Você está na página 1de 10

%ódigos de Erro ágina + de +89

Erros e avisos de detalhamento


Quando não é possível para o Eberick calcular ou detalhar corretamente algum elemento estrutural,
estrutural, ou existe alguma
situação de detalhamento que possa não ser abrangida pelo programa, o usuário é alertado através de um código de erro

!s códigos de erro são um modo de organi"ar a causa do erro, visando #acilitar a resolução dos mesmos Eles estão
subdivididos em cinco tipos de mensagens,
mensagens, e são emitidos através de uma $anela
uma $anela de mensagens,
mensagens, ou, no caso de
elementos com erros de dimensionamento, quando é pedido o detalhamento do elemento, ocasião em que é emitida uma
caixa de mensagens contendo o erro do elemento %licando no botão &'$uda&, ou ao se e#etuar um duplo(clique no erro
exibido nas $anelas de mensagens, o Eberick imediatamente abre a a$uda correspondente ao erro

Critério de numeração:

!s erros do programa, subdivididos con#orme explicado em &)ipos de mensagens&,


mensagens&, são numerados de acordo com o
tipo

!s avisos de detalhamento são identi#icados com n*meros, a partir do 'viso +

ara di#erenciar os erros de dimensionamento dos erros de armadura, os erros de dimensionamento são numerados na
#orma &Erro -..&, a partir de um erro -/+ comum a todos os elementos 0á os erros de armadura são identi#icados n a
#orma &Erro '..& !s demais tipos de mensagens, como se tratam de uma só mensagem variável, não possuem
numeração

)ópicos relacionados1

0anela de mensagens

)ipos de mensagens

'visos de detalhamento

Erros de armadura

Erros de dimensionamento

'visos e Erros na construção do modelo estrutural

Janela de mensagens
's $anelas de mensagens são exibidas nas seguintes situaç2es1

 3erar pranchas4
pranchas4

 3erar detalhamentos4
detalhamentos4

 -etalhar nas $anelas
nas $anelas de dimensionamento4
dimensionamento4

 -imensionar elementos

 5lechas de vigas e
vigas e #lechas de la$es e
la$es e escadas
escadas44

 3erar lanta de locação4


locação4

 3erar prancha de 5ormas4


5ormas4

 6elatórios44
6elatórios

 6esumo de materiais4
materiais4

 %onstrução do modelo estrutural


estrutural

 7magem do -iálogo

#ile1;;;%1;?sers;@ristAan;'pp-ata;Bocal;)emp;Chh>'=5htm +:;/<;=/+>
(digos de Erro $ágina 6 de 789

Objetivo: Exibir e gerenciar a situação dos elementos solicitados a serem incluídos nos desenhos, através de mensagens,
auxiliando nas verificações e correções necessárias

! janela de "ensagens fica dis#osta em forma de árvore, sendo exibidas as situações atuais dos elementos selecionados,
de acordo com o ti#o de mensagem
mensagem

$ara facilitar a visuali%ação do #roblema


#roblema e sua
sua locali%ação, os Erros a#resentam ícones vermelhos
vermelhos e !visos
!visos ícones
amarelos 
$ara acessar informações referentes ao erro a#resentado, basta a#licar um du#lo&cli'ue sobre o mesmo #ara abrir a ajuda
do #rograma, ex#licando o erro

(licando no botão tem&se acesso )s #ro#riedades da janela:

 Ordenar #or: #ossibilita ordenar as mensagens #or ti#o de elemento ou #or #avimento:

 $avimento: a janela será ordenada de modo 'ue serão exibidos os #avimentos, e em cada #avimento serão listados
os elementos #or ti#o, e os elementos com suas mensagens

 *i#o de elemento: a janela será ordenada de modo 'ue serão exibidos os ti#os de elementos, os #avimentos e os
elementos com suas mensagens

 (o#iar mensagens: #ossibilidade de co#iar todas as mensagens, ou somente a selecionada, #ara +colar+ em
a#licativos de edição de textos, como o "icrosoft ord, #or exem#lo

! o#ção (o#iar mensagens #ermite co#iar os dados, sendo 'ue estes serão inseridos no a#licativo somente com a o#ção
de ordenar #or #avimento

