Você está na página 1de 128

VAMP 221

Sistema de Proteção de Arco Voltaico

Istruções de Operação e Configuração


Descrição Técnica
VAMP 221 Sistema de Proteção de Arco-Voltaico VAMP Ltd
Instruções de Operação e Configuração

2 Suporte técnico Vamp 24h: +358 (0)20 753 3264 VM221.PO009


VAMP Ltd Sistema de Proteção de Arco-Voltaico VAMP 221
Instruções de Operação e Configuração

Índice

1. Introdução ..............................................................................4
1.1. Componentes do Sistema de Proteção de Arco-
Voltaico VAMP 221 .............................................................4
1.1.1. Unidade Central VAMP 221 .....................................6
1.1.2. Unidades de Entradas/Saídas VAM 10L, VAM 3L e
VAM 4C...................................................................................7
1.1.3. Sensores de Arco VA1DA, VA1EH, ARC-SLx e
VA1DP .....................................................................................8
1.1.4. Outros Componentes do Sistema........................ 12
1.2. Operação Segura............................................................ 13
2. Interface com o Usuário......................................................14
2.1. Painel da Unidade Central VAMP 221 ......................... 14
2.1.1. Display e Indicação de Status.............................. 15
2.1.2. Programando as switches..................................... 16
2.1.3. Navegando nos Menus ......................................... 17
2.2. Painel frontal das Unidades de Entradas/Saídas........ 18
2.2.1. VAM 10 L - Painel Frontal ....................................... 19
2.2.2. VAM 3 L - Painel Frontal ......................................... 20
2.2.3. VAM 4C - Painel Frontal......................................... 21
2.2.4. VAR 4 CE - Painel Frontal ....................................... 22
3. Operação do Sistema de Proteção de Arco VAMP 221 .23
3.1. Indicações de Status do Sistema .................................. 23
3.1.1. Ocorrência do Arco............................................... 24
3.1.2. Alarme de Sobrecorrente ..................................... 25
3.1.3. Alarme de Auto-Supervisão.................................. 27
3.1.4. Códigos da Falta.................................................... 28
3.2. Usando as Switches de Programação ......................... 34
3.2.1. Cofigurando as Switches da Unidade Central.. 35
3.2.2. Programando as Switches dos Escravos............. 36
3.3. Ajustando o valor de sobrecorrente............................. 38
3.4. Configurando o Sistema de Proteção de Arco.......... 40
3.4.1. Verificando a configuração do sistema ............ 42
4. Comissionamento do Sistema ............................................44
4.1. Teste - introdução ............................................................ 44
4.2. Realizando o Teste........................................................... 45

VM221.PO009 Suporte técnico Vamp 24h: +358 (0)20 753 3264 3


VAMP 221 Sistema de Proteção de Arco-Voltaico VAMP Ltd
Instruções de Operação e Configuração

1. Introdução
A primeira parte deste manual contém uma descrição geral do
Sistema de Proteção de Arco VAMP221, seus componentes e
funcionalidades. Ele também inclui instruções de
parametrização, configuração e de troca de ajustes.
A segunda parte contém uma descrição detalhada das funções
de proteção, exemplos de aplicações e dados técnicos.
O guia de instalação e implementação foi publicado em um
manual separado, que possui o código (VMMC.EN005).

1.1. Componentes do Sistema de


Proteção de Arco-Voltaico VAMP 221
O VAMP221 é um sistema extemamente simples e flexivel para
a proteção contra arco-voltaico em sistema de proteção. Ele
reduz significantemente o risco de danos pessoais e perdas de
produção/equipamentos causadas por um arco-voltaico.
São características do VAMP221:
• Operação em 7ms
• Localização do arco-voltaico
• 4 zonas de proteção seletivas
• Sistema de autosupervisão
• Cabeamento utilizando cabos universais
• Configuração automática do sistema
• Medição da corrente de fase
• Medição da corrente de neutro
VAMP 221 foi desenvolvido de acordo com as normas mais
atuais de imunidade a interferência eletromagnética.

4 Suporte técnico Vamp 24h: +358 (0)20 753 3264 VM221.PO009


VAMP Ltd Sistema de Proteção de Arco-Voltaico VAMP 221
Instruções de Operação e Configuração

Figura 1.1-1 Sistema de Proteção de Arco-Voltaico VAMP 221

VAMP 221 é um sistema modular composto por uma unidade


central, unidades de entrada/saídas, sensores de arco e
múltiplos contatos.
Graças a sua modularidade, o sistema pode ser adaptado a
diferentes topologias desde sistemas simples, com uma unidade
central e uma unidade de entradas/saídas até sistemas
complexos com várias unidades.
O sistema de proteção de arco VAMP221 foi desenvolvido para
cubículos de média e baixa tensão. Ele pode ser aplicado em
novos cubículos ou em cubículos já existentes.

VM221.PO009 Suporte técnico Vamp 24h: +358 (0)20 753 3264 5


VAMP 221 Sistema de Proteção de Arco-Voltaico VAMP Ltd
Instruções de Operação e Configuração

1.1.1. Unidade Central VAMP 221

Figura 1.1.1-1 Unidade Central VAMP 221

A unidade central VAMP221 tem as seguintes funções:


• Ativação por sobrecorrente em 3 fases
• Alternativamente, proteção de sobrecorrente de 1 fases
e detecção de falta a arco para a terra
• Estágio de proteção de falha do disjuntor (CBFP)
• Critérios de trip opcionais (I>&L>, Io>&L> or L>)
• 2 grupos de trip independentes
• 4 contatos de trip
• 4 zonas de proteção
• Entradas/Saídas binárias para informação de
sobrecorrente e luz
• Indicação de status, falta e trip
• Comporta até 16 elementos de entradas/saídas
• Auto-supervisão

6 Suporte técnico Vamp 24h: +358 (0)20 753 3264 VM221.PO009


VAMP Ltd Sistema de Proteção de Arco-Voltaico VAMP 221
Instruções de Operação e Configuração

1.1.2. Unidades de Entradas/Saídas VAM 10L, VAM


3L e VAM 4C
16 15 14 13 12 11 10 9 8 7 6 5 4 3 2 1
X2
VAM 10L

MOELLER COM 1 COM 2

SW1
SENSOR
L> ext/int OK
Latch
L+I / L
POWER
ACT
Zone COM
TRIP
ERROR
Addr.

SENSOR INPUTS
1 2 3 4 5 6 7 8 9 10

X1 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20

16 15 14 13 12 11 10 9 8 7 6 5 4 3 2 1
X2
VAM 4C
COM 1 COM 2
SW1

Zone1
Zone2
Zone3 TRIP
Zone4

Addr.
4.0 POWER
2.0 COM
x In 1.0 ERROR
0.5

CURRENT TRANSFORMER 0.1


L1 L2 L3

X1 L1/L3 L2/Io

16 15 14 13 12 11 10 9 8 7 6 5 4 3 2 1
X2
VAM 3L
COM 1 COM 2

SW1
SENSOR
BI/O OK
Latch
L+I / L
POWER
ACT
Zone COM
TRIP
Addr.
ERROR

SENSOR INPUTS
CH1 CH2 CH3

R1 T1 R2 T2 R3 T3

VAM_family

Figura 1.1.2-1 Unidades de Entradas/Saídas VAM 10L, VAM 3L e VAM 4C

• Sensores são conectados a unidade central via as


unidades de entradas/saídas .
• VAM 10 L acomoda até 3 sensores pontuais.
• VAM 3 L acomoda até 3 sensores em fibra ótica.
• VAM 3 C acomoda até entradas para 3 correntes
• As unidades de entradas/saídas possuem 1 contato de
trip.
• Indicação do sensor ativo.
• Endereçamento da zona de proteção(max. 4 zonas) .
• Conexão para o sensor de arco portátil (VAM 10L and
3L).
• Livre aplicação para os cubículos.
• Ligação entre unidades feita através de cabos
padronizados.

VM221.PO009 Suporte técnico Vamp 24h: +358 (0)20 753 3264 7


VAMP 221 Sistema de Proteção de Arco-Voltaico VAMP Ltd
Instruções de Operação e Configuração

1.1.3. Sensores de Arco VA1DA, VA1EH, ARC-SLx e


VA1DP
Os sensores são colocados nos cubículos para enviar informação
de luz para as unidades de entrada/saída.

Sensor de Arco VA1DA

Figura 1.1.3-1 Sensor de Arco VA1DA

• Uma luz forte é transformada em um sinal de corrente


pelo sensor.
• VAM 10 L transfere o sinal de corrente para a unidade
mestre.
• O tamanho padrão dos cabos é 6m e 20m.
• Este tipo de sensor oferece uma ótima relação
custo/benefício.
• Fácil de instalar e reparar (após a ocorrência de arco;
por exemplo).
• A instalação normalmente envolve 1 sensor para cada
compartimento do cubículo
• Sensor de arco auto-supervisionado.

8 Suporte técnico Vamp 24h: +358 (0)20 753 3264 VM221.PO009


VAMP Ltd Sistema de Proteção de Arco-Voltaico VAMP 221
Instruções de Operação e Configuração

Sensor de Arco VA1EH

Figura 1.1.3-2 Sensor de Arco VA1EH

• Uma luz forte é transformada em um sinal de corrente


pelo sensor.
• VAM 10 L transfere o sinal de corrente para a unidade
mestre.
• O tamanho padrão dos cabos é 6m e 20m.
• Este tipo de sensor oferece uma ótima relação
custo/benefício.
• O sensor é instalado num tubo, monitorando uma
determinada zona.
• Sensor de arco auto-supervisionado.

VM221.PO009 Suporte técnico Vamp 24h: +358 (0)20 753 3264 9


VAMP 221 Sistema de Proteção de Arco-Voltaico VAMP Ltd
Instruções de Operação e Configuração

Sensor de Arco em Fibra Ótica ARC –SLx

Figura 1.1.3-3 Sensor de Arco em Fibra Ótica ARC-SLx

• O sensor em fibra é feito através de uma fibra ótica


ultra-resistente desenvolvida nos comprimentos 10, 15,
20, 25, 30 e 35 metros.
• Os primeiros 2,5 metros da fibra são imunes a luz.
• A luz detectada é eniviada ao VAM3L através da fibra
ótica.
• A fibra é instalada para supervisionar vários
compartimentos.
• Esta solução tem um ótimo custo/benefício para
aplicações em cubículos que possuem vários
compartimentos.
• Sensor de arco auto-supervisionado.

10 Suporte técnico Vamp 24h: +358 (0)20 753 3264 VM221.PO009


VAMP Ltd Sistema de Proteção de Arco-Voltaico VAMP 221
Instruções de Operação e Configuração

Sensor de Arco Portátil VA1DP

Figura 1.1.3-4 Sensor de Arco Portátil VA1DP

• Fornece a proteção pessoal aos encarregados de


trabalhar com equipamentos energizados.
• Ele pode ser conectado as unidades de entrada/saídas
VAM10L e VAM3L.
• Comprimento do cabo é de 5m.
• O sensor é desenvolviso para se colocado a roupa de
trabalho do encarregado da manutenção.

VM221.PO009 Suporte técnico Vamp 24h: +358 (0)20 753 3264 11


VAMP 221 Sistema de Proteção de Arco-Voltaico VAMP Ltd
Instruções de Operação e Configuração

1.1.4. Outros Componentes do Sistema


Multiplicador de Contatos VAR 4 CE

Figura 1.1.4-1 Multiplicador de Contatos VAR 4 CE

• 4 contatos de trip secos.


• Tempo de operação de 5ms
• Controlado pelo contato de trip das unidades de
entrada/saídas ou saída digital do relé.

12 Suporte técnico Vamp 24h: +358 (0)20 753 3264 VM221.PO009


VAMP Ltd Sistema de Proteção de Arco-Voltaico VAMP 221
Instruções de Operação e Configuração

Cabo Modular VX001

Figura 1.1.4-2 Cabo Modular VX001

As unidades de entrada/saídas e mestras podem ser conectados


através de um cabo aprovado pelo fabricante. Ele é equipado
com conectores para fácil utilização no campo.
Você também pode utilizar um cabo de instrumentação que
neste caso será conectado através dos terminais apropriados da
unidade central/ entradas e saídas .
Os cabos modulares estão disponíveis nos comprimentos 1, 3, 5,
7, 10, 15, 20, 25, 30, 40 e 50 metros. Se necessário,
comprimentos maiores que 10 metros também podem ser
fornecidos.
Observação!
O comprimento total do cabo modular da unidade central até a
última unidade de entradas/saídas não pode exceder 100
metros.

1.2. Operação Segura


Tensões perigosas podem ocorrer no painel trazeiro da unidade
central se a fonte de alimentação for desconectada. Não abra
um circuito energizado de corrente. Para abri-lo, não esqueça
de antecipadamente retirar a corrente do circuito. Leia com
atenção normas locais de segurança.
Leia cuidadosamente essas instruções antes de iniciar a
operação do equipamento.

VM221.PO009 Suporte técnico Vamp 24h: +358 (0)20 753 3264 13


VAMP 221 Sistema de Proteção de Arco-Voltaico VAMP Ltd
Instruções de Operação e Configuração

2. Interface com o Usuário


O controle das funções de proteção do sistema de proteção de
arco-voltaico VAMP221 são implementadas no equipamento
através dos botões localizados na unidade central. As
informações do status do equipamento e de operação também
podem ser lidos no mestre através do seu display e leds
destinados a este fim.

2.1. Painel da Unidade Central VAMP 221

VAMP 221
Arc Protection Relay

Run

Install

Info Power Trip 1

Temp set Com Trip 2

Temp Error Trip 3

Current Trip 4

Error code I>int.

Latch 1
OFF ON
non Latch I>ext.
L> & I>2 L>
CBFP 3 Fast
100 ms 4 150 ms
5
6 Relay Matrix
7
Master 8 Slave

1A
5A

L1,L3 4 x In
0.5
1.5
5.0
L2/Io 1.0 x In
0.05

VY 069A

VAMP221_front

Figura 2.1-1 Unidade Central VAMP 221 - painel frontal

O painel frontal da unidade mestra contém os botões de


programação e controle do sistema, as dip-switches para
controlar a operação da unidade central.

14 Suporte técnico Vamp 24h: +358 (0)20 753 3264 VM221.PO009


VAMP Ltd Sistema de Proteção de Arco-Voltaico VAMP 221
Instruções de Operação e Configuração

2.1.1. Display e Indicação de Status

VAMP 221
Arc Protection Relay

1
Run

Install 2 3
Info Power Trip 1

Temp set

Temp
4
5
Com

Error
Trip 2

Trip 3 6
Current Trip 4

Error code 7 I>int.

8 I>ext.

VMAP221_disp

Figura 2.1.1-1 Unidade Central VAMP 221 - indicações de status no display

1. Luzes de indicação de status, veja o item "Navegando nos


menus"
RUN operação normal
INSTALL configuração do sistema
INFO verificação da configuração do sistema
TEMP SET reservada para uso futuro
TEMP reservada para uso futuro
CURRENT limite de ajuste de corrente e indicação de
medição
ERROR leitura e retirada de alguma falha interna

2. Display
3. O led indicador POWER, mostra que a fonte de tensão está
em ordem e o equipamento está ligado.
4. O led indicador COM , brilha durante o modo de instalação
quando a unidade central e as unidades de entradas/saídas
estão se comunicando.
5. O led indicador ERROR mostra que alguma falta interna foi
encontrada durante o self-test do relé. Observação : a luz
também pode brilhar no modo normal (visível apenas no
escuroi.
6. Luz indicadora de trip, mostra que algum estágio de trip foi
ativado.
7. O led I>, indica que houve uma ativação de sobrecorrente
na unidade central.
8. O led I> indica que houve uma ativação de sobrecorrente
fora da unidade central.

VM221.PO009 Suporte técnico Vamp 24h: +358 (0)20 753 3264 15


VAMP 221 Sistema de Proteção de Arco-Voltaico VAMP Ltd
Instruções de Operação e Configuração

Observação!
Qualquer ondulação no display é devido a sua taxa de
reativação.
Observação!
Movendo os menus de operação não afeta a operação do relé de
proteção de arco; O sistema está preparado para atuar uma vez
que esteja configurado e sua unidade central esteja energizada .

2.1.2. Programando as switches


1 OFF ON
5
Latch 1 non Latch
L> & I>2 L>
CBFP 3 Fast
100 ms 4
5
150 ms
6
8
6 Relay Matrix
7
Master 8 Slave

2 1A
5A

6 7
3 L1,L3 4

1.5
0.5
x In

5.0
4 L2/Io 1.0
0.05
x In

VY 069A

VAMP221_keyb

Figura 2.1.2-1 Botões e switches de programação

1. Switches de programação para a matriz de relés.


2. Swich de seleção para corrente secundária do TC.
3. Ajuste de sobrecorrente (IL1, IL3), faixa de ajuste 0.5…6xIn
4. Ajuste de sobrecorrente (IL1, Io), faixa de ajuste 0.05…5xIn
5. Teclas de navegação
6. O botão SET é usado para ativar funções.
7. O botão ENTER é usado para executar alguma função.
8. A porta de comunicação é utilizada para atualizações do
software interno do relé, que não é necessária na operação
normal.
Para maiores detalhes da matriz de contatos, veja o item 3.3,
"Usando e programando switches".

16 Suporte técnico Vamp 24h: +358 (0)20 753 3264 VM221.PO009


VAMP Ltd Sistema de Proteção de Arco-Voltaico VAMP 221
Instruções de Operação e Configuração

2.1.3. Navegando nos Menus

RUN RUN
Information of last Use push-button for
activation reset I/O units indicators
(I/O unit no. / sensor no.) and trip relays

RUN
Use push-button for
clearing the memory

INSTALL INSTALL
Number of I/O units and
sensors connected to Use push-button for
central unit configurate the system

INFO INFO
Number of sensors Use push-button for check
in specific number of sensors connected
I/O unit to active I/O unit

TEMP SET
Reserved for
future use

TEMP
Reserved for
future use

CURRENT
Indication of pick-up Use the trimmer for adjust
current and the level of pick-up current
instantaneous currents

ERROR CODE ERROR CODE


Sensor no. or Use push-button for
error code clearing error codes (one
error code in time)

MMI-Guide

Figura 2.1.3-1 Navegando no menu MODE

Selecione o status de operação através das telcas para cima e


para baixo da unidade central.

VM221.PO009 Suporte técnico Vamp 24h: +358 (0)20 753 3264 17


VAMP 221 Sistema de Proteção de Arco-Voltaico VAMP Ltd
Instruções de Operação e Configuração

Para ativar a função, use a tecla S. Um display brilhante indica


que a função está ativada. Pressione E para confirmar a
ativação. Para cancelar, pressione a tecla S novamente.
Use as teclas para esquerda e para direita para visualizar
informações similares as do display, por ecemplo, se você troca
a unidade de entradas e saídas, você pode ir até o modo INFO
e/ou comparar o ajuste de correntes de fase e de terra.
Nota!
Se você não tocar nos botões por 1 minuto, a unidade central
imediatamente retorna para a operação normal (RUN).
Entretanto, o relé estará sempre pronto para operar, mesmo
que o usuário esteja navegando em seus menus.

2.2. Painel frontal das Unidades de


Entradas/Saídas
Normalmente, não é necessário alterar as configurações do
painel frontal durante a operação normalmente desde que a
informação necessária para atuação correta do sistema, esteja
lida na unidade central. De qualquer modo, após uma nova
instalação o sistema irá precisar rever certas configurações
(zones/endereçamentos, contatos de trip) das unidades de
entrada/saída.
NOTA!
Se você retirou os blocos terminais antes da instalação, se
lembre de fixar as chaves após a instalação.

18 Suporte técnico Vamp 24h: +358 (0)20 753 3264 VM221.PO009


VAMP Ltd Sistema de Proteção de Arco-Voltaico VAMP 221
Instruções de Operação e Configuração

2.2.1. VAM 10 L - Painel Frontal


12

16 15 14 13 12 11 10 9 8 7 6 5 4 3 2 1
X2
VAM 10L
6
MOELLER COM 1 COM 2

1
2 SW1
OFF
SENSOR
ON
L> ext/int 1 OK 9
Latch 2 3 POWER
L+I / L 3 ACT 10
Zone
4 4 COM
5 TRIP 11
6
5 ERROR
Addr. 7
8 7
SENSOR INPUTS
1 2 3 4 5 6 7 8 9 10

X1 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20

8
VAM10L

Figura 2.2.1-1 Unidade de I/O´s VAM 10 L

1. Conexão para sensor portátil (VA1DP)


2. Switches de programação
3. Luz indicadora POWER, mostra que o componente está
alimentado corretamente.
4. Luz Indicadora COM indicator light, brilha se o
componente está se comunicando com a unidade central
corretamente. Veja página 16.
5. Luz indicadora ERROR mostra que uma falta interna foi
detectada pelo self test do sistema, que pode ser inclusive
uma troca no número de sensores ou um sensor com
problemas. Veja página 16.
6. Terminal conector para cabos VX001.
7. Leds indicadores da atuação dos sensores.
8. Bloco terminal para 10 sensores de arco.
9. Sensor portátil conectado e operando.
10. Sensor portátil ativado
11. Contato de trip da unidade ativado.
12. Blocos terminais para comunicação externas, canais de
entradas/ saídas e contato de trip.

VM221.PO009 Suporte técnico Vamp 24h: +358 (0)20 753 3264 19


VAMP 221 Sistema de Proteção de Arco-Voltaico VAMP Ltd
Instruções de Operação e Configuração

2.2.2. VAM 3 L - Painel Frontal


12

16 15 14 13 12 11 10 9 8 7 6 5 4 3 2 1
X2
VAM 3L
6
COM 1 COM 2

1
2 SW1
SENSOR
OFF ON
BI/O 1 OK 9
Latch 2 3 POWER
L+I / L 3 ACT 10
Zone
4 4 COM
5 TRIP 11
6
Addr. 7
5 ERROR
8
7
SENSOR INPUTS
CH1 CH2 CH3

R1 T1 R2 T2 R3 T3

8
VAM3L

Figura 2.2.2-1 Unidade VAM3L

1. Conexão para sensor portátil (VA1DP)


2. Switches de programação
3. Luz indicadora POWER, mostra que o componente está
alimentado corretamente.
4. Luz Indicadora COM indicator light, brilha se o
componente está se comunicando com a unidade central
corretamente. Veja página 16.
5. Luz indicadora ERROR mostra que uma falta interna foi
detectada pelo self test do sistema, que pode ser inclusive
uma troca no número de sensores ou um sensor com
problemas. Veja página 16.
6. Terminal conector para cabos VX001.
7. Leds indicadores da atuação dos sensores.
8. Bloco terminal para 3 sensores de arco em fibra.
9. Sensor portátil conectado e operando.
10. Sensor portátil ativado
11. Contato de trip da unidade ativado
12. Blocos terminais para comunicação externas, canais de
entradas/ saídas e contato de trip.

20 Suporte técnico Vamp 24h: +358 (0)20 753 3264 VM221.PO009


VAMP Ltd Sistema de Proteção de Arco-Voltaico VAMP 221
Instruções de Operação e Configuração

2.2.3. VAM 4C - Painel Frontal


12

16 15 14 13 12 11 10 9 8 7 6 5 4 3 2 1
X2
VAM 4C
5
COM 1 COM 2
1 SW1
OFF ON
Zone1 1
Zone2
Zone3
2
3 TRIP 11
Zone4 4
5
6
Addr.
7
4.0 POWER 2
8
13 2.0 COM 3
x In 1.0 ERROR 4
6 0.5

CURRENT TRANSFORMER 0.1


L1 L2 L3

X1 L1/L3 L2/Io

SW2 6 0.5 5 0.05


ON
x In
1234
3 1.0

1A/5A
I> out
Latch

I> in
1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 L1,L3 L2/Io

7 8 9 10

VAM4c

Figura 2.2.3-1Unidade VAM4C

1. Switches de Programação.
2. Luz indicadora POWER, mostra que o componente está
alimentado corretamente.
3. Luz Indicadora COM indicator light, brilha se o
componente está se comunicando com a unidade central
corretamente. Veja página 16.
4. Luz indicadora ERROR mostra que uma falta interna foi
detectada pelo self test do sistema, que pode ser inclusive
uma troca no número de sensores ou um sensor com
problemas. Veja página 16.Connector sockets for the
VX001 modular cables
5. Led indica que estágio I> foi iniciado.
6. Terminais para 3 entradas de corrente.
7. Programação dos TC´s.
8. Ajuste de sobrecorrente (IL1, IL3), faixa de ajuste
0.5…6xIn

VM221.PO009 Suporte técnico Vamp 24h: +358 (0)20 753 3264 21


VAMP 221 Sistema de Proteção de Arco-Voltaico VAMP Ltd
Instruções de Operação e Configuração

9. Ajuste de sobrecorrente (IL1, Io), faixa de


ajuste0.05…5xIn
10. Contato de trip da unidade está ativado.
11. Bloco terminal para comunicação externa, contato de trip
e canais de entradas/saídas.
12. Led indicador para ajuste de corrente.

