Você está na página 1de 4

O Sistema Telefônico e as Degenerações do sinal

1 - Linha Telefônica:
9Circuito que une dois aparelhos telefônicos por um canal de voz (300Hz a 3.400
Hz). perfeitamente inteligível
9Sua extensão pode ser composta por pares físicos (fios), amplificadores,
equalizadores (eliminação de problemas no sinal), multiplexadores
(divide/multiplica linhas).

Sistema por pulsos

Linha Central Linha


Residência Residência

Central Linha Linha Central


MUX MUX MUX

O sistema funciona como um hub na concentração da transmissão, possuem vários


circuitos de comutação.
Como o sistema funciona sem energia elétrica? 48VDC
Pulsos Cada número discado gera uma quantidade de pulsos
(1 Î um pulso, 2 Î dois pulsos, 0 Î dez pulsos)
Tom Cada número corresponde a uma frêquencia *
2 - Linha Privativa
9 Une dois pontos sem passar pela central
9 Não possui alimentação (sinal DC)
9 Ligação permanente
9 Chamadas de LPCD - Linha Privativa para Comunicação de Dados
9 Geralmente permitem altas velocidadas para transmissão de dados
Prof. Sérgio Furgeri 1
3 - Par Físico
9Constituído por dois fios trançados para minimizar interferências.
9Possui quatro parâmetros:
9Resistência por Km (R)
9Condutância (G) corrente de fuga entre os isolantes dos fio
9Capacitância (C) devido a proximidade dos fios
9Indutância (L) campo magnético entre os fios
4 - Linha Pupinizada
9Para compensar as distorções em amplitude, são inseridas bobinas ao longo da linha
5 - Degenerações do sinal na linha
9Em qualquer sistema de telecomunicação, seja utilizando-se par trançado, cabo
coaxial ou fibra ótica como meio físico, o sinal sempre sofrerá uma deterioração
significativa, que acarretará, invariavelmente, em erros de transmissão.
9 Isto se torna especialmente verdade quando utilizamos a rede pública de
telecomunicações para transmissão de dados, uma vez que ela foi projetada para
transmissão de voz humana. Duas diferenças básicas: velocidade e processamento
final. Voz apenas 40bps, o receptor é inteligente.
9Em resumo as degenerações são fenômenos que ocorrem com o sinal elétrico
transmitido no meio de comunicação, modificando suas características de maneira
indesejável. Existem dois tipos: Distorções e Ruídos.
Distorções do sinal: Previsto, depende do meio.
9Atenuação É a perda de potência do sinal a medida que ele passa através do canal.
Esta perda de energia normalmente é medida em decibéis (dB). Frequentemente,
amplificadores são adicionados ao meio físico de transmissão para compensar esta
perda de potência. É causada devido a resistência do condutor.
9Distorção de amplitude causada pela capacitância do fio. Ocorre de maneira
desigual ao longo da faixa de frequência, ou seja, alguns componentes do sinal são
mais atenuados do que outros. * (Quanto > a freqüência > a perda)
9Distorção de retardo ou atraso de grupo: É a não-linearidade de fase onde o
atraso é maior nos extremos da banda passante. Esta distorção afeta a relação de tempo
entre os vários componentes de frequência do sinal transmitido, ou seja, as altas e
baixas frequências demoram mais para passar pelo canal do que as frequências no
centro da banda passante (1800 Hz). Dessa forma cada componente do espectro de
frequência do sinal transmitido vai propagar-se com a velocidade diferente.

