Você está na página 1de 51

Aula 03

Conhecimentos Pedagógicos p/ Institutos Federais


Professores: Fabiana Firmino, Fernanda Lima
Teoria e exercícios
! Conhecimentos Pedagógicos p/ Institutos Federais
Profas. Fernanda Lima e Fabiana Firmino Aula 03
!
AULA 03: Papel político pedagógico e organicidade do ensinar,
aprender e pesquisar. Projeto político-pedagógico no ambiente
organizacional. Concepção, princípios e eixos norteadores. Gestão
educacional decorrente da concepção do projeto político-
pedagógico. *Parâmetros Curriculares Nacionais.

SUMÁRIO PÁGINA
1. Apresentação 01
2. Projeto Político Pedagógico: Concepção, princípios e 03
eixos norteadores
3. Papel político pedagógico e organicidade do ensinar, 13
aprender e pesquisar
4- Gestão educacional decorrente da concepção do 16
projeto político-pedagógico
5- PCN’s 20
6- Questões 31
7- Gabarito 47
8- Bibliografia 48

07123239458

Olá, estimados (as)!

Estamos de volta!
Terceira aula. Momento de concentrarmos para que o conteúdo
possa ser assimilado de forma eficiente.

!∀#∃%&∋(∀)∗)+∗&,−.∗&(&∋∗/−∗)∗&∋−∀.−)#&&&&&&&&&∀∀∀#∃%&∋(&∃)∗(+,−+.∋%,%#+,/#0∋!!!!!!!!!!!∀#∃%&∋!1!()!23!
Teoria e exercícios
! Conhecimentos Pedagógicos p/ Institutos Federais
Profas. Fernanda Lima e Fabiana Firmino Aula 03
ATENÇÃO:
Hoje, além dos conteúdos previstos no cronograma, também
estudaremos os PCN`s que eram tema da próxima aula.
Realocamos os PCN`s para facilitar e avançar nossos estudos,
melhorando também para fins didáticos, a disposição do
cronograma das aulas de nosso curso.

Lembrem-se que os vencedores são os que perseveram. Concurso


público é uma maratona e quem se prepara, sempre consegue
cumprir a prova! ☺

Vida de concurseiro não é fácil, mas o contra cheque brilhante e a


sensação de servir ao Estado depois não têm preço.

Continue na luta! Persevere. Como já dissemos antes, só não


passa quem não persiste! ☺

Vamos lá.

Pois bem, vamos prosear um pouco sobre Projeto Político-Pedagógico


da Escola.

Tias, vcs são mineiras? Prosear é muito caipora.07123239458

Não somos mineiras mas somos comedoras de pães de queijo


quentinhos!

Quem gosta de pão de queijo, dê uma passadinha no fórum e diga:


‘’ Tias, cheguei até a aula 3 e quando for empossado pago uma
rodada de pão de queijo para vocês”. Rsrsrsrsrs. Queremos
controlar quantos alunos chegaram até aqui. ☺

!∀#∃%&∋(∀)∗)+∗&,−.∗&(&∋∗/−∗)∗&∋−∀.−)#&&&&&&&&&∀∀∀#∃%&∋(&∃)∗(+,−+.∋%,%#+,/#0∋!!!!!!!!!!!∀#∃%&∋!4!()!23!
Teoria e exercícios
! Conhecimentos Pedagógicos p/ Institutos Federais
Profas. Fernanda Lima e Fabiana Firmino Aula 03
Estão prontos? Então vamos sair do Candy Crush e vamos para a
luta! rs

Agora iremos à 1a parte de nossa aula, belezinha?

O que é o PPP (PROJETO POLÍTICO-PEDAGÓGICO)?


Para facilitar o entendimento, desmembraremos o termo:

Projeto = algo que se tem a intenção de executar.

Político= ligado ao coletivo, a participação do cidadão.

Pedagógico= com fins educacionais.

CONCEPÇÃO, PRINCÍPIOS E EIXOS NORTEADORES:

O PPP é um DOCUMENTO que tem por objetivo apontar um rumo, uma


direção, um norte para uma obrigação coletiva.

COLETIVA: O PPP só faz sentido ser for feito por todos os que estão
07123239458

envolvidos na prática educativa. O PPP é a voz de quem está envolvido.

Você deve se lembrar que o PPP não é apenas um documento que


cumpre uma função burocrática, mas sim a porta de entrada para
que os planos coletivos surtam efeito na prática educativa.

O Projeto Político-pedagógico também é conhecido como Proposta


Pedagógica.

!∀#∃%&∋(∀)∗)+∗&,−.∗&(&∋∗/−∗)∗&∋−∀.−)#&&&&&&&&&∀∀∀#∃%&∋(&∃)∗(+,−+.∋%,%#+,/#0∋!!!!!!!!!!!∀#∃%&∋!5!()!23!
Teoria e exercícios
! Conhecimentos Pedagógicos p/ Institutos Federais
Profas. Fernanda Lima e Fabiana Firmino Aula 03
O PPP oferece ao gestor um direcionamento das ações a serem
implementadas. O que deve ficar claro para nós é que o PPP representa
uma coletividade e não pode ser um mero documento burocrático. O que
for definido, decidido e planejado deve ser norteador para a PRÁTICA.

Ou seja: não deve apenas ficar no papel. O PPP deve dar um


direcionamento prático que interfere diretamente nas ações
educacionais.

O PPP é um documento que segue as exigências da Lei de Diretrizes e


Bases da Educação Nacional, a Lei 9.394/96. De acordo com a Lei
9.394/96 ''os estabelecimentos de ensino, respeitadas as normas comuns
e as do seu sistema de ensino, terão a incumbência de elaborar e
executar sua proposta pedagógica''.

O PPP, feito em coletividade é um documento que deve apontar um rumo,


uma direção e como ensina Veiga (1998, p. 11) deve também, explicitar
os fundamentos teóricos, fundamenta-se na unicidade teoria e prática
estabelecidas em parâmetros curriculares, ações conscientes e
organizadas da escola, tendo como pressuposto a reflexão coletiva que
articule a escola, família e comunidade.
Como o PPP é realizado?
07123239458

O PPP deve ser feito a partir do diálogo entre as diferentes esferas


da comunidade escolar a fim de organizar e planejar o trabalho
administrativo-pedagógico, buscando soluções para os problemas
que são diagnosticados.

No PPP devem ficar claros os objetivos, a missão, a visão, as


metas e as ações que determinam o caminho de autonomia da
instituição escolar.

!∀#∃%&∋(∀)∗)+∗&,−.∗&(&∋∗/−∗)∗&∋−∀.−)#&&&&&&&&&∀∀∀#∃%&∋(&∃)∗(+,−+.∋%,%#+,/#0∋!!!!!!!!!!!∀#∃%&∋!6!()!23!
Teoria e exercícios
! Conhecimentos Pedagógicos p/ Institutos Federais
Profas. Fernanda Lima e Fabiana Firmino Aula 03

O PPP é norteado por cinco princípios:

1- IGUALDADE: deve haver igualdade no acesso e permanência na


escola.

Essa igualdade deve ser mantida tanto no ingresso quanto na


permanência na escola.

Esse princípio é um obstáculo constante, pois sabemos as


divergências existentes no ensino atual.

2- QUALIDADE: qualidade de educação para todas as pessoas.


NÃO DEVE HAVER PRIVILÉGIO DE MINORIAS ECÔNOMICAS E
SOCIAIS.

O PPP deve pautar-se pela qualidade igualitária.


Essa tarefa é complexa pois há diferenças sociais nítidas em nossa
sociedade.

07123239458

A qualidade tem duas dimensões que não se separam: técnica/formal


e política.

A dimensão técnica/formal tem relação com os instrumentos e a


técnica.

A dimensão formal não necessita de conteúdos determinados, como


explica o professor Pedro Demo.

!∀#∃%&∋(∀)∗)+∗&,−.∗&(&∋∗/−∗)∗&∋−∀.−)#&&&&&&&&&∀∀∀#∃%&∋(&∃)∗(+,−+.∋%,%#+,/#0∋!!!!!!!!!!!∀#∃%&∋!2!()!23!
Teoria e exercícios
! Conhecimentos Pedagógicos p/ Institutos Federais
Profas. Fernanda Lima e Fabiana Firmino Aula 03

Demo afirma que a qualidade formal:


"( ...) significa a habilidade de manejar meios, instrumentos,
formas, técnicas, procedimentos diante dos desafios do
desenvolvimento" (1994, p.14).

Já a dimensão política está relacionada à competência humana em


termos de se fazer história, como nos ensina Demo.

As duas dimensões estão juntas porque a qualidade formal está


relacionada à qualidade política que por sua vez depende da competência
dos meios.



É importante saber que:

A escola de qualidade deve se preocupar com a repetência e a evasão. E


que isso inclui as dimensões técnica/formal e a política.
Continuando os princípios:

3- GESTÃO DEMOCRÁTICA: é um princípio consagrado pela Constituição


07123239458

vigente e abrange as dimensões pedagógica, administrativa e


financeira.

Ela, a gestão democrática, exige uma ruptura histórica na prática


administrativa da escola, com o enfrentamento das questões de exclusão
e reprovação e da não-permanência do aluno na sala de aula, o que vem
provocando a marginalização das classes populares. Esse compromisso
implica a construção coletiva de um projeto político-pedagógico ligado à

!∀#∃%&∋(∀)∗)+∗&,−.∗&(&∋∗/−∗)∗&∋−∀.−)#&&&&&&&&&∀∀∀#∃%&∋(&∃)∗(+,−+.∋%,%#+,/#0∋!!!!!!!!!!!∀#∃%&∋!7!()!23!
Teoria e exercícios
! Conhecimentos Pedagógicos p/ Institutos Federais
Profas. Fernanda Lima e Fabiana Firmino Aula 03
educação das classes populares.

Isso significa que a gestão democrática contribui na compreensão dos


problemas postos pela prática pedagógica e tem por objetivo unir a
concepção e execução, a teoria e a prática.

A gestão democrática faz com que a participação das pessoas seja


fortalecida para garantir o controle dos acordos estabelecidos.



PRESTE ATENÇÃO!

Se por um lado a gestão democrática força a socialização,


por outro, isso dificulta a execução desse princípio (gestão
democrática) pois isso implica também a ampla participação dos
diferentes segmentos da escola nas decisões. E sabemos que opiniões
distintas nem sempre são fáceis de conseguir o consenso entre a
comunidade escolar.

Continuando com o quarto princípio.

4- LIBERDADE: também é outro princípio constitucional. Ele está ligado


07123239458

à ideia de autonomia.

Nesse princípio, a liberdade está ligada ao ato de aprender, de ensinar e


de divulgar o saber de aprender de forma intencional.

