Você está na página 1de 1

TAREFA 4.

Resenha Documentário Carne e Osso

O documentário relata a relação estabelecida entre operários e a empresa frigorífica bem como
as condições de trabalho nesse ambiente tanto para bovinos quanto para suínos e aves. Como mostrado
há sempre uma enorme pressão por parte da empresa que se manifesta através de seus encarregados
que por sua vez exigem ao máximo dos operários que trabalham em ritmo acelerado e prejudicial tanto
fisicamente quanto psicologicamente, e muitas vezes não têm pausas para descanso e necessidades
fisiológicas.

Enquanto a legislação possui muitas falhas e possa ser melhorada em muitos quesitos, não é
sensato inferir que apenas uma mudança na legislação seria capaz de sanar esse problema gravíssimo que
acomete uma enorme quantidade de trabalhadores do Brasil. O problema é muito mais profundo que um
simples paragrafo da legislação, é a cerca da corrupção generalizada da classe política que faz com que a
quantidade de dinheiro arrecadado pela maquina estatal tenha que aumentar levando o empresário a
aumentar a produção para que compense essa defasagem criada e por sua vez repassando essa
defasagem ao trabalhador que por ser a parte mais fraca fica com o pesado fardo dos impostos obrigando-
o a trabalhar mais e a ganhar menos.

Já a fiscalização apesar de ser mais eficiente que a legislação a curto prazo, depende da legislação
para ser efetiva e mesmo assim sua efetividade dura pequenos intervalos de tempo que giram em torno
da visita do auditor ao local de trabalho.

Promover a EST em ambientes como esse é um pesadelo pois como pode se convencer alguém
que precisa lucrar, pois a essência do capitalismo é o lucro, a investir em EST? Atualmente nas condições
dadas pelo Governo Brasileiro aos empresários tornam incompatíveis a SST a obtenção de lucro. Ou a
empresa é lucrativa ou é ideal para o trabalho humano, pois a carga de impostos é absurda e no final das
contas quem acaba pagando é a parte mais fraca, que é o trabalhador.

Bem o EST pode promover um ambiente mais seguro e salubre nessas condições através de
debates, treinamento e tentar trazer uma maior conscientização tanto para os operários quanto para a
instituição. Porém todos esses esforços seriam em vão caso não houvesse uma mudança no ecossistema
empresarial brasileiro, que ao mesmo tempo em que alivia os impostos cobra também a melhora nas
condições de trabalho pois um só pode existir através do outro. Pensar em melhora nas condições de
trabalho sem antes dar uma contrapartida seria utopia e implicaria na falência de não todas mas a maioria
das empresas.