Você está na página 1de 33

SISTEMAS OPERACIONAIS

WINDOWS
1º PARTE

1 HISTORIA DOS SISTEMAS OPERACIONAIS

2 HISTORIA DO MICROSOFT WINDOWS

3 INICIALIZAÇÃO DO SISTEMA

4 CLIENTE & SERVIDOR

5 DOMINIO
SISTEMAS OPERACIONAIS
WINDOWS
1º PARTE

1 HISTORIA DOS SISTEMAS OPERACIONAIS

2 HISTORIA DO MICROSOFT WINDOWS

3 INICIALIZAÇÃO DO SISTEMA

4 CLIENTE & SERVIDOR

5 DOMINIO
Sistemas Operacionais
Historia dos Sistemas Operacionais

Um sistema operacional é um programa ou um conjunto de


programas cuja função é gerenciar o hardware e dispositivos
de um computador é ele que define quais processos
receberão prioridade de processamento, gerenciar
memória,disco, periféricos, serviços, protocolos, criar um
sistema de arquivos, compartilhamento de recursos e etc.....

Uma das principais funções do S.O (Sistema Operacional) é


a de fornecer uma interface entre o computador e o usuário.

Logo após o processo de bootstrapping o sistema


operacional assume o controle do computador até que o
mesmo seja desligado.
Sistemas Operacionais
Historia dos Sistemas Operacionais

Sistema Operacional
Um conjunto de programas que se situa entre os
softwares aplicativos e o hardware:
 Gerenciar os recursos do computador (CPU, periféricos).
 Interface com o usuário.
 Execução de serviços de rede e protocolos
 Compartilhamento recursos
 Controle do Hardware
Sistemas Operacionais
Historia dos Sistemas Operacionais

Software Básico
Todos os programas relacionados à coordenação das
operações do computador.
Exemplos:
 Sistemas operacionais.
 Conversores de linguagem (convertem código de programa para
uma forma legível por máquina)
 Programas utilitários (executam tarefas secundárias)
Historia dos Sistemas Operacionais
Sistemas Operacionais

Kernel (Núcleo)
Principal componente do Sistema Operacional responsável por:

 Gerenciamento de Processos
 Gerenciamento de Memória
 Gerenciamento de dispositivos
 Gerenciamento de dispositivos de entrada/saída
Sistemas Operacionais
Inicialização do Sistema
Thread é um pequeno programa que trabalha como um subsistema, sendo uma
forma de um processo se autodividir em duas ou mais tarefas. É o termo em inglês
para Linha ou Encadeamento de Execução.
Linha ou Encadeamento de execução (em inglês: Thread), é uma forma de
um processo dividir a si mesmo em duas ou mais tarefas que podem ser
executadas concorrencialmente. O suporte à thread é fornecido pelo
próprio sistema operacional, no caso da linha de execução ao nível do núcleo
(em inglês: Kernel-Level Thread (KLT)), ou implementada através de uma
biblioteca de uma determinada linguagem, no caso de uma User-Level Thread
(ULT).
Uma thread permite, por exemplo, que o usuário de um programa utilize uma
funcionalidade do ambiente enquanto outras linhas de execução realizam outros
cálculos e operações.

Em hardwares equipados com uma única CPU, cada thread é processada de


forma aparentemente simultânea, pois a mudança entre uma thread e outra é
feita de forma tão rápida que para o utilizador, isso está acontecendo
paralelamente. Em hardwares com múltiplos CPUs ou multi-cores, as threads
são realizadas realmente de forma simultânea.
Os sistemas que suportam uma única thread (em real execução) são chamados
de monothread enquanto que os sistemas que suportam múltiplas threads são
chamados demultithread.
Sistemas Operacionais
Inicialização do Sistema
Sistemas Operacionais
Inicialização do Sistema
Sistemas Operacionais
Historia dos Sistemas Operacionais

1º Geração (1945 – 1955) de computadores não possuíam sistemas


operacionais, e os computadores eram enormes chegava a ocupavam uma
sala inteira e eram feitos de válvulas e painéis.

O funcionamento era manual, através de chaves fios e luzes e a cada minuto


queimavam varias válvulas.