5- VALORIZAÇÃO DO MAGISTÉRIO: tudo que for relacionado ao bom


desempenho do profissional de educação. Formação inicial e continuada,
condições de trabalho, dedicação integral à escola, redução da quantidade
de alunos em sala de aula, remuneração digna.

!∀#∃%&∋(∀)∗)+∗&,−.∗&(&∋∗/−∗)∗&∋−∀.−)#&&&&&&&&&∀∀∀#∃%&∋(&∃)∗(+,−+.∋%,%#+,/#0∋!!!!!!!!!!!∀#∃%&∋!8!()!23!
Teoria e exercícios
! Conhecimentos Pedagógicos p/ Institutos Federais
Profas. Fernanda Lima e Fabiana Firmino Aula 03

A valorização do magistério é um princípio central


na discussão do projeto político-pedagógico.

É importante saber que um profissional valorizado,


conseguirá atingir os demais princípios do projeto político-pedagógico com
tranquilidade.

Eixos norteadores:
Na LDB estão inclusos, em destaque, três grandes eixos relacionados à
construção do PPP:

07123239458

! O eixo da flexibilidade está vinculado à autonomia, possibilitando


que a escola organize seu próprio trabalho pedagógico.

! Eixo de avaliação que reforça um aspecto importante a ser


observado nos diversos níveis do ensino público.

! O eixo da liberdade que se expressa no âmbito do pluralismo de


ideias e concepções pedagógicas e da proposta de gestão

!∀#∃%&∋(∀)∗)+∗&,−.∗&(&∋∗/−∗)∗&∋−∀.−)#&&&&&&&&&∀∀∀#∃%&∋(&∃)∗(+,−+.∋%,%#+,/#0∋!!!!!!!!!!!∀#∃%&∋!9!()!23!
Teoria e exercícios
! Conhecimentos Pedagógicos p/ Institutos Federais
Profas. Fernanda Lima e Fabiana Firmino Aula 03
democrática do ensino público, que será definida em cada sistema
de ensino.

De acordo com De Rossi (2004), o desafio da escola é construir um


projeto emancipatório, transformador, que valorize a sua cultura e
identidade e que supere uma visão meramente burocrática, reguladora e
disciplinadora do PPP.

E na prova, o que é cobrado, Professora?


∀!
%,
);
! %∋
∃?! ∃&)5∃%! 4≅5)
- Você deve saber que o Projeto Político-pedagógico é um documento
obrigatório.

As bancas gostam de averiguar se você sabe que o PPP é um


07123239458

documento produzido como resultado do diálogo de vários


segmentos da comunidade escolar e tem por objetivo organizar o
trabalho administrativo-pedagógico. E que ele também tem a função
de solucionar problemas.

- O papel do PPP é nortear as ações coletivas para que a teoria e


prática andem juntas.

- O PPP deve fazer com que os entes educativos reflitam de forma coletiva

!∀#∃%&∋(∀)∗)+∗&,−.∗&(&∋∗/−∗)∗&∋−∀.−)#&&&&&&&&&∀∀∀#∃%&∋(&∃)∗(+,−+.∋%,%#+,/#0∋!!!!!!!!!!!∀#∃%&∋!:!()!23!
Teoria e exercícios
! Conhecimentos Pedagógicos p/ Institutos Federais
Profas. Fernanda Lima e Fabiana Firmino Aula 03
(escola, família e comunidade).

- Não pode ser visto apenas como um documento, mas ao contrário deve
ser encarado como uma ação intencional, feita por quem vive a
prática educativa em diversas formas, seja como educador, família,
sociedade.



Também é importante que você entenda as características de cada
princípio norteador que são: IGUALDADE, QUALIDADE, GESTÃO
DEMOCRÁTICA, LIBERDADE E VALORIZAÇÃO DO MAGISTÉRIO.
Sabendo o que cada um representa dentro do projeto.

As bancas gostam de misturar as características de cada princípio, então


a dica das Tias aqui é que fiquem claros cada um deles. Leia com atenção
o que cada princípio contempla e corra para o abraço. rsrsrsrs.

Bem, estimados alunos, para finalizarmos é importante saber que:

- A efetivação da prática da formulação COLETIVA do projeto


07123239458

pedagógico ainda é, na maior parte dos casos, bastante precária.


Vigora mais como um princípio educativo do que como instrumento
concreto de mudanças institucionais e de mudanças de
comportamento e das práticas dos professores.

- Em boa parte das escolas, predomina o modelo burocrático de


gestão: decisões são centradas, falta de espírito de equipe,
docentes ocupados apenas com suas atividades de aula, relações

!∀#∃%&∋(∀)∗)+∗&,−.∗&(&∋∗/−∗)∗&∋−∀.−)#&&&&&&&&&∀∀∀#∃%&∋(&∃)∗(+,−+.∋%,%#+,/#0∋!!!!!!!!!!!∀#∃%&∋!13!()!23!
Teoria e exercícios
! Conhecimentos Pedagógicos p/ Institutos Federais
Profas. Fernanda Lima e Fabiana Firmino Aula 03
entre professores e alunos ainda formais e regidas por regras
disciplinares.



QUEREMOS SUA ATENÇÃO AQUI:

O citado acima são fatos que ocorrem ainda em diversas escolas


de nosso país, e as bancas gostam de saber se temos esse olhar
crítico acerca da educação, pois como ensinou Paulo Freire, a
educação só se transforma, quando nós nos transformarmos. E
sabemos que ainda (infelizmente) há muita transformação a ser
feita.

Continuando...
O PPP é o documento que reflete as intenções, os objetivos, as
aspirações e os ideais da equipe escolar, tendo em vista um
processo de escolarização que atenda a todos os alunos.

De acordo com Libâneo, há quatro razões que justificam o PPP:

1- Na escola, a direção, os especialistas, os professores, os


07123239458

funcionários e os alunos estão envolvidos em uma atividade


conjunta para a formação humana desses últimos.

2- O projeto resulta de práticas participativas. O trabalho coletivo, a


gestão participativa, é exigência ligada à própria natureza da ação
pedagógica.

!∀#∃%&∋(∀)∗)+∗&,−.∗&(&∋∗/−∗)∗&∋−∀.−)#&&&&&&&&&∀∀∀#∃%&∋(&∃)∗(+,−+.∋%,%#+,/#0∋!!!!!!!!!!!∀#∃%&∋!11!()!23!
Teoria e exercícios
! Conhecimentos Pedagógicos p/ Institutos Federais
Profas. Fernanda Lima e Fabiana Firmino Aula 03

3- A formulação do projeto é também, prática educativa, manifestação


do caráter formativo do ambiente de trabalho.

4- O projeto expressa o grau de autonomia da equipe escolar.


O PPP considera o já instituído (legislação currículos, conteúdos, métodos,
formas organizativas da escola e outros), mas tem também algo de
instituinte.

O grupo de profissionais da escola pode criar, reinventar a


instituição, os objetivos e as metas mais compatíveis com os
interesses dela e da comunidade.

A característica instituinte do projeto significa que ele institui, estabelece,


cria objetivos, procedimentos, instrumentos, modos de agir, formas de
ação, estruturas, hábitos, valores. Significa também, que a cada período
do ano letivo é avaliado para que se tomem novas decisões, se retome o
rumo, se corrijam desvios.

07123239458

ISTO AQUI É IMPORTANTE SABER:


Todo projeto é, portanto, inconcluso, porque as escolas são
instituições marcadas pela interação entre pessoas, por sua
intencionalidade, pela interligação como que acontece em seu
exterior (na comunidade, no país, no mundo), o que leva a
concluir que elas não são iguais. As organizações são, pois,
construídas e reconstruídas socialmente.

!∀#∃%&∋(∀)∗)+∗&,−.∗&(&∋∗/−∗)∗&∋−∀.−)#&&&&&&&&&∀∀∀#∃%&∋(&∃)∗(+,−+.∋%,%#+,/#0∋!!!!!!!!!!!∀#∃%&∋!14!()!23!
Teoria e exercícios
! Conhecimentos Pedagógicos p/ Institutos Federais
Profas. Fernanda Lima e Fabiana Firmino Aula 03
RELFEXÃO SOBRE PAPEL POLÍTICO PEDAGÓGICO E
ORGANICIDADE DO ENSINAR, APRENDER E PESQUISAR

A atividade educativa é política, pois prepara o aluno para o


desenvolvimento da cidadania, desempenhando assim uma função
política. Essa função pode ser descaracterizada dentro do processo
educativo que muitas vezes não leva em conta a realidade do aluno,
realizando apenas a transferência dos conteúdos.

Temos que ter em mente que o conhecimento só é importante quando


promove no aluno a sua capacidade de constituir novas relações com a
realidade vivida. Sem esse vínculo com a realidade, o conhecimento se
dissipa em acúmulos de informações sendo incapaz de ampliar e
estabelecer a consciência crítica dos alunos.

A escola tem a função de preparar o aluno ao exercício da cidadania para


a sociedade. Para essa situação ocorrer de forma adequada, é necessário
que toda a sua organização esteja em sintonia com os princípios,
currículo, livro didático e toda a sua estrutura global. Para que a escola se
apresente como democrática é necessário desenvolver uma educação
07123239458

escolar que envolva os interesses que transcorrem na sociedade, levando


o aluno a compreender o papel de cada um dentro desse contexto social
para poder assim intervir nas ações dessa sociedade.

Devemos pensar que deveria ser uma escola em que os funcionários e


todos os envolvidos trabalhassem de forma organizada, em que cada um
poderia expor suas ideias e opiniões divergentes juntamente com a
comunidade que deveria ter sua participação ativa dentro do sistema. O
que torna o ensino organizado e bem estruturado é a capacidade de

!∀#∃%&∋(∀)∗)+∗&,−.∗&(&∋∗/−∗)∗&∋−∀.−)#&&&&&&&&&∀∀∀#∃%&∋(&∃)∗(+,−+.∋%,%#+,/#0∋!!!!!!!!!!!∀#∃%&∋!15!()!23!
Teoria e exercícios
! Conhecimentos Pedagógicos p/ Institutos Federais
Profas. Fernanda Lima e Fabiana Firmino Aula 03
incorporar em seu processo pedagógico, o desenvolvimento de ações e
conhecimentos que leve o aluno a conhecer o mundo sendo sujeito capaz
de agir neste mesmo mundo para transformá-lo.

Podemos completar afirmando que a relação entre ensino e aprendizagem


não é mecânica pois não ocorre a simples transmissão de conhecimentos.
Ela deve ser mútua! Dentro desse contexto, além da organização que foi
citada, temos ainda o processo de aprender e pesquisar que devem
caminhar juntos. O professor deve saber fazer a ligação entre os
trabalhos escolares e as condições prévias dos alunos para que estes
possam enfrenta-los, analisa-los e pesquisa-los, pois é assim que nascem
as forças impulsoras da aprendizagem.

