Você está na página 1de 11
Quando eu confesso e me arrependo do pecado eu entro num processo de avivamento pessoal
Quando eu confesso e me arrependo do pecado eu entro num processo de avivamento pessoal e isso tem que acontecer em cada um de nós.
2Cr 7.14 – “e se o meu povo, que se chama pelo meu
nome, se humilhar, e orar, e buscar a minha face, e se
desviar dos seus maus caminhos, então eu ouvirei do céu,
e perdoarei os seus pecados, e sararei a sua terra.”
Autor:Autor:Autor:Autor: MarcosMarcosMarcosMarcos TurimTurimTurimTurim
At 4.31 E, tendo eles orado, tremeu o lugar em que estavam reunidos; e todos foram cheios do Espírito Santo, e anunciavam com intrepidez a palavra de Deus.
1

Quando eu confesso e me arrependo do pecado eu entro num processo de avivamento pessoal e isso tem que acontecer em cada um de nós.

OOOO ARREPENDIMENTO:ARREPENDIMENTO:ARREPENDIMENTO:ARREPENDIMENTO: CAMINHOCAMINHOCAMINHOCAMINHO DODODODO AVIVAMENTOAVIVAMENTOAVIVAMENTOAVIVAMENTO

Introdução

Em uma geração onde falta temor de Deus, a igreja precisa se levantar e voltar às origens, ao fundamento dos apóstolos e ensinamentos de Jesus. Num tempo onde o Espírito Santo deseja derramar um avivamento no Brasil, onde a igreja precisa se levantar em unidade, verdade e justiça, aparecem algumas pessoas pregando que o arrependimento é

o caminho para o avivamento da nossa nação.

Sim, o arrependimento é a mensagem do evangelho, Jesus disse que em seu nome fosse pregado arrependimento para remissão de pecados a todas as nações, porém a pregação de arrependimento precisa ser levada por homens que carregam a presença e poder do Espírito Santo. Entendemos que a oração traz um derramar do Espírito Santo, precisamos ser revestidos de poder para sermos testemunhas, isso nos capacita a sair para fora do arraial, e com ousadia pregar a palavra, curar os enfermos e libertar os cativos. Contudo precisamos pregar o evangelho das boas novas da salvação, só que boas novas só tem

sentido se o pecador souber do que ele precisa ser salvo. Enquanto o pecador não está convicto da sua condição de pecador e condenado ao inferno, ele não dará valor às boas novas de salvação e por fim não terá efeito a pregação. Hoje podemos nos posicionar ou ficar como estamos, com igrejas cheias de pessoas, porém religiosas, frias e que muitas vezes não andam em santidade. (falo isso no geral). Hoje vemos uma igreja linda na aparência, forma de cultuar e que atrai muitas pessoas, porém muitos

se convertem a igreja e não a Deus, se convertem sem arrependimento. Nós aprendemos a fazer cultos

lindos, porém muitas vezes não convidamos Deus para o culto. Somos perfeitos em ter boas mensagens, nosso grupo de louvor é ótimo, os instrumentos, a estrutura,

as luzes, e sabemos motivar as pessoas para pular e louvar, porém são cultos mecânicos. Nosso desempenho é tão grande que mesmo que Deus não venha, fica parecendo que Deus Ele veio. Nós já conseguimos fazer cultos sem Deus, sendo que o culto é para Deus.

Porém Deus está avivando a igreja, muitos líderes estão se levantando e teremos sim conversões genuínas, teremos pessoas cheias do Espírito Santo, cheias de amor, santidade e verdade.

O Espírito Santo está nos trazendo de volta ás raízes, está levantando um povo que clama por

salvação de almas, que confessa os pecados da nação, que busca um avivamento para o reino de Deus

e não para sua denominação.

O avivamento dos últimos dias não será apenas de poder e sinais, mas será principalmente de

quebrantamento, arrependimento, demonstração da presença de Deus. Pessoas serão tomadas de temor a Deus e correrão para Deus para serem salvas. Deus chama a igreja a andar com o Espírito santo, a pregar com o Espírito Santo, pois serão dias de

palavras pregadas com fogo. Não faremos mais obras na carne, caminharemos com oração e palavra, caminharemos com o Espírito Santo que convence as pessoas do pecado da justiça e do juízo. Tudo começa com a igreja orando em unidade, edificada com a palavra de Deus e com ousadia pregando o evangelho eficaz do reino que é arrependei-vos e crede.

O profeta Jonas pregou aos Ninivitas uma única mensagem a de arrependimento e o povo se

converteu a Deus com jejuns e pano de saco do menor ao maior. Jesus falou que os Ninivitas se levantaram com essa geração no juízo e a condenaram, por que se

arrependeram com a pregação de Jonas. Jesus não veio chamar justos, mas pecadores ao arrependimento, isso por que não havia justos. Não estamos buscando destruir a igreja, mas edificar uma igreja para Cristo, alinhando a nossa visão com o céu e daí haverá um só rebanho e um só pastor. Uma igreja que caminha com sua denominação, mas vive pela verdade, que possui óleo na lâmpada e busca os propósitos do reino. Jesus está preparando nestes dias a sua noiva, igreja pura, adornada, sem ruga, nem mácula, zelosa

de boas obras, atos de justiça e santidade.

