Você está na página 1de 13

CONCURSO PÚBLICO PARA

PROFESSOR DO ENSINO BÁSICO,


TÉCNICO E TECNOLÓGICO -
EDITAL Nº 728/2018

ÁREA DE ATUAÇÃO: ELETROTÉCNICA


PROVA OBJETIVA

ORIENTAÇÕES

• A Prova Objetiva possui 40 (quarenta) • Durante o período de realização das provas,


questões, que deverão ser respondidas no não será permitida qualquer espécie de con-
período máximo de quatro horas. sulta ou comunicação entre os candidatos ou
entre estes e pessoas estranhas, oralmente ou
• O tempo de duração das provas abrange a por escrito, assim como não será permitido o
assinatura da Folha de Respostas e a transcri- uso de livros, códigos, manuais, impressos,
ção das respostas do Caderno de Questões da anotações ou quaisquer outros meios.
Prova Objetiva para a Folha de Respostas.
• Durante o período de realização das pro-
• Não será permitido ao candidato ausentar- vas, não será permitido também o uso de
-se em definitivo da sala de provas antes de óculos escuros, boné, chapéu, gorro ou simi-
decorrida 1 (uma) hora do início das provas. lares, sendo o candidato comunicado a res-
peito e solicitada a retirada do objeto.
• O candidato não poderá levar o seu Cader-
no de Questões da Prova Objetiva. • Findo o horário limite para a realização
das provas, o candidato deverá entregar as
folhas de resposta da prova, devidamente
• Os três últimos candidatos deverão perma-
preenchidas e assinadas, ao Fiscal de Sala.
necer na sala até que todos os demais tenham
terminado a prova. Apenas podendo retirar-
-se, concomitantemente, após a assinatura • O candidato não poderá amassar, molhar,
do relatório de aplicação de provas. dobrar, rasgar ou, de qualquer modo, dani-
ficar sua Folha de Respostas, sob pena de
arcar com os prejuízos advindos da impos-
• Depois de identificado e instalado, o can-
sibilidade de sua correção. Não haverá subs-
didato somente poderá deixar a sala median-
tituição da Folha de Respostas por erro do
te consentimento prévio, acompanhado de
candidato.
um fiscal, ou sob a fiscalização da equipe de
aplicação de provas.
• Ao transferir as respostas para a Folha de
Respostas, use apenas caneta esferográfica
• Será proibido, durante a realização das
preta; preencha toda a área reservada à letra
provas, fazer uso ou portar, mesmo que
correspondente à resposta solicitada em cada
desligados, telefone celular, relógios, pa-
questão (conforme exemplo a seguir); assina-
gers, beep, agenda eletrônica, calculadora,
le somente uma alternativa em cada questão.
walkman, tablets, notebook, palmtop, grava-
Sua resposta NÃO será computada se houver
dor, transmissor/receptor de mensagens de
marcação de mais de uma alternativa, ques-
qualquer tipo ou qualquer outro equipamen-
tões não assinaladas ou questões rasuradas.
to eletrônico. A organização deste Concurso
Público não se responsabilizará pela guarda
destes e de outros equipamentos trazidos pe- A B C D
los candidatos. 01
LEGISLAÇÕES E condições, a nomeação de Carla para o cargo de
CONHECIMENTOS PEDAGÓGICOS Diretora Geral do câmpus Itapetinga:
(A) Cumpre todos os requisitos estabelecidos na
lei nº 11.892/2008, podendo Carla ser nomea-
1 Joana, servidora de carreira técnico-adminis- da por ato do Reitor.
trativa do Câmpus São Roque, recentemente foi (B) Não cumpre o período mínimo de três anos em
nomeada para o cargo de Professora do Ensino Bá- cargo de gestão na Instituição, razão pela qual
sico, Técnico e Tecnológico do Câmpus Barretos, Carla não poderá ser nomeada para o cargo.
onde já se encontra em exercício do novo cargo. (C) Não poderá ser nomeada para o cargo de Dire-
Seu marido, Carlos, é servidor efetivo do Câm- tora Geral do Câmpus, por ter ocupado cargo
pus São Roque. Carlos deseja trabalhar no mesmo de gestão no último ano.
Câmpus que sua esposa. Para isso, considerando o (D) Deverá ser referendada pelo Conselho Supe-
que dispõe a lei nº 8.112/90, ele pode: rior do IFSP, podendo este negar-se a realizar
(A) Ser removido a pedido, independente do inte- a nomeação.
resse da administração, para acompanhamento
de cônjuge.
(B) Solicitar licença para acompanhamento de côn-
juge, com exercício provisório no câmpus Bar- 4 Com base na lei nº 11.892/2008, escolha a al-
retos, em virtude da nomeação de sua esposa. ternativa que preencha corretamente as lacunas da
(C) Ser removido a pedido, a critério da Admi- afirmação abaixo:
nistração. No desenvolvimento da sua ação acadêmica, o Ins-
(D) Solicitar transferência de seu cargo do câmpus tituto Federal, em cada exercício, deverá garantir o
São Roque para o câmpus Barretos. mínimo de ______ de suas vagas para a educação
profissional técnica de nível médio, prioritaria-
mente na forma de cursos integrados, para os con-
2 De acordo com a seção IV – Da Posse e do cluintes do ensino fundamental e para o público da
Exercício, do Capítulo I do Regime Jurídico Úni- educação de jovens e adultos e o mínimo de 20%
co – Lei nº 8112/90, assinale a alternativa correta: de suas vagas para cursos de____________.
(A) A posse ocorrerá no prazo máximo de trinta dias (A) 20% (vinte por cento) / bacharelado e enge-
contados da publicação do ato de nomeação. nharia, visando à formação de profissionais
(B) Caso a posse não ocorra no prazo previsto na para os diferentes setores da economia e áreas
lei nº 8.112/90, o servidor será exonerado do do conhecimento.
cargo. (B) 50% (cinquenta por cento) / bacharelado e en-
(C) É de trinta dias o prazo para o servidor em- genharia, visando à formação de profissionais
possado em cargo público entrar em exercício, para os diferentes setores da economia e áreas
contados da data da posse. do conhecimento.
(D) Ao entrar em exercício, o servidor nomeado (C) 30% (trinta por cento) / licenciatura, bem como
para cargo de provimento efetivo ficará sujeito programas especiais de formação pedagógica,
a estágio probatório pelo total período de 12 com vistas na formação de professores para a
(doze) meses, durante o qual a sua aptidão e educação básica, sobretudo nas áreas de ciências
capacidade serão objeto de avaliação para o e matemática, e para a educação profissional.
desempenho do cargo. (D) 50% (cinquenta por cento) / licenciatura, bem
como programas especiais de formação peda-
gógica, com vistas na formação de professores
3 Após processo de consulta à comunidade do para a educação básica, sobretudo nas áreas de
IFSP, a servidora Carla foi quem obteve o maior ciências e matemática, e para a educação pro-
índice de votos dentre todos os candidatos para o fissional.
cargo de Diretor Geral do Campus Itapetininga.
Carla possui título de doutora e é Professora do
Ensino Básico, Técnico e Tecnológico do quadro 5 Considere as seguintes assertivas a respeito da
permanente do IFSP há cinco anos, tendo exercido Educação Profissional e Tecnológica, nos termos
cargo de gestão de Diretora Educacional do Câm- da Lei nº 11.741/2008, que alterou dispositivos da
pus Itapetininga nos últimos dois anos. Nessas Lei nº 9.394/96:

