Você está na página 1de 25

Técnicas de Laban

Rudolf Laban nasceu na áustria, em 1879. Bailarino, de trajetória


reconhecida, desenvolveu uma notação de movimento, capaz de registrar
qualquer manifestação de um aspecto do movimento, a "kinetography
laban", conhecida também como "labanotation".

Laban baseou-se no paradigma de que o movimento humano é sempre


constituído dos mesmos elementos, seja na arte, no trabalho, na vida
cotidiana. Desenvolveu todo um estudo sobre os elementos que constituem
o movimento e a sua utilização, dando ênfase aos aspectos psíquicos e
fisiológicos , que levam o ser humano ao movimento. Sua metodologia e a
profundidade do seu estudo, nos auxilia a entender o ser humano através
do movimento, nos mais diversos aspectos e pode ser aplicada nos diversos
setores da atividade humana: artes, educação, trabalho, psicologia,
sociologia, etc.

Podemos observar que o ser humano, movimenta-se para satisfazer alguma


necessidade, realizando a satisfação de algum desejo, de algo que lhe tenha
valor. Dividimos nossos movimentos em duas categorias: movimentos
tangíveis e movimentos intangíveis. Por exemplo: quando você esta com
sede, você pega um copo , vai em direção a geladeira, abre , pega a garrafa
de água e enche o copo - esta é a parte tangível do movimento! Agora, a
forma como você se desloca até a geladeira, o jeito como pega o copo, a
velocidade com que derrama a água dentro do copo, o jeito de engolir á
água, seriam as partes intangíveis do movimento, seria propriamente a
descrição do que nos motiva, de forma não aparente, mas que revela uma
linguagem velada através do movimento, onde para traduzir esta
"intangibilidade" necessitaríamos decodificar os esforços básicos do
movimento - peso, tempo, fluxo e direção - que em suas combinações
produzem estados , qualidades, ações de movimento e paralelamente
caracterizam ações psíquicas presentes em nossos atos.

Assim, observamos que nosso corpo pode ser comparado à uma orquestra
toda sintonizada, afinada,onde uma parte , um instrumento, esta associado
ao outro. O movimento , a ação de uma parte do corpo deve ser sempre
entendida em relação ao todo , por que este estará sempre afetando e
sendo afetada por este, seja por uma relação harmônica ou de
contraposição. Devemos estar atentos a determinadas perguntas , que vão
nos guiar em um análise de movimento , nos ajudando a esclarecer o que
parece ser inexplicável: 1) qual é a parte que se move? 2) em que direção
ou direções do espaço o movimento se realiza? 3) qual a velocidade em que
o movimento é efetuado? 4) que grau de energia muscular é gasto no
movimento? Por exemplo, se as respostas fossem respectivamente:

1) braço e mão
2) espaço direto
3) tempo rápido
4) intensa - peso forte

Teríamos uma ação básica que chamamos de socar. Então, podemos


analisar que os esforços de peso , tempo , fluência e espaço são elementos
que combinados de certas formas geram "ações corporais" específicas : -
em relação ao peso , uma atitude relaxada ou enérgica - em relação ao
espaço, uma atitude flexível-indireta ou direta - linear - em relação ao
tempo, uma atitude curta - rápida ou prolongada- lenta - em relação a
fluência ou fluxo, uma atitude livre - liberta ou controlada- contida Assim,
nos vemos diante de um universo enorme de combinações de esforços, que
geram ações de movimento como o socar, o talhar, o pontuar, o sacudir, o
pressionar, o torcer, o deslizar, o flutuar... e a partir destas ações básicas,
obtemos uma série de ações derivadas ( que são tidas como ações
elementares incompletas , pois um ou dois esforços não estarem tão
presente ou ocultados ).

Observe:

- a partir do socar -> empurrar, chutar, cutucar


- a partir do talhar -> bater, atirar, chicotear
- a partir do pontuar -> palmadinha, abanar
- a partir do sacudir -> roçar, agitar
- a partir do pressionar -> prensar, partir, apertar
- a partir do torcer -> arrancar, colher, esticar
- a partir do deslizar -> alisar, lambuzar, borrar
- a partir do flutuar -> espalhar, mexer, remada

Todas as ações básicas e derivadas são combinações variáveis dos fatores


de peso, tempo , espaço, fluxo, em graus de intensidade diferentes. Em
uma ação básica como:

- socar: você encontra presente o peso forte e o espaço direto.


- talhar: você encontra o peso forte já associado a um espaço indireto
flexível e o tempo lento
- pontuar: o peso já é leve com o fator espaço sendo direto e o tempo rápido
- pressão: o peso é forte, o espaço direto e o tempo lento
- flutuar: o peso é leve com espaço indireto e o tempo lento
- sacudir: o peso já é leve, o espaço indireto e o tempo rápido
- deslizar: o peso é leve , o espaço é direto e o tempo é lento
- torcer: o peso é forte, o espaço indireto e o tempo lento

Encontrando resistência externa ou uma dúvida interna, a ação básica será


retardada e mantida, transformando-se nas seguintes modalidades
descritas a seguir. O que acontece, de fato, é que o fator tempo foi o
esforço que determinou a mudança da ação corporal, mesmo que este
esteja latente.

Observe:

"socar - forte , direto, tempo rápido para pressão - forte ,direta, tempo
lento"

"talhar - forte , indireto e tempo rápidopara torcer - forte,indireto e tempo


lento"

"pontuar - leve, direto e tempo rápidopara deslizar - leve , direto e tempo


lento"
"sacudir - leve ,indireto e tempo rápido paraflutuar - leve, indireto e tempo
lento"

Descendo mais fundo, vamos decodificar os elementos de esforços ( peso -


tempo - espaço - fluxo) em dois componentes: um deles é operativo e
mensurável. O outro é pessoal e classificável. Quero dizer, no operativo,
você é ativo sobre o esforço; no classificável, o esforço é ativo sobre você
ou seja, torna-se passivo ; sofre a influência do esforço sobre seu
movimento. Vamos definir, para entendermos melhor...