 Ex#andir árvore: #or se tratar de uma dis#osição em forma de árvore, #ode&se ex#andir toda a árvore, exibindo
todos os elementos e suas mensagens

 (ontrair árvore: #or se tratar de uma dis#o sição em forma de árvore, #ode&se contrair toda a árvore, exibindo
a#enas as #astas #rinci#ais

 -m#rimir: #ermite im#rimir todos os erros $ode&se utili%ar também o botão com a mesma finalidade

.ão se#arados os elementos com erro ou 'ue não couberam nas #ranchas, os elementos com avisos e os elementos com
flechas excessivas /'uando se a#licar0 "ais

Tipos de mensagens
Existem seis ti#os de mensagens emitidas #elo #rograma 'ue se diferenciam 'uanto ) finalidade !baixo segue uma
ex#licação referente a cada uma delas

Avisos
Os avisos são emitidos 'uando os elementos se encontram em situação #articular, exigindo alguma verificação não
reali%ada #elo #rograma, 'ue deve ser executada #elo #rojetista, ou em situação 'ue necessite de alerta ou confirmação
de 'ue o elemento não está com erro e foi #ro#ositalmente considerado como tal

$ortanto, ao ser emitido um !viso, leia e verifi'ue se voc1 está consciente do detalhe a#ontado, #rosseguindo o trabalho
normalmente (aso contrário, revise o lançamento estrutural ou a eta#a corres#ondente ao !viso o bservado

2m aviso não im#ede o detalhamento do elemento

Não coube na área útil. Elemento deslocado para prancha final

Este aviso é emitido #ara informar ao usuário 'ue o formato da #rancha configurada não a#resenta área 3til suficiente
 #ara detalhar os elementos relacionados

4eve ser verificada esta situação alterando a escala #ara detalhamento, ou configurando uma #rancha maior em
(onfigurações&$ranchas e 5!,5!, +*amanho da área 3til #ara desenho+

file:<<<(:<2sers<@ristAan<!##4ata<Bocal<*em#<Chh?!6Dhtm 7;<=><6=7?
(digos de Erro $ágina 6 de 789

Objetivo: Exibir e gerenciar a situação dos elementos solicitados a serem incluídos nos desenhos, através de mensagens,
auxiliando nas verificações e correções necessárias

! janela de "ensagens fica dis#osta em forma de árvore, sendo exibidas as situações atuais dos elementos selecionados,
de acordo com o ti#o de mensagem
mensagem

$ara facilitar a visuali%ação do #roblema


#roblema e sua
sua locali%ação, os Erros a#resentam ícones vermelhos
vermelhos e !visos
!visos ícones
amarelos 
$ara acessar informações referentes ao erro a#resentado, basta a#licar um du#lo&cli'ue sobre o mesmo #ara abrir a ajuda
do #rograma, ex#licando o erro

(licando no botão tem&se acesso )s #ro#riedades da janela:

 Ordenar #or: #ossibilita ordenar as mensagens #or ti#o de elemento ou #or #avimento:

 $avimento: a janela será ordenada de modo 'ue serão exibidos os #avimentos, e em cada #avimento serão listados
os elementos #or ti#o, e os elementos com suas mensagens

 *i#o de elemento: a janela será ordenada de modo 'ue serão exibidos os ti#os de elementos, os #avimentos e os
elementos com suas mensagens

 (o#iar mensagens: #ossibilidade de co#iar todas as mensagens, ou somente a selecionada, #ara +colar+ em
a#licativos de edição de textos, como o "icrosoft ord, #or exem#lo

! o#ção (o#iar mensagens #ermite co#iar os dados, sendo 'ue estes serão inseridos no a#licativo somente com a o#ção
de ordenar #or #avimento

 Ex#andir árvore: #or se tratar de uma dis#osição em forma de árvore, #ode&se ex#andir toda a árvore, exibindo
todos os elementos e suas mensagens

 (ontrair árvore: #or se tratar de uma dis#o sição em forma de árvore, #ode&se contrair toda a árvore, exibindo
a#enas as #astas #rinci#ais

 -m#rimir: #ermite im#rimir todos os erros $ode&se utili%ar também o botão com a mesma finalidade

.ão se#arados os elementos com erro ou 'ue não couberam nas #ranchas, os elementos com avisos e os elementos com
flechas excessivas /'uando se a#licar0 "ais

