Você está na página 1de 5

1

1. A pesquisa para a detecção de micobactéria na urina é um exame útil no diagnóstico da tuberculose renal, para
isto recomenda-se:

2) Todo o volume da primeira urina da manhã, em dias consecutivos ou alternados

2. O TSA avalia o padrão de resposta da bactéria, isto é, o padrão de sensibilidade diante de concentrações pré-
estabelecidas de antibióticos. Portanto, é correto afirmar:

2) O TSA reflete basicamente duas variáveis: a droga e a bactéria;

3. A fase pré-analítica do exame microbiológico bem feita, é fundamental para a qualidade do exame e vários itens
fazem parte dela. Quais os itens que fazem parte desta fase?

2) Pedido médico, coleta da amostra clínica e transporte da amostra clínica;

4. Assinale a alternativa correta:

3) A requisição deve estar com identificação clara do paciente;

5. Assinale a alternativa incorreta sobre os conceitos gerais para a coleta e o transporte de amostras clínicas:

2) O uso de anti-sépticos na coleta de urina para a cultura, pode induzir resultados falso-positivos;

6. Quanto aos meios de transportes é correto afirmar que:

1) Meio de Stuart é um meio de cultura que permite o transporte e manutenção de diferentes espécies
bacterianas;

7. No diagnóstico de infecção urinária, as recomendações para a coleta, conservação e transporte de amostra de


urina para cultura devem ser rigorosamente seguidas. Assinale a alternativa incorreta:

4) A primeira urina da manhã colhida através do jato médio é a única amostra aceitável para cultura

8. Assinale a alternativa correta:

2) Quando não for possível a coleta da primeira urina da manhã para a cultura, o tempo entre a coleta e a última
micção deve ser de 2 horas;

9. Cuidados com a coleta de amostras clínicas para o diagnóstico de infecção de pele e tecido subcutâneo são
fundamentais. Portanto, é incorreto afirmar que:

1) Biopsia de tecido deve ser enviada ao laboratório em tubo com formalina para manter a umidade;

10. Nas infecções relacionadas à mordedura é correto afirmar que:

4) A melhor amostra para cultura é geralmente o pus aspirado da profundidade da ferida.

11. Assinale a alternativa correta sobre o diagnóstico das síndromes infecciosas intestinais:

1) O Cary Blair é o meio de transporte de fezes adequado para isolamento de Shigella;


2)

12. O líquido cefaloraquidiano (LCR) é a amostra clínica de escolha para o diagnóstico das meningites. As amostras
geralmente são colhidas em três tubos estéreis, marcados com 1, 2 e 3, na ordem em que são obtidos. Assinale
2

a alternativa correta em relação aos cuidados que devem ser tomados, para que o resultado seja útil no
tratamento do paciente:

4) As características da amostra não interferem no seu processamento.

13. Assinale a alternativa correta:

3) Shigella spp, Neisseria gonorrhoeae, Neisseria meningitidis, Haemophilus influenzae, Streptococcus


pneumoniae e anaeróbios são bactérias especialmente sensíveis às condições ambientais;

14. O laboratório de microbiologia tem um papel fundamental no diagnóstico das infecções de corrente sanguínea.
A hemocultura é a chave do diagnóstico e deve ser realizada sob ótimas condições para aumentar as chances
de detectar a bactéria ou o fungo responsável pela infecção. Uma fase pré-analítica deste exame, executada
adequadamente é essencial. Assinale a alternativa incorreta:

4) A coleta de 20mL em punção venosa, cujo sangue foi distribuído em dois frascos, é considerada como coleta
de duas amostras para a hemocultura.

15. O laboratório de microbiologia tem um papel muito importante na vigilância epidemiológica hospitalar.
Assinale a alternativa incorreta sobre culturas de vigilância:

2) Para a detecção de portadores de Salmonella deve ser coletada amostra de nasofaringe;

16. Assinale a afirmativa correta quanto à coleta de hemocultura:

1) É obrigatório limpar a tampa de borracha do frasco com algodão embebido em álcool 70% antes da inoculação
do sangue;

17. Assinale a alternativa correta:

3) A cultura de amostras do trato respiratório (exemplo: aspirado traqueal, lavado broncoalveolar e escovado)
para o diagnóstico de pneumonias bacterianas, devem ser encaminhadas imediatamente ao laboratório;

18. Considerando os conceitos de fisiopatologia das infecções do trato urinário (ITU), assinale a alternativa
incorreta:

3) Na maioria dos casos de ITU a via de infecção é hematogênica;

19. A figura, do livro Detection Prevention and Management of Urinary Tract Infection, de autoria de C. M. Kunin,
sumariza a incidência de ITU e a prevalência de bacteriúria assintomática em relação a idade e sexo.
Interpretando-a, assinale a alternativa incorreta:

2) Na faixa etária de 5 a 50 anos, as ITUs são mais frequentes em homens;

20. Em relação aos fatores que contribuem para a maior incidência de ITUs em mulheres do que em homens,
assinale a alternativa incorreta:

4) A atividade sexual não aumenta o risco de ITU.