O envolvimento do educando no estudo ativo com pesquisas e análises


consistentes, depende de que o ensino seja organizado de tal forma que
as dificuldades tornem-se dificuldades subjetivas na reflexão do aluno,
gerando nele uma tensão e ambição para superá-las.

O professor deve criar condições favoráveis ao aluno e a partir de suas


necessidades buscar os interesses e experiências proporcionando assim,
novos conhecimentos. O aluno deve ser ativo e investigador. A
aprendizagem organizada é caracterizada por sua intenção específica de
aprender determinados conhecimentos,
07123239458
habilidades e normas de
convivência social. Apesar de tudo isso poder acontecer em qualquer
ambiente, é na escola que são organizadas as condições da
aprendizagem, transmissão e assimilação de habilidades específicas. Esta
organização intencional é função específica do ensino.

PROJETO POLÍTICO PEDAGÓGICO NO AMBIENTE


ORGANIZACIONAL

Libâneo (2001) elenca quatro áreas de ação em que a organização do

!∀#∃%&∋(∀)∗)+∗&,−.∗&(&∋∗/−∗)∗&∋−∀.−)#&&&&&&&&&∀∀∀#∃%&∋(&∃)∗(+,−+.∋%,%#+,/#0∋!!!!!!!!!!!∀#∃%&∋!16!()!23!
Teoria e exercícios
! Conhecimentos Pedagógicos p/ Institutos Federais
Profas. Fernanda Lima e Fabiana Firmino Aula 03
espaço escolar deve abranger:

" A organização da vida escolar - relacionado a organização do


trabalho escolar em função de sua especificidade de seus objetivos.

" Organização do processo de ensino e aprendizagem – refere-se


basicamente, aos aspectos de organização do trabalho do professor
e dos alunos na sala de aula.

" Organização das atividades de apoio técnico administrativo – tem a


função de fornecer o apoio necessário ao trabalho docente.

" Organização de atividades que vinculam escola e comunidade –


refere-se as relações entre a escola e o ambiente externo: com os
níveis superiores da gestão de sistemas escolar, pois, com as
organizações políticas e comunitárias (...) (LIBÂNEO, 2001, pp.
174, 175, 176).

Se fizermos uma reflexão chegaremos à conclusão de que o projeto


político pedagógico é a própria organização do espaço escolar.
Compreendemos esta dimensão como a maneira que a escola organiza
suas atividades administrativas, pedagógicas, curriculares juntamente
com os propósitos democráticos que fazem parte dessa organização. O
07123239458

PPP deve ser o resultado da organização desse espaço escolar que deve
ser regido por ideias comuns e com a participação de todos.

A SEGUNDA PARTE DA AULA É BASTANTE CONECTADA COM O


ASSUNTO ANTERIOR. TÓPICO DO EDITAL DE GRANDE
IMPORTÂNCIA PARA NÓS. ENTRETANTO, BASTA UMA PESQUISA
RÁPIDA PARA VERIFICAR O QUÃO DIFÍCIL É ENCONTRAR ESSE
TEMA. SENDO ASSIM, FIZEMOS PESQUISAS EXAUSTIVAS E A

!∀#∃%&∋(∀)∗)+∗&,−.∗&(&∋∗/−∗)∗&∋−∀.−)#&&&&&&&&&∀∀∀#∃%&∋(&∃)∗(+,−+.∋%,%#+,/#0∋!!!!!!!!!!!∀#∃%&∋!12!()!23!
Teoria e exercícios
! Conhecimentos Pedagógicos p/ Institutos Federais
Profas. Fernanda Lima e Fabiana Firmino Aula 03
PARTIR DISSO, CONFECCIONAMOS A AULA, BASEANDO NAS
IDEIAS DOS PRINCIPAIS AUTORES QUE ESTUDAM SOBRE ESSE
ASSUNTO.

AGORA, MÃOS À OBRA!

GESTÃO EDUCACIONAL DECORRENTE DA CONCEPÇÃO DO PROJETO


POLÍTICO-PEDAGÓGICO

A preocupação com a melhoria da qualidade da Educação levantou a


necessidade de descentralização e democratização da gestão escolar e
consequentemente, a participação tornou-se um conceito nuclear.

Vários autores explicam que o entendimento do conceito de gestão já


pressupõe, em si, a ideia de participação, isto é, do trabalho associado
de pessoas analisando situações e decidindo sobre seu encaminhamento e
agir sobre elas em conjunto.

Como ensina a professora Zaíra Leite, a palavra participação deriva-se


do latim participatio que significa ter parte na ação. Sendo assim,
crianças, para ter parte na ação é preciso ter acesso ao agir e às decisões
que orientem o agir.

07123239458

Executar uma ação não significa ter parte, ou seja, responsabilidade sobre
a ação. E só será sujeito da ação quem puder decidir sobre ela.
A participação tem como característica fundamental a força de atuação
consciente, pela qual os membros de uma unidade social (de um grupo,
de uma equipe) reconhecem e assumem seu poder de exercer uma
influência na determinação da dinâmica, da cultura da unidade social, a
partir da competência e vontade de compreender, decidir e agir em
conjunto.

!∀#∃%&∋(∀)∗)+∗&,−.∗&(&∋∗/−∗)∗&∋−∀.−)#&&&&&&&&&∀∀∀#∃%&∋(&∃)∗(+,−+.∋%,%#+,/#0∋!!!!!!!!!!!∀#∃%&∋!17!()!23!
Teoria e exercícios
! Conhecimentos Pedagógicos p/ Institutos Federais
Profas. Fernanda Lima e Fabiana Firmino Aula 03
∀ ∀ ∀ ∀ ∀ ∀ ∀ ∀

∀ ∀ ∀ ∀ ∀ ∀ ∀ ∀
∀ ∀ ∀ ∀ ∀ ∀ ∀ ∀
Trabalhar a gestão educacional decorrente do projeto político-
pedagógico significa trabalhar em conjunto, no sentido de
formação de grupo, requer compreensão dos processos grupais
para desenvolver competências que permitam realmente aprender
com o outro e construir de forma participativa.

Estimados, leiam a seguir a definição de grupo por Pichin-Riviere “sendo


um grupo um conjunto restrito de pessoas ligadas entre si por constantes
espaço e tempo, articuladas por sua mútua representação interna
interatuando por meio de complexos mecanismos de assunção e
atribuição de papéis, que se propõe de forma explícita ou implícita uma
tarefa que constitui finalidade”.

Sobre explícito quer dizer o observável, o que se vê. Entretanto, abaixo


dele está o que é implícito. Este é constituído de medos básicos (diante de
mudanças, ora alternativas transformadoras ora resistência à mudança).
Pichin ainda ensina que a resistência à mudança é consequência dos
medos básicos que São o “medo à perda”.
07123239458

Das estruturas existentes e “medo do ataque” frente à novas situações,


nas quais a pessoa sente-se insegura por falta de instrumentação.

!∀#∃%&∋(∀)∗)+∗&,−.∗&(&∋∗/−∗)∗&∋−∀.−)#&&&&&&&&&∀∀∀#∃%&∋(&∃)∗(+,−+.∋%,%#+,/#0∋!!!!!!!!!!!∀#∃%&∋!18!()!23!
Teoria e exercícios
! Conhecimentos Pedagógicos p/ Institutos Federais
Profas. Fernanda Lima e Fabiana Firmino Aula 03

Gente, perceba que deve haver sensibilização na implementação


do projeto político-pedagógico na gestão educacional. Sensibilizar
significa envolver as pessoas para que elas participem de forma
efetiva.
Nesse sentido, o gestor deve sensibilizar, provocar e tornar a
pessoa sensível.

Outro ensinamento importante sobre a gestão educacional decorrente do


projeto político pedagógico vem de Libâneo que explica que a
participação é fundamental por garantir a gestão democrática da
escola, pois é assim que todos os envolvidos do processo educacional da
instituição estarão presentes, tanto nas decisões e construções de
propostas (planos, programas, projetos, ações, eventos) como no
processo de implementação, acompanhamento e avaliação.

Firma-se, pois, o parecer de que falta, para a promoção de qualidade da


educação uma visão global do estabelecimento de ensino como instituição
social, capaz de promover a sinergia pedagógica de que muitas das
melhores instituições estão carentes. Essa sinergia seria conduzida pela
equipe de gestão da escola, sob a liderança de seu diretor, voltada para a
dinamização e coordenação do processo coparticipativo, para atender às
demandas educacionais da sociedade dinâmica e centrada na tecnologia e
07123239458

conhecimentos.

Nesse caso, é importante entender que um projeto político-pedagógico,


em uma perspectiva de qualidade, substitui o chefe por um líder que
acredita, confia, reúne e valoriza as pessoas, participa de tarefas
pedagógicas tendo a escola como parte de seu projeto de vida, em busca
de uma educação compromissada com a qualidade de vida de seus
alunos, que desenvolva habilidades fundamentais para o sucesso e uma

!∀#∃%&∋(∀)∗)+∗&,−.∗&(&∋∗/−∗)∗&∋−∀.−)#&&&&&&&&&∀∀∀#∃%&∋(&∃)∗(+,−+.∋%,%#+,/#0∋!!!!!!!!!!!∀#∃%&∋!19!()!23!
Teoria e exercícios
! Conhecimentos Pedagógicos p/ Institutos Federais
Profas. Fernanda Lima e Fabiana Firmino Aula 03
educação que contribua para o desenvolvimento integral e reintegrado do
homem, dando ênfase a valores e habilidades.

A liderança de um diretor é um dos fatores primordiais para o êxito do


processo, na medida em que possua sensibilidade e habilidade para obter
o máximo de contribuição e participação do colegiado, capacidade
gerencial para descobrir entre a comunidade educativa (pais, alunos,
professores, especialistas etc) os talentos que possam conferir a
excelência e qualidade ao projeto político pedagógico em construção.

O diretor deve, ainda, ter a visão e compreensão de que o currículo


representa um referencial que precisa ser adequado à qualidade ao
projeto político-pedagógico em construção.

O diretor deve, ainda, ter a visão e compreensão de que o currículo


representa um referencial que precisa ser adequado à realidade e
necessidade da clientela, como algo dinâmico e que necessita de um
permanente repensar por parte dos envolvidos no projeto a ser
comprometido com a comunidade educativa e a escola.

07123239458

!∀#∃%&∋(∀)∗)+∗&,−.∗&(&∋∗/−∗)∗&∋−∀.−)#&&&&&&&&&∀∀∀#∃%&∋(&∃)∗(+,−+.∋%,%#+,/#0∋!!!!!!!!!!!∀#∃%&∋!1:!()!23!
Teoria e exercícios
! Conhecimentos Pedagógicos p/ Institutos Federais
Profas. Fernanda Lima e Fabiana Firmino Aula 03

Para finalizar: A importância da gestão educacional para que o


projeto político-pedagógico funcione é enorme, pois é na
concepção de uma gestão unificada, forte e bem definida que os
princípios norteadores do PPP farão sentido.

