Você está na página 1de 34

Escola de Engenharia de São Carlos – USP

Departamento de GeotecniaUNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA 1


DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA CIVIL

Mecânica dos Solos


Exercícios

Preparado por:Thatiana Aparecida Lelis e Paulo Sérgio de Almeida Barbosa


Escola de Engenharia de São Carlos – USP
Departamento de GeotecniaUNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA 2
DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA CIVIL

Mecânica dos Solos


Exercícios

Exercício
007
Exercício
008
Exercício
010
Exercício
013
Exercício
028
Índice

Preparado por:Thatiana Aparecida Lelis e Paulo Sérgio de Almeida Barbosa


Escola de Engenharia de São Carlos – USP
Departamento de GeotecniaUNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA 3
DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA CIVIL

Mecânica dos Solos


Exercício 007

Preparado por:Thatiana Aparecida Lelis e Paulo Sérgio de Almeida Barbosa


Escola de Engenharia de São Carlos – USP
Departamento de Geotecnia 4
Exercício 007
Um solo apresenta LP = 10%, IP = 15% e gd = 17,17 kN/m3. Determinar a
quantidade de água que 1 tonelada desse solo absorve ao passar do estado
plástico para o líquido.
 Massa úmida = 1000 kg.
 Como o solo está com uma umidade de 10% (LP) tem-se que a massa
de sólidos é:
Para LL = LP + IP LL = 10 + 15 = 25
Mh  Ms  Mw Mh  1000 kg

Mh  Ms 1  w  M h  909,09 1  0,25 
Mh
Mw  w Ms Ms 
1 w
M h  1136 ,36 kg

Com LP = 10% tem-se: Logo :


1000
Ms  Ms  909,09 kg
10 M w  1136 ,36  1000 M w  136,36 kg
1
100
Voltar

Preparado por:Thatiana Aparecida Lelis e Paulo Sérgio de Almeida Barbosa


Escola de Engenharia de São Carlos – USP
Departamento de GeotecniaUNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA 5
DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA CIVIL

Mecânica dos Solos


Exercício 008

Preparado por:Thatiana Aparecida Lelis e Paulo Sérgio de Almeida Barbosa


Escola de Engenharia de São Carlos – USP
Departamento de Geotecnia 6
Exercícios
Exercício 008
Uma lama, g = 11,67 kN/m3, contendo 25% em massa de sólidos, é
colocada em um reservatório para deposição dos sólidos. Após a
sedimentação total, uma amostra indeformada do sedimento é retirada
tendo o volume de 36,0 cm3 e massa de 53,0 g. Após a secagem em estufa
a amostra pesou 23,5 g. Determinar:
 Massa específica dos sólidos.
 Índice de vazios e a porosidade da lama.
 Relação entre o volume do sedimento depositado e o volume inicial da
amostra.

Preparado por:Thatiana Aparecida Lelis e Paulo Sérgio de Almeida Barbosa


Escola de Engenharia de São Carlos – USP
Departamento de Geotecnia 7
Exercícios
Exercício 008
VOLUME MASSA

Var Gasosa
e
Vv
SVw g w.Sr.e = w.g s
r.e
Líquida Mw
1+Ve gMs + g w.Sr.e

1
Vs Sólida gs
Ms w.g s

w gs g w Sr e gs gs
e M  g s  wg s w gd  e 1
g w Sr gs 1 e gd
g s  g w Sr e gs  w gs e
g g n g  g d 1  w 
1 e 1 e 1 e

Preparado por:Thatiana Aparecida Lelis e Paulo Sérgio de Almeida Barbosa


Escola de Engenharia de São Carlos – USP
Departamento de Geotecnia 8
Exercícios
Exercício 008 M  Mw  Ms
VOLUME MASSA
Ms  0,25 M Mw  0,75 M
Var Gasosa
e Mw 0,75 M
g w.Sr.e = w.g s w w
Sr.e Líquida Ms 0,25 M
1+ e g s + g w.Sr.e
w 3
1 Sólida gs w.g s
gs  w gs
g
1 e

g s  wg s
11,67 
1 e

w gs 3 gs
e e
g w Sr 9,81

Preparado por:Thatiana Aparecida Lelis e Paulo Sérgio de Almeida Barbosa


Escola de Engenharia de São Carlos – USP
Departamento de Geotecnia 9
Exercícios
Exercício 008 g s  wg s
11,67 
VOLUME MASSA 1 e
3 gs
Var Gasosa e
9,81
e
g w.Sr.e = w.g s g s  wg s 4g s
Sr.e Líquida 11,67  
3g s 3g s
1+ e g s + g w.Sr.e 1 1
9,81 9,81

