Você está na página 1de 20

 Pergunta 1

0 em 0 pontos

As importâncias pagas ou creditadas por pessoas jurídicas a outras pessoas


jurídicas civis ou mercantis pela prestação de serviços caracterizadamente
de natureza profissional, tais como serviços advocatícios, contábeis e
auditoria, ficam sujeitas à retenção pela fonte pagadora:
Resposta d.
Selecionada: Retenção do IRF 1%, PIS 0,65%, COFINS 3% e CSLL de
1%.
Respostas: a.
Somente retenção do Imposto de Renda retido na fonte de
1%.
b.
Retenção somente do PIS de 0,65% e Cofins de 3%.
c.
Retenção somente da Contribuição Social sobre o Lucro
Líquido de 1%.
d.
Retenção do IRF 1%, PIS 0,65%, COFINS 3% e CSLL de
1%.
e.
Retenção somente da COFINS de 3%.
Feedback da resposta: Resposta: d)
 Pergunta 2
0 em 0 pontos

Assinalar a alternativa correta:

I. A sociedade simples é um tipo de societário criado que exploram


exclusivamente atividades de natureza intelectuais, sendo o seu registro nas
Juntas Comerciais dos Estados.
II. A sociedade empresária é um tipo de societário criado que explora
exclusivamente atividades de natureza intelectuais, sendo o seu registro nos
Cartórios de Registro Civil de Pessoas Jurídicas e existe uma estreita
relação entre as atividades desenvolvidas e a especialidade de seus sócios.
III. São as sociedades organizadas como empresárias, e o que determina o
caráter econômico ou objetivo social é o da impessoalidade, ou seja, as
atividades que são desenvolvidas estão apartadas da figura dos seus
sócios.
IV. As sociedades não empresárias não podem se constituir por vários tipos
societários, inclusive aqueles estipulados para as sociedades empresárias.
Resposta Selecionada: d.
I e III estão corretas.
Respostas: a.
alternativa I é a correta.
b.
I, II e IV estão corretas.
c.
II e III estão corretas.
d.
I e III estão corretas.
e.
A alternativa II é a correta.
Feedback da resposta: Resposta: d)
 Pergunta 3
0 em 0 pontos

Os impostos que não são abrangidos pelo Simples Nacional são:


Resposta a.
Selecionada: IOF, Imposto de Importação, Imposto sobre Propriedade
Territorial Rural e Imposto de Renda sobre os ganhos de
capital auferidos na alienação de bens do ativo permanente.
Respostas: a.
IOF, Imposto de Importação, Imposto sobre Propriedade
Territorial Rural e Imposto de Renda sobre os ganhos de
capital auferidos na alienação de bens do ativo permanente.
b.
IOF, Imposto de Importação e Imposto sobre Produtos
Industrializados.
c.
Imposto de Renda sobre os ganhos de capital auferido na
alienação de bens do ativo permanente.
d.
IOF, Imposto de Importação e Imposto sobre Circulação de
Mercadorias.
e.
Imposto sobre a Propriedade Rural.
Feedback da resposta: Resposta: a)
 Pergunta 4
0 em 0 pontos

Quando o dispositivo legal permite ou até mesmo induz a economia de


tributos, ou existe uma vontade clara e consciente do legislador de dar ao
contribuinte determinados benefícios fiscais, essa atitude praticada pelo
legislador é uma combinação de:
Resposta Selecionada: b.
Elisão fiscal e incentivo fiscal.
Respostas: a.
Evasão fiscal e incentivo fiscal.
b.
Elisão fiscal e incentivo fiscal.
c.
Sonegação fiscal e incentivo fiscal.
d.
Evasão fiscal e sonegação fiscal.
e.
Incentivo fiscal e sonegação fiscal.
Feedback da resposta: Resposta: b)

 Pergunta 1
0 em 0 pontos

A empresa Amarela Ltda. é tributada pelo Imposto de Renda pelo Lucro


Presumido. No último trimestre, obteve-se as seguintes informações:

Receitas Brutas de Vendas de Mercadorias $ 200.000


Receitas Brutas de Serviços Prestados $ 80.000
Receitas Financeiras $ 3.000

Outras Informações: Percentuais de presunção do Lucro Presumido:

Vendas de Mercadorias 8%
Receitas de Serviços 32%

O valor do Imposto de Renda a pagar é:


