Você está na página 1de 78

Gestão e

Negócios

Curso de
Excel
Nível Avançado
Ficha Técnica

MINISTÉRIO DE TRABALHO Realização


Instituto de Artes (IDA-UnB), Projeto Gráfico e Diagramação
Ministro do Trabalho Instituto de Psicologia (IP-UnB), Sanny Caroline Saraiva Sousa
Helton Yomura Instituto de Letras (LET-UnB), Patrícia Fernandes Faria
Departamento de Engenharia Nathalia Delgado Gomes
Secretário de Políticas Públicas de Elétrica (ENE – UnB), Departamento
Emprego de Geografia (GEA – UnB),
Marcos Orlando Menezes Ferreira Faculdade de Ciência da Informação Ilustradores
(FCI-UnB). Ana Maria Silva Sena Pereira
Diretor do Departamento de Andresa Oliveira Augstroze Aguiar
Políticas de Empregabilidade Apoio Amanda Morais Silva
Higino Brito Vieira Secretaria de Educação Profissional Camilla Santos Dantas
e Tecnológica (SETEC-MEC) Eugênia Versiani Souza Carvalho
UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA Gabriel Victor Alves Meireles
Gestão de Negócios e Tecnologia João Victor Silva Araújo
Reitora da Informação
Márcia Abrahão Moura Loureine Rapôso Oliveira Garcez
Wellington Lima de Jesus Filho Equipe de audiovisual
Vice-reitor João Paulo Biage (Jornalista)
Enrique Huelva Coordenação da Unidade de Ig Uractan (Produtor Audiovisual e
Pedagogia Animador)
Decana de Pesquisa e Inovação Wilsa Maria Ramos Maurício Neves (Produtor
Maria Emília Machado Telles Walter Danielle Xabregas Pamplona Audiovisual)
Nogueira Bruno Lara (Jornalista)
Decana de Extensão Lívia Veleda Sousa e Melo Raíssa Ferreira (Animadora)
Olgamir Amancia Rodrigo Gomes (Fotógrafo e
Videografista)
Coordenação do Núcleo de
Coordenação do Projeto Qualifica Produção de Materiais Desenvolvimento de Ambiente
Brasil Janaina Angelina Teixeira Virtual de Aprendizagem
Thérèse Hofmann Gatti Rodrigues Osvaldo Corrêa
da Costa (Coordenadora Geral) Autor Patrícia Fernandes Faria
Wilsa Maria Ramos Pedro Veloso
Valdir Adilson Steinke
Rafael Timóteo de Sousa Jr Designer Instrucional
Janaina Angelina Teixeira
Instituto Brasileiro de Informação Danielle Xabregas Pamplona
em Ciência e Tecnologia – IBICT Nogueira
Cecília Leite - Diretora Nina Cláudia de Assunção Mello
Tiago Emmanuel Nunes Braga Lívia Veleda Sousa e Melo

Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons -


Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.
Excel - Nível Avançado

Descrição

O uso de planilhas eletrônicas é cada dia mais exigido pelas empresas. O programa
Microsoft Excel, sem dúvidas, é o mais utilizado no mercado. Devido aos diversos
recursos e possibilidades em manipular dados, esta ferramenta possibilita o profissional
aperfeiçoar a capacidade de planejar e executar tarefas diárias. Este é o terceiro curso
de Excel ofertado pela Escola do Trabalhador. Você pode iniciar os estudos pelo curso
“Introdução ao Excel”, avançar para “Excel Intermediário” e, por último, cursar “Excel
Avançado”. Ou escolher começar por este curso, caso já possua algum conhecimento
da ferramenta.

Público-alvo

Pessoas interessadas em ampliar os conhecimentos sobre o Excel. Destacamos que,


para a realização deste curso, faz-se necessário o conhecimento dos recursos básicos e
intermediários em Excel (Microsoft Excel 2007, 2010, 2013 ou 2016).

Resultados do Aprendizado

Depois de estudar esta unidade, você deve ser capaz de:


• Analisar dados e aplicar fórmulas construtivas;
• Efetuar cálculos entre planilhas consolidadas, empregando vínculos;
• Aplicar conceitos dinâmicos do Excel;
• Empregar técnicas para a manipulação, agrupamento e ordenação de dados;
• Criar painéis e automatizar tarefas;
• Aplicar conhecimentos avançados para construção de Dashboards;
• Construir e personalizar macro de comando, automatizando uma planilha e definir
procedimentos e rotinas para a construção de macros.

Excel - Nível Avançado


3
Excel - Nível Avançado

Competências
Conheça as competências mobilizadas no curso:
• Efetuar organização e construção de planilhas no Excel, a fim de empregar
vínculos entre diferentes tabelas para analisar e interpretar dados;
• Utilizar adequadamente recursos técnicos do Excel para manipular, agrupar
e ordenar dados, transmitindo credibilidade e autonomia na elaboração de
tarefas rotineiras;
• Administrar recursos físicos avançados do Excel, aprofundando a capacidade
de elaborar documentos e otimizando funções no ambiente de trabalho.

TEMA
01 Analisar dados e aplicar fórmulas construtivas | 14 horas

TEMA
02 Aplicar conceitos dinâmicos do Excel | 12 horas

TEMA
03 Criar painéis e automatizar tarefas | 14 horas

Carga Horária do Tema | 40 horas

Excel - Nível Avançado


4
Excel - Nível Avançado
5
Tema 01
Analisar Dados e Aplicar
Fórmulas Construtivas
Ao longo deste curso iremos compartilhar conhecimentos valiosos para seu
aprimoramento na manipulação e criação de planilhas eletrônicas. Por meio de recursos
avançados do Excel, utilizaremos muitas ferramentas estudadas nos cursos de Introdução
ao Excel e Excel Intermediário, disponíveis na plataforma da Escola do Trabalhador.

Para
Parautilizar
utilizarosos
recursos mais
recursos
• Passo 1: Conhecê-los
mais sofisticados que
sofisticados que o Excel
o Excel possui, será • Passo 2: Compreendê-los
possui, será necessário
necessário realizar os
realizar os seguintes
seguintes passos: passos: • Passo 3: Praticá-los
• Passo 4: Praticá-los
• Passo 5: E... Praticá-los

Cada passo é importante. Antes de levar para sua realidade, os conhecimentos


aprendidos com este material, pratique-os, mais de uma vez se possível, com os
exercícios que serão disponibilizados. Assim, terá mais sucesso na execução e autonomia
na manipulação do programa.

Excel - Nível Avançado


7
Dica

Excel - Nível Avançado


8
Excel - Nível Avançado

1.1. Compartilhar Pasta de Trabalho Anotações


na Rede
Caso você tenha a necessidade de que uma ou mais
pessoas utilizem a mesma pasta de trabalho é possível
compartilhar o arquivo para que todos tenham acesso.
Assim, todos os usuários podem editar o conteúdo ao
mesmo tempo.
Apesar de ser uma possibilidade que pode ser
realizada no Excel, você acabará perdendo alguns
recursos, como: mesclar células, excluir planilhas,
formatação condicional, tabela dinâmica, excluir
planilhas, dentre outros. Para isso, faz-se necessário
criar os recursos antes de compartilhar a pasta de
trabalho.

