Você está na página 1de 2

Ser mulher é...

Ser mulher é ter ciência ao acordar que seu dia não será fácil pois terá que enfrentar
as dificuldades que a sociedade lhe impõe

Ser mulher é saber que a qualquer momento você pode sofrer alguma violência

Ser mulher é ser autosuficiente para quebrar paradigmas a todo instante, é ter a
capacidade de gerar um fruto e a responsabilidade de educá-lo e passar a ele todos
os valores éticos e morais necessário para a vida adulta

Ser mulher é.... Planejar o dia pensando em qual roupa vestir, qual meio de
transporte usar e por quais ruas você ira passar para previnir todos os riscos, do
assedio ao estupro

Ser mulher é ter de ouvir:“Feche as pernas. Sente-se direito. Não fale alto. Não saia
sozinha. Não viaje sozinha. Não seja muito magra. Não seja muito gorda. Não use
roupa curta. Não saia de cara lavada. Não use muita maquiagem. Não tenha amigos
homens. Não se ofenda com brincadeiras. Não leia muito. Não questione. Não fale
tudo o que pensa. Trabalhe. Seja independente. Não seja muito independente. Não
seja egoísta. Namore. Case. Tenha filhos. Não tenha muitos flhos. A
responsabilidade é sua. Cozinhe. Limpe. Lave. Passe. Cuide de tudo e de todos.
Aguente firme. Não reclame. Ignore a TPM. Engula o choro. Agradeça. Sorria e
acene. Diga sempre que está tudo bem. Ser mulher em uma sociedade patriarcal e
machista ainda é viver com medo e sob pressão.”

“Ser mulher é ter de provar, a todo o momento, que é capaz de ser e fazer o que
quiser, quando quiser e como quiser. É se fazer ouvir, mesmo quando querem calar.
É lutar, diariamente, pela liberdade de ser feliz. Usar a razão e o coração como guia
para não desistir, nunca, do direito à igualdade.”É olhar para a outra e compreender
sua dor, É ter guarda-roupas cheio e não ter roupa, é cuidar de si, do velho e do novo,
é parir gente, ideia e solução. Ser mulher é ouvir com abraço, sorrir com olhos,
chorar com espírito e sonhar com ação.

“Ser mulher é deixar de lado a falta de colo para ser porto seguro de alguém. É ser
forte e ser frágil. É ser a heroína com coração de mocinha. É desempenhar quantos
papéis for preciso e ter prazer em todos eles. É ter muitos medos, mas não se curvar
diante de nenhum. É falar e calar. Amar e disciplinar. Ser mulher é desafiador, mas
não há nada mais bonito!
Produzido por:

Geovanna Alvarez

Geovanna Albuquerque

Cauanny Campos

Giovana Cordeiro

Você também pode gostar