2.2.4. VAR 4 CE - Painel Frontal

2 3 4 4 4 4
VAR4CE

Figura 2.2.4-1 Multiplicador de contatosVAR 4 CE

1. Led POWER, indica que a fonte de alimentação de


+24VDC foi conectada.
2. Terminais para tensão externa (+24 VDC). Pode ser
suprida ppela unidade central ou pelas unidades de
entradas/saídas.
3. Terminais para recebimento do contato de trip(trip seco).
4. Terminais de envio de trip (4 contatos secos,
normalmente abertos).

22 Suporte técnico Vamp 24h: +358 (0)20 753 3264 VM221.PO009


VAMP Ltd Sistema de Proteção de Arco-Voltaico VAMP 221
Instruções de Operação e Configuração

3. Operação do Sistema de
Proteção de Arco VAMP 221
Em condições normais de operação o sistema de proteção de
arco voltaico requer muito pouca atenção com relação a sua
operação. Embora seja de suma importância para garantir a
segurança da instalação, trata-se de um equipamento de
simples configuração. O intervalo e escopo das rotinas de teste
dependem da legislação local.

3.1. Indicações de Status do Sistema


O sistema de proteção de arco tem diferentes indicações para os
diferentes modos de operação, tais como sensor ativado,
sobrecorrente ativada, proteção de arco atuada e distúrbios. A
configuração do sistema e medicos também podem ser
verificadas durante a operação.

VAMP 221
Arc Protection Relay

Run

Install

Info Power Trip 1

Temp set Com Trip 2

Temp Error Trip 3

Current Trip 4

Error code I>int.

I>ext.

front_normal

Figura 3.1-1 VAMP 221 em modo normal

Em modo normal, somente os leds RUN e POWER ficam acesos


constantemente. O led COM brilha ocasionalmente indicando a
comunicação entre unidades e durante a instalação. O led
POWER das unidades de entradas/saídas também tem que
ficar constantemente ligados e o led COM deve piscar durante a
comunicação.

VM221.PO009 Suporte técnico Vamp 24h: +358 (0)20 753 3264 23


VAMP 221 Sistema de Proteção de Arco-Voltaico VAMP Ltd
Instruções de Operação e Configuração

3.1.1. Ocorrência do Arco

VAMP 221
Arc Protection Relay

Run

Install

Info Power Trip 1

Temp set Com Trip 2

Temp Error Trip 3

Current Trip 4

Error code I>int.

I>ext.

front_arc

Figura 3.1.1-1 VAMP 221 atuou por um arco-voltaico, indicação de


ocorrência na unidade de I/O 1, sensor 1.

SENSOR INPUTS
1 2 3 4 5 6 7 8 9 10

X1 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20

VAM10L_havahtunut

Figura 3.1.1-2 VAM 10L indica luz no canal 1

Quando a proteção de arco é ativada durante uma falta, o relé


ativa os leds indicadores de trip e os leds indicadores dos
contatos que foram atuados.
O display da unidade central mostra qual sensor "enxergou"
primeiro o flash. Esta informação só pode ser visualizada no
modo RUN. Se vários sensores foram atuados durante o arco,
eles podem ser identificados nos leds das unidades de entradas-
saídas.
O endereço dos sensores ativados são armazenados na memória
caso não aconteça um trip. Veja a figura 3.1.1-2. Quando a
informação é transferida via entradas/saídas binárias, a
informação da luz não é visualizada no display e devem ser
localizadas utilizando os relés de proteção da VAMP.

24 Suporte técnico Vamp 24h: +358 (0)20 753 3264 VM221.PO009


VAMP Ltd Sistema de Proteção de Arco-Voltaico VAMP 221
Instruções de Operação e Configuração

RUN

I/O UNIT SENSOR

CLEARING
E OF MEMORY

Light_E

Figura 3.1.1-3 Lendo e Reinicializando a memória do sistema.

Para resetar a memória do sistema, adote o seguinte


procedimento:
• Pressione o botão S e ative o modo RUN.
• Quando o endereçamento pisca no painel frontal,
pressione o botão E.
A memória reseta automaticamente 2 horas após a ativação.

3.1.2. Alarme de Sobrecorrente

VAMP 221
Arc Protection Relay

Run

Install

Info Power Trip 1

Temp set Com Trip 2

Temp Error Trip 3

Current Trip 4

Error code I>int.

I>ext.

fron_overcurrent

Figura 3.1.2-1 VAMP 221 ativado por uma sobrecorrente

0.5

CURRENT TRANSFORMER 0.1


L1 L2 L3

L1/L3 L2/Io
X1

VAM4c_havahtunut

Figura 3.1.2-2 VAM4C indica uma sobrecorrente no canal L2

VM221.PO009 Suporte técnico Vamp 24h: +358 (0)20 753 3264 25


VAMP 221 Sistema de Proteção de Arco-Voltaico VAMP Ltd
Instruções de Operação e Configuração

Quando qualquer componente detecta uma corrente excedendo


o valor de pick-up configurado, ele envia informação para todas
as outras unidades do sistema. O led I> acende na unidade
central indicando a medição de sobrecorrente. Se a informação
de corrente é obtida de for a da unidade central (através de
BI/O ou de uma unidade de medição de corrente), o led I>ext
fica aceso. O led do VAM4C também ficará aceso durante a
ocorrência.
CURRENT

USE THE TRIMMER FOR SET THE LEVEL


OF PICK-UP CURRENT Io/L2

USE THE TRIMMER FOR SET THE LEVEL


OF PICK-UP CURRENT L1/L3

CURRENT IN PHASE 1

CURRENT IN PHASE 2

CURRENT IN PHASE 3

Curren_E

Figura3.1.2-3 Lendo as correntes medidas no modo CORRENTE

Para ler os valores de corrente medidos na unidade central,


siga o seguinte procedimento.
• Selecione o menu CURRENT usando as teclas para
cima e para baixo.
• O valor de corrente de neutro/fase2 aparece no menu
(Io).
• Pressione as teclas para esquerda e para a direita para
visualizar as medições instantâneas de corrente do
sistema.

26 Suporte técnico Vamp 24h: +358 (0)20 753 3264 VM221.PO009


VAMP Ltd Sistema de Proteção de Arco-Voltaico VAMP 221
Instruções de Operação e Configuração

3.1.3. Alarme de Auto-Supervisão

VAMP 221
Arc Protection Relay

Run

Install

Info Power Trip 1

Temp set Com Trip 2

Temp Error Trip 3

Current Trip 4

Error code I>int.

I>ext.

front_intfault

Figura 3.1.3-1 VAMP 221 indicou uma falta interna

A função de auto-supervisão do relé monitora constantemente o


funcionamento do sistema de proteção. A função de auto-
supervisão supervisiona todos os componentes e cabos do
sistema. Quando a autosupervisão detecta uma falta interna,
ela ativa o contato de alarme e a unidade central tem o seu led
de ERROR aceso.
A auto-supervisão gera um código para a falta para uma
melhor identificação por parte do usuário. É possível ver até as
últimas 3 faltas no menu frontal.
Elas são visualizadas no menu ERROR CODE.

ERROR CODE

I/O UNIT ERROR CODE I/O UNIT ERROR CODE I/O UNIT ERROR CODE

CLEARING
E OF MEMORY

Error_E

Figura 3.1.3-2 Lendo e resetanto uma falta interna

Para resetar uma falta interna, siga o seguinte procedimento:


• Pressione o botão S no menu ERROR CODE. O código
do erro começa a brilhar.
• Pressione o botão E para apagar o ultimo erro. Se
houver mais algum, ele aparecerá no menu frontal.
• Uma vez apagados todos os erros, o led do menu
ERROR CODE permanecerá apagado.

NOTA!
Se a falta que gerou o código de erro desaparece sozinha, ela irá
desaparecer da memória 2 horas após do término da falta.

VM221.PO009 Suporte técnico Vamp 24h: +358 (0)20 753 3264 27


VAMP 221 Sistema de Proteção de Arco-Voltaico VAMP Ltd
Instruções de Operação e Configuração

3.1.4. Códigos da Falta


A seguinte tabela lista os códigos de falta e traz um pequeno
descritivo a respeito delas. Uma descrição mais detalhada
também pode ser encontrada nela.

Código Tipo da Falta Causa


10 Erro de configuração Número de sensores
no sistema trocado
11 Unidade de I/O Unidade de I/O defeituosa
defeituosa no sistema
12 Longa ativação BI/O Sensor de arco defeituoso
ou ajuste de sobrecorrente
muito baixo
13 Falta na Canal de comunicação
comunicação defeituoso
14 Falta no canal BI/O Comunicação entre 2
unidades centrais
interrompidas
18 Medição de corrente Erro significante de
desbalanceada corrente medida entre 2
fases
Tabela 3.1.4-1 Códigos de erro internos

28 Suporte técnico Vamp 24h: +358 (0)20 753 3264 VM221.PO009


VAMP Ltd Sistema de Proteção de Arco-Voltaico VAMP 221
Instruções de Operação e Configuração

Erro de Configração no Sistema (código de falta 10)

VAMP 221
Arc Protection Relay

Run

Install

Info Power Trip 1

Temp set Com Trip 2

Temp Error Trip 3

Current Trip 4

Error code I>int.

I>ext.

front_error10

Figura 3.1.4-1 O sistema indica de configuração na unidade I/O que o


endereço é 1.

Este código mostra uma troca na configuração do sistema.


Causas em potencial:
1. Sensores foram adicionados ao sistema após inicialização
do mesmo.
Medições corretivas:
• Cheque as conexões dos sensores das unidades de I/O e
faça novamente a configuração do sistema (veja 3.4.1).
• Se o número de sensores das unidades de I/O´s for
maior que o da unidade central, reconfigure o sistema
(veja 3.4).

2. Um sensor conectado ao sistema pode estar defeituoso ou


com cabeamento rompido.
Medições corretivas:
• Verifique a configuração no menu INFO (veja 3.4.1)
• Se o número de sensores da unidade é menor que o
número dado na unidade central, verifique visualmente
as conexções deles.
• Configure o sistema (see 3.4)
• Se o sistema continua sem encontrar todos os sensores,
desconecte todos eles e repita a configuração após cada
sensor desconectado.
• Uma vez identificado o sensor com problemas, verifique
o enrolamento e troque o sensor se necessário.

NOTA!
A unidade de entradas/saídas normalmente indica 3 sensores,
somente se o número de TC´s conectado é somente 1 ou 2.

VM221.PO009 Suporte técnico Vamp 24h: +358 (0)20 753 3264 29


VAMP 221 Sistema de Proteção de Arco-Voltaico VAMP Ltd
Instruções de Operação e Configuração

Unidade de I/O danificada (código11)

VAMP 221
Arc Protection Relay

Run

Install

Info Power Trip 1

Temp set Com Trip 2

Temp Error Trip 3

Current Trip 4

Error code I>int.

I>ext.

front_error11

Figura 3.1.4-2 O sistema indica unidade defeituosa de I/O´s no endereço 1.

Este erro indica uma unidade de I/O´s defeituosa.


NOTA!
Enquanto esta falta estiver ativada, nenhuma informação de
sensor ativado conectado a unidade defeituosa poderá ser
enviada para a unidade central.
Possíveis causas:
1. Um sensor conectado a unidade permanence ativado por
mais de 3 segundos.
Medidas corretivas:
• Verifique a conexão física do sensor ativado.
• Uma luz forte diretamente enviada ao sensor poderá
ativa-lo.
• Se o sensor de arco não for exposto diretamente a luz,
veja se o cabo do sensor não está curto-circuitado. Se a
falta desaparece, o sensor ou cabo provavelmente
estará danificado. Neste caso, troque o sensor
defeituoso.
• Na unidade de sobrecorrente, verifique o range de
sobrecorrente com os valores dos secunários dos TC´s
compatíveis.
2. O cabo modular conectado as unidades é rompido ou está
com defeito.
Medidas corretivas:
• Verifique a conexão e o status do cabo modular
conectado as unidades de entrada/saída indicados no
código acima.
3. A unidade de entradas/saídas não tem fonte de
alimentação.
Medidas corretivas:

30 Suporte técnico Vamp 24h: +358 (0)20 753 3264 VM221.PO009


VAMP Ltd Sistema de Proteção de Arco-Voltaico VAMP 221
Instruções de Operação e Configuração

• Verifique se o led POWER da unidade está


energizados.
• Se o led não está ligado, verifique se está chegando
tensão nos terminais do equipamento - 24 VDC (X2-1
+24 VDC, X2-2 GND). Se a tensão está ok mas o relé
não energiza, troque a unidade defeituosa.
• Se não há fonte de alimentação, veja um modo do
equipamento ser alimentado pela unidade central ou
por uma fonte externa de alimentação. Verifique a
tensão da fonte externa se necessário.
• Se a tensão chega na unidade central, meça 24 VDC
(X3-2 +24 VDC, X3-1 GND). Se não houver tensão,
troque a unidade central.
4. Unidade de entradas/saídas defeituosa.
Medidas Corretivas:
• Se houver infdicação do led TEST/ERROR e o sensor
não estiver ativado, veja o cabo modular se está
conectado . Se estiver, pode ser um problema na
unidade de entradas/saídas. Neste caso, ela tem que
ser trocada.

Ativação de Entradas/Saídas Brinárias muito longa


(código 12)

VAMP 221
Arc Protection Relay

Run

Install

Info Power Trip 1

Temp set Com Trip 2

Temp Error Trip 3

Current Trip 4

Error code I>int.

I>ext.

front_error12

Figura 3.1.4-3 O sistema indica que as entradas/saídas binárias


permanecem ativas por mais de 3 segundos.

Este código de falta indica que as entradas/saídas binárias


permanecem ativas por mais tempo que a operação normal.
Causas em potencial:
1. Um sensor conectado ao escravo via entradas/saídas
binárias permanence ativado por mais de 3 segundos.
Medidas corretivas:
• Verifique a localização física do sensor ativado.

VM221.PO009 Suporte técnico Vamp 24h: +358 (0)20 753 3264 31


VAMP 221 Sistema de Proteção de Arco-Voltaico VAMP Ltd
Instruções de Operação e Configuração

• Uma luz forte se estiver diretamente iluminando o


sensor pode ativá-lo.
• Se o sensor de arco não estiver exposto diretamente a
luz, troque os condutores do sensor e verifique se o cabo
não está curto-circuitado. Se a falta desaparece, o
sensor provavelmente está com problemas. Neste caso,
troque o sensor.
• Na unidade de sobrecorrente, verifique a faixa de
ajuste de corrente se o valor nominal é compatível com
o secundário do TC.

Falha de comunicação (código 13)

VAMP 221
Arc Protection Relay

Run

Install

Info Power Trip 1

Temp set Com Trip 2

Temp Error Trip 3

Current Trip 4

Error code I>int.

I>ext.

front_error13

Figura 3.1.4-4 O sistema indica um distúrbio na comunicação entre 2


unidades.

Este código da falta indica operação defeituosa da comunicação


do sistema.
Causas em potencial:
1. O cabo modular entre as duas unidades está
desconectado ou com problemas.

Canal de Entradas/Saídas Binárias com problemas


(código 14)

VAMP 221
Arc Protection Relay

Run

Install

Info Power Trip 1

Temp set Com Trip 2

Temp Error Trip 3

Current Trip 4

Error code I>int.

I>ext.

front_error14

Figura 3.1.4-5 O sistema indica um distúrbio na comunicação entre 2


unidades conectadas via entradas/saídas binárias.

32 Suporte técnico Vamp 24h: +358 (0)20 753 3264 VM221.PO009


VAMP Ltd Sistema de Proteção de Arco-Voltaico VAMP 221
Instruções de Operação e Configuração

Este código significa que há um erro na comunicação via


entradas/saídas binárias.
Causas em potencial:
1. Falta no cabo de conexão das Entradas/Saídas Digitais
Medições corretivas:
• Verifique o cabo. Se necessário, troque-o.
2. A unidade central conectada no sistema está defeituosa.
Medições corretivas:
• Verifique as unidades centrais do sistema. Se
necessário, troque-a.

Desbalanço de Corrente (código 18)

VAMP 221
Arc Protection Relay

Run

Install

Info Power Trip 1

Temp set Com Trip 2

Temp Error Trip 3

Current Trip 4

Error code I>int.

I>ext.

front_error18

Figura 3.1.4-6 O sistema indica que está sendo medido um desbalanço


grande de corrente entre os canais.

Esta falta indica que os canais de medição de corrente


detectaram um desbalanço significativo de corrente entre as
fases. Se o canal IL2/I0 estiver sendo usado para corrente de
fase, o seu ajuste deve ser o mesmo dos canais IL1/IL3. Isto
previne erros indevidos do sistema. De qualquer modo, o
sistema compara para desbalanço o erro somente entre duas
fases.
O valor padrão de ajuste da fábrica é 20% das correntes
medidas. O alarme não funciona com correntes menores que 5
%*In, o que previne falsos alarmes.
Causas em potencial:
1. Os TC´s do circuitopossuem diferentes relações de
transformação.
Medições corretivas:
• Verifique a relação de transformação dos TC´s. A
corrente de seqüência zero geralmente é medida no
canal IL2/I0 .

VM221.PO009 Suporte técnico Vamp 24h: +358 (0)20 753 3264 33


VAMP 221 Sistema de Proteção de Arco-Voltaico VAMP Ltd
Instruções de Operação e Configuração

• Conecte TC´s similares as entradas de corrente IL1 e IL3


.
2. O secundário do TC está curto-circuitado.
Medidas corretivas:
• Com um alicate amperímetro, verifique se existe
corrente no circuito.
• Verifique se existe outro componente no circuito e se a
corrente passa através dele.
• Uma vez encontrado o ponto de curto, remova-o.
3. O circuito de medição de corrente está defeituoso.
Medidas corretivas:
• Com um alicate amperímetro, verifique se existe
corrente no circuito.
• Se houver corrente mas a unidade central não mostra
em seu display, ela precisa ser trocada.

NOTA!
Não abra o circuito de corrente sem ter a certeza que o
secundário do TC esteja curto-circuitado.

3.2. Usando as Switches de Programação


Antes da implementação do sistema, verifique a posição das
switches de acordo com os seguintes princípios :
• Cada escravo conectado na rede possui seu próprio endereço
(não pode ser repetido) .
• Faça a programação das swiches antes de alimentar o
escravo.
• Se você trocar a posição das switches uma vez que a fonte
estiver conectada, disconecte a fonte durante a programação
e reconfigure o sistema.

34 Suporte técnico Vamp 24h: +358 (0)20 753 3264 VM221.PO009


VAMP Ltd Sistema de Proteção de Arco-Voltaico VAMP 221
Instruções de Operação e Configuração

3.2.1. Cofigurando as Switches da Unidade Central

A unidade central possuem switches que podem alterar o


funcionamento de todo o sistema dependendo da sua
configuração.
Relay Matrix

DIP sw Zone Trip Group


7 6 5 1 2 34 1 2
0 0 0 x x x
OFF ON x x x
Latch 1 non Latch
L> & I>2 L> x x x
CBFP 3 Fast x x x
100 ms 4 150 ms 0 0 1 x x
5
Relay Matrix
x x
6
7 x x
Master 8 Slave x x
0 1 0 x x
1A x x
5A 0 1 1 x x
x x
1 0 0 x x x
1 0 1 x x x
1 1 0 x x x
1 1 1 x x x

VAMP221_dips

Figura 3.2.1-1 Programando as Swiches da Unidade Central

Switch 1 determina se o contato deve ficar retentivo. Se estiver


em OFF, o contato permanence ativo depois que o arco é
eliminado pela unidade central (veja 3.1.1). Se estiver em ON,
os contatos não irão permanecer ativos.
Switch 2 determina o critério do trip. Se estiver em ON, o trip é
baseado somente na informação da luz. Se estiver em OFF, o
sistema irá atuar com base na sobrecorrente e luz.
Switch 3 determina a velocidade de atuação do segundo contato
de trip de cada grupo (TRIP 2 e 4). Quando estiver em OFF, o
contato atuará como a função 50BF: TRIP 2 atua como 50BF se
a unidade central mede sobrecorrente após atuação do relé,
TRIP 4 atua como 50BF se a informação de sobrecorrente vem
de outro dispositivo; o tempo do trip pode ser de 100ms ou
150ms. Se estiver em ON, o relé atuará em 7ms.
Switch 4 determina a velocidade de atuação da função 50BF. Se
estiver em ON o equipamento atua em 150 ms, se estiver em
OFF em 100 ms.
Switches 5, 6 e 7 determinam a matriz de atuação do relé. Nela
o equipamento pode atuar em diferentes zonas através de 2
grupos de contatos distintos (veja Figura 3.2.1-1).

VM221.PO009 Suporte técnico Vamp 24h: +358 (0)20 753 3264 35


VAMP 221 Sistema de Proteção de Arco-Voltaico VAMP Ltd
Instruções de Operação e Configuração

Switch 8 determina a configuração da unidade central. Quando


está em ON, ela opera como uma SUB-UNIDADE, se ela
estiver em OFF, ela opera como uma unidade central do
sistema.
NOTA!
Se várias unidades centrais estão conectadas numa mesma
rede, somente uma pode operar como unidade central.

3.2.2. Programando as Switches dos Escravos


As switches de programação são usadas para determinar o
endereço do escravo e o local da zona do trip.
O sistema de proteção de arco acomoda até 16 escravos. 8
endereços estão reservados para cada zona de proteção.
• Zona 1 endereços 0…7
• Zona 2 endereços 8…15
• Zona 3 endereços 16…23
• Zona 4 endereços 24…31

As switches de programação possuem diferentes pesos. Para


criar um endereço para o escravo, coloque diferentes switches
em ON e calcule a soma dos seus pesos. A tabela abaixo mostra
os fatores de cada switch.
Switch No. Peso
8 1
7 2
6 4
5 8
4 *) 16
Tabela 3.2.2-1 Programando o endereçamento dos escravos, *) VAM 10L e
VAM 3L somente

A faixa de endereços para as unidades de corrente é (32),33…46


(zona 5). Não use o endereço 32 porque neste caso a unidade
escrava atuará como uma unidade central e a unidade central
atual deverá estar selecionada como uma sub-unidade(veja
3.2.1) Para determinar os endereços dos escravos, some os
pesos a 32 (por exemplo, se apenas a switch 7 está em ON,
temos que 32+7 = 39).
NOTA!
Não use 32 como endereço da unidade escrava.
Outras switches de programação tem diferentes funções, como
descritas abaixo.

36 Suporte técnico Vamp 24h: +358 (0)20 753 3264 VM221.PO009


VAMP Ltd Sistema de Proteção de Arco-Voltaico VAMP 221
Instruções de Operação e Configuração

VAM 10L e VAM 3L

VAM 10L VAM 3L

MOELLER

SW1 SW1
SENSOR
OFF ON
SENSOR OFF ON
L> ext/int BI/O 1 OK
1 OK Latch 2
Latch 2
L+I / L 3 ACT
L+I / L 3 ACT 4
4 Zone
Zone 5 TRIP
5 TRIP 6
6
Addr. 7
Addr. 7
8
8

VAM10L_dips

Figura 3.2.2-1 Switches de programação para VAM 10L e VAM 3L

Switch 1 determina de que modo a luminosidade ativará a


função da proteção contra arco. Se selecionado em ON, somente
se um dos seus sensores "enxergar" a luz, ele irá atuar. Se
estiver em OFF, ele poderá atuar se qualquer sensor da sua
zona de atuação for sensibilizado.
Switch 2 determina que o contato de trip fique retentivo. Se
estiver selecionado em ON, o contato permanece ativo mesmo
depois que a falta seja cortada do sistema (veja 3.1.1). Se ela
estiver em OFF, uma vez retirada a falta, ela o contato volta
para a posição deffault.
Switch 3 determina o critério para que seja emitido o trip. Se
estiver em ON, ele irá emitir trip se ocorrer uma luminosidade
em sua zona de atuação. Se estiver em OFF, o trip para ser
ativado necessitará de uma luminosidade na área de atuação e
uma sobrecorrente.

VM221.PO009 Suporte técnico Vamp 24h: +358 (0)20 753 3264 37


VAMP 221 Sistema de Proteção de Arco-Voltaico VAMP Ltd
Instruções de Operação e Configuração

VAM 4C

VAM 4C
SW1
SW2 6 0.5 5 0.05
ON
OFF ON
Zone1 1 x In
Zone2 2
Zone3 3
TRIP 1234
3 1.0

1A/5A
I> out
Latch
Zone4

I> in
4 L1,L3 L2/Io
5
11 12
Addr. 6
7
8
VAM4C_dips

Figura 3.2.2-2 Programando as switches do VAM 4C

SW NO: Peso
8 1
7 2
6 4
5 8
Table 3.2.2-2 peso das dipswitches do VAM4C

3.3. Ajustando o valor de sobrecorrente


No sistema de proteção de arco VAMP221 todos os valores de
ajuste de sobrecorrente são expressos em PU. Por exemplo, um
secundário de TC de 5A, com uma corrente de ativação de 7,5A,
temos que ajustar o valor de 1,5 no relé, que corresponde aos
7,5A no secundário do TC, ou circuito do disjuntor.
Para Ajustar os valores de sobrecorrente é mais conveniente
seguir o seguinte procedimento descrito abaixo.
NOTA!
O ajuste de sobrecorrente irá ser alterado na unidade central.
Uma vez alterados, eles estarão disponíveis imediatamente no
sistema. Toda alteração é visível através do menu CURRENT e
do display do VAMP221.