Para ter acesso às Questões para Praticar,


veja as telas interativas do curso.

1.2. Função Índice


Existem diversas funções no Excel, como a PROCV (Procurar
na Vertical), PROCH (Procurar na horizontal), SE e outras que
podem retornar valores a partir de um Banco de Dados.
A função índice basicamente localiza informações em uma
matriz selecionada de uma forma muito mais eficiente que a
PROCV, PROCH e SE.
Ao utilizar a função índice você perceberá que o Excel apre-
sentará duas sintaxes. Vamos detalhar melhor a primeira sinta-
xe que será suficiente para localizar informações dentro de uma
matriz no Excel.

FUNÇÃO ÍNDICE MATRICIAL

Sintaxe: =ÍNDICE(matriz;núm_linha;[núm_coluna])
Nos detalhes da Função Índice Matricial: Para ter acesso ao vídeo
ÍNDICE Nome da função Função Índice Matricial
matriz intervalo de seleção para busca e realizar as Questões
núm_linha número de posição da linha na matriz para Praticar, veja as telas
núm_coluna número de posição da coluna na matriz interativas do curso.

Excel - Nível Avançado


9
Excel - Nível Avançado

FUNÇÃO ÍNDICE REFERENCIAL Anotações


A segunda opção de utilização para esta Função é a condição
de utilizar mais de uma matriz com intervalos diferentes.
Sintaxe: =ÍNDICE(ref;núm_linha;[núm_coluna];[núm_área])
Nos detalhes da Função Índice Referencial:
ÍNDICE Nome da função
ref matriz ou matrizes selecionadas
núm_linha número de posição da linha na matriz
núm_coluna número de posição da coluna na matriz
núm_área número da matriz

Para ter acesso ao


vídeo, acesse: https://
Função Índice Referencial
player.vimeo.com/
video/291323094

Essa função pode ser muito utilizada para alcançar informa-


ções em qualquer posição da sua planilha. Verá que ela se tornará
muito poderosa quando combinarmos com a Função CORRESP.

Excel - Nível Avançado


10
Excel - Nível Avançado

Fique Atento Anotações


Ao selecionar mais de uma matriz, faz-se
necessário a separação delas por “;” (ponto e
vírgula), além de incluir os parênteses.

Por exemplo:

1.3. Função CORRESP

A função Corresp (corresponde ao número)


pesquisa a posição em que o valor procurado está
no intervalo de seleção e retorna o número da linha
ou coluna em que o valor está. Aparentemente é
uma função muito simples, pois o retorno dela é
um número, ou seja, será procurado o valor em
uma matriz caso o valor que você procura esteja
na primeira posição o retorno da função Corresp
é 1, caso seja na segunda posição é 2 e assim
sucessivamente.

Sintaxe:
=CORRESP(valor procurado;
matriz_procurada; [tipo_
correspondência])

Excel - Nível Avançado


11
Excel - Nível Avançado

Nos detalhes da Função Corresp: Anotações


CORRESP Nome da função (Corresponde ao número).
valor_procurado valor ou célula que será pesquisada na
matriz.
matriz_procurada intervalo de seleção, uma linha ou uma
coluna.
[tipo_correspondência] utilize 0 para correspondência
exata (texto ou número exato).

Fique Atento
Utilize 1 quando sua matriz estiver na posição
em ordem crescente, a função retornará o menor
valor da matriz.

Veja a explicação pormenorizada no vídeo Função Corresp.

Para ter acesso ao


vídeo, acesse: https://
Função Corresp
player.vimeo.com/
video/291323152

Excel - Nível Avançado


12
Excel - Nível Avançado

Não entendeu direito Anotações


como usar o argumento
[tipo_correspondência]?
Ele é MUITO importante!
Vamos detalhar o seu uso.

Se o valor procurado por você é um número


e o objetivo é localizar EXATAMENTE
aquele valor, use o argumento 0. Mas,
lembre-se que, para o Excel, 30,0001 é
diferente de 30. Se o valor que você procura
não está na matriz procurada, a informação
de retorno é #N/D. Se o valor procurado
estiver mais de uma vez na matriz, o retorno
será a primeira posição em que ele está.

Se o valor procurado por você


é um número e você quiser
localizar a posição do maior
valor que seja menor ou igual
ao valor procurado, use o [tipo_
correspondência] = 1.

Mas, qual a utilidade?

Veja duas situações: na sua matriz existem


números que são frações (resultado obtido de
um cálculo anterior - por exemplo, 30,001); você
pode fazer a busca pelo valor aproximado sem que
o retorno seja a indicação de um erro (#N/D). O
retorno será a posição do valor mais próximo do
procurado que seja menor do que ele. Fique Atento
Na segunda situação, sua matriz contém valores
repetidos. O uso do tipo_correspondência] = 1 CUIDADO COM UM DETALHE:
resultará na posição do último valor da lista que os valores na matriz precisam
é igual ao valor procurado. Você poderá localizar,
estar em ordem decrescente.
por exemplo, a posição em que está na matriz
do último aluno que participou de até 8 aulas na
escola de dança.

Excel - Nível Avançado


13
Excel - Nível Avançado

O uso do [tipo_correspondência] = -1 é o oposto do anterior. Anotações


O valor localizado será o menor valor que está na matriz e é maior
ou igual ao valor procurado.
A ordem dos valores na matriz também é oposta: ela deve
estar em ordem decrescente.
Se o valor procurado por você é um texto, a melhor alternati-
va é a localização pelo valor exato, usando [tipo_correspondên-
cia] = 0.

Atenção
A Função Corresp não faz
distinção entre maiúscula e
minúscula para pesquisa.

Excel - Nível Avançado


14
Excel - Nível Avançado

1.4. Combinando as Funções Índice e Anotações


Corresp

A combinação das funções Índice e


Corresp pode facilitar sua vida, ainda
mais se utilizar planilhas com muitos
dados. Entenda como funcionam as
duas combinadas. Com um pouco de
prática você vai diminuir o uso das
Funções PROCV e SE.

Utilizaremos alguns exercícios


para você aprender na prática
como poderá utilizar.

Para acessar o vídeo Índice, Corresp.


e Corresp e fazer os exercícios veja as
telas interativas do curso.

Para funções de pesquisa, como Índice, Procv ou SE: ao rea-


lizar sua função e os valores de pesquisa não forem encontrados
na matriz, o Excel retornará o erro #N/D.
Para que esse valor não fique à mostra para o usuário, você
pode utilizar a Função SEERRO, antes da função que você criou.

Para ter acesso ao


vídeo, acesse: https://
Função SEERRO
player.vimeo.com/
video/291323344

Excel - Nível Avançado


15
Excel - Nível Avançado

Para ter acesso ao vídeo Validação de Dados


e realizar as Questões para Praticar, veja as
telas interativas do curso.

1.5. Plano de Fundo


O plano de fundo, como diz o próprio nome, servirá para que
uma imagem fique no fundo de uma planilha. Caso não seja feita
nenhuma configuração, ao imprimir a planilha essa imagem não
aparecerá na impressão.
Deixamos disponível uma imagem para praticar, mas você
poderá utilizar a melhor imagem que agrade. Sugerimos que uti-
lize imagens com a cor no estilo marca-d’agua.

