Você está na página 1de 7

FACULDADES METROPOLITANAS UNIDAS

Curso de Direito

AVALIAÇÃO UNIFICADA 2014/2


3°SEMESTRE – Caderno 03
LEIA COM ATENÇÃO AS INSTRUÇÕES ABAIXO
A - Você está recebendo o seguinte material: este caderno de questões de múltipla escolha e cartão de resposta
personalizado.
B - Verifique se no cartão de resposta seu nome e dados estão corretos. Caso exista alguma divergência, favor informar
ao responsável na sala.
C - Após a conferência de seu nome no cartão-resposta, você deverá assiná-lo no espaço próprio, utilizando caneta
esferográfica de tinta preta ou azul.
D - Observe, no cartão resposta, as instruções sobre a marcação das respostas (apenas uma resposta por questão).
E - Tenha muito cuidado com o cartão-resposta, para não dobrar, amassar ou manchar. Não haverá reposição do cartão.
F - Esta prova é individual, sendo vedado o uso de equipamentos eletrônicos, a comunicação entre os presentes, a troca
ou uso de material impresso ou manuscrito.
G - Quando terminar, entregue ao responsável pela sala o Cartão-Resposta e o Caderno de Questões.
H - Você terá 2h30 min., para responder as questões de múltipla escolha.
I - Da Pontuação:
I - de 00 a 04 respostas corretas = 0,0 (zero) ponto;
II - de 05 a 10 respostas corretas = 0,5 (meio) ponto;
III - de 11 a 20 respostas corretas = 1,0 (hum) ponto;
IV - de 21 a 30 respostas corretas = 1,5 (hum e meio) pontos;
V - de 31 a 40 respostas corretas = 2,0 (dois) pontos.

TEORIA GERAL DO DIREITO PENAL I Questão 04

Questão 01 Nos crimes de mera conduta, o legislador só descreve o


comportamento do agente, não havendo qualquer referência a
A embriaguez fortuita completa, que retira do agente, resultado. Tal assertiva é:
inteiramente, a capacidade de entender o caráter ilícito do fato,
ou de determinar-se de acordo com esse entendimento, no (A) correta, mas somente aplicável aos delitos materiais.
momento da ação ou da omissão: (B) parcialmente correta.
(C) equivocada diante da classificação dos crimes.
(A) Não excluirá a imputabilidade. (D) absolutamente correta.
(B) Excluirá a culpabilidade.
(C) Excluirá a tipicidade. Questão 05
(D) Excluirá a antijuridicidade.
Ao crime praticado contra a vida da Presidente da República do
Questão 02 Brasil, na embaixada brasileira na Argentina, aplica-se:

O Princípio da Legalidade é também denominado (A) A extraterritorialidade incondicionada da lei penal


brasileira.
(A) Reserva Legal. (B) A lei penal brasileira, com base no princípio da
(B) Common Law. territorialidade.
(C) Analogia Legal. (C) A lei penal argentina, com base no princípio da
(D) Liberdade Legal. territorialidade.
(D) A lei penal brasileira, com base no princípio da
Questão 03 representação.

Não se admite tentativa de crimes Questão 06

(A) Culposos; omissivos puros. Tício, condenado a 1 ano e 10 dias de pena privativa de
(B) Preterdolosos; materiais. liberdade, começou a cumpri-la às 13h00 do dia 25/08/2013. É
(C) Comissivos por omissão; formais. correto dizer que a pena estará cumprida:
(D) Plurissubsistentes; materiais.
(A) Às 13h00 do dia 04/09/2014.

1
FACULDADES METROPOLITANAS UNIDAS
Curso de Direito
(B) Às 13h00 do dia 03/09/2014. São formas de Estado:
(C) Às 24h00 do dia 04/09/2014.
(D) Às 24h00 do dia 03/09/2014. (A) Unitários, Estaduais, Federais e Diplomáticos.
(B) Regionais, Distritais e Territoriais.
Questão 07 (C) Unitário, Regional e Federal.
(D) República ou Monarquias.
Em caso de arrependimento eficaz;
Questão 13
(A) O agente não responde por crime algum.
(B) O agente responde pelos atos anteriores, se forem típicos. As formas clássicas de governo segundo Aristóteles, se
(C) O agente responde por tentativa. degeneram em:
(D) O agente responde por crime consumado, com diminuição
de pena. (A) Monarquia, em oligarquia.
(B) Oligarquia, em aristocracia.
Questão 08 (C) República, em monarquia.
(D) Aristocracia, em oligarquia
A imprudência pode caracterizar
Questão 14
(A) Dolo eventual, por ter o agente assumido o risco de
produzir o resultado. Uma diferença significativa entre república e monarquia é:
(B) Dolo alternativo, porque o agente deveria ter evitado o
resultado. (A) O território.
(C) Culpa (B) A alternância no poder.
(D) Dolo direto. (C) A propriedade privada que, na monarquia, só pode
pertencer aos aristocratas.
Questão 09 (D) A distinção entre Chefe de Estado e Chefe de Governo