2º Geração 1955-1960

Utilizavam sistemas em lotes (batch systems), a base era em cima de um


sistema monitor que usado para enfileirar as tarefas (jobs),

O sistema era feito de um conjunto de cartões perfurados que era utilizado


como um programa, era utilizado um compilador que normalmente era
utilizado a linguagem Fortran ou Cobol e usava uma linguagem de controle
chamada JCL (job control language).
Sistemas Operacionais
Historia dos Sistemas Operacionais

Os primeiros sistemas operacionais eram feitos sob demanda, e de forma


exclusiva, pois cada mainframe que era vendido possuía um sistema operacional
específico para um determinado fim.

Esta limitação se dava ao fato de que haviam diversas arquiteturas de diferentes


linguagens de máquina utilizada.

Os sistemas eram monousuários e já não mais utilizavam todo aquele trabalho


manual das gerações anteriores, pois os (jobs) eram automáticos bastando
apenas de uma pessoa para trocar os cartões perfurados.

O 1º sistema operacional genérico foi criado pelo Instituto de Tecnologia de


Massachusetts (MIT) e lançado em novembro de 1961 o nome deste sistema era o
Compatible Time-Sharing System (CTSS) o hardware utilizado foi o IBM 7090 no
começo não funcionava direito, levou 02 anos para se tornar funcional
Sistemas Operacionais
Historia dos Sistemas Operacionais

Outras empresas como a AT&T e General Eletric se uniram para desenvolver um


sistema operacional com o objetivo de suportar muitos usuários, em 1964 nasce
o MULTICS (Multiplexed Information and Computing Service), a principio ele foi
criado para atende a General Eletric , mas os Laboratórios Bell (que é um braço da
AT&T na área de Desenvolvimento), abandonou o projeto em 1969, e vendeu o
sistema para a Honeywell .

1969 mesmo depois do fracasso comercial do MULTICS a AT&T e a General


Eletric utilizou ele como base para o desenvolvimento do UNICS que mais tarde
seria chamado de UNIX

O UNIX inspirou muitos outros sistemas tais como:


 HP-UX,
 BSD ( FreeBSD, NetBSD ,OpenBSD e etc...)
 Linux (e seus derivados: Susi, Mandrake, Mandriva, Fedora, Red Hat,
Conectiva e etc...
 Mac OS
Sistemas Operacionais
Historia dos Sistemas Operacionais

As linguagens de computadores eram escritas inicialmente em assembly, e depois


foram evoluindo até surgir outras linguagem como:

 Linguagem B
 Linguagem C

Os sistemas operacionais eram feitos para o uso corporativo com o passar dos
anos o sonho de um computador pessoal (PC) levaram os fundadores da Microsoft
a comprar por US$ 50,000 o QDOS (Quick and Dirty Operating System), que teve
seu nome mudado para MS-DOS (Disk Operating System) e venderam em forma
de licença de uso para os computadores pessoais da poderosa IBM

Os computadores pessoais não eram atraentes e a interface com o usuário era em


forma de linha de comando, a maioria das pessoas que se interessavam por um
PC eram pessoas ligadas a área da informática.

Um projeto que audacioso que mudou a historia de como nos relacionamos com
um computador foi abandonado pela empresa XEROX PARC (Centro de
Pesquisa de Palo Alto)
Sistemas Operacionais
Historia dos Sistemas Operacionais

Depois do advento da Tela gráfica GUI (Graphical User Interface) criado pelo
Instituto de Pesquisa em Stanford, a Xerox PARC desenvolve um sistema
operacional com tela gráfica com um dispositivo que viria ser uma das maiores
invenções da informática, o mouse que foi um marco tecnológico

A tela gráfica aproximou o usuário comum do universo computacional que outrora


era de exclusividade de pessoas que estudavam ou trabalhavam com tecnologia

A Apple ficou milionária com a tela gráfica e o mouse, porem a Microsoft soube
explorar esta tecnologia como ninguém, distribuindo o Microsoft Windows em
diversas arquiteturas de hardware e tirando o monopólio das empresas de
tecnologia tais como: HP, IBM e Apple que vendiam sistemas atrelados a um
hardware especifico onde o End-User não tinha poder de escolha como ocorre
hoje onde podemos não só escolher o nosso hardware mais também qual o
sistema que queremos usar.