Agora, para finalizarmos os assuntos de hoje, estudaremos a seguir:


PARÂMETROS CURRICULARES NACIONAIS, os famosos PCN`s:

Tias, pra quê servem os PCN`s?

Os PCN`S oferecem um suporte aos professores na elaboração do


currículo, visando a construção do projeto-pedagógico, em função
da cidadania do aluno.
07123239458

Para elaboração dos PCN`s, foi necessária a força tarefa em que vários
educadores participaram tendo a marca de suas experiências e de seus
estudos, e foram produzidos no contexto das discussões pedagógicas
atuais.

!∀#∃%&∋(∀)∗)+∗&,−.∗&(&∋∗/−∗)∗&∋−∀.−)#&&&&&&&&&∀∀∀#∃%&∋(&∃)∗(+,−+.∋%,%#+,/#0∋!!!!!!!!!!!∀#∃%&∋!43!()!23!
Teoria e exercícios
! Conhecimentos Pedagógicos p/ Institutos Federais
Profas. Fernanda Lima e Fabiana Firmino Aula 03

OBJETIVOS DOS PCN`s do 1o ao 5o ano:


Estabelecer referência curricular e apoiar a revisão e/ou elaboração da
proposta curricular dos estados ou das escolas integrantes dos sistemas
de ensino.

Os PCNs de 1o ao 5o ano estão dividos em 10 volumes (com subtemas):


Volume 01 - Introdução aos PCNs
Volume 02 - Língua Portuguesa
Volume 03 - Matemática
Volume 04 - Ciências Naturais
Volume 05.1 - História e Geografia
Volume 05.2 - História e Geografia
Volume 06 - Arte
Volume 07 - Educação Física
Volume 08.1 - Temas Transversais - Apresentação
Volume 08.2 - Temas Transversais - Ética
Volume 09.1 - Meio Ambiente
Volume 09.2 - Saúde
Volume 10.1 - Pluralidade Cultural 07123239458

Todos os volumes podem ser encontrados na internet, no formato PDF.

CARACTETÍSTICAS DO REFERENCIAL CURRICULAR NACIONAL


PARA A EDUCAÇÃO INFANTIL:

Como falamos no início da aula, os PCNs constituem-se em um conjunto


de referências e orientações pedagógicas que visam contribuir com a
implementação de práticas educativas de qualidade que possam promover

!∀#∃%&∋(∀)∗)+∗&,−.∗&(&∋∗/−∗)∗&∋−∀.−)#&&&&&&&&&∀∀∀#∃%&∋(&∃)∗(+,−+.∋%,%#+,/#0∋!!!!!!!!!!!∀#∃%&∋!41!()!23!
Teoria e exercícios
! Conhecimentos Pedagógicos p/ Institutos Federais
Profas. Fernanda Lima e Fabiana Firmino Aula 03
e ampliar as condições necessárias para o exercício da cidadania das
crianças brasileiras.

Sua função é contribuir com as políticas e programas de educação infantil,


socializando informações, discussões e pesquisas, subsidiando o trabalho
educativo de técnicos, professores e demais profissionais da educação
infantil e apoiando os sistemas de ensino estaduais e municipais.

Os PCNs devem estar embasados nos seguintes princípios


educativos:

- Respeito à dignidade e aos direitos das crianças;


- Direito das crianças a brincar, como forma de expressão,
pensamento, interação e comunicação infantil;
- O acesso das crianças aos bens socioculturais disponíveis,
ampliando o desenvolvimento das capacidades relativas à
expressão, à comunicação, aos afetos, à interação social, ao
pensamento, à ética e à estética;
- Socialização das crianças por meio de sua participação e inserção
07123239458

nas mais diversificadas práticas sociais, sem discriminação de


espécie alguma;
- Atendimento aos cuidados essenciais associados à sobrevivência e
ao desenvolvimento de sua identidade.

De acordo com o MEC, os princípios acima que acabamos de citar,


respondem às necessidades de referências nacionais.

!∀#∃%&∋(∀)∗)+∗&,−.∗&(&∋∗/−∗)∗&∋−∀.−)#&&&&&&&&&∀∀∀#∃%&∋(&∃)∗(+,−+.∋%,%#+,/#0∋!!!!!!!!!!!∀#∃%&∋!44!()!23!
Teoria e exercícios
! Conhecimentos Pedagógicos p/ Institutos Federais
Profas. Fernanda Lima e Fabiana Firmino Aula 03
ORGANIZAÇÃO POR IDADE:

Art. 30. A educação infantil será oferecida em:

I - creches, ou entidades equivalentes, para crianças de até três anos


de idade;

II - pré-escolas, para as crianças de 4 (quatro) a 5 (cinco) anos de


idade. (Redação dada pela Lei nº 12.796, de 2013)

Os PCNs são estruturados, seguindo essa organização por idade.

ORGANIZAÇÃO EM ÂMBITOS E EIXOS:


Os PCNs para a educação infantil define dois âmbitos de experiências:
Formação Pessoal e Social e Conhecimento de Mundo.
Embora haja essa “divisão”, no dia a dia da prática escolar, os professores
devem trabalhar de forma integrada e harmônica.

ÂMBITO FORMAÇÃO PESSOAL E SOCIAL: experiências que favorecem,


prioritariamente, a construção do sujeito. Está organizado de forma a
explicitar as complexas questões que envolvem o desenvolvimento de
07123239458

capacidades de natureza global e afetiva das crianças, seus esquemas


simbólicos de interação com os outros e com o meio, assim como a
relação consigo mesmas.

ÂMBITO DE CONHECIMENTO DE MUNDO: refere-se à construção das


diferentes linguagens pelas crianças e às relações que estabelecem com
os objetos de conhecimento. Esse âmbito traz uma ênfase na relação das
crianças com alguns aspectos da cultura. A cultura, nesse sentido é ampla
e plural e refere-se ao conjunto de símbolos e códigos culturais.

!∀#∃%&∋(∀)∗)+∗&,−.∗&(&∋∗/−∗)∗&∋−∀.−)#&&&&&&&&&∀∀∀#∃%&∋(&∃)∗(+,−+.∋%,%#+,/#0∋!!!!!!!!!!!∀#∃%&∋!45!()!23!
Teoria e exercícios
! Conhecimentos Pedagógicos p/ Institutos Federais
Profas. Fernanda Lima e Fabiana Firmino Aula 03

SOBRE OS EIXOS:
Destacam-se os seguintes eixos de trabalho: movimento, artes visuais,
música, linguagem oral e escrita, Natureza e sociedade, Matemática.
Esses foram os eixos escolhidos por se constituírem em uma parcela
significativa da produção cultural humana que amplia e enriquece as
condições de inserção das crianças na sociedade.

Os componentes curriculares apresentam-se por meio dos objetivos, dos


conteúdos e das orientações didáticas.

OBJETIVOS: explicitam as intenções educativas, estabelecem


capacidades que as crianças poderão desenvolver como consequência de
ações intencionais do professor e auxiliam na seleção de conteúdos e
meios didáticos.
CONTEÚDOS: significam que as diferentes aprendizagens se dão por
meio de sucessivas reorganizações do conhecimento.
07123239458

ORGANIZAÇÃO DOS CONTEÚDOS POR BLOCOS:


Os conteúdos são apresentados nos diversos eixos de trabalho,
organizados por blocos. Essa organização tem a intenção de contemplar
as dimensões essenciais de cada eixo e situar os diferentes conteúdos
dentro de um contexto organizador que explicita suas especificidades por
um lado e aponta para a sua “origem” por outro.

!∀#∃%&∋(∀)∗)+∗&,−.∗&(&∋∗/−∗)∗&∋−∀.−)#&&&&&&&&&∀∀∀#∃%&∋(&∃)∗(+,−+.∋%,%#+,/#0∋!!!!!!!!!!!∀#∃%&∋!46!()!23!
Teoria e exercícios
! Conhecimentos Pedagógicos p/ Institutos Federais
Profas. Fernanda Lima e Fabiana Firmino Aula 03

ORIENTAÇÕES DIDÁTICAS:
Os conteúdos estão ligados com a forma como são trabalhados com as
crianças. As orientações didáticas são subsídios que remetem ao “como
fazer”, à intervenção direta do professor na promoção de atividades e
cuidados alinhados com uma concepção de criança e de educação.

Cada componente do eixo contém orientações didáticas gerais e as


específicas aos diversos blocos de conteúdos. Nas orientações didáticas
gerais explicitam-se condições relativas à: princípios gerais do eixo,
organização do tempo, do espaço e dos materiais, observação, registro e
avaliação.

PCNs DO 6o AO 9o ANO:
Os PCNs foram elaborados com a intenção de respeitar diversidades
regionais, culturais, políticas existentes e, de outro, considerar a
necessidade de construir referências nacionais, comuns aos processo
educativo em todas as regiões do Brasil. Os princípios que orientam essas
condições de acordo com os PCNs são:
- Dignidade da pessoa humana;
- Igualdade de direitos
- Participação
07123239458

- Corresponsabilidade pela vida social.

TEMAS TRANSVERSAIS: São definidos como temas transversais, os


assuntos que são atrelados à vida cotidiana. Assuntos urgentes que
merecem debates. O conjunto de temas proposto pelos PCNs são: Ética,
Meio Ambiente, Pluralidade Cultural, Saúde, Orientação Sexual, Trabalho
e Consumo.

