Você está na página 1de 51

3T

RELATÓRIO DE
RESULTADOS 19 ParkShopping Canoas, RS
Aviso Legal Relatório de Resultados 3T19

Este documento pode conter considerações futuras que estão sujeitas a riscos e incertezas uma vez que se baseiam nas expectativas da administração da Companhia, bem como nas informações
disponíveis. A Companhia não está obrigada a atualizar tais afirmações.

As palavras "antecipar“, “desejar“, "esperar“, “prever“, “pretender“, "planejar“, "prognosticar“, “projetar“, “objetivar" e termos similares são utilizados para identificar tais afirmações.

As projeções referem-se a eventos futuros que podem ou não vir a ocorrer. Nossa futura situação financeira, resultados operacionais, participação de mercado e posicionamento competitivo podem diferir
substancialmente daqueles expressos ou sugeridos em tais projeções. Muitos dos fatores e valores que estabelecem esses resultados estão fora do controle ou da expectativa da Companhia. O
leitor/investidor não deve basear-se exclusivamente nas informações contidas neste relatório para tomar decisões com relação à negociação de valores mobiliários de emissão da Multiplan.

Este documento contém informações sobre projetos futuros que poderão tornar-se diversas devido a alterações nas condições de mercado, alterações de lei ou políticas governamentais, alterações das
condições de operação do projeto e dos respectivos custos, alteração de cronogramas, desempenho operacional, demanda de lojistas e consumidores, negociações comerciais ou de outros fatores
técnicos e econômicos. Tais projetos poderão ser modificados no todo ou parcialmente, a critério da Companhia, sem prévio aviso. As informações não contábeis não foram revisadas pelos auditores
externos.

Neste relatório, a Companhia optou por apresentar os saldos consolidados, de forma gerencial, de acordo com as práticas contábeis vigentes até 31 de dezembro de 2012, conforme informado abaixo.

Para maiores informações, favor consultar as Demonstrações Financeiras, o Formulário de Referência e outras informações relevantes disponíveis no nosso site de Relações com Investidores
ri.multiplan.com.br.

Relatório Gerencial

Durante o exercício de 2012, o Comitê de Pronunciamentos Contábeis (CPC) emitiu os seguintes pronunciamentos que afetam as atividades da Companhia e suas controladas, dentre outros: (i) CPC 18
(R2) - Investimento em Coligada, em Controlada e em Empreendimento Controlado em Conjunto; (ii) CPC 19 (R2) - Negócios em Conjunto. Esses pronunciamentos passaram a ter sua aplicação
requerida para os exercícios iniciados a partir de 1º de janeiro de 2013. Tais pronunciamentos determinam, dentre outras coisas, que empreendimentos controlados em conjunto sejam registrados nas
demonstrações financeiras através do método de equivalência patrimonial. Nesse caso, a Companhia deixa de consolidar proporcionalmente os 50% de participação na Manati Empreendimentos e
Participações S.A., empresa detentora de 75% do ShoppingSantaÚrsula, e os 50% de participação na Parque Shopping Maceió S.A., empresa detentora de 100% do shopping center do mesmo nome.
Este relatório possui caráter gerencial e, por essa razão, não considera a aplicação dos CPCs 18 (R2) e 19 (R2). Dessa forma, as informações e/ou análises de desempenho constantes deste relatório
consideram a consolidação proporcional da Manati Empreendimentos e Participações S.A., e da Parque Shopping Maceió S.A. Para informações adicionais, favor consultar a nota 8.4 das Demonstrações
Financeiras de 30 de setembro de 2019.

A Multiplan está apresentando seus resultados em formato gerencial para fornecer ao leitor dados operacionais mais completos. Favor acessar seu website ri.multiplan.com.br para consultar suas
Demonstrações Financeiras de acordo com o Comitê de Pronunciamentos Contábeis – CPC.

Favor consultar a página 41 para uma breve descrição das mudanças determinadas pelos Pronunciamentos Contábeis CPC 18 (R2) e CPC 19 (R2), e a conciliação entre os números contábeis e
gerenciais.

2
Sumário e Visão Geral Relatório de Resultados 3T19

Sumário Visão Geral

A Multiplan Empreendimentos Imobiliários S,A, é uma das maiores


1. Demonstração de Resultados Consolidados - Gerencial 6
empresas de shopping centers do Brasil. Fundada como uma
2. Indicadores Operacionais 8
empresa full service, responsável pelo planejamento,
3. Receita Bruta 13
desenvolvimento, propriedade e administração de um dos maiores
4. Resultados da Participação em Propriedades 14
e melhores portfólios de shopping centers do Brasil.
5. Resultados da Gestão de Shopping Centers 20
A Companhia também participa estrategicamente do setor de
6. Resultados Financeiros 22
desenvolvimento de imóveis comerciais e residenciais, gerando
7. Desenvolvimento de Projetos 28
sinergias para operações relacionadas a shopping centers ao criar
8. MULT3 e Mercado de Ações 31
projetos multiúso em áreas adjacentes.
9. Valor Justo das Propriedades para Investimento – CPC 28 32
Ao final do 3T19, a Multiplan detinha – com uma participação
10. Portfólio de Ativos 34
média de 78,1% – 19 shopping centers com ABL total de 834.074
11. Estrutura Societária 36
m², dos quais 18 shopping centers são administrados pela
12. Dados Operacionais e Financeiros 38
Companhia, mais de 5.800 lojas e tráfego anual estimado em 190
13. Conciliação entre IFRS com CPC 19 (R2) e Gerencial 41
milhões de visitas.
14. Anexos 44
Adicionalmente, a Multiplan detinha – com uma participação média
15. Glossário 50
de 92,4% – 2 conjuntos de torres comerciais com ABL total de
87.558 m², que adicionados à ABL de shopping center somam uma
ABL total de 921.632 m².

3
Desempenho Histórico dos Resultados da Multiplan Relatório de Resultados 3T19

Evolução Financeira de Longo Prazo (R$ Milhões)

Receita Bruta Resultado Operacional EBITDA FFO Lucro Líquido


Líquido (NOI) 909
1.443 1.186 669 441

369 200
212
212
21

2007 set/19 2007 set/19 2007 set/19 2007 set/19 2007 set/19
(12M) (12M) (12M) (12M) (12M)

2007 set/19 Variação % CAGR %


R$ Milhões 2008 2009 2010 2011 2012 2013 2014 2015 2016 2017 2018
(IPO)¹ (12M) ‘07/’18 ‘07/’18

Receita Bruta 368,8 452,9 534,4 662,6 742,2 1.048,0 1.074,6 1.245,0 1.205,2 1.257,5 1.306,2 1.378,9 1.443,4 +273,9% +12,7%

NOI 212,1 283,1 359,4 424,8 510,8 606,9 691,3 846,1 934,8 964,6 1.045,5 1.138,1 1.186,3 +436,6% +16,5%

EBITDA 212,2 247,2 304,0 350,2 455,3 615,8 610,7 793,7 789,2 818,3 825,5 946,9 909,5 +346,2% +14,6%

FFO 200,2 237,2 272,6 368,2 415,4 515,6 426,2 552,9 530,7 484,2 558,5 703,7 669,2 +251,5% +12,1%

Lucro Líquido 21,2 74,0 163,3 218,4 298,2 388,1 284,6 368,1 362,2 311,9 369,4 472,9 441,4 +2.135,4% +32,6%

¹ EBITDA de 2007 ajustado pelas despesas referentes ao processo de abertura de capital.


4
Destaques 3T19

Sólidos indicadores operacionais: Vendas e Aluguel nas Mesmas Lojas aceleram em comparação ao 1S19, enquanto a taxa de ocupação se

mantém alta e o custo de ocupação em linha com trimestres anteriores. O desempenho do aluguel impulsiona o EBITDA e Lucro Líquido.

Vendas nas Aluguel nas Taxa e Custo de Ocupação


Mesmas Lojas Mesmas Lojas Taxa de Ocupação

+5,4% +4,8% +10,8% +8,9% 3T19 97,6%


9M19 97,4%
Custo de Ocupação
3T19 12,9%
3T19 9M19 3T19 9M19 9M19 13,1%
Vendas de lojistas aceleram no 3T19 em Aluguel registra aumento de dois dígitos, Custo de ocupação reduz com menor despesa de
comparação ao primeiro semestre do ano. com crescimento real de 3,1%. condomínio em comparação ao 3T18.

Resultados EBITDA FFO¹


Financeiros Outros BH Shopping celebra 40 anos Novo site de RI
Des- > O primeiro ativo desenvolvido pela Multiplan > A Multiplan lançou o
+3,4% +5,1% taques celebrou 40 anos 947 M
de operação. Renovações em novo site de Relações
curso tornarão
826 M o BH Shopping ainda mais com Investidores,
alinhados com tendências futuras da indústria oferecendo fácil
acesso a todos seus
documentos, além de
3T19 3T19 2017 2018 novas informações
para investidores e
Resultados impulsionados pelo aluguel e impactados analistas. Saiba mais
em ri.multiplan.com.br
pela remuneração baseada em ações.

1 Fluxo de Caixa Operacional (FFO) Relatório de Resultados 3T19 5


1. Demonstração de Resultados Consolidados – Gerencial Relatório de Resultados 3T19

1.1 Resultados Financeiros

(R$'000) 3T19 3T18 Var. % 9M19 9M18 Var. %


Receita de locação 267.026 245.263 8,9% 783.094 735.926 6,4%
Receita de serviços 28.630 27.914 2,6% 86.678 76.980 12,6%
Receita de cessão de direitos -2.785 -2.196 26,8% -8.895 -6.684 33,1%
Receita de estacionamento 54.753 50.744 7,9% 160.847 149.704 7,4%
Venda de imóveis -725 1.069 n.a. -1.353 2.969 n.a.
Apropriação de receita de aluguel linear 11.079 10.811 2,5% 31.062 28.364 9,5%
Outras receitas 3.609 2.043 76,7% 7.832 7.530 4,0%
Receita Bruta 361.588 335.648 7,7% 1.059.265 994.788 6,5%
Impostos e contribuições sobre vendas e serviços prestados -32.990 -31.510 4,7% -97.942 -92.106 6,3%
Receita Líquida 328.598 304.138 8,0% 961.323 902.682 6,5%
Despesas de sede -40.062 -36.917 8,5% -120.409 -106.074 13,5%
Remuneração baseada em ações -10.666 -1.600 566,8% -43.305 28.532 n.a.
Despesas de propriedades -35.401 -31.142 13,7% -106.881 -94.081 13,6%
Despesas de projetos para locação -2.409 -3.090 -22,0% -10.138 -7.579 33,8%
Despesas de projetos para venda -2.266 -1.556 45,7% -4.743 -4.688 1,2%
Custo de imóveis vendidos 751 -550 n.a. 653 -425 n.a.
Resultado de equivalência patrimonial -503 -109 363,3% -690 -419 64,7%
Outras receitas (despesas) operacionais -2.969 -1.941 52,9% 3.860 -832 n.a.
EBITDA 235.072 227.233 3,4% 679.670 717.118 -5,2%
Receitas financeiras 18.932 23.881 -20,7% 60.201 62.352 -3,4%
Despesas financeiras -60.997 -62.502 -2,4% -176.899 -171.394 3,2%
Depreciações e amortizações -57.567 -52.563 9,5% -165.031 -154.967 6,5%
Lucro Antes do Imposto de Renda 135.441 136.049 -0,4% 397.943 453.109 -12,2%
Imposto de renda e contribuição social -10.176 -14.648 -30,5% -61.189 -71.768 -14,7%
Imposto de renda e contribuição social diferidos -4.284 -5.542 -22,7% -9.805 -22.821 -57,0%
Participação dos acionistas minoritários 544 586 -7,2% 1.761 1735 1,5%
Lucro Líquido 121.525 116.445 4,4% 328.710 360.255 -8,8%

6
1. Demonstração de Resultados Consolidados – Gerencial Relatório de Resultados 3T19

1.2 Indicadores Financeiros

(R$'000) 3T19 3T18 Var. % 9M19 9M18 Var. %


NOI 297.457 275.676 7,9% 868.121 819.914 5,9%
Margem NOI 89,4% 89,9% -49 p.b. 89,0% 89,7% -67 p.b.
EBITDA 235.072 227.233 3,4% 679.670 717.118 -5,2%
Margem EBITDA 71,5% 74,7% -318 p.b. 70,7% 79,4% -874 p.b.
EBITDA Ajustado ¹ 245.738 228.833 7,4% 722.975 688.586 5,0%
Margem EBITDA Ajustado ¹ 74,8% 75,2% -46 p.b. 75,2% 76,3% -108 p.b.
Lucro Líquido 121.525 116.445 4,4% 328.710 360.255 -8,8%
Margem líquida 37,0% 38,3% -130 p.b. 34,2% 39,9% -572 p.b.
Lucro Líquido Ajustado ¹ 132.191 118.045 12,0% 372.015 331.723 12,1%
Margem líquida Ajustada ¹ 40,2% 38,8% 142 p.b. 38,7% 36,7% 195 p.b.
Fluxo de Caixa Operacional (FFO) 183.375 174.549 5,1% 503.545 538.043 -6,4%
Margem FFO 55,8% 57,4% -159 p.b. 52,4% 59,6% -722 p.b.
Fluxo de Caixa Operacional (FFO) Ajustado ¹ 194.041 176.149 10,2% 546.850 509.510 7,3%
Margem FFO Ajustado ¹ 59,1% 57,9% 113 p.b. 56,9% 56,4% 44 p.b.

1 Não considera a remuneração baseada em ações. Mais detalhes sobre a linha de remuneração baseada em ações estão disponíveis na página 21. 7
2. Indicadores Operacionais Relatório de Resultados 3T19

2.1 Vendas dos Lojistas

Vendas de lojistas mantêm forte ritmo de crescimento no 3T19

Os lojistas dos shopping centers da Multiplan registraram vendas de


R$3,8 bilhões no 3T19, um aumento de 5,2% sobre o 3T18, com 18
Evolução das vendas trimestrais dos lojistas (R$ bilhões)
dos 19 shoppings do portfólio da Multiplan mostrando crescimento de
vendas no trimestre. O desempenho das vendas acelerou comparado
ao primeiro semestre de 2019, quando as vendas aumentaram 4,5%.