2 Área de atuação: ELETROTÉCNICA - Edital nº 728/2018


I – Os cursos de educação profissional tecnológi- teio de operações de crédito destinadas a aten-
ca de graduação e pós-graduação estão adstritos às der ao disposto nos incisos do artigo 70 da lei
diretrizes curriculares nacionais estabelecidas pelo nº 9394/1996.
Conselho Nacional de Educação. (D) remuneração e aperfeiçoamento do pessoal
II – A Educação Profissional e Tecnológica con- docente e demais profissionais da educação;
templa a educação profissional técnica de nível programas suplementares de alimentação, as-
médio, contudo, fica dispensada de observar as sistência médico-odontológica, farmacêutica
diretrizes curriculares nacionais estabelecidas pelo e psicológica, e outras formas de assistência
Conselho Nacional de Educação. social; uso e manutenção de bens e serviços
III – A educação de jovens e adultos deverá arti- vinculados ao ensino.
cular-se, obrigatoriamente, com a educação pro-
fissional.
IV – As instituições de educação profissional e 7 Em 2018, a fiscalização do Tribunal de Contas
tecnológica oferecerão cursos especiais, abertos à da União, com apoio dos responsáveis pelo contro-
comunidade, condicionando a matrícula necessa- le interno, constatou irregularidades na aplicação da
riamente ao nível de escolaridade do candidato. receita resultante de impostos no âmbito da União
e de diversos Municípios, gerando prejuízos à ma-
Está correto o que se afirmar em: nutenção e desenvolvimento do ensino. Nos termos
(A) I e II, apenas. da Constituição Federal, a União e os Municípios
(B) II e IV, apenas. deverão aplicar, para esse fim, respectivamente,
(C) I, apenas. (A) no mínimo, 18% (dezoito por cento) e 25%
(D) I e III, apenas. (vinte e cinco por cento), anualmente, da re-
ceita resultante de impostos, compreendida a
proveniente de transferências.
6 Na Lei de Diretrizes da Educação Nacional (B) no mínimo, 25% (vinte e cinco por cento) e
(nº 9394/1996), encontramos nos artigos 70 e 71 as 18% (dezoito por cento), anualmente, da re-
especificações sobre as despesas para a manuten- ceita resultante de impostos, compreendida a
ção e desenvolvimento do ensino e à consecução proveniente de transferências.
dos objetivos básicos das instituições educacionais (C) no mínimo, 18% (dezoito por cento) e 25%
de todos os níveis. São apresentadas, respectiva- (vinte e cinco por cento), anualmente, da re-
mente, o que são as despesas com manutenção e ceita resultante de impostos, não compreendi-
desenvolvimento do ensino e o que não o são. da a proveniente de transferências.
Sobre as despesas apresentadas nos artigos supra- (D) no mínimo, 25% (vinte e cinco por cento) e
citados assinale a alternativa que contemple de 18% (dezoito por cento), anualmente, da re-
forma correta as despesas com manutenção e de- ceita resultante de impostos, não compreen-
senvolvimento do ensino: dida a proveniente de transferências, e desde
(A) remuneração e aperfeiçoamento do pessoal que não seja destinada a escolas comunitárias,
docente e demais profissionais da educação; confessionais e filantrópicas.
concessão de bolsas de estudo a alunos de es-
colas públicas e privadas; obras de infraestru-
tura realizadas para beneficiar direta ou indire- 8 No Capítulo IV do Estatuto da Criança e do
tamente a rede escolar. Adolescente – ECA -, lei 8069/1990, denominado
(B) aquisição, manutenção, construção e conser- “Do Direito à Educação, à Cultura, ao Esporte e
vação de instalações e equipamentos necessá- ao Lazer” são apresentados os direitos e também
rios ao ensino; formação de quadros especiais os deveres do Estado e da família para com a edu-
para a administração pública, sejam militares cação, cultura, esporte e lazer. Em relação à edu-
ou civis, inclusive diplomáticos; aquisição cação, o ECA apresenta que toda criança e ado-
de material didático-escolar e manutenção de lescente têm direito à educação, visando ao pleno
programas de transporte escolar. desenvolvimento de sua pessoa, preparo para o
(C) remuneração e aperfeiçoamento do pessoal exercício da cidadania e qualificação para o tra-
docente e demais profissionais da educação; balho. Para que isso seja alcançado o Estado tem
concessão de bolsas de estudo a alunos de es- o dever de oferecer a educação pública e gratuita
colas públicas e privadas; amortização e cus- próxima à residência dos sujeitos.

Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo 3


Sobre os deveres do Estado, apresentados no artigo o educando uma relação educador-educando
54, assinale a alternativa que contemple de forma no qual o conhecimento advém daquele que já
correta os deveres para a oferta da educação escolar: percorreu uma trajetória acadêmica, isto é, o
(A) ensino fundamental, obrigatório e gratuito, in- educador. Cabe ao educador instigar a curiosi-
clusive para os que a ele não tiveram acesso na dade crítica para que o educando seja capaz de
idade própria; acesso aos níveis mais elevados superar a realidade imediata.
do ensino, da pesquisa e da criação artística, (D) Ensinar inexiste sem aprender e vice-versa
segundo a capacidade de cada um. e foi aprendendo socialmente que, historica-
(B) atendimento em creche e pré-escola às crian- mente, mulheres e homens descobriram que
ças de dois a seis anos de idade; progressiva era possível ensinar. Não há ensino sem pes-
extensão da obrigatoriedade e gratuidade ao quisa e pesquisa sem ensino. Enquanto ensino
ensino médio. continuo buscando, reprocurando. Ensino por-
(C) atendimento educacional especializado aos que busco, porque indaguei, porque indago e
portadores de deficiência, preferencialmente me indago. Pesquiso para constatar, constatan-
na rede regular de ensino; oferta de ensino no- do, intervenho, intervindo, educo e me educo.
turno regular, para os maiores de dezoito anos
que comprovarem vínculo empregatício.
(D) ensino fundamental, obrigatório e gratuito, pre- 10 No livro Documentos de Identidade: uma
ferencialmente para crianças e adolescentes de introdução às teorias do currículo, Tomaz Tadeu
seis a quatorze anos; progressiva extensão da da Silva, argumenta que um currículo crítico ins-
obrigatoriedade e gratuidade ao ensino médio. pirado nas teorias sociais que questionam a cons-
trução social da raça e da etnia também evitariam
tratar a questão do racismo de uma forma simplis-
9 A obra de Paulo Freire “Pedagogia da Auto- ta. Para o autor, o racismo não poderia ser tratado
nomia” está dividida em três capítulos: “Não há simplesmente como uma questão de preconceito
docência sem discência”; “Ensinar não é transfe- individual, pois isso geraria uma pedagogia e um
rir conhecimento” e “Ensinar é uma especificida- currículo centrados numa simples “terapêutica” de
de humana”. Com isso o autor apresenta, analisa atitudes individuais consideradas erradas.
e discute uma série de características, conceitos e Considerando tais argumentações, uma unidade
fundamentos sobre o ato de ensinar. educacional que estivesse diante de uma situação de
Assinale a alternativa que contemple de forma cor- racismo praticada entre estudantes, estaria alinhada
reta alguns dos pressupostos desta obra sobre o ato corretamente com os pensamentos do teórico, se:
de ensinar: (A) Realizasse uma investigação da situação,
(A) Uma das tarefas primordiais dos educadores é ouvindo a todos os envolvidos, tendo como
trabalhar com os educandos a rigorosidade me- exclusivo resultado a aplicação das sanções
tódica com que devem se “aproximar” dos ob- previstas no regimento escolar aos estudan-
jetos cognoscíveis, isto é, a preocupação central tes agressores, pois a punição, tomada como
da práxis pedagógica é a transmissão e assimi- exemplo, poderia inibir a prática de atos racis-
lação de conteúdos para os sujeitos das classes tas por outros estudantes.
populares. Afinal, esses sujeitos somente po- (B) Procurasse não dar visibilidade à situação,
derão superar a ingenuidade e ignorância por empreendendo esforços para que somente os
meio da apropriação dos conteúdos técnicos. envolvidos a conhecessem, pois se a atitude
(B) Ensinar exige criticidade e pesquisa. Assim, racista dos estudantes se tornasse pública, po-
para aproximar o mundo do conhecimento das deria inspirar outros estudantes a terem atitu-
classes trabalhadoras é preciso abandonar e ne- des semelhantes.
gar o senso comum de modo a superar a visão (C) Investigasse a situação e como proposta de re-
ingênua para construir, por meio da ciência, a solução para o conflito, solicitasse aos agres-
visão crítica, capaz de questionar as relações so- sores que se desculpassem junto à vítima,
ciais. comprometendo-se a não terem mais atitudes
(C) É possível e desejável que os estudantes das semelhantes, sensibilizando-os sobre os danos
classes trabalhadoras se tornem leitores crí- do racismo para quem o sofre.
ticos da realidade, a partir dos ensinamentos (D) Propusesse, juntamente a outras medidas ins-
dos professores. O educador estabelece com titucionais, uma ampla discussão sobre as

