Você está na página 1de 6

Tabela Comparativa dos Seres Vivos

Características Anatômicas Ambientes de Vida (Habitat)


Alimentação

Os crustáceos (do latim crusta = carapaça dura) têm um exoesqueleto de


quitina e outras proteínas, ao qual se prendem os músculos. Os
crustáceos têm geralmente o corpo segmentado, com um par de
apêndices em cada segmento. O corpo é geralmente dividido em cabeça,
tórax e abdómen.
A alimentação dos crustáceos é bem variada, tanto no que diz A maioria dos crustáceos habita no mar, mas há
Caranguejo: São animais muito bem-sucedidos. Apresentam abdômen respeito às dietas quanto no que diz respeito aos mecanismos algumas espécies de caranguejos que são capazes de
pequeno e dobrado sob o cefalotórax e pinças que auxiliam na defesa. Os usados para capturar alimento. Dentre as formas de viver também no ambiente terrestre. O bicho-de-conta
caranguejos são animais que podem movimentar-se rapidamente, e a maioria alimentação, destaca-se a filtração, que ocorre através de (também conhecido como tatuzinho), encontrado
consegue mover-se facilmente para os lados. Possui dez patas, as duas cerdas que ajudam a retirar da água as partículas em facilmente nos jardins domésticos, também faz parte
primeiras mais desenvolvidas e terminadas em pinças; essa conformação suspensão. desta classe.
peculiar das extremidades faz com que seu deslocamento se processe em
sentido lateral. O corpo dos caranguejos é protegido por uma carapaça Assim como os crustáceos possuem uma variedade de formas Também existem muitas espécies de água doce, além
CRUSTÁCEOS incrustada de carbonato de cálcio, que de tempos em tempos sofre mudas corporais, apresentam também várias formas de alimentação. de grupos semiterrestres (e.g. manguezais). Alguns
para permitir que eles cresçam. A alimentação dessas espécies é variada e, muitas vezes, está grupos obtiveram sucesso em ambiente terrestre.
relacionada com a disponibilidade de alimento. Algumas Geralmente os Crustáceos tem hábito de vida livre, mas
Siri: A principal característica externa que os diferencia dos demais espécies são herbívoras, outras são carnívoras. Existem ainda há grupos parasitas (Branchiura) e sesséis (Cirripedia).
decápodes é a modificação de seu último par de apêndices locomotores espécies que se alimentam de partículas suspensas na água,
(patas), que assumem a forma de nadadeiras. Assim os siris possuem as quais podem ser formadas por plânctons, bactérias e detritos Entre eles verificam-se desde formas microscópicas
uma capacidade maior de locomoção em ambientes aquáticos que seus orgânicos. A digestão acontece de forma extracelular, e o que abundam no plâncton, até formas maiores,
"primos" caranguejos. Outra característica externa que os diferenciam das intestino desses animais é terminado em ânus. adaptadas a nadar, a andar sobre o fundo, e até mesmo
demais espécies de crustáceos é o prolongamento longitudinal de sua forma sésseis, cujos adultos vivem fixos nas rochas.
carapaça, que tem em algumas espécies a forma de um espinho lateral
bem pronunciado. Também sua carapaça é achatada, o que possibilita
uma melhor hidrodinâmica e a exploração de tocas e afins.

Camarões: São animais que apresentam um exoesqueleto fino e


flexível e corpo cilíndrico. De uma maneira geral, os camarões são
necrófagos, alimentando-se de restos orgânicos que ficam dispersos no
substrato, porém há espécies com outros hábitos. Existem camarões, por
exemplo, que removem parasitas da pele de peixes para alimentarem-se.

Lagosta: Caracterizados por terem as antenas do segundo par muito


longas e os urópodes em forma de leque. Estes crustáceos podem atingir
grande tamanho, com peso superior a 1 kg. São animais bentônicos (que
vivem associados ao substrato) e possuem corpo ligeiramente achatado.
Esses animais destacam-se por apresentarem comportamentos
migratórios.