O ParkShoppingCanoas apresentou o maior percentual de


crescimento (+22,9%), beneficiado pelo seu processo de maturação,
bem como desempenhos de operações no segmento de serviços, e
foi seguido pelo JundiaíShopping (+12,5%), que foi alavancado pela
abertura de novas lojas e fortes aumentos das operações de
alimentação.

Entre os ativos maduros, o BarraShopping foi o principal destaque


com crescimento de vendas de 9,4%, auxiliado pela abertura de uma
área remodelada com quatro novas operações ligadas a um novo
parque ao ar livre, que foi anteriormente ocupada por uma loja
âncora.

8
2. Indicadores Operacionais Relatório de Resultados 3T19

2.1 Vendas dos Lojistas

Vendas dos lojistas (100%) Abertura 3T19 3T18 Var.% 9M19 9M18 Var.%
BH Shopping 1979 296,6 M 282,6 M 4,9% 854,3 M 814,0 M 5,0%
RibeirãoShopping 1981 206,8 M 198,8 M 4,0% 609,1 M 581,4 M 4,8%
BarraShopping 1981 564,3 M 515,6 M 9,4% 1.624,1 M 1.537,8 M 5,6%
MorumbiShopping 1982 444,5 M 432,9 M 2,7% 1.319,6 M 1.291,7 M 2,2%
ParkShopping 1983 293,4 M 285,5 M 2,8% 850,4 M 834,5 M 1,9%
DiamondMall 1996 144,3 M 142,4 M 1,3% 419,6 M 419,6 M 0,0%
New York City Center 1999 48,1 M 51,9 M -7,2% 151,4 M 166,3 M -9,0%
ShoppingAnáliaFranco 1999 282,5 M 272,4 M 3,7% 835,9 M 810,5 M 3,1%
ParkShoppingBarigüi 2003 248,5 M 245,9 M 1,0% 732,2 M 720,2 M 1,7%
Pátio Savassi 2007 ¹ 124,6 M 117,8 M 5,8% 358,8 M 337,8 M 6,2%
ShoppingSantaÚrsula 2008 ² 45,6 M 43,7 M 4,3% 137,6 M 123,8 M 11,2%
BarraShoppingSul 2008 168,4 M 162,7 M 3,5% 498,0 M 482,6 M 3,2%
ShoppingVilaOlímpia 2009 123,3 M 114,3 M 7,9% 370,0 M 339,7 M 8,9%
ParkShoppingSãoCaetano 2011 163,5 M 160,8 M 1,7% 481,6 M 465,6 M 3,4%
JundiaíShopping 2012 137,8 M 122,5 M 12,5% 402,2 M 356,5 M 12,8%
ParkShoppingCampoGrande 2012 143,4 M 137,2 M 4,5% 426,2 M 398,9 M 6,8%
VillageMall 2012 142,0 M 131,5 M 8,0% 417,0 M 378,5 M 10,2%
Parque Shopping Maceió 2013 103,1 M 96,0 M 11,4% 303,7 M 286,6 M 6,0%
ParkShopping Canoas 2017 123,5 M 100,5 M 22,9% 351,2 M 289,7 M 21,2%
Total 3.804,2 M 3.615,0 M 5,2% 11.143,2 M 10.635,7 M 4,8%

1 Pátio Savassi iniciou suas operações em 2004, e foi adquirido pela Multiplan em junho de 2007.
2 ShoppingSantaÚrsula iniciou suas operações em 1999, e foi adquirido pela Multiplan em abril de 2008. 9
2. Indicadores Operacionais Relatório de Resultados 3T19

2.1 Vendas dos Lojistas

Mais um forte trimestre com serviços e experiência impulsionando vendas

As Vendas nas Mesmas Lojas (SSS) cresceram 5,4% no 3T19, impulsionadas,


como nos últimos trimestres, pelo segmento de serviços, que apresentou o
maior aumento de SSS (+18,6%), liderado pelos desempenhos de suas quatro
atividades mais relevantes em termos de volume de vendas: farmácias,
operadoras de telefonia celular, cinemas e agências de viagens.

O segmento de vestuário, bem como as operações de alimentação, também


apresentaram resultados sólidos durante o trimestre, sendo o primeiro
beneficiado por lojas-âncora, enquanto o segundo por restaurantes assim como
por operações de fast-food.

Vendas nas Mesmas Lojas (SSS)

Vendas nas Mesmas Lojas 3T19 x 3T18 9M19 x 9M18


Âncora Satélite Total Âncora Satélite Total
Alimentação/Áreas Gourmet - 4,9% 4,9% - 6,0% 6,0%
Vestuário 10,2% 2,5% 4,9% 7,6% 2,3% 3,9%
Artigos do Lar & Escritório -6,1% 3,2% 0,3% -10,1% 3,4% -0,9%
Artigos Diversos -0,9% 3,9% 2,6% -0,2% 5,0% 3,5%
Serviços 19,7% 17,8% 18,6% 14,6% 15,5% 15,5%
Total 5,9% 5,1% 5,4% 3,5% 5,3% 4,8%
ParkShoppingCanoas

10
2. Indicadores Operacionais Relatório de Resultados 3T19

2.2 Turnover (troca de lojas)

Foram realizadas trocas de 358 lojas no portfólio nos últimos 12 meses

No 3T19, a Multiplan registrou um turnover de ABL de 13.096 m², representando 1,6% do total de ABL administrada, uma redução em relação ao
3T18 (1,8%), porém um aumento sobre o 2T19 (1,2%). Da quantidade total de lojas trocadas no trimestre, mais de um terço das mudanças
aconteceram no ParkShopping, BarraShoppingSul e DiamondMall.

Vale destacar que os segmentos de Artigos Diversos, Alimentação e Serviços registraram aumentos de participação na ABL do portfólio nos
primeiros nove meses do ano (gráfico na direita inferior), destacando ainda mais seus crescimentos de SSS detalhados na página anterior.

Considerando o período de 12 meses encerrado em setembro de 2019, 5,6% da ABL¹ (44.260 m²) foi trocada, totalizando 358 lojas, incluindo a
relocação dos espaços recuperados de uma rede de lojas-âncora.

Distribuição de ABL por segmento – set/19


Troca de mix em ABL e como % da ABL total ¹
Artigos para o Lar &
Escritório
7,5% (-0.1%)*

Alimentação
12,5% Vesutário
(+0,6%)* 33,8%
(-1,4%)*

Artigos Diversos
21,3%
(+0,8%)*

Serviços
25,0% (+0,1%)*
* Variação desde dezembro de 2018

¹ ABL administrada pela Multiplan. ABL total (média) excluindo o Parque Shopping Maceió. 11
2. Indicadores Operacionais Relatório de Resultados 3T19

2.3 Taxa de Ocupação | 2.4 Custo de Ocupação

Taxa de ocupação permanece estável em 97,6% Despesas de condomínio são reduzidas e mantêm nível do custo de ocupação

A taxa de ocupação dos shopping centers da O custo de ocupação dos lojistas foi de 12,9% no 3T19, um aumento de 18 p.b. em
Multiplan permaneceu em 97,6% no 3T19, relação ao mesmo período do ano anterior, e abaixo da média para o mesmo
inalterada quando comparada ao trimestre anterior trimestre dos cinco anos anteriores. As despesas de condomínio, registradas como
(2T19) e ligeiramente abaixo do 3T18, quando a “Outros como % das vendas” no gráfico abaixo, atingiram o menor percentual dos
taxa registrada foi de 97,7%. últimos cinco trimestres comparáveis, refletindo os esforços da Companhia em tornar
seus shopping centers mais eficientes para os lojistas.
O maior aumento na taxa de ocupação ano/ano foi
registrada no RibeirãoShopping, crescendo 429 p.b. Conforme detalhado no relatório do 2T19, entre diversas iniciativas de redução de
para 96,8%, após a locação de uma loja âncora. custos, a Multiplan desenvolveu uma usina de energia solar para suprir
completamente as necessidades energéticas do VillageMall e reduzir suas despesas
de condomínio de forma sustentável.
12,9%
12,9% 12,7%
12,7% 13,1%
13,1%
12,6%
12,6%
Taxa média de ocupação dos shopping centers da Multiplan Custo de ocupação dos lojistas nos shopping centers da Multiplan
5,3%
5,3% 5,3%
5,3% 4,9%
4,9% 5,3%
5,3%

97,7% 97,5% 97,6% 97,6%


97,1%
7,6%
7,6% 7,5%
7,5% 7,6%
7,6% 7,8%
7,8%

0,0%
0,0% 0,0%
0,0%
0,0%
0,0% 0,0%
0,0%
2013
2013 2014
2014 2015
2015 2016
2016 2017
2017 Médiacinco
Média cinco
3T18 4T18 1T19 2T19 3T19 anos
anos

Aluguelcomo
Aluguel como%%das
dasvendas
vendas Outroscomo
Outros como%%das
dasvendas
vendas

12
3. Receita Bruta Relatório de Resultados 3T19

As receitas de locação e estacionamento são os destaques do crescimento no trimestre

A receita bruta totalizou R$361,6 milhões no 3T19, um crescimento de 7,7% sobre o 3T18, impulsionado principalmente por:

(i) uma evolução de 8,9% na receita de locação, que atingiu R$267,0 milhões no 3T19;

(ii) um aumento de 7,9% na receita de estacionamento, que totalizou R$54,8 milhões no período.

No 9M19, a receita bruta foi de R$1.059,3 milhões, 6,5% maior do que o mesmo período do ano anterior.

Detalhamento da receita bruta – 3T19 (%) Crescimento da receita bruta (R$)

¹ “Outros” inclui cessão de direitos, linearidade, venda de imóveis e outras receitas. 13


4. Resultados da Participação em Propriedades Relatório de Resultados 3T19

4.1 Receita de Locação

Crescimento da receita de locação acelera para 8,9% no trimestre

A receita de locação atingiu R$267,0 milhões no 3T19, 8,9% acima do 3T18, principalmente devido a (i) o efeito do reajuste do IGP-DI de 7,5% no
trimestre; (ii) a aquisição da participação de 20% no BH shopping em abril de 2019, que levou ao aumento de 35,1% na receita de locação do
empreendimento no 3T19; e (iii) um aumento de 20,1% na receita de merchandising do portfólio. O aumento da receita de locação foi parcialmente
compensado por renovações contratuais no Morumbi Corporate, que levaram o complexo de escritórios a registrar uma redução de 7,2% em sua
receita de locação no 3T19, assim como por áreas recentemente relocadas no empreendimento, cujos inquilinos ainda não começaram a operar.

No 9M19, a receita de locação aumentou 6,4% e atingiu R$783,1 milhões.

Crescimento da receita de locação (R$) Detalhamento da receita de locação – 3T19

14
4. Resultados da Participação em Propriedades Relatório de Resultados 3T19

4.1 Receita de Locação

Receita de Locação (R$) Abertura 3T19 3T18 Var.% 9M19 9M18 Var.%
BH Shopping 1979 27,7 M 20,5 M 35,1% 76,5 M 60,2 M 27,0%
RibeirãoShopping 1981 13,6 M 12,5 M 8,4% 39,8 M 37,0 M 7,6%
BarraShopping 1981 37,6 M 34,5 M 8,8% 110,7 M 105,8 M 4,6%
MorumbiShopping 1982 35,6 M 32,3 M 10,3% 102,7 M 96,8 M 6,1%
ParkShopping 1983 14,8 M 15,1 M -1,8% 42,7 M 43,5 M -1,6%
DiamondMall 1996 11,9 M 11,5 M 4,0% 35,8 M 33,2 M 7,8%
New York City Center 1999 2,3 M 2,2 M 1,9% 6,7 M 6,7 M 0,2%
ShoppingAnáliaFranco 1999 7,6 M 7,1 M 7,2% 22,7 M 21,1 M 7,5%
ParkShoppingBarigüi 2003 16,5 M 14,9 M 10,4% 47,2 M 48,9 M -3,5%
Pátio Savassi 2007¹ 9,4 M 8,5 M 10,7% 27,0 M 24,9 M 8,5%
ShoppingSantaÚrsula 2008² 1,1 M 1,1 M 7,0% 3,9 M 3,1 M 25,6%
BarraShoppingSul 2008 13,4 M 11,9 M 12,3% 39,5 M 37,3 M 5,9%
ShoppingVilaOlímpia 2009 5,8 M 5,2 M 12,0% 17,4 M 15,2 M 14,7%
ParkShoppingSãoCaetano 2011 12,1 M 11,1 M 9,0% 35,9 M 33,1 M 8,7%
JundiaíShopping 2012 8,6 M 7,7 M 10,8% 25,0 M 22,7 M 10,3%
ParkShoppingCampoGrande 2012 9,1 M 8,4 M 8,4% 27,5 M 25,0 M 10,0%
VillageMall 2012 7,1 M 7,4 M -4,1% 22,3 M 22,6 M -1,5%
Parque Shopping Maceió 2013 4,1 M 3,7 M 12,1% 12,0 M 11,2 M 7,9%
Morumbi Corporate 2013 23,4 M 25,2 M -7,2% 70,7 M 74,3 M -4,8%
ParkShopping Corporate 2014 0,9 M 0,5 M 76,0% 2,4 M 1,3 M 79,6%
ParkShopping Canoas 2017 4,5 M 4,0 M 14,0% 14,4 M 12,0 M 19,9%
Total 267,0 M 245,3 M 8,9% 783,1 M 735,9 M 6,4%

¹ Pátio Savassi iniciou suas operações em 2004, e foi adquirido pela Multiplan em junho de 2007.
² ShoppingSantaÚrsula iniciou suas Operações em 1999, e foi adquirido pela Multiplan em abril de 2008.
15
4. Resultados da Participação em Propriedades Relatório de Resultados 3T19

4.1 Receita de Locação

Aluguel nas Mesmas Lojas atinge maior crescimento em seis anos, com aumento real de 3,1%

A Multiplan registrou um Aluguel nas Mesmas Lojas (SSR) de R$124/m² por mês no Comparação entre indicadores e o SSR

3T19, um aumento de 10,8% sobre o 3T18 – o maior crescimento desde o 3T13.