Peso:

forte
ativo - operativo : firme, peso forte, consiste de uma resistência forte ao
peso
passivo - classificável : pesado, sensação de movimento de peso,
movimentação pesada

leve
ativo - operativo :toque suave, peso leve
passivo - classificável: resistência fraca ao peso, atitude frouxa, ausência de
peso

Tempo:

rápido
ativo - operativo : súbito, tempo rápido, velocidade rápida
passivo - classificável: curto espaço de tempo, sensação de instantaneidade

lento
ativo - operativo :esforço sustentado, velocidade lenta
passivo - classificável: movimento de longa duração ou de uma sensação
sem fim

Espaço:

direto
ativo - operativo : espaço direto, linha reta quanto à direção
passivo - classificável: sensação de estreiteza

indireto
ativo - operativo :indireto, linha ondulante quanto à direção
passivo - classificável: sensação de uma extensão flexível no espaço,
sensação de estar em toda a parte

Bom, enquanto no ativo - operativo, nas ações funcionais propriamente


ditas, a sensação do movimento não passa de um fator secundário , no
passivo - classificável ou situações expressivas, a experiência
psicossomática é extremamente relevante. Analisamos que os fatores de
peso, tempo, espaço nas ações corporais mudam de forma enfática:

- o fator peso se transforma em sensação de pesado ou leveza


- o fator tempo se transforma em sensação de duração ou passagem
- o fator espaço se transforma em sensação de expansão ou plasticidade.
Já o fator fluxo possui uma complexidade maior. Este fator se relaciona à
facilidade de mudança. Quando a sensação de continuidade do fluir vai
sendo atenuada, fluxo contido podemos falar em sensação de "pausa", mas
o movimento continua... só que mais controlado. E quando o esforço de
fluência é livre, um fluxo libertado, a sensação é de fluidez do movimento.
Um fluir para fora, capacidade de emissão, expressão... assim, as variações
de esforços em termos psicossomáticos ou as qualidades da experiência
psicossomática podem ser organizadas como as oito sensações básicas do
movimento, da mesma forma que existem as oito ações básicas do
movimento.

Para que serve tudo isto?

Te ajuda a desmistificar o movimento... saber que este pode ser


decodificado por meio de uma escrita que lhe auxilia ao escrever uma
coreografia, Analisar movimentos preponderantes em uma situação, uma
pessoa, uma conversa, um ambiente, um estado emocional, etc...

Vamos ver agora, as experiências psicossomáticas que estão relacionadas


com estas duas ações básicas (socar e flutuar) e nas suas ações grupais
respectivas na ação fundamental de flutuar:

- a sensação do movimento que lhe é característica , poderia ser chamada


de suspensa.
- o fator peso traduz leveza, peso leve,como se estivesse boiando.
- o fator tempo - duração , traduz a sensação de duração longa , como se o
tempo fosse interminável.
- o fator espaço - expansão é flexível, com se estivesse se enrugando no
espaço.

Agora, as três sensações básicas dos movimentos (experiência


psicossomática) que mais se relacionam à sensação "suspensa"podem ser
caracterizadas da seguinte forma:

- relaxada: a sensação de peso foi alterada e tornou-se pesada, logo, seus


três componentes são: pesado - flexível - longo
- excitada: a sensação do tempo foi alterada e tornou-se curta, logo, seus
três componentes são: leve - flexível - curto
- eufórica: a sensação do espaço foi alterada e tornou-se filiforme, logo.
seus três componentes são:leve -filiforme - longo

Na ação fundamental de socar:

- sua sensação de movimento inerente é o que podemos descrever como


"deixar cair".
- o fator de peso se torna pesado, como se fosse arrastado para baixo.
- o fator tempo se torna curto, como um instante.
- o fator espaço se torna filiforme , como uma
- abertura longa e estreita no espaço.

Agora, as três sensações básicas dos movimentos (experiência


psicossomática) que mais se relacionam à sensação "de deixar cair" podem
ser caracterizadas da seguinte forma:
- estimulada: a sensação de peso foi alterada e tornou-se leve, logo, seus
componentes são: leve -filiforme -curto.
- afundando: a sensação de tempo foi alterada e tornou-se longa, logo, seus
componentes são: pesado -filiforme -longo.
- desmoronando: a sensação do espaço foi alterada e tornou-se flexível,
logo, seus componentes são: pesado -flexível -curto.

As emoções podem ser entendidas em termos de movimento... logo, temos


um instrumento para iniciar um processo de transformação emocional
associado ao de ampliação de nosso vocabulário de movimentos. É claro
que temos muito mais a explorar neste universo enorme do sistema Laban
de análise de movimento, mas, gostaria de deixar ressaltado aqui alguns
aspectos:

Observe bem os pontos do espaço em que seus movimentos se dirigem,


suas expressões faciais: estão para cima, para baixo, para dentro, para fora,
de forma direta ou indireta, com fluxo livre ou fluxo contido, com peso forte
ou leve, se são rápidos ou lentos. Quais as suas sensações? Relaxada,
excitada, eufórica, estimulada, afundada, desmoronada. Qual o desenho, os
percursos que seus pés traçam no chão, que seus braços traçam no espaço,
se seus movimentos são simétricos ou assimétricos etc...

Você agora já sabe um pouco deste vocabulário e pode começar á observar


através de uma outra ótica. Isto é um exercício, não acontece de uma hora
para outra... saiba, que cada sociedade enfatiza determinados esforços em
suas respectivas épocas, e,no período histórico seguinte, os esforços
contrapostos surgem como uma forma de restabelecer o equilíbrio desta
sociedade.

- Se enfatiza-se a leveza ou o toque leve, degenera-se a força do corpo.

- Se não são mais valorizado os movimentos grandes e flexíveis, a rigidez


fica cristalizada.

- Se as ações sustentadas são objeto de hiper valorização, ficam


prejudicadas as capacidades em tomar decisões rápidas.

- Se a velocidade passa a ser um ideal de comportamento, esta rapidez gera


problemas no sistema nervoso.

- Uma flexibilidade excessiva provoca uma reação antagônica, ao se tomar


qualquer tentativa de abordar de forma direta e objetiva coisas e idéias,
podendo provocar a fuga de questões e temas diretos e claros.

- E a brutalidade social, por sua vez, vai sempre exaltar a supremacia da


força física.