Tipos de mensagens
Existem seis ti#os de mensagens emitidas #elo #rograma 'ue se diferenciam 'uanto ) finalidade !baixo segue uma
ex#licação referente a cada uma delas

Avisos
Os avisos são emitidos 'uando os elementos se encontram em situação #articular, exigindo alguma verificação não
reali%ada #elo #rograma, 'ue deve ser executada #elo #rojetista, ou em situação 'ue necessite de alerta ou confirmação
de 'ue o elemento não está com erro e foi #ro#ositalmente considerado como tal

$ortanto, ao ser emitido um !viso, leia e verifi'ue se voc1 está consciente do detalhe a#ontado, #rosseguindo o trabalho
normalmente (aso contrário, revise o lançamento estrutural ou a eta#a corres#ondente ao !viso o bservado

2m aviso não im#ede o detalhamento do elemento

Não coube na área útil. Elemento deslocado para prancha final

Este aviso é emitido #ara informar ao usuário 'ue o formato da #rancha configurada não a#resenta área 3til suficiente
 #ara detalhar os elementos relacionados

4eve ser verificada esta situação alterando a escala #ara detalhamento, ou configurando uma #rancha maior em
(onfigurações&$ranchas e 5!,5!, +*amanho da área 3til #ara desenho+

file:<<<(:<2sers<@ristAan<!##4ata<Bocal<*em#<Chh?!6Dhtm 7;<=><6=7?
?di%os de Erro 8)%ina < de =>6

 Nas versões anteriores do Eberick, como a Versão V6, por exemplo, esses elementos não são incluídos emitindo um
erro.. Mais...
erro

Erros
Os erros são emitidos quando elementos estruturais apresentamse em condi!ões insu"icientes ou inadequadas para o seu
dimensionamento e conseq#ente detal$amento.

 Neste caso, o trabal$o deve ser interrompido e analisado a condi!ão de erro apontada, procurando corri%íla da mel$or
maneira possível.

Elementos que apresentam erros não são detal$ados pelo pro%rama.

&ão considerados pelo pro%rama dois tipos distintos de erros, aqueles re"erentes ' armadura e os que se re"erem ao
dimensionamento dos elementos(

Erros de armadura

Erros de armadura são aqueles que ocorrem quando $) al%um impedimento para a escol$a das bitolas, como
espa!amento insu"iciente, taxa de armadura superior ao con"i%urado, posi!ão do centro de %ravidade alto, etc. O
 pro%rama aponta, atrav*s do botão , os erros encontrados para cada bitola con"i%urada. +s bitol as que não
apresentarem erro, estarão disponíveis para o detal$amento do elemento. aso todas as bitolas resultem em erro, o
elemento tamb*m estar) em condi!ões de erro.

Erros de dimensionamento dos elementos

Erros de dimensionamento são aqueles que ocorrem para um elemento em situa!ão de erro, devido a lan!amentos
incorretos, condi!ões insu"icientes para resistir aos es"or!os ou impossibilidade de c)lculo, por particularidades de um
lan!amento que não * considerado pelo pro%rama.

Construção do modelo estrutural


+l%uns erros ocorridos no lan!amento da estrutura não podem ser identi"icados no momento do lan!amento e somente
são veri"icados pelo pro%rama quando * iniciado o processamento da estrutura.

+ssim, durante a constru!ão do modelo estrutural o pro%rama e"etua um con-unto de veri"ica!ões preliminares
re"erentes ' coerncia do modelo de lan!amento. +s incoerncias encontradas implicam na interrup!ão imediata do
 processamento e %eram erros de /ON&01234O
/ON&01234O 5O MO5EO E&012021+/,
E&012021+/, relacionados a cada uma das
veri"ica!ões que o pro%rama e"etua neste momento.

Não coube na área útil


Este erro * emitido para in"ormar ao usu)rio que o "ormato da pranc$a con"i%urada não apresenta )rea 7til su"iciente
 para detal$ar os elementos relacionados. Este comportamento ocorre somente nas versões V6
V6 ou
 ou anteriores. Mais...

5eve ser veri"icada esta situa!ão alterando a escala para detal$amento, ou con"i%urando uma pranc$a maior em
on"i%ura!ões8ranc$as e 1+,1+, /0aman$o da )rea 7til para desen$o/.