Resposta Selecionada: a.
$ 6.690
Respostas: a.
$ 6.690
b.
$ 5.890
c.
$ 6.390
d.
$ 6.930
e.
$ 42.000
Feedback da Resposta: a)
resposta:

($ 200.000 x 8% = $16.000) + ($80.000 x 32%= $ 25.600) +


$ 3.000 = $ 44.600
Base de Cálculo de $ 44.600 x 15% de IRPJ = 6.690
 Pergunta 2
0 em 0 pontos

Não integram a base de cálculo do lucro presumido:


Resposta c.
Selecionada: Os lucros e dividendos recebidos por participações
societárias avaliadas ao custo.
Respostas: a.
Os rendimentos auferidos nas operações de mútuo
realizadas entre pessoas jurídicas controladoras, controladas.
b.
Os descontos financeiros obtidos.
c.
Os lucros e dividendos recebidos por participações
societárias avaliadas ao custo.
d.
A receita bruta gerada por serviços hospitalares.
e.
As receitas de aluguéis.
Feedback da resposta: Resposta: c)
 Pergunta 3
0 em 0 pontos

No cálculo do Lucro Arbitrado, para uma empresa que tenha receita de


revenda de mercadorias no valor de R$ 500.000,00, receitas de serviços no
valor de R$ 50.000,00, receita de ganhos de capital no valor de R$
10.000,00, e cujos percentuais aplicáveis para obtenção da base de cálculo
do lucro arbitrado são respectivamente 38,4 % e 9,6%, é correto:
Resposta e.
Selecionada: Aplicar o percentual de 38,4% sobre os R$ 500.000,00 de
receitas de revendas de mercadorias, 9,6% sobre as receitas
de serviços e do resultado obtido, somar as receitas de ganhos
de capital, obtendo-se assim a base de cálculo do Lucro
Presumido.
Respostas: a.
Aplicar a maior alíquota sobre o total das receitas, no valor de
R$ 560.000,00.
b.
Aplicar a menor alíquota sobre o total das receitas, no valor de
R$ 560.000,00
c.
Aplicar as respectivas alíquotas de 38,4% sobre o valor das
receitas de revenda de mercadorias, 9,6% sobre para as
receitas de serviços e 9,6% sobre as receitas de ganhos de
capital.
d.
Aplicar as respectivas alíquotas de 38,4% sobre o valor das
receitas de revenda de mercadorias e sobre as receitas de
ganhos de capital, e 9,6% sobre para as receitas de serviços.
e.
Aplicar o percentual de 38,4% sobre os R$ 500.000,00 de
receitas de revendas de mercadorias, 9,6% sobre as receitas
de serviços e do resultado obtido, somar as receitas de ganhos
de capital, obtendo-se assim a base de cálculo do Lucro
Presumido.
Feedback da resposta: Resposta: e)
 Pergunta 4
0 em 0 pontos

Os contribuintes do imposto de renda pelo lucro presumido estão


dispensados da escrituração contábil. Porém, neste caso, devem:
Resposta d.
Selecionada: escriturar no livro caixa toda movimentação financeira,
inclusive a bancária.
Respostas: a.
escriturar o livro de apuração do lucro presumido.
b.
escriturar todas as receitas e despesas no livro caixa.
c.
escriturar todos os recebimentos e pagamentos no livro
caixa.
d.
escriturar no livro caixa toda movimentação financeira,
inclusive a bancária.
e.
escriturar o livro diário.
Feedback da resposta: Resposta: d)

 Pergunta 1
0 em 0 pontos
Assinalar a alternativa correta:

I - Estão sujeitas à tributação do lucro real as empresas:


cuja receita total no ano-calendário anterior seja superior ao limite de R$ 78.000.000,00 (setenta e oito
milhões de reais) ou proporcional ao número de meses do período, quando inferior a 12 (doze) meses;
II - que tiverem lucros, rendimentos ou ganhos de capital oriundos do exterior;
III - que receita de venda do ativo imobilizado no ano-calendário anterior superior ao limite de R$
6.500.000,00 (seis milhões e quinhentos mil reais) ou proporcional ao número de meses do período,
quando inferior a 12 (doze) meses.

