Você está na página 1de 3

Plural Irregular

Já vimos o plural dos substantivos, e observamos que este se faz com a colocação de prefixos
específicos de acordo com a classe (de I a IX) a qual este nome pertence.
Porém alguns nomes da classe IV apresentam um plural irregular.
Pela regra geral, os nomes da classe IV, são todos os que iniciam-se pelo prefixo RI(ou DI,
conforme a pronúncia), e que fazem o plural, substituindo o prefixo RI por MA.
Asssim recordando teríamos por ex:
Ritari(ou Ditadi)=pedra; Matari=pedras
Ribitu(ou Dibitu)=porta; Mabitu=portas.

Existem nomes da classe IV que fazem o plural irregular, isto é, fogem a regra, e o prefixo RI (ou
DI conforme a pronúncia), não é substituido pelo prefixo MA, mas sim, precedido por ele, e
teríamos um nome no plural acrescido de dois prefixos, ou seja, o prefixo que já existia do
singular, e o prefixo que foi acrescentado do plural.
Seguem alguns exemplos destes nomes que fazem o plural irregular:

* Aqui escreveremos todos estes nomes optando por RI(e não DI)de acordo como vem escrito na
gramática de Heli Chatelain. É bom que se observe que aquele que optar por escrever RI, deve
escrever sempre RI independente de onde Ri se coloque na palavra, isto é, sendo prefixo ou
não, e o mesmo vale para quem optar por DI* (assim Ritari OU Ditadi)Leia mais sobre!
- A Letra R

Rimi=língua, idioma
Plural=Marimi

Rimbondo=vespa
Plural=Marimbondo

Ritatu=desculpa, escusa, frivolidade


Plural=Maritatu

Rixi=fumo, fumaça
Plural=Marixi

Riuta=espécie de cobra venenosa


Plural=mariuta

Riunda=arco para flecha(em Cordeiro da Mata) e flecha(Heli Chatelain).


Plural=Mariunda

Rimvula=cozinha
Plural=marimvula
*Aqui cabe uma observação, pois que nos dicionarios também encontramos o nome Mvula
definido como cozinha, e o mesmo nome "Mvula" aparece traduzido como chuva. Porém
Mvula=cozinha, quando assim se escreve, é na realidade Rimvula escrito com a supressão do
prefixo de classe RI, nome pertencente a classe IV, enquanto Mvula=chuva, pertence a classe IX
e faz o plural=Jimvula. No dicionário de Cordeiro da Matta, ele traz o plural Rimvula, como sendo
Mamvula, um plural regular portanto, e na gramática de Heli Chatelain ele coloca Marimvula
como sendo o plural, neste caso irregular portanto.

Rimá=limão (palavra derivada do português)


Plural=Marimá

Rianga=fome (na região de Kisama)


Plural=marianga

Rima=costas, morcego
Plural=Marima

Riamba=canhamo(cannabis sativa)
Plural=Mariamba

Rimandondo=morcego
Plural=Marimandondo

Rifundu=defunto(palavra derivada do potugues defunto)


Plural= escrito tanto na forma regular como irregular, Mafundu ou marifundu.

Riba=espadeirada, catanada
Plural=tanto escrito na forma regular como irregular, Maba ou Mariba

Agora falaremos do plural "aparentemente" irregular, dando alguns exemplos:

1)Rilu=céu; plural=maulu.
A primeira vista pensamos tratar-se de um plural irregular, pois o prefixo RI, foi substituido po
MAU. Porém a palavra Rilu, é na realidade a forma contrata da palavra Riulu

2)Risu=olho; plural=mesu.
A primeira vista pensamos tratar-se de um plural irregular, porém Risu é a forma contrata de
Riesu. A forma contrata Risu pertence ao dialeto de Luanda e Riesu (escrito na forma inteira sem
contração)ao dialeto do sertão.Teríamos então o plural regular Maesu (em Luanda ou no sertão),
porém em kimbundu a vogal A, desaparece facilmente ao encontrar-se com outro A ou E. Assim
Maesu, passa a Mesu.

3)Riembe=rola, pombo; plural membe (no sertão) e Mariembe em Luanda.


Maembe seria o plural regular, mas como já vimos no caso anterior, a vogal A desapareceu ao
encontrar-se com a vogal E.

4)Riele=mama; plural=mele. Idem ao caso anterior.

5)Muiii=ladrão; plural=eii.Muiii é um nome pertencente a classe I, cujo plural se faz substituido o


prefixo determinante da classe (MU) por (A). Assim o plural seria Aiii, porém a vogal A, ao
encontrar-se com a vogal I, estas duas (A+I) contraem-se na vogal E. Assim Aiii passa para Eii

6)Riala=homem, plural=mala. Aqui o plural regular seria Maala, porém ocorreu a contração duas
duas vogais A em uma só.

7)Lukuaku=mão; plural malukuaku ou maku-classe VI


A forma Maku é a mais usada, provavelmente uma forma contrata, e foram suprimidas grande
parte da palavra, ocorrida de forma aleatória.

8)No sertão muitos nomes que iniciam-se por LU-, pertencentes portanto a classe VI, não
formam o plural como esta classe, mas sim como os nomes da classe IX. Estes nomes são os
que derivam de um nome coletivo e indicam um objeto único, destacado da coletividade.
EX: Lundemba=Um cabelo; plural=Jindemba, pois que temos no singular a palavra
ndemba=cabelo.
OBSERVAÇãO= Alguém já pensou a qual classe dos nomes pertence a palavra Menha ou
Menia=água?
A palavra menha pertence a classe IV, e sempre a escrevemos no plural. Sendo portanto uma
palavra que pertence ao plural da classe IV, deve seguir as regras de concordancia de acordo
com os nomes do plural desta classe. Assim dizemos por exemplo Menha ma tema=água
quente; menha ma tome=água potável, água doce; menha ma talala=água fria. A forma no
singular, embora não se escreva, somente para termos uma base seria Rienha, e o plural
Maenha, porém a vogal a (de Ma), desaparece ao encontrar-se com a vogal E. Aqui dei
destaque, pois a palavra menha é iniciada po ME, o que pode nos dificultar em saber a qual
classe pertence a mesma.