Flecha excessiva
Este aviso * emitido quando vi%as ou la-es apresentam "lec$as excessivas, ultrapassando o limite con"i%urado em
on"i%ura!ões5imensionamentoVi%as e
on"i%ura!ões5imensionamentoVi%as  e on"i%ura!ões5imensionamentoa-es
on"i%ura!ões5imensionamentoa-es..

Estas veri"ica!ões "icam sendo necess)rias, pois al*m de %arantir que as mesmas se-am corretamente dimensionadas
9estado limite 7ltimo:, deve %arantir tamb*m as veri"ica!ões para o estado limite de servi!o.

Variação excessiva entre rigidez imediata e rigidez imediata recalculada


Este aviso * emitido nos dia%ramas de "lec$as quando a ri%ide; do concreto "issurado varia muito entre a primeira e
a 7ltima itera!ão no c)lculo das "lec$as imediatas e di"eridas.
di"eridas. &e $ouver al%uma vi%a ou la-e com erros e portanto

"ile(@@@(@2sers@ristFan@+pp5ata@ocal@0emp@
"ile(@@@(@2sers@ristFan@+pp5ata@ocal@0emp@G$$D+CH.$tm
G$$D+CH.$tm =<@AB@CA=D
Códigos de Erro )gina < de 2=7

não dimensionada, o clculo das %lechas di%eridas ser prejudicado.

 1este clculo # considerada, con%orme o item 23.4.5.2 da 16/ 722895::4, uma rigide e!uivalente *Eie!+ calculada
em %unção do momento de %issuração *;r+ e do momento de in#rcia da seção %issurada *& + de concreto no estdio
&&
&&, e portanto depende diretamente do dimensionamento do elemento, sendo um processo iterativo !ue pode
convergir após alguns poucos processamentos.

Tópicos relacionados

Janela de mensagens

Códigos de Erro

Avisos de detalhamento

Erros na construção do modelo estrutural

Aviso L01 - Pilar rotulado sem vigas chegando


A aplicação de rótulas em pilares, para elementos isolados, ou seja, sem nenhuma barra de viga chegando nos
elementos, causa a hipostaticidade da estrutura.

Considera-se uma estrutura hiposttica, !uando o n"mero de incógnitas # menor !ue o de e!uaç$es %ornecidas pela
esttica. &sto signi%ica !ue a estrutura não est restringida a movimento de corpo r'gido.

Solução:
 (ica sendo necessrio engastar ou o pilar atrav#s do comando Elementos-)ilares-Engastar .

Aviso L02 - Pilar e vigas rotulados


Esta # uma situação redundante, pois bastaria aplicar a rótula apenas na viga ou no pilar para eliminar a transmissão de
momentos %letores entre estes elementos. Al#m disso, esta situação pode causar um erro no clculo do pórtico.

Solução:
 Engastar o pilar *atrav#s do comando Elementos-)ilares-Engastar + ou a etremidade rotulada da viga *atrav#s do
comando Elementos-igas-Engastar +.

Aviso L03 - Rampa com pilar no interior


Este aviso # emitido caso algum p ilar esteja com sua seção transversal posicionada no interior de uma rampa ou la nce de
escadas. Elementos contidos no interior de uma rampa ou de um lance de escada serão totalmente ignorados, sem !ue as
 barras da discretiação do lance de escada ou rampa sejam ligadas ao mesmo.

Assim, sempre !ue eistir lajes inclinadas !ue co ntenham pilar em seu interior ser apresentado este e rro, pois o
 programa não permite lançar rampas apoiadas diretamente sobre pilares.

Solução:
 /eposicionar o pilar0

%ile9>>>C9>@sers>ristBan>Appata>Docal>Temp>hh3A5(.htm 24>:?>5:23
Códigos de Erro )gina ? de 2=7

 /ever o lançamento da estrutura0

 Caso o modelo visado seja com !ue o pilar seja apoio para o lance de escada ou rampa, deve ser criado umn'vel
intermedirio no pavimento, na altura de%inida pela inclinação do elemento, ligando os pavimentos atrav#s de
vigas inclinadas ao pilar no n'vel intermedirio.