Assim,vemos que ao priorizarmos determinados esforços, a combinação de


determinadas ações de movimento, criamos sempre um estado de
desequilíbrio individual ou social. Portanto, amplie cada vez mais seu
vocabulário de movimento. Este leque de movimentos lhe trará maior
equilíbrio em todos os setores da vida...
RUDOLF LABAN NASCEU NA ÁUSTRIA, EM 1879. BAILARINO, DE TRAJETÓRIA
RECONHECIDA, DESENVOLVEU UMA NOTAÇÃO DE MOVIMENTO, CAPAZ DE
REGISTRAR QUALQUER MANIFESTAÇÃO DE UM ASPECTO DO MOVIMENTO, A
"KINETOGRAPHY LABAN", CONHECIDA TAMBÉM COMO "LABANOTATION".

LABAN BASEOU-SE NO PARADIGMA DE QUE O MOVIMENTO HUMANO É


SEMPRE CONSTITUÍDO DOS MESMOS ELEMENTOS, SEJA NA ARTE, NO
TRABALHO, NA VIDA COTIDIANA.

DESENVOLVEU TODO UM ESTUDO SOBRE OS ELEMENTOS QUE CONSTITUEM


O MOVIMENTO E A SUA UTILIZAÇÃO, DANDO ÊNFASE AOS ASPECTOS
PSÍQUICOS E FISIOLÓGICOS , QUE LEVAM O SER HUMANO AO MOVIMENTO.
SUA METODOLOGIA E A PROFUNDIDADE DO SEU ESTUDO, NOS AUXILIA A
ENTENDER O SER HUMANO ATRAVÉS DO MOVIMENTO , NOS MAIS DIVERSOS
ASPECTOS E PODE SER APLICADA NOS DIVERSOS SETORES DA ATIVIDADE
HUMANA: ARTES, EDUCAÇÃO, TRABALHO,PSICOLOGIA, SOCIOLOGIA, ETC.

PODEMOS OBSERVAR QUE O SER HUMANO, MOVIMENTA-SE PARA


SATISFAZER ALGUMA NECESSIDADE, REALIZANDO A SATISFAÇÃO DE
ALGUM DESEJO, DE ALGO QUE LHE TENHA VALOR.

DIVIDIMOS NOSSOS MOVIMENTOS EM DUAS CATEGORIAS:

MOVIMENTOS TANGÍVEIS

MOVIMENTOS INTANGÍVEIS.

POR EXEMPLO: QUANDO VOCÊ ESTA COM SEDE,VOCÊ PEGA UM COPO , VAI
EM DIREÇÃO A GELADEIRA, ABRE , PEGA A GARRAFA DE ÁGUA E ENCHE O
COPO - ESTA É A PARTE TANGÍVEL DO MOVIMENTO! AGORA A FORMA COMO
VOCÊ SE DESLOCA ATÉ A GELADEIRA, O JEITO COMO PEGA O COPO, A
VELOCIDADE COM QUE DERRAMA A ÁGUA DENTRO DO COPO, O JEITO DE
ENGOLIR Á ÁGUA, SERIAM AS PARTES INTANGÍVEIS DO MOVIMENTO, SERIA
PROPRIAMENTE A DESCRIÇÃO DO QUE NOS MOTIVA, DE FORMA NÃO
APARENTE, MAS QUE REVELA UMA LINGUAGEM VELADA ATRAVÉS DO
MOVIMENTO, ONDE PARA TRADUZIR ESTA "INTANGIBILIDADE"
NECESSITARÍAMOS DECODIFICAR OS ESFORÇOS BÁSICOS DO MOVIMENTO -
PESO, TEMPO, FLUXO E DIREÇÃO - QUE EM SUAS COMBINAÇÕES
PRODUZEM ESTADOS , QUALIDADES, AÇÕES DE MOVIMENTO E
PARALELAMENTE CARACTERIZAM AÇÕES PSÍQUICAS PRESENTES EM
NOSSOS ATOS.

ASSIM, OBSERVAMOS QUE NOSSO CORPO PODE SER COMPARADO À UMA


ORQUESTRA TODA SINTONIZADA, AFINADA,ONDE UMA PARTE , UM
INSTRUMENTO, ESTA ASSOCIADO AO OUTRO.
O MOVIMENTO , A AÇÃO DE UMA PARTE DO CORPO DEVE SER SEMPRE
ENTENDIDA EM RELAÇÃO AO TODO , POR QUE ESTE ESTARÁ SEMPRE
AFETANDO E SENDO AFETADA POR ESTE, SEJA POR UMA RELAÇÃO
HARMÔNICA OU DE CONTRAPOSIÇÃO.

DEVEMOS ESTAR ATENTOS A DETERMINADAS

PERGUNTAS , QUE VÃO NOS GUIAR EM UM ANÁLISE

DE MOVIMENTO , NOS AJUDANDO A ESCLARECER

O QUE PARECE SER INEXPLICÁVEL:

1) QUAL É A PARTE QUE SE MOVE?

2) EM QUE DIREÇÃO OU DIREÇÕES DO ESPAÇO

O MOVIMENTO SE REALIZA?

3)QUAL A VELOCIDADE EM QUE O MOVIMENTO É EFETUADO?

4) QUE GRAU DE ENERGIA MUSCULAR É GASTO NO MOVIMENTO?

POR EXEMPLO, SE AS RESPOSTAS FOSSEM RESPECTIVAMENTE:

1)BRAÇO E MÃO

2)ESPAÇO DIRETO

3) TEMPO RÁPIDO

4)INTENSA - PESO FORTE

TERÍAMOS UMA AÇÃO BÁSICA

QUE CHAMAMOS DE SOCAR

ENTÃO, PODEMOS ANALISAR QUE

OS ESFORÇOS DE PESO , TEMPO , FLUÊNCIA, E ESPAÇO


SÃO ELEMENTOS QUE COMBINADOS DE CERTAS FORMAS

GERAM

"AÇÕES CORPORAIS" ESPECÍFICAS :

EM RELAÇÃO AO PESO , UMA ATITUDE RELAXADA OU ENÉRGICA

EM RELAÇÃO AO ESPAÇO, UMA ATITUDE FLEXÍVEL-INDIRETA OU DIRETA -


LINEAR

EM RELAÇÃO AO TEMPO,UMA ATITUDE CURTA- RÁPIDA OU PROLONGADA-


LENTA

EM RELAÇÃO A FLUÊNCIA OU FLUXO, UMA ATITUDE LIVRE -LIBERTA OU

CONTROLADA-CONTIDA

ASSIM , NOS VEMOS DIANTE DE UM UNIVERSO ENORME DE COMBINAÇÕES


DE ESFORÇOS, QUE GERAM AÇÕES DE MOVIMENTO COMO O SOCAR, O
TALHAR, O PONTUAR, O SACUDIR,O PRESSIONAR, O TORCER, O DESLIZAR, O
FLUTUAR...

