Você está na página 1de 7

Motor Foguete a Propelente Sólido

Geometria de Grão Propelente – Estrela de Ponta Cortada

Parâmetros
Número de pontas (n)
Raio interno da câmara de combustão (Rc)
Raio inicial do vale da estrela (lp)
Semilargura do corte da ponta da estrela (cp)
Ângulo lateral da ponta da estrela (α)
1ª fase
Raio de curvatura do vale da estrela (f)
Fração angular de corte no vale da estrela (ε) f

y
f 3ª fase
lp
2ª fase

ε.π/n α
cp 4ª fase
Θ = π/n

Rc
JEMB 2018 Página 1 de 7
Equações Geométricas da Estrela Cortada
𝜋
𝜃=
𝑛
𝜋
𝛽 = 𝜀 𝜃 + ( − 𝛼)
2
𝜋
𝛾 = ( + 𝛼)⁄2
2
1ª fase
Limite da fase (y1)
𝑦1 = 𝑐𝑝 𝑡𝑎𝑛(𝛾)
Perímetro de queima (Pb)
𝑠𝑒𝑛(𝜀 𝜃) (𝑓 + 𝑦) 𝑐𝑝 𝑦 𝑦
𝑃𝑏 = 2𝑛 [(1 − 𝜀 )𝜃(𝑙𝑝 + 𝑓 + 𝑦) + (𝑓 + 𝑦)𝛽 + 𝑙𝑝 − − + + 𝑐𝑝 − ]
𝑠𝑒𝑛(𝛼) tan(𝛼) 𝑠𝑒𝑛(𝛼) 𝑠𝑒𝑛(𝛼)tan(𝛾) tan(𝛾)
Área de Passagem (Ap)
2 𝜃 2
𝛽 𝑙𝑝2 𝑠𝑒𝑛(𝜀 𝜃)
(𝑙𝑝 + 𝑓 + 𝑦) (1 − 𝜀 ) + (𝑓 + 𝑦) + 𝑠𝑒𝑛(𝜀 𝜃) [cos(𝜀 𝜃) − ]
2 2 2 tan(𝛼)
𝐴𝑝 = 2𝑛 2
𝑠𝑒𝑛(𝛼) 𝑦 (𝑓 + 𝑦) 𝑠𝑒𝑛(𝜀 𝜃) (𝑓 + 𝑦)
+ (𝑐𝑝 − ) + [2𝑙𝑝 − ]
{ 2 tan(𝛾) 2 𝑠𝑒𝑛(𝛼) tan(𝛼) }

JEMB 2018 Página 2 de 7


2ª fase
Limite da fase (y2)
𝑦2 = 𝑅𝑐 − 𝑓 − 𝑙𝑝
Perímetro de queima (Pb)
𝑠𝑒𝑛(𝜀 𝜃) (𝑓 + 𝑦)
𝑃𝑏 = 2𝑛 [(1 − 𝜀 )𝜃(𝑙𝑝 + 𝑓 + 𝑦) + (𝑓 + 𝑦)𝛽 + 𝑙𝑝 − ]
𝑠𝑒𝑛(𝛼) tan(𝛼)
Área de Passagem (Ap)
2 𝜃 2
𝛽 𝑙𝑝2 𝑠𝑒𝑛(𝜀 𝜃)
(𝑙𝑝 + 𝑓 + 𝑦) (1 − 𝜀 ) + (𝑓 + 𝑦) + 𝑠𝑒𝑛(𝜀 𝜃) [cos(𝜀 𝜃) − ]
2 2 2 tan(𝛼)
𝐴𝑝 = 2𝑛
(𝑓 + 𝑦) 𝑠𝑒𝑛(𝜀 𝜃) (𝑓 + 𝑦)
+ [2𝑙𝑝 − ]
{ 2 𝑠𝑒𝑛(𝛼) tan(𝛼) }

JEMB 2018 Página 3 de 7


3ª fase
Limite da fase (y3)
𝑠𝑒𝑛(𝜀 𝜃)
𝑦3 = 𝑚𝑎𝑥 (𝑙𝑝 − 𝑓 ; 𝑦2 )
cos(𝛼)

Se y3>y2

Perímetro de queima (Pb)


[𝑅𝑐2 − 𝑙𝑝2 − (𝑓 + 𝑦)2 ]
𝜙 = 𝑎𝑟𝑐𝑐𝑜𝑠 { }
[2𝑙𝑝 (𝑓 + 𝑦)]

𝑠𝑒𝑛(𝜀 𝜃) (𝑓 + 𝑦)
𝑃𝑏 = 2𝑛 [(𝑓 + 𝑦)(𝛽 − 𝜙 ) + 𝑙𝑝 − ]
𝑐𝑜𝑠(𝛼) tan(𝛼)
Área de Passagem (Ap)
(𝑓 + 𝑦)
𝛿 = 𝑎𝑟𝑐𝑠𝑒𝑛 [ 𝑠𝑒𝑛(𝜙)]
𝑅𝑐
𝜓 = (𝛽 − 𝛿 )

