Você está na página 1de 2

O Currículo de Sergipe tem como base 8 (oito) princípios norteadores, eleitos pela equipe de redação e

coordenação do currículo, referendados na Consulta Pública, objetivando o desenvolvimento integral do


aluno, sendo eles: Colaboração, Respeito à diferença, Criticidade, Inclusão, Equidade, Autonomia,
Sustentabilidade e Criatividade. Cada um deles colaborando harmonicamente para a educação integral, que
visa o desenvolvimento pleno dos educandos e a promoção de uma sociedade justa, democrática e
inclusiva.

Colaboração: Perceber-se como parte de um coletivo (família, escola, grupo social, comunidade, cidade,
estado, país) capaz de se relacionar com o outro e trabalhar junto em equipes, exercitando a competência
de ser líder e liderado e se reconhecendo como um ser corresponsável pelo outro e pelos grupos dos quais
faz parte.
Respeito à diferença: Saber lutar, combater a discriminação e o preconceito que afetam a autoestima do
estudante, isso se reflete no aprendizado e pode ser uma das causas da desistência do aluno. É uma atitude
que precisa ser encampada pela coletividade, não é uma responsabilidade só de quem é discriminado, a
escola precisa ser o espaço que proporcione a reflexão e mudança de postura.
Criticidade: Saber investigar, filtrar e organizar a imensa quantidade de informações que lhe são ofertadas
diariamente, a fim de estabelecer um pensamento estruturado e crítico acerca de determinado assunto. É
também a habilidade de fazer as perguntas certas, de reconhecer a raiz dos problemas e de olhar para uma
questão sob diferentes perspectivas.
Inclusão: Participar da garantia do direito de todos à educação. Concretiza-se na igualdade de
oportunidades e a valorização das diferenças humanas, contemplando, assim, as diversidades étnicas,
sociais, culturais, intelectuais, físicas, sensoriais e de gênero dos seres humanos.
Equidade: Desenvolver a capacidade de apreciar, de fazer um julgamento justo comporta-se a partir do senso
de justiça, imparcialidade, respeito à igualdade de direitos.
Autonomia: Fazer escolhas, tomar suas próprias decisões, saber decidir diante de alternativas reais e
postos em condição de poder escolher entre uma e outra. Para a efetivação dessa condição, é de
fundamental importância a garantia de direitos.
Sustentabilidade: Desenvolver a capacidade de interagir com o mundo atual, satisfazendo suas
necessidades de forma consciente e responsável, comprometendo-se com as gerações futuras, seja no
âmbito ambiental, social ou econômico.
Criatividade: Desenvolver a capacidade de criar ideias novas e úteis, através de uma motivação suficiente
para florescer a capacidade de criar soluções para as situações desafiadoras do cotidiano e descobrir como
implementá-las nos diversos aspectos da aprendizagem, tornando um ser humano em potencial para a
apreensão do que está proposto na sociedade moderna e a partir desse contexto inovar