Você está na página 1de 44

FEC-0178

CÁLCULO E DIMENSIONAMENTO DE TERÇAS, VIGAS E


PILARES DE AÇO

Prof. Dr. João Alberto Venegas Requena


Prof. Dr. Cilmar Baságlia

AULA 10: Dimensionamento de Placas de Base


Referências Bibliográficas

1. Malite, M.; Gonçalves, R.M. (2012). Ligações em Estruturas de Aço. Notas de Aula.
Escola de Engenharia de São Carlos, Universidade de São Paulo, São Carlos.

2. Pfeil, W.; Pfeil, M. (2008). Estruturas de Aço: Dimensionamento Prático de Acordo


com a NBR8800:2008. 8ª Edição, LTC.

3. Salmon, C.G.; Johnson, J.E.; Malhas, F.A. (2009). Steel structures:


Design and behavior. 5ª Edição, Pearson Prentice Hall.
.
4.
Bases rotuladas
Bases
rotuladas
Bases engastadas
Bases
engastadas
Chumbadores (barras de ancoragem)
Chumbadores fixos – furos na placa de base
Cavidades para chumbadores
Cavidades para chumbadores
Chumbadores: distâncias e comprimentos mínimos

Fonte: AISC Steel Design Guide 1, 1990


Pressão de contato sobre apoios de concreto

Tensão resistente de cálculo


à pressão de contato
Projeto de bases rotuladas
Projeto de bases rotuladas: cálculo da espessura da placa de base

Seções
críticas

Linhas de escoamento externas: definem os balanços “m” e “n”


Projeto de bases rotuladas:
cálculo da espessura da placa de base
M Sd d M Rd


pd m pd n  Zf y t  f y
RX ” J a 
 

pd m 
pd n 
t t 
fy
e t t 
fy
Projeto de bases rotuladas: cálculo da espessura da placa de base


V c Rd c
t t 
fy

Linhas de escoamento internas: definem uma área efetiva


de pressão de contato (AH) e o respectivo balanço “c”


c d  b f  t f  d  b f  t f    AH  t f b f º
 «¬ »¼

c d  b f  t f  d  b f  t f    AH  t f b f º
 «¬ »¼

bf d
N  Sd N Sd
BH

f ck A N  Sd
V c Rd d f ck AH
J cJ n A V c Rd

bf d
Projeto de bases engastadas

Modelo 1 - distribuição triangular da pressão de contato

Ver AISC Steel Design Guide 1, 2006 -


Appendix B
Projeto de bases engastadas

Modelo 2 - distribuição uniforme da pressão de contato


(recomendado pelo AISC Steel Design Guide 1, 2006)

e ” elim e > elim


EXEMPLO DE CÁLCULO:
BASE ENGASTADA
Chumbadores ASTM A36 – db = 25mm
Furos dh = 46mm e arruelas com
furo-padrão soldadas à placa de base

Base de concreto 500mm x 800mm


fck = 20MPa
Dois casos:

Se e ” elim ĺ base sob “pequeno momento”, T = 0


Se e > elim ĺ base sob “grande momento”, T  0

e ” elim e > elim


elim = ?
Admitindo T = 0, resulta:

H y
a  e
 
H yPLQ
eOLP aPD[ 
 

ymin corresponde a ıc,max = ıc,Rd

H N Sd
eOLP 
H é o comprimento da placa de base
B é a largura da placa de base
  B V c Rd
Tensão resistente de cálculo
à pressão de contato

  x
V c Rd kN  cm 
 x  x
Combinações de ações

Combinação 1 Combinação 2
H N Sd
Combinação 1: eOLP  cm
  BV c Rd

M Sd 
e cm  eOLP cm
N Sd 
Combinação 1:

H y
e  o y   x   cm
 
N Sd 
V c Sd kN  cm   V c Rd OK! Confirma a
By  x hipótese
Combinação 1:
m = 129mm
n = 78mm

pd m 
M Sd

Zf y t pb   f y
M Rd
 

pd m   x
t pb t  o t pb t  cm
fy 
H N Sd
Combinação 2: eOLP  cm
  BV c  Rd

M Sd 
e cm ! eOLP cm
N Sd 

Equilíbrio:

