Você está na página 1de 3

Trade System

Christiano Corradi

1. Análise do Preço
• Desenhar linhas de tendência, pivôs e retângulos nas consolidações, nos gráficos de tendência,
onda e entrada. O objetivo é verificar qual a tendência e qual o momento do mercado.
• A tendência de alta é caracterizada por topos e fundos ascendentes, e a linha de tendência deve
ser desenhada ligando aproximadamente os fundos.
• A tendência de baixa é caracterizada por topos e fundos descendentes, e a linha de tendência
deve ser desenhada ligando aproximadamente os topos.
• As consolidações são caracterizadas por movimentos de zig zap em patamares de suporte e
resistência. Desenhar retângulos nas consolidações.

2. Confirmação da Tendência – Indicadores no gráfico de tendência (semanal ou 12 min)


• Verificar se os candles:
o Se os candles estiverem acima das médias móveis – tendência de alta
o Se os candles estiverem abaixo das médias móveis – tendência de baixa
o Se os candles estiverem entre as médias móveis - consolidação
• Verificar a inclinação das médias móveis:
o Se as médias móveis estiverem apontando para cima – tendência de alta
o Se as médias móveis estiverem apontando para baixo – tendência de baixa
o Se as médias móveis estiverem horizontais – consolidação
• Verificar posição relativa das médias móveis: (não funciona na consolidação)
o Se a média móvel rápida (azul) estiver acima da média móvel lenta (vermelha) –
tendência de alta
o Se a média móvel rápida (azul) estiver abaixo da média móvel lenta (vermelha) –
tendência de baixa
• Verificar o MACD: (não funciona na consolidação)
o Se o MACD estiver acima do eixo zero (positivo) – tendência de alta
o Se o MACD estiver abaixo do eixo zero (negativo) – tendência de baixa

• Conclusão: A confirmação da tendência estabelece uma direção para as operações;


o Tendência de alta – operações compradas - Buy
o Tendência de baixa – operações vendidas - Sell
3. Análise do Risco – Banda de Bollinger – Gráfico de onda (diário ou 3 min)
• Medir utilizando o cursor, a amplitude da banda de bollinger
o Banda de bollinger aberta: risco elevado
o Banda de bollinger estreita: risco reduzido

• Conclusão: Aguardar a banda de bollinger estreitar de modo a reduzir o risco da operação


(stops melhores e mais curtos) (para o IBOV um valor entre 100 e 200 pontos);

4. Análise da Entrada – Gráfico de onda (diário ou 3 min) e da entrada (horário ou 1 min)


• Entrada na compra
o Rompimento para cima das consolidações ou pivôs desenhos (1 min ou horário)
o Médias móveis apontando para cima
o Média móvel rápida (azul) cruzando para cima ou acima da média móvel lenta (vermelha)
o Candles acima das médias móveis
o Preço abrindo as bandas de bollinger para cima
o MACD apontando para cima (velocidade)
o Médias móveis do OBV e OBV apontando para cima (força)
o OSMA positivo (gráfico de 1 min)

OBS: Posicionar a ordem de stop na base da consolidação ou no fundo anterior

• Entrada na venda
o Rompimento para baixo das consolidações ou pivôs desenhos (1 min ou horário)
o Médias móveis apontando para baixo
o Média móvel rápida (azul) cruzando para baixo ou abaixo da média móvel lenta (vermelha)
o Candles abaixo das médias móveis
o Preço abrindo as bandas de bollinger para baixo
o MACD apontando para baixo (velocidade)
o Médias móveis do OBV e OBV apontando para baixo (força)
o OSMA negativo (gráfico de 1 min)

OBS: Posicionar a ordem de stop no topo da consolidação ou no topo anterior

5. Análise da Saída – Gráfico de onda (diário ou 3 min) e da entrada (horário ou 1 min)


• Operação comprada
o Analisar quando o MACD parar de apontar para cima – perda de velocidade
o Analisar quando o OBV e médias do OBV pararem de apontar para cima – perda de força
o Verificar quando os candles estiverem abaixo das médias móveis
o Verificar quando as médias móveis apontarem para baixo
o Verificar quando a média móvel rápida (azul) cruzar para baixo a média móvel lenta
(vermelha)
o Subir o stop para as bases das consolidações ou os fundos anteriores

OBS: Em uma operação comprada o stop somente pode ser movimentado para cima

• Operação vendida
o Analisar quando o MACD parar de apontar para baixo – perda de velocidade
o Analisar quando o OBV e médias do OBV pararem de apontar para baixo – perda de força
o Verificar quando os candles estiverem acima das médias móveis
o Verificar quando as médias móveis apontarem para cima
o Verificar quando a média móvel rápida (azul) cruzar para cima a média móvel lenta
(vermelha)
o Descer o stop para os topos das consolidações ou os topos anteriores

OBS: Em uma operação vendida o stop somente pode ser movimentado para baixo

Recomendações

• Em uma consolidação os indicadores não funcionam bem. A matemática não funciona


bem no caos. Nunca opere nas consolidações. Somente opere nas tendências.
• Tudo pode acontecer, o tempo todo! STOP sempre!
• Seja flexível nas expectativas e rígido nas regras do trade system.
• Opere com volumes baixos até dominar as regras e ter controle financeiro e emocional.
• O stop é o custo para participar de uma operação, aceite este custo se quiser entrar.
• Não assuma mais riscos para compensar qualquer dor emocional!
• Perca pouco quando o stop for acionado, ganhe muito nas operações vencedoras. Saia
rápido se der errado, e fique muito se der certo.
• O pior “fantasma” é você mesmo que está falando dentro da sua cabeça. Diga a você
mesmo: “sou bom”, “consigo”, “tenho disciplina”, “ganharei dinheiro”, “sei operar”!

Interesses relacionados