Que Deus possa trazer nestes dias um grande avivamento, que ele possa varrer toda a nação com a presença do Espírito santo. Aleluias.

Quando eu confesso e me arrependo do pecado eu entro num processo de avivamento pessoal e isso tem que acontecer em cada um de nós.

Sumário

Pg

Jesus pregou arrependimento

04

O

arrependimento é uma prova da conversão

04

Arrependimento é um mandamento do Senhor Jesus

04

A

maldade do mundo só será eliminada pelo arrependimento

05

Arrependimento converte o homem de maneira duradoura e perfeita 06

Arrependimento e Fé

07

Depois do arrependimento vem o avivamento

07

Comentários sobre alguns avivamentos

08

Frases de alguns homens de Deus

11

Objetivo

Este Livro tem como objetivo dar um trilho para a igreja, no sentido de nos concentrarmos naquilo que é mais importe para a igreja nestes dias.

Quando Jesus estabeleceu a igreja deixou o consolador, o Espírito da verdade, que também é

o revestimento e é o poder de Deus para nós a igreja, sem Ele não temos a igreja, não temos obra, nem frutos.

O avivamento que esperamos começa com oração, que trás a presença do Espírito Santo e nos

envolve com Ele, com isso recebemos poder, ousadia e direção para podermos levar o evangelho.

Quanto à mensagem do evangelho precisamos voltar a pregar as pessoas que se arrependam

e creiam em Cristo.

Não quero fazer doutrina para pregar somente o arrependimento, e confrontar as pessoas, mas gostaria que nossas pregações na igreja, nossos evangelismos e discipulados, tivessem mais a palavra arrependimento. Aquilo que mais pregamos é exatamente o que as pessoas praticam, e as mensagens de arrependimento são raras, por que as pessoas não gostam muito de ouvir. Por outro lado quando falamos de prosperidade, auto-ajuda, e bênçãos, atraímos mais a atenção das pessoas, e é aí que está o problema. Se não pregarmos arrependimento, como ás pessoas, vão se converter a Deus de fato e verdade. Quem não se arrependeu dos pecados, ainda continua morto para Deus. E estaremos cuidando de bodes e não de ovelhas. Os verdadeiros frutos do Espírito Santo começam a brotar depois que as pessoas começam a entrar num processo de arrependimento, e isso resulta em igrejas sadias, em pessoas realmente gratas a Deus, que valorizam de fato e verdade o sacrifício de Jesus. Depois do arrependimento tudo ficará mais fácil, será fácil trabalhar, motivar, e cuidar das pessoas, será mais fácil cumprir o Ide de Jesus Cristo. Abaixo descrevo alguns tópicos sobre arrependimento, falo de como é importante essa mensagem para os dias atuais.

Quando eu confesso e me arrependo do pecado eu entro num processo de avivamento pessoal e isso tem que acontecer em cada um de nós.

1º - Jesus pregou arrependimento:

Não podemos ter medo de falar as pessoas sobre seus pecados, de trazer as suas memórias o quão mal elas são sem Cristo e qual será o destino de alguém que não crê no evangelho. Jesus, João batista e Pedro, pregaram o arrependimento como suas primeiras mensagens. Jesus dizia arrependei-vos e crede no evangelho, o tempo já está cumprido.

Jesus dizia que sem arrependimento todos pereceriam (Lc 13.5), e que sua missão era salvar o que se havia perdido.

E também disse que Ele não veio chamar justos, mas pecadores ao arrependimento, isso por que não

havia justos na terra, pois todos haviam cometido pecado.

Jesus não veio condenar, mas salvar, a pregação de arrependimento deixa o pecador sem saída, para que o pecador corra para Cristo e pela fé na obra de Cristo seja salvo.

O

arrependimento não é o final, mas o começo, é a porta da graça de Deus que está em Cristo.

O

arrependimento está ligado com a salvação, pois sem arrependimento não há abandono de pecado e

sem abandono de pecado não há salvação. O que é nascido de Deus não vive na pratica do pecado.

Mc 1.15 e dizendo: O tempo está cumprido, e é chegado o reino de Deus. Arrependei-vos, e crede no

evangelho. Lc 5.32 eu não vim chamar justos, mas pecadores, ao arrependimento. Lc 3.3 E ele percorreu toda a circunvizinhança do Jordão, pregando o batismo de arrependimento para remissão de pecados; Lc 13.5 Não, eu vos digo; antes, se não vos arrependerdes, todos de igual modo perecereis.

2º - O arrependimento é uma prova da conversão:

Jesus falou que pelo fruto se conhece a árvore, que através no nascer de novo mudamos atitudes e pensamentos.

O arrependimento genuíno faz com que abandonemos o pecado e ganhamos assim o testemunho que

agradamos a Deus. Jesus falou que as prostitutas e os publicanos iriam entrar no reino de Deus por que se arrependeram com a pregação e que muitos fariseus que se achavam perfeitos não iriam entrar.

O arrependimento verdadeiro produz frutos, quem roubava não rouba mais, quem mentia não mente

mais, é o momento em que as minhas palavras começam a mudar, minhas atitudes e minha mente também.

