Você está na página 1de 56

Índice

Introdução 3 Circuito pelo Vale Europeu, Brasil 30


Camino Yungas, Bolívia 4 Alemanha, Europa 31
Cliffs of Moher, Irlanda 5 Rio de Janeiro, Brasil 32
Utah, Estados Unidos 6 Estrada Real, Brasil 33
Ötschergräben, Áustria 7 Vale dos Vinhedos, Brasil 34
Whistler, Canadá 8 Chapada Diamantina, BA 35
Yukon, Canadá/Estados Unidos 9 Tóquio, Japão 36
Sicília, Itália (vulcão Etna) 10 Sevilha, Espanha 37
Sicília, Itália 11 Campos do Jordão, Brasil 38
Annapurna, Nepal 12 Circuito das Araucárias, Brasil 39
Annapurna, Nepal 13 Salesópolis/Caraguatatuba, Brasil 40
Amsterdã, Holanda 14 Curitiba, Brasil 41
PETAR em Iporanga, Brasil 15 Fernando de Noronha, Brasil 42
Travessia dos Andes 16 Ilha do Mel, Brasil 43
Deserto do Atacama, Chile 17 Peru, América do Sul 44
Bahia, Brasil 18 Ilhas Canárias, Espanha 45
Toscana, Itália 19 Israel, Ásia 46
Santiago de Compostela, Espanha 20 Islândia, Europa 47
Caminho da Fé, Brasil 21 Noruega, Europa 48
Portugal, Europa 22 Suécia, Europa 49
Provença, França 23 Austrália, Oceania 50
Pedal no Sertão, Brasil 24 Bélgica, Europa 51
Patagônia, Chile 25 Tailândia, Ásia 52
Serra da Mantiqueira, Brasil 26 Bath, Inglaterra 53
Cuba, Caribe 27 Conclusão 54
Praia de Pipa, Brasil 28 Bicicletas Mormaii 55
Ilha de Páscoa, Pacífico 29
Introdução

As trilhas e percursos urbanos de sua cidade parecem sempre os mesmos? Então, que tal empreender uma
viagem diferente, recheada de atrativos para ciclistas?

Neste e-book, vamos nos desprender do trajeto cotidiano e apresentar a você 50 lugares para pedalar pelo
mundo.

Dessa maneira, você tem opções de sobra — dentro e fora do Brasil — para planejar férias curtas ou longas.
E, ainda, ter como companhia as pedaladas que você tanto gosta.

Tenha uma boa leitura!


1 Camino Yungas,
Bolívia

O cenário é de tirar o
fôlego — literalmente —,
e igualmente perigoso. A
3 mil metros de altitude,
com caminhos curvados e
estreitos, a trilha exige muito
do ciclista.

Esse percurso, inclusive,


é indicado para quem já
tem experiência. Porém, o
percurso, apelidado de “rota
da morte”, é uma dose de
adrenalina pesada para os
praticantes.
2 Cliffs of
Moher, Irlanda

Mais um percurso que,


ao longo do caminho, é
descoberto por um cenário
vertiginoso. Enormes abismos
à beira do oceano fazem parte
desse passeio, com graus de
dificuldade variados.

Com isso, ciclistas com


experiências variadas podem
se aventurar pelo território
irlandês e sair de lá com uma
nova conquista.
3 Utah, Estados
Unidos

Mais especificamente, o
parque Estadual Dead
Horse. São diversas trilhas,
espalhadas para ciclistas
experientes ou iniciantes. Sem
falar que os penhascos ao
redor dão uma carga a mais
de adrenalina ao passeio.
4 Ötschergräben,
Áustria

Florestas e montanhas são


característicos na Áustria.
Mas, na cidade de Mitterbach,
existe um trajeto com 6 km de
extensão, aproximadamente,
com desafiadores trechos em
uma altitude elevada.
5 Whistler,
Canadá

Voltando às Américas, no
Canadá reside um bike
park invejável. Lá, as trilhas
desafiam os ciclistas no que,
até uns anos atrás, era um
local apropriado para a prática
de snowboard.

