Você está na página 1de 15

Conteúdo

Introdução

O Data Center e suas


funcionalidades

Gestão
de dados Introdução
Otimização
de Recursos Saiba os benefícios de se modernizar e como sua empresa
pode sair à frente no mercado atual.
Conclusão
Devido a transformação digital que nós temos presenciado no mundo, as
empresas passaram a ser pressionadas para terem uma estrutura de TI moderna
e inovadora, reduzindo custos, porém sempre aumentando sua eficiência. Isso
se tornou fundamental para acompanhar o mercado competitivo atual.

Essa modernização exige que a TI esteja alinhada ao negócio e, para isso, há uma
necessidade urgente da evolução do Data Center: otimizar recursos utilizados,
automatizar tarefas manuais, aumentar disponibilidade, atender aos novos
requisitos de segurança, estar pronto para iniciativas de nuvem e aplicações
emergentes são alguns dos requisitos pedidos. Há muitas iniciativas a serem
feitas e tudo isso, como sempre, reduzindo custos.

2
Nesse contexto, muitas empresas passaram a utilizar a Nuvem Pública, pois
Conteúdo acreditaram ser a forma mais rápida, eficiente e barata que havia. Porém esses
clientes encontraram muitas dificuldades, pois para consumir infraestrutura
Introdução
e serviços na nuvem também precisamos nos preocupar com as iniciativas
O Data Center e suas que citamos: otimização de recurso, segurança, conectividade, disponibilidade
funcionalidades e custo. E isso nem sempre foi claro para todos.

Gestão E o que temos no centro de tudo isso? O DADO! Tudo gira em torno dele.
de dados
Consequentemente, seja qual for a sua estratégia, precisamos entender
como ter controle absoluto dos dados e utilizá-los da melhor forma,
Otimização
de Recursos estejam onde estiverem.

Conclusão

3
Conteúdo

Introdução

O Data Center
O Data Center e suas
funcionalidades

Gestão

e suas
de dados

Otimização
de Recursos

Conclusão funcionalidades
O Data Center (DC) é um ambiente projetado para processamento
e armazenamento de dados. Para entregar esses serviços, contam
com inúmeros componentes: servidores, storages, switches, roteadores,
firewall, balanceadores, entre outros. Mas precisamos deixar claro que
ter um Data Center com todos esses componentes não caracteriza em
si uma “Nuvem Privada”.

Para termos o que chamamos de nuvem privada, as empresas precisam


entregar um nível de serviço próximo da nuvem pública, incluindo portal
de autoatendimento, escalabilidade e elasticidade transparente, sempre
com o foco na entrega de infraestrutura como serviço (IaaS), ou até mesmo
plataforma como serviço (PaaS).

4
E existe, também, o modelo de Data Center que conhecemos como
Conteúdo “Nuvem Pública”, que é mais conhecido por conta dos principais players
de mercado – Amazon Web Services (AWS), Microsoft Azure, Google Cloud,
Alibaba, entre outros. São data centers com tamanhos inimagináveis onde
Introdução o recurso que eles proveem é comercializado num modelo de consumo,
permitindo que a aquisição seja como serviço, qualquer que seja a necessidade.
O Data Center e suas
Olhando para essas duas possibilidades de Data Centers e entendendo os ônus
funcionalidades e bônus de cada, muitas empresas estão adotando ambas as abordagens,
onde consomem tanto recursos dentro de casa quanto na nuvem pública.
Gestão
Essa mistura entre esses dois mundos nos traz uma arquitetura de Nuvem
de dados Híbrida, onde cada empresa pode hospedar aplicações e dados no local mais
vantajoso, alinhado com as necessidades de negócio e com o melhor custo
Otimização benefício de acordo com as demandas.
de Recursos
Vamos entender um pouco mais a fundo os principais termos que utilizamos
acima? A seguir vamos decifrar alguns termos utilizados e revisar outros
Conclusão comumente usados, mas às vezes mal interpretados.