Assinalar a alternativa correta:

Estão corretos:

Resposta Selecionada: b.
Os itens I e II.
Respostas: a.
Os itens I, II e III.

b.
Os itens I e II.
c.
Os itens I e III.
d.
Somente o item III.
e.
Somente o item II.
Feedback da resposta: Resposta: b)

 Pergunta 2
0 em 0 pontos

Considere os seguintes dados de um trimestre:

Lucro líquido.....................................................................40.000
Despesas sem comprovação............................................2.850
Provisões indedutíveis.......................................................1.150
Dividendos recebidos de participações societárias.........1.500

O lucro real calculado com base nesses elementos é de:


Resposta Selecionada: b.
42.500.
Respostas: a.
44.000.

b.
42.500.
c.
36.000.
d.
38.500.
e.
31.000.
Feedback da resposta: Resposta: b)

 Pergunta 3
0 em 0 pontos

Determinada empresa apurou um prejuízo fiscal compensável no 1º trimestre de 20X1 no valor de R$


100.000,00.
No 2º trimestre de 20x1, apurou um lucro real no valor de R$ 200.000,00, antes da compensação do
prejuízo do 1º trimestre de 20X1.
O valor do prejuízo que pode ser compensado no 2º trimestre de 20X1 é:

Resposta Selecionada: c.
$ 50.000,00.
Respostas: a.
$ 100.000,00.
b.
$ 60.000,00.

c.
$ 50.000,00.
d.
$ 40.000,00.
e.
$ 30.000,00.
Feedback da Resposta: b)
resposta:

Observações: limitado a 30% do lucro real do 2º trimestre de 20x1: $


200.000,00 x 30% = 60.000,00

 Pergunta 4
0 em 0 pontos

O limite das doações efetuadas a instituições de ensino pesquisa, cuja


criação tenha sido autorizada por Lei Federal e que preencham os requisitos
exigidos pela lei, é de:
Resposta Selecionada: a.
Limite de 1,5 % do lucro operacional.
Respostas: a.
Limite de 1,5 % do lucro operacional.
b.
Limite de 2% do lucro operacional.
c.
Limite de 3% do lucro operacional.
d.
Limite de 4% do lucro operacional.
e.
Limite de 5% do lucro operacional.
Feedback da resposta: Resposta: a)
 Pergunta 1
0,3 em 0,3 pontos

Resposta Selecionada: c.
110.000,00
Respostas: a.
108.500,00
b.
102.000,00

c.
110.000,00
d.
100.000,00
e.
168.500,00
Feedback da resposta:

 Pergunta 2
0,3 em 0,3 pontos

Resposta Selecionada: a.
21.500,00
Respostas: a.
21.500,00
b.
10.000,00
c.
20.000,00
d.
18.800,00
e.
8.680,00
Feedback da resposta:

 Pergunta 3
0,3 em 0,3 pontos

Resposta Selecionada: d.
18.800,00
Respostas: a.
21.500,00
b.
10.000,00
c.
20.000,00

d.
18.800,00
e.
8.680,00
Feedback da resposta:

 Pergunta 4
0,3 em 0,3 pontos

Resposta Selecionada: e.
130.000,00

Respostas: a.
104.000,00
b.
108.500,00
c.
100.000,00
d.
92.500,00

e.
130.000,00
Feedback da resposta:

 Pergunta 5
0,3 em 0,3 pontos

Resposta Selecionada: b.
11.700,00
Respostas: a.

11.565,00

b.
11.700,00
c.
9.360,00
d.
9.000,00
e.
9.765,00
Feedback da resposta:

 Pergunta 6
0,3 em 0,3 pontos

Assinale a alternativa que contenha o percentual incorreto da atividade para cálculo do lucro
presumido.

Resposta Selecionada: d.
8% para atividade de serviços.
Respostas: a.
8% para atividade de incorporação imobiliária.
b.
16% para serviços de transporte.
c.
32% para construção por administração.
d.
8% para atividade de serviços.
e.
8% para atividades hospitalares.
Feedback Resposta: D
da resposta:
Comentário: Para atividades de serviços em geral, o percentual
aplicável é de 32% sobre as receitas de serviços em geral,
exceto serviços específicos como serviços hospitalares e
serviços de transportes de cargas, cujo percentual é de 8%; e
demais serviços de transportes, o percentual aplicável sobre as
receitas é de 16%.
 Pergunta 7
0,3 em 0,3 pontos

