Você está na página 1de 6

UNIVERSIDADE JOSÉ DO ROSÁRIO VELLANO – UNIFENAS

CURSO DE ENGENHARIA CIVIL DIURNO


CAROL GOMES DE OLIVEIRA
CRISTIAN FERNANDES DE ALMEIDA MOREIRA
GIULLIA PACELLI
HUGO DE CARVALHO
LARISSA DE PAULA FERREIRA
MARINA AZEVEDO PRADO CASTILHO
RAYANA MARIA DE CARVALHO

TRABALHO FINAL – GESTÃO DE PESSOAS

ALFENAS
2018
CAROL GOMES DE OLIVEIRA
CRISTIAN FERNANDES DE ALMEIDA MOREIRA
GIULLIA PACELLI
HUGO DE CARVALHO
LARISSA DE PAULA FERREIRA
MARINA AZEVEDO PRADO CASTILHO
RAYANA MARIA DE CARVALHO

TRABALHO FINAL – GESTÃO DE PESSOAS

Trabalho apresentado como requisito parcial de


avaliação da disciplina de Gestão de Pessoas, no
curso de Engenharia Civil diurno, na
Universidade José do Rosário Vellano.

Orientador: Prof. Erivelton Antônio dos Santos.

ALFENAS
2018
1) Com a ideia de que a equipe é o que dá vida a uma empresa, o Google dedicou seu
tempo a descobrir o que torna uma equipe mais eficiente e bem-sucedida. O estudo
nomeado "Projeto Aristóteles" é uma homenagem à citação do filósofo: "O todo é maior
do que a simples soma das suas partes". Entretanto, o Google tem se preocupado, cada
vez mais, em definir um número de partes para que esse “todo” seja ótimo, no qual todos
contribuam com seus conhecimentos e habilidades e não tenham partes que somem zero.
Fonte: adaptado de Época Negócios, janeiro de 2018. Segundo o trecho acima, o desafio
de se trabalhar em grupo está diretamente relacionado com a eliminação da tendência de
alguns membros de se esforçarem menos quando trabalham em grupo. Essa tendência é
chamada:

(D) folga social.

2) O diferencial entre as empresas não são mais as máquinas utilizadas no processo


produtivo da era industrial, mas sim o somatório do conhecimento coletivo gerado e
adquirido. O RH que investe no Capital intelectual, utilizando-se dos recursos
institucionais disponíveis, demonstra que a empresa faz:

(B) Uma boa gestão de pessoas;

3) É uma das atribuições da área de Recursos Humanos promover a


socialização/convivência de seus colaboradores. Estamos falando de:

(D) Processo de integração

5) Como explica Jeff Bezos, CEO da Amazon, "discordar e comprometer" não significa
"pensar que sua equipe está errada, mas concordar com ela mesmo assim". Na verdade, é
assumir o compromisso de aceitar as decisões da equipe e ajudá-la, mesmo que você
discorde. Antes de chegar a esse ponto, você deve explicar sua posição e a equipe deve
avaliar suas considerações. Mas se você decidir "discordar e comprometer", você está
dentro. Portanto, ao expor o que pensa, todos acabam aprendendo algo e ainda há um
estímulo à confiança e ao diálogo entre os membros. Fonte: adaptado de Época Negócios,
janeiro de 2018. Segundo Jeff Bezos, “discordar e comprometer” possui similaridades,
mas difere substancialmente de um conceito relacionado com as normas de um grupo,
qual seja:

(D) conformidade.

8) A equipe é o "motor" de uma empresa: é ela que tem ideias inovadoras e produz a
maior parte do trabalho. Assim como as engrenagens que se encaixam para que o motor
funcione plenamente, as melhores e mais produtivas equipes são aquelas que têm
entrosamento. Entretanto, diferente de um motor, a produtividade da equipe não depende
tanto do nível de qualificação de seus membros, mas sim na forma como trabalham juntos
e, mais importante, se compartilham claramente as “regras do jogo” sobre como devem
produzir. Fonte: adaptado de Época Negócios, janeiro de 2018. Pesquisas sobre a relação
entre a estrutura do grupo e produtividade mostram que esta depende da relação entre
níveis de coesão e de normas definidas por seus membros. A produtividade mais baixa é
alcançada quando o grupo apresenta:

(B) coesão alta e normas de desempenho baixa.