5
1. Nuvem:
Conteúdo Primeiramente precisamos relembrar que existem mais de uma nuvem.
Soa até engraçado, mas é isso mesmo. Como já citamos, temos a Nuvem
“Privada” e a Nuvem “Pública”. Hoje o termo nuvem geralmente é usado
Introdução se referindo a nuvem pública, mas já aprendemos que não é bem assim
porque também temos a nuvem privada – e aqui é importante frisar que
O Data Center e suas ela exige uma evolução dentro do Data Center tornando possível entregar,
digamos assim, “coisas” como serviço – e a nuvem híbrida, que é quando
funcionalidades consumimos ambas as arquiteturas tirando o melhor proveito de cada uma
delas e podendo realizar migrações de seus dados entre as arquiteturas sem
Gestão nenhuma amarra.
de dados 2. Infraestrutura como serviço (IaaS):
É um método para fornecer recurso computacional, armazenamento,
Otimização rede, segurança, entre outros, como serviço através de uma plataforma
de Recursos de autoatendimento como a que encontramos na nuvem pública. Porém,
Infraestrutura como Serviço (IaaS) não se limita a isso: com uma abordagem
de nuvem privada, a própria empresa pode prover esse tipo de serviço on-
Conclusão premise e oferecer sua própria IaaS a diferentes áreas da empresa.

3. Plataforma como serviço (PaaS):


Essa definição geralmente causa um pouco de confusão, mas temos que
entender como uma camada acima do IaaS funciona, ou seja, algo que vai
um pouco além da infraestrutura. O PaaS, além da camada mais básica que
seria a infraestrutura, entrega uma camada já pronta de sistema operacional,
ferramentas de desenvolvimento, gerenciamento de banco de dados, análise
de negócio e muito mais. Ele acompanha, por exemplo, todo ciclo de vida
de uma aplicação Web: compilação, teste, implantação, gerenciamento e
atualização.

6
Conteúdo

Introdução

O Data Center e suas


funcionalidades

Gestão
de dados

Otimização
de Recursos

Conclusão
Gestão
de dados
O Data Center é hoje o responsável por gerenciar e cuidar
dos seus dados. E já escutamos inúmeras vezes que os
dados são o novo petróleo, porque eles são o ativo mais
valioso que você pode ter hoje.

7
É por meio dos dados que modelos de negócios começam – por exemplo, os aplicativos
Conteúdo de mobilidade que se baseiam nos dados para disponibilizar mais ou menos frota na
rua em locais específicos, fazendo o acompanhamento das viagens em tempo real e
trazendo relatórios de uso, ganhos, perdas, problemas, etc. Podemos citar ainda o caso
Introdução da propaganda online, onde cada vez mais vemos propagandas que nos “perseguem”
por conta de algoritmos de dados que nos mandam a informação que queremos (quase
O Data Center e suas sempre) ver – e que também podem acabar com negócios – no caso das locadoras de
vídeo. É inimaginável hoje ter que sair do conforto de sua casa para alugar um filme, certo?
funcionalidades Todas essas transformações são baseadas em Dados (e pessoas e empresas inovadoras).
Por isso, a gestão de dados é algo realmente muito importante, porque eles podem
Gestão alavancar, melhorar ou até mesmo destruir um negócio.
de dados Mas qual o melhor modelo de gestão de dados para o meu negócio?
A melhor opção para cada empresa pode variar de acordo com suas necessidades
Otimização organizacionais, as estratégias de dados da empresa e o modelo que você busca.
de Recursos No entanto, em geral, quando consideramos custos, praticidade e segurança, o modelo
de gestão de infraestrutura híbrida é mais interessante pois consegue trazer o melhor
dos dois mundos – o da nuvem e do on-premises.
Conclusão
E quais são os principais benefícios desse modelo de Nuvem Híbrida?
O modelo de nuvem híbrida traz consigo diversas vantagens, já comprovados
em inúmeros casos ao redor do mundo. Confira a seguir os principais motivos
para se apostar nesse modelo:

8
Agilidade: vivemos em uma era que adaptar-se e corrigir o curso rapidamente é essencial
Conteúdo para a transformação digital e os negócios. Poder combinar a escalabilidade, confiabilidade e o
menor custo (CAPEX) da nuvem com a segurança, menor TCO, maior controle, customização e
flexibilidade do on-premises é primordial. Você pode aumentar ou reduzir seu parque em questão
Introdução de minutos quando a demanda é maior, e reduzi-lo quando a demanda é menor.

O Data Center e suas Estabilidade: A estabilidade é um requisito essencial. Ela garante que não haja períodos de
indisponibilidade nos sistemas – os downtimes –, permitindo que os serviços e atendimento
funcionalidades aos clientes sejam ininterruptos e de qualidade, sempre. Por meio da Nuvem somado a uma
estrutura on-premises, a infraestrutura está mais bem resguardada porque isso diminuindo
Gestão o tempo de indisponibilidade – planejada ou não – porque não só existe a garantia de QoS
(Qualidade de serviço) na Nuvem, mas também porque existe um plano B em casos extremos de
de dados indisponibilidade da nuvem.