1 Sólida gs w.g s 4 g s 9,81


 11,67
9,81  3 g s

39,24 g s  11,67 9,81  3 g s 


39,24 g s  114,48  35,01 g s

114,48
gs  g s  27,06 kN / m3
4,23
e  8,275
Voltar

Preparado por:Thatiana Aparecida Lelis e Paulo Sérgio de Almeida Barbosa


Escola de Engenharia de São Carlos – USP
Departamento de Geotecnia 10
Exercícios
Exercício 008
Uma lama, g = 11,67 kN/m3, contendo 25% em massa de sólidos, é
colocada em um reservatório para deposição dos sólidos. Após a
sedimentação total, uma amostra indeformada do sedimento é retirada
tendo o volume de 36,0 cm3 e massa de 53,0 g. Após a secagem em estufa
a amostra pesou 23,5 g. Determinar:
 Massa específica dos sólidos.
 Índice de vazios e a porosidade da lama.
 Relação entre o volume do sedimento depositado e o volume inicial da
amostra.

Preparado por:Thatiana Aparecida Lelis e Paulo Sérgio de Almeida Barbosa


Escola de Engenharia de São Carlos – USP
Departamento de Geotecnia 11
Exercícios
Exercício 008 M
g 
VOLUME MASSA V
53
Var Gasosa g  g  14,44 kN / m 3
36
e g s  27,06 kN / m 3
Sr.e Líquida g w.Sr.e = w.g s w
Mw
Ms
1+ e g s + g w.Sr.e
53  23,5
w w  125,53 %
1 Sólida gs w.g s 23,5

g s  wg s g s  wg s 27,06  1,2553 . 27,06


g  e 1 e 1
1 e g 14,44

e  3,226

Vsed 1  esed Vsed 1  3,226 Vsed


   0,4556
Vl 1  el Vl 1  8,275 Vl
Voltar

Preparado por:Thatiana Aparecida Lelis e Paulo Sérgio de Almeida Barbosa


Escola de Engenharia de São Carlos – USP
Departamento de GeotecniaUNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA 12
DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA CIVIL

Mecânica dos Solos


Exercício 010

Preparado por:Thatiana Aparecida Lelis e Paulo Sérgio de Almeida Barbosa


Escola de Engenharia de São Carlos – USP
Departamento de Geotecnia 13
Exercícios
Exercício 010
Uma amostra de argila cujo gs é 27,47 kN/m3, apresenta no LL uma massa
de 120 g e volume de 75 cm3. Tomou-se esta amostra e adicionou-se água
elevando-se seu teor de umidade para um valor correspondente àquele dos
10 golpes do ensaio de limite de liquidez. Este teor pode ser expresso como
w = LL + 10%. Neste estado moldou-se um corpo de prova que depois de
seco apresentou um volume de 50 cm3. Qual o valor do limite de contração
desta argila?
LL LL+10% Mw
LC =
Vw Ms
Líquida
Líquida
Gasosa Mw
75 cm³ 120g
50 cm³
Sólida Sólida Sólida Ms

Preparado por:Thatiana Aparecida Lelis e Paulo Sérgio de Almeida Barbosa


Escola de Engenharia de São Carlos – USP
Departamento de Geotecnia 14
Exercícios
Exercício 010
Mw
LC =
Ms

(
[ Vw LL +10% - VLL - VLC + ΔVw ) ].γ w
LC =
LL +10%

Ms

LL LL+10%
Vw

Líquida VLL-VLC
Líquida
Gasosa Mw
75 cm³ 120g
50 cm³
Sólida Sólida Sólida Ms

Preparado por:Thatiana Aparecida Lelis e Paulo Sérgio de Almeida Barbosa


Escola de Engenharia de São Carlos – USP
Departamento de Geotecnia 15
Exercícios
Exercício 010
Uma amostra de argila cujo gs é 27,47 kN/m3, apresenta no LL uma massa
de 120 g e volume de 75 cm3. Tomou-se esta amostra e adicionou-se água
elevando-se seu teor de umidade para um valor correspondente àquele dos
10 golpes do ensaio de limite de liquidez. Este teor pode ser expresso como
w = LL + 10%. Neste estado moldou-se um corpo de prova que depois de
seco apresentou um volume de 50 cm3. Qual o valor do limite de contração
desta argila?