São mais de 50 trajetos,


trazendo novidades múltiplas
a quem se aventurar em um
dos trechos mais ao norte do
continente.
6 Yukon, Canadá/
Estados Unidos

Com atrativos tanto do


lado canadense quanto
do estadunidense, Yukon
conta com travessias para
todos os gostos e níveis de
experiência.

Vale adiantar que, à medida


que a adrenalina aumenta
no passeio, as temperaturas
caem. Então, pode ser um
desafio inédito para muitos
ciclistas.
7 Sicília, Itália
(vulcão Etna)

Mais um circuito de aventura,


este ao redor do vulcão Etna
— ainda ativo, diga-se de
passagem.

O passeio, no entanto, é
menos dificultado por conta
da presença de teleféricos ou
jipes que ajudam na subida
pela montanha.
National Geographic - ROSARIO PATANÈ
8 Sicília, Itália

Também na italiana Sicília,


ciclistas fazem a festa em
um roteiro inusitado, com
paisagens rústicas e uma
série de atrativos naturais ao
redor da cidade.
9 Annapurna,
Nepal

Um passeio pelo local


que abriga uma das dez
montanhas mais altas
do mundo. A vista é tão
paradisíaca quanto difícil,
uma vez que todo o percurso
leva, aproximadamente, duas
semanas para ser concluído.
10 Annapurna,
Nepal
Quem não quiser se aventurar
a cerca de 4,5 mil metros de
altitude, a alternativa pode ser
um passeio menos arriscado.
Afinal, os ciclistas passam por
um período de adaptação com
clima e temperaturas para se
acostumar com a elevação
gradual de altitude.

Pode ser uma boa para


conhecer a região, mas deixar
as vertiginosas paisagens
para uma próxima visita.
11 Amsterdã,
Holanda

Difícil não acrescentar


Amsterdã como um dos
lugares para pedalar pelo
mundo. Afinal, a cidade já
é característica pelo seu
alto volume de bicicletas
transitando pelas ruas.

Sem falar que o terreno da


cidade é inteiramente plano,
transformando os circuitos
planejados em agradáveis
passeios urbanos por uma
cidade encantadora.
12 PETAR em
Iporanga, Brasil

O primeiro destino brasileiro


de nossa lista de lugares para
pedalar pelo mundo fica no
Parque Estadual Turístico do
Alto da Ribeira (PETAR), em
São Paulo.

A graça, aqui, está na


variedade de atividades.
Além de ciclismo (com uma
trilha com cerca de 30 km de
extensão, inclusive), existem
trilhas desafiadoras a pé,
grutas, rios e mais uma série
de atrações naturais.
13 Travessia
dos Andes

Parte Argentina, parte


Chile, os Andes reservam
desafios imensos aos seus
exploradores. Quem optar
pela travessia pode se
preparar para um circuito com
mais de 300 quilômetros.

No entanto, vale observar que


as condições só são melhores
nos 3 primeiros meses do
ano, quando a neve derrete e
revela boa parte do percurso
até então encoberto.
National Geographic - DIEGO LENG
14 Deserto do
Atacama, Chile

Um dos locais mais


exuberantes do planeta é um
verdadeiro desafio também,
uma vez que se trata do
deserto mais seco do planeta.

Um pouco de preparação
e um grupo treinado são
condições importantes para
desfrutar de todo o passeio,
que exige, mas recompensa
pelas paisagens encontradas.
15 Bahia, Brasil

Quer seguir pela Rota do


Descobrimento? Existe um
trajeto todo preparado para
o cicloturismo, com toda a
beleza do litoral baiano ao
longo do passeio.
16 Toscana,
Itália

De volta à Itália, podemos


indicar uma Toscana diferente
para cada estação do ano.
Da primavera ao inverno, o
cenário bucólico da região
convida os ciclistas a
estenderem continuamente os
passeios planejados.
17 Santiago de
Compostela, Espanha

Famoso passeio dos ciclistas


que já andaram, aqui e ali,
por entre os principais lugares
para pedalar pelo mundo.