4 Área de atuação: ELETROTÉCNICA - Edital nº 728/2018


causas institucionais, históricas e discursivas entre educação e política e evidenciando que “toda
do racismo, procurando identificar o quê no prática educativa, como tal, possui uma dimensão
currículo e nas práticas pedagógicas poderia política assim como toda prática política possui,
minimizar ações desta natureza. em si mesma, uma dimensão educativa.”
Assinale a alternativa que apresenta corretamente
a definição sobre a dimensão política da educação
11 Sobre o conceito de capital social desen- presente na obra referida acima:
volvido pelo sociólogo francês Pierre Bourdieu (A) A dimensão política da educação apresenta
(1930-2002), é possível afirmar que: uma existência histórica e pode ser compreen-
(A) A noção de capital social impôs-se, primeira- dida para além das manifestações sociais de-
mente, como uma hipótese dispensável para terminadas.
dar conta da desigualdade de desempenho es- (B) A dimensão política da educação consiste em
colar de crianças provenientes das diferentes que, dirigindo-se aos não-antagônicos a edu-
classes sociais. cação os fortalece (ou enfraquece) por referên-
(B) O capital social é o conjunto de recursos atuais cias aos antagônicos e desse modo potenciali-
ou potenciais que estão ligados à posse de uma za (ou despotencializa) a sua prática política.
rede durável de relações mais ou menos insti- (C) A dimensão política da educação consiste em
tucionalizadas de “interconhecimento” e “in- envolver a articulação entre antagônicos vi-
ter-reconhecimento”. sando a derrota dos não-antagônicos.
(C) A noção de capital social impôs-se como, en- (D) A dimensão política da educação consiste no
tre os diferentes meios de designar o funda- enfraquecimento dos não-antagônicos em bus-
mento de efeitos sociais, um determinante que ca da apropriação dos instrumentos culturais.
não considera o capital econômico e cultural
dos diferentes grupos.
(D) O volume do capital social que um agente in- 14 No livro “Escola e Democracia”, Saviani
dividual possui independe da extensão da rede (2018) destaca que a importância política da Edu-
de relações que ele pode efetivamente mobi- cação reside na sua função de socialização do co-
lizar e do volume do capital (econômico, cul- nhecimento. Nesse aspecto, elabora onze teses so-
tural ou simbólico) que é posse exclusiva de bre Educação e Política. Assinale a alternativa que
cada um daqueles a quem está ligado. corresponde a uma dessas teses:
(A) Nem toda prática educativa contém uma di-
mensão política.
12 Freire (2011, p.49) aponta que “o clima do (B) A especificidade da prática educativa se define
pensar certo não tem nada a ver com o das fórmu- pelo caráter de uma relação que se trava entre
las pré-estabelecidas, mas seria a negação do pen- contrários antagônicos.
sar certo se pretendêssemos forjá-lo na atmosfera (C) As sociedades de classe se caracterizam pelo
da licenciosidade ou do espontaneísmo”. primado da política, o que determina a insubor-
Assinale a alternativa que apresenta corretamen- dinação real da educação à prática educativa.
te a relação entre “pensar certo” e “método” para (D) Toda prática educativa contém inevitavelmen-
Freire (2011): te uma dimensão política.
(A) Não há pensar certo sem considerar o materia-
lismo histórico-dialético.
(B) O método escolhido pelo sujeito determina 15 Ao caracterizar a relação entre educação e
seu pensar certo. sociedade para as teorias não-críticas, Saviani
(C) Sem rigorosidade metodológica não há pensar (2018, p. 4) afirma que concebem “a educação
certo. com uma ampla margem de autonomia em face
(D) O pensar certo é possível a partir do método da sociedade”, cabendo-lhe “um papel decisivo na
que lhe confere veracidade. conformação da sociedade evitando sua desagre-
gação e, mais do que isso, garantindo a construção
de uma sociedade igualitária”.
13 Demerval Saviani descreve onze teses sobre Assinale a alternativa que apresenta corretamente
educação e política em sua obra Escola e Demo- as pedagogias que Saviani (2018) define como teo-
cracia, mostrando como se configuram as relações rias não-críticas.

Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo 5


(A) Pedagogia Nova e Teoria da Escola como Qual será o módulo da força eletrostática entre Q1
Aparelho Ideológico de Estado (AIE). e Q3?
(B) Pedagogia Tradicional, Pedagogia Tecnicista e (A) 24,342 N
Teoria da Escola Dualista. (B) 109,5375 N
(C) Pedagogia Tradicional, Pedagogia Nova e Pe- (C) 219,075 N
dagogia Tecnicista. (D) 438,15 N
(D) Pedagogia Tecnicista e Teoria da Escola como
Aparelho Ideológico de Estado (AIE).

18 A fonte da figura é de corrente alternada, com


equação . Além disso,
tanto o amplificador operacional quanto o diodo são
CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS ideais, com este último apresentando uma tensão
zener de 5V. Considere, também, que os resistores
R1 e R2 valem, respectivamente, 2kΩ e 10kΩ.
16 O circuito abaixo possui duas fontes de ten-
são de corrente continua e três resistores.

Qual será a forma de onda esperada para a tensão


Vout?
Calcule o valor da corrente (iR) que passa através
do resistor R. (A)
(A) iR = 25/(20+R) A
(B) iR = 52/(24+R) A
(C) iR = 15/(38+R) A
(D) iR = 61/(33+R) A

17 Duas cargas elétricas de sinais opostos, Q1 e (B)


Q2, estão no vácuo e separadas por 2cm, conforme
figura.

(C)

As cargas de Q1 e Q2 possuem um módulo de, res-


pectivamente, 2,5µC e 5,2µC, o que lhes confere
uma força eletrostática de 292,1N. (D)
Considere, agora, que Q2 foi substituída por uma
outra carga Q3, de mesmo sinal que Q1, porém de
módulo 15,6µC e distante 4cm de Q1.
Sabe-se que a permissividade do vácuo vale

6 Área de atuação: ELETROTÉCNICA - Edital nº 728/2018


19 Considere apenas as etapas descritas abaixo (linguagem Ladder):
O operador pressiona o botão B1 e o motor da esteira é energizado e começa a transportar os blocos sólidos
em fila indiana conforme desenho. No final da esteira o bloco sólido cai por gravidade no tanque, durante a
queda o bloco é detectado pela chave fim de curso. Quando passar (cair) o quinto bloco no tanque, a esteira
é parada e a válvula “VA” é aberta por dez (10) segundos, após esse tempo à válvula “VA” é fechada. Para
repetir o processo o operador precisa acionar o botão B1 novamente.
O Botão B1 é do tipo push-button (não retentivo) conectado em I1 do CLP.
A chave fim de curso Normalmente Aberta é conectada em I2 do CLP.
O motor M1 da esteira é conectado em Q1
Válvula “A” Normalmente fechada (quando energizada abre) conectada em Q2 do CLP.

Escolha o programa em linguagem ladder que realiza a tarefa descrita.

(A) (B)

1
Low 000000 C01
000005 1
Q02 Low 000000 C01
000005
Q02

3
3 0000 T01
0010 3
Low 3 0000 T01
0010
Low

(C) (D)

1
Low 000000 C01
000005 1
Q02 Low 000000 C01
000005
Q02

3
3 0000 T01
0010 3
Low 3 0000 T01
0010
Low

Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo 7


20 O circuito abaixo funciona como chave ele- 22 Analise o circuito digital aqui apresentado,
trônica. Seja VD1 = 2,5V e ID1 = 30mA. Considere considerando que as entradas A B e C podem rece-
os seguintes dados sobre o BC548: VCE(sat) = 0,5V; ber sinais lógicos zero ou um.
VBE(on) = 0,7V.

Verifique o funcionamento do circuito apresentado


e defina qual a lógica que representa a saída S.
(A) S = ABC + (A+B+C)
(B) S = ABC . (A+B+C)
(C) S = ABC + (A+B+C)
(D) S = ABC . (A+B+C)
Considerando a chave S1 fechada e usando o crité-
rio de saturação forte, o circuito funcionará correta-
mente para quais valores comerciais de R1 e R2?
(A) Para R1 = 1,5KΩ e R2 = 220Ω. 23 Considere o sistema 1 e o sistema 2 indepen-
dentes, a função de transferência FT1 refere-se ao
(B) Para R1 = 13KΩ e R2 = 270Ω.
(C) Para R1 = 27KΩ e R2 = 300Ω. sistema 1 e função de transferência FT2 refere-se
ao sistema 2. Ambos os sistemas são de entrada
(D) Para R1 = 56KΩ e R2 = 330Ω.
limitada e saída limitada (BIBO – Bounded Input
Bounded Output).
21 A figura apresenta um conhecido circuito
Conversor CC-CC (chopper). Tais dispositivos
proporcionam mudanças em valores de sinais con-
tínuos de tensão, através do chaveamento, geral-
Conhecidas as Funções de Transferência dos siste-
mente por modulação PWM, de componentes se-
mas 1 e 2, analise a estabilidade de cada sistema.
micondutores (para este caso, um transistor npn).
(A) O sistema 1 é Instável e o sistema 2 é Estável
(B) O sistema 1 é Instável e o sistema 2 é Instável
(C) O sistema 1 é Estável e o sistema 2 é Estável
(D) O sistema 1 é Estável e o sistema 2 é Instável

