Você está na página 1de 75

Meridianos

Extraordinários:
Meridianos Tendino-Musculares,
Vasos Maravilhosos, Vasos Luo,
Meridianos Distintos

Material produzido pelo professor: Rafael Simião C. de Oliveira ( xue.long@yahoo.com.br ) 1


Meridianos e Colaterais (Jing Luo)

A teoria teve inicio no período dos Estados Combatentes (475-221 a.C) e


desenvolveu-se durante os séculos seguintes.

• JING: significa “Canal”, “Trajeto”, “Caminho”, “Rota” (Arranjo Vertical);

• LUO: significa “Canal de Conexão”, “Rede” ou “Transmissão em Rede”


(Arranjo Horizontal).

• Jing e Luo designam dois importantes tipos de vasos (Mai) usados pelo
Qi para circular por todo o corpo: Os meridianos ou canais (Jing) e seus
Canais secundários ou colaterais (Luo).

• A expressão Jing Luo é um termo genérico que define toda a rede de


circuito dos Meridianos e seus Canais secundários.

Material produzido pelo professor: Rafael Simião C. de Oliveira ( xue.long@yahoo.com.br ) 2


Meridianos e Colaterais (Jing Luo)

Material produzido pelo professor: Rafael Simião C. de Oliveira ( xue.long@yahoo.com.br ) 3


Funções dos Canais em Geral

• Conectam, Ligam, Integram e Harmonizam:


• Órgãos internos com o exterior e vice versa;
• Órgãos Internos entre si;
• As partes do exterior entre si;
• As partes superior e inferior;
• As partes esquerda e direita.

• Equilibram e Uniformizam:
•Qí;
• Yin;
• Yang;

• São o veículo para circulação de Qi e Xue

• Fazer a defesa do organismo;

• Nutrem e Umedecem o corpo inteiro.


Material produzido pelo professor: Rafael Simião C. de Oliveira ( xue.long@yahoo.com.br ) 4
Classificação

Meridianos ou Canais (Jing Mai):


• Meridianos Principais (Jing Zheng) (12);
• Meridianos Divergentes ou Distintos (Jing Bie) (12, ou 6 pares);
• Meridianos Tendinomusculares (Jing Jin) (12);
• Meridianos Colaterais ou de Conexão (Luo Mai) (16):

Luo Transversais (12);


Luo Longitudinais (12).

•Canais de Conexão (Luo) (16)


Grande Luo do BP
Especiais (Luo Mai) (4) Grande Luo do E
Luo do VG
Luo do VC

• “Vasos” Extraordinários ou Maravilhosos (Qi Jing Ba Mai) (8).

Material produzido pelo professor: Rafael Simião C. de Oliveira ( xue.long@yahoo.com.br ) 5


Morfologia dos Canais

Material produzido pelo professor: Rafael Simião C. de Oliveira ( xue.long@yahoo.com.br ) 6


Camadas Energéticas Dos Canais Principais
E De Conexão E Níveis Correspondentes

Material produzido pelo professor: Rafael Simião C. de Oliveira ( xue.long@yahoo.com.br ) 7


Meridianos Principais
Meridiano Nome Chinês Sigla Polaridade Pontos
Pulmão Fei 肺經 P Yin 11

Intestino Grosso Da Chang 大腸經 IG Yang 20

Estômago Wei 胃經 E Yang 45

Baço/Pâncreas Pi 脾經 BP Yin 21

Coração Xin 心經 C Yin 9

Intestino Delgado Xiao Chang 小腸經 ID Yang 19

Bexiga Pang Guan 膀胱經 B Yang 67

Rim Shen 腎經 R Yin 27

Pericárdio Xin Bao 心包經 PC ou CS Yin 9

Triplo Aquecedor San Jiao 三焦經 TA ou TR Yang 23

Vesícula biliar Dan 膽經 VB Yang 44


Fígado Gan 肝經 F Yin 14

Material produzido pelo professor: Rafael Simião C. de Oliveira ( xue.long@yahoo.com.br ) 8