O corpo é geralmente dividido em cefalotórax e abdome, que, nos
aracnídeos, pode também receber os nomes de prossomo e opistossomo,
respectivamente. Outra característica importante dos aracnídeos é a
presença de quatro pares de pernas no cefalotórax. O abdome não
ARACNÍDEOS contém apêndices, embora nos escorpiões exista uma par de apêndices
sensoriais denominado pente, localizado logo no início do pré-abdome. Ao
contrário dos insetos e crustáceos, que possuem olhos compostos, os
aracnídeos possuem apenas olhos simples. Os aracnídeos, assim como
os demais artrópodes, são animais triblásticos, celomados e com simetria
bilateral. Não possuem antenas.
Aranhas: possuem quatro pares de patas, um par de pedipalpos e um
par de quelíceras inseridos no prossoma. Os olhos são em número
variável até 8 e situam-se na região cefálica do prossoma. Todas possuem
fieiras. Placa quitinosa rígida que cobre dorsalmente o prossoma nas
aranhas.
A carapaça é geralmente mais larga na parte posterior que corresponde à
zona torácica ou tórax e mais estreita e elevada na parte anterior que Os animais desta classe são geralmente carnívoros, sendo As aranhas são encontradas em lugares que contém
corresponde à zona cefálica ou cabeça. Na região cefálica da carapaça todos predadores. Algumas espécies possuem glândulas gramas, com umidade e calor. Os escorpiões vivem, de
estão (quando presentes) inseridos os olhos em número variável de 6 ou inoculadoras de veneno com as quais podem matar ou um modo geral, debaixo de pedras, troncos e cascas de
8. Na região torácica, a maioria das aranhas possuem uma fóvea que imobilizar as suas presas que são capturadas e mortas com a árvores. Os ácaros se encontram em lugares que
pode ser longitudinal ou transversal. Por vezes, a parte posterior da ajuda dos pedipalpos e quelíceras. A digestão ocorre contêm terra.
carapaça possui rugosidades que fazem parte de órgãos estridulatórios parcialmente fora do corpo ocorrendo através de enzimas que
farão uma pré-digestão. O fluido alimentar é sugado por uma As aranhas podem ser encontradas em matas,
pântanos, desertos e casas, sendo que muitas espécies
Escorpiões: diferem dos outros aracnídeos por terem palpos faringe bombeadora ou por um estômago bombeador, no caso
das aranhas, sendo uma digestão lenta. É o veneno que de aranhas vivem em buracos no solo, enquanto outras
compridos, além da característica cauda longa e perigosa. Os palpos
paralisa e faz a pré-digestão dos tecidos, facilitando a digestão. vivem em teias construídas por elas mesmas.
funcionam como pinças grandes e poderosas, que podem ser usadas para
segurar e dominar suas presas. São muito sensíveis ao tato e ao A aranha possui uma glândula inoculadora de veneno para Os escorpiões gostam de viver debaixo de cascas de
deslocamento do ar, devido à presença de cerdas muito longas e finas. cada quelícera. Algumas espécies são parasitas, precisamente árvores e pedras e perto de domicílios, gostando de
Os escorpiões também podem possuir maior número de olhos que outros ectoparasitas, alguns ainda alimentando-se de sangue de ficar dentro de sapatos.
aracnídeos, algumas espécies chegando a possuir até seis pares, embora diversas espécies de animais, sendo chamados de
não seja comum. hematófagos (Hematofagia). As aranhas são frequentemente encontradas nas
residências, em telhados, cantos de paredes ou
O corpo do escorpião é constituído por uma parte mais volumosa, o Escorpiões, opiliões e aranhas têm digestão extracorpórea, próximo delas, em lugares onde há lixos, entulhos,
tronco, e por outra mais longa e estreita, chamada "cauda". A carapaça secretando enzimas digestivas no alimento para depois sugá- restos de construção.
