Você está na página 1de 39

LINKS DE ATIVIDADES DESTE PROJETO:

https://www.espacoeducar.net/2018/07/sequencia-didatica-com-o-livro-o-
grande.html

http://zandrabss.blogspot.com/2007/11/o-grande-rabanete.html

ESCOLA:____________________________________________________
GÊNERO TEXTUAL: Conto: O Grande Rabanete
PÚBLICO ALVO: 2º e 3º anos do Ensino Fundamental I

OBJETIVOS:
 Estimular o gosto pela leitura;
 Explorar a oralidade;
 Vivenciar estratégia de leitura que ajude ao aluno a avaliar o texto lido,
defendendo oralmente sua opinião;
 Inferir informações ampliando o conhecimento textual;
 Produzir textos, utilizando a linguagem verbal e não verbal;
 Ampliar o conhecimento sobre o sistema monetário;
 Entender a importância dos vegetais em nossa alimentação;
 Identificar situações ortográficas e gramaticais dentro do texto;
 Promover a relação interpessoal entre os alunos e professores.
 Construir gráficos com os personagens da história;
 Ler e produzir receitas sobre saladas.
 Diferenciar os diversos tipos de animais e a que classe pertence;
EIXOS DA LÍNGUA PORTUGUESA:
Oralidade, Leitura, Produção Textual e Análise Lingüística;
CONTEÚDOS:
 Literatura infantil;
 Produção de texto;
 Interpretação oral e escrita;
 Alimentação;
 Sistema monetário;
 Relações interpessoais;
 Ortografia: sílabas, pontuação;
 Gráficos;
 Receitas;
 Animais;
 Meio ambiente.
TEMPO ESTIMADO: 1 semana

RECURSOS:
HUMANOS:
 Professores, alunos, pais e comunidade escolar.
MATERIAIS:
 Folhas de papel sulfite, cartolina, internet, copiadora, caneta, lápis, computador,
TNT, EVA, borracha, livros literários, máquina fotográfica, cola, fita adesiva, lápis
de cor...

METODOLOGIA:
1º MOMENTO: segunda- feira

 Apresentação do livro: O grande Rabanete;


 Introdução da aula buscando resgatar e valorizar os conhecimentos prévios dos
alunos através de uma Ciranda reflexiva sobre as histórias que os alunos
conhecem se já ouviu a história O Grande Rabanete; Se esta história é verdadeira
ou fictícia e compará-la com algum que já conheça e seja parecida.
 Afixaremos na lousa a capa do livro e exploraremos o título e a capa da história,
em seguida solicitaremos que os alunos contribuam dizendo quem serão os
possíveis personagens, autores e editora logo após a professora ira contar a
historia utilizando o livro e PowerPoint, O Grande Rabanete;
 Depois da leitura do livro, solicitar aos alunos que façam uma ilustração da parte
da história que mais gostaram e em seguida, respondam as questões relacionadas
a história O Grande Rabanete.
 Para casa solicitarei aos alunos que façam uma lista com os nomes de vegetais
utilizados em casa.

2º MOMENTO: terça- feira


 Aprofundar os conhecimentos aproveitando a lista de vegetais que os
alunos trouxeram de casa, na oportunidade será apresentada na frente
da sala. Em seguida será entregue atividades xerocopiadas contendo
caça-palavras sobre os vegetais e outras questões para inventar os
nomes dos personagens e observar as imagem e escrever o que estão
fazendo.
 Para casa: pesquisa dos preços de a lista de vegetal preestabelecida
pelo professor.

3º MOMENTO: quarta- feira


 Retomada do para casa; o professor afixará na lousa um cartaz com a lista dos
vegetais e preços para serem completados pela pesquisa dos alunos; em seguida
será explorada com uma lista de perguntas como: Qual o vegetal mais caro e o
mais barato? Qual o vegetal mais consumido em sua casa?Qual o que você mais
gosta? Se fosse para você comprar um desse agora, você teria esse valor?
Quanto gastaria para comprar todos esses vegetais? E para comprar os que você
mais gosta quanto gastaria?. Em seguida os alunos pesquisarão em dicionários ou
internet sobre o rabanete.
 Hora da produção: será dada aos alunos ilustrações e por meio delas serão
produzidas frases.
 Para casa, os alunos irão observar o recadinho deixado pela autora do livro. E
responder a cartinha, não se esquecendo dos parágrafos, pontuação e
acentuação. Obs.: se necessário solicitar ajudar de um adulto.

4º MOMENTO: quinta-
feira
 A aula será iniciada, pedindo aos alunos que leiam as suas produções textuais –
cartinhas para a autora do livro. Terminando as leituras, será apresentado o
conceito de gráficos e em seguida será entregue a cada criança papeis para que
desenhem seu personagem preferido, depois todos juntos construirão um gráfico
em um cartaz que será afixado em sala de aula.
 Será entregue aos alunos atividades xerocopiadas sobre silabas relacionadas aos
personagens presente na história. Na oportunidade o professor aproveitará as
figura dos animais para explorar suas classes e tipos.
 Para casa: os alunos deverão trazer os ingredientes para fazer uma salada em
sala de aula.

5º MOMENTO: sexta- feira


 A aula será iniciada como os ingredientes para fazer a salada, construir e
observar a receita, pois fazer a salada e degustá-la;
 Em seguida será entregue atividades xerocopiadas envolvendo o tema salada de
alface e rabanete.
 Produção de texto: observar a imagem e recontar a história utilizando outro
vegetal que não seja o rabanete, e depois apresentar para os colegas.