38 Suporte técnico Vamp 24h: +358 (0)20 753 3264 VM221.PO009


VAMP Ltd Sistema de Proteção de Arco-Voltaico VAMP 221
Instruções de Operação e Configuração

CURRENT

USE THE TRIMMER FOR SET THE LEVEL


OF PICK-UP CURRENT Io/L2

USE THE TRIMMER FOR SET THE LEVEL


OF PICK-UP CURRENT L1/L3

CURRENT IN PHASE 1

CURRENT IN PHASE 2

CURRENT IN PHASE 3

Curren_E

Figura 3.3-1 Ajustando os valores de sobrecorrente

• Selecione o valor do secundário do TC utilizando a dip-


switch.
• Selecione o menu CURRENT usando as teclas para cima e
para baixo.
• O valor da corrente de fase L2 aparece no menu. Ajuste
L2/Io para um valor de (0.05…5.0*In) através do
potenciômetro.
• Pressione a tecla para a direita para visualizar o ajuste da
corrente de fase. Ajuste o valor de L1/Io (0.5…6.0*In)
usando o potenciômetro.

OFF ON
Latch 1 non Latch
L> & I> 2 L>
CBFP 3 Fast
100 ms 4 150 ms
5
6 Relay Matrix
7
Nominal current Master 8 Slave
setting
1A
5A
Setting of L1/L3 6
current pick-up
L1,L3 4 x In
level 0.5
1.5
5.0
L2/Io 1.0 x In
Setting fo L2/Io 0.05
current pic-up
level VY 069A

VAMP221current_setting

Figura 3.3-2 Ajustando o valor de corrente na unidade central.

VM221.PO009 Suporte técnico Vamp 24h: +358 (0)20 753 3264 39


VAMP 221 Sistema de Proteção de Arco-Voltaico VAMP Ltd
Instruções de Operação e Configuração

O princípio de alteração do valor de pick-up de corrente no


VAM4C é o mesmo que utilizado na unidade central. Como você
pode ver, a corrente estimada está descrita no lado direito da
unidade.
O melhor método de ajustar o valor de corrente é o seguinte :
• Gire o potenciômetro até o máximo valor de corrente.
• Faça o teste de sobrecorrente com o ajuste solicitado
usando uma mala de teste de corrente.
• Diminua o valor de ajuste de corrente da unidade de
entradas/saídas e verifique que o led I>ext ficará aceso.

16 15 14 13 12 11 10 9 8 7 6 5 4 3 2 1
X2
VAM 4C
COM 1 COM 2
SW1
OFF ON
Zone1 1
Zone2 2
Zone3 3 TRIP
Zone4 4
5
6
Addr.
7
8
4.0 POWER
2.0 COM
x In 1.0 ERROR
0.5

CURRENT TRANSFORMER 0.1


L1 L2 L3

X1 L1/L3 L2/Io

SW2 6 0.5 5 0.05


ON
x In
1234
3 1.0
1A/5A
I> out
Latch

I> in

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 L1,L3 L2/Io

VAM4c_no_numbering

Figura 3.3-3 Ajustando o valor de pickup de corrente no VAM 4C

3.4. Configurando o Sistema de Proteção


de Arco
Antes da configurção do sistema, adote o seguinte procedimento
:
• Todos os sensores estão bem conectados as unidades de
entradas/saídas ?
• Todos os cabos modulares entre as unidades de
entradas/saídas estão bem conectados ?
• Todas as unidades de entradas e saídas tem endereços
individuais antes de serem almientadas ?

40 Suporte técnico Vamp 24h: +358 (0)20 753 3264 VM221.PO009


VAMP Ltd Sistema de Proteção de Arco-Voltaico VAMP 221
Instruções de Operação e Configuração

INSTALL
Number of all I/O units and
sensors

I/O UNITS SENSORS S

Use push-button to read


number of I/O units and sensors E
to memory

INSTALL

Number of all I/O units and


sensors

I/O UNITS SENSORS

S
Instal_E

Figura 3.4-1 Lendo a configuração do sistema na unidade central.

Uma vez você verificou e fez as correções necessaries, você


pode ler a configuração do sistema adotando o seguinte
procedimento descrito abaixo :
• Selecione o menu INSTALL através das teclas para
cima e para baixo.
• Pressione o botão S para ativar o modo INSTALL. O
display irá começar a piscar.
• Pressione E para iniciar a leitura.
• A unidade central localiza todas as unidades de
entradas/saídas conectadas e seus sensores. Isto poderá
levar alguns segundos. Uma vea a configuração estiver
completa, o sisplay mostra o número de unidades de
entradas/saídas e o número de sensores do sistema.

VM221.PO009 Suporte técnico Vamp 24h: +358 (0)20 753 3264 41


VAMP 221 Sistema de Proteção de Arco-Voltaico VAMP Ltd
Instruções de Operação e Configuração

NOTA!
A unidade de entradas/saídas normalmente indica 3 sensores,
se o número de TC´s conectados for 1 ou 2.
• Após a leitura da configuração do sistema, a unidade
central, automaticamente vai para o modo normal.
• Verifique a configuração no modo INFO de acordo com
a seção 3.4.1.

3.4.1. Verificando a configuração do sistema

Para verificar a configuração do sistema no menu INFO, siga o


seguinte procedimento :

INFO
number of number of number of
I/O UNIT sensors I/O UNIT sensors I/O UNIT sensors

Use push-button for read


E number of I/O units and
sensors
( 1 sensor is missing )

Info_E

Figura 3.4.1-1 Verificando a configuração do sistema no menu INFO

• Selecione o menu INFO pressionando as teclas para


cima e para baixo.
• Você pode ler os endereços das unidades de
entradas/saídas e ps números de sensores no display da
unidade central.
• Use as teclas par os lados para mover entre os
excravos.
• Quando for mostrado o número correto de unidades de
I/O´s no display, pressione a tecla S para ativar o menu
INFO.
• Para verificar o número de sensores, pressione a tecla
E.

42 Suporte técnico Vamp 24h: +358 (0)20 753 3264 VM221.PO009


VAMP Ltd Sistema de Proteção de Arco-Voltaico VAMP 221
Instruções de Operação e Configuração

• A unidade central mostra o número de sensores


conectados nas unidades de entradas/saídas, por 2
segundos, quando finalmente eles serão gravados na
memória. Se ele não for o mesmo, veja item 3.1.3.

NOTA!
Verifique que a configuração do sistema não irá afetar a
configuração feita na unidade central. Se você quiser alterá-la
veja o item 3.4.

VM221.PO009 Suporte técnico Vamp 24h: +358 (0)20 753 3264 43


VAMP 221 Sistema de Proteção de Arco-Voltaico VAMP Ltd
Instruções de Operação e Configuração

4. Comissionamento do Sistema
Os seguintes equipamentos são necessários para se comissionar
o sistema de proteção de arco:

• Mala de teste para injeção primária ou secundária de


corrente.
• Um flash;
• A multi-function measuring instrument including a clip-on
ammeter and resistance measurement for verifying the
operation of potential-free output contact.
A luz emitida pelo flash deve ser suficiente para ativar os
sensores de arco-voltaico.
Se você esticer usando uma lanterna, ajuste a luz para garantir
a ativação do sensor.
O teste de comissionamento deve ser documentado em um
relatório detalhando os ajustes do sistema e operação do
mesmo.

4.1. Teste - introdução


Antes de inicializar o teste determine a configuração do sistema
e o escopo. Dê muita atenção a segurança durante os testes e se
assegure que os testes não irão causar trips indevidos no
sistema que está em operação.
Veja os seguintes pontos :
• Há alguma unidade conectada em alguma unidade central
via entradas/saídas digitais?
• Onde devem atuar a unidade central e as unidades de
entradas/saídas ?
• Qual é o número total de unidades escravas e sensores? Eles
foram configurados conforme foi instruído ? (veja 3.4)
• Há algum outro equipamento de proteção ou medição
conectado nos circuitos de corrente ?
• Há algum sensor colocado perto de components
energizados?

44 Suporte técnico Vamp 24h: +358 (0)20 753 3264 VM221.PO009


VAMP Ltd Sistema de Proteção de Arco-Voltaico VAMP 221
Instruções de Operação e Configuração

4.2. Realizando o Teste


O teste deve ser realizado sistematicamente, para garantir a
operação correta do sistema de proteção de arco, dentro das
condições estabelecidas pelo cliente em termos de seletividade.
• Ative cada sensor separadamente e se assegure que a
unidade central enxergou a indormação de luz através da
comunicação com os escravos. Entre com o resultado deste
deste no item 4 da tabela 4.2-1, por exemplo.
• Uma vez testados cada canal de sensor separadamente,
atue alguns sensores juntos com critério de corrente e
verifique o trip(preferencialmente 1 trip para cada unidade
de entradas/saídas). Entre com os canais ativados nos item
5 e 6 na coluna de trip 7 da tabela 4.2-1.
• Se certifique que a luz ou a informação identificadora de
corrente transferida da unidade central para outra ou entre
relés de proteção e unidade central. Entre com esta
informação de luz ou corrente ( L > ou I > ) no item 2 da
tabela 4.2-12.
• Garanta que a seletividade das zones de atuação foi
atendida.

VM221.PO009 Suporte técnico Vamp 24h: +358 (0)20 753 3264 45


VAMP 221 Sistema de Proteção de Arco-Voltaico VAMP Ltd
Instruções de Operação e Configuração

N am e of station:
Sw itchgear:
D ate of com m isioning
C om issioners:
Standards used:

V A M P 221 serial num ber (1


T ripping from
L ight C urrent current and
D oes the unit Y /N Y /N Sensor
recieves B IO - channel T ripping
m essage from Sensor status C urrent L ight ensured
other unit (2 channel Y /N (4 Y /N (5 Y/N (6 Y /N (7
A ddress of 1
I/O unit (3 2
Selectivity of Y/N 3
tripping 4
ensured (8 5
6
7
8
9
10
Tabela 4.2-1 Exemplo de testes

Descrição:
1. Informações disponíveis na etiqueta;
2. Ler a ativação do cartão de entradas/saídas no mestre;
3. Ler o endereçamento de acordo com as dip-switches
4. Ler o endereço ativado no mestre
5. A corrente excedeu o valor de I> ? ( S / N)
6. A luz exedeu L>? ( S / N)
7. Ocorreu o trip no disjuntor.
8. A seletividade correspondeu as expectativas?

46 Suporte técnico Vamp 24h: +358 (0)20 753 3264 VM221.PO009


VAMP Ltd Sistema de Proteção de Arco-Voltaico VAMP 221
Descrição Técnica

Índice

1. Introdução ..............................................................................4
1.1. Proposta...............................................................................4
1.2. Proppriedades Principais ..................................................4
2. Funções...................................................................................6
2.1. Funções de Proteção........................................................6
2.1.1. Proteção contra Arco-Voltaico (50AR) .................6
2.1.2. Alarme de Desbalanço ............................................8
2.1.3. Estágio de Proteção de Falha no Disjuntor (50BF)
9
2.2. Medições.............................................................................9
2.3. Funções dos Contatos de Saída .....................................9
2.4. Auto-Supervisão .............................................................. 10
2.5. Interface de Entradas/Saídas Binárias......................... 11
2.5.1. Conexão com outra Unidade Central ............... 11
2.5.2. Conexão com os escravos ................................... 12
2.5.3. Conexão com o relé de proteção...................... 12
3. Exemplos de Aplicação......................................................13
3.1. Solução seletiva em fibra ótica, 3 alimentadores de
entrada, 3 zonas de proteção, uso da 50BF .............. 13
3.1.1. Descrição do Sistema ............................................ 14
3.1.2. Componentes do Sistema .................................... 15
3.1.3. Configuração do Sistema..................................... 15
3.1.4. Testando o Exemplo de Aplicação..................... 19
3.2. Solução seletiva, 2 alimentadores, 2 zonas de
proteção, 50BF em uso .................................................. 21
3.2.1. Descrição do Sistema ............................................ 23
3.2.2. Componentes do Sistema .................................... 23
3.2.3. Configuração do Sistema..................................... 23
3.2.4. Teste do Sistema ..................................................... 27
3.3. Solução em Fibra Ótica, com múltiplos
alimentadores, múltiplas zonas de proteção e uso da
50BF.................................................................................... 29
3.3.1. Descrição do Sistema ............................................ 31
3.3.2. Componentes do sistema..................................... 32
3.3.3. Configuração do Sistema..................................... 32
3.3.4. Teste do Sistema ..................................................... 37
3.4. Proteção de arco baseada na medição da corrente
de neutro.......................................................................... 38
3.4.1. Descrição do Sistema ............................................ 39
4. Interfaces ..............................................................................40
4.1. Vista do Painel Trazeiro................................................... 40
4.2. Medidas Analógicas....................................................... 42
4.3. Entradas Digitais .............................................................. 42
4.4. Fonte de Alimentação ................................................... 43
4.5. Contatos de Saída.......................................................... 43

VM221.PO009 Suporte técnico Vamp 24h: +358 (0)20 753 3264 1


VAMP 221 Sistema de Proteção de Arco-Voltaico VAMP Ltd
Descrição Técnica

4.5.1. VAMP 221................................................................. 43


4.5.2. VAM 10 L, VAM 3 L e VAM 4 C ............................. 43
4.6. Diagrama de blocos ...................................................... 44
4.6.1. VAMP 221................................................................. 44
4.6.2. VAM 10L ................................................................... 45
4.6.3. VAM 3L ..................................................................... 45
4.6.4. VAM 4C .................................................................... 46
4.6.5. Diagrama de Sinais do VAMP 221 ....................... 47
4.7. Exemplos de Conexão ................................................... 48
4.7.1. VAMP 221................................................................. 48
4.7.2. VAM 10L ................................................................... 49
4.7.3. VAM 3L ..................................................................... 49
4.7.4. VAM 4C .................................................................... 50
5. Alteração das DIP-Switches das unidades escravas 10L,
3L e 4C ........................................................................................51
6. Dados Técnicos ....................................................................52
6.1. Connections..................................................................... 52
6.1.1. Measuring circuits ................................................... 52
6.1.2. Fonte de Alimentação .......................................... 53
6.1.3. Entradas digitais (BI/O) .......................................... 54
6.1.4. Contatos de trip...................................................... 54
6.1.5. Contato de Alarme................................................ 55
6.1.6. Interface de comunicação.................................. 56
6.1.7. Porta serial de comunicação local..................... 56
6.2. Testes e Condições climáticas...................................... 56
6.2.1. 56
6.2.2. Teste de Tensão ...................................................... 57
6.2.3. Testes mecânicos ................................................... 57
6.2.4. Condições climáticas ............................................ 57
6.2.5. Dimensões Construtivas......................................... 57
6.2.6. Pacote...................................................................... 58
6.3. Estágios da Proteção ..................................................... 58
6.3.1. Proteção de Arco-voltaico................................... 58
6.3.2. 58
6.3.3. Falha do disjuntor (50BF) ....................................... 59
6.4. Unbalance alarm ............................................................ 59
7. Construção ...........................................................................60
7.1. Desenhos Dimensionais .................................................. 60
7.1.1. VAMP 221................................................................. 60
7.1.2. VAM 10L / 3L / 4C ................................................... 60
7.1.3. VAR 4CE ................................................................... 61
7.1.4. VA 1 DA .................................................................... 61
7.1.5. VA 1 EH ..................................................................... 61
7.1.6. VYX 001..................................................................... 62
7.1.7. VYX 002..................................................................... 63
7.1.8. VYX 076..................................................................... 64
7.1.9. VYX 077..................................................................... 64

2 Suporte técnico Vamp 24h: +358 (0)20 753 3264 VM221.PO009


VAMP Ltd Sistema de Proteção de Arco-Voltaico VAMP 221
Descrição Técnica

7.2. Instalação das Unidades ............................................... 65


7.2.1. VAMP 221................................................................. 66
7.2.2. VAM 10L, VAM 3L, VAM 4C................................... 68
7.2.3. Sensores de arco .................................................... 70
7.2.4. VAR 4CE ................................................................... 75
7.2.5. Fiação entre Unidades Centrais Múltiplas.......... 76
8. Informações para Compra .................................................78
9. Apêndice A: Consideração importante para o
aterramento ........................................................................79
10. Informações Complementares ..........................................81

VM221.PO009 Suporte técnico Vamp 24h: +358 (0)20 753 3264 3


VAMP 221 Sistema de Proteção de Arco-Voltaico VAMP Ltd
Descrição Técnica

1. Introdução
Este manual do usuáruo contém uma descrição functional do
sistema de proteção de arco-voltaico, exemplos de aplicação e
dados técnicos.
Instruções de instalação e configuração podem ser encontradas
no guia do usuário e instalação.

1.1. Proposta
A proposta principal do sistema de proteção de arco-voltaico é
proteger a instalação elétrica contra os impactos destrutivos do
arco-voltaico de um curto-circuito e minimizar os seus efeitos de
destruição nas instalações e ferimentos nas pessoas. O sistema
de proteção de arco-voltaico VAMP221 foi desenvolvido com
esta proposta.
Além disso, o sistema de proteção contra arco-voltaico possui
várias características amigáveis, tais como 4 zonas de operação,
indicação de medição de corente, versatilidade, contatos de
saída parcialmente programáveis, funções de auto-supervisão,
possibilidade de conexão com outros relés da VAMP ou com
outros sistemas de proteção contra arco através das
entradas/saídas binárias.
O sistema de proteção de arco VAMP 221 pode ser facilmente
instalado em instalações já existentes ou em novas plantas em
cubículos de média e baixa tensão.

1.2. Proppriedades Principais


O VAMP221 é um sistema modular composto por uma unidade
central, unidades escravas, sensores e a possibilidade de
multiplicadores de contato.
Graças a sua modularidade o sistema se adapta a todos os
sistemas e configurações, desde as mais simples com uma
unidade central e um escravo, até as mais complexas com
várias zonas de atuação e elevada seletividade.

Unidade Central VAMP 221 inclui toda a funcionalidade do


sistema de proteção contra arco, tais como sobrecorrente e
supervisão do flash.

Escravo VAM 10 L serve como um link entre os sensores


pontuais e a unidade central. Cada escravo pode ser conectada
a 10 sensores e possuem 1 contato de trip .

4 Suporte técnico Vamp 24h: +358 (0)20 753 3264 VM221.PO009


VAMP Ltd Sistema de Proteção de Arco-Voltaico VAMP 221
Descrição Técnica

Escravo VAM 3 L serve como um link entre os sensores em


fibra e a unidade central. Cada escravo pode ser conectada a 3
sensores e possuem 1 contato de trip .

Escravo VAM 4 C serve como um link entre as entradas de


corrente e a unidade central. Cada escravo pode ser conectada a
3 canais de corrente de 3 TC´s e possui 1 contato de trip .

Sensor Pontual VA 1 DA é ativado por uma luz forte. Ele


transforma a luminosidade em um sinal de corrente que é
encaminhada ao escravo. O sensor VA 1 EH também opera com
o mesmo princípio.

Sensor Portátil VA 1 DP tem a mesma função dos sensores de


arco mas ele pode ser conectado temporariamenta as unidades
escravas. Ele pode ser fixado a roupa do técnico encarregado de
trabalhar em instalações energizadas para garantir a sua
segurança.

Multiplicador de Contatos VAR 4CE contém 4 contatos


normalmente abertos de trip. Ele pode ser conectado a unidade
central ou aos escravos.

VM221.PO009 Suporte técnico Vamp 24h: +358 (0)20 753 3264 5


VAMP 221 Sistema de Proteção de Arco-Voltaico VAMP Ltd
Descrição Técnica

2. Funções
2.1. Funções de Proteção
A função de proteção de arco deste sistema sempre estará
operativa. Você pode selecionar o circuito do disjuntor que vai
ser desligado através da programação das dipswitches.

2.1.1. Proteção contra Arco-Voltaico (50AR)


A proteção contra arco envolve a unidade central, os escravos,
os sensores de luz e o estágio de sobrecorrente. O módulo pode
ser conectado a 1, 2 ou 3 fases ou a corrente de neutro e 2 fases.
A proteção contra arco é atuada quando o escravo envia
informação de sensor atuado e simultaneamente o sistema
mede uma ocorrência de sobrecorrente. Os sinais são visíveis
por todos os componentes do sistema, cada um deles pode gerar
um trip de acordo com a seletividade e seus próprios ajustes. O
sistema ou determinados componentes podem estar
selecionados para atuarem apenas com luminosidade.
O tempo de atuação do sistema é de 7ms.

Parâmetros de Ajuste do Sistema de Proteção de


Arco:
VAMP 221
Parâmetro: Valor: Unidade: Default: Descrição:
SW1-2 ON/OFF OFF Ajuste para a função de
proteção contra arco:
OFF: trip baseado na luz
e corrente
ON: trip baseado na luz
apenas
SW1-5…7 ON/OFF Matriz de contatos para
as zonas protegidas
L1 / L3 0.8…6 pu 1.0 Ajuste para o critério de
corrente dos canais L1 e
L3
L2 / Io 0.05…5 pu 1.0 Ajuste do critério de
corrente para o canal de
corrente L2/Io

6 Suporte técnico Vamp 24h: +358 (0)20 753 3264 VM221.PO009


VAMP Ltd Sistema de Proteção de Arco-Voltaico VAMP 221
Descrição Técnica

VAM 10 L
Parâmetro: Valor: Unidade: Default: Descrição:
SW1-1 ON/OFF OFF Escopo para atuação
do trip:
OFF: trip baseado na
luminosidade de
apenas de sensores
conectados a escravos
desta zona de atuação.
ON: trip baseado na
luminosidade de
apenas de sensores
conectados a este
escravo
SW1-3 ON/OFF OFF Ajustes para o critério
de trip :
OFF: trip baseado na
luz e corrente
ON: trip baseado na
luz apenas

VAM 3L
Parâmetro: Valor: Unidade: Default: Descrição:
SW1-1 ON/OFF OFF Seleção da saída digital
para uso.
OFF: informação de luz
enviada pela saída
digital
ON: informação de
sobrecorrente enviada
pela saída digital
SW1-3 ON/OFF OFF Ajustes para o critério
de trip :
OFF: trip baseado na
luz e corrente
ON: trip baseado na luz
apenas

VM221.PO009 Suporte técnico Vamp 24h: +358 (0)20 753 3264 7


VAMP 221 Sistema de Proteção de Arco-Voltaico VAMP Ltd
Descrição Técnica

VAM 4 C
Parâmetro: Valor: Unidade: Default: Descrição:
SW1-1…4 ON/OFF OFF Seleção da zona de
proteção
SW2-3 ON/OFF OFF Critério de trip:
OFF: unidade não envia
informação de obrecorrente
a outras unidades
ON: unidade envia
informação de obrecorrente
a outras unidades
SW2-4 ON/OFF OFF Critério de recepção de
corrente:
OFF: unidade não recebe
informação de obrecorrente
a outras unidades
ON: unidade recebe
informação de obrecorrente
a outras unidades
L1 / L3 0.5…6 pu 1.0 Ajuste do critério de
corrente para os canais L1
e L2
L2 / Io 0.05…5 pu 1.0 Ajuste do critério de
corrente para os canais
L2/Io

2.1.2. Alarme de Desbalanço


A proposta do alarme de desbalanço é identificar condições
anormais de distribuição de carga no circuito de medição. Ela
pode ocorrer devido a falha de conexão de equipamentos, falha
na fiação do secundário do TC, etc.
O sistema usa qualquer uma das 3 fases ou 2 fases. As 2 fases
são usadas quando o valor lido de sobrecorrente L2/Lo desvia
do ajuste de sobrecorrente L1/L3 por mais de 90%. Quando os
valores são aproximadamente os mesmos, ele monitora as 3
fases.
Os canais de medição de corrente L1 e L3 devem ser utilizados
no caso de uma conexão com 2 fases. Se houver uma conexão de
1 fase, o canal L2/Io deve ser utilizado, caso contrário um
alarme de desbalanço irá ocorrer.
A proteção é baseada na magnitude das correntes de fase
envolvidas. Se ela detecta um desvio superior a 90%, o sistema
envia um alarme de desbalanço após 10s. O alarme não afeta a
atuação do sistema de proteção.
Os ajustes da descontinuidade não são ajustáveis, desde que os
valores foram programados na unidade de medição de corrente.