ARACNÍDEOS que constitui o tronco sem apresentar segmentação é chamada prossoma lo. Carrapatos são, geralmente, hematófagos. Ácaros podem
e engloba o cefalotórax, que não apresenta uma cabeça distinta. A parte ser herbívoros ou detritívoros, se alimentam de escamas de
que constitui o abdômen é o opistossoma e é bastante segmentada, pele.
chegando a apresentar doze segmentos. O opistossoma divide-se em
Aranhas e escorpiões são animais carnívoros e excelentes
mesossoma, porção abdominal que faz parte do tronco, e metassoma,
predadores que capturam desde insetos até pequenos anfíbios.
porção formada pelos cinco segmentos posteriores. Estes constituem a
Já os carrapatos são parasitas e sugam o sangue de suas
cauda, juntamente com o telso, o último anel. A cauda termina como um
vítimas. Os ácaros se alimentam de restos de alimentos, de
aguilhão e é através deste ferrão que o escorpião inocula sua peçonha.
pele morta (proveniente de descamação), de pelos, entre outros
No cefalotórax localizam-se os dois olhos medianos, na saliência cômoro-
resíduos.
ocular, e os olhos laterais, de cada lado da carapaça.
Muitas aranhas e escorpiões possuem venenos poderosos que
Carrapatos: Os adultos têm três pares de patas e seus corpos são paralisam suas presas, em seguida injetam sucos digestivos
compostos de três segmentos: a cabeça, o tórax e o abdômen. Diferem nos seus corpos e sugam o conteúdo. O tubo digestivo inicia na
das aranhas, pois, os corpos dos carrapatos não são segmentados, boca, abaixo das quelíceras que atuam como mandíbulas
enquanto os corpos das aranhas têm dois segmentos, o cefalotórax e o agarrando e destroçando as presas. O alimento segue pela
abdômen. faringe e esôfago até chegar em um estômago com fortes
Os carrapatos adultos têm oito patas e cada uma delas é coberta de pêlos músculos. Tal musculatura ajuda a bombear o alimento, já
curtos e espinhosos com uma pequena garra no final. Esses espinhos e parcialmente digerido por enzimas até o intestino grosso onde
garras têm duas finalidades principais. Eles ajudam os carrapatos a se se acumulam os restos não aproveitados, seguindo depois
agarrarem em partes da grama, folhas, galhos e outras vegetações. E caminho até o ânus onde os restos serão eliminados.
também permitem que os carrapatos se segurem em seus hospedeiros.
Os carrapatos usam seus aparelhos bucais para perfurar a pele de seus
hospedeiros e sugar o sangue. Eles podem variar dependendo da
espécie, mas em geral, de fora para dentro, o aparelho bucal de um
carrapato inclui:
 dois palpos, que saem do caminho durante a alimentação e não se
fixam na pele do hospedeiro
 duas quelíceras, que perfuram a pele do hospedeiro
 um hipostômio, que tem ganchos e parece uma agulha
Os insetos são invertebrados com exoesqueleto quitinoso, corpo dividido Os insetos se alimentam de todos os tipos de plantas, também
INSETOS em três tagmas (cabeça, tórax e abdómen), três pares de patas se alimentam de vegetais e animais em decomposição e de
articuladas, olhos compostos e duas antenas. excreções de outros animais. No reino animal, os insetos são os animais mais bem
adaptados que existem, eles podem viver na terra, no
Os insetos possuem simetria bilateral e são geralmente alongados. O Existem três tipos de aparelho bucal nos insetos: sugador, ar e nas águas.
corpo é segmentado e dividido basicamente em três regiões: cabeça, mastigador e lambedor.
tórax e abdômen. A função priméria da cabeça éde percepção sensorial, Os insetos podem ser encontrados nas florestas, nos
integração neural, e ingestão de comida. O tórax é o tagma locomotor,  As borboletas e mariposas são exemplos de insetos bosques, nos lagos gelados, na neve, nas montanhas
onde as pernas e as asas estão inseridas. No abdômen ficam as vísceras, sugadores nevadas, no solo, no subsolo, no deserto, em águas
incluindo componentes do sistema digestivo, excretor e reprodutor.  Os gafanhotos, besouros e as baratas são exemplos de quentes e nos vegetais. Os insetos só não podem viver
insetos mastigadores no mar.
