Você está na página 1de 2

21/10/2019 Manual de Oxford de Estudos, Linguagem e Educação de Surdos

Estilo da casa JDSDE e questões de forma


Este documento tem como objetivo fornecer conselhos adicionais aos autores que enviam manuscritos ao JDSDE. Em primeiro lugar, espera-se que siga as
ª
orientações do manual de estilo APA, 6 edição. Compre uma cópia do manual e leia-o com atenção. Você também pode consultar
https://owl.english.purdue.edu/owl/resource/560/16/ , a partir do qual os títulos abaixo foram baixados.
1. Use convenções padrão de inglês escrito
A JDSDE se orgulha de ter atraído a atenção da comunidade internacional e agradece os manuscritos de qualidade de seus colaboradores internacionais. No
entanto, descobrimos que os artigos da comunidade internacional geralmente não são escritos no formato padrão em inglês. Portanto, incentivar os autores a
pedir um escritor nativo de Inglês para Revi ew seus documentos. Quando um voluntário desse tipo não estiver disponível, recomendamos que os autores
procurem os serviços de um revisor profissional. Além disso, muitos de nossos colaboradores internacionais não estão familiarizados com os requisitos de
estilo de escrita da American Psychological Association (APA), que é o estilo exigido para todos os envios. Podemos recomendar um editor de cópias
externo, se desejar.
2. Comprimento da página
O JDSDE não especifica um tamanho ou limite de página, porque diferentes projetos de pesquisa requerem alocações diferentes. Por exemplo, um simples
estudo correlacional entre grupos de dois fatores pertencentes a um campo com uma base de evidências limitada pode ser escrito em 20 páginas mais
referências , enquanto um estudo multi-método, qualitativo / quantitativo ou um artigo apresentando várias sequências estudos podem exigir mais de 4 0
páginas mais referências . A regra geral é escrever sucintamente e incluir apenas as informações pertinentes à ciência do estudo. Geralmente , uma
justificativa deve ser enviada ao editor quando os artigos excederem essas diretrizes. No entanto, os títulos devem ser limitados a 12 palavras (consulte o
manual da APA).
3. Terminologia
O termo deficiência auditiva foi rejeitado em uma declaração conjunta de 1991 da Federação Mundial de Surdos e Federação Internacional de Pessoas com
Deficiência Auditiva, em favor dos termos surdos e com deficiência auditiva . O estilo House Style do JDSDE pede "pessoas surdas e com deficiência
auditiva", mas "pessoas surdas e com deficiência auditiva". (Observe os hífens. Declarados antes do substantivo, use um hífen. , não é necessário hífen ) Você
pode seguir a apresentação inicial com as iniciais DHH .
Termos como "fala em cued" e "codificar manualmente d inglês" não devem ser escritos em maiúscula se não forem nomes próprios.
"Surdo"
Por favor, use "Surdos" apenas no sentido de referência à cultura / comunidade de surdos e "surdos" para todas as outras referências (por exemplo, pessoas
surdas). Você não precisa defini-lo no manuscrito.
“Normal” Não use o termo crianças normais para se referir às pessoas com audição típica. Ao classificar os participantes em grupos com base em se eles
têm audição típica ou atípica, os termos “crianças / indivíduos / participantes com níveis auditivos típicos / atípicos ….” São preferidos. No entanto,
reconhecemos que o campo de audiologia usa a expressão “indivíduos com audição normal” versus “os indivíduos que são surdos ou com deficiência
auditiva.” Aceitamos esta fraseologia, no entanto, nunca é aceitável para usar tais expressões como “a audição normal grupo "ou" crianças com NH "ou"
participantes normais ". Para esclarecimentos, é melhor usar a pessoa primeiro e depois a categoria como" os adolescentes com perda auditiva "ou" os
participantes com níveis normais de audição ".
4. Título do artigo
O JDSDE atrai um público internacional; portanto, não inclua o nome de um país em seu título. Os manuscritos devem ser de interesse do público
internacional e os leitores tendem a deixar passar os artigos, se acharem que não pertencem ao seu país.
5. Cabeçalhos
Você não precisa de um cabeçalho inicial para "Introdução" ou dentro do resumo.
Os níveis de cabeçalho devem ser diferenciados da seguinte forma:

