Você está na página 1de 10

QUESTÕES ENVOLVENDO OS DESCRITORES DO SAEB

Leia o texto abaixo para responder as próximas 13 (treze) questões:

UMA PROIBIÇÃO NECESSÁRIA


Um assunto que vem despertando a atenção não só da comunidade acadêmica,
mas da sociedade como um todo, é a proibição do uso de celulares e bonés pelos
estudantes na sala de aula. A discussão acirrou-se após a restrição do uso desses objetos
em algumas escolas. Apesar da polêmica instaurada, cremos que a vedação é a melhor
solução.
No que se refere ao celular, a proibição do seu uso em sala de aula é uma medida
que se harmoniza com o ambiente em que o estudante está. A sala de aula é um local de
aprendizagem, onde o discente deve se esforçar ao máximo para extrair do professor os
conhecimentos da matéria. Nesse contexto, o celular é um aparelho que só vem dificultar
a relação ensino-aprendizagem, visto que atrapalha não só quem atende, mas todos os
que estão ao seu redor.
Quanto ao boné, a restrição de seu uso em sala de aula se deve a uma questão de
educação e respeito pela figura do mestre. Deve-se ter em mente que o professor - assim
como os pais e as autoridades religiosas - merece todo o respeito no exercício do seu
ofício, que é o de transmitir conhecimentos. Do mesmo modo que é mal-educado sentar-
se à mesa com um chapéu na cabeça, assistir a uma aula usando um boné também o é.
Por outro lado, alguns entendem que o Estado não poderia proibir os celulares e
bonés em sala de aula, visto que violaria o direito da pessoa de ir e vir com seus bens.
Entretanto, devemos ter em mente que não existe direito absoluto, todos são relativos. E
sempre que há um conflito entre eles, deve-se realizar uma ponderação de valores, a fim
de determinar qual prevalecerá. No caso em análise, o direito da coletividade (alunos e
professores) prevalece sobre o direito individual de usar o celular ou o boné na sala de
aula.
Desse modo, percebe-se que há razoabilidade nos objetivos pretendidos pela
proibição, visto que beneficia toda a comunidade acadêmica. Os estudantes devem se
conscientizar que escola é sinônimo de aprendizagem, e que todo esforço deve ser feito
para valorizar o processo de ensino e a figura do professor.

Orlando Morando
(Adaptado – Tudo Sala de Aula)
1. (D12) A finalidade do texto é
a) trazer uma informação de interesse público.
b) descrever um acontecimento reconte em salas de aulas.
c) apresentar um ponto de vista sobre um determinado assunto.
c) narrar fatos do cotidiano escolar.

2. (D3) No trecho: “A discussão acirrou-se após a restrição do uso desses objetos...”, a


palavra grifada tem o sentido no texto de
a) observação.
b) proibição.
c) determinação.
d) exceção.

3. (D7) A tese defendida pelo autor do texto está presente em


a) “Apesar da polêmica instaurada, cremos que a vedação é a melhor solução.”
b) “... onde o discente deve se esforçar ao máximo para extrair do professor os
conhecimentos da matéria.”
c) “A sala de aula é um local de aprendizagem...”
d) “... a restrição de seu uso em sala de aula se deve a uma questão de educação...”

4. (D1) No texto,
a) o autor defende o fim do uso dos celulares em salas de aula, porque acredita que ele
inibe o ensino-aprendizagem dos alunos.
b) o autor defende que em todos os espaços escolares, o uso de celular e boné devem
ser proibidos.
c) o autor acredita que os celulares devem ser evitados pelas crianças, já que eles
atrapalham o desenvolvimento cognitivo dos alunos.
d) o autor defende que o uso de bonés em sala de aula compromete a aprendizagem.

5. (D1) Para o autor Orlando Morando, o uso de bonés em sala de aula representa
a) uma questão de humildade com o mestre.
b) uma falta de educação aos religiosos.
c) a ignorância por parte dos alunos.
d) falta de educação aos professores.

6. (D14) Há um FATO em:


a) “A discussão acirrou-se após a restrição do uso desses objetos em algumas escolas.”
b) “Quanto ao boné, a restrição de seu uso em sala de aula se deve a uma questão de
educação e respeito pela figura do mestre.”
c) “... é mal-educado sentar-se à mesa com um chapéu na cabeça...”
d) “”... o celular é um aparelho que só vem dificultar a relação ensino-aprendizagem...”