9) O que é preciso para construir um porta-aviões? Conhecimento em engenharia nuclear,


arquitetura naval, metalurgia, hidrodinâmica, sistemas da informação e protocolos
militares, entre outros. A resposta de Scott Page, professor da Universidade de Michigan,
é usada por ele para ilustrar como deve ser a equipe responsável pelo desenvolvimento e
implementação de grandes projetos numa organização. “Para que o projeto seja um
sucesso, especialistas de todas essas áreas da empresa devem estar juntos na empreitada.
Cada um tem uma expertise e, juntos, saberão endereçar os problemas e criar soluções
para os mesmos”. Fonte: adaptado de Época Negócios, fevereiro de 2018. Scott Page
sinaliza que para o desenvolvimento e a implementação de grandes projetos, como é o
caso de um porta aviões, é necessária a criação de um tipo específico de equipe, qual seja:

(D) equipe multifuncional.

10) As etapas do processo de desenvolvimento são: Diagnóstico, Modelagem, Execução


e Avaliação. No que se refere à etapa Diagnóstico, o objetivo desse processo é:
(A) identificar gaps de competências em cuja redução, ou até mesmo eliminação, a
empresa deve investir.

Estudo de caso: NO BAR, O TRABALHO É SEMPRE EM EQUIPE!


Questões:
A. Os estudos sobre a diversidade dentro das equipes de trabalhos mostram pontos
positivos e negativos desse fator. Nesse caso, ela se mostra determinante para o
sucesso do trabalho grupo. Liste quais pontos positivos e negativos a diversidade
pode ter trazido para o time da inovação da AmBev.

O estudo de caso: ‘ NO BAR, O TRABALHO É SEMPRE EM EQUIPE!’, traz a


atenção a uma questão interessante: a diversidade dentro das equipes de trabalhos. Isso
pode ter trazido pontos positivos e negativos para o time da inovação da AmBev.
Positivos: primeiramente uma equipe responsável pelo departamento de inovação
composto por formações e experiências completamente diferentes reduz drasticamente o
problema de falta de criatividade, já que o grupo agora é composto por pessoas que não
compartilham das mesmas ideias, diferente do grupo anterior, e devido a essa diferença
entre os integrantes há possibilidade de novidades as discussões.
Outro ponto positivo é a possibilidade de mais projetos, com características
diferentes, o que elimina um problema que antes existia: a redundância. Com uma equipe
formada por pessoas diferentes minimiza-se o risco da realização de, por exemplo, dois
projetos paralelos muitos parecidos.
Um terceiro ponto positivo é que uma equipe com ideias e pensamentos diferentes,
possibilita uma melhor apresentação de um ‘projeto inicial’. É preciso convencer os
gestores de que determinado projeto é interessante para a marca. Cabeças diferentes vão
tentar encontrar quais os melhores modos para alcançar isso, com apresentações,
pesquisas, protótipos por exemplos. Isso pode fazer com que o gestor tenha outros olhos
para aquela ideia, que antes ele nem pensaria.
Além disso, mais um ponto positivo é a possibilidade de ter projetos diversificados
que assim atendam a grupos diferentes. Isso porque, uma equipe de trabalho formada por
pessoas diferentes, indica que, cada um tem consigo experiências diferentes. Cada um
deles pode ter conhecimento de certos grupos de pessoas inseridos na comunidade, o que
possibilita o desenvolvimento de produtos que se enquadrem em cada grupo. E isso insere
a empresa numa grande participação de mercado, com excelentes resultados.

Negativos: Apesar dos pontos positivos alistados acima, montar uma equipe
composta de dez pessoas com formações e experiências bastante diferentes, responsável
por coletar e criar novas ideias traz seus desafios e suas dificuldades.
Pode-se alistar, por exemplo, uma dificuldade inicial de entrosamento entre os
membros da equipe. Já que cada um é diferente nos seus conhecimentos e nas suas
experiências, o que pode ser inovador para um, pode ao mesmo tempo ser questionável
ou para outro. Isso pode causar um certo estresse entre os membros da equipe, ou até
mesmo uma resistência entre alguns sobre certas ideias. Juntamente com isso, vale
lembrar do tempo gasto para estruturar essa equipe, qual deve ser a estruturação de
trabalho para alcançar pontos positivos e manter a equipe motivada para realização de um
bom trabalho. Isso pode levar um tempo, assim como podem existir erros e acertos dentro
das tentativas, o que talvez pode desencadear um certo desgaste.
Outro ponto negativo, pode ser que de imediato o resultado não seja o esperado
pela empresa. A produção de ideias pode demorar um pouco devido a essa situação de
conhecimento entre os funcionários. O que também pode resultar numa situação
estressante já que os gestores esperam por resultados, e a equipe responsável sabe da
necessidade de cumprir com seu trabalho.

Você também pode gostar