Você está na página 1de 3

Correção da Prova escrita de Português, 8.

º ano [EI] (Para)Textos

Correção da Prova escrita de Português


8.º ano
Maio de 2019

GRUPO I

Transcrição do texto ouvido:

Porque é importante falar em igualdade de género atualmente?

O 1.º passo para uma melhor compreensão e interiorização do conceito de igualdade


de género consiste, desde logo, em efetuar uma distinção entre sexo e género. […]
O conceito de sexo pertence ao domínio da biologia e traduz o conjunto de
características biológicas e fisiológicas que distinguem os homens e as mulheres. Por
oposição, o conceito de género é um conceito social que remete para as diferenças existentes
entre homens e mulheres, diferenças essas não de carácter biológico, mas resultantes do
processo de socialização.
O conceito de género descreve, assim, o conjunto de qualidades e de comportamentos
que as sociedades esperam dos homens e das mulheres, formando a sua identidade social.
[…]
A igualdade entre mulheres e homens, ou igualdade de género, significa igualdade de
direitos e liberdades para a igualdade de oportunidades de participação, reconhecimento e
valorização de mulheres e de homens, em todos os domínios da sociedade – político,
económico, laboral, pessoal e familiar.
Desde a segunda metade do século XX, assistiu-se a um conjunto de importantes
transformações nas sociedades industrializadas. Em Portugal, estas transformações tiveram
repercussões a diversos níveis, afetando o comportamento de homens e mulheres nas
esferas profissional e familiar.
Assim, cada vez mais se observam transformações profundas no “modelo familiar”,
tradicionalmente assente numa construção social de papéis de género em função do sexo,
conduzindo a uma conceção do masculino e do feminino diferenciada e hierarquizada em
termos de importância, segundo a qual se atribuíam ao homem papéis e responsabilidades
no domínio público, de sustento, e de orientação para resultados, de competitividade e força,
e à mulher papéis no domínio privado, de cuidado da casa e da família, com base em
características mais emocionais e relacionais.
De facto, a este conceito de “modelo familiar”, comummente aceite, foram
acrescentadas novas variáveis e realidades, fruto das várias modificações nas estruturas
familiares, que nos permitem hoje em dia reconhecer a existência não de um, mas de vários
“modelos familiares”, (famílias monoparentais, famílias reconstituídas, famílias clássicas de
dupla profissão) em que a tónica dominante passa pelo facto de ambos os elementos do casal
terem uma atitude ativa face ao trabalho, passando as mulheres a assumirem uma postura
mais participativa na esfera pública. […]
Falar em igualdade de género atualmente torna-se, assim, fundamental, ainda mais se
nos detivermos no aspeto de que a crescente participação das mulheres no mercado de
trabalho não foi acompanhada por um crescimento correspondente da participação dos
homens na vida familiar.

PT8 © Porto Editora Página 1 de 3


Correção da Prova escrita de Português, 8.º ano [EI] (Para)Textos

“Porque é importante falar em igualdade de género atualmente?” in Caderno Prático para a


Integração da Igualdade de Género na Cáritas em Portugal (Fascículo 1), disponível em
http://cite.gov.pt/asstscite/downloads/caritas/CadernoCaritas_Fasciculo_I.pdf
(consult. em 26-04-2019, adaptado e com supressões)

1.1. C. 1.2. B. 1.3. A.

2. A., C., E.

GRUPO II

Texto A

1. D., A., B., C., E.

2.1. B. 2.2. B. 2.3. A.

3. B.

Texto B

4. A. – 2; B. – 1; C. – 3.

5. A.

6. A, B, D, E, F.

7. A. – 2; B. – 1; C. – 3.

8.1. A.; 8.2. B.

GRUPO III

1. B.

2. A. – 3; B. – 5; C. – 2; D. – 4; E. – 1.

3.1. A.
3.2. B.
3.3. A.
3.4. A.
3.5. B.

PT8 © Porto Editora Página 2 de 3


Correção da Prova escrita de Português, 8.º ano [EI] (Para)Textos

GRUPO IV

Sugestão de resposta:

As palavras ditas por Vanessa referem-se à sua experiência enquanto menina e irmã
de um rapaz, revelando que o modo como a mãe os trata em relação às tarefas da casa é
diferente.
Julgo que a indignação de Vanessa é compreensível e concordo com a perspetiva da
menina, pois os rapazes e as raparigas devem ser tratados da mesma forma, todos devem
ter responsabilidades, deveres e direitos e não ter tarefas ou privilégios baseados numa visão
tradicional e de acordo com o sexo de cada um.
Concluo que, independentemente do cargo ou da tarefa que homens e mulheres
desempenhem, é importante que cada um tenha liberdade para escolher o que deseja fazer,
sem ser pressionado ou impedido pelos outros.

[119 palavras]

PT8 © Porto Editora Página 3 de 3