7. (D17) No trecho: “Deve-se ter em mente que o professor - assim como os pais e as
autoridades religiosas - merece todo o respeito no exercício do seu ofício...”, o uso de dois
travessões usados para separar “- assim como os pais e as autoridades religiosas –” foi
utilizado para
a) separar uma opinião.
b) acrescentar uma informação.
c) introduzir uma comparação.
d) apresentar uma explicação.

8. (D2) No trecho: “... visto que atrapalha não só quem atende, mas todos os que estão ao
seu redor.”, o pronome relativo grifado retoma o termo
a) celular.
b) aparelho.
c) contexto.
d) ensino-aprendizagem.

9. (D15) No trecho: “Entretanto, devemos ter em mente que não existe direito absoluto,
todos são relativos.”, a palavra grifada introduz uma
a) causa.
b) consequência.
c) oposição.
d) explicação.

10. (D4) A frase abaixo que melhor representa o tema do texto é:


a) A restrição de uso de celulares e bonés em todo espaço escolar.
b) Professor merece respeito.
c) Sala de aula é um ambiente educativo.
d) Celulares e bonés não combinam em sala de aula.

11. (D17) No trecho: “... o direito da coletividade (alunos e professores) prevalece sobre o
direito individual...”, o uso dos parênteses foi utilizado para
a) acrescentar uma informação do direito.
b) acrescentar uma explicação de coletividade.
c) introduzir uma oposição do sentido de coletividade.
d) esclarecer ao leitor sobre o direito individual.

12. (D18) No trecho: “E sempre que há um conflito entre eles, deve-se realizar uma
ponderação de valores...”, a escolha da palavra ponderação pelo autor revela que ele
a) almeja que os leitores aceitem sua opinião do não uso de celulares e bonés em sala de
aula.
b) quis apresentar a importância do debate sobre os valores que realmente devem
prevalecer.
c) acredita que os conflitos existentes sobre o uso de celulares em sala de aula devem ser
decididos pela maioria.
d) se importa pelo direito absoluto, mas os relativos também são importantes.

13. (D15) No final do texto, em: “... e que todo esforço deve ser feito para valorizar o
processo de ensino e a figura do professor.”, o uso da conjunção “para” introduz
a) uma concessão.
b) uma consequência.
c) uma explicação.
d) uma finalidade

1C / 2B / 3A / 4A /5D / 6A / 7C / 8A / 9C / 10D / 11B / 12B / 13D


Leia o texto abaixo para responder as próximas 15 (quinze) questões:

A INTERAÇÃO VIRTUAL

de Maurício Araújo
Dos meios de comunicação criados pelo homem foi a internet que revolucionou
o planeta. Ela já é considerada um direito fundamental de todas as pessoas. A invenção
da internet obrigou os países a modernizarem suas leis e serviços. Ela é capaz de
oportunizar a qualquer pessoa condições de identificar seus interesses, divulgar suas
ideias e aproximar os relacionamentos mais distantes.
As redes sociais são exemplos de como a interação entre as pessoas se
revolucionou nestes últimos anos. A expansão dela aos locais mais longínquos do planeta
aproximou a humanidade e unificou o compartilhamento de ideias.
Uma prova dessa revolução foi a eleição para presidente em 2018 no Brasil. A
propagação das campanhas dos políticos pela internet quebrou o monopólio da televisão
brasileira e fez milhares de pessoas se unirem em prol das ideias defendidas. O
compartilhamento de vídeos, de textos, de áudio ou de imagens possibilitou o confronto
dos candidatos também no campo virtual. O resultado mostrou que o vencedor das
eleições não foi aquele que tinha mais tempo de televisão, mais dinheiro ou que mais
andou pelas ruas do Brasil, mas sim, venceu aquele que fez da internet uma nova
ferramenta de contato com o eleitor.
Ela também afetou os comportamentos da humanidade. Não existem barreiras e
nem grades para o crescimento e alargamento das trocas de informações, dados e
pesquisas. Com o advento da internet, hoje podemos ler, estudar, realizar compras,
compartilhar e buscar experiências no conforto da nossa casa. A vida mudou e mudou
para melhor.
Há dez anos, os computadores ainda estavam restritos aos grandes laboratórios
ou em domicílios de pessoas com alto poder aquisitivo, agora isso mudou. Hoje, os
computadores estão na palma da mão de bilhões de pessoas espalhadas pelo planeta
através do celular. Os aplicativos e jogos revolucionaram o modo de viver da humanidade.
As informações são compartilhadas e absorvidas instantaneamente. O mundo virtual veio
para fazer parte da vida dos seres humanos para sempre, o mundo jamais será o mesmo
depois que grandes nomes da informática resolveram colocar em prática suas teorias e
suas descobertas. A população é grata, embora não saiba a quem agradecer pelo avanço.
Entretanto, ao viver no mundo interligado pela tecnologia, esquecemos que
muita gente ainda não está conectada. Apesar do avanço nestes últimos dez anos, são
milhões de pessoas que ainda não têm acesso às páginas da web.
Portanto o governo precisa ampliar e baratear o acesso à internet, facilitar a
expansão de redes móveis e de banda larga para que mais pessoas possam conhecer as
ferramentas maravilhosas da rede mundial de computadores. Enquanto ela não chega a
todos, a escola pode ser um espaço de interação e contato com o mundo digital. Os
laboratórios, às vezes quebrados, precisam ser restaurados e abertos a todos aqueles
que podem ensinar e aprender.
Francisco Maurício Araújo / Dezembro de 2018 / São Gonçalo do Amarante, Ceará

