Você está na página 1de 4

Diocese de Osasco Igreja!

” Congregados neste único e mesmo


corpo, unidos na caridade e na verdade, em
COMISSÃO DIOCESANA DE LITURGIA comunhão com toda a Igreja celebramos com
alegria o mês de Outubro: mês missionário, mês
CELEBRAÇÃO PARALITÚRGICA PARA O MÊS
em que a nossa consciência deve ser
MISSIONÁRIO - 2016
especialmente despertada para a urgência no
Ano Santo Extraordinário da Misericórdia testemunho, na missão e no discipulado.
Verdadeiramente, a Sagrada Escritura confirma:
 Sugestões para ambientação: “De que aproveitará, irmãos, a alguém dizer que
- Esta celebração pode ser realizada tanto nas tem fé, se não tiver obras? Acaso esta fé poderá
Paróquias e suas respectivas comunidades, bem salvá-lo?” (Tg 2,14)
como nos pequenos grupos missionários de Todos: Desde já, rendemos graças à Providência
evangelização (Grupos de Rua, Santas Missões Divina por estes mês de reflexão e escuta atenta
Populares, Legião de Maria, Apostolado da da voz do Senhor, que por meio dos sinais dos
Oração, Missão Frutificai, entre tantos). Vale tempos a nós oferecidos e pela caminhada que
lembrar que todo batizado é chamado a ser inspira e conduz a Igreja, leva-nos a sair
missionário, e não apenas grupos seguindo o seu exemplo: Ele próprio é um Deus
específicos. em saída, que por amor veio ao nosso encontro.
- Se possível, motivar toda a comunidade a
celebrar o Mês Missionário, sobretudo as INVOCAÇÃO DO ESPÍRITO SANTO
lideranças e agentes de pastoral dos mais Como cantamos a cada ano na Solenidade de
diversos âmbitos. Todos são missionários. Pentecostes, “só quando vivemos unidos, é que
- Ornamentar o ambiente celebrativo de maneira o Espírito Santo nos vem”. Nesta celebração,
harmoniosa, bela e ao mesmo tempo sóbria, que peçamos ao Divino Espírito Criador, condutor da
comunique por meio dos sinais e gestos. Na Igreja, para que envie dos céus sua radiante luz,
medida do possível. a fim de que nos introduza na verdade plena que
- No espaço da celebração, dar destaque a Jesus é Jesus Cristo, conduza nossa caminhada e a de
Crucificado e ao Círio Pascal: o Querigma, isto é, nossa Diocese pelo caminho da Misericórdia.
o Mistério Pascal de Jesus Cristo, Crucificado e Atenta aos apelos de Deus por meio do Santo
Ressuscitado, é o centro de nossa Fé. Portanto, Padre, sejamos uma Igreja samaritana,
é a única mensagem que o verdadeiro espírito missionária e servidora, corajosa e vigorosa,
missionário deve anunciar. capaz de ir às periferias existenciais.
- Providenciar uma imagem da Santíssima Canto
Virgem, bem como velas para todos os QUANDO TU, SENHOR, TEU ESPÍRITO
participantes. ENVIAS, TODO O MUNDO RENASCE, É
- Preparar local digno para entronizar a Sagrada GRANDE A ALEGRIA!
Escritura. 1. Ó minh’alma, bendize ao Senhor: Ó Deus
Canto de Abertura grande em poder e amor, o esplendor de
1. Me chamastes para caminhar na vida tua glória reluz e o céu é teu manto de luz!
contigo, decidi para sempre seguir-te, não – R.
voltar atrás. Me puseste uma brasa no 2. Firme e sólida a Terra fundaste, com o
peito e uma flecha na alma, é difícil agora azul do oceano a enfeitaste, e rebentam
viver sem lembrar-me de Ti. tuas fontes nos vales, correm as águas e
TE AMAREI, SENHOR (bis) EU SÓ ENCONTRO cantam as aves. – R.
