Você está na página 1de 1

Filosofia

Defenir filosofia torna-se díficil devido à complexidade dos problemas e da

questões abordadas. Étimologicamente, a palavra filosofia devida do grego philosophia

que seria «amor pelo conhecimento». Todavia, a filosofia também é definida como uma

atividade antidogmática, interrogativa, reflexiva e crítica, sendo as suas príncipais

características a autonomia, a universalidade, a radicalidade e a historicidade.

A filosofia parte de problemas que, por sua vez, levantam questões. As questões

filosóficas diferem das questões científicas visto que estas são mais abrangentes, abertas,

gerais e têm um carácter existencial proporcionando respostas divergentes que

permanecem sempre abertas à discussão. Estas questões são comuns a todos os seres

humanos. As questões filosóficas inserem-se em discíplicas filosóficas (metafísica,

epistemologia, ética…). Podemos então concluir que a filosofia se debruça sobre certas

questões, discutindo-as e analisando-as

A filosofia não é uma ciência, visto que estes têm objetos diferentes, sendo o

objeto da filosofia o Todo. O método da filosofia é a argumentação; A filosofia apresenta

argumentos que, ao contrário da ciência, não podem ser demonstrados. A filosofia,

contrariamente à ciencia, trata de vivências, dando origem a diversas teorias. Podemos

então concluir que a Filosofia é uma busca constante pela verdade.