1ª) O texto é
a) um artigo de opinião, pois o autor narra um fato do cotidiano.
b) um artigo de opinião, pois o autor defende um ponto de vista.
c) uma notícia, pois apresenta características expositivas e injuntivas.
d) uma reportagem, pois o autor busca apresentar informações e entrevistas.

2ª) A discussão no texto é desencadeada a partir


a) da necessidade de todos terem computador.
b) dos problemas causados pelo uso excessivo da internet.
c) do avanço do celular.
d) da revolução da internet no mundo.

3ª) O trecho que contém o assunto principal do texto é


a) “Ela também afetou os comportamentos da humanidade.”
b) “As redes sociais são exemplos de como a interação entre as pessoas se revolucionou
nestes últimos anos.”
c) “Dos meios de comunicação criados pelo homem foi a internet que revolucionou o
planeta.”
d) “Não existem barreiras e nem grades para o crescimento e alargamento das trocas de
informações...”

4ª) Segundo o texto,


a) a internet ainda não chegou aos lugares mais afastados dos centros urbanos.
b) a internet fortalece a amizade e o carinho entre as pessoas.
c) a televisão foi deixada de lado devido à internet.
d) muita gente ainda não está conectada à internet.

5ª) Há uma opinião em


a) “...e unificou o compartilhamento de ideias.”
b) “A vida mudou e mudou para melhor.”
c) “Hoje, os computadores estão na palma da mão de bilhões de pessoas...”
d) “O mundo virtual veio para fazer parte da vida dos seres humanos...”

6ª) No trecho: “A expansão dela aos locais mais longínquos do planeta...”, a palavra em
destaque se refere a
a) expansão.
b) redes sociais.
c) internet.
d) interação.

7ª) A quebra do monopólio da televisão brasileira foi


a) uma consequência do avanço da internet.
b) uma causa que desencadeou o uso da internet.
c) uma concessão advinda do avanço das tecnologias.
d) uma conformidade do avanço das redes de computadores.

8ª) O que favoreceu a eleição de um candidato exemplificado no texto foi


a) o monopólio da televisão.
b) o contato pessoal com os eleitores.
c) o investimento em campanhas publicitárias.
d) o uso das tecnologias virtuais.

9ª) Releia: “Com o advento da internet, hoje podemos ler, estudar, realizar compras,
compartilhar e buscar experiências no conforto da nossa casa.” O autor fez uso das
expressões grifadas para
a) confirmar.
b) concluir.
c) exemplificar.
d) ratificar.

10ª) No trecho: “... os computadores ainda estavam restritos aos grandes laboratórios ou
em domicílios de pessoas com alto poder aquisitivo...”, a palavra em destaque estabelece
ideia de
a) explicação.
b) alternância.
c) conclusão.
d) consequência.

11ª) “Os computadores ainda estavam restritos aos grandes laboratórios ou em domicílios
de pessoas com alto poder aquisitivo...”. Infere-se neste trecho que:
a) Somente pessoas ricas podiam possuir um computador.
b) Em todas as casas com laboratórios havia computadores.
c) Todos os laboratórios possuem computadores.
d) Eram restritos computadores aos pobres.