Para inserir o plano


de fundo siga os seguintes
passos:

Excel - Nível Avançado


16
Excel - Nível Avançado

• Passo 1: Na guia Layout da Página, clique em plano de


fundo.
• Passo 2: Selecione a imagem plano de fundo dança.jpg ou
outra de sua escolha plano de fundo.

• Passo 3: Clique em Abrir.

Para auxiliar os estudos, veja


todos os recursos utilizados no
vídeo Plano de Fundo.

Para ter acesso ao


vídeo, acesse: https://
Plano de fundo
player.vimeo.com/
video/291323614

Para ter acesso ao vídeo


Resolução IGPM e realizar
as Questões para Praticar e
Atividades de Estudos 1, veja
as telas interativas do curso.

Excel - Nível Avançado


17
Excel - Nível Avançado

1.6. Função Somases


A função SOMASES é utilizada para realizar somas com um
ou mais critérios. A diferença com a função SOMASE é o número Ampliar
de critérios já que a última admite apenas um critério para soma. conhecimentos
Sintaxe da função: A Função SOMASES suporta
=SOMASES(intervalo_soma;intervalo_critérios1;crité- até 127 novos intervalos e
rio1;[intervalo_critérios2];[critério2];....) critérios.

Nos detalhes da função SOMASES:

SOMASES nome da função.


intervalo_soma argumento da função onde será
informado os valores que será realizada a soma. Valores em
branco e texto são ignorados.
intervalo_critérios1 seleção onde estão associados aos
valores da soma.
critério1 critério definido para efetuar a soma.
[intervalo_critérios2] nova seleção de critérios.
[critério2] novo critério para definir a soma.

Excel - Nível Avançado


18
Excel - Nível Avançado

Vamos agora utilizar a Função Anotações


SOMASES em uma planilha muito
parecida que o Carlos usa na escola de
dança Vem Requebrar. Calcularemos
quanto o instrutor Luca irá receber pelas
aulas de Forró (Avançado). Observe
que são dois critérios: O instrutor(1) e o
curso(2).

O mais importante para saber


utilizar a Função SOMASES é
saber os critérios e os intervalos
de critérios que você vai
selecionar.

Fique Atento
Utilize o arquivo Somaes e
Cont.ses.xlsx.

Observe a explicação:
• A seta laranja mostrando qual o argumento da função
intervalo_soma. Ela representa o intervalo onde estão os
valores que serão utilizados na soma. D4:D20
• A seta azul será o argumento da função intervalo_crité-
rio1. Ela representa o intervalo onde estão todos os
instrutores. F4:F20
• O critério1 é o instrutor Luca. Como é um texto (o nome
do instrutor), ao preencher a função, terá que estar entre
aspas. “Luca”
• A seta verde será o argumento da função intervalo_crité-
rio2. Ela representa o intervalo onde estão todos os cursos
de dança. C4:C20
• O critério2 é o curso que vamos pesquisar Forró(Avançado).
Como é um texto (o curso), ao preencher a função,
terá que estar entre aspas ao preencher a função.
“Forró(Avançado)”.

Excel - Nível Avançado


19
Excel - Nível Avançado

Sendo assim, a função terá o seguinte formato:


=SOMASES(D4:D20;F4:F20;”Luca”;C4:C20;”Forró(Avançado)”

Caso queira determinar um


critério que contenha dentro
do valor de uma célula, você
poderá utilizar o asterisco.

Exemplos:
Argumento critério1 “Forró”
O Excel vai procurar o valor exato Forró dentro das células e
não encontrará nenhuma célula.

Excel - Nível Avançado


20
Excel - Nível Avançado

Argumento critério1 “Forró(Avançado)” Anotações


O Excel vai procurar o valor exato Forró(Avançado) dentro das
células, encontrará 5 células e a soma será R$ 460,00.
Argumento critério1 ”Forró*”
O Excel vai procurar o valor que comece exatamente com
Forró, mas os caracteres que virão depois serão ignorados. Serão
encontrados os textos Forró(Avançado) e Forró(Intermediário)
em 6 células e a soma será R$ 600,00.
Argumento critério1 “*(Avançado)*”
O Excel vai procurar o valor (Avançado) em qualquer parte da
célula. Serão encontrados as Danças Forró (Avançado) e Dança
de Salão (Avançado) em 6 células e a soma será R$ 670,00. Mas
repare que o instrutor de Dança de Salão (Avançado) é a Luana e
não o Luca.
Veja a explicação no vídeo SOMASES.

Para ter acesso ao


vídeo, acesse: https://
SOMASES
player.vimeo.com/
video/291324558

Excel - Nível Avançado


21
Excel - Nível Avançado

1.7. Função Cont.ses


A função CONT.SES permite a contagem com mais de um
critério. Sempre que necessitar contagem com mais de uma con-
dição utilize-a.
Sintaxe:
Fique Atento
=CONT.SES (intervalo_critérios1;critério1;[intervalo_crité- Podemos realizar contagens
rio2];[critério2]) com até 127 pares de intervalos
e critérios. Vamos acompanhar
o exemplo prático na Planilha
Nos detalhes da função: CONT.SES, disponível no
arquivo Somases e Cont.
CONT.SES nome da função. ses,xlsx.
intervalo_critérios1 área de seleção com todo as células
que pretende contar.
critério1 critério de contagem.
[intervalo_critério2] nova área que será aplicada a
contagem. Lembre-se que adicionamos os colchetes porque é
um argumento opcional.
[critério2] novo critério estabelecido para contagem.

Inicialmente, realizaremos a
contagem em uma planilha
muito parecida com a
SOMASES.

Desta vez, contendo a relação


de pagamentos com os anos
de pagamento e mais duas
colunas preenchidas com os
descontos.

Vamos realizar a seguinte contagem na célula C24:


quantidade de descontos de 5% foram concedidos
no ano de 2016.
Nosso espaço de contagem são os descontos e Fique Atento
os anos. Sendo assim, a função terá a seguinte
composição de argumentos: Lembre-se que o critério
=CONT.SES (E4:E20;”2016”;H4:H20;”5%”) utilizado na função CONT.SES
As aspas são opcionais para números. também vale para a SOMASES.

Excel - Nível Avançado


22
Excel - Nível Avançado

Anotações
Agora vamos fazer uma
contagem que inclua um
critério com um operador
lógico e outros critérios.

Queremos descobrir quantas vezes a palavra


dança aparece no intervalo de C4 até C20 e,
ainda, que o pagamento não foi no ano de 2016
(o critério com um operador lógico). Além disso,
quando essa palavra aparece e o ano é diferente
de 2016, o instrutor responsável pela aula é o Luca.
Observe a planilha:

Excel - Nível Avançado


23
Excel - Nível Avançado

A seta laranja mostrando qual o argumento da função inter-


valo_critério1. Que representa o intervalo onde estão os valores Anotações
que serão contados. C4:C20
O critério1 será a palavra Dança. Nós já sabemos que para
representar contém utilizamos asterisco. “*Dança*”
A seta azul será o argumento da função intervalo_critério2.
Que representa o intervalo onde estão todos os anos. E4:E20
O critério2 será contar todos os anos, menos 2016. Sendo
assim, representaremos com o argumento lógico diferente <>.
“<>2016”
A seta verde será o argumento da função intervalo_crité-
rio3. Quer representa o intervalo onde estão todos os instruto-
res. F4:F20.
O critério3 é o instrutor que vamos pesquisar, Luca. “luca”

Siga as instruções que contém


na planilha:
Para calcular a comissão utilize
o valor total da venda pela célula
que está o 5% - Célula B3.
Para contar o total de vendas
utilize a função CONT.SES.