Transferido de h ttps: //owl.english.purdue.edu/owl/resource/560/16/


Consulte https://owl.english.purdue.edu/owl/resource/560/18/ para obter as categorias corretas de títulos
6. Recuo
Recue cada novo parágrafo h ; não pule uma linha extra entre parágrafos . As referências devem ter "recuos deslocados" o n a primeira linha e estar em
espaço duplo . D o não pular um adicional n linha entre referências .
7. Notas finais
Use notas de fim (com moderação), não notas de rodapé.
8. Fonte
Os manuscritos devem ser em Times Roman de 12 pontos com margens de 1 polegada .
9. Números de página
Por favor, use os números de página no canto superior direito, juntamente com a cabeça rotativa.
10. Evite a primeira pessoa
O uso da primeira pessoa ("eu" "nós") deve ser usado com moderação ou evitado .
11. Evite voz passiva
A voz passiva deve ser usada com moderação ou evitada.
12. Evitar contrações
Não use contrações.
13. Citações
Citações de referência com vários trabalhos devem estar em ordem alfabética, de acordo com o nome do primeiro autor ... não cronologicamente. Nas
citações de referência , inclua todos os autores na primeira citação (a menos que haja mais de seis , em seguida, use o primeiro autor mais "et al.") [ Observe
que "et al." não está sublinhado e existe um período posterior a ele, além de uma vírgula antes do ano] - consulte o manual de publicação da APA para obter
mais informações.
14. Espaço duplo
Por favor, duplique o espaço do texto, notas finais , referências e muito mais ! Referências e citações recuadas (ou seja, aquelas com mais de 40 palavras)
também devem ter espaço duplo. [Observe que aspas recuadas não devem ter aspas .]
15. Definir termos
Lembre-se de que o JDSDE tem uma ampla audiência internacional, incluindo muitos professores e leitores leigos - defina quaisquer termos que não sejam
óbvios.
16. Usar chamadas