O arrependimento nos muda por dentro e por fora, para que tenhamos um bom testemunho e sejamos

agradáveis a Deus. Mt 3.8 Produzi, pois, frutos dignos de arrependimento, At 26.20 antes anunciei primeiramente aos que estão em Damasco, e depois em Jerusalém, e por

toda a terra da Judéia e também aos gentios, que se arrependessem e se convertessem a Deus, praticando obras dignas de arrependimento. Mt 21.30 Chegando-se, então, ao segundo, falou-lhe de igual modo; respondeu-lhe este: Não quero; mas depois, arrependendo-se, foi.

Mt 21.31 Qual dos dois fez a vontade do pai? Disseram eles: O segundo. Disse-lhes Jesus: Em

verdade vos digo que os publicanos e as meretrizes entram adiante de vós no reino de Deus.

3º - Arrependimento é um mandamento do Senhor Jesus:

Jesus disse como suas ultimas palavras aqui na terra que deveríamos pregar o evangelho a toda criatura, quem cresse seria salvo, quem, porém não cresse seria condenado. Mandou que pregássemos em seu nome o arrependimento para remissão de pecados a todas as nações. Nós como igreja podemos pregar tudo o que está na bíblia, porém não podemos deixar de pregar o arrependimento, pois esse é um dos mandamentos que Jesus nos deixou. Lc 24.46 e disse-lhes: Assim está escrito que o Cristo padecesse, e ao terceiro dia ressurgisse dentre os mortos; Lc 24.47 e que em seu nome se pregasse o arrependimento para remissão dos pecados, a todas as nações, começando por Jerusalém. At 17.30 Mas Deus, não levando em conta os tempos da ignorância, manda agora que todos os homens em todo lugar se arrependam;

Quando eu confesso e me arrependo do pecado eu entro num processo de avivamento pessoal e isso tem que acontecer em cada um de nós.

At 2.38 Pedro então lhes respondeu: Arrependei-vos, e cada um de vós seja batizado em nome de Jesus Cristo, para remissão de vossos pecados; e recebereis o dom do Espírito Santo.

Mc

6.10 Dizia-lhes mais: Onde quer que entrardes numa casa, ficai nela até sairdes daquele lugar.

Mc

6.12 Então saíram e pregaram que todos se arrependessem;

Mc

6.13 e expulsavam muitos demônios, e ungiam muitos enfermos com óleo, e os curavam.

4º - A maldade do mundo só será eliminada pelo arrependimento:

Muitas coisas ruins estão acontecendo porque está faltando temor de Deus no coração das pessoas. Estamos vendo nos jornais muita injustiça, muita violência, também vemos famílias destruídas pela falta de moral, pela pornografia, infidelidade e também pela desvalorização do próprio casamento.

É terrível o que estamos vendo hoje em dia, vidas sendo destruídas, vemos muita miséria e corrupção, sem contar os abortos, ás drogas e a promiscuidade sexual que ficou normal. Tudo isso mostra que o ser humano está longe de Deus, mostra que o homem escolheu viver assim, mas Deus espera que todas as pessoas se arrependam de seus pecados e creiam no evangelho.

O arrependimento é a única coisa que pode salvar essa geração. O mundo precisa se arrepender e

colocar sua fé em Cristo para que haja salvação e mudanças para esse mundo. Sem arrependimento o mundo continua indo de mal a pior, e se for assim como será o futuro dos nossos filhos?

A

igreja é responsável por esse avivamento, precisamos sair das quatro paredes, precisamos sim orar,

se

arrepender e confessar os pecados da nação, mas também sair ás ruas e pregar a verdade com amor.

A palavra pregada com unção e verdade gera temor de Deus, com isso teremos pessoas o arrependidas. 2Cr 7.13 Se eu cerrar o céu de modo que não haja chuva, ou se ordenar aos gafanhotos que consumam a terra, ou se enviar a peste entre o meu povo; 2Cr 7.14 e se o meu povo, que se chama pelo meu nome, se humilhar, e orar, e buscar a minha face, e se desviar dos seus maus caminhos, então eu ouvirei do céu, e perdoarei os seus pecados, e sararei a sua terra.

do céu, e perdoarei os seus pecados, e sararei a sua terra. At 4.31 E, tendo
do céu, e perdoarei os seus pecados, e sararei a sua terra. At 4.31 E, tendo
do céu, e perdoarei os seus pecados, e sararei a sua terra. At 4.31 E, tendo
do céu, e perdoarei os seus pecados, e sararei a sua terra. At 4.31 E, tendo
do céu, e perdoarei os seus pecados, e sararei a sua terra. At 4.31 E, tendo
do céu, e perdoarei os seus pecados, e sararei a sua terra. At 4.31 E, tendo
do céu, e perdoarei os seus pecados, e sararei a sua terra. At 4.31 E, tendo
do céu, e perdoarei os seus pecados, e sararei a sua terra. At 4.31 E, tendo
do céu, e perdoarei os seus pecados, e sararei a sua terra. At 4.31 E, tendo
do céu, e perdoarei os seus pecados, e sararei a sua terra. At 4.31 E, tendo

Quando eu confesso e me arrependo do pecado eu entro num processo de avivamento pessoal e isso tem que acontecer em cada um de nós.