Veja a explicação no vídeo CONT.SES:

Para ter acesso ao


vídeo, acesse: https://
CONT.SES
player.vimeo.com/
video/291324646

Para realizar as Questões para


Praticar e as Atividades de
Estudos 2, além de ter acesso
ao vídeo Solução do Exercício 2,
veja as telas interativas do
curso.

Excel - Nível Avançado


24
Excel - Nível Avançado

1.8. Conhecer e Corrigir os Erros do Anotações


Excel

Ao realizar algumas funções, podemos


nos deparar com algum erro com
resultado. Eles são apresentados pelo
Excel com # (jogo da velha/quadrado) no
início.
Esses erros servem para nos ajudar a
identificar o que está acontecendo com a
função não está “funcionando”.
Veja a lista dos erros do Excel e como nós
podemos solucioná-los, acessando as
telas interativas.

Excel - Nível Avançado


25
Excel - Nível Avançado

Vamos relembrar

Excel - Nível Avançado


26
Tema 02
Aplicar Conceitos
Dinâmicos do Excel
Durante a conversa sobre esse tema, utilizaremos alguns recursos que são extremamente
utilizados no Excel por usuários que já possuem algum conhecimento avançado. Não
desvalorize o que aprendeu nos cursos de Introdução ao Excel e Excel Intermediário. Eles
são pré-requisitos para conhecer os próximos recursos.

Assista todos os vídeos e explicações com muita tranquilidade. Caso tenha alguma
dificuldade, pause o vídeo e faça novamente os exercícios. Para acessá-los, entre nas
telas interativas do curso.

Excel - Nível Avançado


2
Excel - Nível Avançado

2.1. Gráficos Anotações


O gráfico é uma ilustração visual de dados ou valores numéri-
cos de uma planilha. É possível vincular os dados de uma planilha
para a representação em um gráfico e a cada alteração dos dados
o gráfico é modificado (Andrade, 2011).

O Excel possui diversos tipos


de gráficos e minigráficos.
Estudaremos os principais
modelos.

Exemplo de Gráfico

Exemplo de Minigráfico

Excel - Nível Avançado


3
Excel - Nível Avançado

O gráfico é composto por diversas partes . É possível editar e


formatar cada uma delas.
Veremos quais são a partir de um exemplo.

1
6

3
4

1. Área do Gráfico: espaço total do gráfico.


2. Área de plotagem: representação em barras, linhas, pizza
ou outros.
3. Eixo vertical (valor): o eixo da ordenadas (y). Série respon-
sável pela entrada das legendas.
4. Eixo horizontal (categoria): valores que determinam o
eixo das abcissas (x). Rótulo das categorias.
5. Legenda: área que identifica os rótulos de cada dado do
gráfico.
6. Título: texto que nomeia o gráfico.

Como criar um gráfico?

Para criar um gráfico no Excel


é muito simples. Você pode
até mesmo criá-lo e depois
modificar conforme sua
necessidade.

Excel - Nível Avançado


4
Excel - Nível Avançado

Na guia Inserir, temos o grupo Gráficos: Anotações

Fique Atento
Utilize o arquivo
Gráficos e Tipos de Gráficos.xlsx
para criarmos alguns gráficos.

Na planilha Série de dados


vamos criar o primeiro gráfico.
Perceba que temos a receita
de alguns cursos em uma série
histórica.

Como temos uma alteração de


valores, o gráfico tipo coluna será
ideal para compararmos esse tipo
de alteração.

Criando o gráfico:

• Passo 1: Selecione toda a planilha (Ctrl+Shift+*).

Excel - Nível Avançado


5
Excel - Nível Avançado

• Passo 2: Na guia Inserir, grupo gráficos, selecione a pri- Anotações


meira opção.

Seu gráfico já está pronto.

Ampliar
conhecimento
Pode-se criar um gráfico em
uma nova guia. Para isso você
deve selecionar sua série de
dados e apertar a tecla F11.

Excel - Nível Avançado


6
Excel - Nível Avançado

Para inserir um minigráfico, que é um pequeno gráfico Anotações


dentro de um célula, siga os passos:

• Passo 1: Selecione os valores que são parte do seu


minigráfico.

• Passo 2: Na guia Inserir, grupo minigráficos, selecione qual


o tipo deseja.

• Passo 3: Selecione a célula que será inserido o minigráfico.

Fique Atento
Note que uma nova guia
está disponível. Você poderá
• Passo 4: Aperte Ok. configurar esse minigráfico
conforme a sua necessidade.

Excel - Nível Avançado


7
Excel - Nível Avançado

Formatação de Gráfico Anotações


Qualquer parte do gráfico é editável. Veja a explicação no vídeo
sobre as possibilidades de formatação de gráficos existentes.

100%

50%

0%
01 02 03 04 05 06

Para ter acesso ao


vídeo, acesse: https://
Formatação de gráficos
player.vimeo.com/
video/291325023

Diferenças dos Gráficos

Veja as diferenças entre os três


tipos de gráficos de colunas.
Alguns outros tipos de gráficos
(como de barras e de linhas)
funcionam da mesma forma.

Excel - Nível Avançado


8
Excel - Nível Avançado

Anotações

Gráfico de colunas agrupadas: é ideal para comparar dife-


rença de valores, mas não é possível observar o total gerado por
todos os cursos.

Gráfico de colunas empilhadas: Também serve para analisar


diferenças. Mas, é ideal para perceber o total gerado em série
histórica.

Excel - Nível Avançado


9
Excel - Nível Avançado

Anotações

Gráfico de colunas 100% empilhadas: Parecido com colunas


empilhadas, mas apresenta o resultado em percentual 100% da
série histórica. Não se observam os valores absolutos.

Veremos agora outros tipos de gráficos:

Gráfico Pizza: ideal para analisar percentual de produtos ou


serviços de uma só série de valores.

Excel - Nível Avançado


10
Excel - Nível Avançado

Anotações

Gráfico linha: ideal quando se tem uma série histórica grande.


Mostra tendência de determinada situação, possíveis sazonalida-
des de um evento (quando um mesmo comportamento se repete
várias vezes, tal como o período de férias de verão).
Para ter acesso às Questões para Praticar,
veja nas telas interativas do curso.

2.2 Tabela Dinâmica

Animação: Tabela dinâmica Para ter acesso ao vídeo,


veja nas telas interativas
do curso.

A Tabela Dinâmica é um recurso que possibilita agrupar dados


de uma planilha com muitas informações. Com alguns cliques é
possível criar uma tabela dinâmica para facilitar a análise, a com-
paração e a criação de diversos relatórios.