Assinale a alternativa que contenha o percentual correto para cálculo do


lucro arbitrado quando a receita é conhecida para as atividades de comércio
e indústria em geral.
Resposta Selecionada: a.
Percentual de 9,6%.
Respostas: a.
Percentual de 9,6%.
b.
Percentual de 38,4%.
c.
Percentual de 19,2%.
d.
Percentual de 1,92%.
e.
Percentual de 8%.
Feedback Resposta: A
da resposta:
Comentário: Na hipótese da aplicação do lucro arbitrado,
resultará na aplicação de percentuais ou coeficientes específicos
sobre o valor da receita bruta que varia de acordo com o setor de
atividade da empresa. Para atividades de comércio e industrial
em geral quando a receita é conhecida, o percentual aplicável é
9,6%.
 Pergunta 8
0,3 em 0,3 pontos

Nas situações em que é exigida a adoção do Lucro Arbitrado, a alíquota aplicável sobre a base de
cálculo da Contribuição Social sobre o Lucro Líquido para todas as atividades em geral, exceto para
instituições financeiras ou assemelhadas, é o percentual de:

Resposta Selecionada: c.
9%
Respostas: a.
32%
b.
15%

c.
9%
d.
12%
e.
10%
Feedback da Resposta: C
resposta: Comentário: O percentual aplicável sobre a base de cálculo da contribuição
social sobre o lucro arbitrado é de 9%, para todas as atividades em geral,
exceto para instituições financeiras, cujo percentual é de 15%.
 Pergunta 9
0,3 em 0,3 pontos

Um consultório médico/dentário que obteve uma receita bruta anual inferior a


R$ 120.000,00 deverá adotar percentual para cálculo do lucro presumido de:
Resposta Selecionada: c.
32%
Respostas: a.
12%
b.
16%
c.
32%
d.
8%
e.
2%
Feedback Resposta: C
da
resposta:
Comentário: Profissões regulamentadas não podem se beneficiar
da alíquota Reduzida de 16%, devendo utilizar a alíquota de 32%
para Determinação do lucro presumido, conforme consta do Ato
Declaratório Normativo Cosit nº 22, de 2000, da Coordenação da
Administração Tributária.
 Pergunta 10
0,3 em 0,3 pontos

Uma Pessoa Jurídica prestadora de serviços em geral, cuja receita bruta não
ultrapasse o equivalente a R$ 120.000,00 no ano pode adotar o percentual
para cálculo do lucro presumido de:
Resposta Selecionada: b.
16%
Respostas: a.
12%
b.
16%
c.
32%
d.
8%
e.
2%
Feedback Resposta: B
da
resposta:
Comentário: A pessoa jurídica cujo objetivo social seja a
prestação de serviços, desde que não desenvolva a atividade de
serviços hospitalares, e as prestadoras de serviços de profissões
regulamentadas que tenham auferido a receita bruta anual
inferior a R$ 120.000,00 deverá adotar o percentual de 16% para
apuração do lucro presumido. Assim determina o artigo RIR/99
§4º

 Pergunta 1
0,3 em 0,3 pontos

A elisão fiscal é:
Resposta b.
Selecionada: Configura-se em um planejamento que utiliza métodos legais
para diminuir o peso da carga tributária em um determinado
orçamento. Respeitando o ordenamento jurídico, o
administrador faz escolhas prévias (antes dos eventos que
sofrerão agravo fiscal) que permitem minorar o impacto
tributário nos gastos do ente administrado.
Respostas: a.
O uso de meios ilícitos para evitar o pagamento de taxas,
impostos e outros tributos. Entre os métodos usados para
evadir tributos estão a omissão de informações, as falsas
declarações e a produção de documentos que contenham
informações falsas ou distorcidas, como a contratação de notas
fiscais, faturas, duplicatas etc.
b.
Configura-se em um planejamento que utiliza métodos legais
para diminuir o peso da carga tributária em um determinado
orçamento. Respeitando o ordenamento jurídico, o
administrador faz escolhas prévias (antes dos eventos que
sofrerão agravo fiscal) que permitem minorar o impacto
tributário nos gastos do ente administrado.
c.
Quando ocorre o fato gerador do tributo, através do
planejamento evita-se a ocorrência do fato gerador,
postergando-o, e por não ocorrer o fato gerador, o tributo não é
devido.
d.
O planejamento caracteriza ilegalidade mesmo quando usa as
regras vigentes para evitar o surgimento de uma obrigação
fiscal.
e.
A elisão fiscal pode ser classificada em dois tipos. Há a elisão
fiscal decorrente da própria lei, em que o contribuinte se vale
das lacunas e brechas na própria lei para a economia de
impostos, e a elisão decorrente da decisão do contribuinte, por
exemplo, estabelecer-se de maneira fictícia em outro município
com o objetivo de se beneficiar de uma tributação menor em
suas atividades.
Feedback Resposta: B
da resposta:
Comentário: A elisão fiscal é exatamente a utilização de meios
legais para diminuir o peso da carga tributária, decorrentes da
própria lei, em que há uma vontade expressa do legislador de
beneficiar o contribuinte ou até mesmo do contribuinte valer-se
das brechas e lacunas da lei para economizar ou postergar o
pagamento dos impostos
 Pergunta 2
0,3 em 0,3 pontos