AVALIAÇÃO
Será avaliado a participação, criatividade, interesse, desempenho individual e
coletivo dos alunos,através da observação diária e atividades realizadas.
Plano de trabalho - "O grande
rabanete" Tatiana Belinky
Área do conhecimento:
Língua Portuguesa, Matemática, Arte, Ciências da natureza e sociedade

Conteúdo:
Linguagem oral, leitura e escrita
Interpretação oral e escrita
Produção textual
Germinação
Dramatização

Objetivos:
- Conhecer o livro: O grande rabanete;
- Ordenar as ilustrações da história;
- Listar o nome dos personagens;
- Escrever o nome dos personagens;
- Produzir textos
- Favorecer a compreensão e a memorização do texto pelos alunos, permitindo
uma leitura autônoma;

Desenvolvimento:
O grande rabanete (história com acumulação)
De Tatiana Belinky, ilustrado por Claudius.
São Paulo: Editora Moderna, 2002.
Está história trata de um rabanete que, plantado numa horta por um vovô,
cresce até ficar gigante. Vários personagens unem-se aos avós, donos da
horta, na tentativa de arrancá-lo da terra: a netinha, o cachorro, o gato... Só
conseguem quando a eles se une um ratinho. Feita a colheita, este se
proclama o mais forte de todos! Rabanete no prato, todos comem à vontade e
sobra até um pouquinho para uma minhoca que passava por ali.
À medida que novos personagens entram na história, o trecho que se repete
ao longo da narrativa cresce, caracterizando o aspecto acumulativo do texto:
“A vovó segurou no vovô, o vovô segurou no rabanete”; “A neta segurou na
avó, a vó no vô, o vô no rabanete”; “O Totó segurou na neta, a neta na vó, a
vó no vô, o vô no rabanete”, e assim sucessivamente, até a colheita do
rabanete.
A ilustração auxilia a leitura porque traz informações que confirmam e
complementam o texto. No começo da história, por exemplo, a frase “O
rabanete cresceu-cresceu e ficou grandão-grandão” está acompanhada pela
imagem em quadrinhos do rabanete crescendo. Nas demais páginas, os
personagens, que se acumulam no discurso aparecem “enfileirados”, tentando
arrancar o rabanete. Quando conseguem, todos voam pelos ares, desfazendo
a corrente que se formara. Na página final, uma ilustração do ratinho com
roupa de super-homem completa o texto: “E você acha que o rato era mesmo
o mais forte?”
 Apresentação do livro para os alunos, explorando o nome da obra, autora do
livro, editora e a imagem;

Um pouco sobre a autora: Nascida em São Petersburgo, Rússia, em


1919, Tatiana Belinky veio para o Brasil aos 10 anos de idade, com sua
família. Começou a fazer teatro para crianças em 1948 — e não parou
mais. Com a chegada da televisão, seu grupo teatral foi convidado a
apresentar suas peças na então TV Tupi, lá permanecendo por mais de
10 anos, com quatro espetáculos de teleteatro por semana, ao vivo, com
textos sempre baseados em livros, promovendo intensamente a
literatura e a leitura. É de sua autoria a primeira grande série adaptada
para a televisão de O Sítio do Picapau Amarelo, de Monteiro Lobato. No
total, foram mais de 1.500 textos apresentados pela televisão. Tatiana
também é tradutora e jornalista. Ao longo de sua vida, recebeu muitos
prêmios de teatro, de literatura e de televisão.

 Conhecimentos prévios: O que vocês acham que conta essa história? Será que
conseguem me dizer do que se trata essa história antes mesmo que eu leia?
Quem são essas pessoas? O que elas estão fazendo? Onde elas estão?

 Leia o título da história, O grande rabanete e verifique se seus alunos sabem o


que é um rabanete. Quem já comeu? Quem gosta de rabanete?

 Leitura da história realizada pela professora;

 Interpretação oral da sequência da história;

 Com imagens da história propor que os alunos ordenem as imagens de acordo


com a sequência que aparecem os personagens na história;
 Lista dos personagens em ordem alfabética;

 Lista de animais da história;

 Varal do alfabeto (ou alfabeto móvel) para formar nome dos personagens da
história;

 Dramatização da história “O Grande rabanete” realizada pelos alunos.

NA HISTÓRIA: “O GRANDE RABANETE”, O VOVÔ SAIU PARA A


HORTA E PLANTOU UM RABANETE. O RABANETE CRESCEU-
CRESCEU E FICOU GRANDÃO-GRANDÃO. O VOVÔ QUIS
ARRANCÁ-LO PARA O ALMOÇO. ENTÃO ELE FOI PARA A HORTA E
COMEÇOU A PUXAR O RABANETE. PUXA QUE PUXA E NADA DO
RABANETE SAIR DA TERRA... REPRESENTE ATRAVÉS DE
DESENHO OS PERSONAGENS QUE AJUDARAM O VOVÔ A PUXAR
O RABANETE.

ALUNO (A):
_______________________________________________
DATA:
___________________________________________________

PINTE OS DEDOS DA MÃO QUE MOSTRAM A QUANTIDADE DE


PERSONAGENS QUE AJUDARAM O VOVÔ A PUXAR O GRANDE
RABANETE:

Desempenho do aluno
(a): __________________________________
_______________________________________________________
__
_________________________________________________________

Texto informativo:

