Você está na página 1de 6

Contagem celular: Utilização da Câmara de Neubauer.

Inês Oliveira de Freitas, Bioquímica.

Resumo
Nesta atividade experimental foi abordada a técnica de contagem celular através da utilização da Câmara
de Neubauer. Foi utilizada uma solução preparada previamente, contendo Nannochloropsis, uma pequena
percentagem desta solução foi colocada na Câmara Neubauer, e foi feita a observação microscópica com a
objetiva de 40x. Contou-se as células em cada quadrado mais pequeno utilizando como critério a não
contagem das células que se encontravam sobrepostas sobre a linha lateral esquerda nem as do lado
superior do respetivo quadrado.

Palavras-chave
Câmara Neubauer, microalgas, contagem de células, Nannochloropsis, Microscópio ótico, grelha da câmara
de Neubauer.

Introdução

A câmara de Neubauer ou câmara de contagem ou também conhecida como hemocitómetro, foi


originalmente desenvolvida para determinar a concentração de células sanguíneas. Contudo atualmente é
utilizada para determinar o número de células num volume especifico de solução. Esta câmara de contagem
consiste numa lâmina grossa de uso microscópico com uma profundidade específica para depositar a
amostra. No centro, há duas câmaras conhecidas como malhas de leitura, que tem como função gravar linhas
divididas em quadrantes de dimensões conhecidas (figura 1).

1
Câmara superior

Câmara inferior

Figura 1 – Esquema representativo da câmara de contagem.

Na figura 2 podemos observar um esquema da grelha de contagem de Neubauer, onde as quadriculas mais
pequenas tem uma área de 0.0025 mm2 (a quadricula a azul), as quadriculas médias possuem 0.04 mm2 de
área (quadricula amarela), a outra quadricula possui 0.0625 mm2 de área (quadricula verde) e por fim as
quadriculas maiores possuem 1 mm2 de área (quadricula vermelha). [a]

Figura 2- Esquema da grelha da câmara de contagem Neubauer.

A contagem das células é efetuada através do microscópio ótico, o que permite a visualização da malha e
dos quadrantes. As marcações dos quadrantes têm dimensões distintas, como já foi referido anteriormente,
permitindo que sejam realizadas contagens de células de tamanhos diferentes, grandes ou pequenas.
O hemocitómetro disponível apresenta, pelas quadriculas mais pequenas, uma área de 0.0025mm2 e uma
profundidade de 0.1 mm.
Este tipo de contagem oferece uma avaliação rápida do número total das células, no entanto não
discrimina entre células mortas e células viva, pode omitir pequenas células, as células moveis devem de ser
imobilizadas e um outro problema pode ser a aglutinação das células. [b]
2
Para uma determinação precisa é necessário a contagem de um grande número de células dado que a
contagem de células é um processo demoroso é preferível não contar demasiadas células.
Assumindo que as células estão distribuídas de forma homogénea na câmara de contagem os limites de
confiança de 95% podem ser calculados de acordo com a distribuição de Poisson:
2× √𝑛 ×100% 200%
± = ±
𝑛 √𝑛

Quanto mais células forem contadas maior é a precisão.


O líquido contendo as células deve ser preparado adequadamente antes de ser aplicado à câmara de
contagem, este deve ser uma suspensão homogénea e deve ter uma concentração apropriada. Se a
concentração for muito alta as células se sobrepõem o que dificulta a contagem, por outro lado se a
concentração for muito baixa o resultado pode levar a erro estatístico. Após de ter sido diluída, a amostra
deve ser introduzida no espaço entre a câmara Neubauer, preenchendo-a completamente por capilares. [c]
Este trabalho tem como objetivo a utilização da câmara Neubauer, a preparação da câmara para a
contagem de células, a realização da contagem e o tratamento estatístico dos resultados.

