Você está na página 1de 12

19/01/2016

ÍNDIOS, QUILOMBOLAS E POVOS TRADICIONAIS

Professora: Nathália Mariel


E-mail: nathaliamariel@hotmail.com

1
19/01/2016

1) Proteção Constitucional: Artigo 5º, 231 da Constituição


Federal e artigo 68 da ADCT.

2) Proteção Internacional: Convenção nº 169 da OIT e


Declaração da ONU sobre Povos Indígenas e Tribais

3) Concepção de Interculturalismo

ALGUMAS PREMISSAS:

a) Igualdade Material

b) Reconhecimento e respeito com as diferenças

2
19/01/2016

Convenção nº 169 da OIT

a) Antecedentes históricos e importância

b) Povos indígenas e Tribais

Artigo 1o
1. A presente convenção aplica-se:
a) aos povos tribais em países independentes, cujas condições
sociais, culturais e econômicas os distingam de outros setores da
coletividade nacional, e que estejam regidos, total ou parcialmente,
por seus próprios costumes ou tradições ou por legislação especial;
b) aos povos em países independentes, considerados indígenas
pelo fato de descenderem de populações que habitavam o país ou
uma região geográfica pertencente ao país na época da conquista ou
da colonização ou do estabelecimento das atuais fronteiras estatais e
que, seja qual for sua situação jurídica, conservam todas as suas
próprias instituições sociais, econômicas, culturais e políticas, ou
parte delas.

3
19/01/2016

Corte Interamericana de Direitos Humanos sobre o povo quilombola Samaraka,


do Suriname:
“La Corte no encuentra una razón para apartarse de esta jurisprudencia en el
presente caso. Por ello, este Tribunal declara que se debe considerar a los
miembros del pueblo Saramaka como una comunidad tribal y que la
jurisprudencia de la Corte respecto del derecho de propiedad de los pueblos
indígenas también es aplicable a los pueblos tribales dado que comparten
características sociales, culturales y económicas distintivas, incluyendo la relación
especial con sus territorios ancestrales, que requiere medidas especiales
conforme al derecho internacional de los derechos humanos a fin de garantizar la
supervivencia física y cultural de dicho pueblo.” (Caso Saramaka Vs. Suriname,
28/11/2007).1

-CRITÉRIO DA AUTODETERMINAÇÃO OU AUTOAFIRMAÇÃO

“ 2. A consciência de sua identidade indígena ou tribal deverá ser considerada


como critério fundamental para determinar os grupos aos que se aplicam as
disposições da presente Convenção.”

ENUNCIADO nº 17: As comunidades tradicionais estão inseridas no conceito de


povos tribais da Convenção nº 169 da Organização Internacional do Trabalho.
Criado no XIV Encontro Nacional da 6ªCCR em 5/12/2014.

4
19/01/2016

ÍNDIOS

Constituição Federal

Art. 231. São reconhecidos aos índios sua organização social,


costumes, línguas, crenças e tradições, e os direitos originários sobre
as terras que tradicionalmente ocupam, competindo à União
demarcá-las, proteger e fazer respeitar todos os seus bens.

Estatuto do índio

- Críticas
- defesa da Autonomia Indígena

- Saúde Indígena

- 1967: FUNAI – Equipes Volantes de Saúde


-Secretaria Especial de Saúde Indígena- SESAI
a) Distritos Sanitários de Saúde Indígena- DSEI (Ligados ao Ministério da Saúde)
b) Conselhos Distritais de Saúde Indígena
- Críticas à atual criação do INSI – pessoa Jurídica de Direito Privado na forma de
Serviço Autônomo (Jurisdição Federal?)

5
19/01/2016

Educação Indígena

Lei Complementar nº 578/2010 do Estado de Rondônia que


trata do Magistério indígena, criando a “Carreira de Professor
Indígena e de Técnico Administrativo Educacional nas Escolas
Indígenas do Estado de Rondônia.”

- Regime de Terras

- Caso Raposa Serra do Sol


ENUNCIADO nº 11: É possível o pagamento de indenização
aos ocupantes de terras indígenas (possuidores ou não de
títulos) com base no princípio da proteção à confiança
legítima. O cabimento e os limites de aplicação desse
princípio serão analisados casuisticamente.