A PAZ E A ALEGRIA BEM PERTO DE TI! (bis) Dirigente: “Aprouve a Deus, na sua bondade e
2. Eu pensei muitas vezes calar e não dar sabedoria, revelar-se a si mesmo e dar a
nem resposta. Eu pensei, na fuga, conhecer o mistério da sua vontade (cf. Ef 1,9)”
esconder-me, ir longe de Ti. Mas tua força “Deriva da nossa fé em Cristo, que Se fez pobre
venceu, e ao final eu fiquei seduzido. É e sempre Se aproximou dos pobres e
difícil agora viver sem saudades de Ti. marginalizados, a preocupação pelo
3. Ó Jesus, não me deixes jamais caminhar desenvolvimento integral dos mais abandonados
solitário, pois conheces a minha fraqueza da sociedade”. (EG, 186). “Reaviva o dom de
e o meu coração. Vem, ensina-me a viver Deus que há em ti” (2Tm 1,6). Ser missionário é
a vida na tua presença: no amor, nos ser aquele que leva a mensagem de esperança
irmãos, na alegria, na paz, na união. àqueles que necessitam. Nossa missão é
anunciar Jesus Cristo que por amor nos
Sinal da Cruz: Em nome do Pai e do Filho e do
resgatou e nos quer próximos de si.
Espírito Santo. Amém.
Dirigente: “Nós somos muitos, mas formamos
um só corpo, que é o Corpo do Senhor, a sua
Leitor 1: Anunciar Jesus às pessoas nas casas, sobretudo, exemplos presentes nas próprias
comunidades, cidades e vilas é missão de todos comunidades).
os batizados. Somos os missionários, os
apóstolos, os discípulos enviados para o trabalho ESCUTA DA PALAVRA DE DEUS
de reavivar o dom de Deus que há no coração de Dirigente: Não devemos anunciar as nossas
cada um, e convidá-los a caminhar na Igreja e verdades, mas o Cristo que é a verdade. Ele é a
como Igreja que é o Corpo de Cristo. Palavra, o Verbo Encarnado. Por isso o manual
do missionário é a Palavra de Deus. Anunciar
TODOS: “Há um critério para saber se Deus está sem a Palavra seria caminhar em vão.
perto de nós ou se está longe: todo aquele que Ser discípulo e missionário de Jesus Cristo
se preocupa com o faminto, com o maltrapilho, o consiste também em estar atento ao próximo,
pobre, o desaparecido, o torturado, o prisioneiro, tendo compaixão de suas necessidades e
com todos esses corpos que sofrem, está perto sofrimentos. Na Palavra, constatamos o quanto
de Deus. ‘Chamarás o Senhor e Ele te escutará’. Deus é amoroso e se coloca, com misericórdia,
A religião consiste nessa garantia de ter meu ao lado dos pequenos e sofredores. Sendo
Deus perto de mim porque faço o bem aos meus amados por Ele, nós agora devemos fazer o
irmãos. A garantia de minha oração não está em mesmo, amando os nossos irmãos. Somente
dizer muitas palavras; a garantia de minha prece dessa maneira poderemos amar plenamente a
é muito fácil de conhecer: como me comporto Ele, que não vemos: quando amarmos o nosso
com o pobre? Porque ali está Deus”. próximo, que vemos e convivemos.
(Beato Oscar Arnulfo Romero, Mártir) Cantemos, acolhendo a Palavra de Deus.
ENTRONIZAÇÃO DA SANTA CRUZ A Palavra é acolhida de maneira festiva e
Dirigente: “Quanto a nós, devemos gloriar-nos entronizada em local digno previamente
na Cruz de Nosso Senhor Jesus Cristo, que é preparado.
nossa salvação, nossa vida, nossa esperança de
Ressurreição e pela qual fomos salvos e Canto
libertos”. A mensagem que todo missionário deve PALAVRA DE SALVAÇÃO SOMENTE O
anunciar é o Querigma, isto é: Jesus Crucificado CÉU TEM PRA DAR. POR ISSO, MEU
e Ressuscitado, que por sua morte deu-nos vida. CORAÇÃO SE ABRE PARA ESCUTAR.
Essa é a mensagem que transforma e liberta,
(bis)
mas, sobretudo, que dá sentido à vida do ser
1. Por mais difícil que seja seguir, Tua
humano.
palavra queremos ouvir. Por mais difícil de
Canto se praticar, Tua palavra queremos
VITÓRIA, TU REINARÁS! Ó CRUZ, TU NO guardar!