E A PARTIR DESTAS AÇÕES BÁSICAS, OBTEMOS UMA SÉRIE DE

AÇÕES DERIVADAS ( QUE SÃO TIDAS COMO AÇÕES ELEMENTARES


INCOMPLETAS , POIS UM OU DOIS ESFORÇOS NÃO ESTAREM TÃO PRESENTE
OU OCULTADOS ).

OBSERVE:

A PARTIR DO SOCAR -> EMPURRAR,CHUTAR,CUTUCAR

A PARTIR DO TALHAR -> BATER, ATIRAR,CHICOTEAR

A PARTIR DO PONTUAR -> PALMADINHA, ABANAR


A PARTIR DO SACUDIR -> ROÇAR, AGITAR

A PARTIR DO PRESSIONAR -> PRENSAR, PARTIR, APERTAR

A PARTIR DO TORCER -> ARRANCAR, COLHER, ESTICAR

A PARTIR DO DESLIZAR -> ALISAR, LAMBUZAR, BORRAR

A PARTIR DO FLUTUAR -> ESPALHAR, MEXER, REMADA

TODAS AS AÇÕES BÁSICAS E DERIVADAS

SÃO COMBINAÇÕES VARIÁVEIS DOS FATORES DE

PESO,TEMPO , ESPAÇO, FLUXO,

EM GRAUS DE INTENSIDADE DIFERENTES.

EM UMA AÇÃO BÁSICA COMO

SOCAR VOCÊ ENCONTRA PRESENTE

O PESO FORTE E E O ESPAÇO DIRETO

TALHAR VOCÊ ENCONTRA O PESO FORTE JÁ ASSOCIADO

A UM ESPAÇO INDIRETO - FLEXÍVEL E O TEMPO LENTO

PONTUAR O PESO JÁ É LEVE COM

O FATOR ESPAÇO SENDO DIRETO E O TEMPO RÁPIDO


PRESSÃO O PESO É FORTE, O ESPAÇO DIRETO

E O TEMPO LENTO

FLUTUAR O PESO É LEVE COM ESPAÇO INDIRETO

E O TEMPO LENTO

SACUDIR O PESO JÁ É LEVE ,

O ESPAÇO INDIRETO E O TEMPO RÁPIDO

DESLIZAR O PESO É LEVE , O ESPAÇO É DIRETO

E O TEMPO É LENTO

TORCER O PESO É FORTE, O ESPAÇO INDIRETO

E O TEMPO LENTO

ENCONTRANDO RESISTÊNCIA EXTERNA OU UMA DÚVIDA INTERNA , A AÇÃO


BÁSICA SERÁ RETARDADA E MANTIDA , TRANSFORMANDO-SE NAS
SEGUINTES MODALIDADES DESCRITAS A SEGUIR!

O QUE ACONTECE, DE FATO, É QUE O FATOR TEMPO FOI O ESFORÇO QUE


DETERMINOU A MUDANÇA DA AÇÃO CORPORAL,MESMO QUE ESTE ESTEJA
LATENTE!

OBSERVE:

"SOCAR - FORTE , DIRETO, TEMPO RÁPIDO

PARA

PRESSÃO - FORTE ,DIRETA, TEMPO LENTO"<


****

"TALHAR - FORTE , INDIRETO E TEMPO RÁPIDO

PARA

TORCER - FORTE,INDIRETO E TEMPO LENTO"

****

"PONTUAR - LEVE, DIRETO E TEMPO RÁPIDO

PARA

DESLIZAR - LEVE , DIRETO E TEMPO LENTO">

****

SACUDIR - LEVE ,INDIRETO E TEMPO RÁPIDO

>
PARA

FLUTUAR - LEVE, INDIRETO E TEMPO LENTO"

DESCENDO MAIS FUNDO, VAMOS DECODIFICAR OS ELEMENTOS DE


ESFORÇOS

( PESO - TEMPO - ESPAÇO - FLUXO) EM DOIS COMPONENTES:

- UM DELES É OPERATIVO E MENSURÁVEL

- O OUTRO É PESSOAL E CLASSIFICÁVEL

QUERO DIZER,

NO OPERATIVO, VOCÊ É ATIVO SOBRE O ESFORÇO

NO CLASSIFICÁVEL, O ESFORÇO É ATIVO SOBRE VOCÊ OU SEJA, TORNA-SE


PASSIVO ; SOFRE A INFLUÊNCIA DO ESFORÇO SOBRE SEU MOVIMENTO.
VAMOS DEFINIR, PARA ENTENDERMOS MELHOR...

