividade vulcânica na região dos Andes é o resultado da existência de um…


(A)… limite divergente, evidenciado pela presença de uma dorsal oceânica.
(B)… limite divergente, evidenciado pela presença de uma fossa oceânica.
(C)… limite convergente, evidenciado pela presença de uma dorsal oceânica.
(D)… limite convergente, evidenciado pela presença de uma fossa oceânica.

2. Um vulcão situado na zona A da fig. 1 enquadra-se numa zona tectónica onde…


(A)… a crosta continental sofre subducção sob a crosta oceânica.
(B)… a crosta oceânica sofre subducção sob a crosta continental.
(C)… existe um rifte que origina nova crosta oceânica.
(D)… a crosta oceânica enruga e forma montanhas.

3. Ordena os seguintes acontecimentos de modo a obteres uma sequência correta


de acontecimentos que originam os vulcões nos Andes.
A. Ascensão de magma ao longo da litosfera.
B. Colisão de duas placas litosféricas.
C. Formação de um vulcão.
D. Subducção de uma placa sob a outra.
E. Fusão dos materiais da placa oceânica.

3
4. Explica a importância das correntes de convecção no movimento das placas
tectónicas.
___________________________________________________________________
___________________________________________________________________
___________________________________________________________________

5. Explica o aparecimento de falhas inversas nos estratos rochosos da região dos


Andes.
___________________________________________________________________
___________________________________________________________________
___________________________________________________________________

6. Comenta a seguinte afirmação:


“O volume da Terra tem vindo a aumentar devido à expansão do fundo dos
oceanos”.
___________________________________________________________________
___________________________________________________________________
___________________________________________________________________
___________________________________________________________________

Grupo III

1. Faz corresponder a cada uma das imagens da figura 3 (na coluna A) duas das
expressões da coluna B, de modo a estabeleceres uma relação correta.

Coluna B Coluna A

A B
(1) Falha transformante
(2) Falha normal
(3) O teto sobe relativamente
ao muro
(4) Dobra
(5) Resulta da ação de forças
de distensão
C D
(6) Falha inversa
(7) Resulta de forças de
cisalhamento
(8) Apresenta um
comportamento dúctil
Fig. 2

A B C D

Bom trabalho!
4