Otimização Quem nunca escutou sobre o caso de indisponibilidade de um dos maiores hyperscale do
de Recursos mundo que atrapalhou uma empresa que vende smartphones com símbolo de fruta? Em resumo,
um downtime de 13-15 minutos foi a ponta do iceberg para um downtime das lojas virtuais da
empresa de smartphones de cerca de 10 horas, culminando em acessos sendo negados ou não
Conclusão funcionando para qualquer venda de música, aplicativos ou pagamentos. Imagine o custo total
disso!

Segurança: compartilhe o que precisa ser compartilhado e deixe como privado aquilo que
precisa ser privado. As pessoas se preocupam ao usar a nuvem pública hoje por conta dos
problemas que existem de segurança: será que meus dados vão ser expostos? Quem vai ter
acesso a eles? Por quanto tempo?

Por isso e por conta de políticas de governança, o modelo híbrido pode ser a melhor resposta.
Dados que não são privados e que são de menor acesso, podem ficar na nuvem por exemplo, ou
até em nuvens diferentes. Mas dados sensíveis e que são de acesso contínuo, podem ficar no on-
premises. E o que é melhor, existem tecnologias hoje que conversam entre si de maneira nativa, e
a passagem de uma nuvem a outra, e/ou para o on-premises é fácil.

Economia de espaço: Ao trabalhar com uma estratégia híbrida, você consegue otimizar o uso do
seu espaço físico, que pode então ser aproveitado para outras atividades da organização e até
mesmo a criação de novas áreas. Você pode diminuir a infraestrutura física do seu Data Center
sem perder as funcionalidades e SLAs.

9
Ao final, tudo se resume em reduzir seus custos. Ao invés de pagar caro para poder acessar seus
Conteúdo dados na nuvem ou até ter de pagar caro para ter um ambiente que pode se tornar obsoleto
em pouco tempo, a nuvem híbrida traz o melhor dos dois mundos.

Introdução Para casos onde há necessidade de ambientes temporários, é mais fácil utilizar
a escalabilidade da nuvem pública.
O Data Center e suas
Para guardar documentos sensíveis e separar o que é crítico do que é menos sensível,
funcionalidades você pode buscar a nuvem privada (seu on-premises).

Gestão Você pode também escolher testar e migrar pouco a pouco, e a nuvem híbrida te dá essa
possibilidade para que você tenha continuidade nos negócios sem interrupções. E dessa forma
de dados você economiza porque tem um ambiente híbrido que é flexível e pronto para o futuro, sem
necessidade de grandes investimentos, mas que atende às diferentes demandas que os negócios
Otimização exigem.
de Recursos
Mas para que seja possível aproveitar todos os benefícios e funcionalidades da Nuvem Híbrida,
é necessário tomar algumas medidas. Confira os principais passos para começar hoje com
Conclusão a sua nuvem híbrida:

Quais são os passos para uma nuvem híbrida?

Antes de tudo, é preciso saber em que ponto nosso Data Center se encontra. Hoje há uma
cobrança muito grande para que a TI foque no negócio, porém isso é algo muito difícil: há muito
processos manuais, complexidade de gerenciamento, problemas de disponibilidade, brechas de
segurança, etc.

Então como focar no negócio com tudo isso acontecendo? Em resumo, nosso data center
precisa evoluir. Recordam o que é uma nuvem híbrida? Seria a junção de nuvem privada e nuvem
pública, correto? A nuvem pública já está pronta para ser adquirida e consumida em poucos
minutos como serviço, mas e nossa infraestrutura? Por isso, nosso objetivo número 1 é nos tornar
aptos para oferecer a Nuvem Privada!

Após ter alcançado esse objetivo, precisamos integrar esses dois “mundos”. Existem clientes hoje
que dizem ter um cenário híbrido, porém o que encontramos na maioria dos casos são ambiente
totalmente apartados um do outro. Precisamos ter controle, visibilidade, disponibilidade e
segurança dos nossos dados independentemente onde eles estejam, e ir além: integrar esses
ambientes de tal forma que seja possível migrar esses workloads de um lado a outro com total
controle, e ter a capacidade de decidir implementar a minha aplicação onde terei melhor valor
(custo, benefício), “dentro” ou “fora de casa”. Então vamos lá entender quais são cada um desses
passos mais a fundo.