Formigas: As formigas possuem um exoesqueleto impermeável, três  As abelhas e formigas são exemplos de insetos lambedores
Ao longo de milhões de anos, os insetos foram sofrendo
pares de pernas e o corpo dividido em três partes: cabeça, tórax e
Muitos insetos se alimentam das flores, delas os insetos retiram várias e importantes diversificações de formas, hábitos
abdome. alimentares e estruturas. Foram essas diversificações
o néctar e o pólen. Nesse trabalho de coleta, os grãos de pólen
Na cabeça da formiga encontramos: um par de olhos compostos, capazes ficam presos ao corpo dos insetos e passam de uma planta que permitiram aos insetos conquistarem tantos
de detectar os movimentos mais sutis; um par de antenas, utilizadas na para outra, assim acontece a polinização. ambientes.
comunicação e na busca de alimentos, e um par de poderosas
mandíbulas, usadas na captura ou coleta de comida, defesa, e também Os animais se alimentam para repor a energia que foi gasta,
na escavação dos formigueiros. nos insetos, o gasto de energia é muito grande, por isso os
insetos precisam ingerir grandes quantidades de alimentos.
Borboletas: As borboletas têm dois pares de asas membranosas Nos insetos há um canal alimentar dividido em três regiões: o
cobertas de escamas, que apresentam formas e cores variadas, além de
estomodeu, o mesentero e o proctodeu
peças bucais adaptadas a sucção. Dispõem de um órgão especial, a
espirotromba, formada pelas maxilas, no aparelho sugador de insetos * Estomodeu (ingestão, estoque, trituração e transporte)
lepidópteros, que, em repouso, permanece enrolada, formando uma
espiral que se estende quando querem sugar o néctar. Essa porção se diferencia em faringe, esôfago, papo e
proventrículo. As glândulas salivares são evaginações do
Gafanhotos: Nos gafanhotos adultos os machos têm em torno de 45 estomodeu. Alguns insetos secretam fluidos digestivos
mm de comprimento e a fêmea é um pouco maior com 55 mm de secretados pelas glândulas salivares para começar digestão
comprimento, outros gafanhotos podem ser maiores com tamanhos ao externamente. A faringe leva a comida através de movimentos
redor de 110 mm. Suas cores são variadas, indo do marrom-avermelhado peristálticos para o papo onde é estocada. O proventrículo pode
ao verde, assim com manchas em suas pernas que podem ser pretas, ser provido de dentes para ajudar a reduzir as partículas de
amarelas, verdes. comida. Pode haver absorção de comida nessa região.
* Mesentero (produção e secreção de enzimas digestivas;
absorção dos produtos da digestão)
Essa região não possui diferenciações, exceto por uma
estrutura de fundo cego chamada ceco. O mesentero possui
células epiteliais com ou sem cutícula presente. Esses tecidos
são delicados e protegidos por uma membrana que evita o
contato direto com a comida. A maioria das atividades
enzimáticas e absorção ocorre nessa região.
* Proctodeu (absorção de água, sais e eleminação das fezes)
Essa região é diferenciada em ileo, colon e reto. Ocorrem aí os
tubulos de Malpighi. Os resíduos alimentares que passam pelo
proctodeu podem ainda sofrer alguma absorção e a água é
retirada.
Tabela Comparativa dos Seres Vivos (Continuação)
Respiração Circulação Reprodução Excreção
Os crustáceos apresentam diferentes Assim como os demais artrópodes, os A maioria dos crustáceos é de sexos separados, A excreção dos crustáceos é feita através de um
formas de realizarem suas trocas gasosas. crustáceos possuem sistema circulatório aberto. embora existam espécies hermafroditas, a par de glândulas verdes ou antenas, localizado
Nos crustáceos pequenos, as trocas fecundação é cruzada, envolvendo copulação. próximo às antenas e abrindo-se para o exterior
gasosas ocorrem em regiões onde a Os sistemas circulatórios e respiratórios estão Em geral, as fêmeas de crustáceos incubam através de um poro excretor na base ventral das
cutícula é delgada. Já as espécies maiores conectados. O sistema circulatório é seus ovos em apêndices do corpo, como ocorre segundas antenas.