Excel - Nível Avançado


11
Excel - Nível Avançado

Esta tabela tem o nome de dinâmica, pois é possível alterar Anotações


a sua ordem ou mudar a seleção dos dados só arrastando suas
partes e, assim, obter outra forma de apresentar os dados.

01 02 03 04

Explorar
Para criar uma Tabela Dinâmica, temos que seguir 4 premissas.

• Premissa número 1 Os dados na sua tabela devem ser organizadas em título


e valores. Na primeira linha, deve estar o título e abaixo o valor, como se fosse um
banco de dados vertical.
• Premissa número 2 Mantenha os valores padronizados. Tenha a certeza de
que na sua planilha os registros sejam escritos da mesma maneira. Lembre-se
que, para o Excel, Forró(iniciante) é um valor diferente de Forró (iniciante). Tenha
cuidado com os espaços antes e depois das palavras, eles não são visíveis, mas o
Excel os considera.
• Premissa número 3 Não tenha células vazias nos títulos. Evite ter células
vazias nos valores também, pois poderá dificultar sua análise.
• Premissa número 4 Não utilize células mescladas nos títulos e valores.

Utilize o arquivo Tabela Dinâmica.xlsx.

Excel - Nível Avançado


12
Excel - Nível Avançado

Após a conscientização das


premissas, utilizaremos a Planilha
Anotações
Tabela Dinâmica (do arquivo Tabela
Dinâmica.xlsx) para criarmos a
primeira tabela dinâmica.

Em qualquer célula preenchida


da sua planilha, siga os passos
descritos a seguir.

• Passo 1: Na guia Inserir, grupo tabela, clique em tabela


dinâmica.

• Passo 2: Na guia inserir, grupo tabela, clique em tabela


dinâmica.

• Passo 3: Esse, por incrível que pareça é o passo mais difícil


em criar uma tabela dinâmica. Confira a Tabela/Intervalo
(o Excel selecionou toda a planilha) e deixe marcado para
ser criado em uma nova planilha.
• Passo 4: Aperte ok.

Excel - Nível Avançado


13
Excel - Nível Avançado

A base da tabela dinâmica foi criada. Agora, vamos entender


como fazemos para criar relatórios.

Note que uma nova planilha foi


criada. Nessa planilha, algumas
novas ferramentas foram Para ter acesso às
habilitadas. ferramentas da planilha,
utilize as telas interativas
do curso.

Layout da tabela dinâmica: Espaço que será destinado para


os relatórios.
Lista de campos: Inicialmente, são os títulos da planilha base.

Áreas dinâmicas em 4 quadrantes:


Quadrante número 1: Filtros do relatório. Podemos incluir um
campo que aparecem na Lista de Campos para realizar um ou
mais filtros.
Quadrante número 2: Rótulo de colunas. A cada nova inclusão
de um campo o seu relatório será acrescido em mais uma coluna
para cada um dos valores que aparecem no campo selecionado.

Excel - Nível Avançado


14
Excel - Nível Avançado

Quadrante número 3: Rótulo de linha. A cada nova inclusão de Anotações


um campo o seu relatório será acrescido em mais uma linha para
cada um dos valores que aparecem no campo selecionado.
Quadrante número 4: Valores. Esse quadrante são os valores,
números ou até mesmo textos para contagem.

Agora, precisamos saber qual


informação desejamos extrair
do nosso banco de dados, por
exemplo, o valor total pago por
curso.

Para criar uma tabela dinâmica


basta apenas arrastar um
campo para os quadrantes. Veja
o exemplo no vídeo a seguir.

Tabela dinâmica Para ter acesso ao vídeo,


entre nas telas interativas
do curso.

Para ter acesso ao vídeo


Percebeu como é fácil
Detalhes da Tabela Dinâmica
manipular os campos e como
e realizar as Questões para
existe a facilidade de fazer e
Praticar, veja nas telas
refazer os cálculos buscando o
interativas do curso.
relatório conforme desejado?

Excel - Nível Avançado


15
Excel - Nível Avançado

Fique Atento Anotações


Não é possível sobrepor uma tabela dinâmica. Caso
você crie uma tabela dinâmica próxima a outra, o Excel
apontará o seguinte aviso:

Então, quando for criar uma tabela dinâmica em uma


planilha já existente, reserve um espaço de algumas
células para não ocorrer esse aviso.

Uma tabela dinâmica pode ser formatada


de várias formas. Vamos aprender
inicialmente como formatar os valores.

Eu já aprendi que, ao formatar valores na tabela


dinâmica, o ideal é utilizar o campo presente no
quadrante e definir qual o tipo de formatação você
necessita. Assim, a formatação fica preservada
quando forem feitas alterações na tabela. Veja os
passos para acessar a formatação nas próximas telas.

• Passo 1: Selecione o nome de um campo localizado em


um dos quadrantes (ele ficará colorido) e clique na seta na
parte direita do nome do campo.

Excel - Nível Avançado


16
Excel - Nível Avançado

• Passo 2: Selecione a opção Configurações do Campo de Anotações


Valor.

• Passo 3: Clique em Formato do Número.

• Passo 4: Pronto, agora estamos no Formatar Células.


Selecione o formato moeda.

Excel - Nível Avançado


17
Excel - Nível Avançado

Observe as Configurações do Campo de Valor


Anotações

Nesta janela pode-se determinar como a função será aplica-


da no campo deste quadrante. O padrão do Excel é soma para
números e contagem para textos.
Além disso, pode-se alterar o nome criado no título desse
campo.

• As opções de formatação da Tabela Dinâmica surgem com


as duas novas guias que podem ser exploradas.

• Na guia Design, pode-se alterar o estilo e o layout da


tabela dinâmica.

Os comandos de Layout podem ser


utilizados para alterar posição de dados,
definir se subtotais e totais gerais serão
exibidos ou não e, em que posição.

Excel - Nível Avançado


18
Excel - Nível Avançado

Caso queira inserir informações calculadas a Anotações


partir dos dados existentes em campos, você
pode utilizar um relatório de tabela dinâmica
e criar um campo que não existe na planilha
base. Vamos a um exemplo: na escola de dança
Vem Requebrar os professores recebem 40%
da mensalidade dos alunos. Queremos calcular
os valores que os instrutores receberam. Esse
cálculo pode ser feito no próprio relatório sem
necessidade de criar uma coluna na planilha
com os dados originais.

Veja o exemplo e tente reproduzir:

• Passo 1: Selecione a Tabela Dinâmica com os instrutores


no quadrante Rótulo de Linha e os valores pagos no qua-
drante Valores.

• Passo 2: Na guia Opções, selecione a opção Cálculo, depois


Campos, Itens e Conjuntos e, então, Campo calculado.

Excel - Nível Avançado


19
Excel - Nível Avançado

• Passo 3: Dê o nome que desejar, Sugestão Comissão. Anotações

• Passo 4: Selecione o valor pago e aperte em Inserir campo.


• Passo 5: Multiplique por 40%.

• Passo 6: Aperte Ok.

Pronto! Agora você já tem um novo


campo. Pode utilizar todas as operações
matemáticas e funções aprendidas nos
cursos anteriores de Excel.