12ª) Assinale o item em que há um trecho que estabelece ideia de temporalidade.


a) “... esquecemos que muita gente ainda não está conectada.”
b) “... os computadores estão na palma da mão de bilhões de pessoas espalhadas pelo
planeta...”
c) “... são milhões de pessoas que ainda não têm acesso às páginas da web...”
d) “Enquanto ela não chega a todos, a escola pode ser um espaço de interação e contato
com o mundo digital.”

13ª) No trecho: “Entretanto, ao viver no mundo interligado pela tecnologia...”, a palavra em


destaque introduz
a) uma oposição.
b) uma adição.
c) uma conclusão.
d) uma explicação.

14ª) No trecho: “O mundo virtual veio para fazer parte da vida dos seres humanos para
sempre...” a expressão grifada introduz
a) uma consequência.
b) uma causa.
c) uma finalidade.
d) uma concessão.

15ª) Uma das soluções apresentadas pelo autor para o problema apresentado é
a) a restauração das escolas públicas.
b) o barateamento das redes móveis.
c) a facilitação de créditos para a compra de computadores.
d) a ampliação do uso da internet

1B / 2D / 3C / 4D / 5B / 6C / 7A / 8D / 9C / 10B / 11A / 12D / 13A / 14C / 15D


Leia o texto abaixo para responder as próximas 15 (quinze) questões:

A INTERAÇÃO VIRTUAL

de Maurício Araújo
Dos meios de comunicação criados pelo homem foi a internet que revolucionou
o planeta. Ela já é considerada um direito fundamental de todas as pessoas. A invenção
da internet obrigou os países a modernizarem suas leis e serviços. Ela é capaz de
oportunizar a qualquer pessoa condições de identificar seus interesses, divulgar suas
ideias e aproximar os relacionamentos mais distantes.
As redes sociais são exemplos de como a interação entre as pessoas se
revolucionou nestes últimos anos. A expansão dela aos locais mais longínquos do planeta
aproximou a humanidade e unificou o compartilhamento de ideias.
Uma prova dessa revolução foi a eleição para presidente em 2018 no Brasil. A
propagação das campanhas dos políticos pela internet quebrou o monopólio da televisão
brasileira e fez milhares de pessoas se unirem em prol das ideias defendidas. O
compartilhamento de vídeos, de textos, de áudio ou de imagens possibilitou o confronto
dos candidatos também no campo virtual. O resultado mostrou que o vencedor das
eleições não foi aquele que tinha mais tempo de televisão, mais dinheiro ou que mais
andou pelas ruas do Brasil, mas sim, venceu aquele que fez da internet uma nova
ferramenta de contato com o eleitor.
Ela também afetou os comportamentos da humanidade. Não existem barreiras e
nem grades para o crescimento e alargamento das trocas de informações, dados e
pesquisas. Com o advento da internet, hoje podemos ler, estudar, realizar compras,
compartilhar e buscar experiências no conforto da nossa casa. A vida mudou e mudou
para melhor.
Há dez anos, os computadores ainda estavam restritos aos grandes laboratórios
ou em domicílios de pessoas com alto poder aquisitivo, agora isso mudou. Hoje, os
computadores estão na palma da mão de bilhões de pessoas espalhadas pelo planeta
através do celular. Os aplicativos e jogos revolucionaram o modo de viver da humanidade.
As informações são compartilhadas e absorvidas instantaneamente. O mundo virtual veio
para fazer parte da vida dos seres humanos para sempre, o mundo jamais será o mesmo
depois que grandes nomes da informática resolveram colocar em prática suas teorias e
suas descobertas. A população é grata, embora não saiba a quem agradecer pelo avanço.
Entretanto, ao viver no mundo interligado pela tecnologia, esquecemos que
muita gente ainda não está conectada. Apesar do avanço nestes últimos dez anos, são
milhões de pessoas que ainda não têm acesso às páginas da web.
Portanto o governo precisa ampliar e baratear o acesso à internet, facilitar a
expansão de redes móveis e de banda larga para que mais pessoas possam conhecer as
ferramentas maravilhosas da rede mundial de computadores. Enquanto ela não chega a
todos, a escola pode ser um espaço de interação e contato com o mundo digital. Os
laboratórios, às vezes quebrados, precisam ser restaurados e abertos a todos aqueles
que podem ensinar e aprender.
Francisco Maurício Araújo / Dezembro de 2018 / São Gonçalo do Amarante, Ceará
1ª) O texto é
a) um artigo de opinião, pois o autor narra um fato do cotidiano.
b) um artigo de opinião, pois o autor defende um ponto de vista.
c) uma notícia, pois apresenta características expositivas e injuntivas.
d) uma reportagem, pois o autor busca apresentar informações e entrevistas.