5º - O arrependimento converte o homem de maneira duradoura e perfeita:

O verdadeiro evangelho consiste em mostrar o pecado, no sentido que a bíblia diz que todos pecaram e

já estão condenados, a partir daí nós precisamos mostrar a necessidade de um salvador, então

oferecemos a graça salvadora, justificadora e regeneradora de Jesus Cristo.

Precisamos pregar, e mostrar que todos pecaram e precisam de resgate, boas obras e caridade não podem salvar o homem, nem a religião, nem mesmo frequentar um ambiente religioso, mas o que salva é o arrependimento do pecado, e a expiação consumada por Cristo na cruz.

A

base do evangelho é o arrependimento, o convite do evangelho é o arrependimento.

O

convite para vir até Jesus não pode ser uma vida boa, grande promessas e bênçãos, mas deve ser

“arrependei-vos e convertei-vos para que sejam apagados vossos pecados e assim venham os tempos de refrigério da presença do Senhor( At. 3.19”). Quando uma pessoa não entende esse processo ela tende a usar Deus para atender seus pedidos e pode até largar Deus se Ele não fizer sua vontade.

Quando a pessoa não passa pelo arrependimento ela é um crente Adão, querendo comer da árvore da vida, mas morto pelo pecado. Quando uma pessoa vem até Jesus sem passar pelo processo de confronto pelo pecado e arrependimento, essa pessoa continua sendo inimiga de Deus por que seu pecado ainda não foi removido.

O evangelho precisa atingir a consciência das pessoas e não o intelecto.

Quando a consciência nos acusa de pecados, nós procuramos nos voltar á Deus em arrependimento para que sejamos salvos por Ele.

Abaixo coloco um exemplo de evangelismo, é um teste de bondade, nele podemos fazer algumas perguntas para as pessoas, e descobrimos que as pessoas não são boas como pensam.

Se você morresse hoje, estaria preparado para estar diante de Deus e ser julgado por Ele?

Você tem vivido uma vida que agrada a Deus?

Você tem a sua consciência limpa ou você se sente culpado do pecado?

Você já pecou? Nem que seja uma vez;

Você já mentiu? Mesmo que seja uma mentirinha;

Você já adulterou? Mesmo que seja em pensamento;

Você já roubou? Mesmo que seja um chiclete;

Você já cobiçou algo de alguém?

Você já desobedeceu a seus pais?

Você já matou? A bíblia disse que quem odeia seu irmão é assassino;

Você já falou mal de alguém?

Você já teve algum pensamento impuro?

Essas perguntas ajudam as pessoas a examinar a consciência e refletem exatamente o que todos nós somos, pecadores, e isso é importante porque à medida que a pessoa se vê culpada ela automaticamente vê a necessidade de ter um salvador, e é aí que entra Cristo.

A exposição do pecado mostra a escuridão em que vivemos, assim podemos enxergar a luz que é Jesus

Cristo.

O evangelho não é um acessório apenas para melhorar nosso vôo, mas é nosso para quedas que nos

salvará de uma queda eminente.

Quando enxergamos o evangelho como único meio de salvação, nós o abraçamos com todas as forças.

E isso fará com que nos apeguemos a Deus com gratidão e firmeza na fé até o fim.

Uma pessoa arrependida é grata a Deus por tão grande salvação e nunca abandona esse Deus de amor.

Sl 19.7 A lei do Senhor é perfeita para converter a alma; o testemunho do Senhor é fiel, e dá sabedoria aos simples. 2Pe 3.9 O Senhor não retarda a sua promessa, ainda que alguns a têm por tardia; porém é longânimo para convosco, não querendo que ninguém se perca, senão que todos venham a arrepender-se. 2Tm 2.25 corrigindo com mansidão os que resistem, na esperança de que Deus lhes conceda o arrependimento para conhecerem plenamente a verdade, Mt 12.41 Os ninivitas se levantarão no juízo com esta geração, e a condenarão; porque se arrependeram com a pregação de Jonas. E eis aqui quem é maior do que Jonas.

Quando eu confesso e me arrependo do pecado eu entro num processo de avivamento pessoal e isso tem que acontecer em cada um de nós.

6º - Arrependimento e Fé:

O arrependimento vem antes da graça de Jesus, pois o arrependimento fala da convicção de ter falhado

e pecado contra Deus.

O

arrependimento mostra nosso pecado e nos impulsiona a largar o pecado.

O

arrependimento nos faz correr para Deus, o que é bom, mas precisamos mais do que

arrependimento, precisamos do perdão de Deus e aí entra o “crede no evangelho”.

O evangelho é Jesus vindo ao mundo e morrendo por nossos pecados, nos perdoando e purificando de

todos eles. Esse é o tempo da graça, de ser salvo pela fé em Cristo.

O que nos dá paz com Deus, o perdão dos pecados e salvação eterna é somente o sacrifício de Jesus na

cruz, é através do crer em Jesus que obtemos o favor de Deus.

A salvação não está em cumprir a Lei, mas em crer na Graça, crer em nossos pecados perdoados

através da morte de Cristo. Nós, justificados pela fé, temos paz com Deus, não é por nossa justiça própria e também não é por

causa das nossas obras humanas, mas sim pela obra consumada por Cristo. Então se arrependa do pecado com novas atitudes e creia em Jesus Cristo como o cordeiro de Deus que

tira o pecado do mundo.

