Você está na página 1de 4

Reação a leitura do livro: "CAMINHO A CRISTO"

Por Allyson Leandro Marinho Feitosa

Cap.1 Cuidado de Deus


Que Deus tem cuidado por cada um de nós isso não há duvida, e podemos ver Seu
cuidado por nós através da natureza, que expressa o imenso e inesgotável amor de
Deus. Esse amor e cuidado é tão grande que Ele enviou seu Filho Jesus Cristo para
morrer por nós. Apenas o infinito sacrifício efetuado por Cristo em favor do homem
caído é que poderia exprimir o cuidado e amor do Pai pela humanidade caída. E
apesar de tudo isso, muitos ainda assim duvidam que Deus seja amor.

Cap.2 A Ponte sobre Abismo


Ao criar o homem, Deus o dotou de nobres faculdades. O homem mantinha uma
feliz comunhão com Deus. Mas por causa de sua desobediência tudo aquilo mudou.
Agora já não podia, mas encontrar alegria na presença de Deus. Criou-se um
abismo entre o homem e Deus. Por causa deste abismo já não havia mais a mesma
comunicação entre eles. Mas Cristo ao morrer na cruz lançou uma ponte através do
abismo que o pecado fizera. Cristo se tornou a ponte que une o Homem caído a
fonte do infinito amor e poder Deus.

Cap.3 Mudança de Rumo


O capitulo anterior falava que Jesus é a ponte que nos leva novamente a Deus. Mas
para podermos utilizar essa ponte é preciso que haja uma mudança. Essa mudança
é o arrependimento pelos pecados que cometemos e o afastamento do mesmo.
Cristo nos desperta para o arrependimento, mas Ele não nos força. No entanto com
Sua ajuda podemos mudar o rumo de nossas vidas.

Cap.4 Abra o Coração a Deus


As condições para conseguirmos as misericórdias divinas são através do abrir do
coração e o ato de confessar os pecados. Infelizmente muitas vezes não temos a
coragem de confessar nossos erros, e perdemos a chance de nossos pecados
serem redimido, tudo porque não queremos nos humilhar perante Deus. Assumir
que errou, estar arrependido e pedir perdão pelos pecados é apenas uma parte.
Para que fique completo precisamos abrir a Deus o nosso coração.
Cap.5 Consagração
A luta contra o próprio eu é a maior batalha existente. Deus não força a vontade de
suas criaturas, não aceita homenagens que não sejam voluntarias. Esse não é o
propósito de Deus> Quando nos consagramos, temos a necessidade de renunciar a
tudo que nos separa de Deus. Não há como pertencer metade a Deus e metade ao
mundo. Somente mediante o nosso consentimento e a misericórdia de Deus é que
poderá ser operada em nós uma verdadeira consagração.

Cap.6 Um Direito Seu


Esse capitulo relata o nosso direito em receber as bênçãos prometidas por Deus.
Mas para que isso possa acontecer há uma condição: que oremos segundo a
vontade de Deus e é nesse ponto onde milhares erram, pois muitas vezes oramos,
mas sem acreditar. Se orássemos com fé e acreditando, Deus daria muitas bênçãos
sobre nós.

Cap.7 A Obediência é um Privilegio


O Espirito Santo de Deus trabalha no coração humano, restaurando e criando um
novo ser a imagem de Deus. Essa nova vida será testemunho vivo do amor de
Deus. Poderá ser vista uma mudança de caráter nos hábitos e atividades. O amor
de Cristo será manifestado em seus seguidores. É um privilegio poder obedecer a
Deus guardando os seus mandamentos. Pois quando estamos ligados a Cristo a
nossa obediência é algo que acontece naturalmente.

Cap.8 Crescimento em Cristo


Não podemos por esforços pessoais crescer espiritualmente. Todos somos como
pequenas plantas que para crescer precisam de ar, alimento e luz solar. Jesus é
todo isso para aqueles que confiam nele. Deveríamos ser como o girassol que busca
a luz do sol, que em nosso caso é Jesus, assim a sua luz ajudará no crescimento de
nosso caráter. Quando pensamos apenas no “eu” posso, somos afastados da luz de
cristo, e satanás nos arrasta para a escuridão, onde não podemos crescer
espiritualmente. Mas se permitimos que Cristo habite em nós, cresceremos
espiritualmente ate a completa estatura de homens e mulheres em Cristo Jesus.
Cap.9 Atividade e Vida
A vida de Jesus enquanto esteve aqui na terra foi uma vida de exemplo. Desde seu
nascimento seus incansáveis esforços foram para salvar a humanidade caída. Não
havia lugar para o “eu próprio”. Desta mesma forma é que Cristo gostaria que
trabalhássemos. O ideal é que todos estivessem prontos a fim de participar da obra
de Cristo. Pois cada ato de renuncia própria, que fazemos em beneficio de outros,
fortalece o espirito. O que temos que fazer é simplesmente prosseguir, realizando
fielmente as atividades que nos é designada, assim nossa vida não será em vão.

Cap.10 O Deus que eu Conheço


Muitas são as maneiras pela qual Deus tem se revelado a nós. A natureza fala sem
cessar de um Deus cheio de amor. Mas nada disso irá adiantar se eu não o
conhecê-lo. Para isso é necessário que estudemos sua palavra, a fim de
aprendermos mais sobre Ele. Pois para dizer que conhecemos a Deus precisamos
estar ligados a Ele. E só conseguiremos isso com o estudo da bíblia e oração.

Cap.11 O privilegio de Falar com Deus


Deus tem muitas maneiras de falar conosco. Porem é importante que nós também
falemos com Ele. Precisamos derramar perante Ele as aflições de nossos corações.
E é nos momentos em que estamos orando que podemos fazer isso. Jesus
enquanto estava na terra nos instruiu a apresentar as nossas necessidades
cotidianas a Deus. Nós não deveríamos ser tão relutantes em orar, pois a oração é a
chave que abre os celeiros do céu, onde são armazenados os ilimitados recursos da
Onipotência de Deus. Nosso Deus é um terno e misericordioso Pai, deveria ser para
nós um prazer por ter a oportunidade de falar com Ele.

Cap.12 Expulse a Duvida


Muitas vezes nos pegamos com algumas duvidas, a respeito de Deus, que nos
incomoda e nos deixa perturbados. Deus, entretanto não exige que creiamos em
coisa alguma sem nos dar prova para que fundamentemos nossa fé. Sempre haverá
aqueles que querem duvidar, mas os que desejam realmente conhecer a verdade
encontrarão abundantes provas para basear sua fé. Por enquanto vemos a Deus por
um espelho cheio de enigmas, mas chegará o dia em que poderemos vê-lo face a
face e já não haverá mais duvida.
Cap. 13 Regozijo no Senhor
Nós que somos filhos de Deus, somos chamados a ser representantes seus aqui na
terra. Nosso trabalho é sermos luzes aqueles que estão em trevas. Mas infelizmente
muitas vezes fazemos esse trabalho cabisbaixo e lamentando. Deveríamos ao fazer
o trabalho de Deus estar sempre felizes, rejubilando de alegria, desta forma
mostraremos o amor de Cristo por nós seres humanos.