Rabanete
Rabanete é uma planta pertencente à família das brassicáceas,
originária da região mediterrânea. Quando adulta, a planta mede entre
15 e 20 cm de altura. Sua raiz é um tipo de caule, comestível, de cor
vermelha e sabor picante.
É fonte de vitamina C, que protege contra gripes e resfriados,
contém uma boa quantidade de potássio, evitando a perda de colágeno;
sódio, que auxilia na digestão; e magnésio, importante para manter ativo
o sistema nervoso. Possui poucas calorias, por isso é recomendado
para pessoas que estão em dietas de emagrecimento.
O rabanete pode ser consumido cru, em saladas. Pode ser
preparado na forma de petiscos, uma opção mais saudável em relação
aos pratos calóricos geralmente cozinhados.
O rabanete deve ser conservado, preferencialmente, em
geladeira, dentro de saco plástico.
Ao comprá-lo, prefira os rabanetes lisos, firmes e sem rachaduras.
http://www.brasilescola.com/saude/rabanete.htm

Aluno(a):
_______________________________________________________________
_
Data:
_______________________________________________________________
____

Observe os desenhos da história "O grande rabanete" e forme frases com


criatividade. Escreva com letra legível, inicie a frase com parágrafo e letra
maiúscula:

_______________________________________________
_______________________________________________
_______________________________________________
_______________________________________________
_______________________________________________
_______________________________________________
_______________________________________________
______________________________________________
______________________________________________
______________________________________________
______________________________________________
______________________________________________

______________________________________________
______________________________________________
______________________________________________
______________________________________________
______________________________________________
______________________________________________
______________________________________________

Sugestão de produção textual:

Na sua opinião, você acha que o rato era mesmo o mais forte? Inicie a
frase sempre com parágrafo e letra maiúscula. Não esqueça de escrever o
título de sua história.

___________________________________
_______________________________________________________________
__
_______________________________________________________________
__
_______________________________________________________________
__
_______________________________________________________________
__
_______________________________________________________________
__
_______________________________________________________________
__
_______________________________________________________________
__
_______________________________________________________________
__
_______________________________________________________________
__
_______________________________________________________________
__
_______________________________________________________________
__
_______________________________________________________________
__
_______________________________________________________________
__
_______________________________________________________________
__
_______________________________________________________________
__
_______________________________________________________________
__
Desempenho do aluno
(a): __________________________________________
_______________________________________________________________
__
_______________________________________________________________
__
Outras sugestões de produção textual:

 Elaborar um convite, convidando outro bichinho para comer o rabanete,


lembre-se de escrever o local e a data:

Observe as etapas do desenvolvimento do rabanete na história em quadrinho e


produza um texto. Lembre-se de escrever com letra legível, parágrafo e letra
maiúscula quando necessário. Não se esqueça do título.
__________________________________
________________________________________________________________
________________________________________________________________
________________________________________________________________
________________________________________________________________
________________________________________________________________
________________________________________________________________
________________________________________________________________
________________________________________________________________
________________________________________________________________
________________________________________________________________
________________________________________________________________
________________________________________________________________
________________________________________________________________
________________________________________________________________
________________________________________________________________

Desempenho do aluno (a): _________________________________________


________________________________________________________________
________________________________________________________________

Então todos sentaram e juntos comeram o rabanete, que era tão grande que
deu pra todos. Observe os quadrinhos o rato comendo o rabanete, o que ele
pensou que era? Ele gostou? O que ele fez?
__________________________________
________________________________________________________________
________________________________________________________________
________________________________________________________________
________________________________________________________________
________________________________________________________________
________________________________________________________________
________________________________________________________________
________________________________________________________________
________________________________________________________________
________________________________________________________________
________________________________________________________________
________________________________________________________________
________________________________________________________________
________________________________________________________________
________________________________________________________________

Desempenho do aluno (a): _________________________________________


________________________________________________________________
________________________________________________________________

Tatiana Belinky nasceu muito longe daqui, na Rússia, e chegou ao Brasil


com seus pais e dois irmãos menores, quando tinha dez anos de idade. Então
viveu, cresceu, estudou e casou aqui no Brasil, em São Paulo. Procure no
mapa do Brasil, o Estado de São Paulo e pinte-o:
Problemas matemáticos envolvendo a complexa divisão de rabanetes:
a) Se o rabanete era tão grande, que até sobrou para a minhoca, em quantas
partes ele foi dividido?
Veja se seus alunos levam em conta as informações presentes apenas na
ilustração (páginas 28 a 30): o ratinho imaginou que o rabanete fosse queijo,
quando provou, não gostou nem um pouco e acabou deixando seu pedaço cair
no chão. A minhoca não se fez de rogada e deve ter se fartado toda feliz...
Oba! Assim, é preciso considerar que a minhoca não estava incluída na divisão
inicial, certo?

b) Comprei na Saraiva o livro “O grande rabanete” por R$ 32,90. Livraria Para


pagar levei R$ 50,00. Quanto recebi de troco?

c) Ainda pode-se comprar o livro “O grande rabanete” em 6 X de R$ 5,49.

 Germinação (etapas do desenvolvimento das plantas);


Experiência
Vídeo: germinação
SEQUÊNCIA DIDÁTICA – O GRANDE RABANETE

Público Alvo: Ensino Fundamental - 4º e 5º Anos

Áreas envolvidas/Conteúdos trabalhados:

Língua Portuguesa: Leitura, interpretação, lista de palavras, receita, produção textual;

Matemática: situações problemas, tabela, gráfico;

Arte: Desenho, pintura, dramatização;

Ciências: alimentação saudável, animais.

1º momento

Roda de conversas com levantamento dos conhecimentos prévios dos alunos sobre
alimentação saudável;

Exposição de vídeo: Se alimentar bem, é bom;

Leitura deleite “O grande rabanete”

Construção de uma Pirâmide alimentar;

Pesquisa sobre o vegetal que aparece na obra literária.

2º momento

Retomada da aula anterior, com a participação dos alunos através de


questionamentos sobre o vegetal pesquisado (o rabanete);

Atividades relacionadas ao assunto (de acordo com o nível da turma)

Pesquisa preço dos vegetais;

Pesquisa em sua residência junto a família sobre os vegetais utilizados na alimentação


do seu dia a dia.

