Você está na página 1de 7

1 TESSALONICENSES 5: 14-22

INTRODUÇÃO
Irmãos, nó temos ouvidos nos últimos domingos, a exposição de textos
bíblicos, que falam sobre nossos deveres como cristão. Vimos que como
igreja, todos que a compõe, possuem responsabilidades, uns para com os
outros, das crianças aos idosos. A reforma protestante, no século XVI,
trouxe a luz uma doutrina que tinha sido sufocada pelo romanismo; a
doutrina do sacerdócio real de todos os santos (crentes). Esse ensino diz
que todo cristão é um sacerdote na igreja do Senhor. A ideia de que os
membros não possuem responsabilidades com a igreja, que somente a
liderança da igreja (pastores, presbíteros, diáconos) deve ser cobrada, não
corresponde ao ensino bíblico. A fim de trazer revelação a palavra de Deus
nos diz que todos nós, como nascidos de novo, temos agora compromisso
com a igreja de Cristo.

 Esta carta é escrita para que fosse lida por toda a igreja. I Ts 5:27
Conjuro-vos, pelo Senhor, que esta epístola seja lida a todos os irmãos.

DESENVOLVIMENTO

Exortamo-vos, também, irmãos, a que


Depois de chamar a atenção da igreja nos versículos 12 e 13, para que eles
tivessem amor, estima e consideração por aqueles que os presidiam no
Senhor (ou seja a liderança), Paulo, vai prosseguir a orientar a igreja para
um viver santo. Conduzi-los a uma relação entre irmãos sadia que produza
crescimento.
Exortamo-vos = Rogamos; ou pedimos a vocês
Irmãos = a todos os crentes da igreja de Tessalônica
 Paulo vai passar então a apresentar três grupos, que enfrentavam
alguns problemas e que necessitavam de atenção especial.

1. Os insubmissos
2. Os desanimados
3. Os fracos

Nesses versículos, o apostolo deixa claro que o cuidado, atenção, consolo


aos irmãos, não são tarefas exclusivas dos lideres, mas sim de cada cristão
verdadeiro. Seja líder, seja membro.

A igreja toda deve estar envolvida no cuidado mutuo. Por isso que não
tem como ser desigrejado. É impossível.

Admoesteis os insubmissos,
Admoestar = advertir; aconselhar
(a ideia no original é de uma repreensão severa)
Insubmissos = ociosos; desordeiros; irresponsáveis; preguiçosos.
(a ideia no original é de um soldado que deixa (deserta) as fileiras)

É provável que o grupo que esteja em vista, seja aqueles que andam,
sem cumprir suas responsabilidades, sendo o foco da falade Paulo a vida
de trabalho de alguns irmãos de Tessalônica.

Veja o que o apostolo diz em 2 Tessalonicenses 3:11: Pois, de fato,


estamos informados de que, entre vós, há pessoas que andam
desordenadamente, não trabalhando; antes, se intrometem na vida
alheia.

Era responsabilidade de toda a igreja, daqueles que estavam com sua


vida em ordem, neste sentido, advertir, aqueles que viviam de maneira
ociosa.
Consoleis os desanimados,
Consoleis = Confortem
Desanimados = os de pouco animo; os abatidos; os tristes.
(a ideal no original é “coração pequeno” ou “alma pequena”)

Este grupo pode ser os que estavam tristes, pela morte de seus parentes
e amigos queridos.
Veja no capitulo 4:13-14: Não queremos, porém, irmãos, que sejais
ignorantes com respeito aos que dormem, para não vos entristecerdes
como os demais, que não têm esperança.
Pois, se cremos que Jesus morreu e ressuscitou, assim também Deus,
mediante Jesus, trará, em sua companhia, os que dormem.
**O consolo se dá através da palavra de Deus.**

Ampareis os fracos
Ampareis = dar sustento; ajudar; auxiliar; fortalecer.
Fracos = sem força (tanto no sentido físico, como no moral e espiritual)

Paulo pode ter em mente aqui, alguns irmãos em Tessalônica que


enfrentavam problemas imorais.

Veja em 1 Tessalonicenses 4:3-7: Pois esta é a vontade de Deus: a vossa


santificação, que vos abstenhais da prostituição; que cada um de vós
saiba possuir o próprio corpo em santificação e honra, não com o desejo
de lascívia, como os gentios que não conhecem a Deus; e que, nesta
matéria, ninguém ofenda nem defraude a seu irmão; porque o Senhor,
contra todas estas coisas, como antes vos avisamos e testificamos
claramente, é o vingador, porquanto Deus não nos chamou para a
impureza, e sim para a santificação.
Os fracos não devem serem abandonados.

O consolo e o amparo, também pode, ser relacionado a perseguição e


tribulação que a igreja sofria. Conferir I TS 1:6 E II TS 1:4

E sejais longânimos para com todos.


