Você está na página 1de 1

História da filosofia política

Filosofia política→surge dentro de uma vida política específica na Grécia


→a concepção tradicional considera Sócrates como seu fundador
→filosofia política clássica é originária de Sócrates
→os escritos de Platão e Aristóteles são as obras mais antigas sobre filosofia política que
temos
→filosofia política clássica→predominou até o século XVI e XVII quando surgiu a
filosofia política moderna
→inclui o pensamento platônico, aristotélico, estóico,
patrístico, escolástico
→vale-se da distinção entre o que é natural e o que é
convencional [dessa distinção entre o que é natural e o que é
convencional vem a divisão entre direito natural e direito
positivo]
→obediência às leis considerada como questão de justiça
→forma mais perfeita de sociedade humana é a polis ou cidade-
estado grega, que por acaso era mais comum entre os gregos do que nos
povos não gregos, sendo a cidade-estado uma forma particular de
estado
→não havia conceito de Estado porque na filosofia política
clássica o conceito de cidade antecede a distinção entre estado e
sociedade; o equivalente moderno de cidade é o país; considera-se que
estruturas da época como tribos não seriam capazes de elevada
civilização e que sociedades grandes não poderiam ser livres
→estudo da natureza das coisas, natureza da sociedade humana
e a natureza do homem
→toda a discussão gira em torno de questões como: a) se as
coisas políticas são naturais ou não e em que medida? b) a justiça é
convencional ou existem coisas que por natureza são justas? c) as leis
são alicerces ou obras da comunidade política? d) as leis são
convencionais ou tem origem na natureza
→filosofia política moderna→surge da ruptura consciente com os princípios socráticos
→a maior parte da filosofia moderna também se utiliza da
distinção entre o que é natural e o que é convencional [dessa
distinção entre o que é natural e o que é convencional vem a
divisão entre direito natural e direito positivo]