Considerando o efeito do reajuste do IGP-DI de 7,5% no 3T19, o SSR registrou um
crescimento real de 3,1%, a mais alta taxa trimestral desde o 4T14.

Note que o efeito do reajuste do IGP-DI reflete os ajustes de inflação feitos nos
contratos de locação da Companhia nos últimos 12 meses. Para mais informações,
consulte o estudo de caso disponível no site de RI da Multiplan.

Aluguel nas Mesmas Lojas (SSR) – crescimento real e nominal

SSR real

16
4. Resultados da Participação em Propriedades Relatório de Resultados 3T19

4.2 Receita de Estacionamento

A receita de estacionamento segue crescendo, impulsionada pelo maior fluxo de veículos e ajustes de tarifas

A receita de estacionamento atingiu R$54,8 milhões no 3T19, um crescimento de 7,9% sobre o 3T18. O aumento resulta do crescimento no
fluxo de veículos registrado no portfólio (+3,7% vs. 3T18), bem como ajustes feitos nas tarifas de estacionamento em alguns shopping
centers da Multiplan neste ano. No ParkShopping Canoas, o forte fluxo de veículos estimulou a Companhia a adicionar 570 novas vagas ao
estacionamento do empreendimento, que agora conta com 3.188 espaços.

No 9M19, a receita de estacionamento foi de R$160,8 milhões, 7,4% acima do 9M18.

Receita de estacionamento (R$)

17
4. Resultados da Participação em Propriedades Relatório de Resultados 3T19

4.3 Despesas de Propriedades | Taxa de Inadimplência e Perda de Aluguel

Aquisição de participação e provisões de inadimplência aumentam despesas de propriedades

As despesas de propriedade (a soma das despesas de shopping centers


Despesas de propriedades (R$) e como % das receitas de propriedades
e de torres de escritórios) atingiram R$35,4 milhões no 3T19, um
aumento de 13,7% sobre o 3T18, porém uma redução de 5,0% quando
comparadas ao 2T19. O aumento anual foi gerado pela aquisição de
participação no BH shopping, bem como provisões de inadimplência de
aluguel de trimestres passados. Apesar destas provisões, a taxa de
inadimplência líquida caiu para 0,6% do total do aluguel no 3T19, uma
diminuição de 22 p.b. quando comparada ao 3T18.

A perda de aluguel – baseada na baixa de inadimplência de lojistas –


também diminuiu, para 1,3%, 21 p.b. menor quando comparada ao 3T18.

No 9M19, as despesas de propriedade foram de R$106,9 milhões,


Taxa de inadimplência líquida e perda de aluguel
13,6% maiores do que no mesmo período do ano anterior, e em linha
com o crescimento registrado no terceiro trimestre.

18
4. Resultados da Participação em Propriedades Relatório de Resultados 3T19

4.4 Resultado Operacional Líquido – NOI

NOI acelera 7,9% no trimestre, com 89,4% de margem


NOI (R$) e margem NOI (%)
A resultado operacional líquido (NOI) atingiu R$297,5 milhões no 3T19,
crescendo 7,9% em relação ao 3T18, refletindo os sólidos aumentos nas
receitas de locação e estacionamento, parcialmente compensados pelo
aumento das despesas de propriedades durante o período.

No 9M19, o NOI totalizou R$868,1 milhões, um crescimento de 5,9% no


mesmo período do ano anterior, também ajudado por fortes resultados de
aluguel e estacionamento.

Nos últimos 12 meses terminados em setembro de 2019, o NOI alcançou


R$1.186,3 milhões, aumentando 7,4% ano-a-ano.

NOI (R$) e margem NOI (%) NOI (R$) e margem NOI (%)

NOI (R$) 3T19 3T18 Var.% 9M19 9M18 Var.%


Receita de locação 267,0 M 245,3 M 8,9% 783,1 M 735,9 M 6,4%
Apropriação de receita de aluguel linear 11,1 M 10,8 M 2,5% 31,1 M 28,4 M 9,5%
Receita de estacionamento 54,8 M 50,7 M 7,9% 160,8 M 149,7 M 7,4%
Receita operacional 332,9 M 306,8 M 8,5% 975,0 M 914,0 M 6,7%
Despesa de propriedades (35,4 M) (31,1 M) 13,7% (106,9 M) (94,1 M) 13,6%
NOI 297,5 M 275,7 M 7,9% 868,1 M 819,9 M 5,9%
Margem NOI 89,4% 89,9% -49 p.b. 89,0% 89,7% -67 p.b.

19
5. Resultados da Gestão de Shopping Centers Relatório de Resultados 3T19

5.1 Receita de Serviços

Turnover (troca de lojas) impulsiona receita de serviço no 9M19

A receita de serviços totalizou R$28,6 milhões no 3T19, um aumento de 2,6% sobre o 3T18, devido a taxas de transferência mais elevadas,
parcialmente compensadas por taxas de corretagem e merchandising inferiores no trimestre.

No 9M19, a receita de serviços totalizou R$86,7 milhões, um crescimento de 12,6% sobre 9M18, gerado principalmente por taxas de transferência
mais elevadas, como resultado de uma maior troca de lojas em relação ao mesmo período do ano anterior, especialmente na primeira metade do
ano.

Evolução da receita de serviços (R$)

20
5. Resultados da Gestão de Shopping Centers Relatório de Resultados 3T19

5.2 Despesas Gerais e Administrativas e com Remuneração Baseada em Ações

Investimentos em inovação digital gera aumento em despesas de sede


Evolução das despesas de sede (R$) e como % da receita líquida
As despesas de sede da Multiplan atingiram R$40,1 milhões no 3T19,
aumentando 8,5% em relação ao 3T18, devido às despesas adicionadas
durante o fim de 2018, relacionadas principalmente à ampliação da
estratégia de inovação digital da companhia. Comparado ao trimestre
anterior (2T19), as despesas de sede foram 3,8% menores, refletindo a
estabilidade desta despesa nos três primeiros trimestres de 2019.

Despesa com remuneração baseada em ações impactada por aumento


no preço da ação

A despesa de remuneração baseada em ações apresentou um impacto de Evolução da remuneração baseada em ações e do preço da ação (R$) 1

R$10,7 milhões no 3T19, devido principalmente ao impacto da valorização da


ação da Multiplan na marcação a mercado trimestral dos planos de Phantom
Stock Options.

Dos dois planos emitidos, as unidades restantes do primeiro foram integralmente


exercidas em julho de 2019, a um preço de mercado¹ de R$28,12. O segundo
plano foi marcado a mercado refletindo o aumento do preço da ação no período.

O impacto de R$10,7 milhões no trimestre contrasta com a provisão de R$1,6


milhão registrada no 3T18, devido a uma menor variação do preço das ações
naquele período. 1

1Valor das ações calculado pela média ponderada do volume financeiro e do número de ações dos 20 pregões anteriores ao fim de cada período. Este
valor é usado para marcar a mercado os planos de Phantom Stock Options. Mais informações estão disponíveis nas Demonstrações Financeiras. 21
6. Resultados Financeiros Relatório de Resultados 3T19

6.1 EBITDA

EBITDA atinge R$235,1 milhões no 3T19, crescendo 3,4%, impulsionado pelo crescimento do NOI

O EBITDA no 3T19 foi de R$235,1 milhões, um aumento de 3,4% quando comparado ao mesmo período do ano anterior, beneficiado pelo
desempenho operacional dos ativos (NOI: +7,9% no 3T19), sendo parcialmente compensado pelo impacto contábil na remuneração baseada em
ações no trimestre (+R$9,1 milhões no 3T19 vs. 3T18). Excluindo esse efeito em ambos os períodos, o EBITDA teria aumentado 7,4%, atingindo
R$245,7 milhões, com uma margem EBITDA de 74,8% no 3T19.

Nos últimos 12 meses, o EBITDA atingiu R$909,5 milhões, ou R$988,9 milhões quando ajustado pela remuneração baseada em ações.

Evolução do EBITDA (R$) e margem EBITDA (%) Evolução do EBITDA (R$) e margem EBITDA (%)

CAGR: 7,9%
CAGR: +7,6%
AGR: 7,9% 17,3% 962,0 M CAGR: +7,6%
924,3 M
17,3% 962,0 M 924,3818,3
M 14,7%
820,4 M M 825,5 M
805,8 M 818,3 M 825,5 M 14,7%
785,7 M
5,8 M 820,4 M
8,7 M
78,5% 75,7%
70,9% 72,1% 72,4%
70,4% 75,4%
70,1% 75,7%
5,8% 72,4%
78,5% 75,4% 70,1%
,1% 70,4%

dez/16 (12M) dez/17 (12M) dez/18 (12M)


et/14 set/15 set/16 set/17 set/18
dez/16 (12M) set/18 (12M)
dez/17 dez/18 (12M)
2M)
t/16 (12M)
set/17 (12M)
set/18 (12M)
set/18 (12M) (12M)
2M) (12M) (12M) ajustado
(12M)EBITDA ex-remuneração baseada em ações
EBITDA Margem
EBITDA
ajustado EBITDA
ex-remuneração baseada em ações
Margem EBITDA Margem EBITDA ex-remuneração baseada em ações
Margem EBITDA ex-remuneração baseada em ações
1 Não considera a linha de remuneração baseada em ações. Mais detalhes sobre essa linha estão disponíveis na página 21. 22
6. Resultados Financeiros Relatório de Resultados 3T19

6.2 Endividamento e Disponibilidades

Aquisições, greenfields e sólida estrutura de capital

Ao fim de setembro de 2019, a posição de caixa da Multiplan era de R$986,4 milhões,


Evolução da dívida líquida/EBITDA
7,0% maior se comparada ao fim de junho de 2019, reduzindo a dívida líquida em Menor
covenant
3,7% para R$2.186,1 milhões. A combinação de uma forte posição de caixa e uma (4,00x)

distância confortável dos covenants suporta a estratégia de crescimento da


Companhia.

A relação dívida líquida / EBITDA que após uma aquisição minoritária chegou a 2,52x
em junho de 2019, reduziu para 2,40x em setembro de 2019, distante do menor
covenant dívida líquida / EBITDA (4,00x).

Indicadores financeiros Despesa financeira líquida e índice de cobertura

Indicadores Financeiros¹ (R$) 30/09/2019 30/06/2019 Var. %


Dívida Bruta 3.172,5 M 3.193,1 M -0,6%
Posição de Caixa 986,4 M 922,1 M 7,0%
Dívida Líquida 2.186,1 M 2.271,0 M -3,7%
EBITDA 12M 909,5 M 901,7 M 0,9%
Valor justo das propriedades para investimentos 22.378,4 M 22.156,2 M 1,0%
Maior
Dívida Líquida/EBITDA 2,40x 2,52x -4,6% covenant
Dívida Bruta/EBITDA 3,49x 3,54x -1,5% (2,00x)
EBITDA/Despesa Financeira Líquida 5,97x 6,06x -1,4%
Dívida Líquida/Valor Justo 9,8% 10,2% -48 b.p.
Dívida Total/Patrimônio Líquido 0,57x 0,58x -1,6%
Dívida Líquida/Valor de Mercado 12,6% 13,6% -100 b.p.
Prazo Médio de Amortização (meses) 41 43 -5,3%

1 EBITDA e Despesa Financeira Líquida acumulados nos últimos 12 meses


23
6. Resultados Financeiros Relatório de Resultados 3T19

6.2 Endividamento e Disponibilidades

Gestão de passivos gera Valor Presente Líquido (VPL) de R$25,7 milhões


No 3T19, a Multiplan refinanciou dois contratos indexados à TR no valor de Perfil de amortização da dívida bruta em 30 de setembro de 20194
R$227,7 milhões. As novas condições contratuais permitiram que a Companhia
reduzisse em 52 p.b. o custo total de todos os contratos indexados à TR, saindo
de uma taxa de 9,09% a.a. no 2T19 para 8,57% a.a. no 3T19, mantendo o
mesmo prazo médio da amortização. Como resultado dessas duas
renegociações, a Companhia gerou uma economia de R$ 11,2 milhões¹ a VPL.

Evento recente
Em outubro de 2019, a Multiplan refinanciou outro contrato indexado à TR no
valor de R$257,1 milhões, reduzindo o custo desta dívida de TR + 8,70% para
CDI + 0,85%, uma redução de 235 p.b.². Essa nova renegociação gerou uma
economia de R$14,5 milhões³ a VPL.

Novo financiamento de 15 anos do ParkJacarepaguá

Em setembro de 2019, a Multiplan contratou um financiamento no valor de R$350


milhões com garantia hipotecária para construção do ParkJacarepaguá ao custo
de 105,85% do CDI. A amortização começará em janeiro de 2022, através de 166
parcelas mensais, sendo que o recebimento da primeira parcela do financiamento
foi liberado em outubro de 2019.

Para mais informações consultar a Nota 12 das Informações Trimestrais do 3T19.

¹ Para o cálculo do VPL foram consideradas as reduções da taxa de juros de TR + 9,35% a.a. para TR + 7,40% a.a. nos dois contratos trazidos a valor presente por
uma taxa de desconto de 9,35%. ² Considera o CDI a 5,50%; ³ A taxa de desconto para o cálculo do VPL foi de 8,70%; 4 Não inclui o novo financiamento do 24
ParkJacarepaguá, visto que o financiamento começou a ser sacado em outubro de 2019.
6. Resultados Financeiros Relatório de Resultados 3T19

6.2 Endividamento e Disponibilidades

Baixa Selic, renegociação de contratos e gestão de passivos levam a uma redução de 89 p.b. no custo da dívida

A maior concentração da dívida bruta da Companhia indexada ao CDI, aliada à Indexadores do endividamento em 30 de setembro de 2019
queda da taxa básica de juros (Selic) para 5,5% a.a. e a renegociação de
Desempenho do Taxa de Custo da Saldo da
contratos de financiamento levaram a um custo de dívida de 6,59% a.a. ao final indexador juros média ¹ dívida dívida (R$)
TR 0,00% 8,57% 8,57% 845,5 M
de setembro de 2019, uma redução de 89 p.b. quando comparado aos 7,48% a.a.
CDI 5,50% 0,39% 5,89% 2.257,6 M
ao final de junho de 2019. Outros ² 1,81% 3,21% 5,02% 69,4 M
Total 3,95% 2,63% 6,59% 3.172,5 M
Em setembro de 2019, 71,1% da dívida bruta da Companhia estava indexada ao
CDI. A dívida atrelada à TR (Taxa de Referência) era de 26,7%, enquanto outros
índices representavam apenas 2,2%.