Maré Energética
As energias percorrem os meridianos por uma ordem específica.
E um sentido determinado, em relação as divisões do corpo:
- do tronco para as mãos,
Meridiano Origem Destino - das mãos para cabeça,
Pulmão tronco mãos - da cabeça para os pés,
Intestino Grosso mãos cabeça -dos pés para o tronco (e novamente
Estômago cabeça pés para as mãos).
Baço/Pâncreas pés tronco
Coração tronco mãos Assim, unindo estes dois princípios (a
Intestino Delgado mãos cabeça seqüência dos meridianos e a ordem
Bexiga cabeça pés nas divisões do corpo), podemos
Rim pés tronco deduzir a seguinte disposição geral
Pericárdio tronco mãos dos meridianos:
Triplo Aquecedor mãos cabeça
Vesícula Biliar cabeça pés
Fígado pés tronco
Material produzido pelo professor: Rafael Simião C. de Oliveira ( xue.long@yahoo.com.br ) 9
Relógio Orgânico

Cada meridiano integrante da grande circulação de energia tem um período


de duas horas diárias de atividade máxima, e uma de atividade mínima que
se alterna com este, a cada doze horas, segundo a seguinte ordem:

03 às 05 h- Pulmão
05 às 07 h- Intestino Grosso
07 às 09 h- Estômago
09 às 11 h- Baço-Pâncreas
11 às 13 h- Coração
13 às 15 h- Intestino Delgado
15 às 17 h- Bexiga
17 às19 h- Rins
19 às 21 h- Circulação Sexo
21 às 23 h- Triplo Aquecedor
23 à 01 h- Vesícula Biliar
01 às 03 h- Fígado

Material produzido pelo professor: Rafael Simião C. de Oliveira ( xue.long@yahoo.com.br ) 10


Fluxos e Conexões dos Meridianos

Todos os meridianos se interligam complexamente entre si. Há um fluxo


ordenado entre os doze Meridianos Principais:

Material produzido pelo professor: Rafael Simião C. de Oliveira ( xue.long@yahoo.com.br ) 11


Níveis Energéticos

Material produzido pelo professor: Rafael Simião C. de Oliveira ( xue.long@yahoo.com.br ) 12


Meridianos Tendino-Musculares (Jing Jin)

• JING: significa “Canal”, “Meridiano”;


• JIN: significa “Músculos” ou “Tendões”.

• Fazem parte da Superfície do corpo (Meio Externo);

• Não se conectam aos órgãos internos;

• Se originam das Extremidades (ponto Ting de cada canal);

• São Nutridos pelos Canais Principais;

• Seguem o curso dos Canais Principais envelopando músculos e tendões


ao longo do trajeto de cada canal;

Material produzido pelo professor: Rafael Simião C. de Oliveira ( xue.long@yahoo.com.br ) 13


Meridianos Tendino-Musculares (Jing Jin)

• Se agrupam em quatro grupos de 3 canais cada, de mesmo nível


(mão/pé) e mesma polaridade (Yin/Yang):
• 3 Yins da mão (P, CS, C)
• 3 Yang da mão ( IG, TA, ID)
• 3 Yin do pé (BP, F, R)
• 3 Yang do pé (B, VB, E)
Três Yin da mão Três Yang da mão
Tai Yin - Pulmão Yang Ming - Intestino Grosso
Jue Yin - Pericárdio Shao Yang - Triplo-Aquecedor
Shao Yin - Coração Tai Yang - Intestino Delgado
Três Yin da perna Três Yang da perna
Tai Yin - Baço-Pâncreas Yang Ming - Estômago
Jue Yin - Fígado Shao Yang - Vesícula Biliar
Shao Yin - Rim Tai Yang - Bexiga

Material produzido pelo professor: Rafael Simião C. de Oliveira ( xue.long@yahoo.com.br ) 14


Funções dos M.T.M.

• Promover a defesa do corpo contra fatores patogênicos externos;

• Circular o Wei Qi;

• Aquecem e Umedecem os Músculos e Tendões

• Protegem o corpo contra Traumas;

• Sustentam o corpo na Posição Ereta;

• Conectam os “100 Ossos” mantendo o esqueleto unido;

• Comandar o movimento das articulações e músculos, possibilitando-lhes a


extensão e flexão;

• Contribuem para a integração do Corpo com o Exterior;

Material produzido pelo professor: Rafael Simião C. de Oliveira ( xue.long@yahoo.com.br ) 15


Patologias dos M.T.M.

