Você está na página 1de 11

Projeto de estruturas de concreto 04 Reservatórios

1

EXEMPLO DE RESERVATÓRIO ELEVADO

1. Introdução

Para o projeto de um reservatório elevado em concreto armado os esforços solicitantes nos elementos estruturais são obtidos considerando inicialmente os elementos isolados, com suas respectivas ações, e posteriormente é considerado a continuidade dos elementos com efeito de placa por meio da compatibilização dos esforços de flexão. As paredes também são consideradas com efeito de chapa, comportamento estrutural de viga-parede.

2. Características do reservatório

Reservatório paralelepipédico de uma única célula em concreto armado (C25; CA-50) com cobrimento de armadura de 3,50 cm. As Figuras a seguir ilustram as formas de topo e de fundo do reservatório, bem como corte longitudinal e transversal.

Figura 1 Forma do topo

as formas de topo e de fundo do reservatório, bem como corte longitudinal e transversal. Figura

Projeto de estruturas de concreto 04 Reservatórios

2

Figura 2 Forma do fundo

Projeto de estruturas de concreto – 04 Reservatórios 2 Figura 2 – Forma do fundo Figura

Figura 3 Corte A

Projeto de estruturas de concreto – 04 Reservatórios 2 Figura 2 – Forma do fundo Figura

Projeto de estruturas de concreto 04 Reservatórios

3

Figura 4 Corte B

concreto – 04 Reservatórios 3 Figura 4 – Corte B 3. Esforços com efeito de placa

3.

Esforços com efeito de placa

 

3.1.

Laje de tampa (LT)

 

a)

Geometria:

 

b)

Ações consideradas:

espessura

12 cm

peso próprio

3,00 kN/m²

vão menor

305 cm

revestimento

1,00 kN/m²

vão maior

485 cm

acidental

0,50 kN/m²



y 485  305 x
y
485
305
x

1,60

total

4,50 kN/m²

c)

Reações de apoio:

d)

Momentos fletores:

c) Reações de apoio: d) Momentos fletores: v  v v x y   x

v 

v

v

x

y

x
x

p

10

3,44

2,50

4,50 3,05

10

4,50 3,05

10

4,72 kN/m

3,43 kN/m

m 

m

m

x

y

2 x
2
x

p

100

8,26

4,50 3,05

2

100

3,74

4,50 3,05

2

100

3,46 kN.m/m

1,57 kN.m/m

Projeto de estruturas de concreto 04 Reservatórios

4

3.2.

a)

c)

3.3.

a)

c)

Laje de fundo (LF)

Geometria:

espessura

15 cm

vão menor

305 cm

vão maior

485 cm



cm vão menor 305 cm vão maior 485 cm   1,60 Reações de apoio: '

1,60

Reações de apoio:

vão maior 485 cm   1,60 Reações de apoio: ' v ' v x 

'

v

'

v

x

3,44

24,75 3,05

10

25,97 kN/m

y 2,507,55 18,87 kN/m

PAR1=PAR2

Geometria:

espessura

15 cm

vão horizontal

485 cm

vão vertical

247 cm



vão horizontal 485 cm vão vertical 247 cm   0,51 Momentos fletores: b) Ações consideradas:

0,51

Momentos fletores:

vão vertical 247 cm   0,51 Momentos fletores: b) Ações consideradas: peso próprio 3,75 kN/m²

b)

Ações consideradas:

peso próprio

3,75 kN/m²

revestimento

1,00 kN/m²

água

20,00 kN/m²

total

24,75 kN/m²

d)

Momentos fletores:

m

x

3,69

24,75 3,05

2

100

8,50 kN.m/m

m

'

x

7,79 2,30 17,94 kN.m/m

my 1,362,30 3,13 kN.m/m

 

'

m

y

5,722,30 13,17 kN.m/m

b)

Ações consideradas:

p 

a

h

2

2,00

2

a  10 a
a
10
a

2,47

16,19 kN/m²

m

x

'

m x

2,59

16,19 2,47

2

100

2,56 kN.m/m

6,14 0,99 6,07 kN.m/m

my 0,960,99 0,95 kN.m/m

 

'

m

y

3,600,99 3,56 kN.m/m

Projeto de estruturas de concreto 04 Reservatórios

5

3.4.

PAR3=PAR4

a)

Geometria:

 

b)

espessura

15 cm

vão horizontal

305 cm

vão vertical

247 cm



247 a  305 b
247
a
305
b

0,81

 

c)

Momentos fletores:

247 a  305 b  0,81   c) Momentos fletores: 3.5. Compatibilização de momentos fletores

3.5.