21. A bacteriúria assintomática é um diagnóstico no qual o exame microbiológico é essencial, assim como os dados
clínicos. Assinale a opção que contém uma definição incorreta:

4) Para a caracterização de bacteriúria assintomática é essencial que o paciente não tenha piúria.

22. Em relação a interpretação da contagem de colônias de culturas de urina de jato médio assinale a alternativa
incorreta:
3

1) Apenas nos casos em que a contagem bacteriana obtida na cultura de urina é maior ou igual a 105 UFC/mL o
clínico poderá confirmar o diagnóstico de ITU;

23. Um clínico liga para o laboratório, reclamando que o resultado da cultura de urina de jato médio está incorreto,
pois a paciente está sintomática, há piúria - 350.000 leucócitos/mL (> 100 leucócitos por campo em aumento de
400X) e a cultura foi negativa após 48 horas de incubação. Uma segunda cultura, realizada em outro laboratório 48
horas após a primeira coleta, foi positiva para E. coli, em contagem de 100.000 UFC/mL. Conversando com o clínico
e revendo os procedimentos do setor de Bacteriologia você obtém as seguintes informações:
- A paciente é uma mulher de 25 anos, sexualmente ativa, sem outro fator predisponente para ITUs.
- A coleta da amostra foi realizada no mesmo dia do início dos sintomas.
- As culturas de urina são semeadas com alças de 1ul em meio cromogênico.
Considerando que não houve erros na fase pré-analítica, assinale a explicação correta:

4) As ITUs ocorrem usualmente por via ascendente; portanto quando a cultura é coletada precocemente em
relação ao início dos sintomas, a contagem bacteriana pode ser inferior a 103 UFC/mL, limite de detecção do
método utilizado, uma vez que a amostra analisada foi de jato médio. À medida que a doença progride há
proliferação bacteriana, o que explica a segunda cultura positiva.

24. O laboratório recebe a reclamação de um pediatra em função da discrepância entre dois resultados de exames,
coletados com intervalo de 72 horas, sem uso de antimicrobiano. Antes de conversar com o pediatra o laboratório
revê as informações disponíveis:
- sexo feminino, lactente de 50 dias, com baixo ganho ponderal (aumento de peso abaixo do esperado).
- coletas realizadas com saco coletor, ambas na mesma unidade de atendimento.
- primeiro exame: 50.000 leucócitos/mL(50 leucócitos por campo em aumento de 400X) e cultura positiva para E.
coli 100.000 UFC/mL.
- segundo exame: 3.000 leucócitos/mL (3 leucócitos por campo em aumento de 400X) e cultura negativa.
- os dois procedimentos de coleta foram realizados pela mais experiente colaboradora da coleta.
- as amostras foram semeadas na unidade de atendimento, imediatamente após a coleta.
Quanto às explicações a serem dadas ao pediatra, assinale a alternativa incorreta:

4) Explicar ao pediatra que a cura espontânea de ITU em lactentes é algo extremamente comum.

25. O analista responsável pelas culturas de urina pede o aval do supervisor para liberação de um resultado de
cultura de urina de uma criança com leucocitúria - 80.000 leucócitos/mL (80 leucócitos por campo em aumento de
400X) e cultura positiva para Pseudomonas aeruginosa em contagem 100.000 UFC/mL. As informações disponíveis
são:
- trata-se de uma criança do sexo feminino, 12 meses de idade, sem culturas anteriores no laboratório.
- a amostra foi coletada com saco coletor e transportada ao laboratório central antes de ser semeada.
- a criança está em uso de cefalexina.
Assinale a conduta ou alternativa incorreta:

1) Liberar o resultado sem conversar com o médico assistente, pois há leucocitúria;

26. Um clínico liga para o laboratório para discutir o caso de um paciente de 70 anos, sexo masculino, com diabetes
tipo II, com queixa de disúria. O exame da urina evidenciou leucocitúria [ > 1.000.000 leucócitos/mL ( > 100 por
campo em aumento de 400X)], hematúria [250.000 hemácias /mL (> 100 por campo em aumento de 400X)] sem
dismorfismo, presença de cristais de fosfato triplo amoníacomagnesiano (estruvita) e cultura negativa. O
laboratório sugere a realização de nova coleta de urina para realização de bacterioscópico e cultura, mas desta vez
utilizando o ágar sangue como um dos meios de cultivo, esperando obter como resutados:

2) Bacilos gram-positivos no bacterioscópico e Corynebacterium urealyticum na cultura;

27. Assinale a alternativa incorreta quanto ao transporte e estabilidade de amostras de urina que não sejam
semeadas imediatamente após a coleta:

1) Temperatura ambiente por até 24 horas;


4

28. Um clínico solicita o auxílio do laboratório para discutir o resultado de um paciente do sexo masculino, 25 anos,
assintomático, que fez um exame de urina de rotina para admissão em novo emprego. O exame do jato médio de
urina (sumário, tipo 1, EAS) evidenciou leucocitúria (50.000 leucócitos/mL), sem outras alterações. Em face deste
resultado o clínico solicitou uma cultura de jato médio, que foi negativa. Qual a melhor orientação a ser dada ao
clínico?