!∀#∃%&∋(∀)∗)+∗&,−.∗&(&∋∗/−∗)∗&∋−∀.−)#&&&&&&&&&∀∀∀#∃%&∋(&∃)∗(+,−+.∋%,%#+,/#0∋!!!!!!!!!!!∀#∃%&∋!42!()!23!
Teoria e exercícios
! Conhecimentos Pedagógicos p/ Institutos Federais
Profas. Fernanda Lima e Fabiana Firmino Aula 03

Gente! Importante sabermos quais os objetivos do Ensino


Fundamental, de acordo com os PCNs:

- compreender a cidadania como participação social e política, assim


como exercício de direitos e deveres políticos, civis e sociais,
adotando, no dia-a-dia, atitudes de solidariedade, cooperação e
repúdio às injustiças, respeitando o outro e exigindo para si o
mesmo respeito;
- posicionar-se de maneira crítica, responsável e construtiva nas
diferentes situações sociais, utilizando o diálogo como forma de
mediar conflitos e de tomar decisões coletivas;
- conhecer características fundamentais do Brasil nas dimensões
sociais, materiais e culturais como meio para construir
progressivamente a noção de identidade nacional e pessoal e o
sentimento de pertinência ao país;
- conhecer e valorizar a pluralidade do patrimônio sócio cultural
brasileiro, bem como aspectos socioculturais de outros povos
enações, posicionando-se contra qualquer discriminação baseada
em diferenças culturais, de classe social, de crenças, de sexo, de
07123239458

etnia ou outras características individuais e sociais;


- perceber-se integrante, dependente e agente transformador do
ambiente, identificando seus elementos e as interações entre eles,
contribuindo ativamente para a melhoria do meio ambiente;
- desenvolver o conhecimento ajustado de si mesmo e o sentimento
de confiança em suas capacidades afetiva, física, cognitiva, ética,
estética, de inter-relação pessoal e de inserção social, para agir com
perseverança na busca de conhecimento e no exercício da
cidadania;

!∀#∃%&∋(∀)∗)+∗&,−.∗&(&∋∗/−∗)∗&∋−∀.−)#&&&&&&&&&∀∀∀#∃%&∋(&∃)∗(+,−+.∋%,%#+,/#0∋!!!!!!!!!!!∀#∃%&∋!47!()!23!
Teoria e exercícios
! Conhecimentos Pedagógicos p/ Institutos Federais
Profas. Fernanda Lima e Fabiana Firmino Aula 03

- conhecer o próprio corpo e dele cuidar, valorizando e adotando


hábitos saudáveis como um dos aspectos básicos da qualidade de
vida e agindo com responsabilidade em relação à sua saúde e à
saúde coletiva;
- utilizar as diferentes linguagens — verbal, musical, matemática,
gráfica, plástica e corporal — como meio para produzir, expressar e
comunicar suas ideias, interpretar e usufruir das produções
culturais, em contextos públicos e privados, atendendo a diferentes
intenções e situações de comunicação;
- saber utilizar diferentes fontes de informação e recursos
tecnológicos para adquirir e construir conhecimentos;
- questionar a realidade formulando-se problemas e tratando de
resolvê-los, utilizando para isso o pensamento lógico, a criatividade,
a intuição, a capacidade de análise crítica, selecionando
procedimentos e verificando sua adequação.

07123239458

!∀#∃%&∋(∀)∗)+∗&,−.∗&(&∋∗/−∗)∗&∋−∀.−)#&&&&&&&&&∀∀∀#∃%&∋(&∃)∗(+,−+.∋%,%#+,/#0∋!!!!!!!!!!!∀#∃%&∋!48!()!23!
Teoria e exercícios
! Conhecimentos Pedagógicos p/ Institutos Federais
Profas. Fernanda Lima e Fabiana Firmino Aula 03

Queridos! A proposta de organização do conhecimento, nos PCNs


está de acordo com o artigo 26 da LDB!

Os PCNs do Ensino Fundamental estabelecem para os sistemas de


ensino, uma base comum nos currículos e servem de eixos
norteadores na revisão ou elaboração da proposta curricular das
escolas.
· Volume 01 - Introdução aos PCNs
· Volume 02 - Língua Portuguesa
· Volume 03 - Matemática
· Volume 04 - Ciências Naturais
· Volume 05 - Geografia
· Volume 06 - História
· Volume 07 - Arte
· Volume 08 - Educação Física
· Volume 09 - Língua Estrangeira
· Volume 10.1 - Temas Transversais - Apresentação
· Volume 10.2 - Temas Transversais - Pluralidade Cultural
· Volume 10.3 - Temas Transversais - Meio Ambiente
07123239458

· Volume 10.4 - Temas Transversais - Saúde


· Volume 10.5 - Temas Transversais - Orientação Sexual

!∀#∃%&∋(∀)∗)+∗&,−.∗&(&∋∗/−∗)∗&∋−∀.−)#&&&&&&&&&∀∀∀#∃%&∋(&∃)∗(+,−+.∋%,%#+,/#0∋!!!!!!!!!!!∀#∃%&∋!49!()!23!
Teoria e exercícios
! Conhecimentos Pedagógicos p/ Institutos Federais
Profas. Fernanda Lima e Fabiana Firmino Aula 03

ENSINO MÉDIO:
Os PCNs do Ensino Médio têm a função de auxiliar os educadores na
reflexão sobre a prática diária em sala de aula e servir de apoio ao
planejamento de aulas e ao desenvolvimento do currículo da escola.

São componentes dos PCNs do Ensino Médio:


BASES LEGAIS:
- Linguagens, Códigos e suas tecnologias (Língua Portuguesa, Língua
Estrangeira Moderna, Educação Física, Arte e Informática);

- Ciências da Natureza, Matemática e suas Tecnologias (Biologia,


Física, Química e Matemática);

- Ciências Humanas e suas tecnologias (História, Geografia,


Sociologia, Antropologia, Filosofia e Política).

Ainda sobre os PCNs no ensino médio, espera-se que contribua


para uma formação geral, visando à preparação da capacidade de
07123239458

aprender, criar, formular, ao invés do simples exercício de


memorização (é, algumas bancas de concursos poderiam seguir os
PCNs do ensino médio e parar com essa coisa de “decoreba”, o
que acham? Rs)

!∀#∃%&∋(∀)∗)+∗&,−.∗&(&∋∗/−∗)∗&∋−∀.−)#&&&&&&&&&∀∀∀#∃%&∋(&∃)∗(+,−+.∋%,%#+,/#0∋!!!!!!!!!!!∀#∃%&∋!4:!()!23!
Teoria e exercícios
! Conhecimentos Pedagógicos p/ Institutos Federais
Profas. Fernanda Lima e Fabiana Firmino Aula 03

Em suma, a Lei estabelece uma perspectiva para o Ensino Médio


que integra, numa mesma e única modalidade, finalidades até
então dissociadas, para oferecer, de forma articulada, uma
educação equilibrada, com funções equivalentes para todos os
educandos:

- a formação da pessoa, de maneira a desenvolver valores e


competências necessárias à integração de seu projeto individual ao
projeto da sociedade em que se situa;
- o aprimoramento do educando como pessoa humana, incluindo a
formação ética e o desenvolvimento da autonomia intelectual e do
pensamento crítico;
- a preparação e orientação básica para a sua integração ao mundo
do trabalho, com as competências que garantam seu
aprimoramento profissional e permitam acompanhar as mudanças
que caracterizam a produção no nosso tempo;
- o desenvolvimento das competências para continuar aprendendo, de
forma autônoma e crítica, em níveis mais complexos de estudos.

07123239458

!∀#∃%&∋(∀)∗)+∗&,−.∗&(&∋∗/−∗)∗&∋−∀.−)#&&&&&&&&&∀∀∀#∃%&∋(&∃)∗(+,−+.∋%,%#+,/#0∋!!!!!!!!!!!∀#∃%&∋!53!()!23!
Teoria e exercícios
! Conhecimentos Pedagógicos p/ Institutos Federais
Profas. Fernanda Lima e Fabiana Firmino Aula 03

Vamos praticar um pouco?


Acertou, dê um pulinho de alegria e corra para o abraço! \o/

QUESTÕES:
1- CONSULPLAN/TES/2006/ANALISTA JUDICIÁRIO/PEDAGOGIA
Na Fundação Educacional Laranjeiras, 50% das reuniões deste
semestre visaram a construção do Projeto Político Pedagógico. A
nova gestão pretende ser bastante democrática em todas as
suas ações. Para isso, o Projeto Político Pedagógico poderá
contribuir para mudanças significativas, se considerar que

I- toda a comunidade deve participar da construção desse Projeto, que


foi demandado pelo órgão gestor.

II- funcionários em geral, gestores, estudantes e suas famílias ficarão


todos responsáveis pela tarefa de construir o Projeto.

III- a elaboração do Projeto só se dá através de um processo de


construção coletiva, envolvendo toda a comunidade da Fundação.

07123239458

IV- a Fundação pode abrir mão das decisões inerentes a ela, pois, com
isso, conquista sua autonomia e especificidade.

Assinale
a) se apenas as afirmativas I e II estiverem corretas.

b) se apenas as afirmativas I, II e III estiverem corretas.

c) se apenas as afirmativas II e III estiverem corretas.

d) se apenas as afirmativas II, III e IV estiverem corretas.

!∀#∃%&∋(∀)∗)+∗&,−.∗&(&∋∗/−∗)∗&∋−∀.−)#&&&&&&&&&∀∀∀#∃%&∋(&∃)∗(+,−+.∋%,%#+,/#0∋!!!!!!!!!!!∀#∃%&∋!51!()!23!
Teoria e exercícios
! Conhecimentos Pedagógicos p/ Institutos Federais
Profas. Fernanda Lima e Fabiana Firmino Aula 03
RESPOSTA: LETRA ‘’ C’’
Vamos entender a paradinha aqui:
I- A comunidade PODE participar, entretanto não é
obrigada.
II- É tarefa de todos construírem o projeto da escola.
III- As decisões que são inerentes não podem ser
delegadas, então nesse caso a Fundação não poderá
abrir mão delas.
IV- A fundação não pode abrir mão de decisões inerentes
a ela e isso não traz autonomia.

2- CONSULPLAN/PREFEITURA DE CONGONHAS/2010/PROFESSOR
Atualmente, educar pela prática democrática pressupõe um
cuidado especial nos discursos e nas práticas cotidianas da
escola, permitindo que crianças e jovens se formem como
cidadãos para uma sociedade educadora e democrática. Acerca
disso, o Projeto Político Pedagógico (PPP) das escolas deve ser
construído:
a) Pautado nas imposições dos Parâmetros Curriculares Nacionais
(PCN’s).

b) Com necessidade de ser mais político que pedagógico, pois se


constrói sob a influência direta e legítima de grupos eventualmente no
poder. 07123239458

c) Como um processo que visa tornar o conhecimento transmissível e


assimilável pelo aluno com dificuldade de aprendizagem.

d) Um processo de ação-reflexão-ação que exige uma vontade política


do coletivo escolar.

e) Uma ação consciente e organizada, visando uma gestão


centralizadora de qualidade e quantidade.

RESPOSTA: LETRA D.

!∀#∃%&∋(∀)∗)+∗&,−.∗&(&∋∗/−∗)∗&∋−∀.−)#&&&&&&&&&∀∀∀#∃%&∋(&∃)∗(+,−+.∋%,%#+,/#0∋!!!!!!!!!!!∀#∃%&∋!54!()!23!
Teoria e exercícios
! Conhecimentos Pedagógicos p/ Institutos Federais
Profas. Fernanda Lima e Fabiana Firmino Aula 03
Pois é a que contempla exatamente o que o PPP deve conter.

3- CESPE/2008/TJDF/ANALISTA JUDICIÁRIO/PEDAGOGIA
Julgue os itens que se seguem, relativos ao projeto
político-pedagógico (PPP).

A avaliação diagnóstica e permanente é uma característica do PPP que


possibilita a criação de soluções às situações problema identificadas ao
longo da implementação.