• Condição de Excesso: (Dor, contratura, rigidez e dureza, Parestesias);

• Condição de Deficiência: (Frouxidão, flacidez, dor difusa, Parestesias).

• Contração dos músculos YANG – dificuldade de dobrar ou curvar-se para


frente.

• Contração dos músculos YIN – dificuldade de extensão ou inclinar-se para


trás.

Material produzido pelo professor: Rafael Simião C. de Oliveira ( xue.long@yahoo.com.br ) 16


Patologias dos M.T.M.

• Invasão de Patogênico Externo (Síndrome Bi):

• FRIO: Contração, rigidez, espasmo e Dor. Alivia com calor e piora


com o frio.
• VENTO: Contração, espasmo, Dor e paralisia facial (tremores ou
paralisia).
• UMIDADE: Dor difusa e sensação de peso. Piora com exposição
ao clima úmido.
• CALOR: Dor de queimação, inflamação. Piora com exposição ao
calor e alivia com o frio.

Material produzido pelo professor: Rafael Simião C. de Oliveira ( xue.long@yahoo.com.br ) 17


Patologias dos M.T.M.

• Trauma:
• LEVE: Estagnação de Qi nos canais afetados, causando inchaço
local e dor moderada.
• GRAVE: Estagnação de Qi e sangue Locais, causando Inchaço
local, dor intensa e em pontadas. Se não tratada pode causar dor crônica
na região afetada.

• Excesso de Uso ou Uso Repetitivo: O uso excessivo de um determinado


grupo muscular causa Estagnação de Qi (inflamação) gerando dor e
parestesias locais.

Material produzido pelo professor: Rafael Simião C. de Oliveira ( xue.long@yahoo.com.br ) 18


Patologias dos M.T.M.

• Órgãos Internos Afetando os MTM:


• Ascendência do Yang Gan – Rigidez occipital;
• Vento do Gan – contração muscular, dor migratória;
• Def. de Pi – Flacidez muscular.

SINTOMATOLOGIA:
Os distúrbios energéticos manifestam-se por onde passam e seus
sintomas tendem a ser puramente locais (tendinosos, articulares, ósseos,
musculares), raramente estando ligados às afecções dos Zang Fu.

Material produzido pelo professor: Rafael Simião C. de Oliveira ( xue.long@yahoo.com.br ) 19


Trajetos dos M.T.M.

Pulmão (Tai Yin)

Material produzido pelo professor: Rafael Simião C. de Oliveira ( xue.long@yahoo.com.br ) 20


Trajetos dos M.T.M.

Int. Grosso (Yang Ming)

Material produzido pelo professor: Rafael Simião C. de Oliveira ( xue.long@yahoo.com.br ) 21


Trajetos dos M.T.M.

Estômago (Yang Ming)

Material produzido pelo professor: Rafael Simião C. de Oliveira ( xue.long@yahoo.com.br ) 22


Trajetos dos M.T.M.

Baço (Tai Yin)

Material produzido pelo professor: Rafael Simião C. de Oliveira ( xue.long@yahoo.com.br ) 23


Trajetos dos M.T.M.

Coração (Shao Yin)

Material produzido pelo professor: Rafael Simião C. de Oliveira ( xue.long@yahoo.com.br ) 24


Trajetos dos M.T.M.

Int. Delgado (Tai Yang)

Material produzido pelo professor: Rafael Simião C. de Oliveira ( xue.long@yahoo.com.br ) 25


Trajetos dos M.T.M.

Bexiga (Tai Yang)

Material produzido pelo professor: Rafael Simião C. de Oliveira ( xue.long@yahoo.com.br ) 26


Trajetos dos M.T.M.

Rim (Shao Yin)

Material produzido pelo professor: Rafael Simião C. de Oliveira ( xue.long@yahoo.com.br ) 27


Trajetos dos M.T.M.

Pericárdio (Jue Yin)

Material produzido pelo professor: Rafael Simião C. de Oliveira ( xue.long@yahoo.com.br ) 28


Trajetos dos M.T.M.

Triplo Aquecedor (Shao Yang)

Material produzido pelo professor: Rafael Simião C. de Oliveira ( xue.long@yahoo.com.br ) 29


Trajetos dos M.T.M.

Vesícula Biliar (Shao Yang)

Material produzido pelo professor: Rafael Simião C. de Oliveira ( xue.long@yahoo.com.br ) 30


Trajetos dos M.T.M.