O percurso é longo e
exige bom preparo físico,
mas também concentra
rotas famosas que servem
apenas como estímulo,
e não impedimento, aos
desbravadores em duas
rodas.
18 Caminho da
Fé, Brasil

Similar ao percurso de
Santiago de Compostela,
o Caminho da Fé guia os
aventureiros até a cidade de
Aparecida, em São Paulo,
passando por mais de 400
km de trilha com as belezas
da Serra da Mantiqueira à
espreita.
19 Portugal,
Europa

Com diversas aldeias


espalhadas ao redor das
grandes cidades, desbravar
Portugal pode ser uma
encantadora viagem de
bicicleta.

Principalmente, porque muitos


desses lugares ignoram o
modernismo do século 21 e
mais parecem uma viagem
do tempo à medida que você
pedala país adentro.
20 Provença,
França

Por falar em paisagens


rústicas, Provença é um dos
locais mais característicos
para isso. Afinal, é dali
que vem a inspiração da
decoração provençal.

Para os passeios de bicicleta,


o clima campestre domina,
fazendo com que guiar a
bicicleta já se torne um
passeio indescritível de tão
belo.
21 Pedal no
Sertão, Brasil

Localizado na Paraíba, o
local é castigado pelo clima
semi-árido, mas igualmente
abençoado, proporcionado
cenários lindos.

Por entre o passeio, a


caatinga se assoma no
horizonte, em um passeio que
se inicia no Hotel Fazenda
Pai Mateus, localizado entre
Cabaceiras e Boa Vista.
22 Patagônia,
Chile

O Chile é mais do que um


deserto e a cordilheira ao
fundo. No Parque Nacional
de Torres Del Paine, existem
circuitos para todos os níveis
de experiência.

Só que o grande desafio


consiste em enfrentar os seus
elevados picos (a mais de
2 mil metros), que se revela
um passeio incrível — mas
desgastante.
23 Serra da
Mantiqueira, Brasil

A Serra da Mantiqueira
também pode ser desbravada
a bordo de sua bicicleta,
sabia? Vale a pena enfrentar
as centenas de quilômetros
que compõem a região,
com destaque aos atrativos
naturais, como:

• Nascentes;
• Cachoeiras;
• Riachos.

Um passeio que pode, acima


de tudo, refrescar os seus
aventureiros entre uma
parada e outra.
24 Cuba, Caribe

A ilha caribenha é a maior da


região, mas é inteiramente
plana. Isso significa que os
aventureiros podem desfrutar
de um intenso passeio
por um dos cenários mais
encantadores e impactantes
de nossa história recente.
25 Praia de
Pipa, Brasil

A preservada região,
localizada no Rio Grande do
Norte, já é um dos grandes
cenários turísticos do país.
E o circuito de bicicleta não
deixa nada a desejar, com
seus 20 km de extensão.
26 Ilha de Páscoa,
Pacífico

Famosa pelas suas estátuas


monumentais de figuras
humanas, a pequenina ilha
pode ser explorada quase que
em sua totalidade com uma
bicicleta.

O passeio, inclusive, é
recomendado por toda a
mística que ronda a região
por conta das estátuas. Vale
se inteirar sobre os passeios
de bicicleta.
27 Circuito pelo Vale
Europeu, Brasil

Não se deixe enganar pelo


nome: na verdade, o passeio
se concentra em uma região
que, décadas atrás, serviu
de refugio para boa parte da
migração europeia.

São cidades que sustentam,


ainda, o aspecto colonial
e podem ser agradáveis
surpresas para visitar a bordo
de uma bicicleta.
28 Alemanha,
Europa

Do vale europeu brasileiro


para um dos locais que mais
migraram para o sul do Brasil.
A Alemanha oferece também
uma série de circuitos para
todos os gostos.

O país tem essa preocupação


e permite que os ciclistas
desbravem boa parte de seu
território com a bicicleta por
perto — como trajetos de
trem, por exemplo.
29 Rio de Janeiro,
Brasil

Em uma região com 140


km de ciclovias, pouco mais
precisa ser dito para seduzir
ciclistas a darem uma passad-
inha na Cidade Maravilhosa,
não é verdade?