8 Suporte técnico Vamp 24h: +358 (0)20 753 3264 VM221.PO009


VAMP Ltd Sistema de Proteção de Arco-Voltaico VAMP 221
Descrição Técnica

2.1.3. Estágio de Proteção de Falha no Disjuntor


(50BF)
A função de falha do disjuntor é baseada no monitoramento do
tempo de atuação. Ele é calculado como o tempo de trip do
contato até que ele resete. Se o tempo de operação exceed o
tempo de operação da 50BF, ele ativa um contato de saída que
permanece ativo até que o contato de trip resete.
Na 50BF, TRIP 2 provém a 50BF se a unidade mestre mede
uma sobrecorrente e luminosidade em uma zona de proteção
ativada; O contato de trip 4 provém a 50BF se a informação de
sobrecorrente provém de um equipamento externo, por exemplo
o VAM4C e existe informação de luminosidade ativada.

Parâmetros de Ajuste da 50BF:


VAMP 221
Parâmetro: Valor: Unidade: Default: Descrição:
SW1-3 ON/OFF OFF Opções da 50BF :
OFF: 50BF não usada
ON: 50BF usada
SW1-4 ON/OFF OFF Delay de operação :
OFF: 100 ms
ON: 150 ms

2.2. Medições
A unidade central VAMP221 possui entradas para medicos de 3
correntes que podem ser utilizadas para a medição das
correntes das 3 fases ou para medir 2 fases e o neutro. O valor
medido de corrente pe indicado no display da unidade central.
O escravo VAM4C possui medição de corrente mas não possui
display para a leitura das mesmas. Ele apenas mostra
indicação se a corrente ultrapassou o valor de pick-up.

2.3. Funções dos Contatos de Saída


A unidade central VAMP221 possui 4 contatos de trip que
podem ser controlados em 2 grupos distintos (2 contatos para
cada grupo). Um contato de cada grupo pode ser selecionado
para atuar como uma função 50BF. A unidade central também
possui contato para alarme acusando a ocorrência de um arco e
outros 2 contatos para acusar falhas internas.
Os contatos de trip podem ter sua atuação configurada através
da matriz de contatos.

VM221.PO009 Suporte técnico Vamp 24h: +358 (0)20 753 3264 9


VAMP 221 Sistema de Proteção de Arco-Voltaico VAMP Ltd
Descrição Técnica

Relay Matrix

DIP sw Zone Trip Group


7 6 5 1 2 34 1 2
0 0 0 x x x
OFF ON x x x
Latch 1 non Latch
L> & I>2 L> x x x
CBFP 3 Fast x x x
100 ms 4 150 ms 0 0 1 x x
5
x x
6 Relay Matrix
7 x x
Master 8 Slave x x
0 1 0 x x
1A x x
5A 0 1 1 x x
x x
1 0 0 x x x
1 0 1 x x x
1 1 0 x x x
1 1 1 x x x

VAMP221_dips

Figura 2.3-1 VAMP 221 matriz de contatos

Os contatos de trip da unidade central também podem operar


seletivamente em faltas ocorrendo em diferentes zonas de
atuação.
O contato de trip do escravo também pode ser usado para atuar
em diferentes zonas. Cada escravo possui 1 contato de trip que
pode atuar dentro de sua própria zona (VAM 10 L e VAM 3 L)
ou em uma zona programada (VAM 4 C).
Se necessário, os contatos podem ser multiplicados utilizando o
VAR 4CE.

2.4. Auto-Supervisão
O sistema monitora o microcontrolador e o circuito de operação
e através disso programa a atuação de um circuito separado de
supervisão. Além da supervisão, o circuito tenta reestartar o
microcontrolador no caso de uma falta. Se a reinicialização
falha, o circuito de supervisão envia um sinal de alarme
permanente de falha interna. Caso ocorra uma falha do
microcontrolador, as funções do sistema são bloqueadas.
Quando o circuito de supervisão detecta uma falta permanente
em cada componente do sistema, ele ignora sinais vindos de
outros components tais como sensor de arco.
A supervisão também monitora a tensão de operação. Se
ocorrer uma perda da tensão, o sistema automaticamente envia
um alarme desde que o sistema opere com corrente steady-
state; em outras palavras, o contato fail-safe é autado quando a
tensão de operação está dentro dos limites.

10 Suporte técnico Vamp 24h: +358 (0)20 753 3264 VM221.PO009


VAMP Ltd Sistema de Proteção de Arco-Voltaico VAMP 221
Descrição Técnica

2.5. Interface de Entradas/Saídas Binárias


Todo o sistema de proteção de arco VAMP221 pode receber ou
transmitor sinais de luz e/ou sobrecorrente (dependendo da
falta) através das entrafas/saídas binárias.
VAMP 221 também pode mandar informação através das suas
entradas/saídas binárias a até 2 outras unidades centrais ou
para 2 relés de proteção. Se houver mais de 2 receptores para a
informação ou a distância exceder 100m, tem que se utilizar um
amplificador como o mostrado na figura abaixo.
X3 X6 X2 X1

1
2
1 2
3
4
3 4
5
6

Power supply La>in 6


7
8
5
7 8
10
9 9
+48Vdc/50W 10
11
11 12

12 13 14
13
16
GND 14 15

GND 15
16
17
17
19
18
20
18

+48Vdc

X3 X6 X2 X1

Phoenix Contact 2
3 1 2
4
ST-OV2- 4
5
3
6
60DC/60DC/1 La>in 6
7
8
5
7 8
10
A1 13
9 9
10 12
11
+ 11

+ 12 13 14
13
15 16

GND
14
15 17 18
16
19 20
17
18

14
-
A2 A

X3 X6 X2 X1

1
2
1 2
3
4
3 4
5
6

La>in 6
7
8
9
5
7
9
8
10
10 12
11
11
12 13 14
13
15 16

GND
14
15 17 18
16
19 20
17
18

X3 X6 X2 X1
X3 X6 X2 X1
1
1 2
1 2
2 3
1 2
3 4
3 4
4
3 4 5
6
5
6
7
5
7
6
8
La>in 6
7
8
5
7 8
10
8 9 9
10

La>out 9
10
11
12
9
11 12
14
10
11
12
13
11
13
12
14
13 16
13 14 15

GND
15 16
14 15 17 18

GND 15 17 18 16
19 20
16 17
19 20
17 18
18

vamp221_bio_external_power

Figura 2.5-1Nós recomendamos a Phoenix Contact ST-OV2-60DC/60DC/1


como amplificador

2.5.1. Conexão com outra Unidade Central


Em aplicações com múltiplas unidades centrais, elas também
podem ser conectadas através das suas entradas/saídas
digitais. Neste caso, cada parte do sistema pode controlar 4
zonas de proteção. Neste caso, a informação do arco irá ser
transferida entre unidades sem o endereçamento.

VM221.PO009 Suporte técnico Vamp 24h: +358 (0)20 753 3264 11


VAMP 221 Sistema de Proteção de Arco-Voltaico VAMP Ltd
Descrição Técnica

As seguintes entradas/saídas binárias estão inclusas na


versão standard :
La>in X3-8 Entrada da Informação de Luz - Grupo de trip 1
Lb>in X3-9 Entrada da Informação de Luz - Grupo de trip 2
Ib> X3-10 Entrada/Saída para o sinal de sobrecorrente
in/out
La> outX3-11 Saída da Informação de Luz - Grupo de trip 1
Lb> outX3-12 Saída da Informação de Luz - Grupo de trip 2
GND X3-13, X3- Neutro para todos os sinais acima
14

2.5.2. Conexão com os escravos


Cada escravo possui entradas/saídas binárias. Os escravos
VAM 10L, VAM 3L podem transmitir informação de luz para a
unidade central ou para outro escravo. O escravo VAM 4C pode
receber e enviar informação de luz e enviar informação de
corrente para outros escravos ou para multiplicadores de
contatos.
As seguintes entradas/saídas digitais estão incluidas na
versão standard do VAM10L e VAM3L:
DI X2-8 Zona de atuação 1Æ2, 2Æ1, 3Æ4, 4Æ3
GND X2-7
Trip X2-10 Informação de trip, 24 VDC
out
GND X2-9 Neutro do sinal acima

As seguintes entradas/saídas digitais estão incluidas na


versão standard do VAM4C:
L>in X2-8 Entrada de Informação da Luz, 24-48 VDC
GND X2-7 Neutro do sinal acima
Trip X2-10 Informação de trip
out
GND X2-9 Neutro do sinal acima

2.5.3. Conexão com o relé de proteção


O sistema de proteção de arco-voltaico VAMP221 também pode
enviar informação de luz ou sobrecorrente para outro relé de
proteção da VAMP, se equipado com o circuito de proteção
contra arco. O nível de tensão conectado deve ser 48 VDC, o que
significa que escravos não podem mandar sinais diretamente
aos relés. Veja o manual do relé para maiores informações.

12 Suporte técnico Vamp 24h: +358 (0)20 753 3264 VM221.PO009


VAMP Ltd Sistema de Proteção de Arco-Voltaico VAMP 221
Descrição Técnica

3. Exemplos de Aplicação
Este capítulo traz alguns exemplos de aplicação utilizando o
sistema de proteção de arco-voltaico VAMP 221.

3.1. Solução seletiva em fibra ótica, 3


alimentadores de entrada, 3 zonas de
proteção, uso da 50BF
VAMP 221
110kV 110kV 110kV

7
POWER
VAR 4 CE
VY014A

Vaasa Electronics Oy Made in Finland


+24V GND TRIP TRIP1 TRIP2 TRIP3 TRIP4
1 3 5 7 11 13 17 19 23 25 29 31
2 4 6 8 12 14 18 20 24 26 30 32

8
16 15 14 13 12 11 10 9 8 7 6 5 4 3 2 1
X2
VAM 4C
COM 1 COM 2
SW1

Zone1
Zone2
Zone3 TRIP
Zone4

1
Addr.
VAMP 221 4.0 POWER
Arc Protection Relay 2.0 COM
x In 1.0 ERROR
Run
0.5
Install
CURRENT TRANSFORMER 0.1
Info Power Trip 1 L1 L2 L3
Temp set Com Trip 2

Temp Error Trip 3

X1 L1/L3 L2/Io
Current Trip 4

Error code I>int.

Latch non Latch I>ext.


L> & I> L>
CBFP Fast
100 ms 150 ms

Relay Matrix

Master Slave 16 15 14 13 12 11 10 9 8 7 6 5 4 3 2 1
X2
1A
5A
VAM 4C
6

6
COM 1 COM 2
L1,L3 4 x In SW1
0.5
1.5
5.0 Zone1
x In Zone2
L2/Io 1.0 Zone3 TRIP
0.05 Zone4

3
VY 069A Addr.
4.0 POWER
2.0 COM
x In 1.0

VAR
ERROR
POWER 4 CE
0.5
VY014A

CURRENT TRANSFORMER 0.1


L1 L2 L3
Vaasa Electronics Oy Made in Finland
+24V GND TRIP TRIP1 TRIP2 TRIP3 TRIP4
1 3 5 7 11 13 17 19 23 25 29 31
2 4 6 8 12 14 18 20 24 26 30 32 L1/L3 L2/Io
X1

10kV

2 VAM 3L

SW1
16 15 14 13 12 11 10 9 8 7 6 5 4 3 2 1

COM 1
X2

COM 2

4 VAM 3L

SW1
16 15 14 13 12 11 10 9 8 7 6 5 4 3 2 1
X2

COM 1 COM 2
5 VAM 3L

SW1
16 15 14 13 12 11 10 9 8 7 6 5 4 3 2 1
X2

COM 1 COM 2

SENSOR SENSOR SENSOR


BI/O OK BI/O OK BI/O OK
Latch Latch Latch
POWER POWER L+I / L
POWER
L+I / L ACT L+I / L ACT ACT
Zone COM Zone COM Zone COM
TRIP TRIP TRIP
ERROR ERROR Addr.
ERROR
Addr. Addr.

SENSOR INPUTS SENSOR INPUTS SENSOR INPUTS


CH1 CH2 CH3 CH1 CH2 CH3 CH1 CH2 CH3

R1 T1 R2 T2 R3 T3 R1 T1 R2 T2 R3 T3 R1 T1 R2 T2 R3 T3

ZONE 1 ZONE 2 ZONE 3


1inc_3zone_appl_1

Fibre_appl1.cdr

Figura 3.1-1 Solução seletiva em fibra ótica, 3 alimentadores de entrada, 3


zonas de proteção e uso da função 50BF.

VM221.PO009 Suporte técnico Vamp 24h: +358 (0)20 753 3264 13


VAMP 221 Sistema de Proteção de Arco-Voltaico VAMP Ltd
Descrição Técnica

1inc_3zone_appl_1_paakaavio

Figura 3.1-2 Solução seletiva em fibra ótica, 3 direções de potência, 3 zonas


de proteção e uso da função 50BF.

3.1.1. Descrição do Sistema


O objeto protegido é um cubículo de média tensão com 3
alimentadores de energia. Ele possui um barramento entre as
entradas para fazer a distribuição de energia.
Para minimizar a zona de falta, o painel é dividido em três
zonas quando é estruturalmente possível . Elas são separadas
pelo tie e monitoradas pelos sensores (2,4 e 5). O sistema
recebe o critério de corrente da unidade central (1) e escravos (3
e 6), que são instalados nos alimentadores.
A proteção do cubículo é garantida através dos contatos do
50BF colocados no primário do transformador. Quando o ajuste
da função 50BF é feito, tem que se levar em conta o tempo de
atuação do disjuntor do sistema, que pode ser bastante elevado
para os disjuntores antigos.
A unidade central, os escravos e os multiplicadores de contato
(7 e 8) servem para atuação nos disjuntores. A unidade central
(1) atua no circuito de trip do disjuntor do seu alimentador zona
1 (grupo de contatos 1) e serve como 50BF na zona 1, 2 e 4
(grupo de contatos 1 e 2), se o pick-up de corrente e
ultrapassado.
O multiplicador de contatos (7) miltiplica o contato de trip para
50BF para os demais disjuntores. O escravo (2) atua no
disjuntor de acoplamento entre as zonas 1 e 2 para faltas na
sua zona. O escravo (3) atua no seu próprio disjuntor e no

14 Suporte técnico Vamp 24h: +358 (0)20 753 3264 VM221.PO009


VAMP Ltd Sistema de Proteção de Arco-Voltaico VAMP 221
Descrição Técnica

disjuntor de acoplamento entre as zonas 1 e 2. O trip é


multiplicado pelo multiplicador de contatos (8). Os escravos (4
e 5) atuam no disjuntoe de acoplamento entre as zonas 2 e 4
para faltas na sua zona da atuação. A zona 3 é protegida pelo
escravo (6) que atua no disjuntor de entrada e o escravo (5)
atua no disjuntor de acoplamento.
Um alarme é dado através dos contatos de alarme da unidade
central quando ocorre um arco em qualquer zona. O alarme de
auto-supervisão do sistema também é dado pelos contatos de
alarme da unidade central.

3.1.2. Componentes do Sistema


O sistema de proteção é composto pelos seguintes componentes:
• uma (1) unidade central VAMP 221
• duas (2) unidades escravas VAM 4C
• três (3) unidades escravas VAM 3L
• dois (2) multiplicadores de contato VAR 4CE
• seis (6) sensores em fibra ótica ARC-SLx

3.1.3. Configuração do Sistema


Configuration of the central unit VAMP 221 (1)
Ajuste das Dipswitches SW1
Switch Definição Ajuste Descrição
1 Latch 0 Posição ”0” (switch no lado esquerdo):
Contato de trip atua somente quando a
proteção está atuada
Posição ”1” (switch do lado direito):
Contato de trip retentivo
2 L>&I> / L> 0 Posição ”0” (switch no lado esquerdo):
trip é ativado por critério de luz e
sobrecorrente.
Posição ”1” (switch do lado direito)
trip é ativado somente por critério de
luz
3 CBFP/Fast 0 Posição ”0” (switch no lado esquerdo):
Contatos de trip 2 e 4 servem como
50BF
Posição ”1” (switch do lado direito):
Contatos de trip 2 e 4 atuam em 7ms
4 CBFP 1 Posição ”0” (switch no lado esquerdo):
100/150 ms Tempo de atuação da 50BF em 100ms
Posição ”1” (switch do lado direito):
Tempo de atuação da 50BF em 150ms
5 Relay matrix 0 Matrix de contatos
6 Relay matrix 1 Matrix de contatos
7 Relay matrix 0 Matrix de contatos

VM221.PO009 Suporte técnico Vamp 24h: +358 (0)20 753 3264 15


VAMP 221 Sistema de Proteção de Arco-Voltaico VAMP Ltd
Descrição Técnica

8 central 0 Posição ”0” (switch no lado esquerdo):


unit/sub-unit Unidade central atuando como mestra
Posição ”1” (switch do lado direito):
Unidade central atuando como escrava

Uma unidade mestra, VAMP 221, serve como unidade central


para várias unidades escravas. Ela então deve estar
configurada para o modo unidade central.

Ajuste da corrente de Pick-up nos potênciômetros L1/L3 e L2/Io


L1 / L3
Os ajustes dos potenciômetros são usados para restringir e dar
maior confiabilidade ao sistema prevenindo contra atuações
indevidas provocadas pelo flash. Este potenciômetro controla o
ajuste dos canais IL1 e IL3. O ajuste é feito entre 0.5 … 6 x In.
Este ajuste é feito separadamente dos canais IL2/Io.
L2 / Io
Este potenciômetro é usado para restringir a atuação do
sistema e prevenir contra atuações indevidas. O ajuste neste
caso pode ser para corrente de fase IL2 ou de neutro, Io. O
ajuste é feito entre 0.05 … 5 x In. Este ajuste é feito
separadamente dos canais IL1/IL3.
Nota! Se as 3 fases são conectadas na unidade central, ambos
os potenciômetros L1/L3 e L2 devem estar ajustados.

16 Suporte técnico Vamp 24h: +358 (0)20 753 3264 VM221.PO009


VAMP Ltd Sistema de Proteção de Arco-Voltaico VAMP 221
Descrição Técnica

Configuração do Escravo VAM 4C (3 e 6)


Ajuste das DipSwitches SW1

VAM4C(3)

VAM4C(6)
Ajuste do

Ajuste do
Switch Definiçã Descrição
o
1 Zone 1 0 0 Operação do Sistema - Zona 1
(informação da luz)
2 Zone 2 1 0 Operação do Sistema - Zona 2
(informação da luz)
3 Zone 3 0 1 Operação do Sistema - Zona 3
(informação da luz)
4 Zone 4 0 0 Operação do Sistema - Zona 4
(informação da luz)
5 Addr 0 0 Endereçamento - Peso 8
6 Addr 0 0 Endereçamento - Peso 4
7 Addr 0 1 Endereçamento - Peso 2
8 Addr 1 0 Endereçamento - Peso 1

VAM 4C (3) endereço ”1” (33)


VAM 4C (6) endereço “2” (34)

Ajuste das Dipswitches SW2


VAM4C(3)

VAM4C(6)
Ajuste do

Ajuste do

Switch Definição Descrição


1 Latch 1 1 Posição ”0” (switch para baixo):
Contato de trip atua somente quando
a proteção está atuada.

Posição ”1” (switch para cima):


Contato de trip retentivo

2 1A / 5A 0 *) 0 *) Posição ”0” (switch para baixo):


Secundário do TC é de 1 A

Posição ”1” (para cima):


Secundário do TC é de 5 A

VM221.PO009 Suporte técnico Vamp 24h: +358 (0)20 753 3264 17


VAMP 221 Sistema de Proteção de Arco-Voltaico VAMP Ltd
Descrição Técnica

3 I> out 1 1 Posição ”0” (switch para baixo):


Escravo não transmite critério de
corrente de outras unidades

Posição ”1” (para cima):


Escravo transmite critério de
corrente de outras unidades
4 I> in 1 1 Posição ”0” (switch para baixo):
Escravo não recebe critério de
corrente de outras unidades

Posição ”1” (para cima):


Escravo recebe critério de corrente
de outras unidades
*) Assim como no CT

Ajuste da corrente de Pick-up nos potênciômetros L1/L3 e L2/Io


L1 / L3
Os ajustes dos potenciômetros são usados para restringir e dar
maior confiabilidade ao sistema prevenindo contra atuações
indevidas provocadas pelo flash. Este potenciômetro controla o
ajuste dos canais IL1 e IL3. O ajuste é feito entre 0.5 … 6 x In.
Este ajuste é feito separadamente dos canais IL2/Io.
L2 / Io
Este potenciômetro é usado para restringir a atuação do
sistema e prevenir contra atuações indevidas. O ajuste neste
caso pode ser para corrente de fase IL2 ou de neutro, Io. O
ajuste é feito entre 0.05 … 5 x In. Este ajuste é feito
separadamente dos canais IL1/IL3.
Nota! Se as 3 fases são conectadas na unidade central, ambos
os potenciômetros L1/L3 e L2 devem estar ajustados.

Configuração do escravo VAM 3L (2,4 e 5)


Ajuste das Dipswitches SW1
VAM3L(2)

VAM3L(4)

VAM3L(5)
Definição

Ajuste do

Ajuste do

Ajuste do
Switch

Descrição

1 BIO 1 1 1 Posição ”1” (switch do lado direito):


Unidade não recebe informação de luz
de outras unidades da mesma zona de
atuação.
Posição ”0” (switch no lado esquerdo):
Unidade recebe informação de luz de
outras unidades da mesma zona de
atuação.

18 Suporte técnico Vamp 24h: +358 (0)20 753 3264 VM221.PO009


VAMP Ltd Sistema de Proteção de Arco-Voltaico VAMP 221
Descrição Técnica

2 Latch 1 1 1 Posição ”0” (switch no lado esquerdo):


Contato de trip atua somente quando
a proteção está atuada
Posição ”1” (switch do lado direito):
Contato de trip retentivo

3 L+I / 0 0 0 Posição ”0” (switch no lado esquerdo):


L Trip é ativado por critério de luz e
sobrecorrente.
Posição ”1” (switch do lado direito)
- trip é ativado somente por critério
de luz
4 Addr 0 0 1 Endereçamento - peso 16
5 Addr 0 1 1 Endereçamento - peso 8
6 Addr 0 0 0 Endereçamento - peso 4
7 Addr 0 0 0 Endereçamento - peso 2
8 Addr 0 0 0 Endereçamento - peso 1

VAM 3L (2) endereço 0 (zona de proteção 1)


VAM 3L (4) endereço 8 (zona de proteção 2)
VAM 3L (5) endereço 16 (zona de proteção 3)

3.1.4. Testando o Exemplo de Aplicação


NOTA!
Para instruções gerais de teste, veja o guia de implementação e
configuração, capítulo 4.

Testando a Unidade Central VAMP 221 (1)


O sistema é configurado no menu INSTALL nas unidades
centrais uma vez que os ajustes de todos os componentes do
sistema de proteção estejam configurados. Você pode verificar
a configuração do sistema através do menu INFO.
Para verificar o valor de ajuste de pickup de corrente nos canais
L1 ou L3 (por exemplo, 3 x In). Você pode monitorar a ativação
da sobrecorrente através do led indicador Iint> .
Para verificar o valor de ajuste de pickup de corrente nos canais
L2 ou Lo (por exemplo, 3 x In). Você pode monitorar a ativação
da sobrecorrente através do led indicador Iint> .
Se a corrente de fase não é lida nas 3 fases simultaneamente
um alarme de desbalanço é emitido. Ele é indicado por um
alarme de falta (alarme No. 18). Este alarme não irá previnir
uma atuação da unidade, entretanto. Cada alarme desbalanço é
emitido separadamente por cada unidade central.

VM221.PO009 Suporte técnico Vamp 24h: +358 (0)20 753 3264 19


VAMP 221 Sistema de Proteção de Arco-Voltaico VAMP Ltd
Descrição Técnica

Testando o Escravo VAM 4C (3.6)


Para verificar o valor de ajuste de pickup de corrente nos canais
L1 ou L3 (por exemplo, 3 x In). Então gire o potenciômetro até
que a indicação de sobrecorrente no sistema fique ativa.
Para verificar o valor de ajuste de pickup de corrente nos canais
L2ou Lo (por exemplo, 3 x In). Então gire o potenciômetro até
que a indicação de sobrecorrente no sistema fique ativa.
Se a corrente de fase não é lida nas 3 fases simultaneamente
um alarme de desbalanço é emitido. Ele é indicado através do
LED. A unidade também irá enviar a informação para a
unidade central. Isto entretanto não irá evitar a operação da
unidade.

Testando o Escravo VAM 3L (2, 4, 5)


Para verificar a transferência da informação da luz, ative cada
sensor em fibra usando uma fonte de luz poderosa, como um
flash. Para verificar a transferência de dados, leia no display da
unidade central o local da incidência da iluminação.

Teste do sistema como um todo


Realize o teste com a sobrecorrente excedendo o pick-up na
unidade centra e escravos, e imediatamente ative o flash em
um sensor de cada escravo. Verifique o trip e a seletividade.
Verifique o circuito de trip de cada disjuntor uma vez testados
os contatos de saída do sistema de proteção de arco-voltaico
VAMP221.
Preencha o relatório de testes (veja o modelo no manual do
usuário) durante o teste.
Feche os terminais de fiação e remova as conexões temporárias.
O sistema está pronto para ser comissionado.