Todo o endividamento da Multiplan é em moeda local.

Índices da dívida bruta em set/19 Custo médio ponderado da dívida bruta (% a.a)

1 Média ponderada da taxa anual.


2 ‘Outros’ incluem IGP-M e outros índices. 25
6. Resultados Financeiros Relatório de Resultados 3T19

6.3 Lucro Líquido

Lucro líquido ajustado chega a R$132,2 milhões no trimestre, crescendo 12,0% com margem de 40,2%
O lucro líquido apresentou um aumento de 4,4% no 3T19 quando comparado ao 3T18 e totalizou R$121,5 milhões, impulsionado pelo aumento de
8,0% da receita líquida, sendo parcialmente compensado pelo aumento da depreciação devido à recente aquisição do BH Shopping e pelo efeito
das despesas de remuneração baseada em ações. Excluindo a conta de remuneração baseada em ações em ambos os períodos, o lucro líquido
teria aumentado 12,0% chegando a R$132,2 milhões com margem de 40,2%, um aumento de 142 p.b. sobre a margem registrada no 3T18.

Nos 9M19, o lucro líquido ajustado cresceu 12,1% em relação aos 9M18, atingindo R$372,0 milhões, também impulsionado pelo crescimento da
receita líquida. Nos últimos 12 meses findos em setembro de 2019, o lucro líquido caiu 10,9%, impactado pelo efeito da conta de remuneração
baseada em ações. Excluindo a conta mencionada, o lucro líquido teria sido de R$520,8 milhões, representando um crescimento de 13,8% em
relação ao período anterior.

Evolução do Lucro Líquido ajustado (R$) e Evolução Lucro Líquido (R$) e margem (%)
margem ajustada (%)
CAGR: +08%

CAGR: +08% 818.3 M 825.5 M14.7%

818.3 M 825.5 M14.7%


75.7%
72.4% 70.1%
75.7%
72.4% 70.1%

Dec/aa (12M) Dec/aa (12M) Dec/aa (12M)

Dec/aa (12M) Dec/aa (12M) Dec/aa (12M) Lucro líquido ex-remuneração


baseada em ações
1
Lucro líquido ex-remuneração Margem líquida ex-remuneração
baseada em ações baseada em ações
Margem
1 Não considera líquida com
a despesa ex-remuneração
remuneração baseada em ações. Mais detalhes sobre essa linha estão disponíveis na página 21.
baseada em ações 26
6. Resultados Financeiros Relatório de Resultados 3T19

6.4 Fluxo de Caixa Operacional (FFO)

FFO ajustado cresce 10,2% no 3T19 e atinge uma margem de 59,1% Evolução do FFO (R$) e margem (%)

No 3T19, o Fluxo de Caixa Operacional (FFO) totalizou R$183,4 milhões, um


aumento de 5,1% em relação ao mesmo período de 2018, devido a efeitos
similares aos mencionados no tópico de Lucro Líquido. Se a despesa com
remuneração baseada em ações fosse excluída, o FFO teria atingido R$194,0
milhões no 3T19, superando em 10,2% o mesmo período do ano anterior.

Nos 9M19, o FFO ajustado cresceu 7,3% em comparação aos 9M18,


alcançando R$546,9 milhões.

1
Nos 12 meses terminados em setembro de 2019, o FFO ajustado atingiu
R$748,6 milhões, com uma margem de 57,2%.
Evolução do FFO (R$) e margem (%) CAGR: +7,6%
Evolução do FFO ajustado (R$) e margem
ajustada (%)
CAGR: +7,6% 818,3 M 825,5 M14,7%

818,3 M 825,5 M14,7%


75,7%
72,4% 70,1%
75,7%
72,4% 70,1%

dez/16 (12M) dez/17 (12M) dez/18 (12M)

dez/16 (12M) dez/17 (12M) dez/18 (12M) FFO ex-remuneração baseada em


ações
FFO ex-remuneração baseada em Margem FFO ex-remuneração
ações baseada em ações
1/2
Margem FFO ex-remuneração
baseada em ações
1 Não considera a despesa de remuneração baseada em ações. Mais detalhes sobre essa linha estão disponíveis na página 21.
27
7. Desenvolvimento de Projetos Relatório de Resultados 3T19

7.1 CAPEX

Investimento totaliza R$570,2 milhões nos 9M19, 87,6% a mais do que em todo o ano de 2018

No 3T19, a Multiplan investiu R$92,5 milhões, dos quais R$51,0 milhões foram alocados em Revitalizações, TI e Outros – principalmente nas
revitalizações do BH Shopping, BarraShopping e BarraShoppingSul. Outros R$34,8 milhões foram investidos na construção do
ParkJacarepaguá e no desenvolvimento de projeto do ParkGlobal.

Nos 9M19, os investimentos somaram R$570,2 milhões, dos quais R$360,0 milhões foram alocados na aquisição de 20,0% de participação no
BH Shopping em abril de 2019.

Evento recente: Multiplan aumenta sua participação no ParkShopping Canoas em 2,25%, para 82,25%

Em outubro de 2019, após reestruturação societária prevista no acordo de acionistas da empresa ParkShopping Canoas Ltda.,
controladora do empreendimento ParkShopping Canoas, a Multiplan passa a deter 100% desta entidade e, como consequência,
82,25% de participação no shopping center.

Detalhamento do CAPEX

Investimentos (R$) 3T19 9M19


Desenvolvimento de
34,8 M 71,9 M
Greenfields
Expansões 5,7 M 14,0 M

Revitalizações, TI e Outros 51,0 M 122,8 M

Aquisição de Minoritários - 360,0 M

Compra de Terrenos 1,1 M 1,6 M

Total 92,5 M 570,2 M

Revitalização da fachada do BarraShopping

28
7. Desenvolvimento de Projetos Relatório de Resultados 3T19

7.2 Novo Shopping Center

ABL locada do ParkJacarepaguá supera 50% mais de um ano antes da abertura

O 20º shopping center da Multiplan foi lançado em abril de 2019, e sua obra
avança conforme planejado. O projeto iniciou oficialmente seu processo de
locação no trimestre anterior, e ao fim do 3T19 já contava com mais de metade
de sua ABL contratada.

Dentre as últimas melhorias no projeto está a inclusão de um parque ao ar livre


de 6.000 m², integrado ao ParkJacarepaguá, com equipamentos modernos de
entretenimento para o público infantil, além de um anfiteatro, em um ambiente
agradável cercado de natureza.

O projeto terá aproximadamente 39.000 m² de ABL e 249 operações, incluindo


ParkJacarepaguá – construção em setembro de 2019
um supermercado, um centro de eventos multiuso, seis cinemas do tipo stadium,
um parque de diversões indoor, uma academia de ginástica, uma pista
permanente de patinação no gelo, diversos restaurantes e operações de
alimentação, e cerca de 2.000 vagas de estacionamento.

Durante a construção, 1.200 empregos foram criados, e após a abertura, estima-se que o ParkJacarepaguá irá gerar mais 3.000 empregos. A
Companhia terá uma participação de 91,0% nas receitas do shopping center e arcará com 100% dos investimentos brutos, estimados em R$550
milhões, considerando diversas melhorias para os arredores, como a renovação do praça Julio Sass e a duplicação de parte da Estrada Engenho
d’Água, entre outras obras que melhorarão a mobilidade da região.

29
7. Desenvolvimento de Projetos Relatório de Resultados 3T19

7.5 Banco de Terrenos e Futuros Projetos Multiúso

A Multiplan possui atualmente 820.519 m² para o desenvolvimento de futuros projetos multiúso

A Multiplan possui 820.519 m² de terrenos para futuros projetos multiúso. Com base em estudos internos dos projetos, a Companhia estima uma
área privativa para venda1 potencial de quase um milhão de metros quadrados. Todas as áreas listadas abaixo são integradas aos shopping centers
da Companhia e deverão ser utilizadas para o desenvolvimento de projetos multiúso, primariamente para venda.

A Companhia também estima um potencial aumento de aproximadamente 150.000 m² de ABL através de expansões em seus shopping centers, que
não estão incluídas na tabela abaixo.

Área do Área privativa %


Shopping center Tipo de projeto
terreno para venda¹ Mult.

BarraShoppingSul 159.587 m² 294.130 m² Hotel, Escritório e Residencial 100%


JundiaíShopping 4.500 m² 11.616 m² Escritório 100%
ParkShoppingBarigüi 28.214 m² 26.185 m² Apart-Hotel e Escritório 94%
ParkShoppingCampoGrande 317.755 m² 114.728 m² Escritório e Residencial 90%
ParkShopping Canoas 18.721 m² 19.703 m² Hotel, Apart-Hotel e Escritório 80%
ParkShoppingSãoCaetano 36.948 m² 103.850 m² Escritório 100%
Parque Shopping Maceió 86.699 m² 164.136 m² Escritório e Residencial 50%
RibeirãoShopping 102.295 m² 118.749 m² Hotel, Escritório e Residencial 100%
ShoppingAnáliaFranco 29.800 m² 92.768 m² Residencial 36%
Projeto Golden Lake, no BarraShoppingSul, em Porto Alegre
VillageMall 36.000 m² 31.340 m² Escritório 100%
A foto mostra uma ilustração artística sujeita a modificações, favor ler o aviso
Total 820.519 m² 977.205 m² 83% legal na página 2.

1Estes dados têm caráter informativo, para o melhor entendimento do potencial de crescimento da Companhia, não constituindo uma obrigação de executar
30
estes projetos, além de poderem ser modificados ou cancelados sem qualquer aviso prévio.
8. MULT3 e Mercado de Ações Relatório de Resultados 3T19

Ação da Multiplan valoriza 54% em 12 meses


Evolução do volume negociado
A ação da Multiplan (MULT3) foi cotada a R$28,85 ao fim de setembro de 2019, um
crescimento de 54,2% sobre o fim de setembro de 2018 e de 3,9% sobre junho de
2019. O volume médio diário negociado foi de R$87,4 milhões no trimestre (US$ 22,0
milhões²), um aumento de 133,0% sobre o 3T18 e 9,5% sobre o 2T19.

A MULT3 estava listada em 102 índices ao final do 3T19, incluindo o Ibovespa (IBOV), o
Índice Brasil 50 (IBrX50), o Índice Carbono Eficiente (ICO2), o MSCI Emerging Market
Index, e o FTSE All-World ex North America Index USD.

Em 30 de setembro de 2019, o Sr. e a Sra. Peres detinham 26,5% das ações da


Companhia, direta ou indiretamente, enquanto que a Ontario Teachers’ Pension Plan
(OTPP) detinha 27,4%. O free-float era equivalente a 45,3% das ações totais emitidas. 1

Abertura da estrutura societária em


30 de setembro de 2019

MULT3 na B3 3T19 3T18 Var. % 9M19 9M18 Var. %


Preço de fechamento médio (R$) 27,49 18,991 44,8% 25,55 20,82 22,7%
2
Preço de fechamento (R$) - fim do período 28,85 18,71 54,2% 28,85 18,71 54,2%
Valor médio diário negociado (R$) 87,4 M 37,5 M 133,0% 78,9 M 53,1 M 48,6%
1
Volume médio diário negociado (nº de ações) 3.181.768 1.982.294 60,5% 3.090.850 2.551.982 21,1%
Média diária do número de negócios 14.239 7.864 81,1% 14.565 6.325 130,3%
Valor de mercado (R$) - fim do período 17.332,0 M 11.240,2 M 54,2% 17.332,0 M 11.240,2 M 54,2%

1 Ajustado pelo desdobramento de ações na proporção de um para três (1:3) ações do mesmo tipo e classe.
2 OTPP = Ontario Teachers’ Pension Plan. 31
9. Valor Justo das Propriedades para Investimento Relatório de Resultados 3T19

De acordo com o CPC 28

Custo de Capital Próprio set/19 2018 2017 2016 2015 2014 2013
Taxa livre de risco (Risk-free rate) 3,38% 3,38% 3,39% 3,42 % 3,45% 3,49% 3,53%
Prêmio de risco de mercado 6,11% 6,11% 6,26% 6,11 % 6,05% 6,11% 6,02%
Beta ajustado 0,78 0,87 0,82 0,79 0,78 0,72 0,77
Risco país 247 p.b. 300 p.b. 287 p.b. 270 p.b. 232 p.b. 230 p.b. 205 p.b.
Prêmio de risco adicional 29 p.b. 31 p.b. 38 p.b. 38 p.b. 51 p.b. 44 p.b. 43 p.b.
Custo de capital próprio - US$ nominal 10,38% 12,01% 11,78% 11,30% 11,00% 10,65% 10,66%
Premissas de inflação
Inflação (Brasil) ¹ 3,68% 3,92% 4,05% 4,59% 6,53% 6,53% 5,98%
Inflação (EUA) 2,40% 2,40% 2,40% 2,40% 2,40% 2,40% 2,30%
Custo de capital próprio – R$ nominal 11,76% 13,68% 13,58% 13,69% 15,47% 15,11% 14,64%

¹ A inflação estimada (BR) para setembro de 2019 considera a média de 4 anos entre julho de 2019 e junho de 2023. A premissa de inflação utilizada nos modelos de 2013, 2014, 2015,
2016, 2017 e 2018, considerou a inflação estimada para os 12 meses seguintes.