SALVARÁS! (bis) Evangelho – Lc 10,1-9
1. Aumenta a confiança do pobre e do Naquele tempo, o Senhor escolheu outros
pecador, confirma nossa esperança na setenta e dois discípulos e os enviou dois a dois,
marcha para o Senhor. – R. na sua frente, a toda cidade e lugar aonde ele
RECORDAÇÃO DA VIDA próprio devia ir. E dizia-lhes: “A messe é grande,
Leitor 3: Pela riqueza do dom da vida e do amor mas os trabalhadores são poucos. Por isso, pedi
de Deus acolhido em nossos corações e ao dono da messe que mande trabalhadores
manifestado na Cruz, nesta celebração para a colheita.
recordemos especialmente nossos irmãos e Eis que vos envio como cordeiros para o meio de
irmãs que são exemplos de missão e discipulado. lobos. Não leveis bolsa, nem sacola, nem
Tragamos especialmente à nossa memória o sandálias, e não cumprimenteis ninguém pelo
Projeto Missionário Ad Gentes, assumido por caminho! Em qualquer casa em que entrardes,
nossa Diocese junto à Igreja de Pemba, em dizei primeiro: ‘A paz esteja nesta casa!’ Se ali
Moçambique. Que a consciência de todos os morar um amigo da paz, a vossa paz repousará
diocesanos de Osasco seja despertada para sobre ele; se não, ela voltará para
essa urgência. Peçamos ao Senhor que vós. Permanecei naquela mesma casa, comei e
desperte, no seio de nossa Igreja Particular, bebei do que tiverem, porque o trabalhador
corações corajosos dispostos a levar Jesus às merece o seu salário. Não passeis de casa em
terras mais longínquas. casa. Quando entrardes numa cidade e fordes
(Momento espontâneo, de diálogo e partilha, bem recebidos, comei do que vos servirem, curai
onde cada um pode colocar nomes de os doentes que nela houver e dizei ao povo: ‘o
pessoas que se destacaram pelo exemplo de Reino de Deus está próximo de vós’”.
missionariedade e testemunho. Valorizar, Pausa para silêncio reflexão pessoal.
PARTILHA
O dirigente motiva a partilha entre os gloriosa ascensão aos céus, e, finalmente, com o
presentes com base no Evangelho acima e envio do Espírito Santo.
nos seguintes questionamentos:
Lado 2: Nós vos louvamos e bendizemos pela
- Como vai a nossa ação evangelizadora diante
vossa Palavra, poder de salvação para todos os
do atual contexto da sociedade?
crentes (cf. Rm 1,16), inspirada pela Terceira
- Estamos prontos a sair em missão, como uma
Pessoa da Santíssima Trindade, que alimenta
Igreja misericordiosa e corajosa, capaz de levar
continuamente os filhos da Igreja, novo povo de
Cristo a todos?
Deus. Como Igreja Diocesana de Osasco,
- Temos permanecido fechados em nós próprios,
assumimos este projeto missionário junto à
em nossos grupos e nossas comunidades?
Diocese de Pemba, em Moçambique. Desperta
- Como evangelizamos? Quem estamos
em nós a consciência de que somos todos
atingindo?
missionários: ainda que a presença física de
- Somos uma comunidade ou grupo aberto ao
todos nós não seja possível, somos
mundo a ser evangelizado?
missionários na vocação e na alma, pois pela
- Nossa comunidade ou grupo se preocupa com
oração o nosso coração se transporta e se
o envio de missionários para as missões?
une à missão na África.
A reflexão é concluída com o canto da Oração Lado 1: Só a vossa Palavra, como alimento dos
de São Francisco de Assis. fiéis, é quem faz “arder nosso coração” (Lc
Senhor, fazei-me instrumento de vossa paz. 24,32) a fim de que, “atentos à ela, lancemos as
Onde houver ódio, que eu leve o amor. redes”. (Lc 5,5). É ela quem guia toda a ação da
Onde houver ofensa, que eu leve o perdão. Igreja, é ela quem anima e vivifica também toda
Onde houver discórdia, que eu leve a união. ação pastoral.