20 Suporte técnico Vamp 24h: +358 (0)20 753 3264 VM221.PO009


VAMP Ltd Sistema de Proteção de Arco-Voltaico VAMP 221
Descrição Técnica

3.2. Solução seletiva, 2 alimentadores, 2


zonas de proteção, 50BF em uso
A
VAMP 221 B

VAMP 221
Arc Protection Relay

Run

Install
1 2
Info Power Trip 1

Temp set Com Trip 2

Temp Error Trip 3

Current Trip 4

Error code I>int.

Latch non Latch I>ext.


L> & I> L>
CBFP Fast
100 ms 150 ms

Relay Matrix

Master Slave
16 15 14 13 12 11 10 9 8 7 6 5 4 3 2 1
X2
1A
5A
VAM 4C
6 COM 1 COM 2
SW1
L1,L3 4 x In Zone1
0.5 Zone2
1.5 Zone3 TRIP
5.0 Zone4

L2/Io 1.0 x In
Addr.
0.05 4.0 POWER
2.0 COM
VY 069A x In 1.0 ERROR
0.5

CURRENT TRANSFORMER 0.1


L1 L2 L3

X1 L1/L3 L2/Io

4 3
16 15 14 13 12 11 10 9 8 7 6 5 4 3 2 1 16 15 14 13 12 11 10 9 8 7 6 5 4 3 2 1
X2 X2
VAM 10L VAM 10L
COM 1 COM 2 COM 1 COM 2

SW1 SW1
SENSOR SENSOR
L> ext/int OK L> ext/int OK
Latch Latch
L+I / L
POWER POWER
ACT L+I / L ACT
Zone COM Zone COM
TRIP TRIP
ERROR ERROR
Addr. Addr.

SENSOR INPUTS SENSOR INPUTS


1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10

X1 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 X1 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20

VA1DA
VA1DA
VA1DA

VA1DA
VA1DA
VA1DA
VA1DA
VA1DA

VA1DA

VA1DA
VA1DA

VA1DA
VA1DA

Zone 1 X1 X2 Zone 2 X3 X4 X4 X5

2inc_5out_point

Figura 3.2-1 Solução seletiva, 2 direções de potência, 2 zonas de proteção,


uso da função 50BF.

VM221.PO009 Suporte técnico Vamp 24h: +358 (0)20 753 3264 21


VAMP 221 Sistema de Proteção de Arco-Voltaico VAMP Ltd
Descrição Técnica

2inc_5out_point_paakaavio

Figura 3.2-2 Solução seletiva, 2 direções de potência, 2 zonas de proteção,


uso da função 50BF.

22 Suporte técnico Vamp 24h: +358 (0)20 753 3264 VM221.PO009


VAMP Ltd Sistema de Proteção de Arco-Voltaico VAMP 221
Descrição Técnica

3.2.1. Descrição do Sistema


O objeto protegido é um cubículo de média tensão separado em
duas partes. Ele possui um barramento entre as duas entradas
para fazer a distribuição de energia.
Para minimizar a zona de falta, o painel é dividido em duas
zonas quando é estruturalmente possível . Elas são separadas
pelo tie e monitoradas pelos sensores (3 e 4). O sistema recebe
o critério de corrente da unidade central (1) e escravo (26), que
são instalados nos alimentadores.
A proteção do cubículo é garantida através dos contatos do
50BF colocados no primário do transformador. Quando o ajuste
da função 50BF é feito, tem que se levar em conta o tempo de
atuação do disjuntor do sistema, que pode ser bastante elevado
para os disjuntores antigos.
A unidade central e os escravos servem para atuação nos
disjuntores. A unidade central (1) atua no circuito de trip do
disjuntor do seu alimentador zona 1 (grupo de contatos 1) e
serve como 50BF CBFP na zona 1 e 2 (grupo de contatos 1 e 2),
se o pick-up de corrente e ultrapassado. Os escravos (3 e 4)
atuam no disjuntor de acoplamento entre as zonas 1 e 4 e na
sua própria zona. A unidade escrava (3) atua no circuito do
disjuntor de acoplamento.
Um alarme é dado através dos contatos de alarme da unidade
central quando ocorre um arco em qualquer zona. O alarme de
auto-supervisão do sistema também é dado pelos contatos de
alarme da unidade central.

3.2.2. Componentes do Sistema


O sistema de proteção de arco em questão compreende os
sefuinte equipamentos
• uma (1) VAMP 221 unidade central
• um (1) escravo VAM 4C
• dois (2) escravos VAM 10L
• dezesseis (16) sensores pontuais VA1DA

3.2.3. Configuração do Sistema


Configuração da Unidade Central VAMP 221 (1)

VM221.PO009 Suporte técnico Vamp 24h: +358 (0)20 753 3264 23


VAMP 221 Sistema de Proteção de Arco-Voltaico VAMP Ltd
Descrição Técnica

Ajuste das Dipswitches SW1


Switch Definição Ajuste Descrição
1 Latch 1 Posição ”0” (switch no lado esquerdo):
Contato de trip atua somente quando a
proteção está atuada
Posição ”1” (switch do lado direito):
Contato de trip retentivo
2 L>&I> / L> 0 Posição ”0” (switch no lado esquerdo):
trip é ativado por critério de luz e
sobrecorrente.
Posição ”1” (switch do lado direito):
trip é ativado somente por critério de luz
3 CBFP/Fast 0 Posição ”0” (switch no lado esquerdo):
Contatos de trip 2 e 4 servem como 50BF
Posição ”1” (switch do lado direito):
Contatos de trip 2 e 4 atuam em 7ms
4 CBFP 1 Posição ”0” (switch no lado esquerdo):
100/150 ms Tempo de atuação da 50BF em 100ms
Posição ”1” (switch do lado direito):
Tempo de atuação da 50BF em 150ms
5 Relay matrix 1 Matrix de contatos
6 Relay matrix 0 Matrix de contatos
7 Relay matrix 0 Matrix de contatos
8 central 0 Posição ”0” (switch no lado esquerdo):
unit/sub-unit Unidade central atuando como mestra
Posição ”1” (switch do lado direito):
Unidade central atuando como escrava

O VAMP 221 serve como um mestre para os escravos, então ele


deve ser configurado como unidade central.

Ajuste da corrente de Pick-up nos potênciômetros L1/L3 e L2/Io


L1 / L3
Os ajustes dos potenciômetros são usados para restringir e dar
maior confiabilidade ao sistema prevenindo contra atuações
indevidas provocadas pelo flash. Este potenciômetro controla o
ajuste dos canais IL1 e IL3. O ajuste é feito entre 0.5 … 6 x In.
Este ajuste é feito separadamente dos canais IL2/Io.
L2 / Io
Este potenciômetro é usado para restringir a atuação do
sistema e prevenir contra atuações indevidas. O ajuste neste
caso pode ser para corrente de fase IL2 ou de neutro, Io. O
ajuste é feito entre 0.05 … 5 x In. Este ajuste é feito
separadamente dos canais IL1/IL3.

24 Suporte técnico Vamp 24h: +358 (0)20 753 3264 VM221.PO009


VAMP Ltd Sistema de Proteção de Arco-Voltaico VAMP 221
Descrição Técnica

NOTA!
Se as 3 fases são conectadas na unidade central, ambos os
potenciômetros L1/L3 e L2 devem estar ajustados.

Configuração da Unidade Escrava VAM 4C (2)


Ajuste das Dipswitches SW1

VAM4C(2)
Ajuste
Switch Definição Descrição
1 Zone 1 0 Operação do Sistema - Zona 1
(informação da luz)
2 Zone 2 1 Operação do Sistema - Zona 2
(informação da luz)
3 Zone 3 0 Operação do Sistema - Zona 3
(informação da luz)
4 Zone 4 0 Operação do Sistema - Zona 4
(informação da luz)
5 Addr 0 Endereçamento - Peso 8
6 Addr 0 Endereçamento - Peso 4
7 Addr 0 Endereçamento - Peso 2
8 Addr 1 Endereçamento - Peso 1

VAM 4C (2) endereço ”1” (33)

Ajuste das Dipswitches SW2


VAM4C(2)
Ajuste

Switch Definição Descrição


1 Latch 1 Posição ”0” (switch para baixo):
Contato de trip atua somente quando a
proteção está atuada.

Posição ”1” (switch para cima):


Contato de trip retentivo

2 1A / 5A 0 *) Posição ”0” (switch para baixo):


Secundário do TC é de 1 A

Posição ”1” (para cima):


Secundário do TC é de 5 A

VM221.PO009 Suporte técnico Vamp 24h: +358 (0)20 753 3264 25


VAMP 221 Sistema de Proteção de Arco-Voltaico VAMP Ltd
Descrição Técnica

3 I> out 1 Posição ”0” (switch para baixo):


Escravo não transmite critério de corrente
de outras unidades

Posição ”1” (para cima):


Escravo transmite critério de corrente de
outras unidades
4 I> in 1 Posição ”0” (switch para baixo):
Escravo não recebe critério de corrente de
outras unidades

Posição ”1” (para cima):


Escravo recebe critério de corrente de outras
unidades
*) Mesmo que o do TC

Ajuste da corrente de Pick-up nos potênciômetros L1/L3 e L2/Io


L1 / L3
Os ajustes dos potenciômetros são usados para restringir e dar
maior confiabilidade ao sistema prevenindo contra atuações
indevidas provocadas pelo flash. Este potenciômetro controla o
ajuste dos canais IL1 e IL3. O ajuste é feito entre 0.5 … 6 x In.
Este ajuste é feito separadamente dos canais IL2/Io.
L2 / Io
Este potenciômetro é usado para restringir a atuação do
sistema e prevenir contra atuações indevidas. O ajuste neste
caso pode ser para corrente de fase IL2 ou de neutro, Io. O
ajuste é feito entre 0.05 … 5 x In. Este ajuste é feito
separadamente dos canais IL1/IL3.
Nota! Se as 3 fases são conectadas na unidade central, ambos
os potenciômetros L1/L3 e L2 devem estar ajustados.

Configuração dos escravos VAM 10L (3 e 4)


Ajuste das dipswitches SW1
VAM10L(3)

VAM10L(4)
Ajustte da
Ajuste da
Definição
Switch

Descrição
1 L> 0 0 Posição ”1” (switch do lado direito):
ext/int Unidade não recebe informação de luz de
outras unidades da mesma zona de atuação.
Posição ”0” (switch no lado esquerdo):
Unidade recebe informação de luz de outras
unidades da mesma zona de atuação.

26 Suporte técnico Vamp 24h: +358 (0)20 753 3264 VM221.PO009


VAMP Ltd Sistema de Proteção de Arco-Voltaico VAMP 221
Descrição Técnica

2 Latch 1 1 Posição ”0” (switch no lado esquerdo):


Contato de trip atua somente quando a
proteção está atuada
Posição ”1” (switch do lado direito):
Contato de trip retentivo
3 L+I / L 0 0 Posição ”0” (switch no lado esquerdo):
Trip é ativado por critério de luz e
sobrecorrente.
Posição ”1” (switch do lado direito)
- trip é ativado somente por critério de
luz
4 Zone 4 0 0 Endereçamento - peso 16
5 Addr 0 1 Endereçamento - peso 8
6 Addr 0 0 Endereçamento - peso 4
7 Addr 0 0 Endereçamento - peso 2
8 Addr 0 0 Endereçamento - peso 1

VAM 10L (3) endereço “0” (zona de proteção 1)


VAM 10L (4) unit address “8” (zona de proteção 2)

3.2.4. Teste do Sistema


Testando a Unidade Central VAMP 221 (1)
O sistema é configurado no menu INSTALL nas unidades
centrais uma vez que os ajustes de todos os componentes do
sistema de proteção estejam configurados. Você pode verificar
a configuração do sistema através do menu INFO.
Para verificar o valor de ajuste de pickup de corrente nos canais
L1 ou L3 (por exemplo, 3 x In). Você pode monitorar a ativação
da sobrecorrente através do led indicador Iint> .
Para verificar o valor de ajuste de pickup de corrente nos canais
L2 ou Lo (por exemplo, 3 x In). Você pode monitorar a ativação
da sobrecorrente através do led indicador Iint> .
Se a corrente de fase não é lida nas 3 fases simultaneamente
um alarme de desbalanço é emitido. Ele é indicado por um
alarme de falta (alarme No. 18). Este alarme não irá previnir
uma atuação da unidade, entretanto. Cada alarme desbalanço é
emitido separadamente por cada unidade central.

Testando o Escravo VAM 4C (2)


Para verificar o valor de ajuste de pickup de corrente nos canais
L1 ou L3 (por exemplo, 3 x In). Então gire o potenciômetro até
que a indicação de sobrecorrente no sistema fique ativa.
Para verificar o valor de ajuste de pickup de corrente nos canais
L2ou Lo (por exemplo, 3 x In). Então gire o potenciômetro até
que a indicação de sobrecorrente no sistema fique ativa.

VM221.PO009 Suporte técnico Vamp 24h: +358 (0)20 753 3264 27


VAMP 221 Sistema de Proteção de Arco-Voltaico VAMP Ltd
Descrição Técnica

Se a corrente de fase não é lida nas 3 fases simultaneamente


um alarme de desbalanço é emitido. Ele é indicado através do
LED. A unidade também irá enviar a informação para a
unidade central. Isto entretanto não irá evitar a operação da
unidade.

Testando o Escravo VAM 10L (4, 5)


Para verificar a transferência da informação da luz, ative cada
sensor usando uma fonte de luz poderosa, como um flash. Para
verificar a transferência de dados, leia no display da unidade
central o local da incidência da iluminação.

Teste do sistema como um todo


Realize o teste com a sobrecorrente excedendo o pick-up na
unidade centra e escravos, e imediatamente ative o flash em
um sensor de cada escravo. Verifique o trip e a seletividade.
Verifique o circuito de trip de cada disjuntor uma vez testados
os contatos de saída do sistema de proteção de arco-voltaico
VAMP221.
Preencha o relatório de testes (veja o modelo no manual do
usuário) durante o teste.
Feche os terminais de fiação e remova as conexões temporárias.
O sistema está pronto para ser comissionado.

28 Suporte técnico Vamp 24h: +358 (0)20 753 3264 VM221.PO009


3.3.
VAMP Ltd

VM221.PO009
VAMP 221 18
I > BIO
POWER 4 CE
VAR CBFP zone2

VY014A
A Vaasa Electronics Oy Made in Finland
B C
+24V GND TRIP TRIP1 TRIP2 TRIP3 TRIP4
1 3 5 7 11 13 17 19 23 25 29 31
2 4 6 8 12 14 18 20 24 26 30 32

CBFP zone1 CBFP zone1

16 15 14 13 12 11 10 9 8 7 6 5 4 3 2 1
X2
VAM 4C
VAMP 221
COM 1 COM 2
VAMP 221 SW1 Arc Protection Relay
Arc Protection Relay
Zone1
Zone2 Run
Run Zone3 TRIP
Zone4
Install
Install Addr.
4.0 POWER Info Power Trip 1
Info Power Trip 1
2.0 COM Temp set Com Trip 2
Temp set Com Trip 2 x In 1.0 ERROR
0.5
Temp Error Trip 3
Temp Error Trip 3
1 Current Trip 4
CURRENT TRANSFORMER
L1 L2 L3
0.1
8 Current Trip 4

Error code I>int.


Error code I>int.
Latch non Latch I>ext.
3
Latch non Latch I>ext. L1/L3 L2/Io L> & I> L>
X1 CBFP Fast
L> & I> L>
CBFP Fast 100 ms 150 ms
100 ms 150 ms
Relay Matrix
Relay Matrix
Master Slave
Master Slave
1A
1A 5A
5A
6
6
L1,L3 4 x In
L1,L3 4 x In 0.5
1.5
0.5
1.5 5.0
5.0 L2/Io 1.0 x In
L2/Io 1.0 x In 0.05
0.05
CB2 VY 069A
VY 069A
10
16 15 14 13 12 11 10 9 8 7 6 5 4 3 2 1
X2
VAM 10L
COM 1 COM 2

SW1
POWER 4 CE SENSOR
L> ext/int OK
Zone 1.1 POWER
VAR 4 CE
Zone 2.1 VAR Latch
L+I / L ACT
POWER
Zone COM
TRIP
VY014A

ERROR
Addr.
Vaasa Electronics Oy Made in Finland

VY014A
16 15 14 13 12 11 10 9 8 7 6 5 4 3 2 1

VAM 10L
X2
14 Vaasa Electronics Oy Made in Finland +24V GND TRIP TRIP1 TRIP2 TRIP3 TRIP4
SENSOR INPUTS
+24V GND TRIP TRIP1 TRIP2 TRIP3 TRIP4 1 3 5 7 11 13 17 19 23 25 29 31 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10
5 COM 1 COM 2 1 3 5 7 11 13 17 19 23 25 29 31 2 4 6 8 12 14 18 20 24 26 30 32
2 4 6 8 12 14 18 20 24 26 30 32
X1 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20
SW1
SENSOR
L> ext/int OK
Latch
L+I / L
POWER
ACT
Zone COM
TRIP
ERROR
Addr.

1 2 3 4
SENSOR INPUTS
5 6 7 8 9 10
16
X1 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20
Descrição Técnica

16 15 14 13 12 11 10 9 8 7 6 5 4 3 2 1
X2
Zone 1.3 Zone 2.2 Zone 2.3
VAM 10L
COM 1 COM 2
6 Zone 1.2 16 15 14 13 12 11 10 9 8 7 6 5 4 3 2 1
X2
16 15 14 13 12 11 10 9 8 7 6 5 4 3 2 1
X2
VAM 10L
SW1
VAM 10L
COM 1 COM 2
SENSOR
L> ext/int COM 1 COM 2 16 15 14 13 12 11 10 9 8 7 6 5 4 3 2 1
OK X2
Latch
L+I / L
POWER
ACT VAM 10L
Zone COM SW1
TRIP
ERROR SENSOR SW1 COM 1 COM 2
Addr.
L> ext/int OK
Latch
SENSOR
L+I / L
POWER L> ext/int
ACT OK
SENSOR INPUTS Latch
Zone COM L+I / L
POWER
1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 TRIP ACT
ERROR Zone COM SW1
Addr. TRIP SENSOR
ERROR
Addr. L> ext/int OK
Latch
SENSOR INPUTS L+I / L
POWER
ACT
X1 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 SENSOR INPUTS Zone COM
TRIP
1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 ERROR
Addr.
X2
X1 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 SENSOR INPUTS
X1 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10

X1 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20
Sistema de Proteção de Arco-Voltaico

Suporte técnico Vamp 24h: +358 (0)20 753 3264


13 13 11

de fluxo de potência, utilização da função 50BF.


Zone 1.4 Zone 2.4
7
16 15 14 13 12 11 10 9 8 7 6 5 4 3 2 1
X2
VAM 10L
COM 1 COM 2

SW1
POWER 4 CE
SENSOR
L> ext/int OK
VAR
Latch
L+I / L ACT
POWER
15 POWER 4 CE
VY014A

Zone COM VAR


TRIP Vaasa Electronics Oy Made in Finland
Solução em Fibra Ótica, com

ERROR
Addr.
+24V GND TRIP TRIP1 TRIP2 TRIP3 TRIP4
17

VY014A
SENSOR INPUTS
1 3 5 7 11 13 17 19 23 25 29 31
Vaasa Electronics Oy Made in Finland
1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 2 4 6 8 12 14 18 20 24 26 30 32 16 15 14 13 12 11 10 9 8 7 6 5 4 3 2 1
+24V GND TRIP TRIP1 TRIP2 TRIP3 TRIP4 X2
1 3 5 7 11 13 17 19 23 25 29 31 VAM 10L
2 4 6 8 12 14 18 20 24 26 30 32
X1 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 COM 1 COM 2

SW1
SENSOR
L> ext/int OK
Latch
L+I / L
POWER
ACT
Zone

Addr.
TRIP
COM
ERROR
12
SENSOR INPUTS
1 2 3 4 5 6 7 8 9 10

X1 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20

VAMP 221
Arc Protection Relay VAMP 221
Arc Protection Relay
Run
Run
Install
Install
zonas de proteção e uso da 50BF

Info Power Trip 1


Info Power Trip 1
Temp set Com Trip 2
Temp set Com Trip 2
Temp Error Trip 3
Temp Error Trip 3
Current Trip 4
múltiplos alimentadores, múltiplas

Current Trip 4
Error code I>int.
Error code I>int.
Latch non Latch I>ext.
L> & I> L> Latch non Latch I>ext.
CBFP Fast L> & I> L>
100 ms 150 ms CBFP Fast
100 ms 150 ms
Relay Matrix
Relay Matrix
Master Slave
Master Slave
1A
5A
4 1A
5A

L1,L3 4
6

x In
2 6
0.5 L1,L3 4 x In
1.5 0.5
5.0 1.5
L2/Io 1.0 x In 5.0
0.05 L2/Io 1.0 x In
0.05

VY 069A
VY 069A

3inc_8zone_appl_1

Figure 3.3-1 Solução em fibra ótica com múltiplas zonas, múltiplas direções

29
VAMP 221
VAMP 221 Sistema de Proteção de Arco-Voltaico VAMP Ltd
Descrição Técnica

3inc_8zone_appl_1_paakaavio

Figura 3.3-2 Solução em fibra ótica com múltiplas zonas, múltiplas direções
de fluxo de potência, utilização da função 50BF.

30 Suporte técnico Vamp 24h: +358 (0)20 753 3264 VM221.PO009


VAMP Ltd Sistema de Proteção de Arco-Voltaico VAMP 221
Descrição Técnica

3.3.1. Descrição do Sistema


A instalação protegida é um sistema de distribuição de media
tensão composto por dois painéis e 5 alimentadores. Os
cubículos possuem barramentos entre as entradas; Ele também
possui outros alimentadores, todos eles em zonas de proteção
separadas. O sistema compreende 2 sistemas independents
interconectados através de entradas/saídas digitais para que
seja possível compreender várias zonas de atuação.
Para minimizar a zona de falta, o painel é dividido em duas
zonas limitadas pelo tie e monitorados pelos sensores (5, 7, 10 e
12). O sistema recebe o critério de corrente das unidades
centrais (1, 2, 3 e 4) e escravo (8), que são instalados nos
alimentadores. As conexões do sistema são supervisionadas
pelos sensores (5, 7, 10 and 13).
A proteção do cubículo é garantida através dos contatos do
50BF colocados no primário do transformador. Quando o ajuste
da função 50BF é feito, tem que se levar em conta o tempo de
atuação do disjuntor do sistema, que pode ser bastante elevado
para os disjuntores antigos.
A unidades centrais, escravos e multiplicadores de contato (14,
15, 16 e 17) servem como unidades de atuação.
A unidade central (1) atua no circuito de trip do disjuntor do
seu alimentador e nas zonas 1.1 e 1.2, 1.1 e 1.3, e 1.1 e 2.1 na
zona 1.1 s (grupo de contatos 1) e serve como 50BF nessas
zonas (grupo de contatos 1) se o valor de pick-up é
ultrapassado. A unidade tem seus contatos multiplicados pelo
relé (14). Além disso, a unidade central (2) atua no circuito do
disjuntor das zonas 1.1 e 1.2 na zona 1.2 (grupo de contatos 2)
se o valor de pick-up é excedido. O trip da 50BF é multiplicado
para cada alimentador através do relé (18).
A unidade central (2) atua no circuito de trip do disjuntor do
seu alimentador e nas zonas 1.2 e 1.4, 1.3 e 1.4, e 1.4 e 2.4 na
zona 1.4 (grupo de contatos 2) se o pick-up de corrente é
excedido. A unidade tem seus contatos multiplicados pelo relé
(15). Além disso, a unidade central (2) atua no circuito do
disjuntor das zonas 1.3 e 1.1 na zona 1.1 (grupo de contatos 1)
se o valor de pick-up é ultrapassado.
A unidade central (3) atua no circuito de trip do disjuntor do
seu alimentador e nas zonas 2.1 e 2.2, 2.1 e 2.3, e 1.1 e 2.1 na
zona 2.1 s (grupo de contatos 1) e serve como 50BF em faltas
nessas zonas (grupo de contatos 1) se o pick-up de corrente é
excedido . A unidade tem seus contatos multiplicados pelo relé
(16). Além disso, a unidade central (3) atua no circuito do
disjuntor das zonas 2.1 e 2.2 na zona 2.2 (grupo de contatos 2)
se o valor de pick-up é ultrapassado.