Os crimes omissivos impróprios são Questão 15

(A) de conduta mista. São regimes políticos:


(B) comissivos por omissão.
(C) comissivos propriamente ditos. (A) Democracia, aristocracia e teocracia.
(D) puramente omissivos. (B) Presidencialismo e parlamentarismo.
(C) Democracia e totalitarismo.
Questão 10 (D) Poliarquia, aristocracia e oligarquia.

Por iter criminis compreende-se o conjunto de DIREITOS FUNDAMENTAIS

(A) atos de execução do delito. Questão 16


(B) atos preparatórios antecedentes ao delito.
(C) atos de consumação do delito. Quanto ao direito de liberdade, responda a alternativa correta:
(D) fases pelas quais passa o delito.
(A) A limitação de idade para a inscrição em concurso público
Questão 11 evidencia flagrante inconstitucionalidade, pois veicula
discriminação abusica em virtude da vedação constitucional de
O agente NÃO será punido por tentativa de homicídio doloso diferença em critério de admissão por motivo de idade, salvo se
quando: tal limitação justificar-se pela natureza das atribuições do cargo
a ser preenchido.
(A) querendo matar a vítima, utiliza meio relativamente eficaz (B) A limitação de idade para a inscrição em concurso público
para a consumação do crime. evidencia flagrante constitucionalidade, pois veicula
(B) ocorrer o arrependimento posterior. discriminação abusiva em virtude da vedação constitucional de
(C) embora o agente não soubesse, efetua disparos contra diferença em critério de admissão por motivo de idade, salvo se
pessoa que morrera minutos antes de infarto agudo do tal limitação justificar-se pela natureza das atribuições do cargo
miocárdio. a ser preenchido.
(D) na tentativa imperfeita de homicídio. (C) A limitação de idade para a inscrição em concurso público
é sempre constitucional.
CIENCIA POLÍTICA E TEORIA DO ESTADO (D) A limitação de idade para a inscrição em concurso público
evidencia flagrante inconstitucionalidade, pois veicula
Questão 12 discriminação abusiva em virtude da vedação constitucional de
diferença em critério de admissão por motivo de idade.
2
FACULDADES METROPOLITANAS UNIDAS
Curso de Direito
"Há um conhecimento que é fragmentário, pois não estabelece
Questão 17 conexões onde estas poderiam ser verificadas. Além disso é um
conhecimento acrítico, imediatista, crédulo. Não distingue
Aponte a alternativa incorreta: entre fenômeno e essência, entre o que aparece na superfície e
o que existe “por baixo”. (Fonte: Pedro Demo).
(A) Fere a garantia do direito adquirido que uma lei venha a
suprimir gratificação recebida pelo servidor, mesmo que essa A qual forma de conhecimento a citação acima se refere?
mesma lei compense a perda da gratificação extinta com a
criação de outra, não ensejando diminuição do montante total (A) Ideologia
dos vencimentos recebido pelo servidor. (B) Senso Comum
(B) O princípio da irretroatividade tem grande destaque na (C) Relativismo
proteção do princípio da segurança jurídica, juntamente com o (D) Dogmatismo
direito adquirido, a coisa julgada e ato jurídico perfeito.
(C) O ato jurídico perfeito é imunizado contra as exigências que Questão 21
a lei nova possa fazer quanto à forma.
(D) Consideram-se adquiridos assim os direitos que o seu Leia o texto a seguir sobre Ciência e Ideologia
titular, ou alguém por ele, possa exercer, como aqueles cujo
começo do exercício tenha termo pré-fixo, ou condição pré- “A ciência não está isolada do mundo e os fenômenos sociais
estabelecida inalterável, a arbítrio de outrem. não podem ser explicados por leis naturais. A especulação
científica parte de sujeitos humanos, como tentativa de
Questão 18 conhecimento da verdade, numa relação com a totalidade dos
aspectos sociais e históricos. O conhecimento científico é
A respeito do princípio da legalidade, aponte a alternativa sempre transitório e socialmente relativo. A ciência reflete
incorreta: apenas uma maneira de pensar e, por isso, não é autônoma e
não está isolada da luta de classes. Neste sentido, não existe
(A) O princípio da reserva legal equivale ao princípio da ciência de um lado e ideologia de outro, mas diferentes pontos
legalidade na medida em que qualquer comando jurídico que de vista científicos, vinculados a diferentes pontos de vista de
obrigue determinada conduta deve provir de uma das espécies classe..” (Antonio Inácio Andrioli. Doutorando em Ciências
previstas no processo legislativo. Sociais na Universidade de Osnabrück - Alemanha, Disponível
(B) O princípio da legalidade tem dois sentidos dentro do em<http://www.espacoacademico.com.br/029/29andrioli01.ht
ordenamento jurídico: um sentido pertencente ao ramo do m>).
direito privado e um outro sentido pertencente ao ramo de
direito público. Relacione as afirmações a seguir sobre Ideologia:
(C) Segundo o princípio da legalidade, ninguém será origado a
fazer ou deixar de fazer alguma coisa senão em virtude de lei. I- É relacionada intrinsecamente às ciências sociais;
(D) Segundo o princípio da reserva legal, qualquer comando II- Entende-se como justificativa política de posições sociais;
jurídico que obrigue determinada conduta deve provir de uma III- Sua existência força ao pesquisador um tratamento
das espécies previstas no processo legislativo. distanciado crítico do objeto.
(A) apenas I e II são verdadeiras
Questão 19 (B) apenas I e III são verdadeiras
(C) apenas II e III são verdadeiras
Aponte a alternativa correta relativa ao mandado de segurança: (D) todas são verdadeiras