O sangue de Jesus nos lava dos pecados, assim nós poderemos comparecer diante de Deus com uma

consciência limpa e purificada de toda injustiça.

O evangelho de Deus começa quebrando o homem com o arrependimento, e termina restaurando ele

pela fé na obra de Cristo.

O evangelho verdadeiro leva o homem ao arrependimento genuíno que conduz a graça salvadora que

está em Cristo. Arrependimento dos pecados e a fé em Cristo andam juntos para cumprir todo o plano de Deus na terra. At 20.20 como não me esquivei de vos anunciar coisa alguma que útil seja, ensinando-vos publicamente e de casa em casa, At 20.21 testificando, tanto a judeus como a gregos, o arrependimento para com Deus e a fé em nosso Senhor Jesus.

(Clarles(Clarles(Clarles(Clarles Spurgeon)Spurgeon)Spurgeon)Spurgeon) “Arrependei-vos e crede no evangelho” (Marcos 1.15).

“Nosso Senhor Jesus Cristo começou seu ministério anunciando suas principais ordens. Ungido recentemente, Ele saiu do deserto, como o noivo sai de sua câmara. As suas notas de amor são arrependimento e fé. Ele surge completamente preparado para exercer seu ofício, depois de

permanecer no deserto e ser “tentado em todas as coisas, à nossa semelhança, mas sem pecado” (Hb

4.15)

clama aos filhos dos homens: “Arrependei-vos e crede no evangelho”. Atentemos a essas palavras, que, como o seu Autor, estão cheias de graça e verdade. Diante de nós, temos o resumo e a essência de todo o ensino de Cristo, o alfa e o ômega de todo o seu ministério. Procedentes de lábios de tal Pessoa, naquele momento, com poder especial, devemos dar-lhes a mais sincera atenção. Que Deus nos ajude a obedecer a essas palavras, em nosso coração. Se nós queremos pregar hoje como Cristo pregou, temos de proclamar o evangelho como uma ordem de Deus, acompanhada de sanção divina, que não deve ser negligenciada, exceto ao risco infinito da

“Arrependei-vos” é uma ordem de Deus, tal como o mandamento de “não roubarás” (Ex

alma

Escutai, ó céus, e dá ouvidos, ó terra, porque o Messias fala na grandeza de seu poder. Ele

20.15). “Crê no Senhor Jesus” possui tanta autoridade divina como “Amarás o Senhor, teu Deus, de todo o teu coração, de toda a tua alma, de todas as tuas forças e de todo o teu entendimento” (Lc

10.27).

7º - Depois do arrependimento vem o avivamento:

No

livro de Joel, o profeta fala de um povo que não era totalmente convertido, era religioso e por causa

do

pecado sofria com uma terrível crise, tudo que era plantado e produzido acabava se perdendo por

causa de pragas e pela falta de chuva, porém a crise veio porque Deus não estava abençoando, Deus

estava retendo ás bênçãos. Nesse livro vemos Deus chamando o povo à conversão verdadeira, ao arrependimento sincero e a santidade, pois só assim as bênçãos poderiam alcançá-los.

Quando eu confesso e me arrependo do pecado eu entro num processo de avivamento pessoal e isso tem que acontecer em cada um de nós.

Joel tem sido chamado de o “profeta do avivamento religioso”. Ele compreendeu que o arrependimento sincero é à base de todo avivamento verdadeiro, e era para isto que ele se esforçava. Joel foi considerado o livro do arrependimento. Deus chamou uma nação à conversão, tanto sacerdotes quanto o povo, todos precisavam de conversão e depois disso uma benção tamanha seria liberada sobre a nação, e isso culminaria com um derramar

do Espírito Santo sobre toda carne.

Precisamos entender que existe um derramar de bênçãos e do Espírito para a nação do Brasil, porém isso acontecerá quando nos convertermos dos pecados e da religião para o Deus vivo.

O arrependimento precede ao avivamento. O arrependimento, quebrantamento e confissão de pecados

são a parte humana para o avivamento, são requisitos que precisamos obedecer. Os João Batistas de hoje precisam se levantar com sua mensagem, preparando caminho para o Cristo

que batiza com fogo consumidor, e é esse fogo que tira o pecado do mundo.

O avivamento será marcado pelo arrependimento, confissão de pecados, unidade do corpo de Cristo