Valor Justo de Propriedades para Investimento set/19 2018 2017 2016 2015 2014 2013
Shopping Centers e torres comerciais em
R$ 21.925 M R$ 16.405 M R$ 16.379 M R$ 16.116 M R$ 15.465 M R$ 15.683 M R$ 14.089 M
operação
Projetos em desenvolvimento (anunciados) R$ 277 M R$ 208 M R$ 110 M R$ 295 M R$ 181 M R$ 32 M R$ 123 M
Projetos futuros (ainda não anunciados) R$ 176 M R$ 170 M R$ 161 M R$ 156 M R$ 379 M R$ 284 M R$ 430 M
Total R$ 22.378 M R$ 16.783 M R$ 16.650 M R$ 16.568 M R$ 16.024 M R$ 15.999 M R$ 14.642 M

A Multiplan avaliou internamente suas Propriedades para Investimento e determinou seu Valor Justo seguindo a metodologia de Fluxo de Caixa
Descontado (DCF). A Companhia calculou o valor presente dos fluxos de caixa utilizando uma taxa de desconto seguindo o modelo CAPM,
Capital Asset Pricing Model. Foram consideradas premissas de risco e retorno com base em estudos realizados e publicados por Aswath
Damodaran (professor da New York University), o desempenho das ações da Companhia (Beta), projeções macroeconômicas publicadas pelo
Banco Central e dados sobre o prêmio de risco do mercado nacional (Risco País).
Em 2019 a Companhia atualizou sua metodologia de cálculo da taxa de desconto, alinhando a taxa de risco do país com as práticas de mercado,
passando a utilizar o Beta desalavancado antes dos ajustes.

32
9. Valor Justo das Propriedades para Investimento Relatório de Resultados 3T19

De acordo com o CPC 28

Composição do Valor Justo Taxa de desconto

1,2% 0,8%

Propriedades em operação

Propriedades em desenvolvimento

Projetos futuros
98,0%

Valor de Mercado, Valor da Empresa¹ (EV), e Crescimento do Valor Justo, NOI e ABL
Valor Justo por ação (R$)
Valor Justo em 30 de setembro de 2019 (R$) própria (Base 100: 2011)

1 A soma de valor de mercado e dívida líquida. 33


10. Portfólio de ativos Relatório de Resultados 3T19

Taxa de
Multiplan ABL Total
Portfólio – 3T19 Abertura Estado Venda (mês)¹ Aluguel (mês)² Ocupação
% Média
Média
Shopping centers em operação
BH Shopping 1979 MG 100,0% 46.991 m² 2.198 R$/m² 191 R$/m² 97,1%
RibeirãoShopping 1981 SP 81,6% 74.898 m² 1.191 R$/m² 90 R$/m² 96,8%
BarraShopping 1981 RJ 65,8% 77.628 m² 2.465 R$/m² 247 R$/m² 99,1%
MorumbiShopping 1982 SP 73,8% 54.523 m² 2.757 R$/m² 265 R$/m² 98,6%
ParkShopping 1983 DF 61,7% 53.325 m² 1.949 R$/m² 153 R$/m² 97,2%
DiamondMall 1996 MG 90.0%³ 21.446 m² 2.368 R$/m² 201 R$/m² 98,6%
New York City Center 1999 RJ 50,0% 22.257 m² 747 R$/m² 62 R$/m² 100,0%
ShoppingAnáliaFranco 1999 SP 30,0% 51.590 m² 1.932 R$/m² 160 R$/m² 95,5%
ParkShoppingBarigüi 2003 PR 93,3% 52.327 m² 1.611 R$/m² 104 R$/m² 98,9%
Pátio Savassi 2004 MG 96,5% 21.108 m² 1.979 R$/m² 147 R$/m² 99,3%
ShoppingSantaÚrsula 1999 SP 62,5% 23.108 m² 703 R$/m² 24 R$/m² 94,8%
BarraShoppingSul 2008 RS 100,0% 72.245 m² 1.147 R$/m² 77 R$/m² 98,2%
ShoppingVilaOlímpia 2009 SP 60,0% 28.367 m² 1.515 R$/m² 109 R$/m² 96,8%
ParkShoppingSãoCaetano 2011 SP 100,0% 39.253 m² 1.424 R$/m² 96 R$/m² 98,8%
JundiaíShopping 2012 SP 100,0% 36.439 m² 1.268 R$/m² 71 R$/m² 99,6%
ParkShoppingCampoGrande 2012 RJ 90,0% 43.820 m² 1.194 R$/m² 71 R$/m² 95,9%
VillageMall 2012 RJ 100,0% 26.880 m² 1.933 R$/m² 82 R$/m² 97,2%
Parque Shopping Maceió 2013 AL 50,0% 38.502 m² 979 R$/m² 64 R$/m² 98,2%
ParkShopping Canoas 2017 RS 80,0% 48.698 m² 956 R$/m² 35 R$/m² 94,2%
Subtotal shopping centers em operação 78,1% 833.405 m² 1.665 R$/m² 127 R$/m² 97,6%
Torres comerciais
ParkShopping Corporate 2012 DF 50,0% 13.360 m² 66,8%
Morumbi Corporate 2013 SP 100,0% 74.198 m² 95,0%
Subtotal torres comerciais 92,4% 87.558 m²
Total de propriedades para locação 79,5% 920.963 m²
Shopping center em desenvolvimento
ParkJacarepaguá 2020 RJ 91,0% 39.000 m²
Subtotal shopping center em desenvolvimento 91,0% 39.000 m²
Total portfólio 80,0% 959.963 m²

1Vendas por Vendas por m²: O cálculo de vendas/m² considera apenas a ABL de lojas âncoras e satélites que reportam vendas, e exclui as vendas de quiosques, pois estas
operações não estão incluídas na ABL total. 2 Aluguel por m²: soma de aluguel mínimo e complementar cobrado dos lojistas dividido pelas respectivas ABL. É válido notar que esta 34
ABL inclui lojas que já estão locadas, contudo ainda não começaram a operar (ex: lojas que estão sendo preparadas para a inauguração). 3 Arrendamento até 2026.
10. Portfólio de ativos Relatório de Resultados 3T19

ParkJacarepaguá

Shopping center em operação


Torre para locação em operação
Shopping center em desenvolvimento

AL Maceió. Alagoas
Parque Shopping Maceió

Brasília - DF Belo Horizonte. Minas Gerais


ParkShopping DF Pátio Savassi
ParkShopping Corporate DiamondMall
MG Projeto artístico sujeito a modificação

SP Projeto artístico sujeito a modificação


Rio de Janeiro. Rio de Janeiro
Curitiba. Paraná
PR RJ BarraShopping
ParkShoppingBarigüi
New York City Center
VillageMall
Porto Alegre. Rio Grande do Sul ParkShoppingCampoGrande
RS Park Jacarepaguá
São Paulo. São Paulo
BarraShoppingSul
ShoppingAnáliaFranco
MorumbiShopping
Canoas. Rio Grande do Sul ShoppingVilaOlímpia
ParkShopping Canoas Morumbi Corporate

Jundiaí. São Paulo


JundiaíShopping

Ribeirão Preto. São Paulo


ShoppingSantaÚrsula
RibeirãoShopping

São Caetano. São Paulo


ParkShoppingSãoCaetano

35
11. Estrutura Societária Relatório de Resultados 3T19

Maria Helena
Free Float Tesouraria
Kaminitz Peres
22,25%
48,27% ON 0,80% ON Ontario Teachers’
Multiplan Planejamento, 45,41% Total 0,75% Total Pension Plan
Participações e 1,31% ON
Administração S,A, 22,36% ON 1,23% Total 100,0%
21,04%Total 1700480
77,75% Ontario Inc,
Jose Isaac Peres
4,48% ON 22,80% ON 100,0%
4,21% Total 100,0% PN Multiplan Holding S,A,
27,37% Total 100,0%
Pátio Savassi Administração
de Shopping Center Ltda,***
14,8% Multiplan Barra 1 100,0%
Empreendimento Imobiliário Ltda,*
Multiplan Administradora 8,04% Multiplan Morumbi 1 100,0%
1,0% 99,0% Shopping Centers %
de Shopping Empreendimento Imobiliário Ltda,*
Centers Ltda,**** BarraShopping 65,8% 9,33% Multiplan Greenfield XI 100,0%
Empreendimento Imobiliário Ltda,*
0,01% Embraplan 50,0% 100,0%
99,99% BarraShoppingSul 100,0% Morumbi Business Center
Empresa Brasileira
de Planejamento Ltda, ** Empreendimento Imobiliário Ltda, *
BH Shopping 100,0% 50,0%
60,0% MPH
2,0% SCP Royal Green Empreendimento Imobiliário Ltda,
98,0%
Península MorumbiShopping 73,7%
75,0% 50,0%
Manati Empreendimentos e Participações S,A,
0,45%
CAA - Corretagem 100,0% Diamond Mall 90,0%
100,0% 50,0%
Imobiliária Ltda, * Parque Shopping Maceió S,A,
New York City Center 50,0%
CAA - Corretagem e Danville SP Empreendimento 100,0%
Consultoria 100,0% ParkShopping 61,7% Imobiliário Ltda, *
Publicitária Ltda, *
Ribeirão Residencial 100,0%
ParkShoppingBarigui 93,3% Empreendimento Imobiliário Ltda, *
Multiplan Arrecadadora 100,0%
Ltda, * 100,0%
96,5%
Multiplan Greenfield I
Pátio Savassi
Empreendimento Imobiliário Ltda, *
100,0% Renasce - 99,99% 100,0%
Rede Nacional de RibeirãoShopping 81,6% BarraSul
Shopping Centers Ltda,** Empreendimento Imobiliário Ltda, *
100,0% ShoppingAnáliaFranco 30,0% 100,0% 100,0%
County Estates Limited Jundiaí Shopping Center Ltda, *
ShoppingVilaOlimpia 60,0% 100,0%
Multiplan Greenfield III
Embassy Row Inc Empreendimento Imobiliário Ltda, *
ShoppingSantaÚrsula 62,5% 90,0% 100,0%
ParkShopping Campo Grande Ltda, *
Parque Shopping Maceió 50,0%
84,5% 94,67%
ParkShopping Canoas Ltda,
ParkShoppingSãoCaetano 100,0%
50,0% ParkShopping Corporate 100,0%
JundiaíShopping 100,0% Empreendimento Imobiliário Ltda, *
Multiplan Greenfield XII 100,0%
VillageMall 100,0%
Empreendimento Imobiliário Ltda,*

90,0% Multiplan Greenfield XIII 100,0%


ParkShoppingCampoGrande
Empreendimento Imobiliário Ltda,*
ParkShopping Canoas 80,0% 87,0%
ParkShopping Global Ltda,

ParkJacarepaguá Empreendimento 100,0%


Torres Comerciais % Imobiliário Ltda,*
46,88% Multiplan Greenfield II
ParkShopping Corporate 50,0% 100,0%
Empreendimento Imobiliário Ltda, *
100,0% Multiplan Greenfield IV 100,0%
Morumbi Corporate 53,12%
Empreendimento Imobiliário Ltda, *
100,0%
18 SPC’s *****

* Multiplan Holding S.A. possui uma participação menor que 1.00% nessas Sociedades. **** José Isaac Peres possui 1.00% de participação nessa Sociedade.
** José Isaac Peres possui participação de 0.01% nessas Sociedades. ***** 18 SPE’s relacionadas aos novos projetos. A Multiplan Holding S.A possui participação igual 36
*** Renasce - Rede Nacional de Shopping Centers Ltda. possui 0.01% de participação nessa ou inferior a 1.00% nessas Sociedades.
Sociedade.
11. Estrutura Societária Relatório de Resultados 3T19

A Multiplan detém participações nas Sociedades de Propósito Específico (SPE) e nos empreendimentos. Seguem abaixo as principais SPEs da Companhia:

MPH Empreendimento Imobiliário Ltda.: possui 60,0% de participação no ShoppingVilaOlímpia, localizado na cidade de São Paulo, SP. A Multiplan, através de participações direta e
indireta, possui 100,0% de participação na MPH.
Manati Empreendimentos e Participações S.A.: possui 75,0% de participação no ShoppingSantaÚrsula, localizado na cidade de Ribeirão Preto, SP. A Multiplan possui 50,0% de
participação na Manati.
Parque Shopping Maceió S.A.: possui 100,0% de participação no Parque Shopping Maceió, localizado na cidade de Maceió, AL. A Multiplan possui 50% de participação na Parque
Shopping Maceió S.A.
Danville SP Empreendimento Imobiliário Ltda.: SPE criada para o desenvolvimento de empreendimento imobiliário na cidade de Ribeirão Preto, SP.
Multiplan Holding S.A.: subsidiária integral da Multiplan, que tem por objeto a participação em outras sociedades do grupo Multiplan.
Ribeirão Residencial Empreendimento Imobiliário Ltda.: SPE criada para o desenvolvimento de empreendimento imobiliário na cidade de Ribeirão Preto, SP.
BarraSul Empreendimento Imobiliário Ltda.: SPE criada para o desenvolvimento de empreendimento imobiliário na cidade de Porto Alegre, RS.
Morumbi Business Center Empreendimento Imobiliário Ltda.: possui 30,0% de participação indireta no ShoppingVilaOlímpia via 50,0% de participação na MPH, que por sua vez
possui 60,0% de participação no ShoppingVilaOlímpia. A Multiplan possui 100,0% de participação na Morumbi Business Center Empreendimento Imobiliário Ltda.
Multiplan Greenfield I Empreendimento Imobiliário Ltda.: SPE criada para o desenvolvimento de empreendimento imobiliário na cidade de Porto Alegre, RS.
Multiplan Greenfield II Empreendimento Imobiliário Ltda.: possui 46,88% de participação no Morumbi Corporate, um empreendimento imobiliário comercial na cidade de São Paulo,
SP. A Multiplan possui indiretamente 100,0% de participação no Morumbi Corporate.
Multiplan Greenfield III Empreendimento Imobiliário Ltda.: SPE criada para o desenvolvimento de empreendimento imobiliário na cidade do Rio de Janeiro, RJ.
Multiplan Greenfield IV Empreendimento Imobiliário Ltda.: possui 53,12% de participação no Morumbi Corporate, um empreendimento imobiliário comercial na cidade de São
Paulo, SP. A Multiplan possui indiretamente 100,0% de participação no Morumbi Corporate.
Jundiaí Shopping Center Ltda.: possui 100,0% de participação no JundiaíShopping, localizado na cidade de Jundiaí, SP. A Multiplan possui 100,0% de participação na Jundiaí
Shopping Center Ltda.
ParkShopping Campo Grande Ltda.: possui 90,0% de participação no ParkShoppingCampoGrande, localizado na cidade do Rio de Janeiro, RJ. A Multiplan possui 100,0% de
participação na ParkShopping Campo Grande Ltda.
ParkShopping Corporate Empreendimento Imobiliário Ltda.: possui 50,0% de participação no ParkShopping Corporate, um empreendimento imobiliário comercial localizado na
cidade de Brasília, DF.
ParkShopping Canoas Ltda.: possui 84,5% de participação no ParkShopping Canoas, localizado na cidade de Canoas, RS. A Multiplan possui 94,67% de participação na
ParkShopping Canoas Ltda.
Pátio Savassi Administração de Shopping Center Ltda.: atua na administração do estacionamento do Shopping Pátio Savassi, localizado na Cidade de Belo Horizonte, MG.
ParkShopping Global Ltda.: SPE criada para o desenvolvimento de empreendimento imobiliário na cidade de São Paulo, SP.
ParkJacarepaguá Empreendimento Imobiliário Ltda.: SPE criada para o desenvolvimento do ParkJacarepaguá, localizado na cidade do Rio de Janeiro, RJ.
Multiplan Barra 1 Empreendimento Imobiliário Ltda.: possui 14,8% de participação no BarraShopping, localizado na cidade do Rio de Janeiro, RJ, que somada às demais
participações detidas pela Multiplan no empreendimento totalizam 65,8%. A Multiplan possui 100,0% de participação na Multiplan Barra 1 Empreendimento Imobiliário Ltda.
Multiplan Morumbi 1 Empreendimento Imobiliário Ltda.: possui 8,0% de participação no MorumbiShopping, localizado na cidade de São Paulo, SP, que somada às demais
participações detidas pela Multiplan no empreendimento totalizam 73,7%. A Multiplan possui 100,0% de participação na Multiplan Morumbi 1 Empreendimento Imobiliário Ltda.
Multiplan Greenfield XI Empreendimento Imobiliário Ltda.: possui 9,33% de participação no ParkShoppingBarigüi, localizado na cidade de Curitiba, PR, que somada às demais
participações detidas pela Multiplan no empreendimento totalizam 93,33%. A Multiplan possui 100,0% de participação na Multiplan Greenfield XI Empreendimento Imobiliário Ltda.