Fígado (Jue Yin)

Material produzido pelo professor: Rafael Simião C. de Oliveira ( xue.long@yahoo.com.br ) 31


Trajeto Através De Áreas Musculares

• Os 3 canais tendino-musculares Yang da Mão correm para a escápula e


sobem para a região do ouvido;

• Os 3 canais tendino-musculares Yang do Pé cruzam a fossa supra


clavicular e sobem para a região do olho;

• Os 3 canais tendino-musculares Yin da Mão penetram no peito e ligam-se


“a parede interna dos músculos torácicos;

• Os 3 canais tendino-musculares Yin do Pé sobem para a parte inferior do


abdome, eles se ligam a parede interna dos músculos torácicos e
abdominais.
Os Meridianos Tendino-Musculares reúnem-se em:
VB 13 – para os 3 Yang da Mão
ID 18 – para os 3 Yang do Pé
VB 22* – para os 3 Yin da Mão
VC 3* – para os 3 Yin do Pé
Material produzido pelo professor: Rafael Simião C. de Oliveira ( xue.long@yahoo.com.br ) 32
Material produzido pelo professor: 33
Material produzido pelo professor: 34
Tratamento Das Afecções Dos M.T.M.

• Identificar o canal envolvido e a condição básica;

• Uso de Pontos Distais, Pontos Locais e Pontos Locais dos canais


adjacentes;
Ting = Tsing
• Pontos de Reunião dos canais.
Ying = Ing = Iong
Shu = Yu
Utilizar: Jing = King
• Moxa – condições de Frio; Ho = He

• Massagem – Condições de Estagnação (cãibra e rigidez);

• Gua Sha – Condições de Frio/Umidade;

• Ventosa – condições de Calor e Vento.

• Agulhas: Ting (+ Ying + Shu) + Ashi + Reunião


Material produzido pelo professor: Rafael Simião C. de Oliveira ( xue.long@yahoo.com.br ) 35
Meridianos Colaterais/Secundários (Luo Mai)

• LUO: significa “Conexão”, “Malha”, “Rede”;


• MAI: significa “Meridiano” ou “Canal”.

• Trajeto; Seguem duas direções:


• Ramo Transversal: Inicia-se no Ponto Passagem (Luo) de um
Meridiano Principal e se une no ponto Fonte (Yuan) do Meridiano Acoplado.
• Ramo Longitudinal: Inicia-se no Ponto de Conexão (Luo) de um
Canal Principal, levando Qi e Xue em um trajeto paralelo aos Meridianos
Principais para onde os mesmos não chegam, formando uma malha/rede
de diminutos canais de energia (vasos Luo Superficiais).
P7 IG6
• Pontos: R4 B58
BP4 E40
PC6 TA5
C5 ID7
F5 VB37
VC15 VG1
BP21 (Geral)
Material produzido pelo professor: Rafael Simião C. de Oliveira ( xue.long@yahoo.com.br ) 36
Material produzido pelo professor: 37
Material produzido pelo professor: 38
Material produzido pelo professor: 39
Material produzido pelo professor: 40
Material produzido pelo professor: 41
Material produzido pelo professor: 42
Material produzido pelo professor: 43
Morfologia dos Luo Mai

Material produzido pelo professor: Rafael Simião C. de Oliveira ( xue.long@yahoo.com.br ) 44


Morfologia dos Luo Mai

• Estão na Superfície e na Profundidade em relação aos Canais Principais;

• Correm em todas as direções em especial preenchendo os espaços “Cou


Li” (Luos menores);

• Também tem suas conexões na profundidade (Luos Profundos), estando


relacionados com os vasos sanguíneos e sangue;

• Não penetram nas grandes articulações assim como seus canais


principais;

• Canais de conexão correspondem a duas entidades distintas:


• Canal de Conexão Propriamente dito
• Área dos canais de conexão.

• São nutridos pelos Canais Principais, através dos pontos Luos.