3º momento
Leitura deleite: O Sanduíche da Maricota

Dar continuidade as atividades através de observações dos resultados da pesquisa;

Confecção de gráfico ou tabela dos vegetais;

Atividade com situações problemas relacionada ao assunto (de acordo com o nível da
turma);

4º momento

Conhecendo a autora (biografia)

Leitura do recadinho que a autora Tatiana Belinky deixou para os leitores;

Produção escrita: responda a cartinha de Tatiana

Atividade impressa relacionada ao assunto – situações problemas (de acordo com o


nível da turma

Extraclasse: Pesquisar cardápio da escola (receita)

5º momento

Fazer leitura e observações do cardápio da escola e das receitas realizadas através


da pesquisa dos alunos;

Construção de uma receita de salada de frutas;

Salada de frutas, com frutas trazidas pelos alunos;

Dramatização da história “O grande rabanete”

Sugestão, elaboração e créditos à Pedagoga Rita de Cassia Alves Ribeiro


PROJETO : O GRANDE RABANETE
IDENTIFICAÇÃO DO LOCAL: Escola Municipal Gil Norberto Santa
Rosa Lopes.

TURMA: 1º ano A (24 alunos).

PROFESSORA REGENTE: Célia Bonfim Ortega

ÁREA DE CONHECIMENTO: Língua Portuguesa, Matemática,


Ciências, História e Geografia.

3-TÍTULO DO PROJETO: História com acumulação (O grande


rabanete).

4- CARACTERÍSTICAS DO PROJETO: Interdisciplinar

5. DESCRIÇÃO GERAL.
JUSTIFICATIVA
Aproveitando que nesta fase as crianças apresentam maior
capacidade de concentração, fixam como ouvintes, e
conquistam sua própria linguagem, será trabalhado a historia de
acumulação: O grande rabanete. Por ser prazerosa e repetitiva,
desenvolvendo autonomia e proporcionando momentos de risos,
assim como novos conhecimentos.

CONTEÚDO:
 Linguagem oral, leitura e escrita;
 Interpretação oral e escrita;
 Produção textual;
 Germinação;
 Dramatização;
 Valores;
 Raciocínio Lógico;
 Números e quantidades;
 Sequencia lógica;

OBJETIVO GERAL:
Proporcionar momentos de prazer através da leitura, ampliando
vocabulário, organização de pensamentos e autonomia na
contação de histórias.

OBJETIVOS ESPECÍFICOS:

 Conhecer o livro: O grande rabanete;


 Conhecer a autora Tatiana Belinky;

 Contar história – ilustração/personagem;

 Relacionar ilustração e texto;

 Ordenar os personagens da história

 Escrever nomes dos personagens da história (treinamento


da escrita);

 Produzir textos (desenho e escrita);

 Desenvolver o raciocínio lógico;

 Favorecer a compreensão e a memorização do texto pelos


alunos, permitindo uma leitura autônoma;

 Conhecer o princípio do ciclo de vida de uma planta;

 Resgatar a importância dos valores.

METODOLOGIA

 Conhecer o livro:

 Falar sobre a autora;

 Contar história – ilustração/personagem;

 Relacionar ilustração e texto;


 Levar os alunos na sala de tecnologia para falar um pouco
sobre o rabanete;

 Degustação do rabanete;

 Ordenar os personagens da história;

 Escrever nomes dos personagens da história (treinamento


da escrita);

 Listar nomes dos personagens;

 Ler trechos da história (começar a frase e pedir para os


alunos terminarem);

 Cartaz dos personagens;

 Confeccionar material para dramatização da história


(rabanete e horta);

 Ilustração;

 Pintura e recorte dos personagens;

 Sequencia da história;

 Produção textual (desenho e escrita)

 Jogo da memória e jogo dos personagens;

 Quantidade, problemas, tamanho (maior, menor,


grande/pequeno)

 Plantação do rabanete;

RECURSOS: Pen drive, aparelho de som, folha sulfite, Xerox,


cartolina, cartazes, imagens, semente de rabanete, rabanete,
CD, imagens , dado, canudo, revistas, livros de histórias, TNT,
papel manilha, data show, computadores e músicas.
AVALIAÇÃO
A avaliação deverá ser durante toda a realização das atividades,
observando a participação nas atividades e nos debates, assim como
as análises gramaticais. Observar a disposição do grupo de ouvir e
contar historias e de compartilhar um espaço de expressão entre
crianças e adultos, por meio da contação de historias.
6. TECNOLOGIAS UTILIZADAS: Máquina fotográfica,
computador, data show, pen drive, aparelho de som.