(Noiva), restauração dos ministérios para edificação da igreja, para que cheguemos à unidade da fé, estatura e imagem de CRISTO. Jl 1.11 Envergonhai-vos, lavradores, uivai, vinhateiros, sobre o trigo e a cevada; porque a colheita do campo pereceu. Jl 1.12 A vide se secou, a figueira se murchou; a romeira também, e a palmeira e a macieira, sim, todas as árvores do campo se secaram; e a alegria esmoreceu entre os filhos dos homens. Jl 1.13 Cingi-vos de saco e lamentai-vos, sacerdotes; uivai, ministros do altar; entrai e passai a noite vestidos de saco, ministros do meu Deus; porque foi cortada da casa do vosso Deus a oferta de cereais e a libação. Jl 1.14 Santificai um jejum, convocai uma assembléia solene, congregai os anciãos, e todos os moradores da terra, na casa do Senhor vosso Deus, e clamai ao Senhor. Jl 2.12 Todavia ainda agora diz o Senhor: Convertei-vos a mim de todo o vosso coração; e isso com jejuns, e com choro, e com pranto. Jl 2.13 E rasgai o vosso coração, e não as vossas vestes; e convertei-vos ao Senhor vosso Deus; porque ele é misericordioso e compassivo, tardio em irar-se e grande em benignidade, e se arrepende do mal. Jl 2.14 Quem sabe se não se voltará e se arrependerá, e deixará após si uma bênção, em oferta de cereais e libação para o Senhor vosso Deus? Jl 2.23 Alegrai-vos, pois, filhos de Sião, e regozijai-vos no Senhor vosso Deus; porque ele vos dá em justa medida a chuva temporã, e faz descer abundante chuva, a temporã e a serôdia, como dantes. Jl 2.24 E as eiras se encherão de trigo, e os lagares trasbordarão de mosto e de azeite. Jl 2.25 Assim vos restituirei os anos que foram consumidos pelo gafanhoto, o devorador, o destruidor e a cortador, o meu grande exército que enviei contra vós. Jl 2.28 Acontecerá depois que derramarei o meu Espírito sobre toda a carne; vossos filhos e vossas filhas profetizarão, os vossos anciãos terão sonhos, os vossos mancebos terão visões; Jl 2.29 e também sobre os servos e sobre as servas naqueles dias derramarei o meu Espírito. 2Cr 7.14 e se o meu povo, que se chama pelo meu nome, se humilhar, e orar, e buscar a minha face, e se desviar dos seus maus caminhos, então eu ouvirei do céu, e perdoarei os seus pecados, e sararei a sua terra. At 2.38 Pedro então lhes respondeu: Arrependei-vos, e cada um de vós seja batizado em nome de Jesus Cristo, para remissão de vossos pecados; e recebereis o dom do Espírito Santo. At 3.19 Arrependei-vos, pois, e convertei-vos, para que sejam apagados os vossos pecados, de sorte que venham os tempos de refrigério, da presença do Senhor,

8º - Comentários sobre alguns avivamentos:

Martinho Lutero Em outubro de 1517, Lutero afixou à porta da Igreja do Castelo em Wittenberg, as suas 95 teses, o teor das quais é que Cristo requer o arrependimento e a tristeza pelo pecado e não a penitência. Lutero afixou as teses ou proposições para um debate público, na porta da igreja, como era costume nesse tempo.

Quando eu confesso e me arrependo do pecado eu entro num processo de avivamento pessoal e isso tem que acontecer em cada um de nós.

Lutero levou o povo a considerar a verdadeira religião, não como uma mera profissão, ou sistema de doutrinas, mas como vida em Deus. A oração não era mais um exercício sem sentido, mas o contato do coração com Deus que cuida de nós com um amor indizível. Nos seus sermões, Deus revelou o seu próprio coração a milhares de ouvintes, por meio do coração de Lutero. Convidado a pregar durante uma convenção dos agostinianos, não deu uma mensagem doutrinaria de sabedoria humana, como se esperava, mas fez um discurso ardente contra a língua maldizente dos monges. Os agostinianos, levados pela mensagem, elegeram-no diretor sobre onze conventos! Lutero não somente pregava a virtude, mas praticava-a, amando verdadeiramente o próximo.

João Wesley Disse: É necessário permanecer sozinho e na presença de Deus, enquanto jejuamos e oramos, para que Deus possa mostrar-nos a sua vontade e dar-nos direção. Nos dias de jejum devemos afastar-nos, o mais possível, de todo serviço, de fazer visitas e das diversões, apesar dessas coisas serem lícitas em outras ocasiões".Seu gozo em pregar ao ar livre não diminuiu na velhice: Em 7 de outubro de 1790, pregou pela última vez fora de casa, sobre o texto: "O reino de Deus está próximo, arrependei-vos, e crede no Evangelho". "A palavra manifestou-se com grande poder e as lágrimas do povo corriam em torrentes". Não nos devemos esquecer da fonte desse vigor que João Wesley manifestava. Passava duas horas diariamente em oração, e muitas vezes mais. Iniciava o dia às quatro horas. Certo crente que o conhecia intimamente, assim escreveu acerca dele: "Considerava a oração a coisa mais importante da sua vida e eu o tenho visto sair do quarto com a serenidade de alma visível no rosto até quase brilhar". A qualquer história da vida de João Wesley faltará o ponto principal, se não se fizer menção dos cultos de vigília que se realizavam uma vez por mês entre os crentes. Esses cultos se iniciavam às 20 horas e continuavam até depois da meia-noite - ou até cair o Espírito Santo sobre eles. Baseavam tais cultos sobre as referências no Novo Testamento, de noites inteiras passadas em oração. Foi assim que alguém se referiu ao sucesso: "Explica-se o poder de Wesley pelo fato de ele ser 'homo unius libri', isto é, um homem de um livro, e esse Livro é a Bíblia".