PESO

FORTE

ATIVO - OPERATIVO :FIRME, PESO FORTE,CONSISTE DE UMA RESISTÊNCIA


FORTE AO PESO

PASSIVO - CLASSIFICÁVEL : PESADO, SENSAÇÃO DE MOVIMENTO DE PESO,


MOVIMENTAÇÃO PESADA

LEVE

ATIVO - OPERATIVO :TOQUE SUAVE, PESO LEVE

PASSIVO - CLASSIFICÁVEL: RESISTÊNCIA FRACA AO PESO, ATITUDE


FROUXA,AUSÊNCIA DE PESO

****

TEMPO

RÁPIDO

ATIVO - OPERATIVO : SÚBITO, TEMPO RÁPIDO, VELOCIDADE RÁPIDA

PASSIVO - CLASSIFICÁVEL: CURTO ESPAÇO DE TEMPO, SENSAÇÃO DE


INSTANTANEIDADE

LENTO

ATIVO - OPERATIVO :ESFORÇO SUSTENTADO, VELOCIDADE LENTA

PASSIVO - CLASSIFICÁVEL: MOVIMENTO DE LONGA DURAÇÃO OU DE UMA


SENSAÇÃO SEM FIM

****
ESPAÇO

DIRETO

ATIVO - OPERATIVO : ESPAÇO DIRETO, LINHA RETA QUANTO À DIREÇÃO

PASSIVO - CLASSIFICÁVEL: SENSAÇÃO DE ESTREITEZA

INDIRETO

ATIVO - OPERATIVO :INDIRETO, LINHA ONDULANTE QUANTO À DIREÇÃO

PASSIVO - CLASSIFICÁVEL: SENSAÇÃO DE UMA EXTENSÃO FLEXÍVEL NO


ESPAÇO,

SENSAÇÃO DE ESTAR EM TODA A PARTE

BOM, ENQUANTO NO ATIVO - OPERATIVO, NAS AÇÕES FUNCIONAIS


PROPRIAMENTE DITAS, A SENSAÇÃO DO MOVIMENTO NÃO PASSA DE UM
FATOR SECUNDÁRIO , NO PASSIVO - CLASSIFICÁVEL OU SITUAÇÕES
EXPRESSIVAS, A EXPERIÊNCIA PSICOSSOMÁTICA É EXTREMAMENTE
RELEVANTE!

ANALISAMOS QUE OS FATORES DE PESO, TEMPO, ESPAÇO

NAS AÇÕES CORPORAIS MUDAM DE FORMA ENFÁTICA:

O FATOR PESO

SE TRANSFORMA EM

SENSAÇÃO DE PESADO OU LEVEZA

O FATOR TEMPO

SE TRANSFORMA EM

SENSAÇÃO DE DURAÇÃO OU PASSAGEM


O FATOR ESPAÇO

SE TRANSFORMA EM

SENSAÇÃO DE EXPANSÃO OU PLASTICIDADE

JÁ O FATOR FLUXO POSSUI UMA COMPLEXIDADE MAIOR!

ESTE FATOR

SE RELACIONA

À FACILIDADE DE MUDANÇA!

QUANDO A SENSAÇÃO DE CONTINUIDADE DO FLUIR VAI SENDO


ATENUADA,FLUXO CONTIDO PODEMOS FALAR EM SENSAÇÃO DE "PAUSA",
MAS O MOVIMENTO CONTINUA... SÓ QUE MAIS CONTROLADO!

E, QUANDO O ESFORÇO DE FLUÊNCIA É LIVRE, UM FLUXO LIBERTADO,

A SENSAÇÃO É DE FLUIDEZ DO MOVIMENTO! UM FLUIR PARA FORA,


CAPACIDADE DE EMISSÃO,EXPRESSÃO...

--------------------------------------------------------------------------------

--------------------------------------------------------------------------------

ASSIM,

AS VARIAÇÕES DE ESFORÇOS EM TERMOS PSICOSSOMÁTICOS OU AS


QUALIDADES DA EXPERIÊNCIA PSICOSSOMÁTICA PODEM SER ORGANIZADAS
COMO AS OITO SENSAÇÕES BÁSICAS DO MOVIMENTO, DA MESMA FORMA
QUE EXISTEM AS OITO AÇÕES BÁSICAS DO MOVIMENTO.

--------------------------------------------------------------------------------

--------------------------------------------------------------------------------

VAMOS À ELAS:

AGORA USANDO

A CRUZ DOS ESFORÇOS


ONDE REGISTRAMOS OS FATORES

DE

TEMPO , ESPAÇO, FLUXO E DIREÇÃO

CRUZ DOS ESFORÇOS

DIAGRAMAÇÃO BÁSICA

DO

SISTEMA LABAN DE NOTAÇÃO,

OBJETIVO: ANÁLISE DAS AÇÕES DE MOVIMENTO ,

A PARTIR DA ESQUEMATIZAÇÃO DOS ESFORÇOS PRESENTES

EM CADA UMA DAS AÇÕES DE MOVIMENTO.

PESO ( LINHA VERTICAL),

TEMPO ( DOIS TRAÇOS HORIZONTAIS),

FLUXO ( LINHA HORIZONTAL),

ESPAÇO ( LINHA DIAGONAL PARA CIMA E PARA O LADO)

ASSIM, VEREMOS COMO AS AÇÕES DE MOVIMENTO

SÃO REPRESENTADAS ATRAVÉS DESTE DIAGRAMA ...

VEJA OS DIAGRAMAS ABAIXO

PODEMOS OBSERVAR QUE EXISTEM DUAS AÇÕES BÁSICAS DE MOVIMENTO,


O SOCAR E O FLUTUAR, QUE GERAM DOIS GRUPOS VINCULADOS À ESTAS
ATRAVÉS DA MUDANÇA DE ESFORÇOS!

--------------------------------------------------------------------------------

--------------------------------------------------------------------------------

SOCAR
--------------------------------------------------------------------------------

--------------------------------------------------------------------------------

FLUTUAR

--------------------------------------------------------------------------------

--------------------------------------------------------------------------------

AGORA, OBSERVE COMO ESTAS AÇÕES

FICAM REPRESENTADAS

NA CRUZ DOS ESFORÇOS!

--------------------------------------------------------------------------------

--------------------------------------------------------------------------------

DERIVADAS DE SOCAR

--------------------------------------------------------------------------------

--------------------------------------------------------------------------------

DERIVADAS DE FLUTUAR
--------------------------------------------------------------------------------

--------------------------------------------------------------------------------

PARA QUE SERVE TUDO ISTO?

TE AJUDA A DESMISTIFICAR O MOVIMENTO...

SABER QUE ESTE PODE SER DECODIFICADO

ATRAVÉS DE UMA ESCRITA QUE LHE AUXILIA

AO ESCREVER UMA COREOGRAFIA,

ANALISAR MOVIMENTOS PREPONDERANTES EM

UMA SITUAÇÃO ,

UMA PESSOA,

UMA CONVERSA,

UM AMBIENTE,

UM ESTADO EMOCIONAL,ETC...