M = 120 g M 120
γ= = = 1,60 g / cm 3 γ = 15,70 kN / m 3
V1 = 75 cm³ V 75

γ = 15,70 kN / m³

Preparado por:Thatiana Aparecida Lelis e Paulo Sérgio de Almeida Barbosa


Escola de Engenharia de São Carlos – USP
Departamento de Geotecnia 16
Exercícios
Exercício 010
Uma amostra de argila cujo gs é 27,47 kN/m3, apresenta no LL uma massa
de 120 g e volume de 75 cm3. Tomou-se esta amostra e adicionou-se água
elevando-se seu teor de umidade para um valor correspondente àquele dos
10 golpes do ensaio de limite de liquidez. Este teor pode ser expresso como
w = LL + 10%. Neste estado moldou-se um corpo de prova que depois de
seco apresentou um volume de 50 cm3. Qual o valor do limite de contração
desta argila?
γ s + γ w Sr e γ s + γ w Sr e γs - γ
γ= ⇒ 1+ e = ⇒ e=
1+ e γ γ - γ w Sr
27,47 - 15,70
e= ⇒ e = 1,998
15,70 - 9,81.1
γ = 15,70 kN / m ³
γ w Sr e 9,81 .1 . 1,998 LL = 71,35 %
w= ⇒ w= ⇒
γs 27,47
w = 71,35 %
Preparado por:Thatiana Aparecida Lelis e Paulo Sérgio de Almeida Barbosa
Escola de Engenharia de São Carlos – USP
Departamento de Geotecnia 17
Exercícios
Exercício 010
Uma amostra de argila cujo gs é 27,47 kN/m3, apresenta no LL uma massa
de 120 g e volume de 75 cm3. Tomou-se esta amostra e adicionou-se água
elevando-se seu teor de umidade para um valor correspondente àquele dos
10 golpes do ensaio de limite de liquidez. Este teor pode ser expresso como
w = LL + 10%. Neste estado moldou-se um corpo de prova que depois de
seco apresentou um volume de 50 cm3. Qual o valor do limite de contração
desta argila?

120
M Ms = ⇒
Ms = ⇒ 71,35 Ms = 70,03 g
1+ w 1+
100
γ = 15,70 kN / m ³
LL = 71,35 %
Ms = 70,03 g

Preparado por:Thatiana Aparecida Lelis e Paulo Sérgio de Almeida Barbosa


Escola de Engenharia de São Carlos – USP
Departamento de Geotecnia 18
Exercícios
Exercício 010
Uma amostra de argila cujo gs é 27,47 kN/m3, apresenta no LL uma massa
de 120 g e volume de 75 cm3. Tomou-se esta amostra e adicionou-se água
elevando-se seu teor de umidade para um valor correspondente àquele dos
10 golpes do ensaio de limite de liquidez. Este teor pode ser expresso como
w = LL + 10%. Neste estado moldou-se um corpo de prova que depois de
seco apresentou um volume de 50 cm3. Qual o valor do limite de contração
desta argila?

ΔM w ΔM w
Δw = ⇒ 0,10 = ⇒ ΔM w = 7,00 g
Ms 70,03

VLL +10% = VLL + ΔVw = VLL + ΔM w .γ w


γ = 15,70 kN / m ³
VLL +10% = 75 + 7.1⇒
LL = 71,35 %
Ms = 70,03 g
VLL +10% = 82 cm ³
VLL +10% = 82,00 cm³
Preparado por:Thatiana Aparecida Lelis e Paulo Sérgio de Almeida Barbosa
Escola de Engenharia de São Carlos – USP
Departamento de Geotecnia 19
Exercícios
Exercício 010
Uma amostra de argila cujo gs é 27,47 kN/m3, apresenta no LL uma massa
de 120 g e volume de 75 cm3. Tomou-se esta amostra e adicionou-se água
elevando-se seu teor de umidade para um valor correspondente àquele dos
10 golpes do ensaio de limite de liquidez. Este teor pode ser expresso como
w = LL + 10%. Neste estado moldou-se um corpo de prova que depois de
seco apresentou um volume de 50 cm3. Qual o valor do limite de contração
desta argila?
(
[ Vw LL +10% - VLL - VLC + ΔVw ) ].γ w
LC = ⇒
LL +10%