VM221.PO009 Suporte técnico Vamp 24h: +358 (0)20 753 3264 31


VAMP 221 Sistema de Proteção de Arco-Voltaico VAMP Ltd
Descrição Técnica

A unidade central (4) atua no circuito de trip do disjuntor do


seu alimentador e nas zonas 2.2 e 2.4, 2.3 e 2.4, e 1.4 e 2.4 na
zona 2.4 (grupo de contatos 1) se o pick-up de corrente é
ultrapassado. A unidade tem seus contatos multiplicados pelo
relé (17). Além disso, a unidade central (4) atua no circuito do
disjuntor das zonas 2.3 e 2.4 na zona 2.4 (grupo de contatos 2)
se o pick-up de corrente e ultrapassado.
O escravo 8 atua no disjuntor de acoplamento de barras, zona
1.1 , se o pick-up de corrente é ultrapassado.
O sensor de arco do escravo (6) atua no disjuntor entre as zonas
1.2 e 1.4 em faltas na sua própria zona.
O sensor de arco do escravo (9) atua no disjuntor entre as zonas
1.3 e 1.4 em faltas na sua própria zona.
O sensor de arco do escravo (13) atua no disjuntor entre as
zonas 2.2 e 2.4 em faltas na sua própria zona.
O sensor de arco do escravo (11) atua no disjuntor entre as
zonas 2.1 e 2.3 em faltas na sua própria zona.
Um alarme é dado através dos contatos de alarme das unidades
centrais quando ocorre um arco em qualquer zona. O alarme de
auto-supervisão do sistema também é dado pelos contatos de
alarme da unidade central.

3.3.2. Componentes do sistema


O sistema em questão compreende os seguintes componentes :
• quatro (4) VAMP 221 unidades centrais
• um (1) escravoVAM 4C
• oito (8) escravos VAM 10L
• um máximo de oitenta (80) sensores do tipo VA1DA
• quatro (4) multiplicadores de contato VAR 4CE

3.3.3. Configuração do Sistema


Configurando as unidades centrais VAMP 221 (1,2,3
and 4)

32 Suporte técnico Vamp 24h: +358 (0)20 753 3264 VM221.PO009


VAMP Ltd Sistema de Proteção de Arco-Voltaico VAMP 221
Descrição Técnica

Ajuste das dipswitches SW1

VAMP221(1)

VAMP221(2)

VAMP221(3)

VAMP221(4)
Definição

Ajuste do

Ajuste do

Ajuste do

Ajuste do
Switch

S i

S i
Descrição
1 Latch 1 1 1 1 Posição ”0” (switch no lado esquerdo):
Contato de trip atua somente quando a
proteção está atuada
Posição ”1” (switch do lado direito):
Contato de trip retentivo

2 L>&I> 0 0 0 0 Posição ”0” (switch no lado esquerdo):


/ L> Trip é ativado por critério de luz e
sobrecorrente.
Posição ”1” (switch do lado direito)
- trip é ativado somente por critério
de luz
3 CBFP/ 0 0 0 0 Posição ”0” (switch no lado esquerdo):
Fast Contatos de trip 2 e 4 servem como 50BF
Posição ”1” (switch do lado direito):
Contatos de trip 2 e 4 atuam em 7ms

4 CBFP 1 1 1 1 Posição ”0” (switch no lado esquerdo):


100/ Tempo de atuação da 50BF em 100ms
150 ms Posição ”1” (switch do lado direito):
Tempo de atuação da 50BF em 150ms

5 Relay 1 1 0 1 Matrix de contatos


matrix
6 Relay 0 1 1 1 Matrix de contatos
matrix
7 Relay 0 0 0 0 Matrix de contatos
matrix
8 central 0 1 0 1 Posição ”0” (switch no lado esquerdo):
unit/su Unidade central atuando como mestra
b-unit Posição ”1” (switch do lado direito):
Unidade central atuando como escrava

Os equipamentos VAMP 221 (1 e 3) servem como unidade


central para os escravos, então os VAMP 221 (1 e 3) devem
estar selecionados para atuarem como mestres.
Os equipamentos VAMP 221 (2 e 4) devem estar selecionados
para atuarem como escravos.

VM221.PO009 Suporte técnico Vamp 24h: +358 (0)20 753 3264 33


VAMP 221 Sistema de Proteção de Arco-Voltaico VAMP Ltd
Descrição Técnica

Ajuste da corrente de Pick-up nos potênciômetros L1/L3 e L2/Io


L1 / L3
Os ajustes dos potenciômetros são usados para restringir e dar
maior confiabilidade ao sistema prenindo contra atuações
indevidas provocadas pelo flash. Este potenciômetro controla o
ajuste dos canais IL1 e IL3. O ajuste é feito entre 0.5 … 6 x In.
Este ajuste é feito separadamente dos canais IL2/Io.
L2 / Io
Este potenciômetro é usado para restringir a atuação do
sistema e prevenir contra atuações indevidas. O ajuste neste
caso pode ser para corrente de fase IL2 ou de neutro, Io. O
ajuste é feito entre 0.05 … 5 x In. Este ajuste é feito
separadamente dos canais IL1/IL3.
Nota! Se as 3 fases são conectadas na unidade central, ambos
os potenciômetros L1/L3 e L2 devem estar ajustados.

Configurando o escravo VAM 4C (8)


Ajuste das dipswitches SW1
VAM4C(8)
Ajuste do

Switch Definição Descrição


1 Zone 1 0 Zona de Operação do Sistema 1
(informação de luz)
2 Zone 2 0 Zona de Operação do Sistema 2
(informação de luz)
3 Zone 3 0 Zona de Operação do Sistema 3
(informação de luz)
4 Zone 4 1 Zona de Operação do Sistema 4
(informação de luz)
5 Addr 0 Endereçamento - peso 8
6 Addr 0 Endereçamento - peso 4
7 Addr 0 Endereçamento - peso 2
8 Addr 1 Endereçamento - peso 1

Endereço do VAM 4C (8) ”1” (33)

34 Suporte técnico Vamp 24h: +358 (0)20 753 3264 VM221.PO009


VAMP Ltd Sistema de Proteção de Arco-Voltaico VAMP 221
Descrição Técnica

Ajuste das dipswitches SW2

VAM4C(2)
Ajuste do
Switch Definição Descrição
1 Latch 1 Posição ”0” (switch para baixo):
Contato de trip atua somente quando a
proteção está atuada.

Posição ”1” (switch para cima):


Contato de trip retentivo

2 1A / 5A 0 *) Posição ”0” (switch para baixo):


Secundário do TC é de 1 A

Posição ”1” (para cima):


Secundário do TC é de 5 A

3 I> out 1 Posição ”0” (switch para baixo):


Escravo não transmite critério de corrente
de outras unidades

Posição ”1” (para cima):


Escravo transmite critério de corrente de
outras unidades
4 I> in 1 Posição ”0” (switch para baixo):
Escravo não recebe critério de corrente de
outras unidades

Posição ”1” (para cima):


Escravo recebe critério de corrente de outras
unidades
*) Mesmo que no CT

Ajuste da corrente de pick-up nos potenciômetros L1/L3 e L2/Io


L1 / L3
Os ajuste deste potenciômetro é usado para o setar o pick-up
dos canais de corrente IL1 e IL3. A faixa de ajuste é 0.5 … 6 x
In. Este potenciômetro é separado do que faz o ajuste dos
canais IL2/Io.
L2 / Io
Os ajuste deste potenciômetro é usado para o setar o pick-up
dos canais de corrente IL2 e Io. The setting zone is 0.05 … 5 x
In. Este potenciômetro é separado do que faz o ajuste dos
canais IL1/IL3.

VM221.PO009 Suporte técnico Vamp 24h: +358 (0)20 753 3264 35


VAMP 221 Sistema de Proteção de Arco-Voltaico VAMP Ltd
Descrição Técnica

NOTA!
Se as 3 fases estão conectadas nas entradas da unidade
mestre, os dois potenciômetros tem que ser ajustados.

Configuração dos escravos VAM 10L


(5,6,7,9,10,11,12 e 13)
SW1 switch settings
VAM10L(5,10)

VAM10L(6,13)

VAM10L(9,11)

VAM10L(7,12)
Definição

Ajuste do

Ajuste do

Ajuste do

Ajuste do
Switch

Descrição
1 L> 1 1 1 1 Posição ”1” (switch do lado direito):
ext/int Unidade não recebe informação de luz de
outras unidades da mesma zona de atuação.
Posição ”0” (switch no lado esquerdo):
Unidade recebe informação de luz de outras
unidades da mesma zona de atuação.
2 Latch 1 1 1 1 Posição ”0” (switch no lado esquerdo):
Contato de trip atua somente quando a
proteção está atuada
Posição ”1” (switch do lado direito):
Contato de trip retentivo
3 L+I / L 0 0 0 0 Posição ”0” (switch no lado esquerdo):
Trip é ativado por critério de luz e
sobrecorrente.
Posição ”1” (switch do lado direito)
- trip é ativado somente por critério de
luz
4 Zone 4 0 0 1 1 Endereçamento - peso 16
5 Addr 0 1 0 1 Endereçamento - peso 8
6 Addr 0 0 0 0 Endereçamento - peso 4
7 Addr 0 0 0 0 Endereçamento - peso 2
8 Addr 0 0 0 0 Endereçamento - peso 1

VAM 10L (5,10) endereço “0” (zona de proteção 1)


VAM 10L (6,13) endereço “8” (zona de proteção 2)
VAM 10L (9,11) endereço “16” (zona de proteção 3)
VAM 10L (7,12) endereço “24” (zona de proteção 4)

36 Suporte técnico Vamp 24h: +358 (0)20 753 3264 VM221.PO009


VAMP Ltd Sistema de Proteção de Arco-Voltaico VAMP 221
Descrição Técnica

3.3.4. Teste do Sistema


Configuração da Unidade Central VAMP 221 (1, 2,
3, 4)
O sistema é configurado no menu INSTALL nas unidades
centrais uma vez que os ajustes de todos os componentes do
sistema de proteção estejam configurados. Você pode verificar
a configuração do sistema através do menu INFO.
Para verificar o valor de ajuste de pickup de corrente nos canais
L1 ou L3 (por exemplo, 3 x In). Você pode monitorar a ativação
da sobrecorrente através do led indicador Iint> .
Para verificar o valor de ajuste de pickup de corrente nos canais
L2 ou Lo (por exemplo, 3 x In). Você pode monitorar a ativação
da sobrecorrente através do led indicador Iint> .
Se a corrente de fase não é lida nas 3 fases simultaneamente
um alarme de desbalanço é emitido. Ele é indicado por um
alarme de falta (alarme No. 18). Este alarme não irá previnir
uma atuação da unidade, entretanto. Cada alarme desbalanço é
emitido separadamente por cada unidade central.

Testando o escravo VAM 4C (8)


Para verificar o valor de ajuste de pickup de corrente nos canais
L1 ou L3 (por exemplo, 3 x In). Então gire o potenciômetro até
que a indicação de sobrecorrente no sistema fique ativa.
Para verificar o valor de ajuste de pickup de corrente nos canais
L2ou Lo (por exemplo, 3 x In). Então gire o potenciômetro até
que a indicação de sobrecorrente no sistema fique ativa.
Se a corrente de fase não é lida nas 3 fases simultaneamente
um alarme de desbalanço é emitido. Ele é indicado através do
LED. A unidade também irá enviar a informação para a
unidade central. Isto entretanto não irá evitar a operação da
unidade.

Testando os escravos VAM 10L (5, 6, 7, 9, 10, 11, 12,


13)
Para verificar a transferência da informação da luz, ative cada
sensor usando uma fonte de luz poderosa, como um flash. Para
verificar a transferência de dados, leia no display da unidade
central o local da incidência da iluminação.

Testando o sistema como um todo


Realize o teste com a sobrecorrente excedendo o pick-up na
unidade centra e escravos, e imediatamente ative o flash em
um sensor de cada escravo. Verifique o trip e a seletividade.

VM221.PO009 Suporte técnico Vamp 24h: +358 (0)20 753 3264 37


VAMP 221 Sistema de Proteção de Arco-Voltaico VAMP Ltd
Descrição Técnica

Verique a operação das saídas/entradas binárias através da


informação de sobrecorrente de cada componente do sistema.
Verifique o circuito de trip de cada disjuntor uma vez testados
os contatos de saída do sistema de proteção de arco-voltaico
VAMP221.
Preencha o relatório de testes (veja o modelo no manual do
usuário) durante o teste.
Feche os terminais de fiação e remova as conexões temporárias.
O sistema está pronto para ser comissionado.

3.4. Proteção de arco baseada na


medição da corrente de neutro
For example :

- Max E/F 300-600A


- phase setting 1.3 x In X3:17 ~ VAMP 221 Front
X3:18
- E/F setting 5% of primary ratio X7

=> if CT ratio 2000/1 primary setting = 100A I>


=> Io setting = 0.05 xIn
&
X1:1
IL1 T1 X1:7
X1:2
L> X1:8
X1:3
IL2 T2 X1:9
X1:4
X1:10
X1:5 T3 X1:11
IL3
X1:6 X1:12
Latch
L> & I>
non Latch
L> T4 X1:13
CBFP Fast
100 ms 150 ms X1:14
Communication A1 X1:15
step down
Relay Matrix

Master Slave X1:16


NER X3:1GND IF (no) X1:17
X3:2 +24V
X3:3 RS_B X1:18
X3:4 RS_A
X3:5 CAN_H
IF (nc) X1:19
10-20 ohm X3:6 CAN_L
X1:20

X6:1

P2
CTs
X6:2
100/1 to 2000/1

BIO
P1 X3:8 La>in
X3:9 Lb>in
X3:10 I>in
CB X3:11 La>out
X3:12 Lb>out
X3:13 GND
X3:14 GND

L1 VAMP221block

L2

L3

EF-application

Figura 3.4-1 Proteção de Arco-voltaico baseada na medição da corrente de


neutro.
For example:

- Phase setting 1.3 x In


X3:17 ~ VAMP 221 Front
X3:18 X7
- E/F setting 5% of primary ratio
=> if CT ratio 2000/1 primary setting = 100A I>
=> setting = 0.33 x In
&
X1:1
IL1 T1 X1:7
X1:2
L> X1:8
X1:3
IL2 T2 X1:9
Maximum earth fault X1:4
X1:10
current 300...650 A X1:5 T3 X1:11
IL3
X1:6 X1:12
300/1 Latch
L> & I>
non Latch
L> T4 X1:13
Earth Compensator NER CBFP
100 ms
Fast
150 ms X1:14
Communication Relay Matrix A1 X1:15
10-20ohm Master Slave X1:16
X3:1GND IF (no) X1:17
X3:2 +24V
X3:3 RS_B X1:18
X3:4 RS_A
X3:5 CAN_H
IF (nc) X1:19
X3:6 CAN_L
X1:20

X6:1

X6:2
P2
CTs
100/1 to 2000/1
BIO
X3:8 La>in
P1 X3:9 Lb>in
X3:10 I>in
X3:11 La>out
X3:12 Lb>out
CB X3:13 GND
X3:14 GND

L1 VAMP221block

L2

L3
EF-application_opt2

Figure 3.4-2 Proteção de Arco-voltaico baseada na medição da corrente de


neutro.

38 Suporte técnico Vamp 24h: +358 (0)20 753 3264 VM221.PO009


VAMP Ltd Sistema de Proteção de Arco-Voltaico VAMP 221
Descrição Técnica

3.4.1. Descrição do Sistema


A proposta deste exemplo de aplicação é mostrar a
implementação do critério de luz na proteção contra arco
usando a corrente de falta a terra.
A corrente de falta a terra pode ser medida diretamente da
conexão do TC, no caso que a soma da corrente das 3 fases for
conectada no borne L2/Io do VAMP221. (Figure 3.4-1)
Uma alternativa mais precisa é conectar um TC que mede a
corrente de neutro diretamente ao borne L2/Io da unidade
central VAMP221.

VM221.PO009 Suporte técnico Vamp 24h: +358 (0)20 753 3264 39


VAMP 221 Sistema de Proteção de Arco-Voltaico VAMP Ltd
Descrição Técnica

4. Interfaces
4.1. Vista do Painel Trazeiro

X3 X6 X2 X1

1
2
1 2
3
4
3 4
5
5 6
6
7
7 8
8
9 9 10
10 12
11
11
12 13 14
13
15 16
14
15 17 18
16
19 20
17
18

VAMP221Back

Terminal X1, lado esquerdo


No do Símbolo Descrição
Terminal.
X1:1 IL1 (S1) Entrada de Corrente 1 (S1)
X1:3 IL2 / Io (S1) Entrada de Corrente 2 (S1)
X1:5 IL3 (S1) Entrada de Corrente 3 (S1)
X1:7 TRIP 1 Contato de Trip 1
X1:9 TRIP 2 Contato de Trip 1
X1:11 TRIP 3 Contato de Trip 1
X1:13 TRIP 4 Contato de Trip 1
X1:15 TRIP ALARM Contato de alarme normalmente aberto
X1:17 SF(NC) Contacto de auto-supervisão, fechado quando o
Relé esta energizado
X1:19 SF(NO) Contacto de auto-supervisão, aberto quando o Relé
esta energizado

40 Suporte técnico Vamp 24h: +358 (0)20 753 3264 VM221.PO009


VAMP Ltd Sistema de Proteção de Arco-Voltaico VAMP 221
Descrição Técnica

Terminal X1, lado direito


No do Símbolo Descrição
Terminal.
X1:2 IL1 (S2) Entrada de Corrente 1 (S1)
X1:4 IL2 / Io(S2) Entrada de Corrente 2 (S1)
X1:6 IL3 (S2) Entrada de Corrente 3 (S1)
X1:8 TRIP 1 Contato de Trip 1
X1:10 TRIP 2 Contato de Trip 1
X1:12 TRIP 3 Contato de Trip 1
X1:14 TRIP 4 Contato de Trip 1
X1:16 TRIP ALARM Contato de alarme normalmente aberto
X1:18 SF(NC) Contacto de auto-supervisão, fechado quando o
Relé esta energizado
X1:20 SF(NO) Contacto de auto-supervisão, aberto quando o Relé
esta energizado

Terminal X3
No do Símbolo Descrição
Terminal.
X3:1 GND Fonte de alimentação para os escravos
X3:2 +24V Fonte de alimentação para os escravos
X3:3 RS_B Comunicação de dados
X3:4 RS_A Comunicação de dados
X3:5 CAN_L Comunicação de dados
X3:6 CAN_H Comunicação de dados
X3:7
X3:8 La> in Entrada digital- atuação de arco - grupo de
contatos 1
X3:9 Lb> in Entrada digital- atuação de arco - grupo de
contatos 2
X3:10 I> in/out Entrada digital - aviso de sobrecorrente
X3:11 La> out Saída digital- atuação de arco - grupo de contatos 1
X3:12 Lb> out Saída digital- atuação de arco - grupo de contatos 2
X3:13 GND
X3:14 GND
X3:15
X3:16
X3:17 Us Fonte de Alimentação
X3:18 Us Fonte de Alimentação

VM221.PO009 Suporte técnico Vamp 24h: +358 (0)20 753 3264 41


VAMP 221 Sistema de Proteção de Arco-Voltaico VAMP Ltd
Descrição Técnica

Terminal X6
No do Terminal Descrição

X6:1 Cabo modular - terminal 1

X6:2 Cabo modular - terminal 2

4.2. Medidas Analógicas


VAMP 221:
3 entradas de corrente 1/5A
VAM 4 C:
3 entradas de corrente 1/5A
VAM 10 L:
10 entradas para sensores pontuais
VAM 3 L:
3 entradas para sensores em fibra ótica

4.3. Entradas Digitais


As seguintes interfaces de entradas/saídas digitais estão
inclusas no modelo padrão do VAMP221 :
La>in X3-8 Entrada digital- atuação de arco - grupo de contatos 1
Lb>in X3-9 Entrada digital- atuação de arco - grupo de contatos 2
Ib> in/out X3-10 Entrada digital - aviso de sobrecorrente
La> out X3-11 Saída digital- atuação de arco - grupo de contatos 1
Lb> out X3-12 Saída digital- atuação de arco - grupo de contatos 2
GND X3-13, Neutro para todos os sinais acima
X3-14

As seguintes interfaces de entradas/saídas digitais estão


inclusas no modelo padrão do VAM10L e VAM3L:
I>in X2-8 Chaveamento de zona, 24-48 VDC
GND X2-7 Aterramento da entrada acima
Trip out X2-10 Contato de trip, 24 VDC
GND X2-9 Neutro do contato de trip

As seguintes interfaces de entradas/saídas digitais estão


inclusas no modelo padrão do VAM4C :
L>in X2-8 Entrada digital - Arco-Voltaico Atuado, 24-48 VDC
GND X2-7 Neutro da entrada acima
I>out X2-10 Saíds digital - sobrecorrente atuada, 24 VDC
GND X2-9 Neutro do contato acima

42 Suporte técnico Vamp 24h: +358 (0)20 753 3264 VM221.PO009


VAMP Ltd Sistema de Proteção de Arco-Voltaico VAMP 221
Descrição Técnica

4.4. Fonte de Alimentação


Conecte a fonte de alimentação nos terminais : X3-17 X3-18.

4.5. Contatos de Saída

4.5.1. VAMP 221


Conecte o circuito do disjuntor nos seguintes terminais (um
número máximo de 4 contatos de trip estão disponíveis em dois
grupos de atuação):

TRIP1: X1-7, X1-8 (rápido, grupo 1)


TRIP2: X1-9, X1-10 (rápido/50BF, grupo 1)
TRIP3: X1-11, X1-12 (rápido, grupo 2)
TRIP4: X1-13, X1-14 (rápido/50BF, grupo 2)

Conecte o contato de auto-supervisão no contato em questão,


que está nos terminais X1-17, X1-18 (normalmente aberto) ou
X1-19, X1-20 (normalmente fechado).
Durante a operação normal do sistema (sem faltas internas),
com a fonte de alimentação conectada, os terminais X1-17 ou
X1-18 é aberto e X1-19 ou X1-20 é fechado.
Conecte o contato de alarme nos terminais X1-15, X1-16.

4.5.2. VAM 10 L, VAM 3 L e VAM 4 C


Conecte o circuito do disjuntor nos seguintes terminais:

TRIP1: X2-15, X2-16 (fast)

O contato de trip deste escravo atua desde que a falta ocorra


dentro da sua zona de atuação (VAM 10 L e VAM 3 L). Para o
escravo que mede corrente (VAM 4 C), selecione a zona de
proteção controlada por ele, utilizando as dip-switches.