7. COMENTÁRIOS

Trabalhar com esse projeto foi muito gratificante, por ser


uma história, de enredo simples, tem como atrativo principal
a forma: é narrada como um conto cumulativo — forma que
encanta e diverte a garotada, além de representar um
excelente treino de memória. As frases — simples — são
bastante adequadas aos que se iniciam na leitura, serve-se de
recursos originais, como a repetição. Além do aspecto
lingüístico, é possível explorar, por meio da narrativa, o
lado humano: a questão da solidariedade, da cooperação, da
divisão de bens e até da auto-estima. É um dos tipos de leituras
que mais gostam, e também é gostoso de ler para elas.
Sequência didática
Temática: Hábitos alimentares e saúde
Gênero textual: receitas
Público alvo: alunos de classes multisseriadas
Áreas de ensino: Língua portuguesa e ciências
Eixos de ensino da Língua portuguesa: Leitura; Produção de
Texto; Linguagem Oral e Análise Linguística.
Conteúdos: Os alimentos e suas origens; Alimentação saudável;
Leitura e interpretação; receitas e bilhete.
Tempo estimado: uma semana
Recursos: Obras complementares, papel metro, pincel atômico, fita
adesiva, atividade impressa, outros livros, cartaz
educativo, cartolina e duplex.
Objetivos:
 Comparar os próprios hábitos alimentares com o dos colegas e
identificar a presença de frutas, legumes e verduras (ou não ) na
dieta alimentar de cada um;
 Produzir uma tabela com os alimentos mais frequentes nos
seus hábitos alimentares;
 Identificar os principais fatores cariogênicos das comidas que mais
comem (em casa ou fora de casa);
 Investigar o valor nutritivo dos alimentos e identificar frutas,
legumes e verduras;
 Identificar os cuidados higiênicos no preparo dos alimentos;
 Antecipar sentido do texto a partir do suporte textual, título e
ilustrações; identificar informações explícitas no texto; fazer
inferências;
 Estabelecer relações entre unidades sonoras e representações
gráficas;
 Identificar as características do gênero textual (RECEITA ).
 Reconhecer a finalidade do gênero textual receita;
 Identificar a separação entre as palavras (espaços) na construção do
texto.
 Ler com compreensão e identificar as rimas no texto.

Metodologia:
1° aula:
Apresentar o livro “O que Ana sabe sobre... Alimentos Saudáveis
(acervo do 1° ano A) ou Delícias e gostosuras (acervo do 2° ano).”
Fazer antecipação antes da leitura a partir do título e ilustrações da
capa. Fazer a leitura coletiva e, em seguida, a interpretação oral do
texto. Levantar os conhecimentos prévios das crianças sobre a
temática do livro. Dinamizar uma discussão direcionada para
aspectos mencionados no livro. Após a discussão a turma será
dividida em dois grupos que receberão o nome de vários alimentos e
deverão separá-los para montar um cartaz com alimentos saudáveis
e alimentos não saudáveis. Depois de confeccionar o cartaz deverão
copiar na atividade o nome de quatro alimentos e a quantidade de
sílabas das palavras. Em seguida deverão escrever o nome de quatro
alimentos que eles mais gostam. No final da aula o professor
apresentará uma ficha de pesquisa para os alunos preencherem em
casa com a ajuda dos pais ou responsáveis sobre seus hábitos
alimentares. Explicará que essa ficha é para auxiliar no
levantamento dos hábitos alimentares de cada um, avaliando se são
saudáveis ou não para a preservação da saúde bucal. Segue em anexo
o modelo da ficha.
2° aula:
Trabalhar com alimentos mais freqüentes no dia-a-dia. Fazer a
leitura deleite: Que delícia de bolo! (Obras complementares 1° ano).
Expor o cartaz com a música A sopa (Palavra Cantada) fazer a leitura
apontada e canta com as crianças.Entregar a música impressa e fazer
a interpretação oral. Perguntar o nome da música, se alguém já
comeu esse alimento, o que pode ter na sopa, perguntar se todos os
alimentos citados na música são saudáveis,se fazem bem a saúde
etc.Pedir que numerem os versos da música contem quantas estrofes
e pinte as rimas.Retirem do texto palavras com uma,duas,três e
quatro silabas e escrevam na atividade impressa e o nome de quatro
alimentos que podemos colocar na sopa.
Retomar o momento anterior; socializar a pesquisa sobre os
alimentos mais freqüentes nas refeições e dieta alimentar do dia a
dia das famílias. Listar no quadro os tipos de alimentos. Construir
uma tabela com os alimentos mais freqüentes na dieta alimentar dos
alunos para colocar no mural. Observar com os alunos, as comidas
mais presentes no dia a dia.
3° aula
Trabalhar com as receitas da merenda escolar. Fazer a leitura deleite
com as crianças em círculo e entregar receitas em pequenos cartões
para que eles façam a leitura. Os que já sabem ler poderão fazer a
leitura da receita em voz alta. Expor em cartaz a receita da sopa
servida na merenda, fazer a leitura apontada, conversar sobre a
estrutura da receita, o que é os ingredientes, se eles conhecem esses
ingredientes, o que é o modo de fazer etc. Perguntar se os
ingredientes dessa receita são saudáveis, de onde vem esses
alimentos e conversar sobre a origem dos mesmos. Entregar a
receita impressa para que as crianças em dupla leiam a receita e
pintem o nome dos ingredientes. Depois deverão encontrar no
diagrama o nome das verduras e legumes utilizados na sopa e
escrever o nome de dois alimentos de origem animal e dois de
origem vegetal e montar um cartaz.
4° aula
Fazer a leitura deleite do livro Rimas Saborosas (obras
complementares 3° ano) e conversar com as crianças sobre a
importância do consumo de frutas e a importância de lavar as frutas
e as mãos antes de comer. Expor em cartaz o poema salada de frutas
ler o titulo e perguntar as crianças quem já comeu salada de frutas,
quais são as frutas utilizadas etc. entregar a poesia impressa e fazer a
leitura apontada. Pedir às crianças que pintem o nome das frutas,
depois escrevam no diagrama. Em seguida terão que escrever o
nome de três frutas que eles mais gostam. Escrever um bilhete
coletivamente e mandar para os pais, pedindo que mandem as frutas
para fazer a salda de frutas.
5° aula
Na leitura deleite continue com a leitura do livro (Rimas saborosas).
Jogo da roleta. As regras do jogo deverão estar escritas no quadro ou
em cartaz. Fazer a leitura apontada explicando as regras do jogo.
Dividir a turma em grupos de cinco jogadores e brincar de acordo
com as regras. Realizar a atividade impressa de acordo com o jogo,
escrevendo as palavras e fazendo a analise estrutural depois
escolherão o nome de uma verdura e uma fruta escrever uma frase e
ilustrar.
Fazer a salada de frutas com as frutas trazidas pelos alunos.
Avaliação:
Avaliação processual e contínua, onde será considerado a participação,
criatividade, desempenho, interesse individual e coletivo dos alunos
através da observação diária e das atividades.
PALAVRAS PARA SER RECORTADAS E ENTREGUES PARA MONTAR O
CARTAZ.
CHOCOLATE BRIGADEIRO.