Sem falar que diversas áreas


naturais e preparadas para
a prática de mountain bike
podem ser encontradas na
cidade, como na Floresta da
Tijuca.
30 Estrada Real,
Brasil

Divisando Minas Gerais e


Rio de Janeiro, os circuito
variam entre menos de 2 km
e até 11 km. Isso significa
que a Estrada Real pode ser
desbravada por iniciantes e
experientes ciclistas.

Há, inclusive, uma parte


mais amedrontadora para os
praticantes mais exigentes:
680 km pelo Caminho Velho,
que separa Ouro Preto de
Paraty.
31 Vale dos
Vinhedos, Brasil

Nem só de vinhos vive essa


região no sul do país. Entre as
cidades de Garibaldi, Bento
Gonçalves e Monte Belo do
Sul, o trajeto permite aos
ciclistas uma degustação ao
ar livre de um dos presentes
mais bonitos que a natureza
tem a oferecer.
32 Chapada
Diamantina, BA

O Parque Nacional da
Chapada Diamantina tem
algumas das paisagens mais
bonitas do Brasil e é um ótimo
lugar para se conhecer de
bicicleta. Os ciclistas podem
combinar o esporte com
passeios por centenas de
cachoeiras, grutas, morros e
rios nesta região baiana a 400
km de Salvador.
33 Tóquio,
Japão

A capital japonesa tem se


popularizado como um circuito
diferenciado para transitar de
bicicleta.

Pode ser uma oportunidade


perfeita para conhecer o outro
lado do mundo e explorá-lo a
bordo de uma bicicleta, não é
mesmo?
34 Sevilha,
Espanha

A cidade também tem


crescido no gosto popular.
Em especial, porque muitas
de suas partes são planas,
permitindo passeios longos e
gratificantes para descobrir a
encantadora região.
35 Campos do
Jordão, Brasil

Localizada no estado de
São Paulo (a 170 km da
capital), a cidade possui o
Horto Florestal, que permite
passeios diversos entre as
trilhas dessa bela reserva
natural.
36 Circuito das
Araucárias, Brasil

Com um trajeto que se inicia


na cidade de São Bento do
Sul (sul do país), o Circuito
das Araucárias foi idealizado
especialmente para os
ciclistas desfrutarem de suas
paisagens.

São 250 km, no total, com


sinalizações e uma série
de belezas naturais para
tornar o passeio ainda mais
atraente. Uma delas é a Rota
das Cachoeiras, que vale o
período longe da bicicleta
para conhecer suas 14
quedas d’água.
37 Salesópolis/
Caraguatatuba, Brasil

No estado de São Paulo, o


local que serve como estrada
de acesso para veículos de
manutenção (que passam
constantemente ali por conta
do oleoduto do porto de São
Sebastião) conta com 75 km
de estrada de terra para o
prazer dos ciclistas.
38 Curitiba,
Brasil

A capital paranaense conta


com 120 km de ciclovias, o
que faz dela uma das capitais
brasileiras para o ciclismo
urbano.

Sem falar na beleza natural da


cidade, que torna o passeio
ainda mais convidativo,
podendo parar entre os
parques que dividem espaço
harmoniosamente com o
desenvolvimento urbano.
39 Fernando de
Noronha, Brasil
A região, por si só, já
demanda esforço dos seus
visitantes, mas vale a pena.
Não é à toa, que é um dos
destinos turísticos mais
concorridos do Brasil.

O melhor é que, por ali, os


habitantes já observaram a
oportunidade de lucrar com
o cicloturismo e, por isso,
oferecem bicicletas para
alugar.
Não perca a oportunidade
e desfrute alguns dos mais
belos cartões-postais do
Brasil.
40 Ilha do Mel,
Brasil

Mais um arquipélago, agora


no estado do Paraná, que
possui encantos diversos —
e muitos deles acessíveis
pedalando.