A evasão fiscal:
Resposta a.
Selecionada: É o uso de meios ilícitos para evitar o pagamento de taxas,
impostos e outros tributos.
Respostas: a.
É o uso de meios ilícitos para evitar o pagamento de taxas,
impostos e outros tributos.
b.
Configura-se em um planejamento que utiliza métodos legais
para diminuir o peso da carga tributária em um determinado
orçamento. Respeitando o ordenamento jurídico, o
administrador faz escolhas prévias (antes dos eventos que
sofrerão agravo fiscal) que permitem minorar o impacto
tributário nos gastos do ente administrado.
c.
Quando ocorre o fato gerador do tributo, através do
planejamento evita-se a ocorrência do fato gerador,
postergando-o, e por não ocorrer o fato gerador, o tributo não é
devido.
d.
O planejamento caracteriza ilegalidade, mesmo quando usa
das regras vigentes para evitar o surgimento de uma obrigação
fiscal.
e.
É o uso de meios lícitos prescritos na lei para evitar ou
postergar o pagamento de taxas, impostos e outros tributos.
Feedback Resposta: A
da resposta:
Comentário: A evasão fiscal configura-se como fraude ou
sonegação fiscal com o objetivo principal de violar diretamente a
lei ou regulamento fiscal. Os juristas consideram a fraude ou
sonegação fiscal repreensível e não guarda qualquer relação
com o planejamento tributário.
 Pergunta 3
0,3 em 0,3 pontos

As sociedades empresárias determinam que o caráter ou objetivo social:


Resposta d.
Selecionada: As alternativas “a” e “b” são corretas.
Respostas: a.
É o da impessoalidade de seus sócios.
b.
As atividades que executam estão apartadas da figura dos seus
sócios.
c.
Existe uma estreita relação entre as atividades desenvolvidas e
a especialidade de seus sócios.
d.
As alternativas “a” e “b” são corretas.
e.
É um tipo societário introduzido pelo Código Civil de 2002,
vindo, de certa forma, a substituir a antiga sociedade civil. Com
a vigência do atual diploma civil, que diminuiu a flexibilidade da
sociedade limitada, observa-se uma crescente adoção da forma
típica de sociedade simples nos pequenos negócios.
Feedback Resposta: D
da
resposta:
Comentário: As sociedades organizadas como empresárias
determinam que o caráter econômico ou objetivo social é o da
impessoalidade, ou seja, as atividades que são desenvolvidas
estão apartadas da figura dos seus sócios. A sociedade
empresária adquire vida própria independentemente de seus
sócios. Nessa condição estão as empresas comerciais, cujos
registros constitutivos são feitos nas Juntas Comerciais dos seus
respectivos Estados.
 Pergunta 4
0,3 em 0,3 pontos
Considera-se empresa de pequeno porte a sociedade empresária, a
sociedade simples e o empresário a que se refere o art. 966 da Lei 10.406,
de 10 de janeiro de 2002 (Código Civil Brasileiro), devidamente registrados
no registro de empresas mercantis ou no Registro Civil de Pessoas
Jurídicas, conforme o caso, desde que:
Resposta b.
Selecionada: O empresário, a pessoa jurídica ou a ela equiparada auferir,
em cada ano-calendário, receita bruta igual ou inferior a R$
4.800.000,00 (quatro milhões e oitocentos mil reais).
Respostas: a.
O empresário, a pessoa jurídica ou a ela equiparada auferir,
em cada ano-calendário, receita bruta igual ou inferior a R$
360.000.00 (trezentos e sessenta quarenta mil reais).
b.
O empresário, a pessoa jurídica ou a ela equiparada auferir,
em cada ano-calendário, receita bruta igual ou inferior a R$
4.800.000,00 (quatro milhões e oitocentos mil reais).
c.
O empresário, a pessoa jurídica ou a ela equiparada auferir,
em cada ano-calendário, receita bruta igual ou inferior a R$
120.000.00 (cento e vinte mil reais).
d.
O empresário, a pessoa jurídica, ou a ela equiparada auferir,
em cada ano-calendário, receita bruta igual ou inferior a R$
720.000,00 (setecentos e vinte mil reais).
e.
O empresário, a pessoa jurídica ou a ela equiparada que
auferir, em cada ano-calendário, receita bruta igual ou inferior
a R$ 3.600.000,00 (três milhões e seiscentos mil reais).
Feedback da Resposta: B
resposta:
Comentário: O empresário, a pessoa jurídica ou a ela
equiparada que auferir, em cada ano-calendário, receita bruta
igual ou inferior a R$ 4.800.000,00 (quatro milhões e oitocentos
mil reais).
 Pergunta 5
0,3 em 0,3 pontos