TOUCINHO BANANA
ABACAXI MAXIXE
UVA LINGÜIÇA
MAÇÃ REFRIGERANTE
CENOURA ABACATE
MAMÃO CARNE
FEIJÃO ABÓBORA
OBSERVAÇÃO QUADRO PARA SER ENVIADO PARA CASA.
HÁBITOS ALIMENTERES
CAEÉ DA ALMOÇO JANTAR LANCHES E
MANHÃ GULOSEIMAS
ESCOLA=________________________________________________
__________
DATA=_____/_____/______
PROFESSOR(A)=____________________________
ALUNO(A)=______________________________________________
__________

ATIVIDADE

1-COLORIR NO POEMA OS NOMES DAS FRUTAS.


"Fazer matemática é expor idéias próprias, escutar as dos outros,
formular e comunicar procedimentos de resolução de problemas,
confrontar, argumentar e procurar validar seu ponto de vista, antecipar
resultados de experiências não realizadas, aceitar erros, buscar dados
que faltam para resolver problemas entre outras coisas."
Referencial Curricular Nacional para a Educação Infantil. MEC, 1998.
PCNs de Matemática
O currículo da matemática para o Ensino Fundamental abrange o estudo
dos números e das operações (Aritmética e Álgebra) , o estudo do espaço
e formas (Geometria) e o estudo das grandezas e das medidas
(Aritmética, Álgebra e da Geometria).
Blocos de conteúdos:
•Números e Operações;
•Espaço e Formas;
•Grandezas e medidas;
•Tratamento da informação.
Esses conteúdos depois de selecionados, são organizados em ciclos,
sendo adaptado regionalmente e organizado de acordo com o projeto
educacional de cada escola, onde cada professor trabalhara ao longo do
ano letivo.
A avaliação de matemática é contínua e baseada em uma variedade de
situações de aprendizagem. Cada aluno é constantemente observado em
relação ao seu desempenho e também através de resultados dos
instrumentos de avaliações, como provas, trabalhos, participações em
aula, etc
CLASSIFICAÇÃO E SERIAÇÃO:
Trabalho na Educação Infantil com o Nível 4, crianças com 5 anos. No
momento, estamos trabalhando com classificação e seriação através da
história " O Grande Rabanete".
Escolhi está história para trabalhar com matemática, devido as
possibilidades de atividades: seriação, classificação, tamanho, ordem
memorial, ordem crescente e decrescente, quantificação numérica e
correspondência termo a termo.
Atividades de Matemática:
Educação Infantil
Atividade 1
Após a história "O grande Rabanete", cada aluno recebeu os
personagens para colorir e depois fizeram a colagem dos personagens
em uma folha onde deveriam colar na sequência da história, ficando do
maior para o menor.
Seriação dos personagens por tamanho e ordem.
Atividade 2
Foram confeccionados diferentes tamanhos de rabanetes em EVA para
que os alunos colocassem em ordem crescente e decrescente na horta.
Classificação dos rabanetes de acordo com o tamanho.
Atividade 3
Confeccionado pela turma cartões com os numerais até 7,
correspondentes ao número de personagens da história. Foi solicitado
para que cada aluno colocar os numerais em ordem crescente e
decrescente.
No final da atividade as fichas foram coladas em uma tira de papel
colorida em ordem crescente.

NÚMEROS EM MINHA VIDA


Desde que acordo, já estou em contato com os números:
Hora para acordar;
Hora para tomar banho;
Hora para tomar café;
Hora de sair para escola;
Quando chego na escola:
Quantos alunos foram na aula;
Quantos meninos;
Quantas meninas;
Horários das atividades;
Horário do lanche;
Horário de saída;
Número de telefones das mães para recados......
Números dos ônibus na rua;
Números das casas;
Horários para fazer inúmeras atividades......
E mais números de documentos;
de contas.... de dinheiro.....
créditos e débitos cuidados a cada dia,
a cada hora,
a cada segundo......
Números para tudo que se vai fazer.....

