Você está na página 1de 22

Coleção Só Para As Meninas

BEIJO
ROUBADO ?

LILIAM DA PAIXÃO

OUTUBRO DE 2019
Beijo Roubado? 1

Agradecimentos

Agradeço sinceramente pela vez


que saí sem pagar daquele restaurante
self service no Instituto de Neurologia
da UFRJ na Praia Vermelha. Eu estava
mesmo com fome.

Agradeço sinceramente à Clarinha,


minha amiga, pelas refeições quando
eu estava fora de casa. Tem muito
tempo isso, mas eu ainda me lembro.

Agradeço à Tia, minha ex-patroa,


pelos almoços, cafés-da-manhã e
lanches, na época do pré-vestibular.
Isso também faz muito tempo.

Agradeço a todo mundo que já me


deu um prato de comida.

Uma Produção Independente


De Liliam Da Paixão
Liliam da Paixão ​ ​ 2

Dedico a todas as Lilians, Liliams ou


Lílians. Nós somos mais do que
vencedoras, pois ​JESUS NOS AMA​.

I don’t play games, I’m a Christian.


Beijo Roubado? 3

Prefácio

Beijo Roubado? Esse conto,


baseado em fatos reais, inaugura
a coleção Só Para As Meninas, uma
coleção que é voltada para orientação
quanto aos cuidados que nós,
as cristãs, nós, as que cremos
que pertencemos à Igreja, nós, as que
cremos em Jesus e no seu amor,
precisamos e devemos ter nesse
mundo, onde vivemos; um mundo
que, segundo os registros, Jesus disse
que jaz no maligno. Precisamos,
então, nos cuidar, devemos saber nos
cuidar e zelar pelo bem-estar e
preservação de nossas irmãs em
Cristo. Nesse momento trago à
memória, um certo professor que disse
à turma durante uma aula que uma
pessoa precisa saber se cuidar, pois se
Uma Produção Independente
De Liliam Da Paixão
Liliam da Paixão ​ ​ 4

ela não souber, os outros não farão


isso por ela. Mas nós temos a Cristo e
podemos zelar umas pelas outras,
orando, protegendo e orientando. Pois
considerando, as Palavras de Jesus,
devemos entender que o que faz
o mundo em que nós vivemos um
lugar hóspito é o amor que
encontramos entre todos os irmãos e
irmãs em Cristo, sem esse amor tudo
o que resta são as trevas e
a escuridão. Mas nós podemos ser a
luz nesse mundo, nós sim podemos
apoiar umas às outras, e sermos como
um muro inabalável contra esse
mundo que tenta nos tragar.

I don’t play games, I’m a Christian.


Beijo Roubado? 5

Introdução

Este conto traz para avaliarmos


uma espécie de jogo de percepção, e
interpretação do que acontece ao
nosso redor, no ambiente onde
estamos.

A forma como interpretamos o que


vemos, ouvimos e sentimos se deve
em parte ao nosso estado emocional,
se estamos solteiras ou casadas, se
nos sentimos sozinhas ou apoiadas, se
estamos tristes ou alegres.

Mas nosso estado físico, também


tem sua parte de importância na forma
como interpretamos o que acontece no
ambiente, se naquele momento,
estamos com fome, cansadas ou

Uma Produção Independente


De Liliam Da Paixão
Liliam da Paixão ​ ​ 6

exaustas, ou ainda bem alimentadas e


descansadas, por exemplo.

Então eu proponho um exercício


após a leitura do conto, a respeito do
que poderia estar interferindo na
percepção e interpretação do ambiente
feita pela personagem que conta o
conto.

I don’t play games, I’m a Christian.


Beijo Roubado? 7

BEIJO ROUBADO ?

Liliam da Paixão

"O ladrão vem senão para matar,


roubar e destruir, mas Jesus vem para
dar vida com abundância". (Novo
testamento, Bíblia).

Foi o que me disseram, mas


pareceu-me estranho de qualquer
forma. Então aquele rapaz, com
excesso de gostosura, do restaurante
deu me um beijo de tabela, como
quem une o útil ao agradável. Como
coloquei o cartão de débito entre os
dentes para deixar as mãos livres, ele
antes de passar o cartão na
maquininha fez o mesmo. E depois
Uma Produção Independente
De Liliam Da Paixão
Liliam da Paixão ​ ​ 8

entregou-me o cartão com toda


elegância, "evita de por na boca, pra
não molhar a tarja magnética".
Estranhei aquilo, estranhei muito, não
entendi mesmo. Não a recomendação
é claro, mas a estratégia pedagógica
aplicada com maestria a uma mulher
adulta e desconhecida. Mas eu tinha
outras preocupações, não vi maldade
nem bondade ali, só que tudo me
chamou muito a atenção. Teria sido
algum costume de sua cultura? Será
que ele é de outra cultura? Pensei.
Mas como quase tudo hoje é pretexto
para processo, calei-me. Na verdade
aquele dia foi um almoço todo muito
recheado de estranhezas.