JEMB 2018 Página 4 de 7


𝑅𝑐2 𝑙𝑝2 𝑠𝑒𝑛(𝜀 𝜃) (𝑓 + 𝑦 ) 𝑠𝑒𝑛(𝜀 𝜃) (𝑓 + 𝑦)
(1 − 𝜀 )𝜃 + 𝑠𝑒𝑛(𝜀 𝜃) [cos(𝜀 𝜃) − ]+ [2𝑙𝑝 − ]
2 2 tan(𝛼) 2 𝑠𝑒𝑛(𝛼) tan(𝛼)
𝐴𝑝 = 2𝑛
2
(𝛽 − 𝜙 ) 𝑠𝑒𝑛(𝛿 ) 𝑠𝑒𝑛(𝛽 − 𝜙 ) 𝛿 2 𝑙𝑝2 𝑠𝑒𝑛(𝛿)
+(𝑓 + 𝑦) − (𝑓 + 𝑦)𝑙𝑝 + 𝑅𝑐 − 𝑠𝑒𝑛(𝛽)
{ 2 𝑠𝑒𝑛(𝜓) 2 2 2 𝑠𝑒𝑛(𝜓) }

Se y3=y2

Perímetro de queima (Pb)


𝜋 𝑙𝑝 𝑠𝑒𝑛(𝜀 𝜃)
𝜈= − 𝛼 − 𝑎𝑟𝑐𝑠𝑒𝑛 [ ]
2 (𝑓 + 𝑦)

𝑃𝑏 = 2𝑛[(1 − 𝜀 )𝜃(𝑙𝑝 + 𝑓 + 𝑦) + (𝑓 + 𝑦)(𝛽 − 𝜈)]


Área de Passagem (Ap)
2
(𝑙𝑝 + 𝑓 + 𝑦) 𝑠𝑒𝑛(𝜀 𝜃) 𝑠𝑒𝑛(𝜈 ) 𝑙𝑝2 𝑠𝑒𝑛(𝛽) (𝛽 − 𝜈 )
𝐴𝑝 = 2𝑛 {(1 − 𝜀 )𝜃 + (𝑓 + 𝑦)𝑙𝑝 + 𝑠𝑒𝑛(𝜀 𝜃) + (𝑓 + 𝑦)2 }
2 cos(𝛼) 2 2 cos(𝛼) 2

JEMB 2018 Página 5 de 7


4ª fase (“Sleeves”)
Limite da fase (y4)

𝑦4 = √𝑙𝑝2 + 𝑅𝑐2 − 2𝑙𝑝 𝑅𝑐 cos(𝜀 𝜃) − 𝑓

Perímetro de queima (Pb)


[𝑅𝑐2 − 𝑙𝑝2 − (𝑓 + 𝑦)2 ]
𝜙 = 𝑎𝑟𝑐𝑐𝑜𝑠 { }
[2𝑙𝑝 (𝑓 + 𝑦)]
(𝑓 + 𝑦)
𝛿 = 𝑎𝑟𝑐𝑠𝑒𝑛 [ 𝑠𝑒𝑛(𝜙)]
𝑅𝑐
𝜋 𝑙𝑝 𝑠𝑒𝑛(𝜀 𝜃)
𝜈= − 𝛼 − 𝑎𝑟𝑐𝑠𝑒𝑛 [ ]
2 (𝑓 + 𝑦)
𝜓 = (𝛽 − 𝛿 − 𝜈 )
𝑃𝑏 = 2𝑛(𝛽 − 𝜙 − 𝜈 )(𝑓 + 𝑦)
Área de Passagem (Ap)
𝑅𝑐2 𝑙𝑝2 𝑠𝑒𝑛(𝛽) 𝑠𝑒𝑛(𝜀 𝜃) 𝑠𝑒𝑛(𝜈 ) (𝛽 − 𝜙 − 𝜈)
𝐴𝑝 = 2𝑛 [(1 − 𝜀 ) 𝜃 + 𝑠𝑒𝑛(𝜀 𝜃) + (𝑓 + 𝑦)𝑙𝑝 + (𝑓 + 𝑦)2
2 2 cos(𝛼) cos(𝛼) 2 2
(𝑓 + 𝑦) 𝑠𝑒𝑛(𝛿 ) 𝛿 2 𝑙𝑝2 𝑠𝑒𝑛(𝛽 − 𝜈 )
− 𝑙𝑝 𝑠𝑒𝑛(𝛽 − 𝜙 − 𝜈 ) + 𝑅𝑐 − 𝑠𝑒𝑛(𝛿)]
2 𝑠𝑒𝑛(𝜓) 2 2 𝑠𝑒𝑛(𝜓)

JEMB 2018 Página 6 de 7


Exemplo:
Estrela do motor a propelente sólido do 1º estágio do veículo Sonda IV (CTA-IAE)
Número de pontas: n=7
Raio interno da câmara de combustão: Rc = 495 mm
Raio inicial do vale da estrela: lp = 280 mm
Semilargura do corte da ponta da estrela: cp = 6 mm
Ângulo lateral da ponta da estrela: α = π/6
Raio de curvatura do vale da estrela: f = 10 mm
Fração angular de corte no vale da estrela: ε = 0,875
Comprimento do grão: L = 3956 mm

1. Definir os ângulos que faltam na figura de acordo com as


equações acima.
2. Calcular a massa inicial do grão
propelente. O propelente possui uma
massa específica de 1710 kg/m3
3. Calcular a massa de resíduo de propelente
(“sleeve”) na 4ª fase de queima em relação
a massa inicial. Qual é o problema desta
fase? Como podemos resolver este tipo de
problema?
4. Qual deveria ser o ângulo alfa para obter
uma queima neutra na segunda fase da
queima do grão, mantendo-se os outros
parâmetros constantes?

JEMB 2018 Página 7 de 7