Material produzido pelo professor: Rafael Simião C. de Oliveira ( xue.long@yahoo.com.br ) 45


Função dos Luo Mai
• Equilibrar YIN e YANG nos membros;

• Nutrição;

• Proteção;

• Aquecimento;

• Harmonização do interior com o exterior;

• Conexão dos lados esquerdo e direito do Corpo;

• Manter a conexão e equilíbrio entre os meridianos acoplados YIN e YANG


(Ramo transversal);

• Captam o Excesso de energia dos Canais Principais e Distribuem aos


Vasos Maravilhosos.
Material produzido pelo professor: Rafael Simião C. de Oliveira ( xue.long@yahoo.com.br ) 46
Técnica Luo – Yuan (Conexão – Fonte)

REGRA:
Seda o ponto Luo do Meridiano em Excesso e Tonifica o ponto Yuan do
Meridiano Acoplado em Deficiência.
Ponto Yuan Ponto Lo Acoplado
Exemplo: ↑P e ↓IG. P9 IG6
Seda P.7 (Luo) – Tonifica IG.4 (Yuan). IG4 P7
E42 BP4
BP3 E40
↑IG e ↓P. C7 ID7
Seda IG.6 (Luo) – Tonifica P9 (Yuan). ID4 C5
B64 R4
R3 B58
PC7 TA5
TA4 PC6
VB40 F5
F3 VB37

Material produzido pelo professor: Rafael Simião C. de Oliveira ( xue.long@yahoo.com.br ) 47


Material produzido pelo professor: Rafael Simião C. de Oliveira ( xue.long@yahoo.com.br ) 48
Vasos Maravilhosos (Qi Jing Ba Mai)

• QI: significa “Maravilhoso”, “Extraordinário”;


• JING: significa “Canal”, “Rio”;
• BA: significa “Oito”;
• MAI: significa “Meridiano” ou “Canal”.

• São as primeiras formações Arcaicas que aparecem na organização dos


meridianos no embrião e no feto.

• O mais antigo dos 8 Vasos é o Chong Mai (Penetrador), que juntamente


com o Du Mai (Governador), Ren Mai (Concepção) e Daí Mai (Cintura)
seriam a primeira estrutura do embrião com relação a energia.

• Descritos desde a Dinastia Yuan (1280-1367), os pontos de abertura


descritos em 1638-1643.

• Em relação ao trajeto não há um consenso por dificuldade de interpretar


os textos de Nan Jing (1518 -1593 por Li Zhi Shen).
Material produzido pelo professor: Rafael Simião C. de Oliveira ( xue.long@yahoo.com.br ) 49
Características dos Vasos Maravilhosos

• Funcionam como Reservatório de Qi;

• Circulam a Essência do Rim (Jing);

• Auxiliam a Circulação do Wei Qi;

• Regulam os Ciclos de Vida na Mulher e no Homem;

• Influenciam os 6 órgãos Yang Extraordinários;

• Fluem em Ascendência;

• Somente 2 (VG e VC) possuem pontos próprios;

• Equilibram e Integram todo o Organismo.

Material produzido pelo professor: Rafael Simião C. de Oliveira ( xue.long@yahoo.com.br ) 50


Função dos Vasos Maravilhosos

• Problemas Simultâneos em vários canais;

• Condições Complicadas;

• Envolvimento de um órgão interno com um canal diferente;

• Situações Confusas de Calor x Frio ou Deficiência x Excesso;

• Problemas Mentais e ou Neurológicos.

Pontos de Abertura / Fechamento:


Yin Ponto Abertura Yang Ponto Abertura
Ren Mai P7 Du Mai ID3
Chong Mai BP4 Dai Mai VB41
Yin Wei Mai PC6 Yang Wei Mai TA5
Yin Qiao Mai R6 Yang Qiao Mai B62

Material produzido pelo professor: Rafael Simião C. de Oliveira ( xue.long@yahoo.com.br ) 52


Abertura dos Vasos Maravilhosos

Yang
Du Mai (Vaso Governador) – ID 3
Dai Mai (Vaso da Cintura) – VB 41
Yang Qiao Mai (Vaso Yang do Calcanhar) – B 62
Yang Wei Mai (Vaso de Ligação/Conexão Yang) – TA 5

Yin
Ren Mai (Vaso da Concepção ou Diretor) – P 7
Chong Mai (Vaso Penetrador) – BP 4
Yin Qiao Mai (Vaso Yin do Calcanhar) – R 6
Yin Wei Mai (Vaso de Ligação/Conexão Yin) – PC 6