O fato é que eu estava muito mal


vestida. Era um vestido bonito,
colorido, alegre, florido, confortável,
com lastex no busto, mas que já havia
passado pela máquina de lavar, ou
seja estava velho. Sem mencionar a

I don’t play games, I’m a Christian.


Beijo Roubado? 9

falta de maquiagem, o cabelo sem


tintura recente e as unhas sujas.
Imaginei que talvez pensassem que eu
ia a qualquer momento assim que
terminasse de almoçar, sair correndo,
e sem pagar a conta. Mas a minha
mãe estava lá, não ia dar pra fazer
isso, mesmo que eu quisesse.
Confesso que já fiz isso na faculdade:
não saí correndo, é claro, pois isso
levantaria suspeitas, mas levantei-me
e ao invés de ir na direção de pagar a
conta, dirigi-me tranquilamente, à
saída. Mas é que eu tava com fome e
não tinha dinheiro, e tinha que estudar
e estudar de barriga vazia, não dá. Foi
por uma causa nobre.

Então entramos e uma jovem


escolheu essa mesa perto da entrada e
perto da comida, isso já ajudava, pois
estava com minha mãe convalescente
de uma internação recente para
acompanhá-la ao médico, então
Uma Produção Independente
De Liliam Da Paixão
Liliam da Paixão ​ ​ 10

saímos do consultório, enquanto


o médico não vinha, para almoçar.

Fiz o prato de mamãe e deixei


com ela, enquanto fui fazer o meu,
qual não foi minha primeira
estranheza, a moça do restaurante
estava cortando a carne para mamãe,
em pedaços bem pequenininhos.
Acredito que esse acontecimento
possa levantar questões inquietantes,
tais como:

● Será que foi minha mãe quem


pediu?
● Seria algum protocolo de
segurança para averiguação
de uma possível idosa em perigo
nas mãos de uma criminosa
maltrapilha?

Enquanto me deparo frente às


saladas, um prato bem no meio
parecia gritar e acenar para mim.
Eram figos. E... aparentemente em

I don’t play games, I’m a Christian.


Beijo Roubado? 11

caldas. Apressadamente peguei


a calda em uma colher e derramei um
filete generoso em meu braço e lambi,
como uma satisfação digna de quem
experimenta os mais finos manjares.
Aparentemente, não: eram mesmo
figos em calda. Mas o que figos
estariam fazendo ali rodeados de
saladas, e em caldas, como se fossem
o bendito fruto. Essa foi sem dúvida a
minha segunda estranheza.

A terceira estranheza foi


justamente o excesso de gostosura ao
meu lado enquanto eu olhava para
os figos. "Você trabalha com o quê"?
Eu devia mesmo estar esgotada,
porque eu respondi. "Esse cara tá
achando que eu não tenho dinheiro pra
pagar a conta", pensei. Falei dos
bois, do sítio, dos reprodutores, da
psicologia, e nesse momento mais
uma preocupação que remetia meus
pensamentos à necessidade de pagar
Uma Produção Independente
De Liliam Da Paixão
Liliam da Paixão ​ ​ 12

a conta antes de sair: "pronto agora


com certeza ele pensa que sou
maluca". Ai gente, talvez naquele
momento eu fosse mesmo a psicóloga
mais mal vestida da história da
humanidade, mas fazer o quê, né,
pelada é que não dá pra sair de casa.
Mas até que se eu colocasse um cocar
dava pra disfarçar, não é mesmo,
afinal de contas estamos no Brasil, e
eu poderia me alegar indígena. Mas
sabem o que eu ouvi de seus
dulcíssimos lábios e da voz da mais
deliciosa de ardida pimenta? "Não está
tão ruim assim".

"Eu crio bois, antes de sair de casa


eu tenho que me desinfetar toda, mas
olha as minhas unhas, não tem jeito
de tirar essa sujeira daqui, mas eu
preciso comer". "Você pode comer
o que quiser." "Me diz uma coisa, ali é
um figo, é salgado"? "Doce, é figo em
caldas". "As pessoas tão misturando

I don’t play games, I’m a Christian.


Beijo Roubado? 13

doce com salgado, no prato"? "Você


pode colocar num prato separado se
quiser". Que gaiato, né.

O figo é claro que levei pra casa e


comi tudo sozinha. Tava muito bom.
Se ele beijou o figo antes de servir
e ficou esperando pra ver qual
a inocente que iria pegá-lo? Não sei
dizer, e se ainda houve frustrações ou
regozijos com o hipotético evento
subsequente, menos ainda.