Compatibilização de momentos fletores

a) Corte transversal (PAR1 com LF)

Diagrama de momento fletor

Ações consideradas:

p 16,19 kN/m²

m

m

x

'

1,57

16,19 2,47

2

100

1,55 kN.m/m

x 4,45 0,99 4,40 kN.m/m

my 1,250,99 1,24 kN.m/m

 

'

m

y

3,280,99 3,24 kN.m/m

Diagrama compatibilizado

3,28  0,99  3,24 kN.m/m Diagrama compatibilizado Compatibilização momento negativo * X  X 

Compatibilização momento negativo

*

X

X

1

X

2

 

2

0,8 X

1

*

X

17,94

6,07

2

12,00 kN.m/m

0,8 17,94 14,35 kN.m/m

Compatibilização momento positivo

M

m

m

LF

PAR

m

m

2

X

2

X

2

M

 

 

m

LF

8,50

2

(17,94 14,35)

m

PAR

2

m

X

2

12,08 kN.m/m

2,56 kN.m/m

Projeto de estruturas de concreto 04 Reservatórios

6

b) Corte longitudinal (PAR3 com LF)

Diagrama de momento fletor

Diagrama compatibilizado

com LF) Diagrama de momento fletor Diagrama compatibilizado    13,17    4,40   *
 

13,17

 

4,40

 

*

X

 

2

0,8 13,17

m

LF

3,13

2

M

 
 

8,78 kN.m/m

10,54 kN.m/m

(13,17

10,54)

2 m

PAR

5,77 kN.m/m

1,55 kN.m/m

c) Corte horizontal (PAR1 com PAR3)

Diagrama de momento fletor

Diagrama compatibilizado

PAR3) Diagrama de momento fletor Diagrama compatibilizado X M *  3,56  3,24  

X

M

*

3,56

3,24

  

2

0,8 3,56

3,40 kN.m/m

2,85 kN.m/m

 

m

PAR1

0,95

2

(3,56

3,40)

2

m

PAR3

1,11 kN.m/m

1,24 kN.m/m

Projeto de estruturas de concreto 04 Reservatórios

7

4.

4.1.

a)

c)

e)

h)

Esforços com efeito de chapa

PAR1=PAR2 (15x270)

Geometria:

 0  a  
0  a 


4,20

1,15

0,40

4,60 m

0
0

4,83 m

h

e

  h

2,70 m



4,60 m

h

2,70

4,83 m h e   h  2,70 m   4,60 m h 2,70

0,59

0,50

viga-parede

Esforços solicitantes:

V

k

p

 

40,81 4,60

2

2

93,87 kN

M

k

p

 2 
2

40,81 4,60

2

8

8

107,95 kN.m

Armadura de flexão:

z

z

0,2

 2 he 
 2
he 

0,24,60 22,702,00 m

A

s,calc

M

k

f

1,4 107,95

z

f

yd

2,00 43,5

1,74 cm²

As,adot As,mim   0,15% 6,28 cm² Ac (810) 6,08 cm²

f 0,15 he 0,15270 40 cm be a c 40 3,50 36,50 cm

Verificação de ancoragem arm. flexão:

3,50  36,50 cm Verificação de ancoragem arm. flexão: s,ef   b,nec   

s,ef3,50  36,50 cm Verificação de ancoragem arm. flexão:   b,nec    26

b,nec  
b,nec
 

26

0,80 1,74

6,28

10



5,8cm

10cm

b)

d)

f)

Ações consideradas:

peso próprio

reação laje tampa 4,72 kN/m² reação laje fundo 25,97 kN/m²

10,13 kN/m²

total

40,81 kN/m²

Verificação de tensões compr. no apoio:

Rd

R

d

1,4 93,68

a

b

w

40 15

0,22 kN/cm²

fcd3

f

cd3

0,72v

0,72 1

 

fcd

250 25

  

2,5 1,4

1,16 kN/cm²

 

Rd

f

cd3

não da haverá biela comprimida esmagamento

Armadura de pele:

A

sh

A

sv

0,10% b

0,10

w 100

15

Asv Ash 1,50 cm²/m/face

g)

Armadura de suspensão:

A susp

R

d

1

1,4 25,97

f

yd

2

43,5 2

Asusp 0,42 cm²/m/face

i)

Verificação de arm. reforço no apoio:

Vu 0,10 bw he

fcd

Vu 0,10152701,78 723,21 kN

Vd f Vk 1,493,87 131,42 kN

Vd 0,5 Vu não necessário

Projeto de estruturas de concreto 04 Reservatórios

8

4.2.

a)

c)

e)

PAR3=PAR4 (15x270)

