Você está na página 1de 2

AÇÃO DE MANUTENÇÃO DE POSSE - MEDIDA LIMINAR - NOVO CPC

EXMO. SR. DR. JUIZ DE DIREITO DA ____________ DA COMARCA DE


__________________ - ___

Pular 10 linhas

___________, brasileiro, casado, (profissão), RG nº __________/SSP, CPF nº ___.___.___-


__, Nascido em __/__/____, Filiação _________ e _________, Residente na Rua:
_________, nº __, Bairro: _________, na Cidade de _________, CEP _____-___, por seu
representante legal (doc. 1), vem, perante Vossa Excelência, propor

AÇÃO DE MANUTENÇÃO DE POSSE COM PEDIDO DE MEDIDA LIMINAR,

com fundamento nos arts. 560 e ss. Do CPC/2015 e 1.210 do CC, contra ___________,
brasileiro, casado, (profissão), RG nº __________/SSP, CPF nº ___.___.___-__, Nascido em
__/__/____, Filiação _________ e _________, Residente na Rua: _________, nº __, Bairro:
_________, na Cidade de _________, CEP _____-___, ___________, brasileiro, casado,
(profissão), RG nº __________/SSP, CPF nº ___.___.___-__, Nascido em __/__/____,
Filiação _________ e _________, Residente na Rua: _________, nº __, Bairro: _________,
na Cidade de _________, CEP _____-___, e ___________, brasileiro, casado, (profissão),
RG nº __________/SSP, CPF nº ___.___.___-__, Nascido em __/__/____, Filiação
_________ e _________, Residente na Rua: _________, nº __, Bairro: _________, na
Cidade de _________, CEP _____-___, pelos fatos e direito que passa a expor:

FATOS E FUNDAMENTOS

O Requerente é proprietário da fazenda “__________”, situada nessa cidade, e que possui as


seguintes características e confrontações:

(descrever a propriedade) (tudo conforme escritura em anexo - doc. __).

Ocorre que no dia __/__/__, os Requeridos invadiram a propriedade destruindo as cercas e


instalaram uma barraca, onde vem a residir, e desde então, recusam-se a sair da propriedade
ameaçando até mesmo, invadir a residência do Requerente (conforme boletim de ocorrência
em anexo e fotos do local - docs. __ e __).

É evidente a turbação sofrida pelo Requerente em virtude da invasão, conforme arts. 560 do
CPC/2015 c/c 1.210 do Código Civil.
Art. 560. O possuidor tem direito a ser mantido na posse em caso de turbação e reintegrado
em caso de esbulho.

Art. 1.210. O possuidor tem direito a ser mantido na posse em caso de turbação, restituído no
de esbulho, e segurado de violência iminente, se tiver justo receio de ser molestado. [...]
Cabe ainda dizer, que o direito de propriedade do Requerente é assegurado
constitucionalmente, pelo art. 5º, XXII, da CF.

XXII - é garantido o direito de propriedade;

Vale ressaltar que o juiz deferirá, sem ouvir o réu, a expedição do mandado liminar de
manutenção, conforme elenca o art. 562 do CPC/2015.

Art. 562. Estando a petição inicial devidamente instruída, o juiz deferirá, sem ouvir o réu, a
expedição do mandado liminar de manutenção ou de reintegração, caso contrário,
determinará que o autor justifique previamente o alegado, citando-se o réu para comparecer à
audiência que for designada.

REQUERIMENTOS

Ante o exposto, requer o conhecimento e apreciação da presente ação, para que seja deferido,
liminarmente, inaudita altera parte, a manutenção da posse em favor do Requerente, e que os
turbadores sejam desalojados dali.

Pede a citação do réu, para que no prazo de 15 (dias) apresente a contestação da ação, sob
pena de revelia, de acordo com o art. 564 do CPC/2015.

Por fim, requer que os Requeridos sejam condenados ao pagamento de honorários


advocatícios, custas e despesas processuais, bem como seja determinada multa-diária aos réus
a ser arbitrada por V. Exª, em caso de perdurarem com a invasão, conforme o art. 555 do
CPC/2015.

Almeja-se provar de todas as formas admitidas em direito.

Atribui-se à causa o valor de R$ _________,__ (__________)

Nestes termos,

Pede deferimento.

[Local] [data]

__________________________________

[Nome Advogado] - [OAB] [UF].