De acordo como novo Código Civil, as sociedades podem ser constituídas


como:
Resposta Selecionada: a.
Sociedade Simples e Sociedade Empresária.
Respostas: a.
Sociedade Simples e Sociedade Empresária.
b.
Sociedade Simples em Conta de Participações.
c.
Sociedades Coligadas.
d.
Sociedades Controladas.
e.
Sociedades Interligadas.
Feedback Resposta: A
da
resposta:
Comentário: De acordo com o novo Código Civil, as empresas
podem ser constituídas como Sociedades Simples e Sociedades
Empresárias. Quanto à natureza jurídica, podem constituir-se em
Sociedade Simples Limitada, Sociedade Empresária Limitada e
Sociedade Anônima. Existem ainda as Sociedades em Nome
Coletivo, Sociedades em Comandita Simples, Sociedade em
Comandita por Ações. Estas, em razão da complexidade e
atribuição de maior responsabilidade aos seus sócios, estão em
extinção. Há também a Sociedade em Conta de Participação.
 Pergunta 6
0,3 em 0,3 pontos

Dos impostos abrangidos pelo Simples Nacional, um deles não está


enquadrado nessa condição:
Resposta Selecionada: d.
ITR – Imposto Territorial e Rural.
Respostas: a.
Imposto sobre a Renda da Pessoa Jurídica (IRPJ).
b.
Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI).
c.
Imposto sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISS).
d.
ITR – Imposto Territorial e Rural.
e.
PIS e Cofins.
Feedback da Resposta: D
resposta:
Comentário: O ITR – Imposto Territorial e Rural é um tributo
federal que se cobra anualmente das propriedades rurais, pago
pelo proprietário da terra, pelo titular do domínio útil ou pelo
possuidor a qualquer título.
 Pergunta 7
0,3 em 0,3 pontos

Leia as afirmativas a seguir e depois assinale a alternativa correta.

I. A sociedade simples é um tipo de societário criado que explora


exclusivamente atividades de natureza intelectuais, sendo o seu registro nas
Juntas Comerciais dos Estados.
II. A sociedade simples é um tipo de societário criado que explora
exclusivamente atividades de natureza intelectuais, sendo o seu registro nos
Cartórios de Registro Civil de Pessoas Jurídicas e existe uma estreita
relação entre as atividades desenvolvidas e a especialidade de seus sócios.
III. São as sociedades organizadas como empresárias, e o que determina o
caráter econômico ou objetivo social é a impessoalidade, ou seja, as
atividades que são desenvolvidas estão apartadas da figura dos seus sócios.
Resposta Selecionada: c.
As afirmativas II e III estão corretas.
Respostas: a.
A afirmativa I é a correta.
b.
As afirmativas I e II estão corretas.
c.
As afirmativas II e III estão corretas.
d.
As afirmativas I e III estão corretas.
e.
A afirmativa II é a correta.
Feedback Resposta: C
da
resposta:
Comentário: Os itens II e III correspondem às definições contidas
no atual Código Civil, sociedades simples que exploram
atividades de natureza intelectual, e existe uma estreita relação
entre as atividades desenvolvidas e as especialidades de seus
sócios. A sociedade empresária tem a característica da
impessoalidade dos seus sócios ou são as sociedades mercantis,
cuja atividade desempenhada pela empresa necessariamente
não guarda relação com os seus sócios.
 Pergunta 8
0,3 em 0,3 pontos