Geometria:

  2,80

4.2. a) c) e) PAR3=PAR4 (15x270) Geometria:   2,80   0,20 h e 

0,20

h

e

  2,70 m

3,00 m

3,00 m

3,22 m

2,70

3,00

0,90

0,50

viga-parede

Esforços solicitantes:

V

k

M

k

32,43 3,00

2

48,64 kN

32,43 3,00

2

  36,48 kN.m

8

Armadura de flexão:

z 0,23,00 22,701,68 m

A s,calc

1,4 36,48

1,68 43,5

0,70 cm²

As,adot As,mim   0,15% 6,28 cm² Ac (810) 6,08 cm²

f 0,15270 40 cm

h)

Verificação de ancoragem arm. flexão:

b e  20  3,50  16,50 cm be 20 3,50 16,50 cm

 b,nec 
b,nec

 

26

0,80 0,70

6,28

2,3cm

10cm

b)

d)

f)

Ações consideradas:

peso próprio

reação laje tampa 3,43 kN/m² reação laje fundo 18,87 kN/m²

total

32,43 kN/m²

10,13 kN/m²

Verificação de tensões compr. no apoio:

Rd

1,4 48,64

20 15

0,23 kN/cm²

fcd3 1,16 kN/cm²

Rd

f

cd3

não da haverá biela comprimida esmagamento

Armadura de pele:

Asv Ash 0,10% 15 1,50 cm²/m/face

g)

i)

Armadura de suspensão:

A susp

1,4 18,87

43,5 2

0,30 cm²/m/face

Verificação de arm. reforço no apoio:

Vu 0,10152701,78 723,21 kN

Vd 1,448,64 68,10 kN

Vd 0,5 Vu não necessário

Projeto de estruturas de concreto 04 Reservatórios

9

5.

Dimensionamento

Elemento

Esforços com efeito de placa

 

Auxiliar

   

Área de aço (cm²/m)

 

M Sk

K

c

K

s

       

Dir.

(kN.m/m)

(cm²/kN)

(cm²/kN)

Placa

Chapa

Total

Adotado

LT

X

3,46

11,6

0,024

1,55

 

- 1,80

2,08 (ф6,3 c/15)

Y

1,57

25,7

0,023

0,67

- 1,80

2,08 (ф6,3 c/15)

LF

X

12,08

6,5

0,024

3,87

 

- 3,87

5,03 (ф8 c/10)

Y

5,77

13,7

0,024

1,84

- 2,25

3,35 (ф8 c/15)

LF /

               

PAR1

X / V

14,35

5,5

0,025

4,78

- 4,19

5,03 (ф8 c/10)

LF /

               

PAR3

Y / V

10,54

7,5

0,024

3,37

- 3,08

3,35 (ф8 c/15)

PAR1

V

2,56

30,8

0,023

0,78

1,92

2,70

5,03 (ф8 c/10)

H

1,11

71,2

0,023

0,34

1,50

2,25

2,52 (ф8 c/20)

PAR3

V

1,55

50,8

0,023

0,48

1,80

2,28

3,35 (ф8 c/15)

H

1,24

63,8

0,023

0,38

1,50

2,25

2,52 (ф8 c/20)

PAR /

               

PAR

H

3,40

23,2

0,023

1,04

-

2,25

2,52 (ф8 c/20)

Laje de tampa (h=12)

d h 4,5 7,5 cm

as,mim 0,15% Ac 1,80 cm²/m

s

máx

máx

h

8

15 mm

  2 h

24 cm

20 cm

Laje de fundo e paredes (h=15)

d h 4,5 10,5 cm

as,mim

0,15% Ac 2,25 cm²/m

s

máx

máx

h

8

18 mm

  2 h

30 cm

20 cm

Projeto de estruturas de concreto 04 Reservatórios

10

6.

Detalhamento

Figura 5 Corte horizontal C

– 04 Reservatórios 10 6. Detalhamento Figura 5 – Corte horizontal C Figura 6 – Corte

Figura 6 Corte longitudinal A

– 04 Reservatórios 10 6. Detalhamento Figura 5 – Corte horizontal C Figura 6 – Corte

Projeto de estruturas de concreto 04 Reservatórios

11

Figura 7 Corte transversal B

04 Reservatórios 11 Figura 7 – Corte transversal B   Resumo de aço   Aço ф
 

Resumo de aço

 

Aço

ф

Compr.

Peso

(mm)

(m)

(kgf)

CA-50

6,3

489

120

CA-50

8

1.916

756

CA-50

10

159

98

Total

974

Taxa de aço de 95 kgf/m³ de concreto