Fique Atento
As alterações feitas no banco de dados usado para
criar a tabela dinâmica não provocam alteração
direta nela. É preciso atualizar a tabela dinâmica
utilizando o botão Atualizar, disponível na guia
Opção, grupo Dados.

Excel - Nível Avançado


20
Excel - Nível Avançado

Para ter acesso ao vídeo,


Dicas de formatação da entre nas telas interativas
tabela dinâmica do curso.

Agrupar Dados Na Tabela Dinâmica

Um recurso muito importante em


tabela dinâmica é o de agrupar valores
que contenham datas. Ao criar a tabela
dinâmica priorizando campos de datas
sobre outros campos, pode-se agrupá-las
para melhor visualização.

Veja a tabela dinâmica:

Excel - Nível Avançado


21
Excel - Nível Avançado

• Ao clicar em uma data, na guia Opções, grupo Agrupar, a Anotações


opção Agrupar Campo ficará disponível.

• Selecione de acordo com as informações que tiver em


sua planilha. Neste caso, selecionaremos a opção Meses.
Obteremos o seguinte relatório:

Para ter acesso às Questões para Praticar,


veja nas telas interativas do curso.

Excel - Nível Avançado


22
Excel - Nível Avançado

Anotações
Vamos relembrar

Excel - Nível Avançado


23
Tema 03
Criar Painéis e
Automatizar Tarefas
Excel - Nível Avançado
2
Excel - Nível Avançado

3.1 Gráfico Dinâmico Anotações

O Gráfico Dinâmico é uma conexão


de um gráfico com a tabela dinâmica.
Qualquer criação feita na tabela
dinâmica, no campo dos filtros ou
qualquer outro quadrante, o gráfico
dinâmico será modificado. Os conceitos
de gráficos, estudados no último tema,
serão utilizados aqui também.

Fique Atento
Utilize o arquivo Tabela e Gráficos Dinâmicos.
xlsx, para a criação dos gráficos dinâmicos. Trata-
se de um Fluxo de Caixa (Entradas e Saídas) da
Escola de Dança Vem Requebrar.

Explorar
Caso queira entender a construção do fluxo de
caixa, utilize o vídeo: https://www.youtube.com/
watch?v=uWgU-sgE80g com o detalhamento de
cada parte.

Já temos uma tabela dinâmica simples, criada para construir-


mos um gráfico dinâmico em formato Pizza 3D. Para isso, siga as
instruções:

• Passo 1: Selecione qualquer parte da tabela dinâmica, dis-


ponível na planilha tabela dinâmica.

Excel - Nível Avançado


3
Excel - Nível Avançado

• Passo 2: Na guia Inserir, selecione o gráfico Pizza 3D.


Anotações

Basicamente, o gráfico dinâmico


está pronto. Podemos fazer algumas
adaptações nos gráficos, como as que
vimos no Tema 2 (Aplicar Conceitos
Dinâmicos do Excel).

Perceba também que o gráfico


dinâmico possui alguns botões de
campo que auxiliarão a criar filtros
e classificações no gráfico.

Faça a seguinte alteração na Tabela Dinâmica:

• Na configuração da tabela dinâmica, em Lista de Campos,


retire o campo Categoria dos Rótulos de Linha.

• Clique, segure e arraste o campo Descrição para os Rótulos


de Linha.

Excel - Nível Avançado


4
Excel - Nível Avançado

• Seu gráfico agora terá o seguinte formato: Anotações

Agora, vamos filtrar as informações dentro do gráfico para


que apareça apenas as 5 maiores descrições.

• Passo 1: Selecione a seta que vem após o campo Descrição


no gráfico.

• Passo 2: Selecione a opção Filtro de Valores, 10 primeiros.

• Passo 3: Modifique o número 10, para 5.

Excel - Nível Avançado


5
Excel - Nível Avançado

Pronto! Realizamos um filtro no Anotações


gráfico. Lembre-se: se deseja
adicionar o percentual em cada valor,
você pode alterar o layout do gráfico.

As informações que são inseridas


no quadrante rótulo de colunas,
da tabela dinâmica, serão as
informações da legenda do gráfico,
além de ser o rótulo do eixo x
(horizontal). No quadrante Rótulo de
Linha serão as informações do eixo y
(vertical).

Refletir
Os conceitos que acabamos de ver são
importantíssimos para os próximos passos e
combinação de gráfico dinâmico. Caso tenha
alguma dúvida, volte e inicie novamente a criação
do gráfico dinâmico.

“O importante não é a velocidade, mas a


direção. A cada passo, um aprendizado. Assim, já
chegamos bem longe.”

3.2. O Que é Dashboard?

Dashboard é um painel interativo e de fácil utilização,


com os principais indicadores e gráficos, agrupados
e interligados a partir de um banco de dados. Pode ser
utilizado para a apresentação geral dos dados de uma
empresa e análise de diferentes informações, pois é
a seleção de um campo e a mudança automática da
representação gráfica.
O ideal para a apresentação do dashboard ou como disse o
Carlos o “filé mignon” é que em uma página você consiga
apresentar os indicadores de forma resumida e simples.
Vamos utilizar os conceitos de gráficos e tabelas dinâmicas
para construir Dashboard, melhor dizendo, nosso painel de
controle.

Excel - Nível Avançado


6
Excel - Nível Avançado

Para ter acesso aos vídeos,


Animação: Dashboard entre nas telas interativas
do curso.

Apresentação Dashboard

3.2. Como Criar um Dashboard?

Dividiremos a criação do Dashboard em quatro


partes. Em nosso caso, utilizaremos o banco
de dados do fluxo de caixa para criar todas as
tabelas dinâmicas numa mesma planilha.

Preste atenção! Para que o


Dashboard seja interativo, todas as
tabelas dinâmicas devem ser criadas
a partir de um único banco de dados.

Excel - Nível Avançado


7
Excel - Nível Avançado

Parte 1: Tabelas dinâmicas Anotações


• Selecione o banco de dados e crie uma tabela dinâmica
na planilha existente, logo abaixo da tabela dinâmica já
criada.

• Insira o campo Data nos Rótulos de Linhas e o campo


Categoria nos rótulos de coluna.

• Note que a tabela dinâmica apresentará a sequência das


datas agrupadas em linhas e as duas categorias agrupadas
em coluna.
• Insira o campo Valor no quadrante Valores.

Excel - Nível Avançado


8
Excel - Nível Avançado

A terceira tabela dinâmica terá o seguinte formato: Anotações

Faremos a formatação nos números para que eles apareçam


no gráfico em valor contábil (R$). Além disso, agruparemos as
datas em meses, para melhor visualização e clareza no gráfico.

Para ter acesso ao vídeo,


Parte 1 Dashboard entre nas telas interativas
do curso.

Excel - Nível Avançado


9
Excel - Nível Avançado

Parte 2: Construção dos Gráficos Anotações

Insira uma nova planilha para criarmos o


Painel de Controle. Nomeie “Dashboard”.
Para cada tabela dinâmica, construiremos
um gráfico dinâmico.
Por se tratar de uma tabela com poucas
informações de total de entradas e
saídas, do fluxo de caixa, criaremos um
gráfico dinâmico, em formato rosca, para
apresentar o percentual das Categorias.