Ms

Vw LL +10% .γ w - ( VLL +10% - VLC ) .γ w


LC = ⇒ γ = 15,70 kN / m ³
Ms
LL = 71,35 %
(V LL +10% - VLC ) .γ w
Ms = 70,03 g
LC = w LL +10% -
Ms VLL +10% = 82 cm ³

Preparado por:Thatiana Aparecida Lelis e Paulo Sérgio de Almeida Barbosa


Escola de Engenharia de São Carlos – USP
Departamento de Geotecnia 20
Exercícios
Exercício 010
Uma amostra de argila cujo gs é 27,47 kN/m3, apresenta no LL uma massa
de 120 g e volume de 75 cm3. Tomou-se esta amostra e adicionou-se água
elevando-se seu teor de umidade para um valor correspondente àquele dos
10 golpes do ensaio de limite de liquidez. Este teor pode ser expresso como
w = LL + 10%. Neste estado moldou-se um corpo de prova que depois de
seco apresentou um volume de 50 cm3. Qual o valor do limite de contração
desta argila?
(V LL +10% - VLC ) .γ w
LC = w LL +10% - ⇒
Ms

( 82 - 50 ) .1
LC = ( 0,7135 + 10 ) - ⇒ γ = 15,70 kN / m ³
70,03 LL = 71,35 %
Ms = 70,03 g
LC = 0,3566 ⇒ LC = 36 % VLL +10% = 82,00 g Voltar

Preparado por:Thatiana Aparecida Lelis e Paulo Sérgio de Almeida Barbosa


Escola de Engenharia de São Carlos – USP
Departamento de GeotecniaUNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA 21
DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA CIVIL

Mecânica dos Solos


Exercício 013

Preparado por:Thatiana Aparecida Lelis e Paulo Sérgio de Almeida Barbosa


Escola de Engenharia de São Carlos – USP
Departamento de Geotecnia 22
Exercícios
Exercício 013
 Uma amostra de areia de praia, saturada com água do mar, tem volume de
87,00 cm³ e uma massa de 180 g. A massa específica dos grãos, gs, é de
26,39 kN/m³. Admitindo-se gsal = 12,75 kN/m³ (massa específica da água
salgada) calcular:

Mw Mw + M Mw
a) b) c)
Ms Ms Ms + M

Onde:
Mw = massa da água pura;
M = massa do sal;
Ms = massa dos sólidos.

Preparado por:Thatiana Aparecida Lelis e Paulo Sérgio de Almeida Barbosa


Escola de Engenharia de São Carlos – USP
Departamento de Geotecnia 23
Exercícios
Exercício 013
 Uma amostra de areia de praia, saturada com água do mar, tem volume de
87,00 cm³ e uma massa de 180 g. A massa específica dos grãos, gs, é de
26,39 kN/m³. Admitindo-se gsal = 12,75 kN/m³ (massa específica da água
salgada) calcular:
Mw γ w .S r
Mw Mw + M Mw =
Ms γ s .e
a) b) c)
Ms Ms Ms + M

Mw γ w . Vw Mw γ w . Vw Vv Mw γ w .S r
= ⇒ = . ⇒ =
Ms γ s .Vs Ms γ s .Vs Vv Ms γ s .e

Preparado por:Thatiana Aparecida Lelis e Paulo Sérgio de Almeida Barbosa


Escola de Engenharia de São Carlos – USP
Departamento de Geotecnia 24
Exercícios
Exercício 013
 Uma amostra de areia de praia, saturada com água do mar, tem volume de
87,00 cm³ e uma massa de 180 g. A massa específica dos grãos, gs, é de
26,39 kN/m³. Admitindo-se gsal = 12,75 kN/m³ (massa específica da água
salgada) calcular:
Mw γ w .S r
Mw Mw + M Mw =
Ms γ s .e
a) b) c)
Ms Ms Ms + M
e = 0,807
Determinação do índice de vazios:
M γ s + γ w .S r .e γ s + γ w .e
γ= = ⇒ γ sat =
V (1 + e ) (1 + e )
180 g
γ sat = = 2,069 g / cm ³ ⇒ γ sat = 20,30 kN / m ³
87 cm ³
26,39 + 9,81.e
20,30 = ⇒ e = 0,807
(1 + e )
Preparado por:Thatiana Aparecida Lelis e Paulo Sérgio de Almeida Barbosa
Escola de Engenharia de São Carlos – USP
Departamento de Geotecnia 25
Exercícios
Exercício 013
 Uma amostra de areia de praia, saturada com água do mar, tem volume de
87,00 cm³ e uma massa de 180 g. A massa específica dos grãos, gs, é de
26,39 kN/m³. Admitindo-se gsal = 12,75 kN/m³ (massa específica da água
salgada) calcular:
Mw γ w .S r
Mw Mw + M Mw =
Ms γ s .e
a) b) c)
Ms Ms Ms + M
e = 0,807
Mw γ w .S r
=
Ms γ s .e Mw Água

