Você está na página 1de 13

EQUAÇÕES

1. IGUALDADE – Definição

De modo geral, podemos representar uma igualdade por a = b, em que a e b são


expressões diferentes para um mesmo número. Chamamos isto de princípio da
igualdade.

a) Exemplos:

2+5= ⏟
⏟ 7 2⏟3 − 5 = ⏟
3 ⏟2 + 42 = ⏟
3
𝑎 𝑏 𝑎 𝑏 𝑎 𝑏

Em uma igualdade:
 A expressão matemática situada à esquerda do símbolo = é denominada 1º
membro da igualdade.
 A expressão matemática situada à direita do símbolo = é denominada 2º
membro da igualdade.

Propriedades da igualdade

Uma igualdade apresenta três propriedades:

1º Propriedade: Reflexiva
a = a , para qualquer a.

2º Propriedade: Simétrica
𝒂 = 𝒃 ⇔ 𝒃 = 𝒂, 𝒑𝒂𝒓𝒂 𝒒𝒖𝒂𝒊𝒔𝒒𝒖𝒆𝒓 𝒂 𝒆 𝒃.
3º Propriedade: transitiva

Se 𝒂 = 𝒃 𝒆 𝒃 = 𝒄 ⇒ 𝒂 = 𝒄, 𝒑𝒂𝒓𝒂 𝒒𝒖𝒂𝒊𝒔𝒒𝒖𝒆𝒓 𝒂, 𝒃 𝒆 𝒄.

Princípios de equivalência
a) Adicionando um mesmo número aos dois membros de uma igualdade, obtemos
uma nova igualdade, ou seja:

a =b⇒a+c=b+c

b) Multiplicando os dois membros de uma igualdade por um mesmo número,


diferente de zero, obtemos uma nova igualdade, ou seja:

a = b ⇒ a . c = b . c, com c ≠ 0
2. EQUAÇÕES

Toda sentença matemática expressa por uma igualdade, na qual haja um ou mais
símbolos que representem números desconhecidos dessa sentença, é denominada
equação.
Cada símbolo que representa um número desconhecido chama-se incógnita.

a) Exemplo
I. y + 3y = 100
𝟐 𝟏
II. 𝒚 + 𝟒𝟎 = 𝒙
𝟓 𝟐

3. CONJUNTO UNIVERSO DE UMA EQUAÇÃO

Dada uma equação devemos estabelecer incialmente um conjunto numérico formado


por todos os valores pelos quais a incógnita pode ser substituída. Esse conjunto é
chamado conjunto universo da equação e é representado pela letra U.

Exemplo:
Qual é o número natural que podemos colocar no lugar da letra x para tornar verdadeira
a igualdade 3x = 15?

4. CONJUNTO SOLUÇÃO DE UMA EQUAÇÃO

O conjunto S formado pelos elementos de U que satisfazem a equação dada chama-se


conjunto solução da equação.
Exemplo:
Qual é o número inteiro que podemos colocar no lugar da letra y para tornar verdadeira
a sentença y + 1 = -5?
 Como verificar se um número dado é raiz de uma equação

Podemos facilmente verificar se um número dado é raiz ou não de uma equação,


procedendo do seguinte modo:

 Substituímos a incógnita pelo número dado;


 Calculamos o valor numérico de cada membro da igualdade obtida,
separadamente.

Se o valor numérico do 1º membro for igual ao valor numérico do 2º membro, o número


dado será raiz ou solução da equação; se os valores numéricos forem diferentes, o
número dado não será raiz ou solução da equação.

a) Exemplos:
i. Verificar se o número -6 é raiz da equação 3x – 5 = 5x – 7.

ii. Verificar se o número 2 é raiz da equação y² - 5y = 3y + 6.


5. EQUAÇÕES EQUIVALENTES

Em um mesmo conjunto universo, duas ou mais equações que apresentam a mesma raiz
ou solução são denominadas equações equivalentes.

Exemplo:
a) x + 3 = 10
b) x = 10 -3
c) x = 7

Podemos escrever uma equação equivalente a uma dada equação por meio de algumas
transformações baseadas nos princípios de equivalência.
Exemplo aditivo
x+3=8

Exemplo multiplicativo
2x = 12
6. EQUAÇÕES DO 1º GRAU COM UMA INCÓGNITA

Toda equação que pode ser reduzida à forma ax = b, em que x representa a incógnita, e
a e b são números racionais, com a ≠ 0, é denominada equação do 1º grau com uma
incógnita.
Os números a e b são denominados coeficientes da equação.
Exemplos:
x=6
3x = 12

Resolvendo equações do 1º grau com uma incógnita

Resolver uma equação do 1º grau com uma incógnita, dentro de um conjunto universo,
significa determinar a solução ou raiz dessa equação, caso exista.
Para resolver uma equação do 1º grau com uma incógnita, acompanhe as situações a
seguir.

i. Vamos resolver a equação 5x + 1 = 36, sendo U = ℚ


ii. Vamos resolver a equação 7x = 4x + 5, sendo U = ℚ.

iii. Resolver a equação 9x – 7 = 5x + 13, sendo U = ℚ


iv. Vamos calcular no conjunto U = ℚ, a raiz ou solução da equação.
2.( 2x – 1) – 6. (1 – 2x) = 2. (4x – 5)

v. Vamos determinar a raiz ou solução da equação abaixo, sendo U = ℚ


𝟑𝒙 𝟐 𝟓
− =𝒙−
𝟒 𝟑 𝟐
vi. Vamos resolver a equação 7x + 6 = 7x + 10, sendo U = ℚ

vii. Vamos resolver a equação 5 – 2x = 5 – 2x, sendo U = ℚ


7. RESOLUÇÃO DE PROBLEMAS

Sempre que nos deparamos com uma situação-problema podemos proceder da


seguinte maneira:

1º passo: ler com atenção o problema e levantar os dados.


2º passo: traduzir o enunciado para a linguagem das equações.
3º passo: resolver a equação estabelecida.
4º passo: analisar o resultado obtido e dar a resposta conveniente.

Exemplos:
a) Em uma classe, 20% dos alunos treinam capoeira. Sabendo-se que os outros 24
alunos treinam outros esportes, quantos alunos há, ao todo, nessa classe?
b) No colégio do bairro há turmas de 6º, 7º, 8º e 9º anos do Ensino Fundamental. Nesse
colégio um terço dos alunos cursa o 6º ano; um quarto cursa o 7º ano; três décimos dos
alunos estudam no 8º ano; e 140 alunos estão no 9º ano. Quantos alunos estudam nessa
fase do Ensino Fundamental?
c) Uma tábua com 120 cm de comprimento deve ser cortada em duas partes. O
comprimento da parte maior é igual ao quádruplo do comprimento da parte maior.
Determinar o comprimento de cada uma das partes.
d) Em um estacionamento há carros e motos que, no total, somam 38 veículos e 136
rodas. Quantas motos e carros há nesse estacionamento?