possuem estruturas especializadas, as considerado aberto, ou seja, o sangue sai do com as lagostas e caranguejos, ou em sacos
chamadas brânquias, as quais apresentam coração pela aorta, circula em um espaço ovígeros formados quando os ovos são Os crustáceos realizam a excreção através de
localização e estrutura diferentes em cada conhecido como hemocele e volta para os vasos expelidos, como ocorre em copépodes. Na glândulas maxilares ou glândulas verdes ou
espécie. sanguíneos. Nos lados de cada segmento do maioria dos casos, o desenvolvimento é indireto, antenares. Essas glândulas possuem
tórax tem brânquias que fazem as trocas com larvas livre-natantes, podendo existir mais geralmente coloração esverdeada, o que leva
Os crustáceos são animais adaptados à gasosas e tem vasos sanguíneos infiltrados. de um tipo de larva no mesmo ciclo de vida. Em muitas pessoas a pensarem que se tratam das
vida no ambiente aquático, respirando geral, do ovo surge uma larva náuplio, que se fezes do animal. Logo, o que há na cabeça do
através de brânquias que geralmente se Os crustáceos possuem um sistema circulatório camarão não são fezes e sim excreta (como a
aberto ou lacunar. Há um coração no dorso, que transforma em uma larva zoez, mas esse
desenvolvem na base dos apêndices padrão varia muito de grupo para grupo. urina). As fezes são eliminadas pelo ânus,
CRUSTÁCEOS torácicos. bombeia o sangue (hemolinfa) que pode ser de localizado no último segmento do abdómen – o
cor branca, amarela ou azul, através de seis Em algumas espécies, como é o caso do télson, que no camarão é bem durinho e tem
Estas formas, entretanto, não têm artérias que se distribuem pelo corpo e retorna lagostim, as fases larvais são suprimidas, sendo forma de nadadeira.
adaptações completas ao meio terrestre, ao coração pelos ostíolos. A hemolinfa que do ovo emerge um jovem: o
dependendo de brânquias para a sua transporta nutrientes e excreções celulares. desenvolvimento, nesses casos, é direto.
respiração, que devem ser sempre
umedecidas ou mantidas úmidas para as Os crustáceos são, em sua maioria, dioicos e
trocas gasosas. realização fecundação interna e com
desenvolvimento indireto que pode ser por
metamorfose e anamorfose (desenvolvimento
gradual), sendo as larvas geralmente livre
natantes.
A maioria dos crustáceos é dióica. Os machos
possuem apêndices especializados que
transferem os gametas para os receptáculos
seminais da fêmea, onde ficam armazenados.
Os óvulos são eliminados para fora do corpo e
ficam pregados no abdome por uma espécie de
cola. A fecundação é externa. Em algumas
espécies o desenvolvimento pode ser direto ou
indireto, este último pode ter várias fases larvais.
ARACNÍDEOS Os aracnídeos respiram por filotraqueias, A circulação de todos é aberta, ou seja, sai dos Eles são dioicos (indivíduos com órgãos Há duas formas de excreção nos aracnídeos. A
também denominadas pulmões foliáceos, vasos para a cavidade corporal e o coração é reprodutores femininos separadamente de mais comum é através dos túbulos de Malpighi,
as quais possuem lamelas que aumentam localizado dorsalmente. indivíduos com órgãos reprodutores como ocorre nos insetos, que são finos e longos
a superfície de troca gasosa no indivíduo. masculinos). Algumas adaptações para a vida tubos que enviam os resíduos ao intestino para
Nas aranhas, além das filotraqueias Assim como os demais artrópodes, o sistema em ambiente terrestre foram desenvolvidas para serem eliminados junto com as fezes.
existem as traqueias, embora em algumas circulatório dos aracnídeos é aberto, uma vez o sucesso desses animais. Por exemplo,
espécies menores a respiração seja que o sangue circula tanto dentro de vasos proteção dos embriões contra ressecamento, A outra forma é por meio das glândulas coxais
cutânea. sanguíneos quanto por entre os tecidos. adaptações para transferência de que têm uma abertura na base das patas. Em
espermatozoide usando os pedipalpos e até ambos os casos são eliminados excretas
Esses animais segmentados têm O coração dos artrópodes ocupa posição dorsal nitrogenados como guanina e ácido úrico que
e é primitivamente tubular. A circulação é do tipo mesmo as quelíceras. As espécies da ordem
respiração traqueal, sendo que algumas dos ácaros e alguns opiliões possuem órgão evita desperdício de água.
aranhas maiores possuem esta estrutura aberta. O coração varia em tamanho e posição
nos diferentes grupos, mas em todos ele possui para introdução do espermatozoide na fêmea.
