Você está na página 1de 4

INSTITUTO CONSCIÊNCIA GO

Curso
EDUCAÇÃO ESPECIAL NA PERSPECTIVA DO AEE

Disciplina
Inclusão, Educação Especial e AEE: Novos paradigmas

Professora: Danusa Rodrigues Pereira

Alunas:

Itapira Puã / 2019


Itapira Puã, 03 de setembro de 2019

Plano de aula diversidade e inclusão

Tema: Se comunicando por meio de sinais

Ano: 2º ano do Ensino Fundamental

Conteúdos: Língua Portuguesa; Letramento Científico; Ética; Inclusão;


Diversidade; Identidade; Língua Brasileira de Sinais.

Objetivo geral:
 Promover a leitura entre o público estudantil, vinculando o aspecto lúdico
da atividade ao conhecimento da realidade das pessoas portadoras de
necessidades especiais, fazer uma reflexão sobre a situação das
mesmas, de forma que os alunos aprendam a conviver com a diferença
e se tornem cidadãos solidários.

Objetivos específicos:

 Conscientizar os alunos, sobre o processo de Inclusão Educacional,


estimulando o respeito a diversidade.

 Apresentar a realidade das pessoas com necessidades especiais


através da Literatura Infantil.

 Trabalhar com sensibilização e vivências, experimentando o lugar do


outro e suas necessidades específicas e refletindo sobre o preconceito e
a aceitação pessoal e social dessas pessoas.

 Reconhecer a função social da linguagem de sinais;

 Aprender alguns sinais de Libras;

 Reconhecer outras formas de representação e comunicação


O livro relata que, no jardim de Júlia, os passarinhos cantam, mas ela não pode ouvi-
los. Ela também não escuta o ronronar do gato, o latido do cachorro, a buzina dos
carros, o ruído dos aviões... Júlia é uma menina surda que recebe um novo vizinho,
um menino chamado André. No desenrolar da história, André e Júlia se tornam
amigos inseparáveis. Eles conseguem se entender somente por meio olhar. Júlia se
comunica em Libras - a Língua Brasileira de Sinais

Metodologia:
1° Momento:
Será organizada a sala em semicírculo, as crianças estarão sentadas
nas carteiras. Pergunte aos alunos: - Como será viver num mundo sem sons?
É possível se comunicar sem ouvir?
Em seguida a professora lerá o livro “O Silêncio de Júlia” É necessário
que os alunos vejam o livro, pois ele é todo permeado por belas e agradáveis
ilustrações. Ao termino da leitura deixar que os alunos relatem as impressões
que tiveram da historia, o que entenderam.

2° Momento:
Posteriormente, converse com as crianças sobre os cinco sentidos e
diga-lhes que temos em nosso corpo órgãos responsáveis por essas
sensações. Temos o nariz responsável pelo sentido do olfato, a língua que nos
propicia o paladar, a pele responsável pelo tato, os ouvidos pela audição e os
olhos pela visão.
Converse com eles explicando-lhes que algumas pessoas podem ser
privadas de sensações por algum tipo de deficiência, como por exemplo, a
auditiva. Pergunte a eles se conhecem alguém que tem algum tipo de
deficiência. Como nosso foco é explorar a deficiência auditiva, enfatizaremos
essa deficiência ao longo desta aula. Conscientizando e sensibilizando os
alunos, sobre a importância de não discriminar os que são diferentes,
respeitando o próximo, tendo empatia e altruísmo para com todos.

3° Momento:
Em seguida explicar o que é a Linguagem Brasileira de Sinais, suas
características e importância. Apresentar aos alunos o alfabeto em Libras em
um cartaz.
4° Momento:
Posteriormente orientar os alunos para realizarem uma atividade pratica
de recorte e colagem das letras do nome de cada criança em LIBRAS (alfabeto
manual). Após cada criança concluir sua atividade, fazer um mural fixo na sala,
para que as crianças possam expor sua produção e, ao mesmo tempo, se
apropriar dos sinais para se comunicar com o professor e os colegas.

Recursos:
Livro: “O Silêncio de Júlia” de Pierre Coran & Mélanie Florian, sulfite, lápis
colorido, giz de cera, canetinha, cartolinas ou papel pardo, cola, tesoura sem
ponta, lápis, cartaz com o alfabeto em LIBRAS, folha impressa para cada aluno
do alfabeto móvel em LIBRAS para ser recortado por eles.

Avaliação:
Será observado se os objetivos propostos foram alcançados, por meio
do conhecimento adquirido na atividade em sala.
Analisar a participação dos alunos ao contar a história através da roda
de conversa.
Realizar uma atividade em grupo, propondo que os alunos formem frases
do dia a dia através alfabeto manual de LIBRAS, assim com a interferência do
professor, mostrar o sinal correto usado na devida frase.

REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA:

Conteúdo disponível em:


http://portaldoprofessor.mec.gov.br/fichaTecnicaAula.html?aula=24022

CORAN, Pierre e FLORIAN, Mélanie. O Silêncio de Julia – 2011. Editora: FTD

Conteúdo disponível em:


http://ideiasepesquisas.blogspot.com/2010/12/plano-de-aula-inclusao.html?m=1