REPOSTA: CORRETA. A avaliação permite que o PPP tenha


andamento de acordo com as modificações necessárias que a
realidade local exige.

4- CESPE/2008/TJDF/ANALISTA JUDICIÁRIO/PEDAGOGIA
Julgue os itens que se seguem, relativos ao projeto
político-pedagógico (PPP).

A concepção emancipatória do PPP prescinde da qualidade técnica e


trabalha exclusivamente com a sua dimensão política.

RESPOSTA: INCORRETA

Não é exclusivamente política. E sim formal, técnica e política.

5 - (UFG/Professor Nível III/SETEC-GO/2010) Para Veiga (1995),


07123239458

o projeto político- pedagógico é uma ação intencional, com sentido


explícito e compromisso definido coletivamente. É político pelo
compromisso com a formação do cidadão para um tipo de
sociedade, e pedagógico no sentido de definir
a. estratégias para concretizar acriticamente as políticas educacionais e
curriculares propostas pelo Ministério da Educação e Secretarias de
Educação, em fina sintonia com os organismos internacionais.

!∀#∃%&∋(∀)∗)+∗&,−.∗&(&∋∗/−∗)∗&∋−∀.−)#&&&&&&&&&∀∀∀#∃%&∋(&∃)∗(+,−+.∋%,%#+,/#0∋!!!!!!!!!!!∀#∃%&∋!55!()!23!
Teoria e exercícios
! Conhecimentos Pedagógicos p/ Institutos Federais
Profas. Fernanda Lima e Fabiana Firmino Aula 03
b. ações educativas e características necessárias às escolas para
cumprirem seus propósitos e sua intencionalidade, que é a formação do
cidadão participativo, responsável, compromissado, crítico e criativo.
c. planos de gestão administrativa dos recursos financeiros, prevendo a
receita e as despesas da escola, as formas de escrituração e prestação de
contas dos recursos recebidos e dos gastos efetuados.
d. os processos padronizados de gerência e eficiência, centrados no
conhecimento das normas que regem a escola e fundamentam sua
cultura.
Letra D. O PPP busca em sua visão pedagógica a participação de
todos com a intencionalidade de formar cidadão críticos por meio
das ações educativas trabalhadas durante todo o processo.

06. Os Parâmetros Curriculares Nacionais (PCN) são referências


para o ensino fundamental e médio de todo Brasil, tendo como
objetivo:
(A) Garantir, preferencialmente, a todas as crianças brasileiras, mesmo
em locais com condições socioeconômicas desfavoráveis, o direito de
usufruir do conjunto de conhecimentos reconhecidos como necessários
para o exercício da cidadania.
(B) Proporcionar, prioritariamente, aos jovens, mesmo os que vivem em
condições desfavoráveis, um conjunto de conhecimentos que os prepare
para o mundo do trabalho. 07123239458

(C) Garantir a todas as crianças e jovens brasileiros, mesmo em locais


com condições socioeconômicas desfavoráveis, o direito de usufruir do
conjunto de conhecimentos reconhecidos como necessários para o
exercício da cidadania.
(D) Angariar recursos para viabilizar o acesso e permanência das crianças
e jovens oriundos das classes menos favorecidas, com o intuito de
proporcionar cidadania a todos.

!∀#∃%&∋(∀)∗)+∗&,−.∗&(&∋∗/−∗)∗&∋−∀.−)#&&&&&&&&&∀∀∀#∃%&∋(&∃)∗(+,−+.∋%,%#+,/#0∋!!!!!!!!!!!∀#∃%&∋!56!()!23!
Teoria e exercícios
! Conhecimentos Pedagógicos p/ Institutos Federais
Profas. Fernanda Lima e Fabiana Firmino Aula 03
(E) Planejar as ações a serem desenvolvidas em todas as escolas do país,
tanto na rede pública quanto na rede privada de ensino, de forma
igualitária, sem discriminação.
Letra C. Os PCNs como vimos, são um referencial para a qualidade
de ensino para todo o país, envolvendo todas as crianças e jovens
brasileiros como menciona a questão.

07. Os temas transversais a serem trabalhados, no Ensino


Fundamental da 6ª a 9ª série, são:
(A) Ética, Pluralidade Cultural, Meio Ambiente, Saúde, Orientação Sexual
e Trabalho e Consumo.
(B) Ética, Filosofia, Sociologia, Meio Ambiente, Saúde, Orientação Sexual.
(C) Diversidade, Saúde, Trabalho e Consumo, Filosofia Clínica,
Psicopedagogia e Ética.
(D) Antropologia, Meio Ambiente, Filosofia, Ética, Sociologia e Orientação
Sexual.
(E) Filosofia, Sociologia, Antropologia, Gestão, Psicologia, Meio Ambiente.
Letra A. Vimos exatamente esses temas na nossa aula para o
ensino fundamental.

08. De acordo com os Parâmetros Curriculares Nacionais, são


critérios para a seleção de conteúdos:
(A) formação geral do aluno, relevância social do tema e características
07123239458

dos alunos.
(B) formação geral, relevância social do tema e condições infra
estruturais da escola.
(C) cultura local da escola, formação geral e especificidade da área.
(D) relevância social do tema, características dos alunos e especificidades
do conhecimento da área.
(E) relevância social do tema, cultura local da escola e condições infra
estruturais da escola.

!∀#∃%&∋(∀)∗)+∗&,−.∗&(&∋∗/−∗)∗&∋−∀.−)#&&&&&&&&&∀∀∀#∃%&∋(&∃)∗(+,−+.∋%,%#+,/#0∋!!!!!!!!!!!∀#∃%&∋!52!()!23!
Teoria e exercícios
! Conhecimentos Pedagógicos p/ Institutos Federais
Profas. Fernanda Lima e Fabiana Firmino Aula 03
Letra D. Relevância social do tema, características dos alunos e
especificidades do conhecimento da área aparecem como critérios
sem que haja restrição ou discriminação de qualquer aluno ou
ambiente de ensino.

09. Sobre os Parâmetros Curriculares Nacionais, pode-se afirmar


que:
(A) Estabelecem uma referência curricular que apoia a revisão e/ou
elaboração da proposta dos estados integrantes dos sistemas de ensino
nacional único.
(B) Visam à aprendizagem dos conteúdos necessários a compreensão da
realidade e a participação em relações sociais, políticas e culturais
diversificadas cada vez mais amplas.
(C) Os temas transversais configuram um modelo homogêneo,
sobrepondo às particularidades de cada região.
(D) Possibilitam o acúmulo de informações, garantindo a quantidade de
conhecimento adquirido, desconsiderando o estímulo e a capacidade do
aluno.
(E) Os temas transversais constituem-se de novas áreas a trabalhar na
prática pedagógica.
Letra B. De natureza aberta, Os PCNs configuram uma proposta
flexível, não sendo um modelo homogêneo! A resposta da letra B
apresenta-se mais completa, caracterizando bem os PCNs de
07123239458

forma geral.

10. (FUNIVERSA/Pedagogo/SEJUS/2010) Todo projeto


pedagógico é fundamentalmente político. O projeto pedagógico
indica a direção, a orientação, o caminho da escola e possui uma
intencionalidade significadora. Acerca desse tema, assinale a
alternativa correta.

!∀#∃%&∋(∀)∗)+∗&,−.∗&(&∋∗/−∗)∗&∋−∀.−)#&&&&&&&&&∀∀∀#∃%&∋(&∃)∗(+,−+.∋%,%#+,/#0∋!!!!!!!!!!!∀#∃%&∋!57!()!23!
Teoria e exercícios
! Conhecimentos Pedagógicos p/ Institutos Federais
Profas. Fernanda Lima e Fabiana Firmino Aula 03
a. Com alcance político-pedagógico, no sentido de construção
participativa, o projeto da escola direciona-se exclusivamente a atender
aos diferentes setores escolares.
b. A instituição educativa é reprodutora das analogias e dos valores
sociais, por isso seu projeto político-pedagógico deve estar voltado a
atender às funções de reprodução.
c. A pesquisa, como forma de aprendizagem escolar, não é compreendida
como parte formal do projeto político-pedagógico.
d. O projeto político-pedagógico da escola tem como finalidade elaborar
princípios, diretrizes e escolha das ações para melhor organizar, orientar e
operacionalizar as atividades desenvolvidas pela escola como um todo.
e. As ações de mudança e de transformação são independentes do projeto
político-pedagógico, pois são partes de um processo posterior a ele.
Letra D. O PPP tem como características principais as que foram
mencionadas na letra D.

11. (FUNADEPI/Professor Polivalência/SECP-PI/2010) Os


Parâmetros Curricula- res Nacionais (PCN) são referências para o
ensino fundamental e médio de todo Brasil, tendo como objetivo:
a. garantir, preferencialmente, a todas as crianças brasileiras, mesmo em
locais com condições socioeconômicas desfavoráveis, o direito de usufruir
do conjunto de conhecimentos reconhecidos como necessários para o
exercício da cidadania.
07123239458

b. proporcionar, prioritariamente, aos jovens, mesmo os que vivem em


condições desfavoráveis, um conjunto de conhecimentos que os prepare
para o mundo do trabalho.
c. garantir a todas as crianças e jovens brasileiros, mesmo em locais com
condições socioeconômicas desfavoráveis, o direito de usufruir do
conjunto de conhecimentos reconhecidos como necessários para o
exercício da cidadania.

!∀#∃%&∋(∀)∗)+∗&,−.∗&(&∋∗/−∗)∗&∋−∀.−)#&&&&&&&&&∀∀∀#∃%&∋(&∃)∗(+,−+.∋%,%#+,/#0∋!!!!!!!!!!!∀#∃%&∋!58!()!23!
Teoria e exercícios
! Conhecimentos Pedagógicos p/ Institutos Federais
Profas. Fernanda Lima e Fabiana Firmino Aula 03
d. angariar recursos para viabilizar o acesso e permanência das crianças e
jovens oriundos das classes menos favorecidas, com o intuito de
proporcionar cidadania a todos.
e. planejar as ações a serem desenvolvidas em todas as escolas do país,
tanto na rede pública quanto na rede privada de ensino, de forma
igualitária, sem discriminação.

Letra C. Além do que foi mencionado na questão, sabemos que os


PCN”s oferecem também um suporte aos professores na
elaboração do currículo, visando a construção do projeto-
pedagógico, em função da cidadania do aluno.

12. Segundo os Parâmetros Curriculares Nacionais escola é lugar


de aprender, lugar de aprender pensando. Essa afirmativa reflete:
(A)a importância de uma aprendizagem mecânica, condição determinante
da construção conceitual da palavra.
(B) o deslocamento do foco da aprendizagem, que se transfere para a
elaboração de conceitos espontâneos no ensino.
(C) o aprendizado de conceitos espontâneos, superando a elaboração de
conceitos científicos
(D) o deslocamento do foco do ensino, que se transfere para a
aprendizagem significativa.
(E) o foco que tem sido dado ao espontaneísmo docente, fundamental ao
07123239458

acolhimento das crianças na escola pública.