modificada (filotraqueia). Certas espécies, como a da viúva negra,
uma ou mais câmaras com aberturas laterais
A troca gasosa é feita por pulmão foliáceo denominadas óstios. Do coração, o sangue é desenvolveram comportamentos para sucesso
em escorpiões e algumas aranhas. Esta bombeado para os tecidos por meio de artérias
estrutura é formada por diversos e caem na hemocele, que banha os tecidos e reprodutivo, como as fêmeas matarem os
filamentos paralelos que capturam depois volta por vários caminhos para o machos após a cópula.
oxigênio. A troca gasosa também pode ser coração. Possuem hemocianina e hemoglobina
feita por traqueias em opiliões, ácaros e como pigmentos respiratórios. Geralmente apresentam dimorfismo sexual.
algumas aranhas. A circulação de todos é Reproduzem-se de maneira sexuada, com
aberta, ou seja, sai dos vasos para a O único vaso que os insetos possuem localiza- fecundação interna. Produzem ovos de onde
cavidade corporal e o coração é localizado se dorsalmente, e vai da cabeça até a porção saem animais imaturos muito semelhantes aos
dorsalmente. posterior do abd6omen, ou seja, a hemolinfa adultos, tendo, portanto, desenvolvimento
(fluido aquoso contendo íons, moléculas e direto. Em muitas espécies de aranhas e
O oxigênio gasoso entra no corpo dos células, com função de trocas químicas entre os escorpiões há cuidado parental por parte das
insetos através de espiráculos, passa tecidos dos insetos) se movimenta postero- mães durante a incubação e os primeiros dias
pelas traquéias e traquéolas até atingir os anteriormente. O coração pulsa de maneira de vida. Algumas aranhas nômades (que não
tecidos, é metabolizado e deixa o corpo na peristáltica, empurrando o sangue da cabeça produzem teias fixas), como as tarântulas-de-
forma de dióxido de carbono na direção para o abdômen. jardim, carregam sacos de ovos (ooteca) e
oposta à que entrou. Esse processo é feito quando estes eclodem, os filhotes sobem na
por difusão simples. O sangue dos insetos tem a mesma função que mãe que os carrega. Outros aracnídeos
o dos vertebrados, mas em taxas diferentes. A possuem curiosos rituais de acasalamento,
Os espiráculos localizam-se na lateral do função predominante é de transporte de como algumas espécies de aranha onde os
corpo, de 1 a 10 pares, começando no alimento, hormônios e metabólitos, machos levam “presentes” para as fêmeas
mesotórax, metatórax, e nos primeiros secundariamente há transporte de gases para (pequenas presas enroladas em seda) ou
sete ou oito segmentos. Alguns insetos, as partes do corpo que não são providas de deixam-se serem comidos, garantindo assim
como os Orthoptera possuem um traquéias. Raramente esse sangue é vermelho, que a fêmea esteja nutrida e aumente as
mecanismo que leva o ar do tórax direto geralmente é amarelado ou esverdeado. chances de seus genes serem transmitidos aos
ao abdômen, aumentando a eficiência do seus descendentes.
processo.
Os insetos aquáticos podem ter brânquias
nas laterais do abdômen, no ânus, ou nas
pernas. São providos com um a grande
número de traquéias. Outros podem ter
uma cobertura de pêlos que formas uma
bolha de ar. Alguns insetos podem fechar
seus espiráculos eviando a perda de água.
INSETOS Os insetos possuem uma série de tubos Na maioria dos insetos, o "sangue" é incolor e Os insetos têm sexos separados e a sua Os túbulos de Malpighi se localizam no limite
chamados de sistema traqueal para realizar chamado de hemolinfa. A circulação é do tipo fecundação é interna. São animais ovíparos, entre a porção média e a porção posterior do
a troca de gás por todo o corpo. A lacunar ou aberta. O coração é dorsal e bombeia que podem apresentar três tipos de intestino. Cada túbulo possui fundo cego e
respiração é principalmente por difusão. O a hemolinfa para a extremidade anterior, desenvolvimento: mergulha nas lacunas do corpo, de onde retira
ar entra por buraquinhos posicionados fazendo-a atingir lacunas corporais ou as impurezas e as descarrega no intestino para
lateralmente no corpo, chamados de hemocelas onde, lentamente, ocorrem as trocas Direto, sem metamorfose: desenvolvido serem eliminadas com as fezes.
