Você está na página 1de 19

Fenômenos de Transporte

Antonio Augusto Morini


antonio.morini@ifsc.edu.br

Florianópolis, 14 de agosto de 2015


Energia Solar

 A energia do sol, por unidade de tempo, recebida


em uma unidade de área perpendicular à direção
de propagação da radiação, em uma distância
Terra-Sol média, é definida como constante solar.
Gsc = 1353 W/m2 (ABNT)
Irradiação Solar (w/m2)

Medições da irradiação solar


realizadas por satélites.
(OLIVEIRA FILHO;
SARAIVA, 2005).

Ano
Onda Eletromagnética

 James Clerk Maxwell (1831-1879) – Físico e


Matemático
A radiação viaja pelo espaço na forma de um campo
oscilatório composto por uma perturbação elétrica e
magnética na direção perpendicular às perturbações.

3
Radiação visível

 William Herschel (1738-1822) – Astrônomo


Experimento medindo a temperatura de cada uma das
cores notou que a temperatura aumenta na direção do
vermelho e continua aumentando após o vermelho
(infravermelho).

4
Radiação ultravioleta
 Comprimento de onda (λ) – λ < 400 nm
UVA – 400 < λ < 320 nm (94% da radiação UV)
UVB – 320 < λ < 280 nm (6% da radiação UV) –
maior dano biológico
UVC – 280 < λ < 15 nm
(Dilley, 2002, p.7)

5
Radiação infravermelho

 Comprimento de onda (λ) – λ > 700 nm


IRA – 700 < λ < 1440 nm
IRB – 1440 < λ < 3000 nm
IRC – 3000 < λ < 10000 nm
(Echer et al., 2001, p.277)

6
Distribuição de Boltzmann

 Ludwig Boltzmann (1844 – 1906) – Físico


 Temperatura = energia térmica média das
moléculas do corpo.
 Cada molécula tem sua própria energia térmica,
podendo ser maior, menor ou igual à média;
 A probabilidade (PE0) de uma molécula, num dado
instante, possuir energia menor ou igual à E0, segue
a distribuição de Boltzmann.

T = temperatura em K 7
E = energia da molécula
K = constante de Boltzmann (1,38 x 10-23 JK-1)
Distribuição de Boltzmann

 Ludwig Boltzmann (1844 – 1906) – Físico


 Para qualquer temperatura, a maior probabilidade
(Pmáx = 1/KT), dentre todas as faixas de energia, é
de encontrar uma molécula com energia zero;
 temperatura
probabilidade de encontrar moléculas de maior
energia

Distribuição de Boltzmann
para duas temperaturas
8
Distribuição de Boltzmann

 Consequências e conclusões da Dist. Boltzmann


 Qualquer corpo a qualquer temperatura pode conter
moléculas com qualquer energia, logo, pode emitir
radiação em qualquer comprimento de onda;
 Quanto maior a temperatura, mais moléculas com
alta energia, logo, maior a intensidade de emissão
de radiação;
 temperatura
 probabilidade de se encontrar átomos com alta
energia
 probabilidade de emissão de fótons de alta
energia/frequência.
Emissão Espectral - Planck

 Max K. E. Ludwig Planck (1858 – 1947) – Físico


 Propôs uma fórmula para a emissão espectral;
 Fluxo radiante é a energia emitida pela superfície
de um corpo, por segundo (J/s = w);
 Densidade de fluxo radiante (Emitância): É o fluxo
radiante / unidade de área (w/m2);
 Emitância espectral: Emitância por comprimento de
onda.

10
Emitância Espectral - Planck

 A solução para o valor da máxima emissão é a Lei de


Wien, onde: ω = constante de Wien (2,9 x 10 -3) m*K
λmax = ω / T T = temperatura (K)

 Para T = 5800 K (temperatura da superfície do sol), a


emitância máxima ocorre para o comprimento de onda de
500 nm.
λmax 5800 = 500 nm

λmax 4500 = 644 nm

11
Energia Emitida – Stefan-Boltzmann

 A quantidade de energia emitida por um corpo (E) é a soma


da emitância de todos os comprimentos de onda;
 A solução é dada pela Lei de Stefan-Boltzmann.
σ = constante de Stefan-Boltzmann (2,9 x 10 -3) wm-2K-4
E=σ* T4 T = temperatura (K)

Esol = 64 MW m-2
Eterra = 390 W m-2

12
λmax sol = 500 nm λmax Terra = 10 µm
Transmitância Reflectânica
Absortância

 Quando uma radiação externa (feixe de fótons) atinge um


corpo, cada fóton pode seguir um dos seguintes caminhos:
 Atravessar o corpo (transmissão) – Qt;
 Ser refletido pelo corpo (reflexão) – Qr; Q = Qa + Q r + Qt
 Ser absorvido pelo corpo (absorção) – Qa.

Absortância = α = Qa / Q

Transmitância = ζ = Qt / Q

Reflectância = ρ = Qr / Q 13
Q = quantidade de fótons
Emissividade

 Emissividade: É a razão entre a energia irradiada por um


determinado material e a energia irradiada por um corpo
negro (ε =1). ε = Eλ / Eλmáx (aqui para cada comprimento de
onda).
 0 < emissividade < 1, sendo a capacidade de emissão de
energia por radiação de uma superfície.

Corpo hipotético
mostrando que seus
Emissividade

valores de
emissividade são
inferiores a 1 (um) na
faixa de 400 a 630
nm..

14
Comprimento de onda
Radiação – Energia emitida

Stefan - Boltzmann

E = σ * T4
Corpo Negro

𝑄𝑟𝑎𝑑,𝑚𝑎𝑥 = 𝐴𝑠 . 𝜎. 𝑇𝑠4

Corpo Cinzento

𝑄𝑟𝑎𝑑 = 𝜀. 𝐴𝑠 . 𝜎. 𝑇𝑠4

Q = fluxo de calor transmitido por radiação (w);


As = área da superfície irradiante (m2);
E = energia irradiada pelo corpo (w / m2)
σ = constante de Stefan-Boltzmann (2,9 x 10 -3) w m-2K-4
T = temperatura (K)
ε = e missividade
Radiação – Entre 2 corpos

𝑄𝑟𝑎𝑑 = 𝑄𝐴−𝐵 − 𝑄𝐵−𝐴

T
AS ,  S 𝑄 = 𝜀𝑠 . 𝐴𝑠 . 𝜎. (𝑇𝑠4 − 𝑇∞4
TS
Radiação – Exercício 1

Determinar a quantidade de calor transferida por unidade de tempo, por


meio do tubo, se:
• O duto é de estanho (ε = 0,1)
• O duto é pintado com laca branca (ε = 0,9)
Radiação – Exercício 2

Calcular, aplicando-se uma camada de isolante (k = 0,05 kcal/h.m.°C


e ε = 0,65) para reduzir-se a transferência de calor a 10% da atual:
• O fluxo de calor antes da aplicação do isolamento;
• A parcela transferida por convecção após o isolamento.
FIM