(A) É hipóse de cabimento do mandado de segurança a PSICOLOGIA JURÍDICA


restrição ao direito de liberdade de locomoção dos indivíduos.
(B) Direito líquido e certo é aquele que demandará instrução Questão 22
probatória ampla do direito.
(C) O mandado se segurança não comporta modalidade Podemos entender como subjetividade:
preventiva de proteção.
(D) Conceder-se-á mandado de segurança para proteger direito (A) o mundo de ideias, emoções e significados construídos
líquido e certo, não amparado por “habeas corpus” ou “habeas internamente pelo sujeito a partir de suas relações sociais, de
data”. suas vivências e de sua constituição biológica; é também fonte
de suas manifestações afetivas e comportamentais.
METODOLOGIA (B) o contato do indivíduo com os meios autocompositivos de
resolução de conflitos que buscam que cada um dos envolvidos
Questão 20 se sinta como parte integrante e co-construtora das soluções.
(C) o mundo de sonhos e teorias que tentam explica-los de
Leia atentamente o texto a seguir. forma lógica e coerente dentro de um complexo
desenvolvimento humano.

3
FACULDADES METROPOLITANAS UNIDAS
Curso de Direito
(D) o mundo de escalas desenvolvimentistas que buscam Questão 27
construir significados sobre cada fase do desenvolvimento
físico e emocional do ser humano. Sinalize a questão não correta em relação à ideologia.

Questão 23 (A) Os órgãos do Judiciário, aparelho estatal, são estruturados


segundo a ideologia social dominante.
O conhecimento da Psicologia Jurídica se vale: (B) Os membros da magistratura são selecionados segundo
regras que refletem a ideologia e a justiça.
(A) de uma teoria particular. (C) As decisões do Judiciário podem estar condicionadas,
(B) de conhecimento específico, sem relação com as outras segundo a formação e recrutamento de seus membros.
áreas psicológica, (D) A ideologia não interfere nas decisões do Judiciário. O
(C) de todo o conhecimento produzido pela ciência psicológica magistrado age isento de ideologias.
(D) de todo conhecimento produzido pela ciência jurídica
ÉTICA E EPISTEMOLOGIA APLICADA
SOCIOLOGIA JURÍDICA
Texto para as questões 1 e 2:
Questão 24
Ética, Moral e Direito
A eficácia social de uma norma jurídica pode ser definida
como: José Roberto Goldim