espiráculos e é conduzido pelo corpo pelo (nutrientes por excretas) nos tecidos. Nos ametábolo (a = sem, metábolo = mudança). Ex.:
sistema traqueal. Cada tubo traqueal insetos as trocas de gases na respiração não é traça-dos-livros. Do ovo eclode um jovem O produto de excreção nitrogenada dos insetos
termina em uma célula especializada para feito pelo sistema circulatório. O retorno da semelhante ao adulto. é o ácido úrico, substância que requer
troca de gases com outras células do corpo. hemolinfa ao coração se dá por pequenos pequeníssima quantidade de água para a sua
Indireto, com metamorfose gradual ou eliminação (outro fator importante na adaptação
orifícios laterais (óstios) existentes nas paredes incompleta: desenvolvimento hemimetábolo
Quando o ar atinge a traquéia, o oxigênio do órgão. dos insetos ao meio terrestre).
se dissolve no líquido traquéia. Através da (hemi = meio). Exs.: gafanhoto, barata,
difusão simples, oxigênio, então se move percevejo. Do ovo eclode uma forma chamada
para a célula e dióxido de carbono entra no ninfa, que é semelhante ao adulto (ou imago),
tubo traqueal. O dióxido de carbono é assim mas que não tem asas desenvolvidas.
como em nós, um resíduo metabólico e sai Indireto, com metamorfose completa:
o corpo através dos espiráculos. Os insetos desenvolvimento holometábolo (holo = total).
podem inclusive controlar sua respiração. Exs: Borboletas, moscas e pulgas. Do ovo
Ele pode abrir e fechar os espiráculos com eclode uma larva, também chamada lagarta,
contrações musculares. Um inseto que vive bastante distinta do adulto. Essa larva passa por
em um ambiente seco vai manter as um período que se alimenta ativamente, para
válvulas espiráculo fechada para evitar a depois entrar em estágio denominado pupa,
perda de umidade. quando ocorre a metamorfose: a larva se
transforma no adulto ou imago, que emerge
A difusão faz com que a respiração seja completamente formado. As larvas de algumas
difícil e isso coloca alguns limites no corpo espécies de borboleta ou de mariposas
do inseto. A taxa de difusão do gás não produzem um casulo que protege a pupa.
pode ser controlado, e apenas mostra-se
eficiente para pequenos organismos. Essa Alguns insetos holometábolos possuem fase
é a principal razão pela qual não podemos larval aquática, como é o caso de importântes
ver insetos de tamanho gigante por aí. mosquitos vetores de doenças. Exs.: Culex, que
Enquanto os insetos respiram por difusão transmite a elefantíase, Anopheles, que
simples, eles não poderão ser maiores do transmite a malária, Aedes aegypti, que
que já são. transmite a dengue e a febre amarela.

Tabela Comparativa dos Seres Vivos (Continuação)

Crustáceos Aracnídeos Insetos


Os crustáceos, em seus mais diversos tipos, têm uma grande A ampla classe compreende Os insetos fazem parte de inúmeras cadeias alimentares, servindo de alimento para
atenção para os setores culinários em todo o mundo. Além de principalmente animais terrestres, animais como mamíferos, aves, répteis, anfíbios e peixes. Caso os insetos fossem
seu valor nutricional, onde é servido em restaurantes considerados importantes do ponto eliminados por completo de uma área, o desequilíbrio ecológico seria muito grande, pois
apreciadores de frutos o mar, praias, ou coisas semelhantes de vista humano, pois muitos deles afetaria uma grande quantidade de seres vivos. Vale destacar que, em algumas partes
próximos à facilidade do consumo do dos mesmos, vale lembrar possuem veneno com toxidade do mundo, os insetos são utilizados como alimento até mesmo por humanos.