24 A elevada corrente de partida é um dos fa-


tores mais severos no acionamento de máquinas
Considere que, para este circuito, seus componentes
elétricas. Os métodos de partida indireta têm por
são ideais e a corrente iout sempre será positiva.
finalidade reduzir essa corrente de partida, ameni-
zando os seus efeitos sobre a instalação. A parti-
O que se pode afirmar acerca deste circuito?
da Y-∆ utiliza os próprios enrolamentos do motor
(A) A tensão de saída Vout somente poderá ser me-
para realizar a sua partida em dois estágios.
nor que a tensão de entrada Vin.
(B) Para uma tensão constante de entrada, o va-
A partida Y-∆ tem como característica:
lor da tensão de saída poderá ser controlado,
(A) Durante a partida do motor em Y, a tensão
linearmente e durante a operação, através do
aplicada nos enrolamentos do motor é reduzi-
indutor, em relação ao seu número de espiras.
da a 1/3 do seu valor nominal, assim como a
(C) A tensão de saída Vout somente poderá ser igual
corrente de partida e o torque do motor.
ou menor que a tensão de entrada Vin.
(B) Durante a partida do motor em Y, a tensão
(D) A tensão de saída poderá apresentar valores
aplicada nos enrolamentos do motor é reduzi-
maiores, menores ou iguais em relação à de en-
da a do seu valor nominal, assim como a
trada, dependendo do percentual apresentado
corrente de partida e o torque do motor.
pela razão cíclica do PWM de chaveamento.

8 Área de atuação: ELETROTÉCNICA - Edital nº 728/2018


(C) Durante a partida do motor em Y, a tensão 27 Uma das condições mais importantes do pro-
aplicada nos enrolamentos do motor é reduzi- cesso de dimensionamento de disjuntores de baixa
da a do seu valor nominal, assim como a tensão é a especificação do nível de curto circuito.
corrente de partida. O torque do motor é redu- Em uma instalação industrial com um disjuntor de
zido a 1/3 do valor nominal. proteção com as características abaixo, cuja tensão
(D) Durante a partida do motor em Y, a tensão nominal do circuito é de 380 V trifásico, o nível de
aplicada nos enrolamentos do motor é reduzi- curto pode chegar a 5 kA e, devido a importância
da a do seu valor nominal. A corrente de da carga, a continuidade de serviço é recomendada.
partida e o torque do motor são reduzidos a 1/3
do valor nominal. Capacidade de interrupção:
Icn = 6 kA – 380 V - NBR IEC 60898
Icu = 4 kA – 440 V - NBR IEC 60947-2
25 Considere um circuito magnético simples Icu = 6 kA – 380 V - NBR IEC 60947-2
(conforme figura), do qual o núcleo é composto Icu = 10 kA – 220 V - NBR IEC 60947-2
por material ferromagnético, cuja permeabilidade Ics = 75% Icu – p/ Icu ≤ 6 kA – NBR IEC 60947-2
vale µ = 10-3 H/m, a área de sua seção é fixa em 9 Ics = 50% Icu – p/ Icu ≤ 10 kA – NBR IEC 60947-2
cm2 e seu comprimento médio é de 72 cm.
Este disjuntor está de acordo com as características
do circuito e com o que estabelecem as normas?
(A) Sim, independente da instalação, Icn ou Icu ou
Ics ≥ 5 kA em 380 V.
(B) Sim, em uma instalação industrial Icn ≥ 5 kA
em 380 V.
(C) Não, em uma instalação industrial Icu ≥ 5 kA
em 380 V.
O núcleo foi envolto por uma bobina, a qual con- (D) Não, para garantir a continuidade de serviço,
duz uma corrente elétrica i que proporciona um Ics ≥ 5 kA em 380 V.
campo magnético de 200 A.esp/m.
Nessas condições, qual é a Relutância do circuito?
(A) 0,18 x 10-3 A.esp/Wb 28 Um circuito 220 V que alimenta uma TUE
(B) 25,92 A.esp/Wb é composto por dois condutores com isolação em
(C) 14,4 x 103 A.esp/Wb policloreto de vinila (PVC). O mesmo será o único
(D) 800 x 103 A.esp/Wb circuito instalado em um eletroduto circular em-
butido em alvenaria, a temperatura ambiente é de
30ºC e a potência da carga é de 3300 VA.