Onde houver dúvida, que eu leve a fé.
Onde houver erro, que eu leve a verdade. Lado 2: Vos agradecemos, sobretudo, pelas
Onde houver desespero, que eu leve a sementes da fé lançadas em nosso continente,
esperança. tão penalizado pela miséria, pela opressão e pela
Onde houver tristeza, que eu leve a alegria. ganância. No meio destes povos tão sofridos, a
Onde houver trevas, que eu leve a luz. vossa Revelação concede sentido à vida de cada
Ó Mestre, fazei que eu procure mais consolar, ser humano aqui presente, fazendo com que sua
que ser consolado. Compreender, que ser existência tenha um cerne e um Caminho. Assim,
compreendido. Amar, que ser amado. Pois é nos tornamos “discípulos e missionários de Jesus
dando, que se recebe. É perdoando, que se é Cristo, a fim de que nEle nossos povos tenham
perdoado. E é morrendo que se vive para a vida vida” (Documento de Aparecida).
eterna. TODOS: Finalmente, pedimos, por intercessão
da Virgem Maria, Estrela da Evangelização, Mãe
Oração de Ação de Graças da Palavra e Mãe da Alegria, que, como ela,
pela Semana de Fé e Compromisso Social sejamos felizes por “ouvirmos a palavra e a
Lado 1: Ó Deus, Pai de todos os dons, nós vos colocarmos em prática”. De Maria, cheia de
proclamamos fonte de tudo o que temos e graça, aprendemos que a liberdade cristã é algo
somos; e reconhecemos vossos imensos mais do que a mera libertação do pecado; é a
benefícios. Através de vossa Revelação, por liberdade que abre para um novo modo espiritual
meio de Cristo, vosso Filho e Senhor nosso, vós de considerar as realidades terrenas, a liberdade
nos tornais participantes da vossa divindade. de amar a Deus e aos nossos irmãos e irmãs
com um coração puro e viver na jubilosa
Lado 2: Sendo Deus amantíssimo, “planejando e esperança da vinda do Reino de Cristo.
preparando com solicitude a salvação de todo o Amém.
gênero humano por uma providência especial”,
nos primórdios dos tempos escolheste um povo a CONCLUSÃO DA CELEBRAÇÃO
quem confiar vossas promessas, “estabelecendo Dirigente: Como sinal de nosso envio
aliança com Abraão e com o povo de Israel por missionário para que sejamos “Sal da Terra e Luz
meio de Moisés, revelando-se a esse povo como do Mundo”, somos convidados a acender as
único Deus verdadeiro e vivo”. (DV, 14) nossas velas. Elas representam o que cada um
de nós deve ser no mundo: a luz de Jesus Cristo,
Lado 1: Na plenitude dos tempos, o vosso Verbo Ressuscitado e Glorioso, que dissipa toda treva.
“se fez carne e habitou entre nós, cheio de graça Sejamos sinais vivos de Cristo!
e verdade”. Jesus Cristo, vosso Ungido, Todos: Que o Senhor nos acompanhe, nos
“estabeleceu o Reino de Deus na terra, e abençoe, nos livre de todo mal e nos encoraje
manifestou com obras e palavras o Pai e sua na missão.
própria pessoa” (DV, 17), levando a cabo sua
obra através de sua morte, ressurreição e Enquanto todos acendem as velas, canta-se:
BRILHE A VOSSA LUZ, BRILHE PARA
SEMPRE! SEJAM LUMINOSAS VOSSAS
MÃOS E AS MENTES! BRILHE A VOSSA LUZ!
(4X)
1. Vós sois a luz do mundo, a todos aclarai.
Afugentando as trevas, ao Pai glorificai! –
R.
2. A vossa Luz é o Cristo, que dentro em vós
está: Via, Verdade e Vida, Ele vos guiará!
– R.
3. Rompendo o jugo iníquo, banindo a
opressão, a vossa Luz rebrilha e as trevas
fugirão! – R.

Sem. Vinícius Soares


Comissão Diocesana de Liturgia