--------------------------------------------------------------------------------

VAMOS VER AGORA, AS EXPERIÊNCIAS PSICOSSOMÁTICAS

--------------------------------------------------------------------------------

QUE ESTÃO RELACIONADAS COM ESTAS

DUAS AÇÕES BÁSICAS

SOCAR E FLUTUAR

NAS SUAS AÇÕES GRUPAIS RESPECTIVAS


NA AÇÃO FUNDAMENTAL DE

FLUTUAR - A SENSAÇÃO DO MOVIMENTO QUE LHE É CARACTERÍSTICA ,


PODERIA SER CHAMADA DE SUSPENSA.

O FATOR PESO TRADUZ LEVEZA, PESO LEVE,COMO SE ESTIVESSE


BOIANDO.

O FATOR TEMPO - DURAÇÃO , TRADUZ A SENSAÇÃO DE DURAÇÃO LONGA ,


COMO SE O TEMPO FOSSE INTERMINÁVEL.

O FATOR ESPAÇO - EXPANSÃO É FLEXÍVEL, COM SE ESTIVESSE SE


ENRUGANDO NO ESPAÇO.

AGORA, AS TRÊS SENSAÇÕES BÁSICAS DOS MOVIMENTOS (EXPERIÊNCIA


PSICOSSOMÁTICA) QUE MAIS SE RELACIONAM À SENSAÇÃO
"SUSPENSA"PODEM SER CARACTERIZADAS DA SEGUINTE FORMA:

RELAXADA: NESTA, A SENSAÇÃO DE PESO FOI ALTERADA E TORNOU-SE


PESADA. LOGO, SEUS TRÊS COMPONENTES SÃO: PESADO - FLEXÍVEL -
LONGO

EXCITADA: NESTA, A SENSAÇÃO DO TEMPO FOI ALTERADA E TORNOU-SE


CURTA. LOGO, SEUS TRÊS COMPONENTES SÃO: LEVE - FLEXÍVEL - CURTO

EUFÓRICA:NESTA, A SENSAÇÃO DO ESPAÇO FOI ALTERADA E TORNOU-SE


FILIFORME. LOGO. SEUS TRÊS COMPONENTES SÃO:LEVE -FILIFORME -
LONGO

NA AÇÃO FUNDAMENTAL DE

SOCAR - SUA SENSAÇÃO DE MOVIMENTO INERENTE É O QUE PODEMOS


DESCREVER COMO "DEIXAR CAIR".

O FATOR DE PESO SE TORNA PESADO, COMO SE FOSSE ARRASTADO PARA


BAIXO.

O FATOR TEMPO SE TORNA CURTO, COMO UM INSTANTE.

O FATOR ESPAÇO SE TORNA FILIFORME , COMO UMA

ABERTURA LONGA E ESTREITA NO ESPAÇO.

AGORA, AS TRÊS SENSAÇÕES BÁSICAS DOS MOVIMENTOS(EXPERIÊNCIA


PSICOSSOMÁTICA) QUE MAIS SE RELACIONAM À SENSAÇÃO "DE DEIXAR
CAIR"PODEM SER CARACTERIZADAS DA SEGUINTE FORMA:
ESTIMULADA: NESTA A SENSAÇÃO DE PESO FOI ALTERADA E TORNOU-SE
LEVE. LOGO, SEUS COMPONENTES SÃO: LEVE -FILIFORME -CURTO.

AFUNDANDO: NESTA A SENSAÇÃO DE TEMPO FOI ALTERADA E TORNOU-SE


LONGA. LOGO, SEUS COMPONENTES SÃO: PESADO -FILIFORME -LONGO.

DESMORONANDO: NESTA A SENSAÇÃO DO ESPAÇO FOI ALTERADA E


TORNOU-SE FLEXÍVEL. LOGO, SEUS COMPONENTES SÃO: PESADO -FLEXÍVEL
-CURTO.

--------------------------------------------------------------------------------

OBSERVARAM, COMO É INTERESSANTE?

AS EMOÇÕES PODEM SER ENTENDIDAS

EM TERMOS DE MOVIMENTO...

--------------------------------------------------------------------------------

LOGO, TEMOS UM INSTRUMENTO PARA INICIAR

UM PROCESSO DE TRANSFORMAÇÃO EMOCIONAL

ASSOCIADO AO DE AMPLIAÇÃO DE

NOSSO VOCABULÁRIO DE MOVIMENTOS!

É CLARO QUE TEMOS MUITO MAIS A EXPLORAR NESTE UNIVERSO ENORME


DO SISTEMA LABAN DE ANÁLISE DE MOVIMENTO!

MAS, GOSTARIA DE DEIXAR RESSALTADO

AQUI ALGUNS ASPECTOS...

OBSERVE BEM, OS PONTOS DO ESPAÇO EM QUE SEUS MOVIMENTOS SE


DIRIGEM,SUAS EXPRESSÕES FACIAIS: SE ESTÃO PARA CIMA , PARA BAIXO,
PARA DENTRO ,PARA FORA, DE FORMA DIRETA OU INDIRETA,COM FLUXO
LIVRE OU FLUXO CONTIDO, COM PESO FORTE OU LEVE, SE SÃO RÁPIDOS
OU LENTOS,QUAL AS SUAS SENSAÇÕES RELAXADA, EXCITADA, EUFÓRICA,
ESTIMULADA, AFUNDADA, DESMORONADA, QUAL O DESENHO,OS
PERCURSOS QUE SEUS PÉS TRAÇAM NO CHÃO, QUE SEUS BRAÇOS TRAÇAM
NO ESPAÇO, SE SEUS MOVIMENTOS SÃO SIMÉTRICOS OU ASSIMÉTRICOS,
ETC...

VOCÊ AGORA JÁ SABE UM POUCO DESTE VOCABULÁRIO E PODE COMEÇAR


Á OBSERVAR ATRAVÉS DE UMA OUTRA ÓTICA!

ISTO É UM EXERCÍCIO,
NÃO ACONTECE DE UMA HORA PARA OUTRA...

SAIBA, QUE CADA SOCIEDADE ENFATIZA DETERMINADOS ESFORÇOS EM


SUAS RESPECTIVAS ÉPOCAS.