Letra D. Os PCNs nos levam a refletir sobre o momento de


concretização das ações pedagógicas que foram planejadas,
levando a uma aprendizagem significativa!

13. Segundo os Parâmetros Curriculares Nacionais − PCNs, a


avaliação não deve ser responsabilidade apenas do professor. É
proposta que esta seja realizada também pelo:

!∀#∃%&∋(∀)∗)+∗&,−.∗&(&∋∗/−∗)∗&∋−∀.−)#&&&&&&&&&∀∀∀#∃%&∋(&∃)∗(+,−+.∋%,%#+,/#0∋!!!!!!!!!!!∀#∃%&∋!59!()!23!
Teoria e exercícios
! Conhecimentos Pedagógicos p/ Institutos Federais
Profas. Fernanda Lima e Fabiana Firmino Aula 03
(A) coordenador pedagógico.
(B) orientador educacional.
(C) diretor da escola e demais membros da equipe de direção.
(D) aluno, na forma de auto avaliação.
(E) conselho de escola.
Letra D. Os PCNs preveem que sejam usados vários tipos de
avaliação, favorecendo assim a qualidade do ensino. O professor
não deve ser o único com essa tarefa.

14. Tendo em vista o proposto nas Bases Legais dos PCNs para o
Ensino Médio, o exercício da autonomia pela escola exerce-se
prioritariamente por meio da:
(A) eleição do Diretor e/ou da Coordenação Pedagógica.
(B) formulação de uma proposta pedagógica própria.
(C) oferta, à critério da escola, do ensino médio de caráter
profissionalizante.
(D) participação dos diferentes segmentos nos Conselhos Escolares e da
criação de grêmios estudantis.
(E) escolha das disciplinas optativas e dos temas transversais.
Letra B. Cada escola possui o seu projeto político pedagógico com
a sua proposta. Assim, os PCNs não devem restringir à um único
modelo.

07123239458

15. Os Parâmetros Curriculares Nacionais para o ensino


fundamental adotam o tratamento transversal de conteúdos e
temáticas sociais na escola. Isso supõe a:
(A)constituição de novas áreas curriculares que abordem temas alheios
aos programas.
(B) adoção de temas no currículo que devem ser explorados com peso e
tratamento igualitário.
(C) estruturação curricular em disciplinas para garantir a profundidade no
contato com o conhecimento.

!∀#∃%&∋(∀)∗)+∗&,−.∗&(&∋∗/−∗)∗&∋−∀.−)#&&&&&&&&&∀∀∀#∃%&∋(&∃)∗(+,−+.∋%,%#+,/#0∋!!!!!!!!!!!∀#∃%&∋!5:!()!23!
Teoria e exercícios
! Conhecimentos Pedagógicos p/ Institutos Federais
Profas. Fernanda Lima e Fabiana Firmino Aula 03
(D) contextualização das áreas curriculares, tendo em vista a adequação
da educação a uma perspectiva liberalizante.
(E) integração entre as áreas curriculares, permeadas por temas
abrangentes e específicos.
Letra E. A integração entre as áreas curriculares por meio de
temas transversais são características fundamentais dos PCNs
como vimos na nossa aula.

LISTA DE QUESTÕES:
1- CONSULPLAN/TES/2006/ANALISTA JUDICIÁRIO/PEDAGOGIA
Na Fundação Educacional Laranjeiras, 50% das reuniões deste
semestre visaram a construção do Projeto Político Pedagógico. A
nova gestão pretende ser bastante democrática em todas as
suas ações. Para isso, o Projeto Político Pedagógico poderá
contribuir para mudanças significativas, se considerar que

I- toda a comunidade deve participar da construção desse Projeto, que


foi demandado pelo órgão gestor.

II- funcionários em geral, gestores, estudantes e suas famílias ficarão


todos responsáveis pela tarefa de construir o Projeto.

III- a elaboração do Projeto só se dá através de um processo de


07123239458

construção coletiva, envolvendo toda a comunidade da Fundação.

IV- a Fundação pode abrir mão das decisões inerentes a ela, pois, com
isso, conquista sua autonomia e especificidade.

Assinale
a) se apenas as afirmativas I e II estiverem corretas.

b) se apenas as afirmativas I, II e III estiverem corretas.

!∀#∃%&∋(∀)∗)+∗&,−.∗&(&∋∗/−∗)∗&∋−∀.−)#&&&&&&&&&∀∀∀#∃%&∋(&∃)∗(+,−+.∋%,%#+,/#0∋!!!!!!!!!!!∀#∃%&∋!63!()!23!
Teoria e exercícios
! Conhecimentos Pedagógicos p/ Institutos Federais
Profas. Fernanda Lima e Fabiana Firmino Aula 03
c) se apenas as afirmativas II e III estiverem corretas.

d) se apenas as afirmativas II, III e IV estiverem corretas.

2- CONSULPLAN/PREFEITURA DE CONGONHAS/2010/PROFESSOR
Atualmente, educar pela prática democrática pressupõe um
cuidado especial nos discursos e nas práticas cotidianas da
escola, permitindo que crianças e jovens se formem como
cidadãos para uma sociedade educadora e democrática. Acerca
disso, o Projeto Político Pedagógico (PPP) das escolas deve ser
construído:
a) Pautado nas imposições dos Parâmetros Curriculares Nacionais
(PCN’s).

b) Com necessidade de ser mais político que pedagógico, pois se


constrói sob a influência direta e legítima de grupos eventualmente no
poder.

c) Como um processo que visa tornar o conhecimento transmissível e


assimilável pelo aluno com dificuldade de aprendizagem.

d) Um processo de ação-reflexão-ação que exige uma vontade política


do coletivo escolar.

e) Uma ação consciente e organizada, visando uma gestão


centralizadora de qualidade e quantidade. 07123239458

3- CESPE/2008/TJDF/ANALISTA JUDICIÁRIO/PEDAGOGIA
Julgue os itens que se seguem, relativos ao projeto
político-pedagógico (PPP).

A avaliação diagnóstica e permanente é uma característica do PPP que


possibilita a criação de soluções às situações problema identificadas ao
longo da implementação.

4- CESPE/2008/TJDF/ANALISTA JUDICIÁRIO/PEDAGOGIA

!∀#∃%&∋(∀)∗)+∗&,−.∗&(&∋∗/−∗)∗&∋−∀.−)#&&&&&&&&&∀∀∀#∃%&∋(&∃)∗(+,−+.∋%,%#+,/#0∋!!!!!!!!!!!∀#∃%&∋!61!()!23!
Teoria e exercícios
! Conhecimentos Pedagógicos p/ Institutos Federais
Profas. Fernanda Lima e Fabiana Firmino Aula 03
Julgue os itens que se seguem, relativos ao projeto
político-pedagógico (PPP).

A concepção emancipatória do PPP prescinde da qualidade técnica e


trabalha exclusivamente com a sua dimensão política.

5- (UFG/Professor Nível III/SETEC-GO/2010) Para Veiga (1995),


o projeto político- pedagógico é uma ação intencional, com sentido
explícito e compromisso definido coletivamente. É político pelo
compromisso com a formação do cidadão para um tipo de
sociedade, e pedagógico no sentido de definir
a. estratégias para concretizar acriticamente as políticas educacionais e
curriculares propostas pelo Ministério da Educação e Secretarias de
Educação, em fina sintonia com os organismos internacionais.
b. ações educativas e características necessárias às escolas para
cumprirem seus propósitos e sua intencionalidade, que é a formação do
cidadão participativo, responsável, compromissado, crítico e criativo.
c. planos de gestão administrativa dos recursos financeiros, prevendo a
receita e as despesas da escola, as formas de escrituração e prestação de
contas dos recursos recebidos e dos gastos efetuados.
d. os processos padronizados de gerência e eficiência, centrados no
conhecimento das normas que regem a escola e fundamentam sua
cultura.
07123239458

06. Os Parâmetros Curriculares Nacionais (PCN) são referências


para o ensino fundamental e médio de todo Brasil, tendo como
objetivo:
(A) Garantir, preferencialmente, a todas as crianças brasileiras, mesmo
em locais com condições socioeconômicas desfavoráveis, o direito de
usufruir do conjunto de conhecimentos reconhecidos como necessários
para o exercício da cidadania.

!∀#∃%&∋(∀)∗)+∗&,−.∗&(&∋∗/−∗)∗&∋−∀.−)#&&&&&&&&&∀∀∀#∃%&∋(&∃)∗(+,−+.∋%,%#+,/#0∋!!!!!!!!!!!∀#∃%&∋!64!()!23!
Teoria e exercícios
! Conhecimentos Pedagógicos p/ Institutos Federais
Profas. Fernanda Lima e Fabiana Firmino Aula 03
(B) Proporcionar, prioritariamente, aos jovens, mesmo os que vivem em
condições desfavoráveis, um conjunto de conhecimentos que os prepare
para o mundo do trabalho.
(C) Garantir a todas as crianças e jovens brasileiros, mesmo em locais
com condições socioeconômicas desfavoráveis, o direito de usufruir do
conjunto de conhecimentos reconhecidos como necessários para o
exercício da cidadania.
(D) Angariar recursos para viabilizar o acesso e permanência das crianças
e jovens oriundos das classes menos favorecidas, com o intuito de
proporcionar cidadania a todos.
(E) Planejar as ações a serem desenvolvidas em todas as escolas do país,
tanto na rede pública quanto na rede privada de ensino, de forma
igualitária, sem discriminação.

07. Os temas transversais a serem trabalhados, no Ensino


Fundamental da 6ª a 9ª série, são:
(A) Ética, Pluralidade Cultural, Meio Ambiente, Saúde, Orientação Sexual
e Trabalho e Consumo.
(B) Ética, Filosofia, Sociologia, Meio Ambiente, Saúde, Orientação Sexual.
(C) Diversidade, Saúde, Trabalho e Consumo, Filosofia Clínica,
Psicopedagogia e Ética.
(D) Antropologia, Meio Ambiente, Filosofia, Ética, Sociologia e Orientação
Sexual. 07123239458

(E) Filosofia, Sociologia, Antropologia, Gestão, Psicologia, Meio Ambiente.

08. De acordo com os Parâmetros Curriculares Nacionais, são


critérios para a seleção de conteúdos:
(A) formação geral do aluno, relevância social do tema e características
dos alunos.
(B) formação geral, relevância social do tema e condições infra
estruturais da escola.
(C) cultura local da escola, formação geral e especificidade da área.