Prof. Sérgio Furgeri 2


9 Reflexão ou Eco ocorre quando não há o casamento de impedância. Parte do
sinal transmitido é refletido, voltando para a fonte de origem. Impõe a necessidade do
uso de transceptores. Surge em função de uma variação na impedância no meio de
transmissão, refletindo o sinal, de modo que ele retorne a linha com a amplitude
reduzida. Em geral pouco danoso em uma transmissão analógica, no entanto na
transmissão digital é o maior causador de erros.
9 Distorção de harmônica resulta em um conjunto estranho de frequências, que
são múltiplas da frequência original (uma frequência fundamental de 500Hz tem uma
segunda harmônica de 1000Hz e uma terceira de 1500Hz).
Esta distorção é causada pela limitação do sinal a banda passante quando ele
atravessa determinados equipamentos existentes na linha.
Ruídos: Imprevistos - ocorrem aleatoriamente.
9É um dos maiores limitantes do desempenho em sistemas de comunicação.
9A quantidade de ruído presente numa transmissão é medida em termos da razão
entre a potência do sinal e a potência do ruído, denominada razão sinal-ruído.
9Basicamente existem 4 tipos de ruídos:
1. Ruído Térmico Provocado pela agitação dos elétrons no fio
9Conhecido também por ruído branco
9Quanto maior a temperatura, maior o ruído
9 Para combatê-lo aumenta-se a amplitude do sinal (30db diferença)
2. Ruído de Intermodulação Ocorre quando sinais de diferentes frequências
ocupam o mesmo meio de transmissão.
3. Crosstalk Caracteriza-se pelo ruído originado pelo fato de um canal sofrer
influência de um sinal que está sendo transmitido em outro canal (diafonia).
9Causado pela interferência entre condutores próximos que induzem sinais entre si.
9Conhecido como linha cruzada
4. Ruído impulsivo são impulsos que surgem de forma aleatória, as vezes, com
maior amplitude que o sinal. Classificam-se em:
•Naturais: Raios, explosões solares
•Modem e ETD: O próprio modem e o ETD podem gerar ruído impulsivo através dos
encaixes mal-ajustados, soldas ruins, falhas no circuito, contatos sujos, etc.
•Radar: Algumas vezes, linhas de potência ou transmissão de radar podem causar
interferência.
•Artificiais, provocadas pelo homem: Situações como operação de reles, ignição
automotivas, impulsos de comutação, discagens nas centrais telefônicas, etc, podem
causar ruído impulsivo.
9Causado pela comutação de circuitos telefônicos, centelhamento de circuitos
elétricos (motores, raios).
Prof. Sérgio Furgeri 3
Distorção X Ruído
Através da adição de componentes elétricos ao canal, os efeitos da distorção podem
ser minimizados ou, até mesmo, eliminados. Porém, devido a característica de
imprevisibilidade do ruído, a sua minimização torna-se difícil e, em alguns casos,
impossível.

Exercícios para a fixação do conteúdo:


1 - Assinale a alternativa incorreta com relação ao sistema telefônico:
a) Possui equalizadores para melhorar a qualidade do sinal
b) Possui multiplecadores entre as centrais para aumentar a velocidade
c) O canal telefônico foi projetado inicialmente para suportar tráfego de voz
d) O sistema convencional é composto por um par trançado
2 - Qual a diferença básica entre o sistema de pulso e de tom?
3 - A linha _________ une dois equipamentos diretamente, sem passá-los pela central, permitindo
geralmente altas velocidades de transmissão.
4 - Para eliminar distorções de amplitude na linha telefônica são instalados na linha:
a) capacitores
b) resitores
c) condutores
d) bobinas
5 - Qual o problema causado pela degeneração do sinal da linha?
6 - Qual a diferença básica entre uma distorção e um ruído?
7 - A unidade de medida da atenuação é o ________.
8 - Dentre as alternativas abaixo, qual não pode ser considerada uma distorção:
a) Atenuação
b) Ruído branco
c) Eco
d) Distúrbios na Harmônica
9 - Quais os tipos de degeneração que atuam ou influenciam na freqüência do sinal?
10 - Quando uma freqüência chega primeiro que outra em uma transmissão ocorre a ____________.
11 - Um disturbio que surge em função da variação da impedância no meio de transmissão:
a) Ruído termico
b) intermodulação
c) reflexão
d) linha cruzada
12 - Qual a influência do ruído impulsivo nos dois tipos de transmissão: digital e analógica.
13 - O que é relizado para combater o ruído branco?
14 - O que é feito para se reduzir os efeitos causados pelas distorções?
15 - Cite alguns equipamentos geradores de ruídos:
16 – O que é linha pupinizada e qual o seu objetivo?
17 – Como combater a influência do ruído branco?

Prof. Sérgio Furgeri 4