VM221.PO009 Suporte técnico Vamp 24h: +358 (0)20 753 3264 43


VAMP 221 Sistema de Proteção de Arco-Voltaico VAMP Ltd
Descrição Técnica

4.6. Diagrama de blocos

4.6.1. VAMP 221


X3:17 ~ VAMP 221 Front
X3:18 X7 *

I>

&
X1:1
IL1 T1 X1:7
X1:2
L> X1:8
X1:3
IL2 T2 X1:9
X1:4
X1:10
X1:5 T3 X1:11
IL3
X1:6 Latch 1
OFF ON
non Latch X1:12
L> & I>2 L> T4 X1:13
CBFP 3 Fast
100 ms 4 150 ms X1:14
Communication
5
6 Relay Matrix A1 X1:15
7
Master 8 Slave X1:16
X3:1GND IF (nc)** X1:17
X3:2 +24V 6
X3:3 RS_B X1:18
X3:4 RS_A
X3:5 CAN_H
L1,L3 4

1.5
0.5
x In
IF (no)** X1:19
X3:6 CAN_L 5.0
L2/Io 1.0 x In X1:20
0.05

X6:1

X6:2

BIO
X3:8 La>in
X3:9 Lb>in
X3:10 I>in/out
X3:11 La>out
X3:12 Lb>out
X3:13 GND
X3:14 GND

*) conector X7 é reservado só para objetivos de fabricação VAMP221block

**) quando esta energizado e não tem faltas internas

44 Suporte técnico Vamp 24h: +358 (0)20 753 3264 VM221.PO009


VAMP Ltd Sistema de Proteção de Arco-Voltaico VAMP 221
Descrição Técnica

4.6.2. VAM 10L

4.6.3. VAM 3L

VM221.PO009 Suporte técnico Vamp 24h: +358 (0)20 753 3264 45


VAMP 221 Sistema de Proteção de Arco-Voltaico VAMP Ltd
Descrição Técnica

4.6.4. VAM 4C

46 Suporte técnico Vamp 24h: +358 (0)20 753 3264 VM221.PO009


Relay Matrix
Trip Group 1 Trip Group 2
Dipsw Zone VAMP 221
7 6 5 12 3 4 T1 T2 T3 T4 Master - Slave signaling BIO (Vin:22...41.8V, Vout +41.8V)
0 0 0 x x x x x
x x x x x *)
La> Lb> I> La> Lb>
4.6.5.
x x x x x ( )
VAMP Ltd

x x x x x

VM221.PO009
0 0 1 x x x
off on
x x x
1 Latch / non Latch
x x x 2 Trip on L>+I> / L>
CBFP/ FASTx X1-7
x x x 3 Selected Group 1 zone(s) T1
100ms / 150 ms (CBFP) zone 1 or 3 (1 and 3) if two zone
4 zone 1 or 3 (1+2 and 4+3) if one zone X1-8
0 1 0 x x x 5
x x x Relay Matrix SW2
6 HSS X2-5 T 1
x 7 +24Vdc X2-6 (to QD or
8 Master / Slave option VAMP4R) Group 1
x 1 X2-7
HSS T1
0 1 1 x +24Vdc X2-8
x
&
>1 X1-9 T2/
x x x X1-1 X1-10 CBFP int >I
x x x & t
X1-15
1 0 0 x x x x x X1-2 >1 L Trip Alarm
x I>loc X1-16
X1-3 L X1-17
x Decoder A
DIPSW Matrix SF (N/C)
X1-4 Zone1 CBFP switch
x T X1-18
1 0 1 x C X1-19
X1-5 SW5 1 1 SF (N/O)
driver Zone 2 H
x x x x x SW6 X1-20
x X1-6 SW7
Zone 3 X1-11
x & X1-12 T3
1 1 0 x Zone 4
x Zone 5 HSS X2-15 T 3
+24Vdc X2-16 (to QD or
x x x x x option VAMP4R)
1 X2-17 Group 2
x HSS T3
+24Vdc X2-18
1 1 1 x & >1 t
& X1-13 T4/
x &
x fpga X1-14 CBFP ext I>
x x x x x
CBFP TRIP (if selected) from VAMP
2 1 1 1 1 2 ProtectiveRelay
No affect x x x TRIP (+24V,10mA) Zone switch ***) TRIP (+24V,10mA) or Slave
TRIP (+24V,10mA) Zone switch ***)
x x x *)
x x x ****) ****) ****)
+24Vdc +24Vdc I> L>
x x x
x : CBFP trip for Internal I>
x : CBFP trip for External i> BIO BIO
BIO BIO BIO BIO BIO
out in out in out in
Descrição Técnica

Dip switch config for light slaves SGND


VAM10L and VAM3L
off on
1 L> int.+ ext./ L> int
trip latched
L>+I> / L>
zone setting (1...4) I> in switch
L> / L>+I> switch
L> / L>+I> switch I> out switch
slave address
Sistema de Proteção de Arco-Voltaico

8 Zone shift Zone shift **)

Suporte técnico Vamp 24h: +358 (0)20 753 3264


Int/ext switch
Zone 1 -> address 0...7 [0..7h] FPGA
Latch / Latch / Decoder
Zone 2 -> address 8...15 [8..Fh] +24V decoder
non Latch decoder **) or Latch / non Latch
Zone 3 -> address 16...23 [10...17h] or or non Latch sw 2:1
& & &
Zone 4 -> adderss 24...31 [18...1Fh] **) **) I>
or or
Int/ext switch
off on Dip switch config for current slave
VAM 4C CURRENT
1 zone 1* TX RX TX RX TX RX

start
zone 2 off on LIGHT

Zone 1
Zone 1

Zone 2
Zone 2

Zone 4
Zone 5
Zone 4
Zone 5

Zone 3
Zone 3
Diagrama de Sinais do VAMP 221

zone 3 1 Latch TRIP


zone 4 x3

ctrl
1A / 5A Control signal
slave address I> out VAM 10L VAM 4C
100 us VAM 3L
8 I> in *) L> can be connected between slaves from separate systems
SW 1 SW2 **) Selected Zone
Current slave (I>) is zone 5 by default , not setable (see dipsw setting) x10 L1 L2 L3
Zone 5 -> address 32...47 [20...2Fh] ***) If zone 1 selected -> switch to 2
32 as offset address (REM reserved if VAM4C acts as master) If zone 2 selected -> switch to 1
If slave address dipsw "1" then slave address = 1+32=33 If zone 3 selected -> switch to 4
If zone 4 selected -> switch to 3
*) Trip on selected light zone + OC ****) E.g. for trip control of VAMP 4R, blocking of RELAY or trip indication
Date: 28.02.2002
Issued: S.Dahl
File:MasterSlaveBlock5.cdr
Update:16.05.2005 sd

47
VAMP 221
VAMP 221 Sistema de Proteção de Arco-Voltaico VAMP Ltd
Descrição Técnica

4.7. Exemplos de Conexão

4.7.1. VAMP 221

- 1 X3:17 ~ VAMP 221 Front


X3:18 X7

I>
-
&
X1:1
0 IL1 T1 X1:7
X1:2
L>
X1:3
IL2 T2
X1:8
X1:9
+
X1:4
X1:5 T3
X1:10
X1:11
+
IL3
X1:6 X1:12
Latch
L> & I>
non Latch
L> T4 X1:13
CBFP Fast
100 ms 150 ms X1:14
Communication Relay Matrix A1 X1:15
Master Slave X1:16
IF (no)
110 / 20 kV
X3:1GND X1:17
X3:2 +24V
X3:3 RS_B X1:18
X3:4 RS_A
X3:5 CAN_H
IF (nc) X1:19
X3:6 CAN_L
X1:20

X6:1

X6:2

BIO
X3:8 La>in
X3:9 Lb>in
X3:10 I>in
X3:11 La>out
X3:12 Lb>out
X3:13 GND
X3:14 GND

Communication
VAM 10L X1:1 ARC channel 1
X1:2 ARC channel 1
X1:3 ARC channel 2
X2:1 +24V X1:4 ARC channel 2
X2:2 GND X1:5 ARC channel 3
X2:3 CAN_L X1:6 ARC channel 3
X2:4 CAN_H SW1 X1:7 ARC channel 4
X2:5 RS_B X1:8 ARC channel 4
X2:6 RS_A L> ext/int X1:9 ARC channel 5
Latch X1:10 ARC channel 5
L+I / L X1:11 ARC channel 6
Zone X1:12 ARC channel 6
X1:13 ARC channel 7
Addr. X1:14 ARC channel 7
COM1
- 1 X1:15 ARC channel 8
X1:16 ARC channel 8
X1:17 ARC channel 9
X1:18 ARC channel 9
COM2 X1:19 ARC channel 10
X1:20 ARC channel 10

DI & DO T1 (no)
0 - X2:7 DI in GND
X2:15
X2:16
X2:8 DI in +24..+48V
X2:9 DO out GND
X2:10 DO out +24V

VAMP 255
VAMP221_application2

48 Suporte técnico Vamp 24h: +358 (0)20 753 3264 VM221.PO009


VAMP Ltd Sistema de Proteção de Arco-Voltaico VAMP 221
Descrição Técnica

4.7.2. VAM 10L


X1-1,2 : arc sensor channel 1 16 15 14 13 12 11 10 9 8 7 6 5 4 3 2 1
X2
X1-3,4 : arc sensor channel 2 VAM 10L

X1-5,6 : arc sensor channel 3 MOELLER COM 1 COM 2

X1-7,8 : arc sensor channel 4 SW1


SENSOR

X1-9,10 : arc sensor channel 5 L> ext/int


Latch
L+I / L
OK
ACT
POWER

X1-11,12: arc sensor channel 6 Zone

Addr.
TRIP
COM
ERROR

X1-13,14: arc sensor channel 7 SENSOR INPUTS


1 2 3 4 5 6 7 8 9 10

X1-15,16: arc sensor channel 8


X1-17,18: arc sensor channel 9 X1 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20

X1-19,20: arc sensor channel 10

X2-1 : +24V supply from masterunit or external power supply


X2-2 : GND
X2-3 : CAN-L Zone information (L>, I>) = COM1,
X2-4 : CAN-H COM2
X2-5 : Serial B
master slave com
X2-6 : Serial A
X2-7 : DI GND
X2-8 : DI (24-48Vdc) Zone change (1 -> 2; 2 ->1; 3 -> 4; 4 -> 3)
X2-9 : DO GND
Trip information (DI & DO)
X2-10: DO +24Vdc
X2-11: + Temp sensor
Not in use
X2-12: - Temp sensor
X2-13:
X2-14:
X2-15:
Trip relay (NO)
X2-16:
VAM10L_conn

Figura 4.7.2-1. Interfaces do escravoVAM 10L

4.7.3. VAM 3L
16 15 14 13 12 11 10 9 8 7 6 5 4 3 2 1
X2
VAM 3L
COM 1 COM 2

X1-R1 : Fiber receiver connection


X1-T1 : Fiber transmitter connection Channel 1 SW1
SENSOR
BI/O OK
Latch
X1-R2 : Fiber receiver connection L+I / L ACT
POWER
COM

X1-T2 : Fiber transmitter connection Channel 2 Zone

Addr.
TRIP
ERROR

X1-R3 : Fiber receiver connection SENSOR INPUTS

X1-T3 : Fiber transmitter connection Channel 3 CH1 CH2 CH3

R1 T1 R2 T2 R3 T3

X2-1 : +24V supply from master unit or external power supply


X2-2 : GND
X2-3 : CAN-L = COM1,
Zone information (L>, I>)
X2-4 : CAN-H COM2
X2-5 : Serial B
master slave com
X2-6 : Serial A
X2-7 : DI GND
Zone change (1 -> 2; 2 -> 1; 3 -> 4; 4 -> 3)
X2-8 : DI (24-48Vdc)
X2-9 : DO GND
X2-10: DO +24Vdc Trip information (DI&DO)
X2-11: + Temp sensor
Not in use
X2-12: - Temp sensor
X2-13:
X2-14:
X2-15:
Trip relay (NO)
X2-16:
VAM3L_conn

Figura 4.7.3-1 Interfaces do escravo VAM 3L

VM221.PO009 Suporte técnico Vamp 24h: +358 (0)20 753 3264 49


VAMP 221 Sistema de Proteção de Arco-Voltaico VAMP Ltd
Descrição Técnica

4.7.4. VAM 4C
16 15 14 13 12 11 10 9 8 7 6 5 4 3 2 1
X2
VAM 4C
COM 1 COM 2
SW1

Zone1
Zone2
Zone3 TRIP
Zone4

X1-1,3 : Current input IL1 Addr.


4.0 POWER
2.0 COM
X1-5,7 : Current input IL2 / Io x In 1.0 ERROR
0.5
X1-9,11 : Current input IL3 CURRENT TRANSFORMER 0.1
L1 L2 L3

X1 L1/L3 L2/Io

X2-1 : +24V supply from master unit or external power supply


X2-2 : GND
X2-3 : CAN-L = COM1,
Zone information (L>, I>) COM2
X2-4 : CAN-H
X2-5 : Serial B master slave com
X2-6 : Serial A
X2-7 : DI GND
L>
X2-8 : DI (24-48Vdc)
X2-9 : DO GND TRIP
X2-10: DO +24Vdc
X2-11:
X2-12:
X2-13:
X2-14:
X2-15:
Trip relay (NO)
X2-16:

VAM4c_conn

Figura 4.7.4-1. Interfaces do escravo VAM 4C

50 Suporte técnico Vamp 24h: +358 (0)20 753 3264 VM221.PO009


VAMP Ltd Sistema de Proteção de Arco-Voltaico VAMP 221
Descrição Técnica

5. Alteração das DIP-Switches


das unidades escravas 10L, 3L
e 4C
Nas unidades escravas fabricadas a partir de 11 de março de
2005, o posicionamento das DIP-switches são feitas do lado
oposto das fotos do manual .
Unidades fabricadas antes desta data podem ser identificadas
pelos seguintes detalhes:
1. O número de série do escravo é menor que 10,000
2. O tipo da designção no canto superior esquerdo está
diferente das fotos no manual.
3. O número terminal do escravo não está no painel frontal.
4. As dip-switches estão em ordem inversa

10 3 4
MOELLER SW1

Zone1
Zone2
Zone3 TRIP
SW1 Zone4
SW1
SENSOR
SENSOR
BI/O OK Addr.
BI/O OK Latch
Latch L / L+I
L / L+I ACT ACT
Zone
Zone TRIP
TRIP
Addr.
Addr.

VAM_old_dips

Figura 5-1. Ordem das dipswitches dos escravos fabricados antes de 11 de


março de 2005

Uma vez solicidado nós podemos enviar o opcional abaixo para


ser anexado aos escravos fabricados antes de 11 de março de
2005.

Figura 5-2 Opcional para ser colocado nos escravos fabricados antes de 11 de
março de 2005.

VM221.PO009 Suporte técnico Vamp 24h: +358 (0)20 753 3264 51


VAMP 221 Sistema de Proteção de Arco-Voltaico VAMP Ltd
Descrição Técnica

6. Dados Técnicos
6.1. Connections

6.1.1. Measuring circuits


VAMP 221
Entrada de corrente L1 / L3 1 or 5 A (opcional) 50/60Hz
- faixa de medição 0…6 A (0…6*In [In=1A]); 0…30
(0…6*In[In=5A])
- capacidade térmica 300 A (por 1s)
100 A (por 10s)
20 A (contínuo)

- consumo de potência <0.3 VA


Entrada de corrente L2 / Io 1 or 5 A (opcional) 50/60Hz
- faixa de medição 0…6 A (0…6*In [In=1A]); 0…30 A
(0…6*In[In=5A])
- capacidade térmica 300 A (por 1s)
100 A (por 10s)
20 A (contínuo)

- consumo de potência <0.3 VA


Terminal: Bitola do cabo
- cabo único ou multi-cabo 4 mm2 (10-12 AWG)

VAM 10 L
Conexão de sensores 10 sensores de arco (tipo VA1DA ou
VA1EH)
1 sensor portátil (tipo VA1DP)
Terminal: Bitola do cabo
- Phoenix MVSTBW ou similar 2.5 mm2 (13-14 AWG)

VAM 3 L
Conexão de sensores 3 sensores em fibra (tipo ARC-SLx)
1 sensor portátil (tipo VA1DP)

52 Suporte técnico Vamp 24h: +358 (0)20 753 3264 VM221.PO009


VAMP Ltd Sistema de Proteção de Arco-Voltaico VAMP 221
Descrição Técnica

VAM 4 C
Entrada de corente L1 / L3 1 ou 5 A (opcional) 50/60Hz
- Faixa de medição 0…6 A (0…6*In [In=1A]); 0…30
(0…6*In[In=5A])
- Capacidade térmica 300 A (por 1s)
100 A (por 10s)
20 A (contínuo)
- Consumo de potência <0.3 VA
Entrada de corente L2 / Io 1 or 5 A (opcional) 50/60Hz
- faixa de medição 0…6 A (0…6*In [In=1A]); 0…30 A
(0…6*In[In=5A])
- capacidade térmica 300 A (por 1s)
100 A (por 10s)
20 A (contínuo)
- consumo de potência <0.3 VA
Terminal: Bitola
- cabeamento simples ou multiplo 4 mm2 (10-12 AWG)

6.1.2. Fonte de Alimentação


VAMP 221
Faixa de tensão Uaux 48-265 VAC/DC
110/120/220/240 VAC 50/60Hz
48/60/110/125/220 VDC
Consumo de Potência < 7 W (modo normal)
< 10 W (com contatos ativados)
Terminal: Bitola
- Phoenix MVSTBW ou similar 2.5 mm2 (13-14 AWG)

VAM 10 L, VAM 3 L, VAM 4 C


Faixa de tensão Uaux 24 Vdc
Consumo de Potência < 1 W(modo normal)
< 1.5 W (com contatos ativados)
Terminal: Bitola
- Phoenix MVSTBW ou similar 2.5 mm2 (13-14 AWG)
- RJ 45 quando alimentação vem do
mestre

VAR 4CE
Faixa de tensão Uaux 24 Vdc
Consumo de Potência < 0.5 W (modo normal)
< 4.5 W (com contatos ativados)
Terminal: Bitola
- terminal fixo 2.5 mm2 (13-14 AWG)

VA 1 DA, VA 1 EH, VA 1 DP
Faixa de tesão Uaux 12 VDC (do escravo)
Consumo de potência < 35 mW (no modo normal)
< 450 mW (ativado)

VM221.PO009 Suporte técnico Vamp 24h: +358 (0)20 753 3264 53


VAMP 221 Sistema de Proteção de Arco-Voltaico VAMP Ltd
Descrição Técnica

6.1.3. Entradas digitais (BI/O)


VAMP 221
Número de entradas 2 pcs L> in
(La> grupo 1,
Lb> grupo de atuação 2)
2 pcs I> out
Ia> grupo 1,
Ib> grupo 2)
1 pcs I> in/out
Tensão interna de operação 48 VDC
Capacidade de carga(max.) 5 mA
Terminal: Bitola
- Phoenix MVSTBW ou similar 2.5 mm2 (13-14 AWG)

VAM 10 L, VAM 3 L
Número de entradas 1 pcs I> in
1 arc fault trip out
Tensão interna de operação 24…48 VDC (BIO in)
24 VDC (BIO out)
Capacidade de carga(max.) 5 mA
Terminal: Bitola
- Phoenix MVSTBW ou similar 2.5 mm2 (13-14 AWG)

VAM 4 C
Número de entradas 1 pcs L> in
1 pcs I> out
Tensão interna de operação 24…48 VDC (BIO in)
24 VDC (BIO out)
Capacidade de carga(max.) 5 mA
Terminal: Bitola
- Phoenix MVSTBW ou similar 2.5 mm2 (13-14 AWG)

6.1.4. Contatos de trip


VAMP 221
Número de contatos 4 contatos (T1-T4)
Faixa de tensão 250 V AC/DC
Capacidade contínua 5A
Máxima capacidade de ruptura, 0.5s 30 A
Máxima capacidade de ruptura, 3s 15 A
Capacidade de ruptura, dc(L/R=40 ms)
48 VDC: 1A
110 VDC: 0.44 A
220 VDC: 0.22 A
Material do contato AgCdO2
Terminal: Bitola
- Phoenix MVSTBW ou similar 2.5 mm2 (13-14 AWG)

54 Suporte técnico Vamp 24h: +358 (0)20 753 3264 VM221.PO009


VAMP Ltd Sistema de Proteção de Arco-Voltaico VAMP 221
Descrição Técnica

VAM 10 L, VAM 3 L, VAM 4 C


Número de contatos 1 contato(T1)
Faixa de tensão 250 V AC/DC
Capacidade contínua 5A
Máxima capacidade de ruptura, 0.5s 30 A
Máxima capacidade de ruptura, 3s 15 A
Capacidade de ruptura, dc(L/R=40 ms)
48 VDC: 1A
110 VDC: 0.44 A
220 VDC: 0.22 A
Material do contato AgCdO2
Terminal: Bitola
- Phoenix MVSTBW ou similar 2.5 mm2 (13-14 AWG)

VAR 4CE
Número de contatos 4 contatos (T1-T4)
Faixa de tensão 250 V AC/DC
Capacidade contínua 5A
Máxima capacidade de ruptura, 0.5s 30 A
Máxima capacidade de ruptura, 3s 15 A
Capacidade de ruptura, dc(L/R=40 ms)
48 VDC: 5A
110 VDC: 3A
220 VDC: 1A
Material do contato AgCdO2
Terminal: Bitola
2.5 mm2 (13-14 AWG)

6.1.5. Contato de Alarme


VAMP 221
Número de contatos 2 contatos normalmente
abertos
(contato A1&IF*)
1 contato normalmente
fechado(IF*)
Faixa de tensão 250 V AC/DC
Capacidade contínua 5A
Máxima corrente de operação, 0.5s 10 A
Máxima corrente de operação, 3s 8A
Capacidade de ruptura, dc(L/R=40 ms)
48 VDC: 1A
110 VDC: 0.25 A
220 VDC: 0.05 A
Material do contato AgCdO2
Terminal: Bitola
- Phoenix MVSTBW ou similar 2.5 mm2 (13-14 AWG)
*) O contato IF é o contato fail safe

VM221.PO009 Suporte técnico Vamp 24h: +358 (0)20 753 3264 55


VAMP 221 Sistema de Proteção de Arco-Voltaico VAMP Ltd
Descrição Técnica

6.1.6. Interface de comunicação


Número de portas 2 painel trazeiro (VAMP 221)
2 no painel frontal(escravos)
Conexão elétrica RJ 45
Número máximo de unidades usadas 16 escravos
3 unidades centrais
Fonte de alimentação dos escravos 24 VDC
Comunicação RS485 (15 kV) informação /
auto-supervisão
Sinais de Luz / Corrente 4 zonas de proteção - luz
1 zona de proteção - corrente

6.1.7. Porta serial de comunicação local


VAMP 221
Número de portas 1 pcs mo painel frontal
Conexão elétrica RS 232
Velocidade de transferência de dados 9600 kb/s (atualização de
software)

6.2. Testes e Condições climáticas


Testes de distúrbios
Emissão (EN 50081-1)
- Transitórios (EN 55022B) 0.15 – 30 MHz
- Transitórios(CISPR 11) 30 – 1000 MHz
Imunidade
- descargas estáticas (ESD) IEC 255-22-2 e IEC 801-2,
classe III
6 kV capacidade de ruptura
8 kV discarga elétrica no ar
- rápidos transitórios (EFT) IEC 255-22-4, classe III, IEC
801-4, classe 4
4 kV 5/50 circuitos da fonte de
alimentação
2 kV 5/50 ns outros circuitos
- transitórios de alta frequência (1 MHz)
IEC 255-22-1, classe III
2.5 kV modo comum
1.0 kV modo diferencial
- campo condutor de alta frequência
EVN 50141 e IEC 1000-4-6
0.15…80 MHz, 10 V
- campo iradiador de alta frequência
EVN 50140 e IEC 1000-4-3
80…1000 MHz, 10 V/m
Testes de EMC EN 20081-2 e EN 50082-2
Aprovado pela CE

56 Suporte técnico Vamp 24h: +358 (0)20 753 3264 VM221.PO009


VAMP Ltd Sistema de Proteção de Arco-Voltaico VAMP 221
Descrição Técnica

6.2.1. Teste de Tensão


Tensão aplicada
IEC 255-5 2.5 kV, 50 Hz, 1 min
Surto
IEC 255-5 5 kV, 1.2/10 µs, 0.5 J

6.2.2. Testes mecânicos


Vibração 2…13.2 Hz, amplitude 3.5 mm
13.2…100 Hz, aceleração 1 g
Choque (IEC 255-21-2) 10 g, 1,000 nas direções dos
eixos X, Y e Z

6.2.3. Condições climáticas


Faixa de temperatura de operação 0…+55°C
Faixa de temperatura de transporte e -40…+70°C
armazenamento
Umidade relativa do ar <75% (1 ano, média)
<90% (30 dias por ano, sem
condensação)

6.2.4. Dimensões Construtivas


VAMP 221
Classe de isolação (IEC 60529) IP20
Dimensões (WxHxD) 208x155x223 mm
Material 1mm steel plate
Peso 4,2 kg
Código de cores RAL 7032 equipamento) / RAL
70035 (painel trazeiro)

VAM 10 L, VAM 3 L, VAM 4 C


Classe de isolação (IEC 60529) IP21
Dimensões (WxHxD) 157x92x25 mm
Material 1mm steel plate
Peso 0.75 kg
Código de cores RAL 7032 (equipamento) / RAL
70035 (painel trazeiro)

VAR 4CE
Classe de isolação (IEC 60529) IP21
Dimensões (WxHxD) 140x90x60 mm
Material PLASTICO
Peso 0.75 kg

VM221.PO009 Suporte técnico Vamp 24h: +358 (0)20 753 3264 57


VAMP 221 Sistema de Proteção de Arco-Voltaico VAMP Ltd
Descrição Técnica

VA 1 DA, VA 1 EH, VA 1 DP
Classe de isolação (IEC 60529) IP21
Dimensões (WxHxD) 25x55x14 mm (VA 1 DA)
φ11x62 mm (VA 1 EH)
φ40x7 mm (VA 1 DP)
Material Plastico
Peso 0.01 kg
Comprimento do cabo 6 m ou 20 m
(VA 1 DP 5 m)

6.2.5. Pacote
Dimensões (WxHxD) VAMP 221: 215 * 160 * 275
VAM 10L:
VAM 3L:
VAM 4C:
VAR 4CE:
Peso(equipamento, caixa e instruções do VAMP 221: 5.2 kg
usuário) VAM 10L:
VAM 3L:
VAM 4C:
VAR 4CE:

6.3. Estágios da Proteção


NOTA!
Observe o capítulo 2.1 para detalhamento delas

6.3.1. Proteção de Arco-voltaico


Faixa de ajuste L1/L3
Pick up 0.5…6*In
Tempo de operação 7 ms
Tempo de detecção 2 ms
Tempo de reinicialização 30 ms

Faixa de ajuste L2/Io


Pick up 0.05…5*In
Tempo de operação 7 ms
Tempo de detecção 2 ms
Tempo de reinicialização 30 ms

58 Suporte técnico Vamp 24h: +358 (0)20 753 3264 VM221.PO009


VAMP Ltd Sistema de Proteção de Arco-Voltaico VAMP 221
Descrição Técnica

6.3.2. Falha do disjuntor (50BF)


Relé monitorado 1 Relé do grupo de trip
(Trip 2 or Trip 4)
Tempo de operação 100 ms ou 150 ms

6.4. Unbalance alarm


Limite de detecção 90%
Tempo de operação 10 s

VM221.PO009 Suporte técnico Vamp 24h: +358 (0)20 753 3264 59


VAMP 221 Sistema de Proteção de Arco-Voltaico VAMP Ltd
Descrição Técnica

7. Construção
7.1. Desenhos Dimensionais

7.1.1. VAMP 221


208.0 28.0 181.0 27.0
155.0

137.0
190.0
193.0 >20.0
139.0

PANEL
CUT-OUT

1.0-10.0 P200_ulkomitat_kannella

7.1.2. VAM 10L / 3L / 4C

VAM

M
112,00 mm
92,00 mm

35 mm DIN

157,00 mm
25,00 mm

VAM_series_mittakuva

60 Suporte técnico Vamp 24h: +358 (0)20 753 3264 VM221.PO009


VAMP Ltd Sistema de Proteção de Arco-Voltaico VAMP 221
Descrição Técnica

7.1.3. VAR 4CE


140 60

VAR 4 CE

90

35 mm DIN rail

VAR4CE_mittakuva

7.1.4. VA 1 DA
22,20 mm
20,00 mm
14,00
10,00 mm

46,40 mm

25,00

8 mm

4,20 mm

VA1DA_mittakuva

7.1.5. VA 1 EH
62,00 mm
11,00 mm

VA1EH_mittakuva

VM221.PO009 Suporte técnico Vamp 24h: +358 (0)20 753 3264 61


VAMP 221 Sistema de Proteção de Arco-Voltaico VAMP Ltd
Descrição Técnica

7.1.6. VYX 001

VYX001_mittakuva

62 Suporte técnico Vamp 24h: +358 (0)20 753 3264 VM221.PO009


VAMP Ltd Sistema de Proteção de Arco-Voltaico VAMP 221
Descrição Técnica

7.1.7. VYX 002

10
15 15

95
3

30

30

VYX002

VM221.PO009 Suporte técnico Vamp 24h: +358 (0)20 753 3264 63


VAMP 221 Sistema de Proteção de Arco-Voltaico VAMP Ltd
Descrição Técnica

7.1.8. VYX 076

VYX076_mittakuva

7.1.9. VYX 077

VYX077_mittakuva

64 Suporte técnico Vamp 24h: +358 (0)20 753 3264 VM221.PO009


VAMP Ltd Sistema de Proteção de Arco-Voltaico VAMP 221
Descrição Técnica

7.2. Instalação das Unidades


Atenção!
Leia este manual com atenção antes de instalar o equipamento,
por medida de segurança.