!∀#∃%&∋(∀)∗)+∗&,−.∗&(&∋∗/−∗)∗&∋−∀.−)#&&&&&&&&&∀∀∀#∃%&∋(&∃)∗(+,−+.∋%,%#+,/#0∋!!!!!!!!!!!∀#∃%&∋!65!()!23!
Teoria e exercícios
! Conhecimentos Pedagógicos p/ Institutos Federais
Profas. Fernanda Lima e Fabiana Firmino Aula 03
(D) relevância social do tema, características dos alunos e especificidades
do conhecimento da área.
(E) relevância social do tema, cultura local da escola e condições infra
estruturais da escola.

09. Sobre os Parâmetros Curriculares Nacionais, pode-se afirmar


que:
(A) Estabelecem uma referência curricular que apoia a revisão e/ou
elaboração da proposta dos estados integrantes dos sistemas de ensino
nacional único.
(B) Visam à aprendizagem dos conteúdos necessários a compreensão da
realidade e a participação em relações sociais, políticas e culturais
diversificadas cada vez mais amplas.
(C) Os temas transversais configuram um modelo homogêneo,
sobrepondo às particularidades de cada região.
(D) Possibilitam o acúmulo de informações, garantindo a quantidade de
conhecimento adquirido, desconsiderando o estímulo e a capacidade do
aluno.
(E) Os temas transversais constituem-se de novas áreas a trabalhar na
prática pedagógica.

10. (FUNIVERSA/Pedagogo/SEJUS/2010) Todo projeto


pedagógico é fundamentalmente político. O projeto pedagógico
07123239458

indica a direção, a orientação, o caminho da escola e possui uma


intencionalidade significadora. Acerca desse tema, assinale a
alternativa correta.
a. Com alcance político-pedagógico, no sentido de construção
participativa, o projeto da escola direciona-se exclusivamente a atender
aos diferentes setores escolares.
b. A instituição educativa é reprodutora das analogias e dos valores
sociais, por isso seu projeto político-pedagógico deve estar voltado a
atender às funções de reprodução.

!∀#∃%&∋(∀)∗)+∗&,−.∗&(&∋∗/−∗)∗&∋−∀.−)#&&&&&&&&&∀∀∀#∃%&∋(&∃)∗(+,−+.∋%,%#+,/#0∋!!!!!!!!!!!∀#∃%&∋!66!()!23!
Teoria e exercícios
! Conhecimentos Pedagógicos p/ Institutos Federais
Profas. Fernanda Lima e Fabiana Firmino Aula 03
c. A pesquisa, como forma de aprendizagem escolar, não é compreendida
como parte formal do projeto político-pedagógico.
d. O projeto político-pedagógico da escola tem como finalidade elaborar
princípios, diretrizes e escolha das ações para melhor organizar, orientar e
operacionalizar as atividades desenvolvidas pela escola como um todo.
e. As ações de mudança e de transformação são independentes do projeto
político-pedagógico, pois são partes de um processo posterior a ele.

11. (FUNADEPI/Professor Polivalência/SECP-PI/2010) Os


Parâmetros Curricula- res Nacionais (PCN) são referências para o
ensino fundamental e médio de todo Brasil, tendo como objetivo:
a. garantir, preferencialmente, a todas as crianças brasileiras, mesmo em
locais com condições socioeconômicas desfavoráveis, o direito de usufruir
do conjunto de conhecimentos reconhecidos como necessários para o
exercício da cidadania.
b. proporcionar, prioritariamente, aos jovens, mesmo os que vivem em
condições desfavoráveis, um conjunto de conhecimentos que os prepare
para o mundo do trabalho.
c. garantir a todas as crianças e jovens brasileiros, mesmo em locais com
condições socioeconômicas desfavoráveis, o direito de usufruir do
conjunto de conhecimentos reconhecidos como necessários para o
exercício da cidadania. 07123239458

d. angariar recursos para viabilizar o acesso e permanência das crianças e


jovens oriundos das classes menos favorecidas, com o intuito de
proporcionar cidadania a todos.
e. planejar as ações a serem desenvolvidas em todas as escolas do país,
tanto na rede pública quanto na rede privada de ensino, de forma
igualitária, sem discriminação.

12. Segundo os Parâmetros Curriculares Nacionais escola é lugar


de aprender, lugar de aprender pensando. Essa afirmativa reflete:

!∀#∃%&∋(∀)∗)+∗&,−.∗&(&∋∗/−∗)∗&∋−∀.−)#&&&&&&&&&∀∀∀#∃%&∋(&∃)∗(+,−+.∋%,%#+,/#0∋!!!!!!!!!!!∀#∃%&∋!62!()!23!
Teoria e exercícios
! Conhecimentos Pedagógicos p/ Institutos Federais
Profas. Fernanda Lima e Fabiana Firmino Aula 03
(A)a importância de uma aprendizagem mecânica, condição determinante
da construção conceitual da palavra.
(B) o deslocamento do foco da aprendizagem, que se transfere para a
elaboração de conceitos espontâneos no ensino.
(C) o aprendizado de conceitos espontâneos, superando a elaboração de
conceitos científicos
(D) o deslocamento do foco do ensino, que se transfere para a
aprendizagem significativa.
(E) o foco que tem sido dado ao espontaneísmo docente, fundamental ao
acolhimento das crianças na escola pública.

13. Segundo os Parâmetros Curriculares Nacionais − PCNs, a


avaliação não deve ser responsabilidade apenas do professor. É
proposta que esta seja realizada também pelo:
(A) coordenador pedagógico.
(B) orientador educacional.
(C) diretor da escola e demais membros da equipe de direção.
(D) aluno, na forma de auto avaliação.
(E) conselho de escola.

14. Tendo em vista o proposto nas Bases Legais dos PCNs para o
Ensino Médio, o exercício da autonomia pela escola exerce-se
07123239458

prioritariamente por meio da:


(A) eleição do Diretor e/ou da Coordenação Pedagógica.
(B) formulação de uma proposta pedagógica própria.
(C) oferta, à critério da escola, do ensino médio de caráter
profissionalizante.
(D) participação dos diferentes segmentos nos Conselhos Escolares e da
criação de grêmios estudantis.
(E) escolha das disciplinas optativas e dos temas transversais.

!∀#∃%&∋(∀)∗)+∗&,−.∗&(&∋∗/−∗)∗&∋−∀.−)#&&&&&&&&&∀∀∀#∃%&∋(&∃)∗(+,−+.∋%,%#+,/#0∋!!!!!!!!!!!∀#∃%&∋!67!()!23!
Teoria e exercícios
! Conhecimentos Pedagógicos p/ Institutos Federais
Profas. Fernanda Lima e Fabiana Firmino Aula 03
15. Os Parâmetros Curriculares Nacionais para o ensino
fundamental adotam o tratamento transversal de conteúdos e
temáticas sociais na escola. Isso supõe a:
(A)constituição de novas áreas curriculares que abordem temas alheios
aos programas.
(B) adoção de temas no currículo que devem ser explorados com peso e
tratamento igualitário.
(C) estruturação curricular em disciplinas para garantir a profundidade no
contato com o conhecimento.
(D) contextualização das áreas curriculares, tendo em vista a adequação
da educação a uma perspectiva liberalizante.
(E) integração entre as áreas curriculares, permeadas por temas
abrangentes e específicos.

1–C
07123239458

2–D
3–C
4 – INCORRETA
5–D
6–C
7–A
8–D
9–B
10 – D
11 –C
12 –D
13 –D
14 – B

!∀#∃%&∋(∀)∗)+∗&,−.∗&(&∋∗/−∗)∗&∋−∀.−)#&&&&&&&&&∀∀∀#∃%&∋(&∃)∗(+,−+.∋%,%#+,/#0∋!!!!!!!!!!!∀#∃%&∋!68!()!23!
Teoria e exercícios
! Conhecimentos Pedagógicos p/ Institutos Federais
Profas. Fernanda Lima e Fabiana Firmino Aula 03
15 –E

07123239458

!∀#∃%&∋(∀)∗)+∗&,−.∗&(&∋∗/−∗)∗&∋−∀.−)#&&&&&&&&&∀∀∀#∃%&∋(&∃)∗(+,−+.∋%,%#+,/#0∋!!!!!!!!!!!∀#∃%&∋!69!()!23!
Teoria e exercícios
! Conhecimentos Pedagógicos p/ Institutos Federais
Profas. Fernanda Lima e Fabiana Firmino Aula 03

Onde posso ler mais?


Escola e democracia: Teorias da educação, curvatura da vara, onze teses
sobre educação e política. São Paulo, Cortez e Autores Associados, 1983.

DEMO Pedro. Educação e qualidade. Campinas, Papirus,1994.


Libâneo, Carlos José. Educação Escolar: Política, Estrutura e Organização.
São Paulo, Cortez, 2012.

Florestan Fernandes. Petrópolis: Vozes, pp. 166-183

GADOTTI, Moacir e José Eustáquio Romão, ogs., 1997. Autonomia da


escola: princípios e propostas. São Paulo: Cortez.

GADOTTI, Moacir e José Eustáquio Romão, orgs., 1993. Município e


Educação. São Paulo: Cortez/IPF.

GADOTTI, Moacir, 1990. “Tese em defesa de um sistema único, nacional e


popular de educação pública”. In:
07123239458

GADOTTI, Moacir, 1990. Uma só escola para todos: caminhos da


autonomia escolar. Prefácio de

VEIGA, Ilma P.A. "Escola, currículo e ensino". In: I.P.A. Veiga e M. Helena
Cardoso (org.) Escola fundamental: Currículo e ensino. Campinas,
Papirus,1991.

VEIGA, Ilma P.A. e CARVALHO, M. Helena S.O. "A formação de

!∀#∃%&∋(∀)∗)+∗&,−.∗&(&∋∗/−∗)∗&∋−∀.−)#&&&&&&&&&∀∀∀#∃%&∋(&∃)∗(+,−+.∋%,%#+,/#0∋!!!!!!!!!!!∀#∃%&∋!6:!()!23!
Teoria e exercícios
! Conhecimentos Pedagógicos p/ Institutos Federais
Profas. Fernanda Lima e Fabiana Firmino Aula 03
profissionais da educação". In: MEC. Subsídios para uma proposta de
educação integral à criança em sua dimensão pedagógica. Brasília, 1994.

Cassia Ravena Mulin de Assis Medel - Projeto politico pedagógico. Construção e


implementação na Escola.

http://www.app.com.br/portalapp/imprensa/Doc_Ref_CONAE_2014_versa
ofinal.pdf

http://portal.mec.gov.br/seb/arquivos/pdf/rcnei_vol1.pdf

!
!
!

07123239458

!∀#∃%&∋(∀)∗)+∗&,−.∗&(&∋∗/−∗)∗&∋−∀.−)#&&&&&&&&&∀∀∀#∃%&∋(&∃)∗(+,−+.∋%,%#+,/#0∋!!!!!!!!!!!∀#∃%&∋!23!()!23!