Jorge Whitefield Então Whitefield continuou, sem cansar: "No dia seguinte em Fog's Manor, a concorrência aos cultos foi tão grande como em Nottingham. O povo ficou tão quebrantado que, por todos os lados, vi pessoas banhadas em lágrimas. A palavra era mais cortante que espada de dois gumes e os gritos e gemidos alcançavam o coração mais endurecido. Alguns tinham semblantes pálidos como a palidez de morte; outros torciam as mãos, cheios de angústia; ainda outros foram prostrados ao chão, ao passo que outros caíam e eram aparados nos braços de amigos. A maior parte do povo levantava os olhos para os céus, clamando e pedindo a misericórdia de Deus. Eu, enquanto os contemplava, só podia pensar em uma coisa: o grande dia. Pareciam pessoas acordadas pela última trombeta, saindo dos seus túmulos para o juízo." "O poder da presença divina nos acompanhou até Baskinridge, onde os arrependidos choravam e os salvos oravam, lado a lado. O indiferentismo de muitos transformou-se em assombro, e o assombro, depois, em grande alegria. Alcançou todas as classes, idades e caracteres. A embriaguez foi abandonada por aqueles que eram dominados por esse vício. Os que haviam praticado qualquer ato de injustiça foram tomados de remorso. Os que tinham furtado foram constrangidos a fazer restituição. Os vingativos pediram perdão. Os pastores ficaram ligados ao seu povo por um vínculo mais forte de compaixão. O culto doméstico foi iniciado nos lares. Os homens foram levados a estudar a Palavra de Deus e a terem comunhão com o seu Pai, nos céus".

Charles Finney Na pequena cidade de Adams, no ano de 1821, um jovem advogado foi para um lugar isolado na floresta para orar. Deus se encontrou com ele lá e ele foi maravilhosamente convertido, e logo depois, cheio do Espírito Santo. Aquele homem era Charles . G. Finney . As pessoas ouviam falar sobre isso e ficavam profundamente interessadas em saber, e como se, de comum acordo, se reuniram à noite. Finney estava presente. O Espírito de Deus veio sobre eles de forma muito poderosa e convincente e um grande avivamento

Quando eu confesso e me arrependo do pecado eu entro num processo de avivamento pessoal e isso tem que acontecer em cada um de nós.

começou . Em seguida, ele se espalhou ao redor do país até que finalmente quase todos os Estados do Leste foram tomados por um poderoso avivamento . Sempre que o Rev. Finney pregava o Espírito Santo era derramado . Freqüentemente Deus ia adiante dele para que quando ele chegasse ao local, encontrasse as pessoas já clamando por misericórdia. Às vezes, a convicção do pecado era tão grande

que as pessoas davam gritos terríveis de angústia que ele tinha que parar de pregar até que diminuísse. Ministros e membros da Igreja foram convertidos. Os pecadores eram salvos aos milhares. E por anos

a poderosa obra da graça continuou. Os homens nunca antes haviam testemunhado algo como aquilo em suas vidas.

Jonathan Edwards Ele lia os sermões com voz monótona, por isso mesmo não eram nada vibrantes. Entretanto, podiam

expor os desígnios do coração da platéia e arrancar reações diversas. As pessoas ficavam desesperadas, gritavam, choravam, caíam ao chão, se contorciam e, principalmente, experimentavam uma grande transformação de vida após o profundo arrependimento que sentiam durante o culto. Milhares foram salvos e outros milhares, até mesmo na Europa, tiveram suas convicções cristãs e sua comunhão com Deus totalmente renovadas. Nessa série de pregações, quando Jonathan Edwards apresentou o famoso sermão Pecadores Perdidos nas Mãos de um Deus Irado, algo sobrenatural aconteceu. O povo entrou para o culto com um ar de petulância e desprezo diante dos cinco pregadores presentes. Edwards, com seus dois metros de altura

e magro de tanto jejuar, foi o escolhido para trazer a mensagem de Deus.

O sermão foi interrompido várias vezes por homens gemendo e mulheres gritando, quase todos ficavam de pé, caíam ao chão ou seguravam nos pilares do templo ou nos bancos, com medo de cair no inferno. A cidade ficou em estado de choque. Por toda a madrugada e nos dias seguintes, ouvia-se choro e clamor em quase todas as casas. Por isso esse movimento recebeu o nome de Grande Despertamento.

Christmas Evans Passou então o grande avivamento do pregador ao povo em todos os lugares da ilha de Anglesey e em

todo o Gales. A convicção de pecado, como grandes enchentes passava sobre os auditórios. O poder do

Espírito Santo operava até o povo chorar e dançar de alegria. Um dos que assistiram ao seu famoso sermão sobre o Endemoninhado Gadareno, conta como Evans retratou tão fielmente a cena do livramento do pobre endemoninhado, a admiração do povo ao vê-lo liberto, o gozo da esposa e dos

filhos quando voltou a casa, curado, que o auditório rompeu em grande riso e choro. Alguém assim se expressou: "O lugar tornou-se em um verdadeiro 'Boquim' de choro" (Juizes 2.1-5). Outro ainda disse que o povo do auditório ficou como os habitantes duma cidade abalada por um terremoto, correndo

para

fora, prostrando-se em terra e clamando a Deus.