4) Coletar o primeiro jato de urina e pesquisar agentes de infecções sexualmente transmissíveis, particularmente
Chlamydia trachomatis.

29. Tratando-se de paciente jovem, assintomático, a repetição da cultura do jato não traria nenhum esclarecimento,
assim como litíase e tuberculose urinária com leucocitúria, mas sem outras alterações, como hematúria, não são
observadas na prática clínica. Pacientes com uretrite por Chlamydia trachomatis são, algumas vezes, assintomáticos
e por vezes a leucocitúria é detectada em exames de rotina. Informações adicionais podem ser obtidas na seguinte
publicação: Joffe A. et al. Screening asymptomatic adolescent men for Chlamydia trachomatis in school-based
health centers using urine-based nucleic acid amplification tests. Sex Trasm Dis 2008;35(11 Suppl):S19-23.
A qualidade das amostras clínicas para o diagnóstico das infecções do trato respiratório inferior é fundamental.
Assinale a afirmativa incorreta:

4) Se a amostra coletada não for suficiente para realização de todos os exames solicitados, ela deverá ser
considerada inadequada.

30. O paciente alcoólatra ou que está sob ventilação mecânica pode apresentar infecção pulmonar por bactérias
anaeróbias, devido aspiração de secreções contaminadas com a microbiota normal de mucosas da boca ou
orofaringe. A cultura para isolamento de bactérias anaeróbias só deve ser feita em quais amostras respiratórias?

4) Aspirado pulmonar, biopsia pulmonar em campo aberto e líquido pleural.

31. A cultura de aspirado traqueal com cateter protegido, lavado broncoalveolar (LBA) e escovado broncoalveolar
(EBA) são culturas quantitativas e o processamento da amostra tem que ser muito cuidadosa. Assinale a afirmativa
incorreta:

2) Há um consenso de que a contagem do isolado do LBA é maior ou igual a 106 UFC/mL e é consistente com
uma infecção;

32. Até hoje sabemos que nenhum dos métodos utilizados para detectar bactérias e fungos no sangue é o padrão
ouro, porque mesmo com o uso da melhor tecnologia e melhores técnicas de coleta normalmente recuperamos
microrganismos em cerca de 8 a 12% das amostras, onde uma parte pode ser contaminante de pele. A razão mais
clara é que a maioria das hemoculturas são obtidas de pacientes com baixo ou nenhum risco de ter uma bacteriemia
ou fungemia. Outras razões que podem estar envolvidas são:

4) Todas as alternativas estão corretas.

33. O volume de sangue colhido no exame de hemocultura é uma das variáveis mais importantes para um bom
exame. É correto afirmar que:

4) Todas as anteriores estão corretas.

34. Qual é o melhor momento para se coletar uma hemocultura?

4) Todas as acima estão corretas.

35. Como indicadores de qualidade para monitorar o exame de hemocultura, podemos afirmar que os que
realmente agregam valor são:

4) Todas as alternativas acima estão corretas.


5

36. Quando falamos de infecções do trato urinário existem diversas definições associadas. Das apresentadas a seguir
a incorreta seria:

3) Piúria significa uma amostra de urina com grande número de células epiteliais e bacteriúria significa urina com
grande quantidade de bactérias;

37. Se analisarmos a coleta de urina em mulheres que podem realizar a coleta, podemos dizer que a parte mais
crítica de todo o processo é:

3) Após a limpeza adequada, afastar os grandes lábios para fazer a coleta da urina;

38. Em relação à interpretação da cultura de urina estaria incorreto afirmar que:

1) Encontrar lactobacillus em uma amostra de urina de mulher sugere uma infecção;

39. O exame de gram pode ser realizado de uma amostra de urina e em algumas circunstâncias é extremamente
útil. A forma correta de realizar este teste é:

4) Não centrifugar e colocar 10µl de urina, após homogeneização, em uma lâmina.

De acordo com a tabela a seguir, responda as questões 40 a 42:


Caso Leucócitos (Leucocituria >10.000/ml) Contagem bacteriana (UFC/ml) Número de microrganismos

Caso Leucócitos (Leucocituria >10.000/ml) Contagem bacteriana (UFC/ml) Número de microrganismos


A 45.000 100.000 1
B 9.000 10.000 2
C 3.000 100.000 2

40. No caso A, a sua conduta seria:

1) Realizar a identificação do microrganismo e o teste de sensibilidade;

41. No caso B, a sua conduta seria:

2) Amostra parece contaminada, sugestão seria obter nova amostra;

42. No caso C, sua conduta seria:

3) Solicitar nova amostra se for um paciente imunocompetente. Se for imunocomprometido identificar e fazer
antibiograma dos dois microrganismos;