Materiais e métodos
Primeiramente, foi homogeneizado o recipiente que continha a cultura de microalgas, as Nannochloropsis,
posteriormente foi colocado na zona da câmara de Neubauer, uma lâmina específica e com o auxílio de uma
pipeta Pasteur foi colocada uma pequena porção de microalgas, entre o espaço entre a lâmina e a câmara
Neubauer, preenchendo-a completamente por capilaridade.
Posto isto, a câmara de Neubauer foi levada para o microscópio ótico, e com a objetiva de 5x foi
encontrado a zona de contagem ( a grelha ) de seguida com a objetiva de 10x foi encontrada a uma boa zona
de contagem, isto é uma zona onde fosse possível encontrar um número significativo de células e após passar
para a objetiva de 40x foi iniciada a contagem das células presentes , tendo sempre como critério de
contagem as células que se encontravam dentro do quadrado e as que se sobrepusessem na linha lateral
direita e na base e para que não houvesse a contagem repetida de células foi utilizada a técnica do zigue-
zague.

Figura 3- Esquema representativo da técnica de zigue-zague.

3
Após a contagem, foi iniciado o calculo do numero de células existentes na amostra que se encontrava
dentro da câmara Neubauer, tendo em conta a área de 0.0025mm2 e uma profundidade de 0.1mm, as
fórmulas utilizadas foras as seguintes:
Vol.(mm3)= Área x Altura
𝑉𝑜𝑙.(𝑚𝑚3)
Vol.(ml) = 1000

𝑛ú𝑚𝑒𝑟𝑜 𝑑𝑒 𝑐𝑒𝑙𝑢𝑙𝑎𝑠 𝑐𝑜𝑛𝑡𝑎𝑑𝑎𝑠


Concentração celular (nº células / ml) =
𝑣𝑜𝑙𝑢𝑚𝑒
200%
Erro em percentagem=
√𝑛

Resultados
Como já foi referido anteriormente, foram observadas células das microalgas e efetuada a sua contagem,
com a objetiva de 40x com o recurso ao microscópio ótico.

I II
Microalgas

Figura 4 – Observação das microalgas na câmara de Neubauer. I- Observação


microscópica na objetiva 40x. II- Registo gráfico

Número de células contadas: 6+8+3+7=24

Área (mm2) =0.0025 mm2 x 16= 0.040 mm2

4
Profundidade da câmara = 0.1mm

Vol. (mm3) = 0.040mm2 x 0.1 mm = 0.0040mm3

0.0040
Vol. (ml) = = 0.000004 ml
1000

24
Nº células/ ml = = 6 × 106 células/ml
0.000004

200%
Erro em percentagem = = 40.8%
√24

As microalgas do género Nannochloropsis apresenta 6 milhões de células por mililitro de solução com um
erro de cerca de ± 40 milhões.

Este número de células foi possível calcular pois foi considerada uma distribuição homogénea das células
ao longo da câmara de contagem.

Discussão/ Conclusão

Nesta atividade experimental, foi efetuada a contagem de microalgas do género Nannochloropsis, através
da câmara de Neubauer.

Na minha contagem de células, foi observada microalgas em pouca quantidade em comparação com os
outros colegas, isto aconteceu dado que quando fui retirar a amostra de microalgas do recipiente, com a
pipeta Pasteur não procedi á homogeneização da solução. Isto fez com que observasse em menor
quantidade as células, como já tinha referido anteriormente.

Na contagem que efetuei, fiquei com a câmara superior do hemocitómetro, sendo que a colega com quem
fiz esta experiência ficou com a câmara inferior do hemocitómetro, esta contou cerca de 48 células, isto é,
microalgas do género Nannochloropsis, como já referi eu contei na minha câmara 24 células (microalgas do
género Nannochloropsis) esta diferença de células já foi justificada anteriormente.

Posso concluir que todos os objetivos deste trabalho foram concluídos de uma forma satisfatória.

Referências

[a]- Autor desconhecido, ano desconhecido. Câmara de Neubauer.

https://www.infoescola.com/materiais-de-laboratorio/camara-de-neubauer/, acedido a 9 de Novembro de


2017.

[b]- Autor desconhecido, ano desconhecido. Hemocitómetro.

http://www.kasvi.com.br/como-e-realizada-contagem-de-celulas/, acedido a 9 de Novembro de 2017.

5
[c]- Autor desconhecido, ano desconhecido. Câmara de contagem.

http://www.biomedicinapadrao.com.br/2013/10/conhecendo-camara-de-neubauer.html, acedido a 9 de
Novembro de 2017.