Você está na página 1de 3

RODRIGO SILVANO MARTINS

AÇÃO DIRETA DE INCONSTITUCIONALIDADE POR OMISSÃO


FACE À MOROSIDADE LEGISLATIVA

Projeto de pesquisa apresentado ao


Departamento de Pós-Graduação e Extensão
da Anhanguera - Uniderp, como requisito parcial
à obtenção do grau de especialista.

UBERABA
2019
FORMULÁRIO PARA ELABORAÇÃO DO PROJETO

Identificação do trabalho - Tema


Ação Direta de Inconstitucionalidade por omissão face à morosidade legislativa

Problematização
O presente trabalho visa dialogar com a sociedade e provocar questionamentos sobre
a atual conjectura legislativa e a regularização de direitos por parte do Poder Judiciário
face à omissão e ausência de lei regulamentadora da Constituição, através do
procedimento chamado Ação Direta de Constitucionalidade Por Omissão.

Objetivos
Com o objetivo de provocar o Judiciário para que seja reconhecida a demora na
produção da norma regulamentadora, o presente trabalho discorrerá sobre os institutos
constitucionais e o papel do Supremo Tribunal Federal na garantia de direitos.
O objetivo específico portanto será realizar uma análise das ações constitucionais, em
especial a Ação Direta de Inconstitucionalidade por omissão, e provocar o debate sobre
até que ponto o Poder Judiciário pode regulamentar direitos previstos no texto
constitucional, frente a morosidade do Poder Legislativo.

Justificativa
Em recente decisão o Supremo Tribunal Federal, através da Ação Declaratória de
Inconstitucionalidade por Omissão (ADO) n°26, reconheceu o estado de mora
inconstitucional do Congresso Nacional por não editar lei de proteção penal aos
integrantes do grupo LGBTI, enquadrando como prática de racismo as práticas
homotransfóbicas, neste sentido podemos perceber a importância dentro do
ordenamento jurídico da Ação Declaratória de Inconstitucionalidade por Omissão.

Metodologia e referencial teórico


A metodologia de pesquisa que estará envolvida no presente trabalho será a realização
de pesquisas em leis, doutrinas e jurisprudências.

Resultados esperados
O resultado esperado será formatar o entendimento de que a Ação Declaratória de
Inconstitucionalidade por Omissão não pode ser considerado uma afronta ao Poder
Legislativo, mais tem o objetivo garantir direitos constitucionais frente a omissão
normativa em decorrência da morosidade de regulamentação.

Cronograma

O cronograma para a realização do trabalho de conclusão será o mesmo


apresentado no Cronograma de Metodologia e Orientação do TCC, com o início
das orientações e conclusão em até 3 (três) meses.

Referências bibliográficas

BRASIL. Constituição (1988). Constituição da República Federativa do Brasil. Brasília:


Senado, 1988.

Constituição Brasileira interpretada pelo Supremo Tribunal Federal. Disponível em:


<http://www.stf.jus.br/portal/constituicao/constituicao.asp>. Acesso em: 25 de ago. De
2016.

MORAES, Alexandre de. Direito Constitucional. 23° Ed. São Paulo: Atlas S.A, 2008.

NOVELINO, Marcelo. Curso de Direito Constitucional. 11° Ed. Salvador: Jus PODIVM,
2016.

Você também pode gostar