2ª) A discussão no texto é desencadeada a partir


a) da necessidade de todos terem computador.
b) dos problemas causados pelo uso excessivo da internet.
c) do avanço do celular.
d) da revolução da internet no mundo.

3ª) O trecho que contém o assunto principal do texto é


a) “Ela também afetou os comportamentos da humanidade.”
b) “As redes sociais são exemplos de como a interação entre as pessoas se revolucionou
nestes últimos anos.”
c) “Dos meios de comunicação criados pelo homem foi a internet que revolucionou o
planeta.”
d) “Não existem barreiras e nem grades para o crescimento e alargamento das trocas de
informações...”

4ª) Segundo o texto,


a) a internet ainda não chegou aos lugares mais afastados dos centros urbanos.
b) a internet fortalece a amizade e o carinho entre as pessoas.
c) a televisão foi deixada de lado devido à internet.
d) muita gente ainda não está conectada à internet.

5ª) Há uma opinião em


a) “...e unificou o compartilhamento de ideias.”
b) “A vida mudou e mudou para melhor.”
c) “Hoje, os computadores estão na palma da mão de bilhões de pessoas...”
d) “O mundo virtual veio para fazer parte da vida dos seres humanos...”

6ª) No trecho: “A expansão dela aos locais mais longínquos do planeta...”, a palavra em
destaque se refere a
a) expansão.
b) redes sociais.
c) internet.
d) interação.

7ª) A quebra do monopólio da televisão brasileira foi


a) uma consequência do avanço da internet.
b) uma causa que desencadeou o uso da internet.
c) uma concessão advinda do avanço das tecnologias.
d) uma conformidade do avanço das redes de computadores.

8ª) O que favoreceu a eleição de um candidato exemplificado no texto foi


a) o monopólio da televisão.
b) o contato pessoal com os eleitores.
c) o investimento em campanhas publicitárias.
d) o uso das tecnologias virtuais.
9ª) Releia: “Com o advento da internet, hoje podemos ler, estudar, realizar compras,
compartilhar e buscar experiências no conforto da nossa casa.” O autor fez uso das
expressões grifadas para
a) confirmar.
b) concluir.
c) exemplificar.
d) ratificar.

10ª) No trecho: “... os computadores ainda estavam restritos aos grandes laboratórios ou
em domicílios de pessoas com alto poder aquisitivo...”, a palavra em destaque estabelece
ideia de
a) explicação.
b) alternância.
c) conclusão.
d) consequência.

11ª) “Os computadores ainda estavam restritos aos grandes laboratórios ou em domicílios
de pessoas com alto poder aquisitivo...”. Infere-se neste trecho que:
a) Somente pessoas ricas podiam possuir um computador.
b) Em todas as casas com laboratórios havia computadores.
c) Todos os laboratórios possuem computadores.
d) Eram restritos computadores aos pobres.

12ª) Assinale o item em que há um trecho que estabelece ideia de temporalidade.


a) “... esquecemos que muita gente ainda não está conectada.”
b) “... os computadores estão na palma da mão de bilhões de pessoas espalhadas pelo
planeta...”
c) “... são milhões de pessoas que ainda não têm acesso às páginas da web...”
d) “Enquanto ela não chega a todos, a escola pode ser um espaço de interação e contato
com o mundo digital.”

13ª) No trecho: “Entretanto, ao viver no mundo interligado pela tecnologia...”, a palavra em


destaque introduz
a) uma oposição.
b) uma adição.
c) uma conclusão.
d) uma explicação.

14ª) No trecho: “O mundo virtual veio para fazer parte da vida dos seres humanos para
sempre...” a expressão grifada introduz
a) uma consequência.
b) uma causa.
c) uma finalidade.
d) uma concessão.

15ª) Uma das soluções apresentadas pelo autor para o problema apresentado é
a) a restauração das escolas públicas.
b) o barateamento das redes móveis.
c) a facilitação de créditos para a compra de computadores.
d) a ampliação do uso da internet.

1B / 2D / 3C / 4D / 5B / 6C / 7A / 8D / 9C / 10B / 11A / 12D / 13A / 14C / 15D