Instruções de Segurança
Sempre observe as normas internacionais de segurança para
trabalho em equipamentos energizados. O equipamento não
está protegido para erros de utilização ou de métodos que não
observam as condições de trabalho com segurança.
O manuseio correto durante a montagem e operação do
equipamento são fundamentais para o uso com segurança do
mesmo.
Atenção!
Qualquer nota deve ser observada com atenção !
A fiação deve estar de acordo com as normas internacionais de
qualidade e dos requerimentos especificados pelo cliente.
Atenção!
Não conecte a fonte de alimentação até que a instalação esteja
completa.

Antes da Instalação
Antes da instalação, tenha certeza que as confições expostas no
capítulo 5 deste manual estão sendo seguidas.
Atenção!
O equipamento possui components que podem ser danificados
se expostos diretamente em descargas eletrostáticas. Não abra
em hipótese nenhuma o equipamento a não ser se autorizado
por escrito pela fábrica.

Atenção!
O fabricante não garante a operação segura se as confições já
expostas não estão sendo seguidas.

VM221.PO009 Suporte técnico Vamp 24h: +358 (0)20 753 3264 65


VAMP 221 Sistema de Proteção de Arco-Voltaico VAMP Ltd
Descrição Técnica

7.2.1. VAMP 221


A unidade central é designada para ficar na porta do painel.
Adaptadores para reduzir a profundidade necessária para
instalação podem ser fornecidos se requisitados.

Figura 7.2.1-1 Montagem da Unidade Central

Fiação da Unidade Central, revisão


A unidade central pode ser conectada :
Secundário dos TC´s do painel
Circuitos de Trip dos disjuntores
Circuitos de alarme
Fonte de Alimentação
Aterramento de Proteção
Escravos (comunicação de dados e fonte de alimentação)
Conexão a outras unidades centrais ou a outros relés

NOTA!
A fonte de alimentação é diferente do equipamento VAMP 220!
No VAMP 221 a fonte de alimentação é conectada aos terminais
X3:17 e X3:18.

Fiação dos Circuitos dos Secundários dos TC´s


Conecte os circuitos dos secundários dos TC´s nos seguintes
bornes do painel trazeiro:
X1-1, X1-2 (L1)
X1-3, X1-4 (L2/Io)
X1-5, X1-6 (L3)

66 Suporte técnico Vamp 24h: +358 (0)20 753 3264 VM221.PO009


VAMP Ltd Sistema de Proteção de Arco-Voltaico VAMP 221
Descrição Técnica

O sistema de proteção de arco também pode ter uma ou duas


fases conectadas. Entretanto é recomendado a utilização das 3
fases para garantir a velocidade de atuação do sistema.
NOTA!
Os canais de medição de corrente L1 e L3 devem ser usados no
caso de se medir apenas duas correntes de fase, isto é se
somente 2 fases são conectadas, elas deverão estar
obrigatoriamente em L1 ae L3. Se somente uma fase estiver
conectada ou se estiver medindo a corrente de neutro, o canal
L2/Io deve ser usado porque caso contrário, um erro de
desbalanço pode ocorrer;
NOTA!
O tempo especificado de 7ms somente pode ser garantido se o
sistema funcionar com medição de corrente das 3 fases.

Fiação dos Circuitos de Trip dos Disjuntores


Conecte os circuitos de trip dos disjuntores nos seguintes
terminais ( um número máximo de 4 contatos de trip separados
em 2 grupos):
TRIP1: X1-7, X1-8 (rápido, grupo 1)
TRIP2: X1-9, X1-10 (rápido/50BF, grupo 1)
TRIP3: X1-11, X1-12 (rápido, grupo 2)
TRIP4: X1-13, X1-14 (rápido/50BF, grupo 2)
Se ocorrer um evento de arco-voltaico o contato irá fechar em
7ms quando a medição de corrente for utilizada.
Se a função de 50BF for utilizada, os contatos de trip 2 e 4 irão
atuar em 100 ou 150ms se a condição de falta ainda persistir
mesmo após a atuação do sistema.
Se vários contatos forem necessários, pode ser utilizado o
multiplicador VAR 4CE.

Fiação dos Circuitos de Alarme


Sinais de Alarme são gerados pelo sistema de proteção de arco
(trip e alarmes de auto-supervisão) podem ser enviados para o
sistema supervisório via os contatos de saída do relé chaveando
entradas digitais de um PLC ou remota.

Alarme de Auto-Supervisão
O sistema de auto-supervisão possui um contato de alarme que
pode ser atuado se o sistema detecta uma falha na unidade
central ou um número de sensores incorreto.
Conecte o contato de auto-supervisão, que está nos terminais
X1-17, X1-18 (normalmente fechado) ou X1-18, X1-19
(normalmente aberto).

VM221.PO009 Suporte técnico Vamp 24h: +358 (0)20 753 3264 67


VAMP 221 Sistema de Proteção de Arco-Voltaico VAMP Ltd
Descrição Técnica

Durante a operação do sistema (sem falta interna) e com fonte


de alimentação conectada, o terminal X1-17 ou X1-18 é aberto e
X1-18 ou X1-19 é fechado.

Alarmes de Trip
Um alarme é gerado quando o sistema de proteção de arco atua.
Conecte este contato de saída utilizando os terminais X1-15,
X1-16.

Conectando o Aterramento
Conecte o sistema de proteção de arco a terra usando o terminal
PE disponível no painel trazeiro.

Fiação da fonte de alimentação


Conecte a fonte de alimentação nos terminais X3-17 X3-18.
NOTA!
Se possível, a fonte de alimentação deverá ser interrompida
durante a operação do sistema por causa de um arco-voltaico.
Cuidado!
Deixe a fonte de alimentação desligada durante a montagem.

7.2.2. VAM 10L, VAM 3L, VAM 4C


Estas unidades foram desenvolvidas para instalação em trilho
DIN. A montagem deve ser feita de modo a facilitar a
visualização de seus leds que podem indicar a localização da
ocorrência de um arco-voltaico no sistema.

VAM

M
112,00 mm
92,00 mm

35 mm DIN

157,00 mm
25,00 mm

VAM_series_mittakuva

Figura7-1 Dimensões e montagem dos escravos

68 Suporte técnico Vamp 24h: +358 (0)20 753 3264 VM221.PO009


VAMP Ltd Sistema de Proteção de Arco-Voltaico VAMP 221
Descrição Técnica

Fiação das Unidades de Entradas/Saídas


As unidades de entradas/saídas podem ser conectadas:
Aos secundários dos TCs dos cubículos (somente o
equipamento VAM 4C)
Ao circuito de trip dos disjuntores
Aos circuitos externos da fonte de alimentação
Conexões a unidade central ou a outros escravos
(comunicação de dados e fonte de alimentação)
Conexão a unidade central e outros relés de proteção
(entradas/saídas digitais)

Fiação para o secundário dos TC´s (somente o


VAM4C)
Conecte o secundário dos TC´s aos seguintes bornes do escravo
VAM4C:
X1-1, X1-3 (L1)
X1-5, X1-7 (L2/Io)
X1-9, X1-11 (L3)
O sistema de proteção de arco também pode ser conectado a 2
fases ou a somente uma fase. A conexão nas 3 fases é
recomendada para se garantir a ótima velocidade de operação.
NOTA!
A medição de corrente nos canais L1 e L3 deve ser usada em
caso de medição de duas fases de corrente. Para medições
monofásicas ou da corrente de neutro, o secundário do TC
obrigatoriamente deve estar conectado a L2/Io; caso contrário
um desbalanço pode ocorrer.
NOTA!
O tempo de atuação de 7ms pode ser garantido somente com a
medição das três fases de corrente.

Fiação do circuito de trip dos disjuntores


Conecte o circuito de trip dos disjuntores aos seguintes
terminais:
TRIP1: X2-15, X2-16 (rápido)
Em caso de ocorrência de arco, o contato irá fechar em 7ms se o
relé estiver medindo trifásicamente as correntes.
O contato de trip das unidades escravas (VAM 10 L e VAM 3 L)
operam durante uma falta nas suas respectivas zonas de
proteção. No escravo de medição de corrente (VAM 4 C),
selecione a zona de proteção do escreavo controlado através das
dipswitches de programação.

VM221.PO009 Suporte técnico Vamp 24h: +358 (0)20 753 3264 69


VAMP 221 Sistema de Proteção de Arco-Voltaico VAMP Ltd
Descrição Técnica

No caso de vários trips serem necessários, o multiplicador de


contatos VAR4CE pode ser utilizado.

Fiação entre a unidade central e os escravos


Conecte a unidade centra aos escravos utilizando o cabo do tipo
VX001. O cabo modular carrega todas as informações entre a
unidade central e os escravos, incluindo fonte de alimentação,
comunicação, etc.
1. Conecte o cabo do tipo VX 001 na saída de comunicação
X6 (COM2) ou na interface X3-1...6 da unidade central
(COM1). Ambas portas podem ser usadas
simultaneamente.
Cuidado!
Se você usar o terminal X3-1...6, tome cuidado com a fiação dos
sinais. Um cabo defeituoso pode prejudicar a comunicação da
unidade central com os escravos.
2. Conecte o cabo a porta COM1 ou COM2 do primeiro
escravo.
3. Coloque o cabo da COM 1 ou COM 2 do primeiro
escravo na porta COM1 ou COM2 do próximo e assim
sucessivamente, etc.
Todas as portas COM1 e COM2 são identicas e os cabos podem
ser conectados a qualquer uma delas. O comprimento máximo
do cabo modular levando em consideração todos os escravos
conectados no mesmo mestre é de 100 m.

Fiação separada para fonte de alimentação


Quando o cabo tiver um grande comprimento ou o sistema
possuir mais de 5 escravos, utilize uma fonte de alimentação
separada em paralelo com o cabo modular.
Conecte a fonte de alimentação aos terminais em 24 V - X3-1 e
X3-2 da unidade central aos terminais em 24V - X2-1 e X2-2 dos
escravos. Alternativamente você pode usar separada uma fonte
de alimentação.
NOTA!
Preste bastante atenção com a polaridade dos cabos conectados
no sistema.

7.2.3. Sensores de arco


A instalação de sensores no painel é completamente livre, desde
que haja uma livre area entre o sensor e a area do sistema a ser
supervisionada por ele.
Se os sensores pontuais são utilizados em compartimentos
abertos é recomendado a utilização de um sensor a cada 5
metros (por exemplo para proteger um barramento). Devido a

70 Suporte técnico Vamp 24h: +358 (0)20 753 3264 VM221.PO009


VAMP Ltd Sistema de Proteção de Arco-Voltaico VAMP 221
Descrição Técnica

reflexão que ocorre dentro do painel da luz, a posição da


instalação do sensor não é tão crítica.

Conectando os sensores VA 1 DA e VA 1 EH aos


escravos
Os sensores possuem cabos de 6m ou 20m sendo os últimos com
cabos blindados (a serem especificados no momento da compra)
Após a instalação dos sensores, conecte-os aos escravos da
seguinte forma :
1. Conecte os terminais do sensor ao escravo VAM10L. Se
necessário você pode cortar o cabo ao comprimento
necessário para instalação.
Conecte os sensores de arco aos terminais X1-1…20. A
polaridade do cabo não é crítica neste momento.

Conectando os sensores ARC1SLx aos escravos


Os sensores são vendidos em diferentes comprimentos (a serem
especificados no momento da compra) já equipados com os
terminais para a conexão no escravo VAM3L.
Após a instalação dos sensores, conecte-os no escravo da
seguinte forma :
1. Conecte os terminais da fibra ao escravo
cuidadosamente com o loop da fibra para não quebrá-
lo.
NOTA!
Não utilize outros conectores para prender o sensor ao escravo !

Conecte os terminais dos sensores de arco aos terminais X1-R1,


T1…R3, T3. Neste caso, a polaridade não é crítica mas a fibra
deve estar conectada aos terminais do mesmo canal.

VA 1 DA
Você pode instalar o sensor de proteção de arco do lado de fora,
sendo que a parte ativa, que deve ficar interna ao painel tem a
dimensão de 10mm conforme figura abaixo e deve ser presa
utilizando um parafuso de 4mm.

VM221.PO009 Suporte técnico Vamp 24h: +358 (0)20 753 3264 71


VAMP 221 Sistema de Proteção de Arco-Voltaico VAMP Ltd
Descrição Técnica

Active part of sensor

Cable clamp

Fastening screw
4x15 mm

Cable of sensor

VA1DA_asennus

Figura 7.2.3-1 Instalação do sensor VA 1 DA

Você também pode montar o sensor usando os adaptadores


VYX 01 ou VYX 02, que são opcionais do sistema.
NOTA!
O sensor não pode ser exposto a luz do sol ou a outra luz forte.
Não instale-o nessas condições.

Figura 7.2.3-2 Sensor de arco VA 1 DA

72 Suporte técnico Vamp 24h: +358 (0)20 753 3264 VM221.PO009


VAMP Ltd Sistema de Proteção de Arco-Voltaico VAMP 221
Descrição Técnica

40 30 20 10 0
100%

50
80

60 60

70 40

20
80

90

100

120

130

140

Figura 7.2.3-3 Sensibilidade do sensor VA 1 DA

VA 1 EH
Você pode instalar o sensor de arco no cubículo pelo lado de
fora. A parte ativa, que deve ficar interna no painel tem as
seguintes medidas : 10.5-mm.
Você também pode monta-lo internamente colocando dentro de
um plástico e fixando ele no painel.
NOTA!
O sensor não pode ser exposto a luz do sol ou a outra luz forte.
Não instale-o nessas condições.

Figura 7.2.3-4 Sensor de arco VA 1 EH

VM221.PO009 Suporte técnico Vamp 24h: +358 (0)20 753 3264 73


VAMP 221 Sistema de Proteção de Arco-Voltaico VAMP Ltd
Descrição Técnica

ARC-SLx
ARC-SLx é o sensor de proteção de arco em fibra que pode ser
montado nos cubículos para monitorar vários compartimentos
ao mesmo tempo (vários compartimentos da barra, etc.).
A fibra não pode tocar partes energizados do cubículo ou
components quentes, que podem destruí-la pela alta
temperatura.
Quando ocorrer a montagem do sensor no cubículo, garanta que
o raio de curvatura seja pelo menos 80mm dentro do cubículo
protegido.
NOTA!
O sensor não pode ser exposto a luz do sol ou a outra luz forte.
Não instale-o nessas condições.
NOTA!
Para prevenir atuações indevidas, feche todos os canais não
utilizados dos escravos.

VA 1DP
O sensor portátil pode ser conectado temporariamente aos
escravos. Ele foi desenvolvido para garantir a segurança do
pessoal que trabalha em equipamentos energizados, por
exemplo. Ele geralmente é colocado na roupa do pessoal
envolvido na manutenção durante o trabalho. Ele opera no
mesmo tempo que os sensores fixos no cubículo. A única
diferença é a mobilidade que ele possui dentro dos limites do
cabo de conexão.

Figura 7.2.3-5 Sensor Portátil VA 1 DP

NOTA!
Para prevenir atuações indevidas, tire a conexão deste sensor
com o sistema após o uso.

74 Suporte técnico Vamp 24h: +358 (0)20 753 3264 VM221.PO009


VAMP Ltd Sistema de Proteção de Arco-Voltaico VAMP 221
Descrição Técnica

7.2.4. VAR 4CE


O multiplicador de contatos VAR4CE pode ser utilizado quando
mais de 4 contatos de trip forem necessários para atuação
simultânea.
1. Coloque o multiplicador de contatos no trilho DIN
próximo a unidade central.
2. Conecte a fonte de alimentação nos terminais X3-1 (+)
e X3-2 (GND) da unidade central ou aos terminais X2:1
(+) e X2:2 (GND) no escravo e aos terminais 1 (+) e 3
(GND) ou 2 (+) e 4 (GND) no multiplicador de contatos.
Observe a polaridade da fiação.
3. Conecte o contato de trip necessário aos terminais 5,7
ou 6,8 no multiplicador de contatos.
4. Conecte o contato de trip para controlar as saídas
TRIP1 - TRIP4 do multiplicador de contatos.

Figura 7.2.4-1 Multiplicador de Contatos

VM221.PO009 Suporte técnico Vamp 24h: +358 (0)20 753 3264 75


VAMP 221 Sistema de Proteção de Arco-Voltaico VAMP Ltd
Descrição Técnica

Figura 7.2.4-2 Interface com o multiplicador de contatos

7.2.5. Fiação entre Unidades Centrais Múltiplas


Um número máximo de 3 unidades centrais podem ser
conectadas numa mesma rede. Neste caso, as unidades podem
operar num máximo de até 4 zonas de proteção (dependendo da
programação das suas dipswitches). O sinal de luz e corrente
são dados pelos escravos, incluindo informações de
endereçamento, são transferidas para cada unidade central.
Se mais de uma unidade central for conectada na mesma rede,
uma unidade central, deve ser configurada como tal e as outras
devem ser configuradas como uma sub-unidade (dipswitch de
programação SW1:8).
Em aplicações com múltiplas unidades centrasis, elas podem
ser conectadas via entradas/saídas binárias. Neste caso , cada
parte do sistema pode controlar 4 zonas de proteção por rede.
Neste caso, a informação de sobrecorrente e luz é transferida
através dela sem informação de endereçamento.
As seguintes entradas/saídas digitais são inclusas na versão
padrão do sistema :
La>in X3-8 Entrada da proteção de arco, grupo de contatos 1
Lb>in X3-9 Entrada da proteção de arco, grupo de contatos 2
Ib> X3-10 Sobrecorrente - Entrada/Saída
in/out
La> outX3-11 Saída da proteção de arco, grupo de contatos 1
Lb> outX3-12 Saída da proteção de arco, grupo de contatos 2
GND X3-13, X3- Aterramento para todos os sinais de entradas/saídas
14 digitais

76 Suporte técnico Vamp 24h: +358 (0)20 753 3264 VM221.PO009


VAMP Ltd Sistema de Proteção de Arco-Voltaico VAMP 221
Descrição Técnica

Para transferir a informação de arco-voltaico entre as unidades


centrais, temos :
1. Conecte os sistemas usando os terminais de
entradas/saídas binárias X3-8, 9, 11 or 12 (+).
2. Conecte os terminais X3-13 ou 14 (GND).
Para obter a tansferência de sobrecorrente entre as unidades
centrais, temos :
3. Conecte os sistemas utilizando as entradas/saídas
digitais. X3-10 (+).
4. Conecte os terminais X3-13 ou 14 (GND).
NOTA!
Observe a polaridade dos cabos.
Figura 7.2.5-1 mostra um exemplo de conexão onde a
informação de arco é enviada em ambas as direções entre as
unidades centrais. Veja o capítulo 3 para entender melhor um
exemplo de aplicação.
Os escravos do sistema devem estar conectados as unidades
centrais na mesma zona.

Figura 7.2.5-1 Sistema de proteção de arco-voltaico com duas unidades


centrais (exemplo)

VM221.PO009 Suporte técnico Vamp 24h: +358 (0)20 753 3264 77


VAMP 221 Sistema de Proteção de Arco-Voltaico VAMP Ltd
Descrição Técnica

8. Informações para Compra


VAMP 221 ORDERING CODE

VAMP 221 - 3 A 3 A A A

Nominal Current [A]


3 = 1A / 5A

Not in Use
A

Not in Use
3

Supply Voltage [V]


A = 48.. 265Vac/dc

Optional Hardware 1
A = None

Optional Hardware 2
A = None

Accessories :

Order Code Explanation Note

VAM 3L Fiber sensor I/O unit (VAMP221) 3 Fiber Loops


VAM 10L Point sensor I/O unit (VAMP221) 10 Sensor Inputs
VAM 4C Current I/O unit (VAMP221) Current Inputs
VAR 4 CE 4/0 Trip Multiplier Relay 1xNO -> 4xNO
VAX 2 CB Interface Unit ( use vx002 cable ) For Sensor Cable Extension

VA 1 DA-6 Arc Sensor Cable length 6m


VA 1 DA-20 Arc Sensor Cable length 20m
VA 1 DT-6 Temperature Sensor Cable length 6m
VA 1 DP-5 Portable Arc Sensor Cable length 5m
VX001-xx Modular Cable VAM <-> VAM ( xx = Cable length [m] ) Note 1. Preferred Cable Lenghts
VX002-xx Shielded Sensor Cable ( xx = Cable Length [m] ) Example: JAMAK

VYX001 Surface Mounting Plate for Sensors Z-shaped


VYX002 Surface Mounting Plate for Sensors L-shaped
VYX076 Raising Frame Height 40mm
VYX077 Raising Frame Height 60mm
VA 1 EH-6 Arc Sensor (Pipe type) Cable length 6m
VA 1 EH-20 Arc Sensor (Pipe type) Cable length 20m

Note 1. Cable lengths 1, 3, 5, 7, 10, 15, 20, 25 & 30

78 Suporte técnico Vamp 24h: +358 (0)20 753 3264 VM221.PO009


VAMP Ltd Sistema de Proteção de Arco-Voltaico VAMP 221
Descrição Técnica

9. Apêndice A:
Consideração importante
para o aterramento
Earthing instruction VAMP 221: The following mentioned I/O
units should be earthed to switchgear earth as follows:

ALT 1.

REM ! If earthing potential varies in the switchgear


installation, the earthing should be done from master
(VAMP221), in parallel with the communication cable (VX001).
In this case the dinrail connection between slaves and
switchgear should be isolated!

VM221.PO009 Suporte técnico Vamp 24h: +358 (0)20 753 3264 79


VAMP 221 Sistema de Proteção de Arco-Voltaico VAMP Ltd
Descrição Técnica

ALT 2.

If switchgear earthing solid !

80 Suporte técnico Vamp 24h: +358 (0)20 753 3264 VM221.PO009


VAMP Ltd Sistema de Proteção de Arco-Voltaico VAMP 221
Descrição Técnica

10. Informações
Complementares
Dados do Fabricante:
VAMP Ltd
(Caixa Postal) PO Box 810
FI-65101 Vaasa, Finlândia
Localização: Yrittäjänkatu 15
Tel.: +358 20 753 3200
Fax: +358 20 753 3205
Suporte 24hs: +358 20 753 3264
vamp@vamp.fi
www.vamp.fi
Serviços :
VAMP Ltd
(Caixa Postal) PO Box 810
FI-65101 Vaasa, Finlândia
Localização: Yrittäjänkatu 15
Tel.: +358 20 753 3200
Fax: +358 20 753 3205
Suporte 24hs: +358 20 753 3264
vamp@vamp.fi
www.vamp.fi

VM221.PO009 Suporte técnico Vamp 24h: +358 (0)20 753 3264 81


Todos os direitos reservados.

VAMP Ltd. Endereço: Yrittäjänkatu 15 Tel: +358 20 753 3200


Endereço pstal: Fax: +358 20 753 3205
PL 810, FI-65101 Vaasa, www.vamp.fi
Finland vamp@vamp.fi

VM221.PO009