Material produzido pelo professor: Rafael Simião C. de Oliveira ( xue.long@yahoo.com.br ) 53


Pares dos Vasos Maravilhosos

• Os Vasos Maravilhosos são agrupados em quatro pares de Vasos da


mesma polaridade (ambos Yin ou Yang) dividindo vias similares:

Vaso Concepção (P7) e Vaso Yin do Calcanhar (R6)


Vaso Governador (ID3) e Vaso Yang do Calcanhar (B62)
Vaso Penetrador (BP4) e Vaso Yin de Conexão (PC6)
Vaso da Cintura (VB41) e Vaso Yang de Conexão (TA5)

Yang YIN

Material produzido pelo professor: Rafael Simião C. de Oliveira ( xue.long@yahoo.com.br ) 54


Du Mai – Vaso Governador

• Ponto de Abertura: ID3


• Ponto Acoplado: B62 – Yang Qiao Mai

• Áreas do corpo influenciadas: região


dorsal, coluna, região posterior do
pescoço e cabeça.

• Indicação por Quadro Clínico:


Tremores e contraturas dos membros,
obnubilação, edema dos olhos, dores
lombares, glaucoma, conjuntivite,
queratite, estomatite, gengivite, glossite,
trismo, amigdalite, angina do peito,
epilepsia, alucinações.

Material produzido pelo professor: Rafael Simião C. de Oliveira ( xue.long@yahoo.com.br ) 55


Ren Mai – Vaso Concepção

• Ponto de Abertura: P7
• Ponto Acoplado: R6 – Yin Qiao Mai

• Áreas do corpo influenciadas:


abdômen, tórax, pulmão, garganta e
face.

• Indicação por Quadro Clínico:


Dermatoses, eczema, cefaléia occipital,
insuficiência pancreática, diabetes,
enfermidades pulmonares e nasais,
faringite, laringite, traqueite, disfonia,
astenia, convulsões infantis.

Material produzido pelo professor: Rafael Simião C. de Oliveira ( xue.long@yahoo.com.br ) 56


Chong Mai – Vaso Penetrador

• Ponto de Abertura: BP4


• Ponto Acoplado: PC6 – Yin Wei Mai

• Áreas do corpo influenciadas: abdômen,


útero, tórax e coração.

• Indicação por Quadro Clínico: Dor


epigástrica, indigestão, vômitos, aerofagia,
hipercloridria, anorexia, afecções intestinais,
diarréia, icterícia, colecistite, angina do peito,
palpitações, taquicardia, arritmia, assistolia,
endocardite, miocardite, perocardite,
hipotensão.

Material produzido pelo professor: Rafael Simião C. de Oliveira ( xue.long@yahoo.com.br ) 57


Dai Mai – Vaso Cintura

• Ponto de Abertura: VB41


• Ponto Acoplado: TA5 – Yang Wei Mai

• Áreas do corpo influenciadas:


genitálias, cintura, quadris.

• Indicação por Quadro Clínico: Artrite,


artrose, reumatismo articular agudo,
contratura das mãos, dos pés, e dos
dedos, tremores dos membros, cefaléia,
vertigem, dor e edema da face, dor no
olho, no ouvido e garganta, dores nos
membros, inchaço abdominal, vômitos,
regras insuficientes, mastite, anemia,
debilidade física e mental.

Material produzido pelo professor: Rafael Simião C. de Oliveira ( xue.long@yahoo.com.br ) 58


Yin Qiao Mai – Vaso Yin do Calcanhar
Vaso Mobilidade Yin
• Ponto de Abertura: R6
• Ponto Acoplado: P7 – Ren Mai

• Áreas do corpo influenciadas: lado interno das


pernas, abdômen e olhos.

• Indicação por Quadro Clínico: Disturbios


urinários, frigidez, impotência, esterilidade,
orquite, prostatite, uretrite, metrorragia, leucorréia,
transtornos menstruais, regras abundantes,
ameaça de aborto, insônia, constipação crônica.

Material produzido pelo professor: Rafael Simião C. de Oliveira ( xue.long@yahoo.com.br ) 59


Yang Qiao Mai – Vaso Yang do Calcanhar
Vaso Mobilidade Yang
• Ponto de Abertura: B62
• Ponto Acoplado: ID3 – Du Mai

• Áreas do corpo influenciadas: lateral das pernas,


costas, pescoço, cabeça e olhos.