Longânimos = paciente.
Um atributo de Deus. Também compõe o fruto do Espirito.
(amor, alegria, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fidelidade,
mansidão, domínio próprio Gálatas 5:22,23)

Para com todos = Sem paciência não conseguiremos fazer tudo o que
Paulo vinha dizendo nos versículos anteriores. Todos os problemas
dentro da igreja, exige de nós muita paciência.
Por que lidaremos com todo o tipo de gente. Exemplo:
1. Pessoas que resistem os nossos esforços para ajuda-las
2. Pessoas que demonstram ingratidão
3. As que continuam recaindo nos mesmos pecados; etc...

Evitai que alguém retribua a outrem mal por mal;


Evitai = Cuidem para que ninguém. A ideia é de Cuidado anelante.
E ideai e de vigilância de um para com outro. Você deve cuidar do teu
irmão, a ponto de interferir na vida dele, quando você perceber, que a
atitude dele, ao sofrer uma injustiça ou uma ofensa, é de retribuir o mal
com mal. Vingança pessoal. Devemos cuidar da conduta uns dos outros.

Calvino diz: “como é difícil observar este preceito, em consequência da


forte inclinação da nossa natureza à vingança”

Só retribuímos mal com mal, quando não temos paciência, como citado
no versículo anterior.
Pelo contrário, segui sempre o bem entre vós e para com todos.
Seguir = perseguir; ir após.
O bem entre vós = seguir o bem entre irmão
E para com todos = seguir o bem para com os que não são irmãos.
Todas a pessoas. Todas as ocasiões.

Hernandes diz: “a ética cristã não é apenas intramuros”

Regozijai-vos sempre. (Uma igreja feliz)


Regozijar = ser alegre (a alegria pertence ao fruto do Espírito)
Sempre = a ideia de algo constante.
A alegria da igreja é no Senhor. Em Filipenses 4:4 lemos: Alegrai-vos
sempre no Senhor; outra vez digo: alegrai-vos.

Não se trata de uma alegria que ignora o sofrimento.

Orai sem cessar. (Uma igreja que ora)


Ou, orar continuamente
Nossa inclinação natural é de negligenciarmos a oração, por isso sempre
devemos sermos lembrados dessa verdade maravilhosa, que diz respeito
a todos os cristão. A igreja deve ser uma igreja que ora.

Em tudo, dai graças (Uma Igreja grata)


Ser grato a Deus, em tudo, em todas circunstância.

Porque esta é a vontade de Deus em Cristo Jesus para convosco.


A vontade de Deus, não é algo oculta que ninguém sabe. Ela é
expressada claramente por sua palavra. (I TS 4:3)
Não apagueis o Espírito.
Ou não extingais
Uma advertência. Assim como não devemos entristecer o Espirito
(Efésios 4:30)

Não desprezeis as profecias;


O desprezo pela palavra. Este desprezo a palavra pode ter como efeito o
apagar o Espírito, citado no verso anterior.
Em 1 Coríntios 14:3 Paula fala melhor sobre o dom de profecia: Mas o
que profetiza fala aos homens, edificando, exortando e consolando.

Julgai todas as coisas, retende o que é bom;


O julgar todas as coisas aqui, tem haver com o discernimento (examinar
tudo), quanto a palavra pregada, pois havia muitos ensinos errôneos
sendo propagados. Então, aprendemos que a igreja deve exercer
julgamento quanto a mensagem pregada. A igreja é capacitada pelo
Espírito, para fazer isso. E aquilo que é bom, ou seja, que é bíblico, deve
ser retido, aplicado, crido e fazendo então que venhamos a agir de
acordo com a verdade de Deus.

Abstende-vos de toda forma de mal.


Abster = privar-se de algo; mantendo-vos a distância dê.
Forma = aparência; classe; sorte; tipo; modo
Mal = falsidade doutrinaria, ou a mensagem de um falso profeta (mestre)
Podemos ampliar a citação, entendendo que toda forma de mal, aqui
citada, sendo mais abrangente, pode ser toda manifestação, que não
condiga com os valores de Deus. Toda pratica má. Não somente a
distorção dos ensinos bíblicos.
CONCLUSÃO

Amados, vimos nesses 9 versículos, o tanto de responsabilidades que


temos, como cristão. Certamente existem muitas outras. E até podemos
falar delas, numa outra oportunidade se Deus assim o quiser. Mas,
diante do que foi exposto esta noite, creio que é o suficiente para
iluminar o nosso entendimento, e fazer-nos que daqui em diante,
cresçamos mais e mais no serviço mútuo, na igreja do Senhor.

Encerro com as palavras do apostolo Paulo:


e o Senhor vos faça crescer e aumentar no amor uns para com os outros
e para com todos, como também nós para convosco,
a fim de que seja o vosso coração confirmado em santidade, isento de
culpa, na presença de nosso Deus e Pai, na vinda de nosso Senhor Jesus,
com todos os seus santos. 1 Tessalonicenses 3:12,13