E, NO PERÍODO HISTÓRICO SEGUINTE OS ESFORÇOS CONTRAPOSTOS


SURGEM COMO UMA FORMA DE RESTABELECER O EQUILÍBRIO DESTA
SOCIEDADE!

SE POR EXEMPLO, ENFATIZA-SE A LEVEZA OU O TOQUE LEVE,

DEGENERA-SE A FORÇA DO CORPO.

SE NÃO É MAIS VALORIZADO OS MOVIMENTOS GRANDES E FLEXÍVEIS,

A RIGIDEZ FICA CRISTALIZADA.

SE AS AÇÕES SUSTENTADAS SÃO OBJETO DE HIPER VALORIZAÇÃO,

FICAM PREJUDICADAS AS CAPACIDADES EM TOMAR DECISÕES RÁPIDAS.

SE A VELOCIDADE PASSA A SER UM IDEAL DE COMPORTAMENTO,

ESTA RAPIDEZ GERA PROBLEMAS NO SISTEMA NERVOSO.

UMA FLEXIBILIDADE EXCESSIVA PROVOCA UMA REAÇÃO ANTAGÔNICA, AO


SE TOMAR QUALQUER TENTATIVA DE ABORDAR DE FORMA DIRETA E
OBJETIVA COISAS E IDÉIAS, PODENDO PROVOCAR A FUGA DE QUESTÕES E
TEMAS DIRETOS E CLAROS.

E, POR SUA VEZ ,A BRUTALIDADE SOCIAL VAI SEMPRE EXALTAR

A SUPREMACIA DA FORÇA FÍSICA.

ASSIM,VEMOS QUE AO PRIORIZARMOS DETERMINADOS ESFORÇOS,

A COMBINAÇÃO DE DETERMINADAS AÇÕES DE MOVIMENTO,


CRIAMOS SEMPRE UM ESTADO DE DESEQUILÍBRIO INDIVIDUAL OU SOCIAL.

PORTANTO,AMPLIE CADA VEZ MAIS SEU VOCABULÁRIO DE MOVIMENTO!

ESTE LEQUE DE MOVIMENTOS LHE TRARÁ MAIOR EQUILÍBRIO EM TODOS OS


SETORES DA VIDA...

BOM , ISTO FOI O NOSSO PRIMEIRO PASSO!

IREMOS NOS APROFUNDAR EM LABAN 2,

ONDE ABORDAREI

ESTADOS E IMPULSOS...

CLIQUE AQUI EM BAIXO

SEGUE UMA SEQÜÊNCIA DE SLIDES

IMAGENS QUE PESQUISEI PARA PODERMOS EXERCITAR NOSSA ANÁLISE DE


MOVIMENTOS ,SONS ,SITUAÇÕES!

ENFIM , TUDO QUE ACONTECE Á SUA VOLTA...

CLIQUE COM A SETA VOLTAR PARA RETORNAR A ESTA PÁGINA

QUALQUER DÚVIDA ESCREVAM PARA MIM...

SOCIEDADE@ARTEESOCIEDADE.COM

Sign Guestbook View Guestbook


VIVENCIEM SEMPRE ESTA IDÉIA

"MOVIMENTO É VIDA,

EXPRESSE-SE!!!"

CLAUDIA FERNANDES

CIENTISTA SOCIAL

PROF. EXPRESSÃO CORPORAL

PÓS - GRADUAÇÃO EM ARTE-TERAPIA

PÓS - GRADUAÇÃO EM TERAPIA ATRAVÉS DO MOVIMENTO

BIBLIOGRAFIA DE REFERÊNCIA

"DOMÍNIO DO MOVIMENTO - RUDOLF LABAN"

Dança – celebrando a vida


“Mudar é fácil quando você se aceita plenamente
como é agora, em vez de tentar mudar
através do esforço e julgamento.”
(Joseph Bailey)

Há tempos tenho um grupo de meditação que se chama Escola de


Iluminação.
Nesse grupo trabalhamos a iluminação do momento, um estado corporal e
do coração (não-mental) de extrema alegria e fidelidade no aqui e agora.

Esse estado é obtido através das meditações que envolvem dança,


movimentos e silêncio.
A dança é uma linguagem bastante antiga, mas foi muito esquecida em
nosso mundo “moderno”. No passado ela era praticada como forma de
alcançar a eternidade e a alegria em quase todas as culturas.
O homem, o Homo sapiens, segundo vários registros, dança há pelo menos
50 mil anos e por muito tempo fez disso uma prática diária.

Em nossa sociedade valoriza-se muito a tristeza. Por exemplo, se você


está andando na rua, cabisbaixo, chorando, é bem possível que alguém
tente consolá-lo. Agora, se começar a dançar na rua, provavelmente será
julgado louco, a sociedade irá prendê-lo.

Em nossa cultura as pessoas alegres acabam incomodando, porém toda


criança já nasce com a dimensão da alegria, da celebração. As crianças
nascem assim: rodando, dançando, girando no mesmo lugar, que também é
um tipo de meditação praticada por mestres sufis.
A criança nasce absolutamente inteira, por isso é bonita. Quando ela tem
raiva, é tão inteira nesse sentimento que se torna bonita.

Quando está feliz, ela é inteira. Quando fala, é inteira. Quando pergunta
“por quê?” “por quê?” “por quê?”, ela é inteira. Por isso é difícil controlar
uma criança, ela tem liberdade, que com o tempo nós perdemos.

Quando eu era criança me acordavam às 7 horas da manhã, com o dia


frio, dizendo: “Acorde! Vá estudar”. Eu queria continuar dormindo. O
cobertor e a cama quentinha... Eu queria dormir, mas me acordavam. À
noite eu queria olhar a lua, as estrelas, namorar, paquerar, mas vinha
alguém e dizia: “Vá dormir, está na hora”.
Sinto que isso já aconteceu com você. Não é culpa dos pais. É a “mãe
cultura”.