26 Em uma rede de distribuição, há uma subes- Capacidades de condução de corrente, em ampères,


tação que fornece energia para duas cargas distin- para cabos de cobre com isolação em PVC.
tas, A e B. A tensão de saída da subestação é de
1kV e a linha de distribuição, que sai da subestação
e alimenta as cargas, que estão em paralelo, apre-
senta uma queda de tensão total de 1% neste tre-
cho. Sabe-se que a carga A possui uma impedância
constante de 30 ohms e que a carga B consome
uma potência constante de 9900 watts.

Considerando que as cargas são puramente resisti- Desprezando-se a influência da queda de tensão no cir-
vas, as correntes que circulam pelas cargas A e B e a cuito e utilizando as informações da tabela acima e do
corrente que sai da subestação são, respectivamente, que preconiza a norma NBR5410, determine qual das
(A) 33 A; 10 A; 43 A. alternativas indica a mínima seção nominal do cabo
(B) 9,9 A; 33,3 A; 43,2 A. que deve ser utilizado no circuito:
(C) 33,3 A; 9,9 A; 43,2 A. (A) 1,5 mm² (B) 2,5 mm²
(D) 10 A; 33 A; 43 A. (C) 4 mm² (D) 6mm²

Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo 9


29 Dois ensaios muito simples podem ser reali- (A) A incidência de harmônicas ímpares que fa-
zados para determinar os valores das grandezas do zem com que se elevem as correntes no neutro.
circuito equivalente e as perdas do transformador. (B) A incidência de harmônicas de 3ª ordem que fa-
Para isso, são medidas a tensão, a corrente e a po- zem com que se elevem as correntes no neutro.
tência de entrada no primário em duas condições, (C) A incidência de harmônicas de 1ª ordem que fa-
com o secundário curto-circuitado e com o secun- zem com que se elevem as correntes no neutro.
dário aberto. (D) Esse tipo de fenômeno só pode estar ocorrendo
No ensaio de um transformador monofásico de por uma falha no circuito, visto que, por maior
1kVA, 220V:110V, 60Hz, foram realizadas as se- que fosse o desequilíbrio harmônico, a corren-
guintes leituras: te no neutro jamais chegaria a esse valor.
Vca = 110V
Ica = 250mA
Pca =14W 32 Distúrbios de Energia podem provocar da-
Vcc = 30V nos a equipamentos e mau funcionamento nas ins-
Icc = 4,5A talações. Dois dos principais fenômenos que estão
Pcc = 125W associados ao mau funcionamento dos equipamen-
O índice ca indica que as medidas foram realizadas tos, e até queima, são o SAG e SWELL.
no ensaio de circuito aberto e o índice cc indica que Que tipo de efeito esse fenômeno provoca nas ins-
as medidas foram realizadas em curto-circuito. talações elétricas?
(A) A variação da frequência nas cargas, que faz
Com base nas medições realizadas, os valores de com que haja variação das impedâncias do cir-
resistência e reatância de dispersão equivalentes e cuito, provocando a queima dos equipamentos.
as perdas no transformador são, respectivamente: (B) O afundamento e a elevação da tensão por um
(A) 6,17Ω, 6,67Ω e 125W período inferior a 3 segundos, podendo provo-
(B) 6,17Ω, 2,52Ω e 125W car a queima de equipamentos ou o mau fun-
(C) 6,17Ω, 2,52Ω e 139W cionamento das instalações.
(D) 6,17Ω, 6,67Ω e 139W (C) A variação no nível de tensão, sem, entretanto,
prejudicar o funcionamento dos equipamen-
tos, visto que o tempo de ocorrência é extre-
30 Os materiais condutores são caracterizados mamente curto.
por diversas grandezas, dentre as quais se desta- (D) A variação do nível de corrente, podendo pro-
cam: condutividade ou resistividade elétrica, coe- vocar o aquecimento de condutores, danifican-
ficiente de temperatura, condutividade térmica, do sua isolação.
potencial de contato, comportamento mecânico,
entre outras não menos importantes.

Considerando a afirmação acima, indique qual das 33 A Produção de Energia Eólica é uma das
opções abaixo apresenta os materiais altamente principais alternativas à escassez de energia elétri-
condutores, exclusivamente. ca, porém possui limitadores.
(A) Cobre, Alumínio, Chumbo, Prata, Ouro. Qual é o principal entrave à massificação da insta-
(B) Cobre, Carbono-Grafite, Níquel, Cádmio. lação de parques de geração eólica em todo o país?
(C) Carbono amorfo, Ferro, Tungstênio, Chumbo. (A) Os custos de instalação são muito altos em
(D) Níquel, Prata, Cromo, Carvão eletrografítico. função da alta tecnologia que é utilizada nesse
sistema.
(B) A baixa incidência de ventos na ordem de
31 Um dos principais problemas que surge com 6 m/s, que é considerada a velocidade mínima
a incidência de harmônica nos circuitos com car- para tornar eficiente um sistema eólico.
gas não lineares é o aumento da corrente que cir- (C) A não necessidade em função da instalação de
cula no neutro. uma matriz predominantemente hidrelétrica,
Sabendo-se que a corrente que circula no neutro que atende às necessidades do país.
é duas vezes a corrente da fase em um determina- (D) O alto impacto ambiental da geração eólica,
do circuito trifásico, o que pode estar provocando que faz com que o custo ao meio ambiente in-
esse fenômeno? viabilize qualquer alternativa de implantação.