Então passeava para cá e para lá


olhando a cor, o cheiro e a formosura
de cada alimento escolhendo com
cuidado para saborear cada um. Então
aquele exagero de gostosura,
assemelhando-se a um touro galante,
sim um touro, com certeza, ficava
como que me cirandando, se
aproximando, explicando cada prato
que eu namorava, e eu sentia como se
minhas asas tivessem sendo

Uma Produção Independente


De Liliam Da Paixão
Liliam da Paixão ​ ​ 14

percebidas, "alguém aqui está vendo


minhas asas... Será que estou nua
também"? Mais uma estranheza,
então, a quarta.

Nesse restaurante decorado por


um cardápio insólito, onde um cara
com o jeito de homem dos meus
sonhos mais parecia oferecer-se a
mim, como que em uma bandeja, uma
estranheza inusitada, sim, que aqui
colocarei como a quinta. Um prato com
a palavra árabe no nome me chamou
a atenção. "Vou experimentar",
falando comigo mesma. Já sentada à
mesa, em frente de minha mãe,
revelei minha estranheza com uma
indagação, "o quê que esse prato tem
de árabe, o tempero é igual ao teu e
ao de tia Macica, entendi nada".

Mas ainda havia mais coisa


estranha pela frente e a que eu posso
chamar de sexta foi justamente ao

I don’t play games, I’m a Christian.


Beijo Roubado? 15

olhar meu prato já tendo terminado


a refeição, ora eu comi tudo e nem
percebi, como pode, parecia que eu
não havia comido nada. Mas o prato
estava lá vazio.

Os dentes cravando no cartão


e a sensação forte junto com
o pensamento: "que isso um vampiro?
"Vai quebrar os dentes e o último que
fez isso acabou sem as bolas". Ele
cravava os dentes no cartão como que
para me mostrar o que eu mesma
acabara de fazer. "É da minha mãe".
"Não tem problema, você estava
pondo na boca". "Era pra deixar
minhas mãos livres". "Eu sei, só
evita". Percebi que eu estava
dançando, refiro me a estar me
balançando, olhei para o rapaz e dei
me conta: "tem um rei do meu lado".
Na ponta do triângulo minha mãe lá
sentada. "Esse jogo aqui não, não
quero saber dessa merda", foi como se
Uma Produção Independente
De Liliam Da Paixão
Liliam da Paixão ​ ​ 16

ele tivesse respondido "se você não


quer tudo bem". Olhei em volta, e tudo
que passou em minha mente foi:
"minha mãe, ali, eu exposta e
vulnerável. Tem sempre alguém
olhando, prestando atenção, preciso
me proteger, pára de dançar, tem um
rei do meu lado". Me compus, firmei
as pernas, armei, expandi o peito,
"você sabe que eu posso te derrubar,
então nem tenta". "Meus dentes não
se quebraram e minhas bolas ainda
estão aqui". Pareceu-me um colocar de
coisas em seus devidos lugares, essa
afirmação. Será que tem um jaguar
para mim, nesse mundo? Um esperto,
rápido, sorrateiro e diligente jaguar?
Ao me devolver o cartão, "obrigada",
"eu que agradeço".

Ao sairmos daquele lugar, ainda


na calçada onde esperávamos pelo
táxi, minha mãe caiu mas eu consegui
segurá-la antes que atingisse o chão.

I don’t play games, I’m a Christian.


Beijo Roubado? 17

Fui rápida como se tivesse asas


e com elas a abracei, levantando-a.
"Eu também sei ser rápida", pensei.

Jesus falou sobre os últimos dias.


No livro de Apocalipse, é mostrado que
as pessoas sofreriam ataques como se
fosse a ferroada de um escorpião e
teriam delírios decorrentes do veneno
inoculado. Jesus falou que devemos
ajuntar nossos tesouros nos céus,
onde a ferrugem não corrói e
os ladrões não pilham e nem roubam.
Quaisquer lugares podem trazer um
risco sendo assim é preciso lembrar
que o mundo jaz no maligno, e que
precisamos ter bom ânimo para nos
defendermos.

Uma das artimanhas de Satanás


é tentar fazer com que nós
que somos cristãs representemos
inconsciente ou conscientemente que
nós tiramos a nossa armadura. Isso é

Uma Produção Independente


De Liliam Da Paixão
Liliam da Paixão ​ ​ 18

só uma artimanha, é só uma ilusão,


porque cada uma de nós uma vez que
vista a armadura está de forma
perpétua amalgamada a ela. Então nós
somos a armadura, cada uma de
nós é. E o estandarte sobre nós é
o amor de Cristo que por nós, por cada
uma de nós se entregou. Em outras
palavras: "Vai com tua boa noite
cinderela para os quintos dos infernos,
vagabundo".

I don’t play games, I’m a Christian.


Beijo Roubado? 19

Cabra macho pede o beijo, meninas.

Uma Produção Independente


De Liliam Da Paixão
Liliam da Paixão ​ ​ 20

Treinamento de biquinho para beijar

I don’t play games, I’m a Christian.


Beijo Roubado? 21

Uma Produção Independente


De Liliam Da Paixão