Você está na página 1de 2

São Paulo, 25 de agosto de 2015

À Engenheiro Jose Carlos Tomina


Superintendente do CB 24 e membro do Comitê Técnico da ABNT

Prezado Eng. Tomina,

Venho por esta solicitar a abertura de uma comissão de estudo para a elaboração do projeto
de norma que trata especificamente sobre agentes extintores alternativos conhecidos como
agentes umectantes (molhados).

Gostaria de justificar esta solicitação considerando que:

 A tecnologia de agentes molhados já existe desde 1949 e desde então, estes agentes
vêm sendo estudados em comitês da NFPA – National Fire Protection Association até
que, em 1972 e 1979 teve as suas primeiras edições de normas incorporadas pelo
comitê de norma de espuma da NFPA, sendo então publicadas as edições e revisões da
NFPA-18 até a sua última edição, publicada em 2011;

 Já existe no Brasil múltiplos representantes de empresas estrangeiras fabricantes


desses agentes umectantes, o que garante quórum necessário para compor os
participantes na comissão classificados como fornecedores (produtores);

 Existe no Brasil um amplo mercado para aplicação dessa tecnologia, havendo espaço
para os produtos estrangeiros e para as iniciativas de desenvolvimento de tecnologia
nacional para a fabricação desses agentes extintores;

 Na nossa história recente de grandes incêndios, no mês de abril de 2015, nas


instalações de um parque de tanques de uma empresa instalada no terminal de
Alemoa na cidade de Santos-SP, foram utilizados dois agentes umectantes estrangeiros
distintos de fornecedores brasileiros para o controle do fogo em líquido inflamável nas
bacias de contenção; Nessa ocasião eu estava participando voluntariamente como
especialista do grupo de planejamento para o controle desse incêndio, quando pude
constatar o desconhecimento sobre esses agentes por parte de bombeiros militares,
bombeiros civis, técnicos e mesmo outros especialistas, ficando assim evidente a
necessidade de conhecimento desses profissionais sobre os recursos disponíveis para
suas áreas de atividade fim, garantindo com isso o quórum necessário para compor os
participantes na comissão classificados como consumidores (usuários);

 Como membro da Comissão de Estudo de Planos e Equipes de Emergência Contra


Incêndio do CB-24 da ABNT, e trabalhando na revisão das Normas de Bombeiros civis e
de Brigada de emergências e tendo constatado a falta de conhecimento desses
profissionais sobre esses agentes extintores, eu sugeri incorporar o conteúdo
específico sobre esses agentes extintores nos programas de formação e capacitação de
bombeiros civis e brigadistas;

 Algumas empresas no Brasil já possuem sistemas fixos instalados para a utilização de


agentes umectantes além de sistemas portáteis para uso manual, porém, devido a
carência de Norma Técnica específica e conhecimento comum sobre esses agentes
extintores umectantes, muitos profissionais de auditorias e inspeções de seguradoras
tem demonstrado diversas dúvidas sobre como qualificar o grau de segurança e
eficiência desses sistemas nas plantas, garantindo com isso o quórum necessário para
compor os participantes do comitê classificados como neutros;

 Após a ampla divulgação do uso desses agentes extintores umectantes durante o


período de combate ao incêndio no terminal de tanques na cidade de Santos-SP em
abril de 2015, muitos profissionais como engenheiros, arquitetos, pesquisadores e
especialistas em PCI tem buscado informações técnicas e constatado a falta de
referência técnica nacional sobre o assunto.

Portanto, prezado Eng. Tomina, por favor, considere essa solicitação e caso tenha um parecer
positivo, estou à disposição para participar dessa comissão;

Caso venhamos a abrir essa comissão eu já tenho a sugestão de utilizarmos o texto base de
referência das normas: NFPA 18 – Standard on Wetting Agents e NFPA 18A – Standard on
Water Additives for Fire Control and Vapor Mitigation e complementos técnicos de estudos
recentes da NFPA – National Fire Protection Association, ICAO - International Civil Aviation
Organization e USCG - United States Coast Guard.

Atenciosamente.

Jorge Alexandre Alves


Membro da Comissão de Estudo de Planos e Equipes de Emergência Contra Incêndio do CB-24 da ABNT.

Interesses relacionados