O enquadramento fiscal das empresas para fins tributários pode ser:


Resposta a.
Selecionada: De acordo com os objetivos sociais, as empresas podem
enquadrar-se para fins tributários em microempresas,
empresas de pequeno porte, empresas que podem ser
tributadas pelo lucro presumido e pelo lucro real.
Respostas: a.
De acordo com os objetivos sociais, as empresas podem
enquadrar-se para fins tributários em microempresas,
empresas de pequeno porte, empresas que podem ser
tributadas pelo lucro presumido e pelo lucro real.
b.
Somente em microempresas.
c.
Somente em empresas de pequeno porte.
d.
Apenas tributadas pelo lucro real ou lucro presumido.
e.
Tributadas pelo lucro arbitrado.
Feedback da Resposta: A
resposta:
Comentário: No enquadramento fiscal das empresas para fins
tributários, elas podem ser classificadas em microempresas,
empresas de pequeno porte, empresas tributadas pelo lucro
presumido e tributadas pelo lucro real.
 Pergunta 9
0,3 em 0,3 pontos

Quanto às sociedades em Conta de Participações:

Resposta a.
Selecionada: A sua constituição não está sujeita às formalidades legais prescritas para as
demais sociedades, não sendo necessário o seu registro nas Juntas Comerciais.
Respostas: a.
A sua constituição não está sujeita às formalidades legais prescritas para as
demais sociedades, não sendo necessário o seu registro nas Juntas Comerciais.
b.
Normalmente são criadas por um prazo ilimitado para explorar diversos ramos de
atividades.
c.
A Lei 11.638/07 promoveu alterações na legislação societária das Sociedades em
Conta de Participações.
d.
A Lei 11.941/09 regulamentou as sociedades em Conta de Participações.
e.
A sua constituição está sujeita às formalidades legais prescritas para as demais
sociedades, sendo necessário o seu registro nas Juntas Comerciais.
Feedback Resposta: A
da resposta: Comentário: Há também a Sociedade em Conta de Participação. A constituição da
Sociedade em Conta de Participações (SCP) não está sujeita às formalidades legais
prescritas para as demais sociedades, não sendo necessário o registro de seu contrato
social na Junta Comercial. Este tipo de sociedade é utilizado como instrumento de
captação de recursos financeiros, formado por dois tipos de sócios, o sócio ostensivo
que é responsável civil pelos negócios jurídicos, respondendo ilimitadamente pelas
obrigações assumidas. O sócio oculto atua como sócio investidor de responsabilidade
limitada.

 Pergunta 10
0,3 em 0,3 pontos

São considerados microempresa: a sociedade empresária, a sociedade


simples e o empresário a que se refere o art. 966 da Lei 10.406, de 10 de
janeiro de 2002 (Código Civil Brasileiro), devidamente registrados no registro
de empresas mercantis ou no Registro Civil de Pessoas Jurídicas, conforme
o caso, desde que:
Resposta a.
Selecionada: O empresário, a pessoa jurídica ou a ela equiparada auferir,
em cada ano-calendário, receita bruta igual ou inferior a R$
360.000.00 (trezentos e sessenta mil reais).
Respostas: a.
O empresário, a pessoa jurídica ou a ela equiparada auferir,
em cada ano-calendário, receita bruta igual ou inferior a R$
360.000.00 (trezentos e sessenta mil reais).
b.
O empresário, a pessoa jurídica ou a ela equiparada auferir,
em cada ano-calendário, receita bruta igual ou inferior a R$
3.600.000,00 (três milhões e seiscentos mil reais).
c.
O empresário, a pessoa jurídica ou a ela equiparada auferir,
em cada ano-calendário, receita bruta igual ou inferior a R$
120.000.00 (cento e vinte mil reais).
d.
O empresário, a pessoa jurídica ou a ela equiparada auferir,
em cada ano-calendário, receita bruta igual ou inferior a R$
720.000,00 (setecentos e vinte mil reais).
e.
O empresário, a pessoa jurídica ou a ela equiparada auferir,
em cada ano-calendário, receita bruta igual ou inferior a R$
480.000.00 (quatrocentos e oitenta mil reais).

Feedback da Resposta: A
resposta:
Comentário: Considera-se microempresa, para efeito do Simples
Nacional, a Pessoa Jurídica ou a ela equiparada que aufira, em
cada ano-calendário, receita bruta igual ou inferior a R$
360.000,00.