Aviso L04 - Pilar nascendo no vazio


Este aviso # emitido !uando %or detectado um pilar nascendo no pavimento, sem nenhuma viga de apoio ligada a ele ou
nascendo invalidamente sobre uma laje *programa permite pilares na scendo sobre laje, somente para lajes de %undação e
lajes de reservatório+.

Esta situação ocorre %re!uentemente !uando cria-se um n'vel intermedirio, copiando somente os pilares, sendo !ue um
 pilar !ue estava nascendo sobre vigas no pavimento %icar nascendo no vaio neste intermedirio.

/ecomenda-se deiar habilitado o item FContinuidade *teto+F ou FContinuidade *hachura+F emCon%iguraç$es-Entrada


gr%ica-)ilares, permitindo !ue o usurio visualie os pilares !ue nascem sem ligação com vigas de apoio.

 1a situação em !ue um pilar estiver representado como nó *Elementos-)ilares-/epresentar como nó+ e tiver um pilar de
apoio, o aviso não ser emitido.

Solução:
 Eliminar o pilar nascendo no vaio caso o mesmo não deva eistir neste pavimento0

 eri%icar e corrigir a ligação do pilar c om as vigas nos casos em !ue o pilar deveria nascer sobre elas.

Aviso L05 - Trecho de viga livre à rotação


Este aviso # emitido !uando %or detectada uma situação particular de lançamento de vigas, com um ou mais trechos
colineares ligados apenas a barras rotuladas. Este tipo de lançamento pode causar hipostaticidade da estrutura, pois a
viga não possui nenhum v'nculo impedindo G rotação em torno de seu próprio eio.

iga 2 ligada somente G barras rotuladas *poss'vel situação de inconsistHncia+

Considera-se uma estrutura hiposttica, !uando o n"mero de incógnitas # menor !ue o de e!uaç$es %ornecidas pela
esttica. &sto signi%ica !ue a estrutura não est restringida a movimento de corpo r'gido.

Solução:
 Engastar uma ou mais barras ligadas a esta viga atrav#s do comando Elementos-igas-Engastar .

%ile9>>>C9>@sers>ristBan>Appata>Docal>Temp>hh3A5(.htm 24>:?>5:23
#ódigos de Erro %gina 2 de 132

Aviso L06 - Nó livre à rotação


Este aviso é emitido quando for detectada uma situação de lançamento em que todas as vigas chegando em um nó estão
rotuladas. Este tipo de lançamento causa hipostaticidade da estrutura.

 Nó de extremidades das vigas V1 e V8 livre  rotação! gerando inconsist"ncia no modelo

#onsidera$se uma estrutura hipost%tica! quando o n&mero de incógnitas é menor que o de equaç'es fornecidas pela
est%tica. (sto significa que a estrutura não est% restringida a movimento de corpo r)gido.

Solução:
 Engastar uma ou mais vigas ligadas a este nó através do comando Elementos$Vigas$Engastar .

Aviso L07 - Viga sem ligação com a estrutura


Este aviso é emitido quando for detectada uma situação de lançamento em que existe uma viga ou um con*unto de vigas
sem qualquer ligação com pilares ou paredes! ou se*a! não possuem v)nculo com qualquer elemento de apoio no modelo.

+ o,*etivo deste aviso é indicar vigas com pro,lema de vinculação ou que estão ligadas somente  ,arras ou vigas sem
rigide-! gerando inconsist"ncia no processamento da estrutura.

Viga V1 na situação de aviso /0! ligada somente em vigas sem rigide-

file555#59sers5:rist;an5<pp=ata5ocal5>emp5?hh0<7@.htm 145/657/10
C-digos de &rro 8/gina 9 de 1:;

Conjunto de vigas (V1, V14 e V15) sem ligação com a estrutura (erro de vinculação nos pilares)

Solução:
 Transformar a viga em sem rigidez, caso o elemento não tena função estrutural!