Mw 9,81.1 Sal
=
Ms 26,39.0,807
Ms Sólidos
Mw
= 0,300
Ms
Preparado por:Thatiana Aparecida Lelis e Paulo Sérgio de Almeida Barbosa
Escola de Engenharia de São Carlos – USP
Departamento de Geotecnia 26
Exercícios
Exercício 013
 Uma amostra de areia de praia, saturada com água do mar, tem volume de
87,00 cm³ e uma massa de 180 g. A massa específica dos grãos, gs, é de
26,39 kN/m³. Admitindo-se gsal = 12,75 kN/m³ (massa específica da água
salgada) calcular:
Mw γ w .S r
Mw Mw + M Mw =
Ms γ s .e
a) b) c)
Ms Ms Ms + M
e = 0,807
Mw + M γ água sa lg ada .S r
=
Ms γ s .e Água
Mágua salgada
Mw + M 12,75.1 Sal
=
Ms 26,39.0,807
Ms Sólidos
Mw
= 0,390
Ms
Preparado por:Thatiana Aparecida Lelis e Paulo Sérgio de Almeida Barbosa
Escola de Engenharia de São Carlos – USP
Departamento de Geotecnia 27
Exercícios
Exercício 013
 Uma amostra de areia de praia, saturada com água do mar, tem volume de
87,00 cm³ e uma massa de 180 g. A massa específica dos grãos, gs, é de
26,39 kN/m³. Admitindo-se gsal = 12,75 kN/m³ (massa específica da água
salgada) calcular:
M w Ms = 0,300

a)
Mw
b)
Mw + M
c)
Mw (M w + M) Ms = 0,390
Ms Ms Ms + M

Água

Sal

Sólidos

Preparado por:Thatiana Aparecida Lelis e Paulo Sérgio de Almeida Barbosa


Escola de Engenharia de São Carlos – USP
Departamento de Geotecnia 28
Exercícios
Exercício 013
 Uma amostra de areia de praia, saturada com água do mar, tem volume de
87,00 cm³ e uma massa de 180 g. A massa específica dos grãos, gs, é de
26,39 kN/m³. Admitindo-se gsal = 12,75 kN/m³ (massa específica da água
salgada) calcular:
M w Ms = 0,300

a)
Mw
b)
Mw + M
c)
Mw (M w + M) Ms = 0,390
Ms Ms Ms + M
M = 0,090.Ms
Mw -1
Ms + M Ms + M Ms M
( ) = ⇒ = +
Ms + M Mw Mw Mw Mw Mw Água

Mw + M Mw M Sal
= +
Ms Ms Ms
Ms + M
Sólidos
M M
= 0,390 - 0,300 ⇒ = 0,090
Ms Ms
Preparado por:Thatiana Aparecida Lelis e Paulo Sérgio de Almeida Barbosa
Escola de Engenharia de São Carlos – USP
Departamento de Geotecnia 29
Exercícios
Exercício 013
 Uma amostra de areia de praia, saturada com água do mar, tem volume de
87,00 cm³ e uma massa de 180 g. A massa específica dos grãos, gs, é de
26,39 kN/m³. Admitindo-se gsal = 12,75 kN/m³ (massa específica da água
salgada) calcular:
M w Ms = 0,300

a)
Mw
b)
Mw + M
c)
Mw (M w + M) Ms = 0,390
Ms Ms Ms + M
M = 0,090.Ms
Mw -1
Ms + M Ms + M Ms M
( ) = ⇒ = +
Ms + M Mw Mw Mw Mw Mw Água

Ms + M Ms 0,090.Ms Ms .(1 + 0,090 ) Sal


= + =
Mw Mw Mw Mw
Ms + M
Sólidos
Mw 1 Mw
= 0,300. ⇒ = 0,275
Ms + M (1 + 0,090 ) Ms + M
Preparado por:Thatiana Aparecida Lelis e Paulo Sérgio de Almeida Barbosa
Escola de Engenharia de São Carlos – USP
Departamento de GeotecniaUNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA 30
DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA CIVIL