(A) A sua adequação forma ao ordenamento jurídico; É extremamente importante saber diferenciar a Ética da
(B) O período de tempo pelo qual a norma produz efeitos Moral e do Direito. Estas três áreas de conhecimento se
jurídicos; distinguem, porém têm grandes vínculos e até mesmo
(C) A imperatividade ou força vinculante da norma jurídica; sobreposições.
(D) O grau de cumprimento da norma dentro da prática social; Tanto a Moral como o Direito baseiam-se em regras que
visam estabelecer uma certa previsibilidade para as ações
Questão 25 humanas. Ambas, porém, se diferenciam.
A Moral estabelece regras que são assumidas pela
No que tange às formas de exercício do controle social, é pessoa, como uma forma de garantir o seu bem-viver. A Moral
correto afirmar: independe das fronteiras geográficas e garante uma identidade
entre pessoas que sequer se conhecem, mas utilizam este
(A) O controle social informal é aquele exercido pelas mesmo referencial moral comum.
autoridades estatais; O Direito busca estabelecer o regramento de uma
(B) As sanções que penalizam os comportamentos contrários à sociedade delimitada pelas fronteiras do Estado. As leis têm
ordem jurídica enquadram-se no conceito de controle social uma base territorial, elas valem apenas para aquela área
positivo; geográfica onde uma determinada população ou seus
(C) No controle social interno, as raízes da “autodisciplina” do delegados vivem. O Direito Civil, que é referencial utilizado no
individuo não estão em sua livre vontade, mas sim no Brasil, baseia-se na lei escrita. A Common Law, dos países
condicionamento de seu comportamento realizado pela anglo-saxões, baseia-se na jurisprudência. As sentenças dadas
interiorização dos mecanismos de controle social; para cada caso em particular podem servir de base para a
(D) O controle social formal é difuso, uma vez que pode ser argumentação de novos casos. O Direito Civil é mais estático e
exercido tanto pelo Estado, quanto por outros setores da a Common Law mais dinâmica.
sociedade, como a família, os amigos, os colegas de trabalho e Alguns autores afirmam que o Direito é um subconjunto
pela Igreja; da Moral. Esta perspectiva pode gerar a conclusão de que
toda a lei é moralmente aceitável. Inúmeras situações
Questão 26 demonstram a existência de conflitos entre a Moral e o Direito.
A desobediência civil ocorre quando argumentos morais
O Direito tem por finalidade prevenir conflitos ou dirimir impedem que uma pessoa acate uma determinada lei. Este é
conflitos. Quando ocorrem conflitos é possível resolvê-los um exemplo de que a Moral e o Direito, apesar de referirem-se
mediante um ou mais participantes escolhidos pelas partes que a uma mesma sociedade, podem ter perspectivas discordantes.
se opõem para que apresentem a fórmula que deve revestir a A Ética é o estudo geral do que é bom ou mau. Um dos
acomodação necessária. Essa modalidade de resolver conflito objetivos da Ética é a busca de justificativas para as regras
se denomina: propostas pela Moral e pelo Direito. Ela é diferente de ambos -
Moral e Direito - pois não estabelece regras. Esta reflexão
(A) Litígio em juízo. sobre a ação humana é que a caracteriza.
(B) Negociação direta. Disponível em: http://www.ufrgs.br/bioetica/eticmor.htm.
(C) Mediação ou conciliação. Acesso em 9 2011.
(D) Arbitramento.
Questão 28
4
FACULDADES METROPOLITANAS UNIDAS
Curso de Direito
Questão 32
A partir da leitura atenta do texto, infere-se que:
No que concerne aos defeitos do negócio jurídico, assinale a
(A) Ética, Direito e Moral são termos análogos; opção correta.
(B) o Direito emana da Moral e esta, da Ética;
(C) Direito, Moral e Ética são termos relacionados, mas com (A) Para caracterizar a simulação, defeito sujeito à
conceitos distintos; anulabilidade do negócio jurídico, exige-se que, na conduta do
(D) Direito, Moral e Ética são termos absolutamente agente, além da intenção de violar dispositivo de lei, haja o
independentes. desejo de prejudicar terceiros.
(B) A coação implica, sempre, inexistência de vontade.
Questão 29 (C) A lesão é vício de consentimento que surge
concomitantemente com o negócio e acarreta a sua
A partir da leitura atenta do texto, é possível concluir que: anulabilidade, permitindo-se a revisão contratual para evitar a
anulação, aproveitando-se, assim, o negócio.
(A) a ação lícita é sempre moral. (D) Se, na celebração do negócio, uma das partes induzir a erro
(B) a ação moral é sempre lícita. a outra, levando-a a concluir a avença e assumir uma obrigação
(C) a ação ética é sempre moral e lícita. desproporcional à vantagem obtida pelo outro, esse negócio
(D) uma ação pode ser moral e ilícita. será nulo porque a manifestação de vontade emana de erro
essencial e escusável.
TEORIA GERAL DO DIREITO CIVIL II
Questão 33
Questão 30
Assinale a alternativa CORRETA.
A respeito dos defeitos dos negócios jurídicos, assinale a opção
correta. (A) É possível cogitar de negócios jurídicos em que o silêncio
pode significar anuência.
(A) Reputa-se em fraude contra credores a alienação efetuada (B) Na interpretação dos negócios jurídicos, havendo conflito
pelo devedor dos direitos sobre imóvel penhorado em ação de entre a exegese imposta pelo princípio da boa-fé e o sentido
execução, em detrimento da garantia de que este representa a literal da linguagem, esta última sempre prevalecerá, tendo em
satisfação do crédito alheio. Nessa situação, caracterizam-se vista ser considerada como o critério hierarquicamente mais
má-fé e prejuízo, impondo-se o reconhecimento da nulidade do importante entre os que regem a hermenêutica dos negócios
negócio jurídico. jurídicos.
(B) Os atos simulados são nulos, insuscetíveis de confirmação (C) Os negócios jurídicos benéficos demandam interpretação
pelas partes ou de convalidação pelo decurso do prazo. extensiva, ao contrário do que ocorre com a renúncia.
Entretanto, apesar de nulo o negócio, subsiste o ato (D) Nos negócios jurídicos, a incapacidade relativa de uma das
dissimulado se válido na substância e na forma. partes pode, como regra geral, ser invocada pela outra em
(C) O negócio jurídico apresenta-se defeituoso quando ambas benefício próprio, tendo em vista o interesse de ordem pública
as partes agem reciprocamente com dolo e com errônea que se apresenta a legitimar a anulação de negócios dessa
transmissão de vontade. Nessa situação, qualquer um dos natureza.
contratantes pode requerer a anulação do negócio, desde que se
responsabilize pelos danos experimentados pelo outro Questão 34
contratante e por aquele causado a terceiro de boa-fé.
(D) A lesão inclui-se entre os vícios de consentimento, Considere as seguintes disposições legais:
ensejando a nulidade do negócio. Para caracterização da lesão,
é necessário que, na conduta do agente, ocorra intenção de I. A validade do negócio jurídico requer forma prescrita ou não
lesar terceiro e demonstração da exagerada vantagem auferida defesa em lei.
por esse na conclusão do negócio. II. A validade da declaração de vontade não dependerá de
forma especial, senão quando a lei expressamente a exigir.
Questão 31
É correto afirmar que;
É nulo o negócio jurídico quando
(A) as duas disposições se acham em vigor.
(A) praticado por pessoa relativamente incapaz, sem a devida (B) nenhuma das disposições se acha em vigor.
assistência legal. (C) apenas a primeira disposição se acha em vigor.
(B) praticado para fraudar credores. (D) apenas a segunda disposição se acha em vigor.
(C) tiver por objetivo fraudar lei imperativa.
(D) viciado por erro, dolo, coação, estado de perigo ou lesão.