Mais quem tornou isto realmente democrático com certeza foi o surgimento do
LINUX
SISTEMAS OPERACIONAIS
WINDOWS
1º PARTE

1 HISTORIA DOS SISTEMAS OPERACIONAIS

2 HISTORIA DO MICROSOFT WINDOWS

3 INICIALIZAÇÃO DO SISTEMA

4 CLIENTE & SERVIDOR

5 DOMINIO
Sistemas Operacionais
Historia do Microsoft Windows

O mundo é
predominantemente
Microsoft
1 Windows XP 48.17%
2 Windows 7 17.02%
3 Windows Vista 16.60%
4 Mac OS X 4.84%
5 Linux 1.45%
6 Windows 2003 1.02%
7 iPhone OSX 0.56%
8 Windows 2000 0.31%
9 WAP 0.12%
10 Android 0.08%

Fonte: http://www.w3counter.com/globalstats.php
Sistemas Operacionais
Historia do Microsoft Windows

NT Ver. Nome comercial Edições Data de Lançamento


NT 3.1 Windows NT 3.1 Advanced Server e Workstation 27 de Julho de 1993
NT 3.5 Windows NT 3.5 Workstation e Server 21 de Setembro de 1994
NT 3.51 Windows NT 3.51 Workstation e Server 30 de Maio de 1995
Workstation, Server, Server
NT 4.0 Windows NT 4.0 Enterprise Edition, Terminal 29 de Julho de 1996
Server, Embedded
Professional, Server, Advanced
NT 5.0 Windows 2000 17 de Fevereiro de 2000
Server, Datacenter Server
Home, Professional, 64-bit
Edition (Itanium), Media Center
(original, 2003, 2004 & 2005),
NT 5.1 Windows XP 25 de Outubro de 2001
Tablet PC (original e 2005),
Starter, Embedded, Home N,
Professional N
Windows
NT 5.1 Fundamentals for N/A 08/jul/06
Legacy PCs
Sistemas Operacionais
Historia do Microsoft Windows

NT Ver. Nome comercial Edições Data de Lançamento


64-bit Edition Versão 2003
NT 5.2 Windows XP 28 March 2003
(Itanium)
Standard, Enterprise,
NT 5.2 Windows Server 2003 Datacenter, Web, Small 24 de Abril de 2003
Business Server
NT 5.2 Windows XP (x64) Professional x64 Edition 25 de Abril de 2005
NT 5.2 Windows Home Server N/A 16/jul/07
Starter, Home Basic, Home Empresas: Novembro 2006
NT 6.0 Windows Vista Premium, Business, Enterprise, Lançamento oficial: 30 de
Ultimate Janeiro de 2007
Standard, Enterprise, Empresas: Julho 2007
NT 6.1 Windows Server 2008 Datacenter, Web, Small Lançamento oficial: 27 de
Business Server fevereiro de 2008
Starter, Home Basic, Home
Empresas: 22 de Outubro de
NT 6.1 Windows 7 Premium, Professional,
2009.
Enterprise, Business e Ultimate
Foundation, Standard,
Windows Server 2008 Enterprise, Datacenter, Web
NT 6.1 22/out/09
R2 Server, HPC Server, Itanium-
Based Systems
SISTEMAS OPERACIONAIS
WINDOWS
1º PARTE

1 HISTORIA DOS SISTEMAS OPERACIONAIS

2 HISTORIA DO MICROSOFT WINDOWS

3 INICIALIZAÇÃO DO SISTEMA

4 CLIENTE & SERVIDOR

5 DOMINIO
Sistemas Operacionais
Inicialização do Sistema

Bootstrapping é um termo de origem inglesa que se


originou na década de 1880 como um acessório para
ajudar a calçar botas, e gradualmente adquiriu uma
coleção de significados metafóricos adicionais.

O tema comum a todos esses significados é a realização


de um processo sem ajuda externa, mas com etapas de
facilitação interna.

