Você está na página 1de 15

UNIQUIMA COM. E DISTR. DE PROD.

QUÍMICOS
LTDA

RELATÓRIO FINAL RELATIVO A REDUÇÃO DE


CONSUMO

Uniquima Com. E Distr. De Prod. Químicos LTDA

Est. Do Bonsucesso, 2400

Bairro Rio Abaixo, Itaquaquecetuba/ SP

CEP: 08570-000

CNPJ: 16.696.151/0001-66

Abril de 2019
ÍNDICE

01 – INFORMAÇÕES GERAIS

02 – ESCOPO OBJETIVO

03 – DESCRIÇÃO DAS INSTALAÇÕES

04 – CONCEITOS

05 – IDENTIFICANDO VALORES QUE PODEM SER REDUZIDOS

06 – DESENVOLVIMENTO E CÁLCULOS

07 – MELHORIAS

08 – CONCLUSÕES

09 – ANEXO (PROJETO BANCO DE CAPACITOR AUTOMÁTICO).

Abril de 2019
INFORMAÇÕES GERAIS - 01

EMPRESA: Uniquima Com. e Distr. de Prod. Químicos LTDA

ENDEREÇO: Est. Do Bonsucesso, 2400, Bairro Rio Abaixo, Itaquaquecetuba CEP 08570-
000

RAMO DE ATIVIDADE: Distribuidora de Produtos Químicos

CNPJ: 16.696.151/0001-66

CONTATO: Uniquima

PERÍODO DE AVALIAÇÃO: Abril de 2019

Abril de 2019
ESCOPO OBJETIVO - 02

Este laudo tem por objetivo avaliar as contas de energia e as instalações da


empresa Uniquima com intuito de identificar, eliminar ou reduzir possíveis
valores pagos indevidamente com multas, reativos, excesso de demanda, etc.

Abril de 2019
DESCRIÇÃO DAS INSTALAÇÕES - 03

O fornecimento de energia se dá em tensão primária de distribuição da


concessionária Edp São Paulo e é efetuada na tensão de 13800 - 220/ 127V
trifásica através de rede aérea com um transformador de 225kVA.

Abril de 2019
CONCEITOS - 04

Tarifa binômia – modalidade tarifária aplicada aos consumidores do GRUPO A


(atendidos em 13800V) onde paga-se além da energia consumida
mensalmente a demanda de potência requerida da rede elétrica da EDP, para
efeito de comparação clientes residências pagam apenas o consumo e não
pagam pela demanda;

Bandeira tarifária – sistema que indica ao consumidor se ele pagará por uma
energia mais cara ou mais barata, devido aos custos para geração que são
impactados pelos períodos de chuva no ano visto que no Brasil a maior parte
da energia elétrica é gerada por Hidroelétricas. Portanto no período de
avaliação deste relatório a tarifa vigente era a VERDE, ou seja, se fosse a
VERMELHA a conta estaria mais alta;

TUSD – tarifa de uso do sistema de distribuição, ou seja, valor pago à EDP


somente por estar utilizando a rede de Distribuição (fios, postes,
transformadores, etc) da mesma;

TE – tarifa de energia, valor pago à EDP referente ao consumo para


alimentação de motores, iluminação, ar condicionado, etc;

Ponta – horário compreendido entre às 17: 30 às 20:30 hrs, período este onde
o valor da tarifa de energia é mais caro, pois costuma ser o horário em que
mais se consome eletricidade no país como um todo, por isso aplica-se um
valor mais elevado para estimular as empresas à diminuírem o consumo neste
horário;

Fora de Ponta – composto pelas 21 horas diárias complementares ao horário


de ponta. Sábados e domingos são considerados horários fora de ponta, neste
período a energia é mais barata que no de Ponta;

Período de medição de Energia Reativa Indutiva (ind) – intervalo compreendido


das 6:00 às 24:00 hrs;

Período de medição de Energia Reativa Capacitiva (cap) – intervalo


compreendido das 24:00 às 6:00 hrs;

Demanda – capacidade máxima exigida do sistema elétrico da EDP em termos


de energia elétrica para alimentar a fábrica, ou seja, a soma de todos os

Abril de 2019
motores, iluminação, tomadas, ar condicionado, e todas outras cargas
possíveis que estão operando num mesmo intervalo de tempo, em quilowatts
(kW);

Demanda não utilizada – valor pago referente à demanda contratada e não


utilizado;

ERE (Energia Reativa Excedente) – valor pago à concessionária referente aos


reativos gerados por motores, lâmpadas com reatores, etc; portanto é um tipo
de energia necessário somente para alimentar tais equipamentos mesmo que
não estejam operando;

DRE (Demanda Reativa Excedente) – valor pago referente à uma parcela da


ERE, ou seja, se tem ERE na instalação haverá à cobrança desta parcela;

Impostos – PIS, COFINS, ICMS, valores de impostos aplicados à conta de


energia;

Exemplos extraídos da conta do cliente para melhor entendimento.