Números e Operações:
Proposta de atividades:
Jogo 1
Prática com a turma: divisão de palitos
Foi combinada com o grupo a melhor maneira para repartir igualmente os
palitos de um pote.
Ficou decidido passar o pote de palitos, onde cada um retirava a
quantidade combinada até acabar todos os palitos.
Constantemente era solicitado para que o grupo dissesse o número de
palitos que já tinha adquirido.
1ª rodada: 2 palitos
2ª rodada: 2 palitos
3ª rodada: 2 palitos
4ª rodada: 1 palito
5ª rodada: 1 palito
Total de palitos: 8 palitos.
Jogo 2
Prática com a turma: Adição com BALAS
O grupo trabalhou com dois dados.
1º dado, com seis faces, numeradas de 1 a 3.
2º dado, com seis faces, numradas de 1 a 6.
Foi desenvolvida uma atividade em duplas com balas.
Cada integrante da dupla joga um dado para a bala rosa e outro para bala
azul.
Em seguida, a quantidade de balas azuis e rosas, recebidos através de
sorteio nos dados, é representada através de fichas por cada dupla.
Em cada ficha, foram colados os papéis azuis e rosas, representando as
balas, onde foi registrada a quantidade de balas recebidas por cada
dupla.
Cada um da dupla pode realizar sua própria adição através de suas
fichas.
Jogo 3
Jogo para trabalhar com a subtração
Dividir a turma em grupos de 4 crianças.
Entregar para cada grupo 5 palitos de picolé.
A professora faz um sorteio através de fichas de 0 a 4 referentes a
quantos palitos cada grupo irá devolver para professora.
Cada grupo preeche uma tabela desenhando ou escrevendo os numerais,
de quantos palitos tinha, quantos devolveram e com quantos ficaram.
Durante a realização da atividade, verificar se as crianças estão fazendo a
marcação correta dos dados.
Reportagem Especial da Zero Hora:
Domingo/4/maio/2008
Título: Medo + despreparo + complexidade
Desempenho sofrível
Nos últimos anos, as avaliações de qualidade do ensino de matemática
mostram a deficiência da aprendizagem dos alunos.
Especialistas alegam que toda ess dificuldade no ensino da matemática
se resulta também da formação dos professores e de sua desatualização.
Sistemas de avaliação como o Pisa (Programa Internacional de Avaliação
de Alunos), Saeb (Sistema Nacional de Avaliação de Educação Básica),
ENEM (Exame Nacional deEnsino Médio) e também o Saers (Sistema de
Avaliação do Rendimento Escolar do Rio Grande do Sul mostram em seus
resultados, dentro de cada área, essa grande deficiência no ensino da
matemática que começa nas séries iniciais e abrange até o ensino médio.
A matemática é uma disiplina extremamente importante para desenvolver
o raciocínio dos alunos. As dificuldades abrangem todos os níveis de
educação no Brasil, deixando órgãos competentes, como a Secretaria da
Educação e o Ministério da Educação, preocupados diante de números
tão baixissímos e que comprovam um aprendizado deficitário.
Na reportagem de Monique Ravanello é mostrado que a Sociedade
Brasileira de Matemática (SBM) destaca os Estados Unidos e a China os
países que mais investem na disciplina de matemática.
A repórter Monique, destaca que no Colégio Militar a aprendizagem do
ensino da matemática apresenta-se de uma forma divertida, alcançando
os melhores índices nas avaliações,estimulando o raciocínio lógico e
oportunizando conteúdos que estão ligados as situações comuns que
seus alunos vivenciam.
Segundo a Lei de Diretrizes e Bases da Educação (LDB), a formação
mínima dos professores para trabalharem com Educação Infantil e nas
séries iniciais do Ensino Fundamental é o magistério. Como afirma, o
professor Fernando Becker da UFRGS , "é fundamental que haja domínio
e compreensão do conhecimento transmitido aos alunos para que o
aprendizado seja de qualidade". Portanto a estimativa do governo federal,
lançada no Plano Nacional de Educação,é de que 70% dos professores
apresentem uma formação específica de nível superior até 2011,
garantindo assim um aprendizado de maior qualidade de seus alunos.
A reportagem apresenta esta "Receita para virar o jogo":
> Aliar teoria à prática, usando situações do dia-a-dia para explicar o
conteúdo da aula
> Oferecer aos alunos atividades interativas, como jogos e computadores,
independentemente da série em que estão
> Estimular o desenvolvimento do raciocínio lógico
>Despertar nos estudantes a capacidade de interpretar. Por exemplo, em
vez de apenas perguntar o resultado de 12x2, diga:
"Sua mãe lhe mandou comprar duas dúzias de laranjas. Quantas laranjas
você deve comprar?
> Aconselhar os pais dos alunos a nunca dizer aos filhos frases como
"odeio matemática", ou "matemática é muito difícil"
> Manter-se atualizado sobre novas propostas pedagógicas e aprofundar
o conhecimento científico, buscando cursos de aperfeiçoamento,
especialização e pós-graduação.
A reportagem também traz uma dica com o título "Para seu filho ler", que
diz o seguinte:
"Os números fazem parte de sua vida. Eles estão na data do seu
nascimento, no telefone da sua casa e nos preços dos alimentos que
seus pais compram para você comer.Então, já imaginou a confusão que
se formaria se os números desaparecessem? Você nem conseguiria dizer
qual é a sua idade.
Se você acha que estudar matemática só com livros é chato, busque uma
maneira divertida de aprender, como ir ao supermercado com seus pais.
Lá, você pode cacular quanto custa meio quilo de laranja, ou dois quilos
de tomate.
No final, some todos os gastos. Você pode também ver os seus pais
pagarem a conta, observar quanto usam de dinheiro e calcular se
recebem o troco certo no caixa.
Comentário(Dania):
Minha própria experiência com matemática nas séries iniciais foi
negativa. Minha impressão da matemática sempre foi relacionada ao
"bicho-papão", termo conhecido por muitos para se referenciar ao estudo
desta disciplina.
Durante o Ensino Fundamental, apresentei muitas dificuldades
relacionadas à matemática. Sempre tive professores que trabalhavam em
cima de conteúdos pré-estabelecidos, onde a avaliação era o resultado de
provas.
Os conteúdos desta disciplina não apresentavam nenhuma ligação e nem
podiam ser aplicados em nossa vivência.
Quando fui cursar o magistério, não havia nenhuma matéria relacionada à
matemática e foi o maior desafio quando comecei a lecionar.
Precisei fazer cursos sobre matemática para séries iniciais e até procurar
aulas particulares para poder ensinar meus alunos.
Hoje "os números em minha vida" se apresentam de uma forma
prazerosa, pois passei a gostar mais de matemática e procurar aprender
cada vez mais, possibilitando também um melhor aprendizado para meus
alunos.
Trabalho as noções de quantidades e números com meus alunos com
material concreto.
As quatro operações são trabalhadas de uma maneira informal através de
brincadeiras e na hora do brinquedo pedagógico.
Proponho, constantemente, atividades com os brinquedos para os
alunos:
- separar as peças dos brinquedos em diferentes potes e depois
quantificar;
- juntar as peças da mesma cor e quantificar;
- tirar algumas peças seguindo algum critério de cor ou tamanho e depois
quantificar o que ficou;
- colocar a mesma quantidade de peças em potes iguais e depois
quantificar.
Dentro de cada projeto semanal, construído através de histórias
infantis,trabalho com atividades que envolvam as quatro operações.
Essas atividades são realizadas através da quantificação dos
personagens; conceitos que envolvam o que tem mais, o que tem menos;
- completar as atividades com desenhos seguindo critérios que envolvam
alguma operação e depois quantificar.
Para cada projeto com histórias criamos as oficinas de matemática
enfatizando cada vez uma operação de acordo com as possibilidades das
histórias.
Fonte:http://dania.pbworks.com/w/page/16734695/FrontPage