Algumas botas são feitas com tiras de couro salientes na


parte traseira do cano, facilitando o processo de calçá-las.

Este termo é famoso na área de informática, onde tornou-


se uma metáfora bastante difundida para a inicialização de
sistemas.
Sistemas Operacionais
Inicialização do Sistema

Diversos equipamentos possuem um sistema operacional,


Computadores, Roteadores, Modem, impressoras, celulares e
etc...

Com o avanço da informática muitos equipamentos


receberam sistemas de inicialização e de controle das
funções destes dispositivos.

É claro que alguns dispositivos possuem sistemas apenas


para tornar o torná-los funcional , não são tão complexos e
completos como os sistemas operacionais dos computadores
que necessitam de processamento e de memórias cada vez
maiores a fim de torná-los funcionais
Sistemas Operacionais
Inicialização do Sistema

POST Emite um
(Power-on-Self Test) sinal sonoro

Se tudo
Liga o computador
estiver OK
BIOS
(Basic Input Output System)

Memória RAM
(0x0000)

Gerenciador de BOOT Gerenciador de BOOT


(PBR Boot Loader ) (MBR Boot Loader )

KERNEL
Sistemas Operacionais
Inicialização do Sistema

Processo de
Bootstrapping
Tempo do processo Troca para o modo protegido

CPU em modo real CPU em modo protegido

Inicializaçã Inicialização Processo do


Inicialização MBR
o rápida do completa do modo
BIOS Master Boot Boot Loader
Kernel Kernel primeiro
Record
usuário

Serviços
Serviços de BIOS do Kernel

HARDWARE
Sistemas Operacionais
Inicialização do Sistema
SISTEMAS OPERACIONAIS
WINDOWS
1º PARTE

1 HISTORIA DOS SISTEMAS OPERACIONAIS

2 HISTORIA DO MICROFOST WINDOWS

3 INICIALIZAÇÃO DO SISTEMA

4 CLIENTE & SERVIDOR

5 DOMINIO
Sistemas Operacionais
Cliente & Servidor

O conceito de cliente servidor:

 Cliente: Qualquer pessoa, recurso ou processo


ativo que enviam solicitações a outros
computadores os dispositivos que provem serviços
em uma rede de computadores

 Servidor : Qualquer computador ou dispositivo


que compartilha serviços ou recursos em uma rede
de computadores, independente do sistema
operacional que este computador ou recurso possua
Sistemas Operacionais
Cliente & Servidor

Um computador na rede que compartilha de arquivos, independente se o Sistema


Operacional é especifico para servidor ou não, neste momento quem provem os
recursos é o servidor e quem utiliza destes recursos é o cliente.
Cliente

Cliente

Cliente
Servidor

Cliente

Cliente
SISTEMAS OPERACIONAIS
WINDOWS
1º PARTE

1 HISTORIA DOS SISTEMAS OPERACIONAIS

2 HISTORIA DO MICROFOST WINDOWS

3 INICIALIZAÇÃO DO SISTEMA

4 CLIENTE & SERVIDOR

5 DOMINIO
Sistemas Operacionais
Domínio

Conceito de domínio Microsoft


O domínio do Windows 2000 e 2003 é uma estrutura lógica onde compartilha
uma central de serviços e diretórios.

A base de dados do diretório contém contas de usuários e segurança da


informação do domínio. No Windows 2000/2003, a base de dados do diretório é
conhecida como uma parte ativa do AD.

No Domínio compõe computadores configurados no Domain Controllers. Com


uma única conta, os usuários podem validar-se no domínio a partir de qualquer
máquina (Onde se tenha autorização), a partir daí, usufruir dos recursos da
rede para os quais o administrador do domínio lhes der permissões.
http://technet.microsoft.com/pt-br/library/cc668412.aspx
Sistemas Operacionais
Domínio
Sistemas Operacionais
Domínio

Conceito de domínio de Internet


Domínio é um nome que serve para localizar e
identificar conjuntos de computadores na Internet.
O nome de domínio foi concebido com o objetivo
de facilitar a memorização dos endereços de
computadores na Internet. Sem ele, teríamos que
memorizar uma seqüência grande de números.