37
12. Dados Operacionais e Financeiros Relatório de Resultados 3T19

Dados Operacionais e Financeiros

Desempenho
Desempenho Financeiro (% Multiplan) 3T19 3T18 Var.% 9M19 9M18 Var.%
Receita bruta R$'000 361.588 335.648 7,7% 1.059.265 994.788 6,5%
Receita líquida R$'000 328.598 304.138 8,0% 961.323 902.682 6,5%
Receita líquida R$/m² 460,3 431,2 6,7% 1.353,3 1.280,2 5,7%
Receita líquida US$/pé² 10,3 10,0 2,6% 30,2 29,7 1,6%
Receita de locação (com efeito da linearidade) R$'000 278.106 256.074 8,6% 814.156 764.291 6,5%
Receita de locação R$/m² 389,5 363,0 7,3% 1.146,2 1.083,9 5,7%
Receita de locação US$/pé² 8,7 8,4 3,2% 25,6 25,1 1,7%
Receita de locação mensal R$/m² 124,7 115,9 7,6% 122,5 116,0 5,6%
Receita de locação mensal US$/pé² 2,8 2,7 3,4% 2,7 2,7 1,6%
Resultado Operacional Líquido (NOI) R$'000 297.457 275.676 7,9% 868.121 819.914 5,9%
Resultado Operacional Líquido R$/m² 416,6 390,8 6,6% 1.222,1 1.162,8 5,1%
Resultado Operacional Líquido US$/pé² 9,3 9,1 2,5% 27,3 27,0 1,1%
Margem NOI 89,4% 89,9% -49 p.b. 89,0% 89,7% -67 p.b.
NOI por ação R$ 0,50 0,46 7,6% 1,46 1,38 5,5%
Despesas de sede R$'000 40.062 36.917 8,5% 120.409 106.074 13,5%
Despesas de sede/Receita líquida 12,2% 12,1% +5 p.b. 12,5% 11,8% +77 p.b.
EBITDA R$'000 235.072 227.233 3,4% 679.670 717.118 -5,2%
EBITDA R$/m² 329,3 322,1 2,2% 956,8 1.017,0 -5,9%
EBITDA US$/pé² 7,3 7,5 -1,7% 21,3 23,6 -9,5%
Margem EBITDA 71,5% 74,7% -318 p.b. 70,7% 79,4% -874 p.b.
EBITDA por ação (R$) 0,39 0,38 3,1% 1,14 1,21 -5,5%
FFO R$'000 183.375 174.549 5,1% 503.545 538.043 -6,4%
FFO R$/m² 256,8 247,5 3,8% 708,9 763,0 -7,1%
FFO US$'000 44.034 43.595 1,0% 120.917 134.380 -10,0%
FFO US$/pé² 5,7 5,7 -0,2% 15,8 17,7 -10,7%
Margem FFO 55,8% 57,4% -159 p.b. 52,4% 59,6% -722 p.b.
FFO por ação (R$) 0,31 0,29 4,7% 0,84 0,91 -6,7%
Dólar (US$) final do período 4,1644 4,0039 4,0% 4,1644 4,0039 4,0%

38
12. Dados Operacionais e Financeiros Relatório de Resultados 3T19

Dados Operacionais e Financeiros

Desempenho
Desempenho do Mercado 3T19 3T18 Var.% 9M19 9M18 Var.%
Número de ações 600.760.875 600.760.875 - 600.760.875 600.760.875 -
Ações ordinárias 565.185.834 565.185.834 - 565.185.834 565.185.834 -
Ações preferenciais 35.575.041 35.575.041 - 35.575.041 35.575.041 -
Preço médio da ação (R$) 27,49 18,99 44,8% 25,55 20,82 22,7%
Preço de fechamento da ação (R$) 28,85 18,71 54,2% 28,85 18,71 54,2%
Volume médio diário negociado (R$ '000) 87.411 37.511 133,0% 78.882 53.085 48,6%
Valor de mercado (R$ '000) 17.331.951 11.240.236 54,2% 17.331.951 11.240.236 54,2%
Dívida bruta (R$ '000) 3.172.509 2.959.312 7,2% 3.172.509 2.959.312 7,2%
Caixa (R$ '000) 986.379 852.393 15,7% 986.379 852.393 15,7%
Dívida líquida (R$ '000) 2.186.130 2.106.919 3,8% 2.186.130 2.106.919 3,8%
P/FFO (Últimos 12 meses) 25,9 x 15,6 x 66,5% 25,9 x 15,6 x 66,5%
EV/EBITDA (Últimos 12 meses) 21,5 x 13,9 x 54,7% 21,5 x 13,9 x 54,7%
Dívida Líquida/EBITDA (Últimos 12 meses) 2,4 x 2,2 x 9,7% 2,4 x 2,2 x 9,7%

39
12. Dados Operacionais e Financeiros Relatório de Resultados 3T19

Dados Operacionais e Financeiros

Desempenho
Operacional (MTE % ) ¹ 3T19 3T18 Var.% 9M19 9M18 Var.%
ABL Shopping Center total final (m²) 834.074 834.415 0,0% 834.074 834.415 0,0%
ABL Shopping Center própria final (m²) 651.529 642.523 1,4% 651.529 642.523 1,4%
ABL Shopping Center própria % 78,1% 77,0% +111 p.b. 78,1% 77,0% +111 p.b.
ABL Torre Comercial total final (m²) 87.558 87.558 - 87.558 87.558 -
ABL Torre Comercial própria final (m²) 80.878 80.878 - 80.878 80.878 -
ABL Total final (m²) 921.632 921.973 -0,0% 921.632 921.973 -0,0%
ABL Própria final (m²) 732.407 723.401 1,2% 732.407 723.401 1,2%
ABL Shopping Center total ajustada (med.) (m²) ² 815.247 816.352 -0,1% 814.624 815.777 -0,1%
ABL Shopping Center própria ajustada (med.) (m²) ² 633.075 624.505 1,4% 629.455 624.254 0,8%
ABL Torre Comercial total (med.) (m²) ² 87.558 87.558 - 87.558 87.558 -
ABL Torre Comercial própria (med.) (m²) ² 80.878 80.878 - 80.878 80.878 -
ABL Total ajustada (med.) (m²) ² 902.805 903.910 -0,1% 902.182 903.335 -0,1%
ABL Própria ajustada (med.) (m²) ² 713.953 705.383 1,2% 710.333 705.132 0,7%
Vendas totais R$'000 3.804.218 3.615.026 5,2% 11.143.171 10.635.699 4,8%
Vendas totais R$/m² ³ 4.996 4.778 4,6% 14.889 13.988 6,4%
Vendas totais US$/pé² ³ 111 111 0,5% 332 325 2,3%
Vendas das lojas satélites R$/m² ³ 6.588 6.320 4,2% 19.539 18.519 5,5%
Vendas das lojas satélites USD/pé² ³ 147 147 0,2% 436 430 1,4%
Aluguel total R$/m² 381 346 10,2% 1.127 1.047 7,6%
Aluguel total USD/pé² 8,5 8,0 5,9% 25,1 24,3 3,4%
Vendas nas Mesmas Lojas ³ +5,4% +3,7% +162 p.b. +4,8% +1,9% +296 p.b.
Aluguel nas Mesmas Lojas ³ +10,8% +4,1% +672 p.b. +8,9% +3,7% +522 p.b.
Efeito IGP-DI +7,5% +1,8% +573 p.b. +6,8% +1,2% +563 p.b.
Custos de ocupação 4 12,9% 12,7% +18 p.b. 13,1% 13,1% +0 p.b.
Aluguel como % das vendas 7,6% 7,4% +20 p.b. 7,7% 7,6% +3 p.b.
Outros como % das vendas 5,3% 5,3% -2 p.b. 5,4% 5,5% -3 p.b.
Turnover 4 1,6% 1,8% -14 p.b. 4,1% 3,5% +55 p.b.
Taxa de ocupação 4 97,6% 97,7% -13 p.b. 97,4% 97,4% -1 p.b.
Inadimplência líquida 0,6% 0,8% -22 p.b. 1,8% 1,9% -2 p.b.
Perda de aluguel 1,3% 1,5% -21 p.b. 1,2% 1,4% -22 p.b.

1 Exceto para os indicadores de vendas totais, vendas de lojas satélites e custo de ocupação (100%).
2 ABL ajustada corresponde à ABL média do período, excluindo a área do supermercado BIG no BarraShoppingSul.
3 Considera apenas lojas que reportam venda e desconsidera vendas reportadas por quiosques. 40
4 Considera apenas informação de shopping centers.
13. Conciliação entre IFRS com CPC 19 (R2) e Gerencial Relatório de Resultados 3T19

13.1 Variações na Demonstração de Resultados – CPC 19 (R2) e Gerencial

Demonstração de Resultados CPC 19 R2 Gerencial Efeito CPC 19 R2 Gerencial Efeito


(R$'000) 3T19 3T19 Diferença 9M19 9M19 Diferença
Receita de locação 262.207 267.026 4.820 768.718 783.094 14.376
Receita de Serviços 28.647 28.630 (17) 86.849 86.678 (171)
Receita de cessão de direitos (2.574) (2.785) (212) (8.286) (8.895) (609)
Receita de estacionamento 53.485 54.753 1.268 157.029 160.847 3.817
Venda de imóveis (725) (725) - (1.353) (1.353) -
Apropriação de receita de aluguel linear 10.903 11.079 176 30.689 31.062 373
Outras receitas 3.620 3.609 (10) 7.661 7.832 171
Receita Bruta 355.562 361.588 6.025 1.041.307 1.059.265 17.957
Impostos e contribuições sobre vendas e serviços
(32.520) (32.990) (470) (96.569) (97.942) (1.373)
prestados
Receita Líquida 323.043 328.598 5.555 944.738 961.323 16.585
Despesas de sede (40.043) (40.062) (19) (120.390) (120.409) (19)
Remuneração baseada em ações (10.666) (10.666) - (43.305) (43.305) -
Despesas de propriedades (33.889) (35.401) (1.512) (102.100) (106.881) (4.782)
Despesas com novos projetos para locação (2.409) (2.409) - (10.138) (10.138) -
Despesas com novos projetos para venda (2.266) (2.266) - (4.743) (4.743) -
Custo de imóveis vendidos 751 751 - 653 653 -
Resultado de equivalência patrimonial 1.996 (503) (2.499) 6.704 (690) (7.394)
Outras receitas (despesas) operacionais (3.005) (2.969) 36 3.650 3.860 211
EBITDA 233.512 235.072 1.560 675.070 679.670 4.600
Receitas financeiras 18.801 18.932 131 59.681 60.201 521
Despesas financeiras (60.353) (60.997) (643) (174.924) (176.899) (1.975)
Depreciações e amortizações (56.985) (57.567) (582) (163.304) (165.031) (1.726)
Lucro Antes do Imposto de Renda 134.974 135.441 467 396.522 397.943 1.420
Imposto de renda e contribuição social (10.024) (10.176) (152) (60.700) (61.189) (488)
Imposto de renda e contribuição social diferidos (3.969) (4.284) (315) (8.873) (9.805) (932)
Participação dos acionistas minoritários 544 544 - 1.761 1.761 -
Lucro Líquido 121.525 121.525 - 328.710 328.710 -

As diferenças entre o Pronunciamento CPC 19 (R2) e os números gerenciais referem-se à participação de 37,5% no ShoppingSantaÚrsula, através da participação de 50,0% na Manati
Empreendimentos e Participações S.A., e à participação de 50,0% no Parque Shopping Maceió, através da participação de 50,0% no Parque Shopping Maceió S.A.
As principais variações no 3T19 e no 9M19, respectivamente, são: (i) aumento de R$4,8 M e R$14,4 M na receita de locação; (ii) aumento de R$1,5 M e de R$4,8 M nas despesas de
propriedades, (iii) aumento de R$0,5 M e de R$1,5 M no resultado financeiro, e (iv) aumento de R$0,6 M e de R$1,7 M com depreciação e amortização. Em decorrência das variações
acima, houve queda de R$2,5 M e de R$7,4 M no resultado de equivalência patrimonial, visto que o resultado dessas empresas passou a ser apresentado nesta conta.