10 Área de atuação: ELETROTÉCNICA - Edital nº 728/2018


34 Quando se trata de energia fotovoltaica, além 37 As Harmônicas são um distúrbio de energia
de ser necessária a escolha do material da placa que provocam diversos tipos de problemas nas ins-
fotovoltaica e a definição da inclinação destas, di- talações elétricas em todos os circuitos, como sobre-
versas outras variáveis influenciam diretamente no tensões, sobrecorrentes, queima de equipamentos e
rendimento destas placas. funcionamentos inadequados de equipamentos.

Considerando o texto acima, é apresentada a de- Dada a série de Fourier abaixo, o valor da tensão
finição de um equipamento bastante importante true-rms desse circuito é aproximadamente?
para as análises prévias ao projeto: “Equipamento V(t) = 100 sen (300 πt) + 10 sen (600 πt) + 80 sen
usado para medir radiação solar em uma superfície (900 πt)
plana e é projetado para medir a densidade de flu- (A) 90,8 V
xo da radiação solar (W/m2) do hemisfério acima (B) 100 V
dentro de um intervalo de comprimento de onda (C) 190 V
de 0,3 μm a 3 μm”. Escolha o item que apresenta o (D) 128,45 V
nome desse equipamento.
(A) Pireliômetro.
(B) Piranômetro. 38 A maioria dos Inversores de Frequência per-
(C) Medidor de Brilho. mite a escolha, através da parametrização, do tipo
(D) Anemômetro. de controle.
Para o controle de velocidade de motores trifási-
cos, tais como bombas centrífugas, ventiladores, e
35 Em uma dada linha de transmissão de ener- acionamentos multimotores, qual o tipo de contro-
gia elétrica, o nível de tensão adotado é de 13,8kV. le recomendado?
Na estação transformadora, ela passa por um (A) V/F linear.
transformador com 2500 espiras no enrolamento (B) V/F quadrático.
do primário e 1250 espiras no do secundário. Sa- (C) Vetorial sem realimentação.
be-se que, no secundário do transformador, existe (D) Vetorial com realimentação.
um TP com relação de transformação de 120:1 que
está conectado a um voltímetro.
39 A geração de corrente contínua é obtida
A tensão no secundário do transformador e a tensão quando uma máquina primária é conectada ao eixo
mostrada pelo multímetro são de, respectivamente, de uma máquina de corrente contínua, aplicando a
(A) 6900 V e 115 V este eixo um conjugado mecânico e imprimindo
(B) 27600 V e 115 V uma determinada velocidade à máquina.
(C) 6900 V e 57,5 V Indique que tipo de gerador de corrente contínua é
(D) 27600 V e 57,5 V apresentado na figura a seguir:
IF Ia

36 Os transformadores de corrente são equipa- LF_shunt


La

mentos importantes para medição e proteção de


Carga

+
VF Ra Vt
circuitos, porém algumas características são bem RF_shunt
I

específicas e não podem ser ignoradas.


Ea

Que fenômeno ocorre quando se abre o secundário -

de um TC em carga? Enrolamento de Enrolamento de


Campo (Paralelo) Armadura
(A) O TC queima em função da saturação que
ocorre pela abertura do circuito secundário. MARQUES, L. S. B.; SAMBAQUI, A. B. K.; DUARTE, J.
(B) O TC queima em função da reversão da cor- Apostila de Máquinas Elétricas. IFSC, Joinvile, 2013.
rente primária de fase.
(C) Nenhum, visto que, com o TC aberto, a cor- (A) Gerador com excitação de campo paralelo.
rente naquela fase passa para 0 A. (B) Gerador com excitação de campo série.
(D) A magnetização do TC altera a corrente das (C) Gerador com excitação independente.
outras fases do circuito. (D) Gerador com excitação de campo composto.

Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo 11


40 Os controladores lógicos programáveis, podem ser programados por quatro métodos. Ladder, Blocos
de Função, listagem de instruções e código estruturado.

Verifique qual a função que o CLP programado com o diagrama ladder apresentado irá executar, quando a
entrada liga for acionada.
(A) Controle sequencial de atuadores pneumáticos
(B) Controle de sinalização de trânsito (Semáforo)
(C) Circuito sequencial de controle de estacionamento
(D) Partida de motor compensada ( Y Δ )

12 Área de atuação: ELETROTÉCNICA - Edital nº 728/2018


CONCURSO PÚBLICO PARA
PROFESSOR DO ENSINO BÁSICO,
TÉCNICO E TECNOLÓGICO -
EDITAL Nº 728/2018

GABARITO DO CANDIDATO - RASCUNHO


Nome: Assinatura do Candidato: Inscrição:

QUESTÃO RESPOSTA
01
02
03
04
05
06
07
08
09
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
32
33
34
35
36
37
38
39
40