Leitura Informativa:
Rabanete:
Rabanete (Raphanus sativus) é uma planta da família das Brassicaceae,
originária da região mediterrânea.
A sua raiz apresenta-se como um bulbo comestível de cor vermelha e
sabor picante.
Devendo ser consumido cru, em saladas, o rabanete tem a capacidade de
limpar os dentes e desenvolver os músculos mastigadores das crianças.
Ele também é um bom expectorante natural e estimulante da digestão.
A raiz tuberosa apresenta grande variação de tamanho e de forma,
podendo ser redonda, oval ou alongada.
A casca é de cor branca, vermelha, ou vermelha e branca, enquanto a
polpa é sempre branca.
O rabanete redondo de casca vermelha é o preferido no mercado
brasileiro.
O rabanete é uma excelente alternativa para diversificar a dieta.

O uso mais comum é na forma crua, em saladas.


Devido à sua cor e formato, ajuda a decorar a salada quando cortado em
rodelas e servido com tomate, aipo e pepino, estimulando assim o
consumo de outras hortaliças.
Quando grandes, podem ser consumidos cozidos ou com picles.
Quando cozidos, o sabor é menos picante.
Os rabanetes podem também ser preparados na forma de petiscos, uma
alternativa mais saudável do que os pratos ricos em calorias geralmente
utilizados.
Combine-os com recheios e molhos de sua preferência.
O rabanete não precisa ser descascado para ser consumido.
O rabanete é fonte de vitamina C e Niacina, além de conter os minerais
Cálcio, Fósforo e Ferro.
A vitamina C dá resistência aos tecidos e age contra infecções; a Niacina
evita problemas de pele, estimula o apetite e o crescimento.
Os minerais são importantes pois contribuem para a formação dos ossos,
dentes e sangue.
Cru e bem lavado, o rabanete limpa os dentes e desenvolve os músculos
mastigadores.
Ele também é expectorante, estimulante da digestão, purificador do
sangue, dos rins e da bexiga.
Esta hortaliça é considerada ainda um bom medicamento para os que
sofrem de reumatismo, gota, artritismo, bronquite, catarros, resfriados,
inflamações internas, erupções cutâneas e febres.
Ao comprar escolha rabanetes lisos, firmes, sem rachaduras e
irregularidades.
O rabanete sem folhas, quando conservado em geladeira, pode
permanecer em boas condições até 3 semanas e, o rabanete com folhas,
5 a 7 dias.
Seu período de safra é de julho a novembro e janeiro.
Fonte:
http://www.portalsaofrancisco.com.br/alfa/rabanete/rabanete.php http://pt
.wikipedia.org/wiki/Rabanete
http://www.vitaminasecia.hpg.ig.com.br/rabaneteorientacao.htm
Dramatização:
O grande rabanete (Tatiana Belinky)
É com grande carinho que elaborei estas atividades como ferramenta
facilitadora em parceria do planejamento diário em sala de aula.
A prática na Educação Infantil deve ser bem organizada para que as
crianças vão desenvolvendo e ampliando os seus conhecimentos.
Sendo assim, a mamãe Michelle trouxe uma dramatização do livro: O
grande rabanete e nos contou:
Mamãe Michelle puxa o rabanete, puxa e puxa e puxa e nada.
Mamãe chama o Paulo Victor.
Mamãe puxa o rabanete e Paulo Victor puxa a mamãe e Geilda (secretária)
puxa e puxa e puxa e nada.
Geilda chama Pitty, o cachorro.
Mamãe puxa o rabanete, Paulo Victor puxa a mamãe, Geilda puxa Paulo
Victor e Pitty puxa Geilda e puxa e puxa e puxa e nada.
Pitty foi chamar papai Paulo Sérgio da Silva.
Mamãe puxa o rabanete, Paulo Victor puxa a mamãe, Geilda puxa Paulo
Victor, Pitty puxa Geilda e papai Paulo Sérgio puxa Pitty e puxa e puxa e
puxa e PLOCK.
Diz Paulo Victor: "Eu sou o mais forte, porque consegui arrancar o
rabanete”.
É assim, utilizando diferentes linguagens (corporal, musical,oral e escrita)
em diferentes situações de comunicação, de forma a compreender e ser
compreendido, expressando suas idéias, sentimentos, necessidades e
desejos e avançando cada vez mais no processo de construção de
significados, enriquecendo cada vez na contextualização do nosso
programa de leitura.
Fonte:http://fotolog.terra.com.br/concei1