5
FACULDADES METROPOLITANAS UNIDAS
Curso de Direito
Questão 35 aos cointeressados capazes, salvo se, neste caso, for indivisível
o objeto do direito ou da obrigação comum.
Em um negócio jurídico uma parte pensa que a outra parte está IV - Quando a lei não dispuser em contrário, a escritura pública
doando um bem quando na verdade o bem está sendo oferecido é essencial à validade dos negócios jurídicos que visem à
à venda. Neste caso, ocorreu constituição, transferência, modificação ou renúncia de direitos
reais sobre imóveis de valor superior a trinta vezes o maior
(A) error in negotio tratando-se de erro substancial que poderá salário mínimo vigente no País. De igual forma, celebrado o
anular o negócio jurídico. negócio jurídico com cláusula que condicione sua validade à
(B) error in corpore tratando-se de erro substancial que poderá subscrição instrumento público, este será da substância do ato.
anular o negócio jurídico. V - Segundo o Código Civil vigente, na celebração do negócio
(C) erro acidental que não anula o negócio jurídico, devendo as jurídico, a reserva mental é irrelevante para comprometer a
partes adequá-los à situação real. manifestação de vontade, salvo se conhecida do destinatário.
(D) erro acidental que anula o negócio jurídico, não cabendo
perdas e danos à parte prejudicada. (A) Está correta apenas a afirmação III.
(B) Estão corretas apenas as afirmações I e IV.
Questão 36 (C) Está correta apenas a afirmação II.
(D) Estão corretas apenas as afirmações II, IV e V.
O negócio jurídico depende da regular manifestação de vontade
do agente envolvido. Nesse sentido, o art. 138 do Código Civil Questão 38
dispõe que “são anuláveis os negócios jurídicos quando as
declarações de vontade emanarem de erro substancial que No que diz respeito aos elementos acidentais do negócio
poderia ser percebido por pessoa de diligência normal, em face jurídico, a fixação de um destes elementos no caso de morte de
das circunstâncias do negócio”. Relativamente aos defeitos dos um animal no decorrer da vida deste e uma outra cláusula,
negócios jurídicos, assinale a alternativa correta. como a morte de um animal dentro do ano de 2007, ambos,
como meios hábeis a dar eficácia a um negócio jurídico,
(A) O falso motivo, por sua gravidade, viciará a declaração de constituem exemplos, respectivamente, de:
vontade em todas as situações e, por consequência, gerará a
anulação do negócio jurídico. (A) termo indeterminado e condição;
(B) O erro não prejudica a validade do negócio jurídico quando (B) condição e condição;
a pessoa, a quem a manifestação de vontade se dirige, se (C) encargo e condição;
oferecer para executá-la na conformidade da vontade real do (D) termo indeterminado e encargo;
manifestante.
(C) O erro é substancial quando concerne à identidade ou à Questão 39
qualidade essencial da pessoa a quem se refira a declaração de
vontade, ainda que tenha influído nesta de modo superficial. De conformidade com o Código Civil é nulo o negócio jurídico
(D) O erro de cálculo gera a anulação do negócio jurídico, uma
vez que restou viciada a declaração de vontade nele baseada. (A) quando for indeterminável o seu objeto.
(B) por vício resultante de lesão.
Questão 37 (C) praticado por agente relativamente incapaz.
(D) por vício resultante de fraude contra credores.
Analise as proposições a seguir e marque a única alternativa
que contempla as afirmações CORRETAS: Questão 40