Principalmente, porque
veículos motorizados não
entram na ilha. Algo que
torna os passeios ainda mais
seguros e prazerosos.
41 Peru, América
do Sul

Nosso vizinho concentra


atrativos de bicicleta de norte
a sul do seu território, seja
do lado do Atlântico ou do
Pacífico.

Claro que a altitude torna


os percursos ainda mais
desafiadores, por isso, um
bom preparo é necessário
para curtir a viagem.
42 Ilhas Canárias,
Espanha

São sete ilhas principais, mais


conhecidas por casais em
lua de mel. Mas, de uns anos
para cá, a atração também
se estendeu aos ciclistas em
busca de novas paisagens e
desafios.
43 Israel, Ásia

O país, que vive em conflitos


religiosos, esconde diversas
belezas para todo tipo de
turismo. O cicloturismo,
inclusive, entre eles.

O governo local tem


trabalhado continuamente
para oferecer esse tipo de
opção turística aos seus
visitantes, com roteiros e
infraestrutura. Vale o longo
trajeto aéreo até lá.
44 Islândia,
Europa

A “terra do fogo e gelo” —


em alusão aos seus vulcões
próximos ao gélido clima local
— é um delicioso roteiro para
ser explorado de bicicleta.

Atente-se, no entanto, que


o frio vai ser um desafio à
parte para chegar aos seus
destinos pedalando.
45 Noruega,
Europa

O país nórdico é composto


por muitas ilhas em seu
entorno. E, embora a via
marítima seja a mais comum,
a exploração por entre cada
uma delas pode ser feita de
bicicleta.
46 Suécia,
Europa

Mais um país que incentiva


o uso de bicicleta como
locomoção diária. Para
os visitantes, é uma
oportunidade valiosa para
conhecer um dos locais mais
belos de toda Escandinávia.
47 Austrália,
Oceania

A Oceania inteira vale


um planejamento longo e
detalhado, mas a Austrália,
apenas, já concentra tantos
atrativos que é melhor fazê-la
em uma viagem.

São diversas opções bem


distribuídas pelo país, como:
• Brisbane (onde tem a
Rota Loop);
• Sydney;
• Perth.
48 Bélgica,
Europa

Em Antuérpia, existe
um túnel com 32 metros
de profundidade e meio
quilômetro de extensão. Hoje
em dia, a construção com
mais de 80 anos é usada
para o trânsito de pedestres e
ciclistas.
49 Tailândia,
Ásia

A capital tailandesa possui


muitas áreas planas que
podem servir de estímulo aos
passeios de bicicleta. Sem
falar na infraestrutura cada
vez mais pensada para a
locomoção sobre duas rodas,
com 23,5 km de ciclovias
inaugurados em 2014, por
exemplo.
50 Bath,
Inglaterra

Por fim, podemos falar de


uma ciclovia inusitada, prepa-
rada após o desuso de um
túnel ferroviário com 1,7 km
de comprimentos.

Lá, ciclistas e pedestres mis-


turam um pouco da história do
país com uma opção de lazer
conveniente e prazerosa.
Conclusão

E então, o que achou de nossa lista de lugares para pedalar pelo mundo? Como deve ter dado para
perceber, são passeios para todos os gostos e níveis de experiência. Algo que pode servir para empolgar
você e seus amigos a programarem uma viagem até um dos destinos aqui citados.

Até a próxima!
Bicicletas Mormaii
Presente nas pedaladas do consumidor desde 2006, a Mormaii tem se consolidado como um dos grandes
nomes do setor. Tudo por meio de uma produção de bicicletas com o mais alto padrão em segurança,
qualidade e design.

São mais de 100 modelos de bicicletas, visando atender um público exigente e diversificado. Para isso,
conta com bicicletas:
• Mountain Bike;
• Full Suspension;
• Transporte;
• Beach Way;
• Cross;
• Modelos infantis.

Além de acessórios, vestuários e componentes para tornar os seus trajetos seguros e, a performance, cada
vez mais eficiente.

Quer saber mais a respeito da Bicicletas Mormaii? Acesse o nosso site e confira o vasto repertório da
empresa para trazer mais qualidade às suas pedaladas.