 "etectar o pro#lema de vinculação no lançamento e corrigi$lo%

Aviso L08 - Pilar sem ligação com a estrutura


&ste aviso ' emitido em duas situaçes

 *uando for detectada uma situação de lançamento em *ue e+iste um pilar *ue não possui vnculo, em toda sua
 prumada, com vigas, paredes, #arras rgidas ou lajes (programa permite pilares nascendo so#re laje, somente para
lajes de fundação e lajes de reservat-rio)%

 *uando e+istirem pilares lançados como fundaçes isoladas não travadas por vigas ou lajes, ou com vnculo no
apoio com algum grau de li#erdade (vnculos dos tipos .rotulado., .deslizante., .el/stico padrão. ou
.personalizado.), gerando inconsist0ncia no processamento da estrutura%

 o#jetivo deste aviso ' indicar pilares sem travamento ou nascendo com pro#lema de vinculação, ou *ue estão ligados
somente a #arras simples ou vigas sem rigidez, g erando inconsist0ncia no processamento da estrutura% #jetiva$se
tam#'m indicar fundaçes isoladas *ue não estejam ligadas a vigas, vigas inclinadas, ou *ue não estejam no contorno de
lajes%

Solução:
 "etectar o pro#lema de vinculação no lançamento e corrigi$lo!

 &liminar o elemento, caso esteja lançado de maneira incorreta%

Aviso L09 - Origem do modelo muito afastada


&ste aviso ' emitido no processamento *uando o centro do modelo estiver com pelo menos uma das coordenadas 2 ou
3 com valor superior a 1%

ecomenda$se *ue o cro*ui esteja sempre posicionado pr-+imo 6s coordenadas (,), evitando imprecises no
lançamento ou resultados do modelo%

Solução:
 7tilizar o comando 8osicionar origem do projeto para posicionar um ponto a ser escolido na coordenada (,)%

Aviso L10 - Laje em balaço ão egastada

file===C=7sers=?rist@an=App"ata=Bocal=Temp=9A>D%tm 1<=5=>19
*digos de Erro gina / de %01

Este aviso é emitido quando for detectada uma situação de lançamento em que existe laje em balanço sem engastamento
com lajes adjacentes.

Laje em balanço sem continuidade com laje interna

Quando os bordos apoiados da laje não estão na mesma direção, ou quando existe qualquer trecho da laje engastado, o
 programa não detectar situação para apresentação do aviso. !ambém não apresentar mensagem caso o contorno da
laje em balanço tenha sido l ançado incorretamente com barras r"gidas ao invés d e barras simples. #os casos de contorno
com barras r"gidas o aviso emitido ser $viso L%& ' (arra r"gida fora da seção de pilar .

)eve'se lembrar que o programa não considera qualquer engastamento da s lajes com as vigas de bordo, portanto, é
obrigat*ria a exist+ncia de uma continuidade com lajes internas para um correto dimensionamento e detalhamento.
abe sempre ao usurio avaliar o modelo, e vitando o detalhamento de lajes em balanço sem armaduras negativas de
continuidade.

$lgumas situaç-es de lajes em balanço não engastadas não detectadas pelo programa

Solução:

file7333738sers39rist:an3$pp)ata3Local3!emp3;hh6$&<.htm %23453&4%6
*digos de Erro gina 0 de %01

 orrigir o lançamento da laje, criando continuidades com lajes internas=

 aso não exista laje interna para engastamento, eliminar a laje em balanço do modelo e calcul'la separadamente.

Aviso L11 - !iga em balaço rotulada


Este aviso é emitido quando for detectada uma situação de lançamento em que existe viga em balanço rotulada no
elemento estrutural de apoio.

>dentificar situaç-es bsicas de vigas conectadas em e lementos estruturais ?outras vigas, pilares, paredes e barras
r"gidas@ em somente uma das extremidades, sendo que todos os demais n*s da viga devem estar livres ou ligados e m
 barras simples.

Aigas A& e AB com aviso L%%

$ identificação dos elementos nessa situação de aviso é feita antes da anlise do modelo, através do comando
CElementos'Aerificar lançamentoC ou no in"cio do processamento ?etapa CAerificação dos problemas de lançamentoC@.
)evido a isso, caso a viga esteja ligada em elemento estrutural em mais de um n*, o programa não a presentar esse
aviso L%%, pois não existe como o programa identificar que a viga est em balanço.

 #o exemplo da figura a seguir, as vigas em balanço A& e AB não apresentarão aviso, devido D exist+ncia da A6 ligadas a
esses elementos.

file7333738sers39rist:an3$pp)ata3Local3!emp3;hh6$&<.htm %23453&4%6

Você também pode gostar