Abril de 2019
IDENTIFICANDO VALORES PAGOS QUE PODEM SER
REDUZIDOS - 05

Analisando as contas da Uniquima foram identificados 3 valores que nos


últimos 12 meses tem sido pagos à concessionária e que podem ser
eliminados ou reduzidos:

1º - Sobredimensionamento da DEMANDA contratada da instalação, evidente


no campo Demanda não utilizada, ou seja, paga-se por algo que não se utiliza
o que caracteriza demanda contratada que pode ser reduzida;

2º - Excesso de cargas reativas (motores, reatores, etc), evidente no campo


ERE, portanto tem-se pago à concessionária uma espécie de multa pelo
excesso de cargas reativas na instalação, porém sua redução será no capítulo
seguinte, pois sua correção costuma empregar equipamentos caros, então sua
implantação será avaliada para verificar se o investimento x retorno será
vantajoso;

3º - Excesso de cargas ligadas no período noturno (consumo ativo fora de


ponta capacitivo), este último por sua vez gerado pela quantidade de lâmpadas
que ficam ligadas de madrugada será melhor analisado junto ao cliente, visto
que desligar ou diminuir a quantidade de lâmpadas pode comprometer a
segurança noturna na empresa, porém outras medidas serão no capítulo
seguinte;

Abaixo dados extraídos da conta do cliente que evidenciam o exposto acima e


sua repetição ao longo dos últimos 12 meses.

*** Foram suprimidos os valores com aplicação de ICMS, PIS, etc, e deixado apenas o VALOR TOTAL final, pois não
interferem no entendimento do relatório.

Abril de 2019
Quadro com a repetição dos eventos.

Abril de 2019
DESENVOLVIMENTO E CÁLCULOS - 06

Abaixo a comprovação de que os valores pagos como CONSUMO ATIVO


FORA DE PONTA CAPACITVO, ou seja, do período das 24: 00 às 6:00 hrs são
referentes as lâmpadas ligadas durante este período.

CONSUMO MENSAL PERIODO CAPACITIVO

INTERNO

TIPO DE LAMPADA QTDADE POTENCIA PERIODO LIGADO DIAS SUBTOTAL


LED 68 50 0 28 0
REATOR 19 250 5 28 665000
TOTAL 87 300 5 56 665000

EXTERNO

TIPO DE LAMPADA QTDADE POTENCIA PERIODO LIGADO DIAS SUBTOTAL


LED 21 50 5 28 147000
REATOR 38 250 5 28 1330000
TOTAL 59 300 10 56 1477000

TOTAL MENSAL 2142 KW

Comparando o valor calculado de 2142 KW com o valor medido de 2122 KW


ficou claro que o valor no período capacitivo está sendo provocado pelo
consumo das lâmpadas que ficam ligadas na madrugada, com isso

Abril de 2019
descartamos a hipótese de que este consumo está sendo causado por
capacitores ligados neste período e comprovamos que não existe correção de
fator de potência na empresa.

Energia Reativa Excedente

Outro ponto verificado nos gastos com energia é referente ao ERE (energia
reativa excedente), este consumo tem se repetido ao longo dos meses sendo
em média de aproximadamente 360 kW equivalente a R$ 150 reais mensais,
portanto será calculado se com o investimento necessário para sanar tal
problema é vantajoso ou não instalar um Banco de Capacitor para correção
automática da ERE.

Abaixo o cálculo:

Onde,

P= é o valor aproximado para instalar e fornecer o Banco de capacitores.

Se A for menor ou igual à soma de que foi pago nos últimos 12 meses com
ERE, vale a pena instalar o Banco de Capacitores.

𝐴 = 0,17698 𝑥 𝑃

𝐴 = 0,1796 𝑥 10000 = 1796

Fonte: Procel (programa Nacional de Conservação de Energia Elétrica)

Custo no último ano com ERE aproximadamente R$ 1800, portanto o


investimento com um Banco Automático de Capacitores se justifica e se faz
necessário, todavia após a substituição das lâmpadas de reatores por
lâmpadas de LED o consumo com Energia Reativa tende a diminuir, portanto
fica a critério do cliente a instalação da solução proposta.

