Você está na página 1de 2

CULTURA

AULA 1 – DEFINIÇÃO DE CULTURA  Guiada

Do latim, colere:
Vide texto de Aristóteles:
 Cultivar
“A sociedade que se formou da reunião de várias aldeias
 Criar constitui a Cidade, que tem a faculdade de se bastar a si
 Cuidar mesma, sendo organizada não apenas para conservar a
existência, mas também para buscar o bem-estar. Esta
 Tomar conta de sociedade, portanto, também está nos desígnios da
Exemplo: natureza, como todas as outras que são seus elementos.
Ora, a natureza de cada coisa é propriamente seu fim.
Assim, quando um ser é perfeito, de qualquer espécie que
 Agricultura seja – homem, cavalo, família –, dizemos que ele está na
 Floricultura natureza. [...] É, portanto, evidente que toda Cidade está
na natureza e que o homem é naturalmente feito para a
 Piscicultura sociedade política.”

(ARISTÓTELES. Política. Martins Fontes, 1991, p. 3).


Cultura = transformar a natureza (humana)

Vide texto de Gordon Childe:

“O ser humano pode ajustar-se a um número maior de


ambientes do que qualquer outra criatura, multiplicar-se
infinitamente mais depressa do que qualquer mamífero
superior, e derrotar o urso polar, a lebre, o gavião e o tigre, AULA 3 – NATUREZA vs CULTURA
em seus recursos especiais. Pelo controle do fogo e pela
habilidade de fazer roupas e casas, o homem pode viver, e
Natureza e cultura são distintas.
vive e viceja, desde os polos da Terra até o equador. Nos
trens e automóveis que constrói, pode superar a mais
rápida lebre ou avestruz. Nos aviões e foguetes pode subir Cultura após séc. XVII apresenta resultados:
mais alto do que a águia, e, com os telescópios, ver mais
longe do que o gavião. Com armas de fogo pode derrubar  Artes
animais que nenhum tigre ousaria atacar. Mas fogo,
 Ciências
roupas, casas, trens, automóveis, aviões, telescópios e
armas de fogo não são parte do corpo do homem. Eles  Filosofia
não são herdados no sentido biológico. O conhecimento
necessário para sua produção e uso é parte do nosso  Estados nacionais
legado social. Resulta de uma tradição acumulada por  Industrialização
muitas gerações e transmitida, não pelo sangue, mas
através da linguagem (fala e escrita). A compensação que  Civilização
o homem tem pelos seus dotes corporais relativamente A vida na civilização está distinta da vida na natureza.
pobres é o cérebro grande e complexo, centro de um
extenso e delicado sistema nervoso, que lhe permite
Natureza Cultura
desenvolver sua própria cultura.”
Causalidade Liberdade
(G. CHILDE. A evolução cultural do homem. P. 40 – 41). Necessidade Autonomia
Universalidade Escolha

A cultura muda as concepções de tempo e espaço.

Cultura se identifica com história.

AULA 2 – CULTIVO DA NATUREZA Vide texto de M. Chauí:

Natureza e cultura são complementares. “A distinção entre natureza e cultura passa, então, a levar
em conta a maneira como o tempo se realiza: na natureza,
Cultura = cultivar o ser humano o tempo é repetição (o dia sempre sucede a noite, as
estações do ano se sucedem sempre da mesma maneira,
A natureza humana é: as espécies vegetais e animais se reproduzem sempre da
mesma maneira, os astros realizam sempre os mesmos
 Formada movimentos, etc.); o tempo da cultura é o da
 Estruturada transformação (isto é, das mudanças nos costumes, nas
leis, nas emoções, nos pensamentos, nas técnicas, no
 Moldada
vestuário, na alimentação, na linguagem, nas instituições

Copyright © 2015 Stoodi Ensino e Treinamento à Distância


www.stoodi.com.br
1
CULTURA

sociais e políticas, etc.). Para vários filósofos e


historiadores, a cultura surge quando os homens
produzem as primeiras transformações na natureza pela
ação do trabalho. Com o trabalho, os seres humanos
produzem objetos inexistentes na natureza (casa,
utensílios, instrumentos), organizam-se socialmente para
realiza-lo, dividindo as tarefas [...]. “

(CHAUÍ, M. Convite à filosofia. São Paulo: Ática, 2010, p.


309).

Copyright © 2015 Stoodi Ensino e Treinamento à Distância


www.stoodi.com.br
2