Não se preocupe muito com


a formatação nesse primeiro
momento. Apenas crie o gráfico,
recorte e cole na planilha Dashboard.

O segundo gráfico será com os valores


totais durante os meses, utilizando a
segunda tabela dinâmica. Sugerimos o
gráfico em linha. Lembre-se: para que o
gráfico apresente resultado, é necessário
pelo menos dois meses no banco de
dados.

O terceiro gráfico será o gráfico em


barra, utilizado para comparar os gastos,
por mês, de cada um dos itens do campo
Descrição.
Assista ao vídeo com a criação destes
gráficos e as pequenas adaptações. Tente
reproduzir!

Excel - Nível Avançado


10
Excel - Nível Avançado

Para ter acesso ao vídeo,


Parte 2 Dashboard entre nas telas interativas
do curso.

Parte 3: Segmentação de dados

Vamos agora inserir a


segmentação de dados. Elas
funcionam como filtros.

Com qualquer gráfico selecionado, na guia Analisar, selecio-


ne o comando Inserir Segmentação de Dados e marque Inserir
Segmentação de Dados.

Excel - Nível Avançado


11
Excel - Nível Avançado

• Marque as opções Categoria, Descrição e Data. Serão


exibidas caixas para cada um dos campos selecionados, Anotações
como o exemplo do campo Descrição.

• Selecione cada uma dessas caixas de segmentações de


dados para conectar as tabelas dinâmicas. Na guia Opções,
selecione o comando Conexões da Tabela Dinâmica.
• Marque todas as tabelas dinâmicas que deseja vincular
para cada uma das caixas de segmentações de dados. Veja
no Vídeo 19 como fazer a segmentação de dados.

Para ter acesso ao vídeo,


Parte 3 Dashboard entre nas telas interativas
do curso.

Excel - Nível Avançado


12
Excel - Nível Avançado

Parte 4: Formatação

Essa é a parte que vai dar o


seu estilo. Utilize figuras que
combinem com o tema. Retire as
linhas de grade, barra de fórmulas
e títulos na guia Exibição.

Para ter acesso ao vídeo,


Parte 4 Dashboard entre nas telas interativas
do curso.

Excel - Nível Avançado


13
Excel - Nível Avançado

3.4. Exibir Guia Desenvolvedor

Vamos habilitar a guia Desenvolvedor


no Excel. Por padrão, a guia
Desenvolvedor não está habilitada.
Ela possui comandos mais avançados,
como Macros, Botões, acesso ao
Editor do Visual Basic (VBE), dentro
outros.

No Excel 2007:

• Clique no Botão do Microsoft Office e depois Opções do


Excel.

Excel - Nível Avançado


14
Excel - Nível Avançado

• Selecione a aba Mais Usados e marque a opção Mostrar Anotações


guia Desenvolvedor na Faixa de Opções.

No Excel 2010, 2013 e 2016:

• Selecione a guia Arquivo e depois Opções.

Excel - Nível Avançado


15
Excel - Nível Avançado

• Marque a opção Personalizar Faixa de Opções e habilite a


guia Desenvolvedor. Anotações

Acesse as Atividades e Estudo nas telas


interativas do curso.

3.5. Macros

Macro é um conjunto de ações e comandos que são


gravados ou programados com o objetivo de ser
executados em um único comando. Trata-se de uma forma
de automatizar ações. As macros são armazenadas em
uma linguagem chamada Visual Basic for Applications (VBA).

Animação 3: Macros
Para ter acesso ao vídeo,
entre nas telas interativas
do curso.

Excel - Nível Avançado


16
Excel - Nível Avançado

Construir Macro de Comando Anotações


Você pode facilitar a sua vida com
as Macros transformando ações
repetitivas para serem executadas
com apenas uma ação.

Então, como construir uma macro? Depois


que habilitamos a guia Desenvolvedor,
existem algumas formas de construir uma
macro. Podemos construir pelo gravador
(nosso próximo assunto) ou pelo ambiente
do Editor do Visual Basic (VBE).

Ao gravar uma macro, todas as ações executadas


serão convertidas no Microsoft Visual Basic (VB).
Caso queira construir uma macro com muitas
ações, vá gravando aos poucos. Depois, junte
as partes que você já sabe como funciona. Vamos
entender a diferença entre gravar macro com
referências absolutas e referências relativas.
Como saber utilizá-las para saber combiná-las
na gravação de uma macro.

Para gravar uma macro,


siga os seguintes passos:

• Passo 1: Na guia desenvolvedor, selecione a opção Gravar


Macro. Fique Atento
Utilize a pasta de trabalho
Primeiras Macros.xlsx

Excel - Nível Avançado


17
Excel - Nível Avançado

• Passo 2: Dê o nome para sua Macro. Não pode conter


espaço. Orientamos não utilizar acento gráfico ou ç, pois
Anotações
o VB é uma linguagem de programação baseada no inglês
e, na língua inglesa, esses caracteres não são usados.

• Passo 3 (opcional): Indique uma tecla de atalho. Utilize


teclas de atalho que ainda não existam. Por exemplo:
CTRL+Shift+C.
• Passo 4: Armazene a macro nesta pasta de trabalho.
• Passo 5: (opcional): Informe a descrição, o que essa macro
é capaz de fazer. Será o comentário no VB.
• Passo 6: Aperte Ok.

A partir desse momento, suas ações serão convertidas em


códigos, para serem executadas quando você solicitar.
Selecione a célula B2, digite o texto: Oi, mundo! Aperte a tecla
Enter.

• Passo 7: Pare a gravação.

Teste o resultado. Apague o conteúdo da célula B2 e digite


CTRL+Shift+C.

Excel - Nível Avançado


18
Excel - Nível Avançado

Referências Absolutas

Gravar em referências absolutas significa dizer


que será representado no Visual Basic a referência
exata da sua execução. Ou seja, se você está
gravando a macro, selecionou a célula A6 e pediu
para preencher o fundo da célula de vermelho,
quando solicitar para executar a macro, ela será
executada exatamente na célula A6. Assim como
foi realizado na macro Oi_mundo.

Para ter acesso ao vídeo,


Primeira Macro entre nas telas interativas
do curso.

Para ter acesso às Questões para Praticar,


veja as telas interativas do curso.

Referências Relativas

Macros com referências relativas são gravadas


começando na célula que está selecionada e indicando
quantas colunas e linhas o Excel “pulará” para executar
as ações. Por exemplo: se marcamos a opção “utilizar
referências relativas” para gravar uma macro, a célula
selecionada será a referência inicial. Caso você digite na
célula da coluna ao lado (direita), o Excel entenderá que Para ter acesso aos vídeos
a partir de uma célula selecionada (célula ativa), deverá Referências Absolutas e
pular uma coluna para a direita no intuito de digitar o Referências Relativas e realizar
que você gravou. as Questões para Praticar, veja
as telas interativas do curso.

Excel - Nível Avançado


19
Excel - Nível Avançado

Editar Macros

Uma macro pode ser editada no Editor do Visual Basic.