41
13. Conciliação entre IFRS com CPC 19 (R2) e Gerencial Relatório de Resultados 3T19

13.2 Variações no Balanço Patrimonial – Ativo Total

IFRS com Efeito


ATIVO CPC 19 R2 Gerencial CPC 19 R2
(R$‘000) 30/9/2019 30/9/2019 Diferença
Ativo Circulante
Caixa e equivalentes a caixa 38.722 46.630 7.908
Aplicações financeiras 939.711 939.748 37
Contas a receber 248.241 254.216 5.975
Terrenos e imóveis a comercializar 37.325 37.325 -
Partes relacionadas 16.083 16.189 107
Impostos e contribuições sociais a compensar 27.479 28.341 862
Custos diferidos 41.007 42.041 1.035
Outros 28.826 29.619 793
Total do Ativo Circulante 1.377.394 1.394.111 16.717
Ativo não Circulante
Contas a receber 66.861 66.917 55
Terrenos e imóveis a comercializar 420.602 420.602 -
Partes relacionadas 9.955 9.955 -
Depósitos judiciais 32.903 32.955 51
Imposto de renda e contribuição social diferidos 22.259 24.912 2.652
Custos diferidos 110.904 112.745 1.841
Outros 6.756 6.756 -
Investimentos 149.665 20.998 (128.667)
Propriedades para investimento 6.807.897 6.954.185 146.288
Imobilizado 90.448 90.448 -
Intangível 359.015 359.879 864
Total do Ativo não Circulante 8.077.265 8.100.350 23.086

Total do Ativo 9.454.659 9.494.461 39.803

As principais diferenças referentes à participação de 37,5% no ShoppingSantaÚrsula e à participação de 50,0% no Parque Shopping Maceió são: (i) aumento de R$146,3 M em
propriedades para investimentos; e (ii) aumento de R$7,9 M em caixa e equivalentes a caixa; e (iii) aumento de R$6,0 M nas contas a receber.
Em decorrência das variações acima houve uma queda de R$128,7 M na conta de investimento, dado que ativos e passivos dessas empresas passaram a ser apresentados nesta conta
de acordo com o CPC 19 (R2).

42
13. Conciliação entre IFRS com CPC 19 (R2) e Gerencial Relatório de Resultados 3T19

13.3 Variações no Balanço Patrimonial – Total do Passivo e Patrimônio Líquido


IFRS com Efeito
PASSIVO CPC 19 R2 Gerencial CPC 19 R2
(R$‘000) 30/9/2019 30/9/2019 Diferença
Passivo Circulante
Empréstimos e financiamentos 171.621 177.602 5.981
Debêntures 235.514 235.514 -
Contas a pagar 111.039 113.191 2.152
Obrigações por aquisição de bens 35.570 35.570 -
Impostos e contribuições a recolher 25.546 26.302 756
Juros sobre capital próprio a pagar 165.535 165.535 -
Receitas diferidas 18.744 18.751 8
Outros 6.375 6.529 154
Total Passivo Circulante 769.944 778.994 9.050
Passivo não Circulante
Empréstimos e financiamentos 1.255.903 1.277.465 21.562
Contas a pagar 40.679 40.679 -
Debêntures 1.440.370 1.440.370 -
Imposto de renda e contribuições sociais diferidos 218.158 226.655 8.497
Obrigações por aquisição de bens 5.987 5.987 -
Phantom Stock Options 27.404 27.404 -
Provisão para contingências 12.498 12.498 -
Adiantamentos de clientes 88.338 88.338 -
Receitas diferidas 54.740 55.432 693
Total do Passivo não Circulante 3.144.077 3.174.829 30.752
Patrimônio Líquido
Capital social 2.988.062 2.988.062 -
Reserva de capital 1.011.545 1.011.545 -
Reserva de lucros 1.613.708 1.613.708 -
Gasto com emissão de ações -43.548 -43.548 -
Ações em tesouraria -93.643 -93.643 -
Efeitos em Transação de Capital -89.996 -89.996 -
Lucros Acumulados 138.941 138.941 -
Participação dos acionistas minoritários 15.569 15.569 -
Total do Patrimônio Líquido 5.540.638 5.540.638 -

Total do Passivo 9.454.659 9.494.461 39.803

As diferenças referentes ao CPC 19 R2: (i) aumento de R$27,5 M nas contas de empréstimos e financiamentos, dada a inclusão de 50,0% do Parque Shopping Maceió, que contratou um
financiamento do Banco do Nordeste; e (ii) aumento de R$8,5M imposto de renda e contribuições socias diferidos

43
14. Anexos Relatório de Resultados 3T19

14.1 Demonstração de Resultados Consolidados – De acordo com o Pronunciamento Contábil CPC 19 (R2)

De acordo com o Pronunciamento Contábil CPC 19 (R2)


(R$'000) 3T19 3T18 Var. % 9M19 9M18 Var. %
Receita de locação 262.207 240.974 8,8% 768.718 722.996 6,3%
Receita de Serviços 28.647 27.926 2,6% 86.849 77.014 12,8%
Receita de cessão de direitos (2.574) (2.284) 12,7% (8.286) (6.902) 20,0%
Receita de estacionamento 53.485 49.690 7,6% 157.029 146.370 7,3%
Venda de imóveis (725) 1.069 n.d. (1.353) 2.969 n.d.
Apropriação de receita de aluguel linear 10.903 10.866 0,3% 30.689 28.584 7,4%
Outras receitas 3.620 1.809 100,1% 7.661 7.054 8,6%
Receita Bruta 355.562 330.050 7,7% 1.041.307 978.085 6,5%
Impostos e contribuições sobre vendas e serviços prestados (32.520) (31.091) 4,6% (96.569) (90.856) 6,3%
Receita Líquida 323.043 298.959 8,1% 944.738 887.229 6,5%
Despesas de sede (40.043) (36.907) 8,5% (120.390) (106.047) 13,5%
Remuneração baseada em ações (10.666) (1.600) 566,8% (43.305) 28.532 n.d.
Despesas de propriedades (33.889) (29.533) 14,8% (102.100) (90.115) 13,3%
Despesas com novos projetos para locação (2.409) (3.090) -22,0% (10.138) (7.579) 33,8%
Despesas com novos projetos para venda (2.266) (1.556) 45,7% (4.743) (4.688) 1,2%
Custo de imóveis vendidos 751 (550) n.d. 653 (425) n.d.
Resultado de equivalência patrimonial 1.996 1.565 27,5% 6.704 5.176 29,5%
Outras receitas (despesas) operacionais (3.005) (1.956) 53,6% 3.650 (833) n.d.
EBITDA 233.512 225.333 3,6% 675.070 711.250 -5,1%
Receitas financeiras 18.801 23.727 -20,8% 59.681 61.874 -3,5%
Despesas financeiras (60.353) (61.711) -2,2% (174.924) (168.915) 3,6%
Depreciações e amortizações (56.985) (51.985) 9,6% (163.304) (152.621) 7,0%
Lucro Antes do Imposto de Renda 134.974 135.363 -0,3% 396.522 451.588 -12,2%
Imposto de renda e contribuição social (10.024) (14.168) -29,2% (60.700) (71.263) -14,8%
Imposto de renda e contribuição social diferidos ² (3.969) (5.335) -25,6% (8.873) (21.805) -59,3%
Participação dos acionistas minoritários 544 586 -7,2% 1.761 1.735 1,5%
Lucro Líquido 121.525 116.445 4,4% 328.710 360.255 -8,8%

(R$'000) 3T19 3T18 Var. % 9M19 9M18 Var. %


NOI 292.705 271.997 7,6% 854.337 807.835 5,8%
Margem NOI 89,6% 90,2% -58 p.b. 89,3% 90,0% -64 p.b.
EBITDA 233.512 225.333 3,6% 675.070 711.250 -5,1%
Margem EBITDA 72,3% 75,4% -309 p.b. 71,5% 80,2% -871 p.b.
Lucro Líquido 121.525 116.445 4,4% 328.710 360.255 -8,8%
Margem Lucro Líquido 37,6% 39,0% -133 p.b. 34,8% 40,6% -581 p.b.
FFO 182.479 173.766 5,0% 500.887 534.681 -6,3%
Margem FFO 56,5% 58,1% -164 p.b. 53,0% 60,3% -725 p.b.

44
14. Anexos Relatório de Resultados 3T19

14.2 Demonstração de Resultados Consolidados – Relatório Gerencial

(R$'000) 3T19 3T18 Var. % 9M19 9M18 Var. %


Receita de locação 267.026 245.263 8,9% 783.094 735.926 6,4%
Receita de serviços 28.630 27.914 2,6% 86.678 76.980 12,6%
Receita de cessão de direitos -2.785 -2.196 26,8% -8.895 -6.684 33,1%
Receita de estacionamento 54.753 50.744 7,9% 160.847 149.704 7,4%
Venda de imóveis -725 1.069 n.d. -1.353 2.969 n.d.
Apropriação de receita de aluguel linear 11.079 10.811 2,5% 31.062 28.364 9,5%
Outras receitas 3.609 2.043 76,7% 7.832 7.530 4,0%
Receita Bruta 361.588 335.648 7,7% 1.059.265 994.788 6,5%
Impostos e contribuições sobre vendas e serviços prestados -32.990 -31.510 4,7% -97.942 -92.106 6,3%
Receita Líquida 328.598 304.138 8,0% 961.323 902.682 6,5%
Despesas de sede -40.062 -36.917 8,5% -120.409 -106.074 13,5%
Remuneração baseada em ações -10.666 -1.600 566,8% -43.305 28.532 n.d.
Despesas de propriedades -35.401 -31.142 13,7% -106.881 -94.081 13,6%
Despesas de projetos para locação -2.409 -3.090 -22,0% -10.138 -7.579 33,8%
Despesas de projetos para venda -2.266 -1.556 45,7% -4.743 -4.688 1,2%
Custo de imóveis vendidos 751 -550 n.d. 653 -425 n.d.
Resultado de equivalência patrimonial -503 -109 363,3% -690 -419 64,7%
Outras receitas (despesas) operacionais -2.969 -1.941 52,9% 3.860 -832 n.d.
EBITDA 235.072 227.233 3,4% 679.670 717.118 -5,2%
Receitas financeiras 18.932 23.881 -20,7% 60.201 62.352 -3,4%
Despesas financeiras -60.997 -62.502 -2,4% -176.899 -171.394 3,2%
Depreciações e amortizações -57.567 -52.563 9,5% -165.031 -154.967 6,5%
Lucro Antes do Imposto de Renda 135.441 136.049 -0,4% 397.943 453.109 -12,2%
Imposto de renda e contribuição social -10.176 -14.648 -30,5% -61.189 -71.768 -14,7%
Imposto de renda e contribuição social diferidos -4.284 -5.542 -22,7% -9.805 -22.821 -57,0%
Participação dos acionistas minoritários 544 586 -7,2% 1.761 1735 1,5%
Lucro Líquido 121.525 116.445 4,4% 328.710 360.255 -8,8%

45
14. Anexos Relatório de Resultados 3T19

14.2 Demonstração de Resultados Consolidados – Relatório Gerencial

(R$'000) 3T19 3T18 Var. % 9M19 9M18 Var. %


NOI 297.457 275.676 7,9% 868.121 819.914 5,9%
Margem NOI 89,4% 89,9% -49 p.b. 89,0% 89,7% -67 p.b.
EBITDA 235.072 227.233 3,4% 679.670 717.118 -5,2%
Margem EBITDA 71,5% 74,7% -318 p.b. 70,7% 79,4% -874 p.b.
EBITDA Ajustado ¹ 245.738 228.833 7,4% 722.975 688.586 5,0%
Margem EBITDA Ajustado ¹ 74,8% 75,2% -46 p.b. 75,2% 76,3% -108 p.b.
Lucro Líquido 121.525 116.445 4,4% 328.710 360.255 -8,8%
Margem líquida 37,0% 38,3% -130 p.b. 34,2% 39,9% -572 p.b.
Lucro Líquido Ajustado ¹ 132.191 118.045 12,0% 372.015 331.723 12,1%
Margem líquida Ajustada ¹ 40,2% 38,8% 142 p.b. 38,7% 36,7% 195 p.b.
Fluxo de Caixa Operacional (FFO) 183.375 174.549 5,1% 503.545 538.043 -6,4%
Margem FFO 55,8% 57,4% -159 p.b. 52,4% 59,6% -722 p.b.
Fluxo de Caixa Operacional (FFO) Ajustado ¹ 194.041 176.149 10,2% 546.850 509.510 7,3%
Margem FFO Ajustado ¹ 59,1% 57,9% 113 p.b. 56,9% 56,4% 44 p.b.