• Indicação por Quadro Clínico: Contraturas da


coluna, edema e paralisia dos membros inferiores,
cefaléia supra orbitária, abscesso das mamas,
zumbidos, epistaxe, dor articular, frio nos
membros superiores, congestão cerebral,
hemorragia cerebral, afasia.

Material produzido pelo professor: Rafael Simião C. de Oliveira ( xue.long@yahoo.com.br ) 60


Yin Wei Mai – Vaso Yin de Ligação

• Ponto de Abertura: PC6


• Ponto Acoplado: BP4 – Chong Mai

• Áreas do corpo influenciadas: tórax, coração.

• Indicação por Quadro Clínico: Indigestão,


constipação, convulsões, hipertensão,
arterioesclerose, artrite, varizes, hemorróidas,
obesidade, depressão mental, tristeza, timidez,
neurastenias, ansiedade, sensação de
plenitude torácica.

Material produzido pelo professor: Rafael Simião C. de Oliveira ( xue.long@yahoo.com.br ) 61


Yang Wei Mai – Vaso Yang de Ligação

• Ponto de Abertura: TA5


• Ponto Acoplado: VB41 – Dai Mai

• Áreas do corpo influenciadas: lateral da


perna, do corpo, lateral do pescoço, cabeça e
ouvidos.

• Indicação por Quadro Clínico: Dor e inchaço


das articulações, lombalgias e dores na coluna,
cefaléias, dor ocular e supra orbitária, calor e
paresia dos membros, sudorese noturna,
prurido generalizado, dermatite, acne, otite,
epistaxe, hemoptise, metrorragia, blefarite.

Material produzido pelo professor: Rafael Simião C. de Oliveira ( xue.long@yahoo.com.br ) 62


Classificações dos Vasos Maravilhosos
Quanto a Energia:

Captadores de Energia:
Yin: Ren Mai (VC) - P 7
Yang: Du Mai (VG) - ID 3

Reguladores Intensidade da Energia:


Yin: Yin Qiao Mai - R 6
Yang: Yang Qiao Mai - B 62

Produtores Orgânicos:
Yin: Yin Wei Mai - PC 6
Yang: Yang Wei Mai - TA 5

Distribuidores:
Yin: Chong Mai -BP 4
Yang: Daí Mai - VB 41
Material produzido pelo professor: Rafael Simião C. de Oliveira ( xue.long@yahoo.com.br ) 63
Classificações dos Vasos Maravilhosos
Quanto a Função:

Motora:
Du Mai - ID3 / Yang Qiao Mai – B62

Metabólica:
Ren Mai – P7 / Yin Qiao Mai R6

Sensorial:
Dai Mai - VB41 / Yang Wei Mai - TA5

Psicossomática e Digestiva:
Chong Mai - BP4 / Yin Wei Mai - PC6

Material produzido pelo professor: Rafael Simião C. de Oliveira ( xue.long@yahoo.com.br ) 64


Classificações dos Vasos Maravilhosos
Quanto ao Agravamento:
Aceleradores Agudo ID3 / B62
Produtores Sub-Agudo TA5 / VB41
Desobstrutores Crônico PC6 / BP4
Conservadores Degenerativo P7 / R6

Aceleradores Produtores Desobstrutores Conservadores

Material produzido pelo professor: Rafael Simião C. de Oliveira ( xue.long@yahoo.com.br ) 65


Técnicas de Estimulação:

• Ponto de Abertura do Vaso a ser tratado é Tonificado e o Ponto do


Acoplado é Sedado.

• As agulhas serão removidas na ordem inversa das inserções.

• Unilateral é indicado para os casos em que os sintomas se localizam


apenas em um lado do corpo. Neste caso, tratar o ponto de abertura e do
acoplado do mesmo lado que está afetado;

• Bilateral é indicado para os casos de patologias com sintomas mentais e


psicoemocionais como depressão, ansiedade, fobias, etc. No caso tratar o
ponto de abertura e ponto do acoplado bilateralmente;

Material produzido pelo professor: Rafael Simião C. de Oliveira ( xue.long@yahoo.com.br ) 66


Técnicas de Estimulação:

• Cruzado é quando se faz o estímulo do ponto de abertura de um lado e


trata-se o ponto do acoplado no lado oposto (de acordo com o sexo do
paciente), nesse caso quando usamos o Vaso Maravilhoso como
complemento do tratamento.