I - O fato jurídico em sentido estrito corresponde a todo É hipótese de anulabilidade de negócio jurídico:
acontecimento natural para o qual não concorra a atuação
humana, podendo ser classificado como ordinário (fato da (A) contrato de mútuo, cujo devedor à época contava com 17
natureza de ocorrência comum) ou extraordinário (aquele (dezessete) anos e intencionalmente omitiu idade.
inesperado, imprevisível). (B) casamento de menor em idade núbil, não autorizado por
II - O ato jurídico em sentido estrito constitui simples representantes legais, tendo resultado gravidez da cônjuge
manifestação de vontade, sem conteúdo negocial, que mulher.
determina a produção de efeitos legalmente previstos. Não (C) contrato de locação que contém erro no cálculo do valor do
obstante despidos de conteúdo negocial, aplicam-se ao ato aluguel, constatado pelo locatário após o pagamento dos três
jurídico em sentido estrito, no que couber, as mesmas primeiros meses de locação.
disposições estabelecidas no Código Civil em vigor para o (D) escritura de hipoteca de devedor, em favor de credor, não
negócio jurídico. possuindo outros bens e com notório estado de insolvência.
III - Ainda que o Código Civil vigente estabeleça que a
capacidade do agente seja um dos requisitos de validade do
negócio jurídico, a incapacidade de uma das partes não pode BOA SORTE!
ser invocada pela outra em benefício próprio, nem aproveita

6
FACULDADES METROPOLITANAS UNIDAS
Curso de Direito

Gabarito Destaque Aqui

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10

11 12 13 14 15 16 17 18 19 20

21 22 23 24 25 26 27 28 29 30

31 32 33 34 35 36 37 38 39 40