A criança quer dormir, mandam que acorde; ela quer acordar, pedem
para que durma. Nós nascemos com o sabor da liberdade, aí vem à
sociedade, a religião, a família, e cortam essa liberdade. Qual criança que
ao ver um dia de sol já não perguntou: “Mãe, posso brincar? Pai, posso
brincar?”. “Não, vá estudar!”. E a criança ouve uma quantidade de “nãos”
absolutamente grandes na vida: “não pode”, “não pode”, “não pode”.
Portanto, vamos perdendo esse êxtase, a alegria, a dança, a liberdade.

No dicionário podemos encontrar dez vezes mais palavras que


expressem emoções de tristeza, como depressão, medo, chateação,
aborrecimento, do que as que expressam alegria, felicidade, bem-estar,
contentamento.

Para recuperar essa capacidade de êxtase, um dos caminhos é a dança


educativa, criada por Rudolf Laban. É uma dança para você, para o
dançarino, diferente do balé, em que se fazem movimentos estudados. No
caso de Laban, você dança para você, fecha a porta do seu quarto e dança.
É tão simples, mas eficaz.
Podemos perceber que quando jovens e adolescentes “saem” para dançar
encontram esse estado de êxtase, pois a dança é uma porta para a
felicidade que nos coloca em contato com o sentir, com o coração. Você é
feliz no momento da dança. Existe até um texto de um mestre sufi chamado
Kabir que diz:

“Dance, meu coração! Dance hoje com alegria.


As formas do amor enchem os dias e as noites de música, e o mundo ouve a
melodia
Loucas de alegria, a vida e a morte dançando ao ritmo dessa música.
As montanhas, o mar e a terra dançam. O mundo do homem dança em riso
e lágrimas”.

A dança de Laban envolve oito movimentos:

O primeiro deles é o de socar, ou arremeter: você soca com as mãos,


com a cabeça, com as pernas, os pés, com o corpo todo. Isso nos
proporciona uma catarse, em que jogamos para fora muitos lixos que temos
no corpo. Nesse exercício, use músicas fortes.

A segunda dinâmica consiste nas lambadas leves, como se o corpo


estivesse chicoteando ligeiro, de modo bem flexível, bem solto. Essas
lambadas podem ser também com as mãos, com os pés, com o corpo todo.
Use músicas rápidas.

O terceiro movimento é o de pressionar, que pode ser também


empurrar, de maneira firme, direta, sustentada, imaginando que se está
tirando algo de você. Use uma música agitada.

O quarto movimento é o de flutuar. Flutuar como se estivesse voando,


bem flexível, solto, leve. Use músicas calmas, tranqüilas.

O quinto movimento são os toques ligeiros, também chamados de


pontuar, lembrando os movimentos da dança break, em que se pontua com
as mãos, com o corpo, em toques bem súbitos. Use músicas alegres.

O sexto movimento consiste em cortar o ar como se fosse uma lança,


bem flexível. Use músicas clássicas.

O sétimo movimento é o de retorcer para dentro, de modo contínuo,


firme, retorcendo-se cada vez mais. Use músicas suaves.

O oitavo movimento é o deslizar solto, livre, com os braços abertos.

São portanto oito dinâmicas: socar, lambadas leves, pressionar, flutuar,


retorcer, toques ligeiros, cortar o ar e deslizar. Use músicas celebrativas.

Todos os movimentos, dentro de sua dança educativa, devem ser para o


alto, na horizontal e baixo, para a esquerda e para a direita. Podem ser
profundos, curtos, na frente, atrás e no centro. Podem também ser com os
pés, a pelve, o rosto, os olhos, ou seja, você pode dividir seu corpo por
partes e mexê-las cada uma por vez. Um CD especial que pode ser utilizado
em suas práticas é o do filme Tarzan, da Disney.

Essa dinâmica de Laban — a dança para o dançarino — é só para você


reeducar o corpo, fazendo-o sentir prazer.

Esse é o corpo que você recebeu nesta viagem pelo planeta Terra.
Escolha amá-lo ou odiá-lo, ter ou não ter prazer.

Respiração

Nosso contato com o ritmo vem desde o ventre materno, através da


vibração do líquido amniótico com as batidas cardíacas e logo após, ao nascer,
com nosso ritmo respiratório. E não há dúvidas de que nosso ritmo interno se
modifica frente a diferentes sensações, como o susto, o medo, a ansiedade, a
paixão e ainda infinitas situações.

Acredito não ser possível falar de respiração sem que mencionemos o Yoga,
onde tantos exercícios respiratórios são encontrados com o intuito de
promover saúde e bem-estar. Na realização de exercícios respiratórios é
possível promover equilíbrio tanto físico e emocional quanto energético:

FÍSICO quando se massageia abdômen, tórax, ombros, etc. através do


movimento da musculatura utilizada no ato de respirar como o diafragma, os
retos abdominais, os intercostais e outros. Além disso, intensa sensação de
relaxamento e bem-estar é experimentada.

EMOCIONAL no momento em que se entra em contato com conteúdos


emocionais "esquecidos" ou guardados que podem estar gerando tensões
corporais de forma inconsciente, como por exemplo, as mágoas e
inseguranças. Saudável poderia ser entrar em contato com todas as
possibilidades de manifestações emocionais e encontrar o jeito próprio de lidar
com elas.

Os benefícios ENERGÉTICOS são excelentes, pois a energia circula pelos


vayus (canais energéticos) de forma plena, exalando brilho, cores e beleza
pelos chakras (centros energéticos) ao longo do corpo. Durante um trabalho
de consciência corporal é possível, por exemplo, que se identifique as
necessidades de cada um e se pratique exercícios respiratórios com a ajuda e
estímulo de ritmos musicais, cores e aromas.

No trabalho
Alongar-se, periodicamente, principalmente nos trabalhos em que se permaneça
sentado muitas horas.
Caso seja possível, ouvir música.
Parar, nem que seja por pouco tempo, como por exemplo, para beber água.

· Em Casa
Massagear os pés com óleo ou creme de sua preferência.
Dormir sem luz ou ruídos por perto como televisões ou rádios ligados.
Prestar atenção na própria respiração durante o banho, por alguns segundos.

· Realizando atividade física


O importante é exercitar-se com o que você realmente gosta.
Atividades que promovam o contato com outras pessoas podem ser excelentes, como
os jogos e as aulas de dança.
Procure respeitar o horário em que há disposição para exercitar-se.

Você também pode gostar