* Ponto de Abertura para Mulheres no lado Direito e Homens no lado


Esquerdo, e o ponto acoplado no lado inverso;

Material produzido pelo professor: Rafael Simião C. de Oliveira ( xue.long@yahoo.com.br ) 67


Material produzido pelo professor: 68
Principais Pontos:

VG1 (Changqiang)
O Forte Longo
VG4 (Mingmen)
Porta da Vida
VG14 (Dazhui)
Grande Vértebra
VG16 (Fengu)
Palácio dos Ventos
VG17 (Naohu)
Portão do Cérebro
VG20 (Baihui)
Cem Encontros
VG26 (Renzhong)
Meio do Homem

Material produzido pelo professor: Rafael Simião C. de Oliveira 69


Principais Pontos:

VC1 (Huiyin)
Reunião do Yin
VC3 (Zhongji)
Posição do Meio
VC4 (Guanyuan)
Residência do Qi Primordial
VC6 (Qihai)
Mar do Qi
VC8 (Shenque)
Palácio do Espírito
VC12 (Zhongwan)
Meio Epigástrio
VC17 (Danzhong)
Meio do Tórax
VC22 (Tiantu)
Proeminência do Céu

Material produzido pelo professor: Rafael Simião C. de Oliveira 70


Vasos Distintos/Divergentes (Jing Bie)

• JING: significa “Canal”, “Meridiano”;


• BIE: significa “Divergencia”, “Separação”.

• São em número de 12, com origem nos canais de energia principais,


sendo dependentes energeticamente destes.

• Completam a função de transporte energético (Wei Qi, Ying Qi e Xue)


levando estas Substâncias onde os Canais Principais não tem abrangência;

• Atua na formação do “Espíritos”, regulados pelo Xin Bao (Pericárdio),


circulando energia psíquica;

• Apresentam assim como os Canais Principais, uma relação de ligação


energética Yin x Yang, formando pares que se unem em determinados
pontos (He) chamados de “As Seis Confluências”.

Material produzido pelo professor: Rafael Simião C. de Oliveira ( xue.long@yahoo.com.br ) 71


• Após penetrarem nas cavidades Torácica e Abdominal e fazer a conexão
entre órgãos e vísceras, levam os nutrientes para os órgãos vísceras e
estruturas orgânicas por onde passam.

Material produzido pelo professor: Rafael Simião C. de Oliveira ( xue.long@yahoo.com.br ) 72


6 Confluências / Pontos União (He):

1ª União B10: Zu Tai Yang (B40) e Zu Shao Yin (R10)

2ª União VB1: Zu Shao Yang (VB30) e Zu Jue Yin (F3)

3ª União E9: Zu Yang Ming ( E31) e Zu Tai Yin (BP11)

4ª União VC17: Shou Tai Yang (ID12) e Shou Shao Yin (C1)

5ª União TA16: Shou Shao Yang (TA 20) e Shou Jue Yin (PC1)

6ª União IG18: Shou Yang Ming (IG6) e Shou Tai Yin (P1)

• Técnica:
Ting + Ashi + União

Ho + União + Confluências
Material produzido pelo professor: Rafael Simião C. de Oliveira ( xue.long@yahoo.com.br ) 73
Resumo

Material produzido pelo professor: Rafael Simião C. de Oliveira ( xue.long@yahoo.com.br ) 74


Bibliografia

- AUTEROCHE, B; NAVAILH. O Diagnostico na Medicina Chinesa. São


Paulo, Org. Andrei Ed 1986
- MACIOCIA, Giovanni. Os fundamentos da medicina chinesa: um texto
abrangente para acupunturistas e fisioterapeutas. 2. ed. São Paulo: Roca,
2007. 658 p.1 CD-ROM
- ROSS, Jeremy. Zang Fu: sistemas de órgãos e vísceras da medicina
tradicional chinesa. 2. ed. São Paulo: Roca, 1994. 267 p.

Obrigado!

Material produzido pelo professor: Rafael Simião C. de Oliveira ( xue.long@yahoo.com.br ) 75

Você também pode gostar