https://translate.googleusercontent.com/translate_f 1/2
21/10/2019 Manual de Oxford de Estudos, Linguagem e Educação de Surdos
Lembre-se de usar "textos explicativos" para mostrar ao tipógrafo onde figuras e tabelas devem aparecer, ou seja, < figura 1 aqui > . Não integre a arte ao
texto; junte a arte, mas mantenha-a separada do texto. Não integre legendas de figuras à arte; coloque as legendas em uma página separada e numere cada
legenda com o número do capítulo e da figura (por exemplo , Marschark , capítulo 1, figura 2 ) .
17. Por exemplo
Você pode usar "ie" e "por exemplo" entre parênteses, mas no texto, use "isto é" e "por exemplo" .
18. Obra de arte
Forneça arte original (fotografias, slides, etc.) ou arquivos eletrônicos de 300 dpi, .tiff ou. arquivo eps com seu nome e número da figura (por exemplo,
Texto original
Spencer_fig1.tif). Se você precisar de diretrizes artísticas adicionais, podemos fornecê-las. Se você não tiver certeza se uma obra de arte pode ser usada,
envie-a para nós e nós o informaremos. Todo o trabalho artístico será reproduzido em preto e branco. Se você tiver um original colorido, verifique como ele
fica em P&B. Atribua a cada tabela um título e uma legenda, uma tabela por página. Regarding materials
Cada obra de arte not
devepreviously published
ser um arquivo that. contain images of
separado
19. Autorização de direitos autorais individuals, the individual must state in writing specific permission
for the image to appear both in print and in online format through
A permissão de direitos autorais deve ser incluída para todos os materiais protegidos por direitos autorais. Esse é o ônus do autor. Se qualquer material que
OUP's publishing mechanisms.
você usar for de outra publicação, você deverá obter permissão para usá-lo. Podemos enviar uma amostra de carta de permissão, mas a maneira mais fácil de
obter permissão é acessar o site do editor no qual você precisa de permissão e preencher
Sugerir umao formulário eletrônico.
tradução melhor
20. Figuras e Tabelas
A política do JDSDE é que tabelas e figuras sejam limitadas àquelas essenciais para esclarecer as informações do leitor, e não apenas para adicionar interesse
ao artigo. Segundo, a Oxford University Press possui requisitos rígidos para obter permissão para imprimir imagens e materiais publicados. Se você usou os
serviços de um ilustrador, precisará de permissão expressa desta pessoa para publicar sua obra de arte. Se você usou materiais de uma fonte publicada,
precisará obter permissão expressa do departamento de permissões desse editor. Os editores frequentemente cobram uma taxa por essa autorização. A
aquisição de permissões também pode ser demorada. Por fim, as ilustrações tendem a ocupar espaço excessivo em periódicos que geralmente funcionam sob
limites apertados de página. O JDSDE é um periódico desse tipo, e preferimos usar nosso espaço para fornecer evidências científicas . Por esses motivos,
solicitamos que você considere descartar figuras e tabelas não essenciais. Como alternativa, você os coloca em nossa seção de materiais suplementares do site
e pode consultar os leitores para este site. Isso ainda exigirá que você adquira permissão expressa do ilustrador ou do editor.
21. Texto correto para permissão de imagem
Em relação aos materiais não publicados anteriormente que contenham imagens de indivíduos, o indivíduo deve declarar por escrito permissão específica
para que a imagem apareça no formato impresso e on-line através dos mecanismos de publicação da OUP. O período mínimo de direitos deve ser incluído na
declaração e o mínimo exigido é de perpetuidade (sem restrições). Assim , os indivíduos devem conceder expressamente sua permissão para que o JDSDE
publique sua imagem de forma permanente, seja impressa ou online .
22. Referências
Sua seção "Referências" deve começar em uma nova página. Use itálico nas referências para volumes e nomes de periódicos (todos em maiúsculas) e nomes
de livros (apenas a primeira palavra em maiúscula).
Siga o formato APA para obter referências e citação (consulte também o nº 1 2 acima): as citações de vários autores (primeira ocorrência) no texto devem
usar "e", enquanto as que estão entre parênteses devem usar um e comercial. E comercial não deve ser usado no próprio texto. Nas referências, e comercial
deve ser usado em vez de "e". NÃO COPIAR E COLAR O FORMATO APA PARA REFERÊNCIAS do mecanismo de pesquisa da sua universidade. Pode
não ser necessariamente no estilo APA. Veja o manual da APA.
23. EUA . Pontuação e ortografia
Agradar-nos um e os EUA, ao invés do Reino Unido ortografia ea convenção de vírgulas e pontos dentro de aspas, e não fora. Os arquivos devem ser .doc ou
.docx (não .docm).
24. APA Estilo de referência s
U se formatação de referências no estilo APA (observe os traços em vez de hífens nos números de página). O traço en (-) é aproximadamente a largura de um
n e é maior que o hífen (-), mas mais estreito que o traço em (-) , que é a largura de um m. O teclado de computador típico não possui uma tecla dedicada para
o traço, embora a maioria dos processadores de texto forneça um meio para sua inserção. No Microsoft Word, ative a tecla NumLuk e use a combinação de
atalhos CTRL + Menos no teclado numérico ou digite dois hífens com espaços em ambos os lados do número (no Word), como nas páginas 44 - 49. No traço,
digite dois hífens sem espaço em ambos os lados - se você quiser criar o tipo de linha show n como um exemplo nesta frase logo antes da palavra "se".
Antia, A. & Rivera, C.M. (2016 ). Decisões de tempo de instrução e serviço: serviços de Internet para surdos e
hard- o f-ouvir os alunos. Journal of Deaf Studies and Deaf Education, 2 1 (3), 293-302. doi: 10.1093 / surdo / enw032
Burkholder, R. A., & Pisoni, D. B. (2006). Capacidade de memória de trabalho, velocidade de ensaio verbal e escaneamento em crianças surdas com
implante coclear. Em PE Spencer e M. Marschark (Eds.), Avanços no desenvolvimento da linguagem falada em crianças surdas e com deficiência auditiva
(pp. 328 - 357). Nova York, NY: Oxford University Press.
Capirci, O., Cattani, A., Rossini, P. e Volterra, V. (1998). O ensino da linguagem de sinais para crianças ouvintes como um possível fator de aprimoramento
cognitivo . Jornal de Estudos sobre Surdos e Educação para Surdos, 3 , 135–142. https://doi.org/10.1093/oxfordjournals.deafed.a014343
25. DOIs
Fornecer números DOI para todos jornal artigos publicados em 2000 ou l ater a menos que o artigo foi atribuído um doi retroativamente.

https://translate.googleusercontent.com/translate_f 2/2

Você também pode gostar