Não

semeava pouco, portanto colhia abundantemente; ao ver a abundância da colheita, sentia seu zelo

arder de novo, seu amor aumentar e era levado a trabalhar ainda mais. A sua firme convicção era de que nem a melhor pessoa pode salvar-se sem a operação do Espírito Santo e nem o coração mais rebelde pode resistir ao poder do mesmo Espírito. Evans sempre tinha um alvo quando lutava em oração: firmava-se nas promessas de Deus, suplicando com tanta importunação como quem não podia desistir antes de receber. Dizia que a parte mais gloriosa do ministério do pregador era o fato de agradecer a Deus pela operação do Espírito Santo na conversão dos pecadores.

Jorge Müller "Pela fé, Abel

Assim é que o Espírito Santo conta as incríveis

proezas que Deus fez por intermédio dos homens que ousavam confiar unicamente nele. Foi no século

XIX que Deus acrescentou o seguinte a essa lista: "Pela fé, Jorge Müller levantou orfanatos, alimentou

milhares de órfãos, pregou a milhões de ouvintes em redor do globo e ganhou multidões de almas para Cristo". Certo pregador, pouco tempo antes da morte de Jorge Müller, perguntou-lhe se orava muito. A resposta foi esta: "Algumas horas todos os dias. E ainda, vivo no espírito de oração; oro enquanto ando, enquanto deitado e quando me levanto. Estou constantemente recebendo respostas. Uma vez

Milhares de

persuadido de que certa coisa é justa, continuo a orar até a receber. Nunca deixo de orar!

Pela fé, Noé

Pela fé, Abraão

"

Quando eu confesso e me arrependo do pecado eu entro num processo de avivamento pessoal e isso tem que acontecer em cada um de nós.

almas têm sido salvas em respostas às minhas orações

O grande ponto é nunca cansar de orar antes de receber a resposta. Tenho orado 52 anos,

diariamente, por dois homens, filhos dum amigo da minha mocidade. Não são ainda convertidos, porém, espero que o venham a ser. - Como pode ser de outra forma? Há promessas inabaláveis de Deus e sobre elas eu descanso".

Espero encontrar dezenas de milhares delas

rio Céu

Carlos Spurgeon Acerca de tão estupendo êxito na vida de Spurgeon, convém notar o seguinte: Nenhum dos seus antepassados alcançou fama. Sua voz podia pregar às maiores multidões, mas outros pregadores sem fama gozavam também da mesma voz. O Príncipe dos Pregadores era, antes de tudo, O Príncipe de Joelhos. Como Saulo de Tarso, entrou no Reino de Deus, também agonizando de joelhos. No caso de Spurgeon, essa angústia durou seis meses. Depois (assim aconteceu com Saulo) a oração fervorosa era um hábito na sua vida. Aqueles que assistiam aos cultos no grande Ta-bernáculo Metropolitano diziam que as orações eram a parte mais sublime dos cultos. Convicto do grande poder da oração, Spurgeon designou o mês de fevereiro, de cada ano, no Grande Tabernáculo, para realizar a convenção anual e fazer súplicas por um avivamento na obra de Deus. Nessas ocasiões, passavam dias inteiros em jejum e oração, oração que se tornava mais e mais fervorosa. Não só sentiam a gloriosa presença do Espírito Santo nesses cultos, mas era-lhes aumentado o poder com frutos abundantes.

9º - Frases de alguns homens de Deus:

As bênçãos de Deus são ás bordas da pizza, o arrependimento, o abandono do pecado e compromisso com Deus são o miolo e o centro da pizza. Tem gente que só fica na borda da pizza e não quer experimentar o evangelho completo. Aquele que conseguir fazer com que o crente ore, terá dado inicio ao maior avivamento que já aconteceu; A oração é mais importante do que a preparação da mensagem, pois a oração tem poder de fixar a mensagem nos corações e gerar comprometimento com a palavra. O avivamento é marcado pela restauração das famílias, pelo arrependimento seguido da confissão de pecados, e pelo derramar do Espírito Santo. Um grande evento não significa avivamento, pois avivamento é quebrantamento, também é reconhecimento e confissão de pecados. Eventos, atividades e programações sem a presença do Espírito Santo não servem para nada, isso não é avivamento. Só vencemos o pecado quando decidimos parar de pecar. É arrependimento, misturado com ódio ao pecado e amor a Deus que vai trazer a mudança. Eu não prego arrependimento por que é a única mensagem a ser pregada, mas sim por que é a mais importante. A pessoa tem que ser trabalhada na lei do arrependimento e não com tapinha nas costas, por que senão vai ser peso para igreja e para obra de Deus; Os milagres de Deus na vida das pessoas não mostram que Deus aceitou essas pessoas, o arrependimento dessas pessoas é que faz com que elas sejam aceitas por Deus. Porque algumas igrejas falam mal, umas das outras? Porque elas estão pregando doutrina ao invés de pregar arrependimento. Fazer alguém lembrar-se de seus pecados faz com que essa pessoa reconheça que é culpada e pecadora. Mostrar ás conseqüências do pecado faz com que a pessoa sinta a necessidade de um salvador. Falar que Jesus morreu por nossos pecados gera na pessoa arrependimento, conversão e gratidão. O Espírito Santo mostra o nosso pecado e nos convence que somos pecadores, mas tudo isso é para nossa conversão, para nosso arrependimento e para nossa salvação.

Meu nome é Marcos Turim, sou membro da Comunidade Pão da Vida - Campo Verde MT. Meu Celular é 66-8408-2491 – Meu Email: marcosturim@gmail.com.