Você está na página 1de 3

A TH2 elaborou um TOP 30 dos serviços mais requisitados e/ou mais

apreciados baseado no desenvolvimento dos seus trabalhos de consultoria,


auditorias de qualidade, acções de hóspede mistério e reservas Unique Stays-
charm hotels.

Há serviços que valem pelo valor adicional que um hóspede paga. Ele é o
primeiro a querer pagar mais, reconhecendo o valor de determinados
serviços e extras. Não falamos apenas de fidelizar clientes, mas
primeiramente de surpreendê-los e criar valor único. De acordo com alguns
estudos de hotelaria e gostos de clientes, deixamos algumas sugestões de
“mimos” bem-apreciados:

1) Honesty Bar: consiste num espaço com garrafas de bebidas espirituosas à disposição dos
hóspedes, bem como gelo e rodelas de limão preparadas num pequeno mini-bar/frigorífico,p.
Nesse espaço há uma moldura informativa dos preços de cada bebida junto de um bloco de
notas e uma caneta para que o hóspede, honestamente, aponte as bebidas que consumiu.

2) Bolachas à descrição: caseiras ou seleccionadas para desfrute gratuito dos hóspedes num
frasco que as conserve convenientemente.

3) Bolo do dia à descrição, com máquina de café/chá em caso de sala de estar comum

4) Welcoming welcome: uma água fresca de boas-vindas, um porto de boas-vindas ou


simplesmente panos aromáticos húmidos e quentes (para rosto e mão), bem acompanhado
com serviço pro-activo de ajuda de bagagem

5) Roupão e chinelos no quarto

6) Carregador de iphone/ipad se possível em doca

7) Chaleira de chá, canecas e chá nos quartos de dormir, sem custos

8) Aquecimento de toalhas no wc

9) Amenities no WC se possível ou caso contrário frascos indicando o que contém (pelo menos
Shampoo, Gel de Banho e Body Lotion, cuja marca deve estar explicada num directório de
serviços)

10) Directório de Serviços (se não em papel, pelo menos com indicação do seu link, num issuu ou
website para acesso online)
11) Serviço de Turn-Down (serviço de abertura de cama pelo Housekeeping, que poderá estar
incluido para estadias de curta duração, clientes vips e como serviço adicional cobrado,
podendo incluir uma mini ceia/snack com bolo morno, chá, água, fruta além apenas do bom-
bom na almofada)

12) Cabides para saias

13) Secador de Cabelo (e condicionador de cabelo, no leque de amenities)

14) Água nos quartos, que poderá ser engarrafada no dia do check-in em garrafas bonitas de vidro
e re-enchidas pelo Housekeeping

15) Menu de Almofadas (disponíveis para requisito on-request mas não esquecer um par de
almofadas extra no armário, preferencialmente de textura/volume diferentes às presentes na
cama)

16) Flores Frescas em espaços comuns

17) Mini-bar in-advance com opção de favoritos pedido ao cliente

18) TV on-request em vez de previamente instalada. Há que não goste mesmo e valorize espaços
“TV-free”

19) Impressora wireless e disponível com tinteiro

20) Sanita desinfectada e selada (cujo selo pode não ser uma faixa de papel, mas sim por
exemplo uma flor colocada no interior)

21) Se não um Turn-Down pelo menos um bom-bom português na almofada

22) Se não Amenities, pelo menos um sabão português no WC

23) Tomadas ao nível das secretárias e mesinhas de cabeceira (que o cliente não tenha que se
baixar e andar de gatas a desligar aparelhos para poder ligar os seus gadgets que são cada
vez mais)

24) TVs e sistemas de TV nos quartos silenciosos que não sejam invasivos quando se liga

25) Almofadas extra também como coxins de leitura ou repouso

26) Para além dos edredões extra no armário, mantas pequenas para ver TV ou colocar à volta
dos ombros para desfrutar do terraço (quantas boas esplanadas na Europa, no Inverno,
oferecem mantas para quem pretende comer cá fora?!)

27) Sobre-colchões, extra fronhas higiénicas, lençóis de algodão egípcio, edredões confortáveis
28) Duches com boa pressão e temperatura a ascender os 40º, com possibilidade de chuveiro na
mão, mas obrigatório também possibilidade de pendurar

29) Acessos privilegiados: pago bem para ficar neste alojamento, mas garantem-me acesso ao
melhor lugar num espectáculo, vouchers utilizáveis na rua durante a minha estadia
(restaurantes, bares, lojas) ou a geolocalização de uma praia deserta, desconhecida

30) Não há pedidos demasiados extravagantes (até porque o cliente pode e quer pagar). Se um
cliente quer um cavalo azul, só temos que perguntar qual a raça do cavalo e o pantone do azul

Estamos disponíveis para mais sugestões, coaching de novos negócios e troca de ideias sempre
de porta aberta no nosso atelier TH2 em Lisboa (Entrecampos). Conte connosco:
consultoria@th2.com.pt | www.th2.com.pt | #atelierth2

Fontes:

Algumas publicações e newsletters 4hoteliers, eHotelier, HotelMarketing.com, Boutique Hotels, entre outras.