Demanda contratada

Por fim verificamos ao longo dos últimos 12 meses o valor de demanda exigido
da rede que foi de no máximo 57,7 kW conforme dados extraídos da conta do
mês de março de 2019.

Abril de 2019
Como o valor contratado é de 120kW temos pago desnecessariamente todo
mês cerca de 70 kW que não estão sendo utilizados pela instalação.

Abril de 2019
MELHORIAS – 07
Diante dos 3 problemas encontrados na conta de energia elétrica, são eles:
Sobredimensionamento da demanda contratada, Consumo de energia em
período capacitivo e ERE (energia reativa excedente); serão apresentados a
seguir medidas para mitigar tais problemas uma vez que não podem ser
eliminados.

1º Diminuição da demanda contratada: visto que tem sido utilizado menos da


metade da energia/ demanda, sugerimos que seja alterado junto à EDP SP o
valor da demanda contratada para 60 KW, valor este suficiente para suprir a
necessidade produtiva atual e o mínimo necessário supondo a pior situação de
demanda que foi de 57,7KW, portanto evitamos com isso a ultrapassagem e o
consequente pagamento de multa por ultrapassagem de demanda. Mas vale
observar que nos próximos 2 anos não será possível alterar novamente este
valor de 60kW contratado, portanto caso se pretenda aumentar a capacidade
de produção nos próximos dois anos, NÃO OPTAR POR ESTA SOLUÇÃO.

2º Consumo no período Capacitivo: as lâmpadas que ficam ligadas das 24 às


6:00 hrs tem fundamental importância na segurança do local, mas tem gerado
consumo neste período, então para buscarmos uma redução no Consumo Fora
de Ponta Capacitivo sem comprometer a segurança sugerimos a substituição
de todas as lâmpadas do tipo reator por lâmpadas do tipo LED, procedimento
este que já vem sendo executado. As lâmpadas de reator apresentam um
consumo 5 x maior que as do tipo LED. É importante salientar que esta medida
também irá se refletir nos valores pagos com Consumo Fora de Ponta, Ponta
Indutivo e na ERE, pois lâmpadas com Reator geram reativos na rede assim
como os motores elétricos, ou seja, na conta como um todo e não só no
problema citado.

3º Energia reativa excedente: Demonstramos no capítulo acima que a


instalação de um banco de capacitor automático e sua instalação com
investimento de aproximadamente R$ 10.000,00 reais é compensatório, pois os
gastos mensais do cliente com esta variável tem sido na média de R$ 150,00 e
R$ 1800 por ano. Serão necessários 5 anos nas atuais condições de consumo
para recuperar o valor investido, mas mesmo que haja aumento da
produtividade no futuro o Banco Automático de Capacitores continuará válido e
ativo, ou seja, não será inutilizado.

Abril de 2019
CONCLUSÕES – 08

De forma geral as instalações estão com o consumo dentro da normalidade


para uma indústria deste porte e não foram encontrados grandes problemas
com reativos, multas, ultrapassagem de demanda, etc; as medidas
apresentadas aqui são de fácil implantação como no caso da alteração de
demanda, outras requerem investimento no caso da substituição das lâmpadas
e da instalação do banco de capacitores. Para o Banco de Capacitores
recomenda-se aguardar primeiro a substituição das lâmpadas com reatores por
LED, pois os valores pagos com reativos (ERE) tendem a diminuir, mas deve-
se considerar sua implantação ainda mais se houver aumento de produção.

Por fim com as medidas implantadas, espera-se uma economia na conta de luz
de pelo menos R$ 600,00 mensais apenas alterando a demanda contratada,
valor este que corresponde a R$ 7200,00 anuais, porém se além desta medida
forem substituídas todas as lâmpadas para LED e instalarmos um banco de
capacitores, pode-se obter uma economia de aproximadamente R$ 1000,00
mensais.

Observação:

É importante salientar que mesmo que tenhamos o mesmo consumo em


meses diferentes, não significa que o valor pago na conta de energia será o
mesmo, pois existem variáveis como a bandeira tarifaria por exemplo, que
dependendo da cor Vigente naquele mês VERDE / AMARELO / VERMELHO
encarece a conta devido os custos de geração.

Abril de 2019
São Paulo, 21 de Abril de 2019

Relatório elaborado por: Eng. Eletricista - Rodrigo Feitosa da Silva

CREA 5069719580

Abril de 2019