1 Se a remuneração baseada em ações não for considerada. Mais detalhes sobre a linha de remuneração baseada em ações estão disponíveis na página 21.
46
14. Anexos Relatório de Resultados 3T19

14.3 Balanço Patrimonial (R$’000) – Gerencial

ATIVO 30/9/2019 30/6/2019 Var.%


Ativo Circulante
Disponibilidades e valores equivalentes 46.630 40.245 15,9%
Aplicações financeiras 939.748 881.872 6,6%
Contas a receber 254.216 266.975 -4,8%
Terrenos e imóveis a comercializar 37.325 36.531 2,2%
Partes relacionadas 16.189 16.123 0,4%
Impostos e contribuições sociais a compensar 28.341 34.127 -17,0%
Custos diferidos 42.041 40.078 4,9%
Outros 29.619 32.322 -8,4%
Total do Ativo Circulante 1.394.111 1.348.274 3,4%
Ativo não Circulante
Contas a receber 66.917 67.543 -0,9%
Terrenos e imóveis a comercializar 420.602 412.512 2,0%
Partes relacionadas 9.955 11.313 -12,0%
Depósitos judiciais 32.955 32.351 1,9%
Imposto de renda e contribuição social diferidos 24.912 24.735 0,7%
Custos diferidos 112.745 115.011 -2,0%
Outros 6.756 7.814 -13,5%
Investimentos 20.998 9.970 110,6%
Propriedades para investimento 6.954.185 6.922.803 0,5%
Imobilizado 90.448 88.930 1,7%
Intangível 359.879 357.328 0,7%
Total do Ativo não Circulante 8.100.350 8.050.309 0,6%

Total Ativo 9.494.461 9.398.583 1,0%

47
14. Anexos Relatório de Resultados 3T19

14.3 Balanço Patrimonial (R$’000) – Gerencial

PASSIVO 30/9/2019 30/6/2019 Var-%


Passivo Circulante
Empréstimos e financiamentos 177.602 198.799 -10,7%
Debêntures 235.514 208.683 12,9%
Contas a pagar 113.191 108.484 4,3%
Obrigações por aquisição de bens 35.570 35.477 0,3%
Impostos e contribuições a recolher 26.302 25.018 5,1%
Juros sobre capital próprio a pagar 165.535 95.811 72,8%
Receitas diferidas 18.751 18.745 0,0%
Outros 6.529 6.261 4,3%
Total Passivo Circulante 778.994 697.279 11,7%
Passivo não Circulante
Empréstimos e financiamentos 1.277.465 1.303.596 -2,0%
Contas a pagar 40.679 42.744 -4,8%
Debêntures 1.440.370 1.439.298 0,1%
Imposto de renda e contribuições social diferidos 226.655 222.194 2,0%
Obrigações por aquisição de bens 5.987 7.236 -17,3%
Outros 27.404 44.537 -38,5%
Provisão para contingências 12.498 12.628 -1,0%
Adiantamentos de clientes 88.338 88.338 0,0%
Receitas diferidas 55.432 52.290 6,0%
Total do Passivo não Circulante 3.174.829 3.212.863 -1,2%
Patrimônio Líquido
Capital social 2.988.062 2.988.062 -
Reserva de capital 1.011.545 1.007.835 0,4%
Reserva de lucros 1.613.708 1.613.708 -
Gasto com emissão de ações (43.548) (43.548) -
Ações em tesouraria (93.643) (100.312) -6,6%
Efeitos em Transação de Capital (89.996) (89.996) -
Lucros Acumulados 138.941 97.151 43,0%
Participação dos acionistas minoritários 15.569 15.542 0,2%
Total do Patrimônio Líquido 5.540.638 5.488.442 1,0%

Total Passivo 9.494.461 9.398.583 1,0%

48
14. Anexos Relatório de Resultados 3T19

14.4 Relacionamento com os Auditores Independentes – Instrução CVM 381/2003

Em atendimento ao disposto na Instrução da Comissão de Valores Mobiliários ("CVM") nº 381, de 14 de janeiro de 2003, a Companhia apresenta abaixo a
descrição das informações acerca dos serviços não relacionados à auditoria externa prestados pelos nossos auditores independentes ou partes a eles
relacionadas durante o terceiro trimestre de 2019:

Prazo de
Data da Contratação Natureza do serviço
duração ¹
Revisão do preenchimento de obrigação fiscal
03/05/2019 N/A
acessória

Assessoria tributária referente a aproveitamento de


06/05/2019 N/A
. benefício fiscal

O valor global dos honorários contratados para os serviços descritos acima (R$91 mil) representa cerca de 7% (sete por cento) dos honorários relativos aos
serviços de auditoria externa.

Exceto pelos serviços acima citados, não foram contratados quaisquer outros serviços não relacionados com auditoria externa junto aos nossos auditores
independentes e/ou suas partes relacionadas durante o terceiro trimestre de 2019.

A Companhia adota políticas de governança que visam evitar conflitos de interesse e preservar a independência e objetividade dos auditores independentes
contratados, quais sejam: (i) o auditor não deve auditar seu próprio trabalho; (ii) o auditor não deve exercer funções gerenciais no seu cliente; e (iii) o auditor
não deve promover os interesses do seu cliente.

As empresas contratadas declararam à Companhia que realizaram todos os procedimentos internos para assegurar que os serviços mencionados acima não
configuram conflito de interesses, tendo confirmado que a prestação de tais serviços não compromete a independência e objetividade necessárias ao
desempenho dos serviços de auditoria externa.

1. Superior a um ano.
49
15. Glossário Relatório de Resultados 3T19

12M: dado acumulado dos últimos 12 meses.


ABL: Área Bruta Locável, correspondente ao somatório de todas as áreas disponíveis para locação em shopping centers e torres comerciais, exceto Merchandising.
ABL Própria: refere-se à ABL total ponderada pela participação da Multiplan em cada shopping center e torre comercial.
Abrasce: Associação Brasileira de Shopping Centers.
Aluguel complementar: É a diferença (quando positiva) entre o aluguel mínimo e o aluguel com base em percentual das vendas, conforme definida em contrato.
Aluguel mínimo (ou Aluguel-base): É o aluguel mínimo do contrato de locação de um lojista. Caso um lojista não tenha contratado um aluguel-base, o aluguel mínimo será uma
porcentagem de suas vendas.
Aluguel nas Mesmas Lojas (na sigla em inglês SSR (Same Store Rent)): Variação do aluguel faturado das lojas em operação nos dois períodos comparados.
Aluguel por m²: soma do aluguel mínimo e complementar faturado dos lojistas dividido pelas respectivas ABL ocupadas. É válido notar que esta ABL inclui lojas que já estão locadas,
contudo ainda não começaram a operar (ex: lojas que estão sendo preparadas para a inauguração).
Aluguel sazonal: Aluguel adicional cobrado da maioria dos locatários geralmente em dezembro, devido às maiores vendas promovidas pelo Natal.
B3 (B3 – Brasil, Bolsa, Balcão): é a bolsa de valores brasileira, antiga Bolsa de Valores de São Paulo.
Banco de terrenos: Terrenos disponíveis à Companhia no entorno de seus ativos para o desenvolvimento de projetos futuros.
Brownfield: desenvolvimento de expansões ou projetos multiuso em shopping centers existentes.
CAGR (Compounded Annual Growth Rate): Taxa de Crescimento Anual Composta. Corresponde à média geométrica da taxa de crescimento em bases anuais.
CAPEX: (Capital Expenditure): Montante de recursos destinados ao desenvolvimento de novos shopping centers, expansões, melhorias dos ativos, projetos e equipamentos de
informática e outros investimentos. O CAPEX representa a variação do imobilizado, intangível, propriedades para investimento e depreciação. Os investimentos em ativos imobiliários para
venda são demonstrados na conta de terrenos e imóveis a comercializar.
CDI: Certificado de Depósito Interbancário. Certificados emitidos pelos bancos para geração de liquidez. Sua taxa média de 1 (um) dia, anualizada, é utilizada como referência para as
taxas de juros da economia brasileira.
Cessão de direitos (CD): Cessão de Direitos é o valor pago pelo lojista para ingressar no shopping center. O contrato de cessão de direitos, quando assinado, é contabilizado na conta de
receita diferida e no contas a receber. A receita é reconhecida na conta de receita de cessão de direitos em parcelas lineares durante o prazo do contrato de locação. A receita apropriada é
líquida de “luvas invertidas” ou outros incentivos oferecidos pela Companhia aos lojistas.
Crescimento orgânico: Crescimento da receita que não seja oriundo de aquisições, expansões e novos empreendimentos apurados no período em questão.
Custo de ocupação: É o custo de locação de uma loja como porcentagem das vendas. O custo de locação inclui o aluguel e outras despesas (despesas de condomínio e fundo de
promoção). Inclui somente as lojas que reportam vendas.
Debênture: Instrumento de dívida emitido pelas companhias para captação de recursos. As debêntures da Multiplan são do tipo não conversíveis, significando que não podem ser
convertidas em ações. Além disso, o titular da debênture não tem direito a voto.
Despesas de projetos para locação: Despesas pré-operacionais, atreladas a projetos greenfield, expansões de shopping centers e projetos de torres comerciais, contabilizadas como
despesa na demonstração de resultados, conforme estabelecido no pronunciamento CPC 04 de 2009.
Despesas de projetos para venda: Despesas pré-operacionais, geradas nas operações de desenvolvimento imobiliário para venda, contabilizadas como despesa na demonstração de
resultados, conforme pronunciamento CPC 04 de 2009.
Dívida Líquida/EBITDA: resultado da divisão da dívida líquida pelo EBITDA acumulado dos últimos doze meses. A dívida líquida é a soma de empréstimos e financiamentos, obrigações
por aquisição de bens e debêntures, deduzidos de caixa, equivalentes de caixa e aplicações financeiras.
EBITDA (Earnings Before Interest, Tax, Depreciation and Amortization): Lucro (prejuízo) líquido adicionado das despesas com IRPJ e CSLL, resultado financeiro, depreciação e
acionistas minoritários. O EBITDA não possui uma definição única, podendo não ser comparável ao EBITDA utilizado por outras companhias.
Efeito da linearidade: Método contábil que tem como objetivo retirar a volatilidade e sazonalidade das receitas de locação. O reconhecimento contábil da receita de locação, incluindo o
aluguel sazonal e reajustes contratuais quando aplicáveis, é baseado na linearização da receita durante o prazo do contrato independente do prazo de recebimento e de reajustes de
inflação. O efeito da linearidade é a contabilização da receita de locação que precisa ser adicionada ou subtraída da mesma para resultar em uma contabilização linear.

50
15. Glossário Relatório de Resultados 3T19

Efeito do reajuste do IGP-DI: É a média do aumento mensal do IGP-DI. Este aumento mensal é composto pela ponderação da variação anual de IGP-DI com um mês de atraso e o
percentual do aluguel reajustado em cada mês.
Lucro por Ação (na sigla em inglês EPS (Earnings per Share)): Constitui-se da divisão entre o Lucro Líquido e o saldo entre o número total de ações da Companhia deduzido do
número de ações mantidas em tesouraria.
Equivalência patrimonial: A contabilização do resultado da participação societária em empresas controladas é divulgado como equivalência patrimonial na demonstração do resultado da
controladora, representando o lucro líquido atribuível aos acionistas da controlada.
FFO (Fluxo de Caixa Operacional): O FFO busca estimar o fluxo de caixa da empresa ao excluir efeitos não caixa do Lucro Líquido da empresa. O FFO é a soma do Lucro Líquido com a
depreciação e o imposto de renda e contribuição social diferidos.
Greenfield: Desenvolvimento de novos projetos de shopping centers, torres comerciais e projetos multiuso.
IBGE: Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística.
IGP-DI (Índice Geral de Preços - Disponibilidade Interna): Índice de inflação apurado pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), com período de coleta do primeiro ao último dia do mês de
referência e divulgação próxima ao dia 20 do mês posterior. Possui a mesma composição do IGP-M (Índice Geral de Preços do Mercado), diferenciando-se apenas o período de coleta.
Inadimplência líquida: Percentual não recebido do aluguel vencido no trimestre analisado, considerando o recebimento de períodos anteriores.
IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo): Calculado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, é o indicador nacional de inflação com período de coleta do primeiro ao
último dia do mês de referência.
Lojas âncora: Grandes lojas conhecidas pelo público, com características estruturais e mercadológicas especiais, que funcionam como força de atração de consumidores. As lojas devem
ter mais de 1.000 m² para serem consideradas âncoras.
Lojas satélite: Lojas até 1.000 m², localizadas no entorno das lojas âncora e destinadas ao comércio em geral.
Margem EBITDA: EBITDA dividido pela Receita Líquida.
Margem NOI: NOI dividido pela receita de locação, linearidade e receita de estacionamento.
Merchandising: É todo tipo de locação em um shopping center não vinculada à ABL. Merchandising inclui receitas de quiosques, stands, cartazes, painéis eletrônicos, locação de espaços
em pilares, áreas de estacionamento, portas e escadas rolantes, entre outros pontos de exposição em um shopping.
Mix de lojistas: Composição estratégica das lojas definida pelo administrador dos shoppings.
Multiuso: Estratégia baseada no desenvolvimento de empreendimentos residenciais, comerciais, corporativos entre outros em áreas próximas aos shopping centers.
Perda de aluguel: baixas geradas pela inadimplência de lojistas.
Receita de estacionamento: receita de estacionamento líquida dos valores repassados aos sócios da Multiplan nos shopping centers e aos condomínios.
Resultado Operacional Líquido (na sigla em inglês NOI (Net Operating Income)): Refere-se à soma do resultado das operações de locação (receita de locação, linearidade e despesas
de propriedades) e o resultado das operações de estacionamento (receitas e despesas). Impostos não são considerados.
Taxa de administração: Tarifa cobrada aos locatários e aos demais sócios do shopping para custear a administração do shopping.
Taxa de ocupação: ABL locada dividida pela ABL total.
TJLP: Taxa de Juros de Longo Prazo – custo usual de financiamento apurado pelo BNDES.
TR: Taxa Referencial (TR) é uma taxa de juros de referência utilizada principalmente na composição do cálculo de rendimentos da caderneta de poupança e de custos financeiros de
operações como empréstimos do Sistema Financeiro da Habitação. É calculada pelo Banco Central do Brasil.
Turnover (troca de lojas): ABL dos shopping centers em operação locada no período, dividido pela ABL total de shopping centers em operação.
Vacância: ABL disponível para locação.
Valor geral de vendas (VGV): Somatório do valor de venda de todas as unidades de um determinado projeto imobiliário para venda.
Venda nas mesmas lojas (na sigla em inglês SSS (Same Store Sales)): Variação nas vendas informadas das lojas que estavam em operação em ambos os períodos de comparação.
Venda por m²: O cálculo de vendas/m² considera apenas a ABL de lojas âncoras e satélites que reportam vendas, e exclui as vendas de quiosques, pois estas operações não estão
incluídas na ABL total.
Vendas: Volume de vendas reportadas pelos lojistas em cada um dos shopping centers. Inclui as vendas realizadas em quiosques.

51

Interesses relacionados