10
Conteúdo

Introdução

O Data Center e suas


funcionalidades

Gestão
de dados

Otimização
de Recursos
Otimização
Conclusão
de Recursos
Quando criamos uma aplicação, independentemente de sua estratégia
– Nuvem Pública, Privada ou Híbrida –, reservamos um recurso da nossa
infraestrutura a ela. Mas hoje nós conseguimos medir se esse recurso está
realmente sendo utilizado? No que se refere a máquinas virtuais,
o desperdício de recurso encontrado em clientes que não monitoram essa
utilização ultrapassa 50%. Em armazenamento também temos altos
índices de desperdícios.

11
Para endereçar esses problemas precisamos de ferramentas que façam esse
Conteúdo Assessment de capacidade (recurso computacional e armazenamento).
Referente a armazenamento, temos soluções que complementam como por
exemplo a deduplicação, compactação, compressão, compartilhamento de
Introdução storage, clones e snapshots eficientes.

O Data Center e suas Dessa forma você consegue diminuir a possibilidade de sobrecargas
desnecessárias em servidores e storages. É preciso fazer ajustes constantes
funcionalidades na utilização do modelo de gestão de dados, garantindo a otimização dos
recursos, reduzindo espaço e consumo de energia necessários.
Gestão
de dados Automatizar Processos

Otimização Processos manuais aumentam a possibilidades de erro humano, o que pode


de Recursos afetar a disponibilidade de serviços, aumentar as brechas de segurança, a
complexidade na gestão do ambiente, o tempo de entrega de novos serviços,
e sobrecarregar a TI, fazendo com que ela tenha que estar em constante luta
Conclusão “contra a maré”.

É preciso urgentemente automatizar atividades do dia a dia e achar tempo


para nossa TI. E aqui está o segredo! Quanto mais automatizados menos
tempo é despendido para atividades do dia a dia e mais teremos “banda”
para atender as demandas dos negócios.

12
Evoluir Estratégia de Segurança
Conteúdo
Nossas informações são ativos insubstituíveis. Antigamente os ataques eram
focados principalmente em causar indisponibilidade de serviços, mas hoje em
Introdução dia o foco é no dado. Os hackers tentam roubar informações do negócio e
dos usuários ou até mesmo sequestrar os dados, onde eles são encriptados e
O Data Center e suas somente são liberados sob pagamento de fiança em moeda cibernética (em
bitcoins, por exemplo).
funcionalidades
É de extrema importância termos total controle e segurança
Gestão independentemente onde esse dado estiver alocado. Portanto, para
garantir isso precisamos de uma solução que integre suas nuvens privadas
de dados e públicas por meio de uma plataforma única e com a mesma experiência e
funcionalidades que temos dentro de casa. Até mesmo se você decidir mover
Otimização uma aplicação de uma nuvem pública a outra, esses provedores não possuem
de Recursos essa comunicação, porém com a solução certa é possível fechar essa ponte
e disponibilizar seus dados encriptados onde sua estratégia de negócio
necessitar.
Conclusão
Visibilidade e Controle Multicloud

Busque ferramentas que monitoram sua infraestrutura como um todo. Seja


em nuvem pública ou privada, essas ferramentas auxiliam na otimização de
recursos, evitando desperdícios, ajudando na redução de riscos, prevendo
futuros problemas, medindo custo dos componentes e mensurando onde seria
melhor armazenar seus dados pensando na questão de custo/performance.

Por meio delas, você pode conquistar a harmonia entre as necessidades


operacionais e iniciativas multicloud, acompanhando as demandas das equipes
de negócios assim como as capacidades dos times de TI.

13
Conteúdo

Introdução

O Data Center e suas


funcionalidades

Gestão
de dados

Otimização
Conclusão
de Recursos Como você pôde ver, ficou claro que gerir seus dados da melhor forma possível
é altamente importante para os negócios das empresas continuarem a crescer.
Conclusão Decidir onde ele vai ser alocado – local, nuvem privada ou híbrida –, é uma
escolha de cada empresa e depende de suas necessidades de TI e de negócios.
Por isso, a infraestrutura em nuvem híbrida possui vantagens que podem ser
úteis para a grande maioria das empresas.

Ao apostar na nuvem híbrida – que é uma infraestrutura mais moderna – que


combina o melhor dos dois mundos – on-premises e nuvem -, faz com que o
cenário da corporação que você trabalha mude radicalmente. Ela passa a ser
capaz de processar e trabalhar com um maior volume de dados, velocidade e
eficácia para tomada de decisões mais rápidas, com menor custo e com retorno
mais rápido e alto. Tudo isso focando em segurança e disponibilidade. Dessa
forma, sua empresa se torna mais preparada para a competitividade do mercado.

14