Para isso, não é necessário que você seja um expert.
Apenas que comece a identificar e perceber que para cada
linha no programa do VB é uma ação a ser executada.

Veja a primeira
macro criada.

Nos detalhes da macro:

Sub: indicado que é um Sub-rotina.


Oi_mundo( ): nome da macro.
‘Oi, mundo!: O apóstrofo no começo indica o que vem a seguir é
um comentário. Não será executado pelo Visual Basic.
Range(“B2”).Select: Seleciona a célula B2 (De forma absoluta).
ActiveCell.FormulaR1C1= “Oi, mundo!”: Célula ativa com
propriedade de escrita para fórmula linha e coluna é igual a “Oi,
mundo!”.
Range(“B3”).Select: Seleciona a célula B3 (De forma absoluta).
End Sub: Indica que a sub-rotina será finalizada.

Excel - Nível Avançado


20
Excel - Nível Avançado

Veja: se quisermos alterar esse código para


Anotações
ser executado na célula A1, realizaremos
um pequeno ajuste. Além disso, mudamos
o texto para que seja Escola de Dança - Vem
Requebrar. Modificamos também, a célula a
ser selecionada depois de adicionar o texto.

Executar Macros

Você pode executar uma macro pelo atalho


Alt+F8, ou pelo VB, no botão executar (F5).
Tome cuidado ao executar uma macro num
banco de dados! Ao executar uma macro,
não é possível voltar a(s) ação(ões) dela
(CTRL+Z).

Além disso, uma macro pode conter


uma ação negativa como, por exemplo,
excluir uma pasta ou até mesmo
executar um programa malicioso.
Então, tenha certeza de quais são as
ações da macro antes de acioná-la.

Excel - Nível Avançado


21
Excel - Nível Avançado

3.6. Definir Botões Para Macros Anotações

Uma macro pode ser executada


também a partir de uma figura, de um
texto em WordArt ou um botão. Para
adicionar uma macro em um botão siga
as instruções:

• Passo 1: Na guia Desenvolvedor, selecione Inserir e a pri-


meira opção (botão).

• Passo 2: Desenhe o botão em alguma área de sua planilha.

• Passo 3: Atribua uma macro ao botão.


• Passo 4: Aperte Ok.

Excel - Nível Avançado


22
Excel - Nível Avançado

Pronto! A partir de agora, toda vez que clicar no botão a macro Anotações
será executada.
Para editar o nome no botão, clique com o botão direito e
selecione Editar Texto.

3.7. Habilitar Macros


• Na guia Arquivo, Opções, é possível habilitar as macros
com restrições ou não. Acesse a opção Central de
Confiabilidade.

• Clique em Configurações da Central de Confiabilidade.

Excel - Nível Avançado


23
Excel - Nível Avançado

• Defina o nível de acesso em configurações de Macro. A Anotações


Microsoft não recomenda habilitar todas as macros. Neste
sentido, sugerimos que marque a opção Desabilitar todas
as macros com notificação.

3.8. Salvar Pasta de Trabalho


Para salvar uma pasta de trabalho com a
possibilidade de executar as macros do
arquivo, é necessário salvar como pasta
habilitada para macros. Assim, ela ficará
com a extensão de arquivo .xlsm.
Siga o passo a passo.

• Passo 1: Na guia Arquivo, selecione a opção Salvar como.


• Passo 2: Marque o tipo, Pasta de Trabalho Habilitada para
Macro do Excel.

Excel - Nível Avançado


24
Excel - Nível Avançado

• Passo 3: Aperte OK! Anotações

Todas as macros que foram gravadas


ou programadas no VB estarão
disponíveis para posterior utilização.

3.9 Criando uma Macro no Vbe

Vamos criar uma macro diretamente no


Editor de Visual Basic. As macros estão
prontas nos arquivos .txt. Cada macro
possui uma função exclusiva, de tornar
todo o texto da célula em letra minúscula,
maiúscula ou apenas a primeira letra
maiúscula.

Incluiremos um módulo e as sub-rotinas


dentro dos módulos, no próprio Visual
Basic Editor. Siga os seguintes passos na
tela seguinte.

• Passo 1: Abra o Visual Basic (Alt+F11) ou pela guia


Desenvolvedor.

• Passo 2: No menu Inserir, do VB, insira um novo Módulo.

• Passo 3: Copie do arquivo Macros.txt.

Excel - Nível Avançado


25
Excel - Nível Avançado

• Passo 4: Cole no Módulo que você inseriu. Anotações

• Passo 5: Feche o VB.

Pronto! Agora você tem três macros muito


úteis! Você pode vinculá-las em botões,
imagens ou comandos na sua guia ou
barra de acesso rápido.

Dica
Para aprender mais sobre Visual Basic, você
pode gravar uma macro e acompanhar,
simultaneamente, o código que o Excel
representa para a ação executada no próprio VB.

Excel - Nível Avançado


26
Excel - Nível Avançado
27
Glossário

• Editor do Visual Basic: ambiente para a construção de sub-


rotinas em programação específica do Excel.
• Fluxo de Caixa: é o movimento de entrada e saída de
recursos financeiros da empresa. As entradas de recursos
podem ser provenientes das atividades de venda de
produtos/serviços ou da venda de algum ativo da empresa
por exemplo.
• Macro: é um conjunto de ações e comandos que é gravado
ou programado com o objetivo de ser executados em um
único comando. Trata-se de uma forma de automatizar
ações.
• Sazonalidade: representa que este costuma ocorrer sempre
num momento temporal específico.
Referências

ANDRADE, Denise de Fátima. Excel 2010 Controlando Dados.


São Paulo: Editora Viena, 2011.

MICROSOFT CORPORATION. Create and Share Dashboard.


2018. Disponível em <https://support.office.com/en-gb/article/
create-and-share-a-dashboard-with-excel-and-microsoft-
groups-ad92a34d-38d0-4fdd-b8b1-58379aae746e>. Acesso em:
04 ago. 2018.

MICROSOFT CORPORATION. Função SERRO. 2018.


Disponível em <https://support.office.com/pt-br/article/seerro-
fun%C3%A7%C3%A3o-seerro-c526fd07-caeb-47b8-8bb6-
63f3e417f611>. Acesso em: 01 ago. 2018.

MICROSOFT CORPORATION. How to use a sparkline to show


data trends. 2018. Disponível em <https://support.office.
com/en-us/article/video-use-sparklines-to-show-data-trends-
8d2399ed-748e-4fb5-95c9-eed8177f116d>. Acesso em: 04 ago.
2018.

PEREZ, Camila Ceccatto da Silva. Excel 2010 Avançado. São


Paulo: Editora Viena, 2012.

SEBRAE. Contabilidade – Como fazer um fluxo de caixa. 2018.


Disponível em <http://www.sebrae.com.br/sites/PortalSebrae/
artigos/planilha-ajuda-a-fazer-fluxo-de-caixa-da-sua-empresa,ad
f8d53342603410VgnVCM100000b272010aRCRD>. Acesso em: 11
ago. 2018.

SILVA, Camila Ceccatto da; PAULA, Everaldo Antônio de. Excel


2007 Cálculos e Decisões. São Paulo: Editora Viena, 2008.

Você também pode gostar