™Fvertical = 0

™M = 0
Equilíbrio:

™Fvertical = 0

™MB = 0

T + NSd = Rc

NSd(e + b) = Rc(0,5H + b – 0,5y)

Resulta uma equação do 2º. grau em y, cuja menor raiz é:

 N Sd e  b
y b   H  b   H 
BV c Rd
Resulta:

y = 5,0 cm

Rc = ıc,RdBy = 225kN

T = Rc – NSd = 155kN

No lado comprimido:
M Sd  x kN cm  cm
Zf y t pb f y
M Rd
 
Faixa unitária

M Sd d M Rd o t pb t cm
Do lado dos chumbadores tracionados:

M Sd  x kN cm


Zf y  xt pb f y
M Rd
 

M Sd d M Rd o t pb t cm
Cálculo dos chumbadores: diâmetro
Admitindo chumbadores ASTM A36 – db = 25mm
Furos dh = 46mm e arruelas com
furo-padrão soldadas à placa de base

Ab = 4,91cm2

Abe = 0,75Ab = 3,68cm2


Tração:

Abe f ub  x 
Ft  Rd kN ! Ft  Sd kN OK!
J a 

Cisalhamento:
 Ab fub  x x 
Fv Rd kN ! Fv Sd kN OK!
J a 

Tração e cisalhamento combinados:


   
§ Ft  Sd · § Fv Sd ·
¨ ¸ ¨ ¸ d  o §¨   ·
¸
§ ·

¨ ¸    OK!
¨ Ft  Rd ¸ ¨ Fv Rd ¸ ©  ¹ ©  ¹
© ¹ © ¹
Cálculo dos chumbadores: comprimento

Transmissão da força de tração do chumbador para a base de concreto

Basicamente, há duas soluções:

Primeira solução

Ancoragem por aderência

Similar à ancoragem das barras da armadura


do concreto armado
Em geral, leva a chumbadores com elevado
comprimento
Ancoragem por aderência (ABNT NBR 6118:2007)

Resistência de aderência:

fbd = Ș1 Ș2 Ș3 fctd
Ș1 = 1,0 (barras lisas)

Ș2 = 1,0 (situações de boa aderência)

Ș3 = 1,0 (barras com diâmetro < 32mm)

f ctk LQI
f ctd
Jc

f ctk LQI  f ct  m   f ck
Ancoragem por aderência (ABNT NBR 6118:2007)

Comprimento de ancoragem básico:

d b f yd comprimento reto necessário para ancorar


"b a força limite Abfyd admitindo resistência de
 f bd aderência uniforme e igual a fbd

Comprimento de ancoragem necessário:

As  calc
" b nec D" b t " b PLQ
As  ef

o maior valor entre:


0,3Ɛb
0,7 (barras com gancho 10db
semicirculares – obrigatório
100mm
para barras lisas
No caso, resulta:
f ctk LQI 
f ctd MPa
Jc 

f ctk LQI  f ct  m   f ck  x     MPa

fbd = Ș1 Ș2 Ș3 fctd = 1,11MPa

d b f yd    
"b cm
 f bd  

As  calc
" b nec D" b t " b PLQ cm
As  ef
§ Nt,Sd / Nt,Rd = 77,5/109 = 0,71
Cálculo dos chumbadores: comprimento
Transmissão da força de tração do chumbador para a base de concreto

Segunda solução: mobilização do “cone de arrancamento”

Porca ou chapa
soldada
Segunda solução
Mobilização do “cone de arrancamento”: como os blocos de apoio em
geral têm dimensões reduzidas, limitando o desenvolvimento pleno dos
cones, a força resistente ao arrancamento resulta inferior à tração no
chumbador, o que implica na necessidade de armadura de transferência

No caso,

hef,min = 17x25 = 425mm

hef,min= 17db
Resumo:

Placa de base: espessura 38mm (1 ½”)

Chumbadores:

diâmetro 25mm (1”)


Comprimento de embutimento 650mm
Chumbadores e placas de base: dimensões mais empregadas

Chumbador Placa de base