que inúmeras famílias são sustentadas através da captura relevante, ou, são parasitas do
desses bichos. Caranguejos, siris, lagostas e camarões, são dos homem, de animais e plantas Além do papel na cadeia alimentar, muitos insetos, tais como borboletas e abelhas, são
mais apreciados pela culinária. causando-lhes doenças. Os fundamentais para a reprodução de algumas plantas. Os insetos são importantes
aracnídeos de interesse médico polinizadores, ou seja, atuam transferindo o grão de pólen de uma planta para outra,
Os caranguejos, siris e camarões são tão encontrados facilmente estão representados por aranhas e garantindo sua fecundação. Estima-se que esses animais sejam responsáveis pela
como também tem um preço acessível. Mas as lagostas, sendo escorpiões que possuem veneno polinização de cerca de dois terços do total de angiospermas.
difíceis de encontrar e capturar, tornando-as um produto de alto tóxico para o homem.
valor de mercado. Também suas cascas podem ser utilizadas no Além da importância ecológica, os insetos possuem importância econômica, sendo
Utilização trabalho artesanal, como colores brincos, esculturas, etc. A metade de todos os seres vivos de usados pelo homem para a produção de vários produtos. As abelhas, por exemplo, são
criadas (apicultura) para a produção de mel, cera, própolis e geleia real, produtos cuja
Econômica entende-se que os crustáceos de um modo geral são de uma nosso planeta pertence ao filo
venda é altamente lucrativa. Outro inseto bastante utilizado é o bicho-da-seda, o qual
importância para o setor econômico onde se tem o acesso. Arthropoda, o que lhes confere uma
forte importância ecológica em todos produz um casulo do qual se retira o fio de seda.
Onde o seu consumo maior é em cidades litorâneas, porque o os grandes ecossistemas atuais. Se,
seu consumo é mais fácil, mas devido aos benefícios em seu Os insetos também possuem um papel importante no que diz respeito à criminalística.
por algum motivo, essas criaturas Os insetos necrófagos, que se alimentam de cadáveres, podem ajudar a obter
consumo, está sendo utilizada por a população em massa. deixassem de existir, a vida informações a respeito do horário e local da morte de uma pessoa. Para isso, o
Tem importância econômica por serem produtos que multicelular da Terra entraria em pesquisador necessita apenas analisar as espécies ali encontradas e conhecer bem
sustentarem famílias, (donos de restaurantes, pescadores), e colapso. Os artrópodes são fonte de seus hábitos. É chamada de entomologia forense a técnica que relaciona insetos e
também tem grande papel porque é princípio ativo de remédio de alimento direto para muitos anfíbios, outros artrópodes a detalhes de um crime.
emagrecimento. peixes, mamíferos, aves e répteis.
Com mais de 1 milhão de espécies Além dos benefícios, os insetos podem provocar alguns prejuízos para o homem. Esse
E também utilizado na medicina, como controlador de liberação descritas, os artrópodes é o caso dos gafanhotos, por exemplo, que destroem plantações inteiras. Outro inseto
de drogas, na biomedicina como separador de proteína, e no representam 80% do Reino Animal. que provoca prejuízo aos agricultores é a mosca-da-fruta, que ataca a grande maioria
meio ambiente como removedor de poluentes, com esses papeis das plantas frutíferas. Essa mosca realiza postura de ovos no interior da fruta, que
fica claro que a importância econômica é grande pois é utilizado As aranhas, juntamente com outros posteriormente eclodem e dão origem a larvas que danificam o produto, tornando-o
em vários setores do mercado, sendo assim contribuindo para a predadores, como formigas ou impróprio.
economia do país. Os crustáceos fazem parte da cadeia pássaros, elas contribuem para
alimentar de outros animais, além de ter uma importância Alguns insetos possuem ainda importância médica, uma vez que provocam uma grande
reduzir significativamente a quantidade de doenças. Os mosquitos, por exemplo, são vetores de doenças graves
ecológica tem a econômica, alguns desses crustáceos e densidade populacional dos insetos.
moluscos são consumidos pelo homem, criando um mercado. para a população, tais como a malária, febre amarela, dengue, febre chikungunya e
Assim, elas contribuem de forma filariose. Além dos mosquitos, pulgas, piolhos, barbeiros e outros insetos provocam
Também tem importância sanitária, alguns deles são crucial para a manutenção do
transmissores de doenças, fazem parte do ciclo de vida , servem doenças nos humanos.
equilíbrio ecológico.
como hospedeiros intermediários.

Você também pode gostar