6
19/01/2016

- Teoria do Fato Indígena X Teoria do Indigenato


- Situações de Dupla Afetação
-A consulta prévia, livre e informada
- Grandes Empreendimentos
- EIA/RIMA não dependem da área ser formalmente reconhecida
(Enunciado 15 da 6ª CCR)

QUILOMBOLAS

ENUNCIADO nº 19: O MPF, dentre outros legitimados, tem


atribuição para atuar judicial e extrajudicialmente em casos
envolvendo direitos de quilombolas e demais comunidades
tradicionais, sendo a competência jurisdicional da justiça federal.
Tal atribuição se funda no artigo 6º, inciso VII, alínea “c”, e artigo
5º, inciso III, alínea “c”, da Lei Complementar nº 75/93, no fato de
que a tutela de tais interesses corresponde à proteção e promoção
do patrimônio cultural nacional (artigos 215 e 216 da
Constituição); envolve políticas públicas federais, bem como o
cumprimento dos tratados internacionais de direitos humanos,
notadamente da Convenção nº 169 da OIT.
Criado no XIV Encontro Nacional da 6ªCCR em 5/12/2014.

7
19/01/2016

ENUNCIADO nº 27: Os direitos territoriais dos povos quilombolas e


outros povos e comunidades tradicionais gozam da mesma hierarquia
dos direitos dos povos indígenas, pois ambos desfrutam de estatura
constitucional. Em casos de conflito, é necessário buscar a
harmonização entre estes direitos, consideradas as especificidades de
cada situação.
Criado no XIV Encontro Nacional da 6ªCCR em 5/12/2014.

- STJ- ATUAÇÃO INCRA/JUSTIÇA FEDERAL

-Art. 68 do ADCT: "Aos remanescentes das comunidades dos


quilombos que estejam ocupando suas terras é reconhecida a
propriedade definitiva, devendo o Estado emitir-lhes os títulos
respectivos".

8
19/01/2016

- Norma autoregulamentável
- Propriedade Originária
- Titulo Coletivo

Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) 3239 em face do Decreto


nº 4.887/2003, que regulamenta o procedimento para identificação,
reconhecimento, delimitação, demarcação e titulação das terras
ocupadas por remanescentes de comunidades dos quilombos

- Lei N. 13.043 de 2014:


- Art. 82 isenta as terras quilombolas da cobrança do Imposto
Territorial Rural – ITR e garante o perdão de dívidas de ITR já cobradas
e as já registradas como dívida ativa.

Questão 5 (28CPR)

Dentre os enunciados abaixo, estão corretos:

I- A interculturalidade significa, em sua forma mais geral, contato e


intercâmbio entre culturas em condições de igualdade. Tal contato e
intercâmbio não devem ser pensados apenas em termos étnicos, mas
também a partir da relação, comunicação e aprendizagem
permanente entre pessoas, grupos, conhecimentos, valores, tradições
lógicas e racionalidades distintas.

II- A multiculturalidade é um termo principalmente descritivo e


basicamente se refere a multiplicidade de culturas dentro de um
determinado espaço;

9
19/01/2016

III- A essencialização de identidades refere-se a uma tendência de


ressaltar diferenças étnicas, de gênero, de orientação sexual, entre
outras, como se fossem identidades monolíticas, homogêneas,
estáticas e com fronteiras sempre definidas;

IV- A noção de tolerância como eixo de problema multicultural oculta


a permanência de desigualdades sociais que não permitem aos
diversos grupos, relacionar-se equitativamente e participar
ativamente na sociedade.
a) I e III
b) I e IV
c) I, III e IV
d) todos estão corretos

Questão 7 (28CPR)

Assinale a alternativa incorreta:

a) As ações afirmativas têm natureza dúplice, pois se prestam, de um


lado, a assegurar igualdade de oportunidades e, de outro, a promover
o pluralismo e a diversidade nos ambientes em que se instalam;

b) Os direitos concedidos aos povos indígenas pela Constituição de


1988 têm em conta as suas respectivas tradições culturais, não
alcançando indivíduos e grupos indígenas considerados “aculturados”,
ou seja, que perderam a sua cultura autêntica;

10
19/01/2016

c) A demarcação de terras indígenas deve ser precedida de trabalho


antropológico, que revele a organização social e espacial desses
grupos, bem como projete o seu crescimento de modo a assegurar os
direitos das gerações futuras;

d) a despeito de situada no artigo 68 da ADCT, a norma ali inscrita


tem propósitos permanentes, é de natureza prospectiva e alcança
comunidades situadas no presente.

- Brasil responderá junto à Comissão Interamericana de Direitos


Humanos por violações de direitos humanos relacionados à
Hidrelétrica de Belo Monte

- Ação por Etnocídio

11
19/01/2016

Professora: Nathália Mariel

E-mail: nathaliamariel@hotmail.com

Muito Obrigada!

12