Mecânica dos Solos


Exercício 028

Preparado por:Thatiana Aparecida Lelis e Paulo Sérgio de Almeida Barbosa


Escola de Engenharia de São Carlos – USP
Departamento de Geotecnia 31
Exercícios
Exercício 028
 Deseja-se construir um aterro com volume de 100.000 m³, g = 17,66 kN/m³,
w = 15%. A área de empréstimo apresenta um solo com gs = 26,49 kN/m³ e
n = 58%. Qual o volume a ser escavado para se construir o citado aterro?
Como não se conhece o teor de umidade da área de empréstimo deve-se utilizar o
peso específico seco para se determinar o volume a ser escavado!

Ms γs Ms .(1 + e )
γd = ⇒ ⇒ VEscavado =
VEscavado 1 + e Empréstimo γs

Determinação da massa seca:


M Aterro M Aterro = 1766 000 kN
γ Aterro = = 17,66 kN / m ³
VAterro
M Aterro
= 17,66 kN / m ³
100.000 m ³
M Aterro = 1766 000 kN
Preparado por:Thatiana Aparecida Lelis e Paulo Sérgio de Almeida Barbosa
Escola de Engenharia de São Carlos – USP
Departamento de Geotecnia 32
Exercícios
Exercício 028
 Deseja-se construir um aterro com volume de 100.000 m³, g = 17,66 kN/m³,
w = 15%. A área de empréstimo apresenta um solo com gs = 26,49 kN/m³ e
n = 58%. Qual o volume a ser escavado para se construir o citado aterro?
Como não se conhece o teor de umidade da área de empréstimo deve-se utilizar o
peso específico seco para se determinar o volume a ser escavado!

Ms γs Ms .(1 + e )
γd = ⇒ ⇒ VEscav ado =
VEscav ado 1 + e Empréstimo γs

Determinação da massa seca:


M Aterro M Aterro = 1766 000 kN
Ms = ⇒
(1 + w Aterro )
Ms = 1535 652 kN
1.766.000 kN
Ms = ⇒
(1 + 0,15 )
Ms = 1.535.652 kN
Preparado por:Thatiana Aparecida Lelis e Paulo Sérgio de Almeida Barbosa
Escola de Engenharia de São Carlos – USP
Departamento de Geotecnia 33
Exercícios
Exercício 028
 Deseja-se construir um aterro com volume de 100.000 m³, g = 17,66 kN/m³,
w = 15%. A área de empréstimo apresenta um solo com gs = 26,49 kN/m³ e
n = 58%. Qual o volume a ser escavado para se construir o citado aterro?
Como não se conhece o teor de umidade da área de empréstimo deve-se utilizar o
peso específico seco para se determinar o volume a ser escavado!

Ms γs Ms .(1 + e )
γd = ⇒ ⇒ VEscav ado =
VEscav ado 1 + e Empréstimo γs

Determinação do índice de vazios:


nEmp . M Aterro = 1766 000 kN
e Emp . = ⇒
(1 - nEmp . )
Ms = 1535 652 kN
0,58
e Emp . = ⇒ e Emp . = 1,38
(1 - 0,58 )
e Emp . = 1,38

Preparado por:Thatiana Aparecida Lelis e Paulo Sérgio de Almeida Barbosa


Escola de Engenharia de São Carlos – USP
Departamento de Geotecnia 34
Exercícios
Exercício 028
 Deseja-se construir um aterro com volume de 100.000 m³, g = 17,66 kN/m³,
w = 15%. A área de empréstimo apresenta um solo com gs = 26,49 kN/m³ e
n = 58%. Qual o volume a ser escavado para se construir o citado aterro?
Como não se conhece o teor de umidade da área de empréstimo deve-se utilizar o
peso específico seco para se determinar o volume a ser escavado!

Ms γs Ms .(1 + e )
γd = ⇒ ⇒ VEscav ado =
VEscav ado 1 + e Empréstimo γs

1535 652.(1 + 1,38 )


VEscavado = ⇒ M Aterro = 1766 000 kN
26,49
Ms = 1535 652 kN
VEscavado = 138 026 m ³ e Emp . = 1,38

Preparado por:Thatiana Aparecida Lelis e Paulo Sérgio de Almeida Barbosa

Você também pode gostar